Página 1 dos resultados de 121 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

A sexualidade do adolescente: a perspectiva do profissional de enfermagem dos cuidados de saúde primários

Brás, Manuel
Fonte: ICBAS Publicador: ICBAS
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.57%
A sexualidade humana é algo indissoluvelmente ligado à natureza humana, sendo tão primitiva quanto ela, evoluindo tal como o próprio homem, adaptou-se à sua complexidade e realidade. Por aquela ocorrer regra geral na intimidade, os pontos de referência são raros e com frequência distorcidos. Exactamente por este motivo o comportamento sexual é, pensamos, terreno fértil para a existência de inúmeros tabus. Em pleno século XXI, teima em ser tema de difícil abordagem, pois persiste a existência de um conjunto de factores que condicionam e que também inibem a expressão dos pensamentos e atitudes bem como das próprias práticas (Sousa Brigite Lopes; Ferreira Sandra Jorge 2003; Vaz J. Machado et al., 2007). Optamos por esta temática porque à semelhança de Almeida, (1996:19) “constitui um desafio, uma vez que reflectir sobre esta esfera do conhecimento é quase como apostar numa corrida contra o tempo, principalmente se tivermos consciência das rápidas transformações das vivências, dos conceitos e dos discursos que se prendem quer com a sexualidade quer com a adolescência”. A informação sexual dos adolescentes é regra geral reduzida e não raras vezes incorrecta. Muita da informação que os jovens conseguem...

A sexualidade na adolescência: agentes de socialização mais significativos nos papeis sexuais do adolescente

Brás, Manuel; Galvão, Ana Maria; Certo, Ana
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Chaves Dr. José Timóteo Montalvão Machado, UTAD, Escola Superior de Enfermagem de Vila Real Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Chaves Dr. José Timóteo Montalvão Machado, UTAD, Escola Superior de Enfermagem de Vila Real
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
36.42%
A adolescência é um período da vida em que o jovem tem vontade e necessidade imperiosa de assumir as decisões, de se tornar independente e de não ser tratado como criança. A adesão a um grupo, representa para o adolescente uma maior proximidade à sociedade adulta, toda ela feita de grupos: a turma da escola, a classe social, o grupo desportivo, o clube, o partido político, etc.

"A família e as medidas socioeducativas: a inserção da família na socioeducação dos adolescentes autores de ato infracional".

Paula, Liana de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2004 PT
Relevância na Pesquisa
26.57%
Esta dissertação visou discutir a relação entre o Estado e as famílias de adolescentes autores de ato infracional a partir das propostas do Estatuto da Criança e do Adolescente. Por intermédio de pesquisa documental e bibliográfica, procurou-se traçar uma abordagem histórica e teórica que permitisse salientar a possibilidade de transformação da interferência do Estado na vida familiar, no sentido de uma redução das tendências repressivas e do estabelecimento de outros tipos de controle, que visam regulamentar os processos de socialização e individualização de crianças e adolescentes pobres.; This dissertation aimed to discuss the relationship between the State and the families of the juvenile delinquents by analysing the proposals of the Estatuto da Criança e do Adolescente. Using the data of the documentary and bibliographical research, historical and theoretical approachs were adopted in order to emphasize the possible changes regarding the interference of the State in the familial life. These changes indicate a reduction of the repressive trends and the establishment of other kinds of regulation towards the socialization and individualization processes of the poor children and adolescents.

Avaliação de adolescente em conflito com a lei a partir dos conceitos de risco e necessidade associados à persistência da conduta infracional; Evaluation of Adolescent as a Law Offender from de risk and need concepts associated with the persistency of the offender conduct.

Maruschi, Maria Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.68%
A literatura indica reiteradamente fatores de risco mais fortemente associados ao surgimento e ao desenvolvimento do comportamento infracional na adolescência. Esses tem se prestado ao desenvolvimento de instrumentos de avaliação sistemáticos e padronizados, cuja proposta é avaliar a probabilidade de reincidência e identificar os déficits que precisam ser trabalhados para reduzi-la. Utilizados em vários países, têm o objetivo principal de adequar a medida judicial e o nível de intervenção às necessidades do adolescente. No Brasil, não foi identificada referência a padrões de avaliação para auxiliar na aplicação das medidas socioeducativas, o que pode implicar em muita discricionariedade, na forma e no rigor. A presente pesquisa teve por objetivo realizar uma investigação exploratória, no contexto brasileiro, para avaliar a performance do Instrumento Youth Level of Service/Case Management Inventory-YLS/CMI. Esse é um checklist composto por 42 itens, divididos em 8 subescalas referentes a dimensões de risco/necessidades criminogênicas, que possibilita identificar diferentes níveis de probabilidade de persistência do comportamento infracional. Ademais, o estudo buscou identificar correlações entre o YLS/CMI e características de personalidade e de socialização...

Nada para fazer! Interesses, processos educativos e suportes presentes nas interações dos jovens com o Projovem Adolescente em Ribeirão Preto - SP; Nothing to do! Interests, educational processes and support present on young peoples interactions with the Projovem Adolescente Project in Ribeirão Preto SP.

Vinha, Gisele Cristina Gentilini
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.83%
Criado pelo Governo Federal, em 2008, o Projovem Adolescente Serviço Socioeducativo vem sendo executado de forma descentralizada e através de parcerias que envolvem o Governo Federal e governos de administrações locais. De natureza socioeducativa, compreendemos o Projovem Adolescente como uma iniciativa pública que propõe adensar e diversificar os processos de socialização secundária e ampliar os suportes de determinados segmentos da juventude brasileira, mediante (re)inserção do jovem no sistema escolar e o oferecimento de atividades de educação não formal. A partir de inquietações profissionais da pesquisadora, o estudo visou (1) compreender os processos de implantação e implementação da versão do Projovem Adolescente Serviço socioeducativo, num território específico da cidade de Ribeirão Preto; (2) verificar os interesses e as opiniões dos sujeitos que interagiram com as atividades socioeducativas e ainda; (3) levantar as contribuições daquela iniciativa pública aos jovens homens e mulheres que tiveram interesse em acessar e fruir das ações educativas de natureza não formal ou não escolar sob a perspectiva da socialização secundária e dos suportes. O estudo é de natureza qualitativa, no qual realizamos levantamento e leitura de obras pertinentes às temáticas centrais da pesquisa...

O adolescente vivenciando o luto pela morte de um dos genitores: repercussões na esfera escolar; Teenagers experience on mourning due to the death of a parent: repercussions at school

Meles, Marina Candiani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.4%
A morte e o luto na atualidade são grandes tabus, sendo esse assunto evitado e muitas vezes ignorado. Em uma sociedade voltada para o prazer, a dor de vivenciar uma perda pode ser mais difícil de ser elaborada. A adolescência é uma fase da vida caracterizada por intensas mudanças físicas e psíquicas, exigindo do adolescente uma profunda reorganização. A vivência de uma morte real e significativa pode acarretar nele sentimentos mais exacerbados, exatamente por estar passando por esta fase do desenvolvimento cercada de instabilidade. O ambiente escolar, por ser um local de aprendizado e relacionamentos entre os pares, é de grande importância para a socialização desses adolescentes. Esta pesquisa qualitativa objetivou compreender a vivência do adolescente enlutado em consequência da morte de um dos pais e as repercussões desse luto no ambiente escolar. Trata-se de um estudo clínico- qualitativo, que busca a descrição e compreensão dos fenômenos humanos através dos sentidos e significados. Foram realizadas três entrevistas abertas com alunos de escolas públicas de Ribeirão Preto, todas foram audiogravadas e transcritas na íntegra. Os dados coletados foram submetidos à analise de conteúdo, de acordo com o métodos clínico- qualitativo. Após a realização das leituras flutuantes e análise do material...

Adolescentes no pátio, outra maneira de viver a escola : um estudo sobre a sociabilidade a partir da inserção escolar na periferia urbana

Meinerz, Carla Beatriz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.24%
O objetivo deste trabalho é investigar a sociabilidade praticada por adolescentes da periferia urbana da cidade de Porto Alegre, considerando seus jeitos de viver a escola e a inserção escolar, através da análise das memórias individual e coletiva. O foco do estudo está relacionado ao fenômeno de alguns adolescentes, entre 12 e 18 anos de idade, que vão à escola, mas resistem em participar das aulas, circulando pelos espaços institucionais ou, simplesmente, passando a maior parte do tempo no pátio. O recorte sobre a realidade pesquisada foi delimitado pela opção em estudar um fato ligado à vivência da adolescência na periferia urbana dentro dos marcos da instituição escolar. Os conceitos de sociabilidade, processos de socialização e de escolarização, identização, memórias individual e coletiva, adolescência e periferia urbana, escola como espaço sociocultural foram articulados numa composição de autores vinculados ao campo das ciências sociais, especialmente da sociologia, da antropologia, da história e da educação. Foi realizada uma pesquisa qualitativa, articulando práticas metodológicas como observações, entrevistas abertas e grupos de discussão. A tese desenvolvida é a de que os processos de escolarização dos adolescentes de periferia urbana...

A "casa de bonecas" : um estudo de caso sobre a unidade de atendimento sócioeducativo feminino no RS

Fachinetto, Rochele Fellini
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.68%
Esta dissertação trata dos processos de socialização primária e secundária das adolescentes autoras de ato infracional que cumprem medida sócio-educativa de internação na Fase – Fundação de Atendimento Sócio-Educativo do Estado do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre. O objetivo deste trabalho é, através da socialização primária, elaborar o perfil dessas jovens e, a partir da socialização secundária, compreender as condições em que elas vivem na instituição e como vivenciam a medida sócio-educativa de internação. Para tal, a análise desses processos considera quatro dimensões principais: a individual, a familiar, a coletiva e a educacional/profissional. A problematização deste trabalho se insere na perspectiva da sociologia da conflitualidade, que centra a sua análise nos mecanismos de controle social exercidos pelo Estado. De modo a articular distintas áreas do conhecimento, lança-se mão também das contribuições teóricas da sociologia jurídica e da criminologia através da perspectiva do labeling approach, que mostra como esse controle social acaba “selecionando” alguns indivíduos em detrimento de outros. Desta forma, busca-se elaborar o perfil das adolescentes, com intuito de verificar quem são as jovens “selecionadas” pelos mecanismos de controle social e como são construídos seus processos de socialização primária. Em relação à internação...

A socialização de crianças e adolescentes no contexto de um projeto social de tênis

Lazzari, André
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.35%
Este trabalho tem como objetivo compreender de que forma a participação de crianças e adolescentes no contexto de um projeto social esportivo pode refletir nos seus processos de socialização. Os sujeitos dessa pesquisa são crianças que freqüentam as atividades do projeto e provenientes de comunidades carentes. Para tanto, fez-se uma análise cotejando o discurso proposto pelo projeto com as informações obtidas junto às crianças que dele participam. Realizamos este estudo através de uma observação participante no contexto de um projeto social de tênis, como também nas atividades desenvolvidas pelas crianças fora dele, na vila, na escola. Este projeto busca ser referência no desenvolvimento da cidadania de crianças e adolescentes consideradas em situação de vulnerabilidade social. Com a missão de promover o desenvolvimento de seu público alvo, o projeto busca oportunizar que estes “reescrevam os seus projetos de vida”, por intermédio da prática “sistemática” e “disciplinada” do tênis. Constatamos que as crianças já chegam ao projeto com certas características pré-estabelecidas (“com boas condutas”). As atividades do projeto são todas conduzidas pelos professores/coordenadores mantendo os alunos ocupados e existindo poucos espaços para interações livres. Neste caso...

Nova mídia, socialização e adolescência : um estudo exploratório sobre o consumo das novas tecnologias de comunicação pelos jovens

Barcelos, Renato Hübner
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.83%
O consumo das tecnologias da nova mídia – entre elas, a internet e suas aplicações, o telefone celular e os jogos online – possui um papel especialmente relevante para os jovens. Pode-se dizer que a geração adolescente atual não “adotou” a nova mídia, mas sim que ela sempre foi parte de suas vidas. Estas tecnologias oferecem amplas possibilidades de comunicação e expressão e são mais interativas e imersivas que a mídia “tradicional” – como a televisão, o rádio e o jornal, por exemplo. Além disso, os jovens têm se valido destas novas tecnologias em seus processos de aprendizagem e socialização. Eles se preocupam bastante em cultivar suas relações sociais e em construir sua identidade e, assim, a possibilidade de as novas tecnologias aprimorarem a sua socialização pode ser sua a grande atratividade. Frente a isso, este trabalho se propôs a investigar que papéis a nova mídia desempenha na socialização dos adolescentes. Esta investigação é realizada considerando o amplo domínio tecnológico da nova mídia, e não apenas uma tecnologia específica, a fim de explorar as relações gerais que existem entre elas e as motivações dos adolescentes. Estes, por sua vez, são considerados por seu papel ativo na apropriação da mídia...

Criança, adolescente e percussão : uma análise etnográfica sobre ensino e aprendizagem musical na ONG Áfricanamente

Meira, Ana Isabel Goelzer
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
A presente pesquisa teve como objetivo compreender como se dá o ensino e a aprendizagem da percussão por crianças e adolescentes na ONG Áfricanamente, localizada em um terreiro, em um bairro popular de Porto Alegre, e suas relações com a cultura afro-brasileira. Na ONG existe um processo de educação musical não-formal onde a música está vinculada à religiosidade - o Batuque - e à cultura afro como um todo, existindo uma forte relação de identidade entre elas. Realizei um estudo de caso etnográfico em que os dados foram sendo construídos a partir de observação direta, observação participante, gravações em áudio e vídeo, entrevistas, análise de documentos, diários de campo e fotografias. Os resultados mostraram que a construção de saberes musicais nesse contexto caracterizam-se pelo ensino e aprendizado oral, onde se aprende música através da imitação facilitada pela socialização na cultura. As práticas músico-pedagógicas são organizadas através de conceitos e valores da própria comunidade, caracterizando uma etnopedagogia.

Processo de socialização da violência na infância e na adolescência : entre práticas e sofrimentos de violência em casa, na rua e na escola

Cunha, Lucas de Lima e
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.5%
A presente dissertação teve como objetivo principal compreender o processo de socialização da violência durante a infância e a adolescência. Para isso analisamos as possíveis relações existentes entre práticas e sofrimentos de violências físicas e psicológicas vivenciadas em casa, na rua e na escola em uma população de crianças e adolescentes encaminhados para um serviço público de saúde voltado para o atendimento de casos envolvendo situações de violência na infância e na adolescência. A metodologia do trabalho foi de natureza quantitativa e os dados foram coletados através de questionários fechados cujas perguntas abordavam a percepção e avaliação das crianças e adolescentes em relação às “quantidades” de violências experimentadas por elas naqueles três espaços sociais. Posteriormente, foi feita a análise estatística dos dados. Esta dissertação gira em torno de três eixos temáticos: 1) o processo de socialização; 2) o fenômeno social da violência e; 3) infância e a adolescência. Para tanto, o trabalho ficou estruturado da seguinte forma: num primeiro momento discorremos acerca da ideia de indivíduos e sociedade no pensamento sociológico e o lugar ocupado pelas crianças durante o desenvolvimento desse pensamento; discutimos também as dimensões biopsicossociais que ajudam a entender como são constituídos os indivíduos e a importância da infância nesta construção...

Redes sociais de adolescentes em contexto de vulnerabilidade social e sua relação com os riscos de envolvimento com o tráfico de drogas; Social networks of adolescents in the context of social vulnerability and its relation to the risks of involvement with drug trafficking

Pereira, Sandra Eni Fernandes Nunes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
36.36%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2009.; O presente trabalho aborda o tema das redes sociais de adolescentes em contexto de vulnerabilidade social e sua exposição ao tráfico de drogas e à violência. Foi definido como objeto da pesquisa o estudo do processo de construção das relações nos diferentes espaços de socialização do adolescente – a família, a escola, entre pares – e sua relação com os riscos de envolvimento com o tráfico de drogas e a violência, identificando e descrevendo a trama relacional complexa que os envolve. Foi tomado como referencial teórico a escola de Psicossociologia Francesa, a qual compreende os grupos e instituições como espaços privilegiados para a investigação dos processos de afiliação e desafiliação social, e os vínculos como parte da identidade-em-contexto do sujeito, respeitando a singularidade e a capacidade de evolução e de aprendizagem de cada um. Diante da complexidade do tema em questão, essa primeira base teórica e conceitual foi complementada, numa proposta de diálogo e aproximação com outros referenciais teóricos, como o Sistêmico. Foi utilizada a metodologia qualitativa de pesquisaintervenção com adolescentes entre 14 e 18 anos...

Entre monstros e vítimas: a coerção e a socialização no Sistema Socioeducativo de Minas Gerais

Menicucci,Clarissa Gonçalves; Carneiro,Carla Bronzo Ladeira
Fonte: Cortez Editora Ltda Publicador: Cortez Editora Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.68%
Este trabalho analisou as formas de implementação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE) em dois centros socioeducativos de Minas Gerais e a maneira como esses centros lidam com a presença de duas lógicas coexistentes na política voltada ao adolescente em privação de liberdade: a coerção e a socialização. A pesquisa demonstrou que a implementação e a articulação das lógicas variam nas unidades, principalmente em função da estrutura física, do perfil dos internos e da visão dos implementadores sobre as normativas.

Socialização de gênero e adolescência

Traverso-Yépez,Martha A.; Pinheiro,Verônica de Souza
Fonte: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.35%
O trabalho objetiva desnaturalizar o conceito de adolescência, considerando-o como plural e perpassado por condicionantes diversos, particularmente pelas inserções de classe social e de gênero. Tomando-se os dados de uma pesquisa com 205 adolescentes de um bairro da periferia de Natal/RN, bem como os registros de atividades realizadas com adolescentes de 10 a 14 anos residentes no mesmo bairro, a análise destaca as marcantes influências das relações de gênero, agravadas pela precariedade do contexto sócio-econômico, na socialização dos adolescentes. O estudo permite uma reflexão a respeito do permanente processo de construção da subjetividade adolescente, a partir das experiências de vida compartilhadas nas diferentes interações sociais, oferecendo sugestões para o trabalho de intervenção nas áreas da saúde e da educação.

Vulnerabilidade de genero na sexualidade e na paternidade adolescente

Anecy de Fatima Faustino Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.53%
OBJETIVO: Desvelar características de masculinidade, relacionadas à vulnerabilidade de gênero para a paternidade, identificadas na socialização e no exercício da sexualidade de homens-pais adolescentes. MÉTODOS: Estudo qualitativo realizado em Campo Grande-MS, do qual participaram 13 adolescentes com menos de 20 anos, com um único filho de até 11 meses, cuja mãe estava na mesmafaixa etária do pai. Realizaram-seentrevistas semi-estruturadas,gravadas e transcritas. Procedeu-se à análise temática de conteúdo. RESULTADOS: As características da masculinidade relacionadasà vulnerabilidade de gênero para a paternidadeforam o exercíciona infância,por meio de brincadeiras,e reafirmação na adolescência das funções de pai, provedor e ativo sexualmente; bem como a rejeição de ser cuidador. A liderança dos adolescentes prevaleceu no relacionamento com a mãe de seu filho, notadamente na iniciativa das relações sexuais e no controle do uso de contraceptivos. A gravidez foi considerada por eles como "por acaso" e inesperada. O trabalho remunerado proporcionou aos adolescenteso status de homem adulto e provedor. A paternidade foi vivenciada por eles como a prova final e decisiva de virilidade e masculinidade. CONCLUSÃO: A vulnerabilidade de gênero para a paternidade foi construída a partir da inexistência da aprendizagem para ser cuidador de si próprio e da parceira...

Diretrizes arquitetônicas para ambientes de socialização da população infantojuventil em situação de vulnerabilidade social

Oliveira, Gabriela Bastos de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 208 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.42%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Florianópolis, 2013.; No Brasil, as crianças e os adolescentes têm seus direitos assegurados por legislação específica, o Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA (BRASIL, 1990). No entanto, a realidade contemporânea mostra que eles ainda estão expostos a inúmeras formas de violação de direitos humanos, tais como: violência psicológica e física, violação do direito à alimentação, abandono, indivíduo fora da escola por motivos diversos e trabalho infantil (FISCHER; SCHOENMAKER, 2010). No intuito de reverter este quadro, foi criado o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos. Este serviço constitui-se em um espaço de convivência e formação para a participação e cidadania da população infantojuvenil em situação de vulnerabilidade social. A partir deste enfoque, nesta dissertação foram analisadas as condições ambientais do espaço arquitetônico da unidade do Centro de Educação Complementar (CEC) Criança fazendo Arte, sendo o CEC responsável pela efetivação do SCFV no município de Florianópolis. A abordagem do trabalho é qualitativa...

Socialização de Crianças e Adolescentes

Neto, Miguel dos Reis Cordeiro
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Vídeo Formato: Vídeo colorido com áudio, imagens e slides apresentando o conteúdo.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.42%
Vídeo Aula que apresenta atualização com informações básicas sobre como melhorar a socialização de Crianças e Adolescentes na escola. Miguel dos Reis Cordeiro Neto Prof.ª Miguel dos Reis Cordeiro Neto A socialização de crianças e adoslecentes é um tema muito pesquisada, visto que cada vez mais esta se torna menor. Nesta video-aula explica-se vários fatores importantes de como a escola pode melhorar esta socialização.; Versão 1.0; NÚCLEO DE TELEMEDICINA E TELESSAUDE da FACULDADE DE MEDICINA da UFG

O processo de socialização de crianças e adolescentes com fibrose cística: subsídios para o cuidado de enfermagem; El proceso de socialización de niños y adolescentes con fibrosis quística: apoyo para la atención de enfermería; Socialization of children and adolescents with cystic fibrosis: support for nursing care

Pizzignacco, Tainá Maués Pelúcio; Lima, Regina Aparecida Garcia de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2006 ENG; POR
Relevância na Pesquisa
36.57%
O presente estudo tem por objetivo conhecer o dia-a-dia (escola, trabalho, atividades de lazer e interações com a família e amigos) da criança e do adolescente com Fibrose Cística (FC), a partir de suas próprias vivências, bem como identificar situações que possam interferir nesse cotidiano. Os sujeitos da pesquisa são crianças e adolescentes portadores de Fibrose Cística em acompanhamento num hospital-escola do interior do estado de São Paulo. Trata-se de pesquisa com abordagem qualitativa, com coleta de dados empíricos realizada mediante análise de prontuários e entrevista aberta. Dos dados, emergiram os seguintes temas: conhecimento equivocado sobre a doença; preocupação com a auto-imagem; busca pelo autocuidado e esperança de melhorias no futuro. Os resultados evidenciam as repercussões da Fibrose Cística no processo de socialização desses pacientes, salientando a importância dos profissionais de saúde conhecerem essas demandas e incorporarem-nas ao plano de cuidados, visando a intervenções efetivas que promovam o crescimento e o desenvolvimento infanto-juvenil.; La finalidad de este estudio es conocer el día a día (escuela, trabajo, actividades de ocio e interacciones con la familia y amigos) del niño y del adolescente con Fibrosis Quística (FQ) a partir de sus propias vivencias e identificar situaciones que puedan interferir en esa cotidianidad. Los sujetos de la investigación son niños y adolescentes portadores de Fibrosis Quística bajo seguimiento en un hospital-escuela del interior del Estado de São Paulo...

Socialização de gênero e adolescência; Gener socialization and adolescence

Traverso-Yépez, Martha A.; Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Pinheiro, Verônica de Souza; Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 POR
Relevância na Pesquisa
36.35%
http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2005000100010O trabalho objetiva desnaturalizar o conceito de adolescência, considerando-o como plural e perpassado por condicionantes diversos, particularmente pelas inserções de classe social e de gênero. Tomando-se os dados de uma pesquisa com 205 adolescentes de um bairro da periferia de Natal/RN, bem como os registros de atividades realizadas com adolescentes de 10 a 14 anos residentes no mesmo bairro, a análise destaca as marcantes influências das relações de gênero, agravadas pela precariedade do contexto sócio-econômico, na socialização dos adolescentes. O estudo permite uma reflexão a respeito do permanente processo de construção da subjetividade adolescente, a partir das experiências de vida compartilhadas nas diferentes interações sociais, oferecendo sugestões para o trabalho de intervenção nas áreas da saúde e da educação.; This paper aims to point out the concept of adolescence as plural and permeated by diverse conditionings, all of its possible expressions marked by insertions of social class and gender. Based in data obtained from a research with 205 adolescent of a low income neighbourhood in Natal/RN, and from records of the activities realized with adolescents from ten to fourteen years old living also in the same area...