Página 1 dos resultados de 309 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

A obesidade como potencial fator de risco em 31 casos de doença do trato urinário inferior felino

Boavista, Ana Catarina Inês Pinto
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.21%
As doenças do trato urinário inferior felino (DTUIF) são cada vez mais frequentes em gatos de interior e caracterizam-se por um conjunto de sinais clínicos relacionados com a micção inapropriada, cuja etiologia não é conhecida (Kraijer et al., 2003; Hostutler, Chew, & DiBartola, 2005; Dowers, 2009; Lemberger et al., 2011). Pretende-se determinar se a obesidade é um potencial fator de risco para o desenvolvimento da DTUIF, para tal foi realizado um estudo retrospetivo no Hospital Referência Veterinária Montenegro sobre gatos com DTUIF, cujos dados foram obtidos através de um programa informático e com acompanhamento das consultas, no período compreendido entre 2012 e 2014. Reuniram-se cento e vinte e quatro gatos divididos em dois grupos, um grupo com trinta e um gatos com DTUIF e um grupo controlo com noventa e três gatos sem DTUIF. O grupo controlo foi escolhido para ser semelhante ao grupo de estudo em relação à idade, ao género, ao estado fértil e tipo de alimentação. Os parâmetros não variáveis, entre os dois grupos foram analisados e o resultado foi coincidente com os estudos anteriormente reportados, com aparecimento mais frequente de DTUIF no macho, castrado, adulto de interior. A análise da obesidade e do tipo de ambiente teve como objetivo verificar os fatores de risco questionados na atualidade na DTUIF. Na amostra estudada...

Correlation between the presence of inguinal hernia and the intensity of lower urinary tract symptoms; Correlação entre a presença de hérnia inguinal e a intensidade dos sintomas do trato urinário inferior

REIS, Rodolfo Borges dos; RODRIGUES NETO, Antonio Antunes; REIS, Leonardo Oliveira; MACHADO, Roberto Dias; KAPLAN, Steven
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
46.21%
PURPOSE: To verify the correlation between the presence of IH and the intensity of LUTS related to BPH quantified through the International Prostate Symptom Score (IPSS). METHODS: We prospectively selected 52 patients over the age of 55years; Patients were divided into 2 groups. Group 1: composed of 32 patients with IH; Group 2 (control group): composed of 20 patients with no clinical evidence of IH. All patients were assessed using the IPSS, uroflowmetry (Qmax), post-void residual urine volume (PVR) and prostate volume (PV). RESULTS: Groups 1 and 2 presented no difference in PV (p>0.05) and uroflowmetry (Qmax) (p>0.05). There was a statistical significant difference between the PVR mean values between groups 1 and 2. The presence of IH correlated with a higher IPSS score (r=0.38 p<0.05) despite the fact the no difference was detected between the incidence of patients with mild, moderate and severe LUTS in groups 1 and 2. CONCLUSION: Patients with IH present higher IPSS. The role of IPSS as a marker to predict the development of clinical IH still to be determined.; OBJETIVO: Verificar a correlação entre a presença de HI e a intensidade dos STUI quantificados através do escore internacional de sintomas prostáticos (IPSS). MÉTODOS: Foram selecionados prospectivamente 52 pacientes com idade superior a 55 anos; os pacientes foram divididos em 2 grupos. Grupo 1: composto por 32 pacientes portadores de IH...

Frequência de infecção trato urinário de felinos atendidos no hospital de clínicas Veterinárias da UFRGS

Braibante, Paola Soares
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
A infecção do trato urinário se refere á colonização microbiana de qualquer parte do sistema urinário. Ela é pouco comum na clínica de felinos devido à diculdade de invasão e multiplicação de bactérias patogênicas através das barreiras físicas e imunológicas do hospedeiro. Tem alta prevalência em gatos idosos do sexo feminino e quando em associação com outras doenças, como a doença renal crônica. Os principais sinais clínicos incluem hematúria, disúria e polaciúria e a cultura de urina é o método padrão ouro para o seu diagnóstico. Os microorganismos mais isolados são a E.coli e bactérias gram-positivas. Este estudo retrospectivo objetivou a análise da frequência de infecção urinária dos felinos atendidos no Hospital de Clínicas Veterinárias da UFRGS durante os anos de 2009 e 2013. A realização do exame de cultura de urina foi o critério usado para que os animais fossem inseridos nesse estudo. Os resultados foram relacionados com a idade, sexo, peso, condição sexual, tipo de alimentação, sinais clínicos e presença de doenças concomitantes. Foram incluídos nesse estudo 75 pacientes, com um maior número de casos de ITU em gatos do gênero masculino, sem raça definida, com peso inferior à seis quilos e com alimentação seca. Os sinais clínicos mais frequentes foram hematúria...

Sistema Urinário 1

Casadei, Ana Paula Marzagão
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Vídeo
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.2%

Anatomia descritiva e comparativa do sistema urinário de Crotalus durissus Linnaeus, 1758, Bothrops neuwiedi Wagler, 1824 e B. moojeni Hoge, 1965 (Ophidia, Viperidae); Descriptive and Comparative Anatomy of the Urinary System of Crotalus durissus Linnaeus (1758), Bothrops neuwiedi Wagler (1824) and B. moojeni Hoge (1965) (Ophidia, Viperidae).

Silva, Luisa Helena Rocha da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.47%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2008.; As serpentes desenvolveram uma imensa variedade de especializações quanto ao uso do habitat e nicho ocupados ao longo de sua evolução. As diferenças mais notáveis estão na forma, no tamanho do corpo e na textura superficial, o que reflete na diversidade de comportamentos e adaptações ecológicas e fisiológicas. Apesar do número de espécies e por isso mesmo, das diversas possibilidades de estudos que poderiam ser realizados, poucos são os trabalhos abordando a anatomia e fisiologia das serpentes brasileiras. O objetivo desse trabalho foi descrever comparativamente o sistema urinário de serpentes representantes da sub-família Crotalinae (Viperidae), utilizando-se de texto descritivo, análises comparativas entre e intra espécies, além de fotografias ilustrativas obtidas em microscopia de luz. Foram utilizados um total de 21 (vinte e um) indivíduos, sendo 11 (onze) exemplares de Crotalus durissus, 6 (seis) de Bothrops neuwiedi e 4 (quatro) de B. moojeni. Em B. moojeni todos os exemplares representavam indivíduos adultos, enquanto em Crotalus durissus havia 5 (cinco) filhotes e em B. neuwiedi...

Infecções do tracto urinário no Litoral Alentejano : etiologia e susceptibilidade aos antimicrobianos

Teixeira, Sofia Isabel Capela, 1983-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.21%
RESUMO A infecção do tracto urinário (ITU) é considerada a segunda infecção mais comum na comunidade e a mais frequente entre as infecções associadas aos cuidados de saúde. A terapêutica empírica é a abordagem escolhida na maioria das situações, e, portanto, é importante o conhecimento da etiologia e perfis de susceptibilidade, de forma a instituir-se uma política de antimicrobianos a utilizar para uma dada região geográfica. O tratamento antimicrobiano inadequado destas infecções, devido à instituição de um protocolo terapêutico inadequado à população de uma dada região geográfica e/ou pela falta de dados relativamente a essa mesma região poderá levar ao aparecimento e disseminação de resistências, dificultando o seu tratamento e levando a um aumento significativo nas taxas de mortalidade, morbilidade, custos de tratamento e período de internamento. Com este trabalho pretendeu-se desenvolver um estudo que permitisse conhecer os agentes patogénicos implicados na etiologia das ITU numa área geográfica abrangida por uma unidade hospitalar recente (Hospital do Litoral Alentejano), procedendo a um levantamento e análise de dados etiológicos e de susceptibilidade aos antimicrobianos. Das 594 amostras processadas...

Lesões observadas no aparelho urinário de bovinos abatidos para consumo

Andrade, Joana Daniela Miranda
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.21%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, Ciências Veterinárias; A falta de informação relativa às alterações patológicas do aparelho urinário de bovinos abatidos para consumo, despoletou a necessidade de se realizar em matadouro a classificação e registo das mesmas, com o propósito de determinar a prevalência e o tipo de lesões presentes. Os dados foram obtidos de uma amostra de 2132 bovinos, dos quais 32,6% eram de aptidão leiteira e 67,4% de aptidão cárnea. Observou-se apenas um único caso de patologia congénita, correspondente a uma displasia renal. Como anomalias adquiridas registaram-se 1101 casos (83%), das quais os processos inflamatórios foram o tipo de patologia mais comum (33,8%) e as neoplasias o menos observado (0,1%). A existência de patologia urinária observou-se com maior frequência em bovinos entre os 5 e os 6 anos de idade, no grupo de fêmeas das raças autóctones: Mertolenga (84,1%) e Alentejana (84%).; The lack of information regarding the pathologic abnormalities of the urinary system of bovines slaughtered for human consumption triggered the need to perform in the slaughterhouse the classification and register of these alterations, in order to determine the prevalence and type of lesions. The data were obtained from a sample of two thousand one hundred and thirty two bovines...

Neoplasmas do sistema urinário em 113 cães

Inkelmann,Maria Andréia; Kommers,Glaucia Denise; Fighera,Rafael A.; Irigoyen,Luiz Francisco; Barros,Claudio S.L.; Silveira,Isadora P.; Trost,Maria Elisa
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.55%
Foram revisados 4.723 protocolos de necropsias de cães realizadas entre janeiro de 1990 e julho de 2010 no LPV-UFSM. Os principais objetivos deste estudo retrospectivo foram determinar a prevalência e os tipos de neoplasmas que ocorreram no sistema urinário. Em 113 (2,4%) dos cães necropsiados, foram diagnosticados 27 neoplasmas primários e 86 metastáticos ou como parte de tumores multicêntricos no sistema urinário. Dos neoplasmas primários, a grande maioria teve origem epitelial. Treze casos eram neoplasmas renais primários (0,27% do total de cães necropsiados no período estudado). Cistadenocarcinoma/cistadenoma e o carcinoma de células renais foram os neoplasmas primários mais prevalentes no rim e o carcinoma de células de transição foi o mais prevalente na bexiga. Os neoplasmas metastáticos (64 casos) e multicêntricos (22 casos) que afetaram o sistema urinário foram os mais prevalentes (86 casos [76,1%]), com predomínio mesenquimal. Destes, a grande maioria estava localizada no rim e, quanto ao tipo histológico, as metástases de neoplasmas mamários e o linfoma multicêntrico predominaram.

Lesões do sistema urinário em 1.063 cães

Inkelmann,Maria Andréia; Kommers,Glaucia D.; Trost,Maria Elisa; Barros,Claudio S.L.; Fighera,Rafael A.; Irigoyen,Luiz Francisco; Silveira,Isadora P.
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.61%
Com o objetivo de realizar um estudo abrangente das lesões do sistema urinário em cães e determinar a sua prevalência, epidemiologia, importância clínica e possíveis causas associadas, foram revisados os protocolos de necropsias de cães realizadas no período de janeiro de 1999 a dezembro de 2010 no LPV-UFSM. Nesse período foram necropsiados 3.189 cães e destes, cerca de 30% apresentaram lesões no sistema urinário. Na maioria dos cães (79,1%) foram observadas lesões únicas e em aproximadamente 21% havia lesões múltiplas no sistema urinário, totalizando 1.373 lesões. Destas, 1.014 (73,8%) foram observadas no rim. No trato urinário inferior (TUI) foram diagnosticadas 359 (26,2%) lesões. Um terço das lesões no sistema urinário dos cães necropsiados foram causa de morte espontânea ou razão para eutanásia (ME/EUT). As demais foram consideradas como achados incidentais. As principais lesões renais diagnosticadas, em ordem decrescente de prevalência, foram: nefrite túbulo-intersticial, infarto, nefrite granulomatosa (parasitária), glomerulonefrite, neoplasmas metastáticos/multicêntricos, pielonefrite/ pielite e hidronefrose. As principais lesões do TUI diagnosticadas, em ordem decrescente de prevalência...

Estudo clínico da doença do trato urinário inferior em gatos domésticos de São Paulo

RECHE Jr.,Archivaldo; HAGIWARA,Mitika Kuribayashi; MAMIZUKA,Elza
Fonte: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 PT
Relevância na Pesquisa
46.33%
O presente estudo teve como objetivos avaliar as principais alterações clínicas, laboratoriais e radiográficas em gatos domésticos com doença do trato urinário inferior (DTUI). Foram utilizados 50 felinos de ambos os sexos, de raças e idades variadas, apresentando como sintomas hematúria, disúria, polaquiúria ou obstrução uretral. Estes animais foram inicialmente divididos em dois grupos: o primeiro foi composto por 36 felinos do sexo masculino com obstrução uretral e o segundo por 14 felinos, de ambos os sexos, apresentando hematúria, disúria e/ou polaquiúria, mas sem obstrução uretral. Utilizou-se também um grupo controle com 25 felinos sadios, de ambos os sexos, raças e idades variadas, alimentados exclusivamente com ração seca industrializada. Todos os animais foram submetidos à avaliação das concentrações séricas de uréia e creatinina, urinálise, urocultura e urografia excretora. Avaliou-se, ainda, o estado reprodutivo, idade e o tipo de dieta recebida. As alterações observadas mais freqüentemente foram o pH urinário alcalino, cristalúria e espessamento da parede da bexiga. Não houve diferença significante na ocorrência da doença entre os animais inteiros e castrados. A infecção bacteriana constituiu-se em achado esporádico. A metodologia empregada não foi suficiente para identificar a(s) causa(s) da doença urinária em muitos dos felinos estudados. A diferença do pH urinário entre os animais doentes e sadios...

Há evidências que justificam o uso de antibioticoterapia profilática em pacientes com infecção do trato urinário recidivante?

TelessaúdeRS
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.28%
Analisa o uso de antibioticoterapia profilática em pacientes com infecção do trato urinário (ITU) recidivante com vistas ao oferecimento de Segunda Opinião Formativa. Destaca que a patogenia da ITU recorrente é a mesma da infecção esporádica. Pacientes com queixas urinárias devem ter o acesso ao atendimento facilitado, a fim de poder diagnosticar a tempo a infecção do trato urinário e poder tratar, evitando complicações decorrentes do atraso no início do tratamento.

Infecção do trato urinário - ATENÇÃO DOMICILIAR

Universidade Federal de Pernambuco. UNA-SUS UFPE
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.21%
Unidade Didática do curso Abordagem de situações clínicas comuns em adultos da Atenção Domiciliar que abrange a abordagem ao paciente com infecção do trato urinário no domicílio. Trata dos aspectos sobre conceito, sintomas e sinais que possam ser controlados no domicílio, manejo dos pacientes, plano de alta e orientações ao cuidador sobre como prevenir e identificar sinais e sintomas e reconhecimento de quando a equipe deve referenciar o caso para a rede de serviços de saúde.

Caracterização das infeções do trato urinário de origem microbiana : casuística de um Hospital Veterinário de Lisboa; Characterization of urinary tract infections of microbial origin - material of a veterinary hospital in lisbon

Monteiro, Margarida Velez Mangerona de Amorim; Pereira, Hugo
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Artigo de Revista Científica
; POR
Relevância na Pesquisa
46.21%
As infeções do trato urinário (ITU’s) são doenças infeciosas frequentes na prática clínica veterinária, sendo fundamental uma correta antibioterapia, principalmente pelo crescente desenvolvimento de resistências bacterianas aos antibióticos. Realizou-se um estudo retrospetivo, englobando 86 animais admitidos no Hospital Veterinário do Restelo, submetidos a urocultura, com o objetivo de caracterizar as ITU’s microbianas neste hospital, avaliando a sua epidemiologia e suscetibilidade antibiótica das bactérias isoladas. Da totalidade das uroculturas realizadas (n=86), 28 foram positivas, 18 em canídeos e 10 em felídeos, sem predisposição racial, mais em fêmeas nos canídeos e em machos nos felídeos. A idade média dos animais com ITU foi 8 anos nos canídeos e 10 anos nos felídeos. Todas as ITU´s foram monobacterianas, sendo o microorganismo mais frequentemente isolado a Escherichia coli. Verificou-se multirresistência em 10 das 28 bactérias isoladas. A gentamicina foi o antibiótico com melhor perfil de sensibilidade global e o que apresentou mais resistências foi a tetraciclina. O antibiótico mais prescrito de forma empírica foi a enrofloxacina. Este estudo,especialmente se realizado de forma periódica...

Desenvolvimento e avaliação de um software de controle de atendimentos e apoio à decisão, para diagnóstico diferencial de disfunções do trato urinário inferior, baseado em lógica fuzzy; Development and evaluation of a software control and decision support calls for differential diagnosis lower urinary tract dysfunction, based on fuzzy logic

Anna Carolina Faleiros Martins
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.52%
Introdução: O uso de ferramentas de informática é visto como facilitador dos processos de compilação, registro e análise de dados. Na competência do enfermeiro, auxilia o Processo de Enfermagem proporcionando cuidado individualizando ao paciente. Além disso, o emprego de sistemas especialistas de apoio à decisão podem auxiliar profissionais generalistas ou sem experiência na área a determinar o diagnóstico diferencial em condições mais específicas como é o caso das alterações da eliminação urinária. Objetivos: Desenvolver um software de apoio à decisão, baseado em lógica fuzzy, para o diagnóstico diferencial de disfunções do trato urinário inferior, utilizando a terminologia de consenso da ICS, como parte integrante de um sistema informatizado de atendimento que incluísse o processo de enfermagem, e questionários de avaliação da qualidade de vida. Tiveram-se como objetivos específicos: realizar uma revisão de literatura sobre a informatização do processo de enfermagem e aceitação dos profissionais; desenvolver e validar quanto ao conteúdo, os instrumentos de avaliação de qualidade interna, externa e em uso; desenvolver um software, de apoio à decisão baseado em lógica fuzzy para o diagnóstico de disfunções do trato urinário inferior...

Expansão e avaliação da qualidade do sistema SADEFUZZY para apoio à decisão e controle de informações em urologia; Expansion and quality assessment SADEFUZZY system for decision support and control information in urology

Anna Carolina Faleiros Martins
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.35%
Introdução: Foi desenvolvido um sistema denominado Sistema de Apoio à Decisão Fuzzy (SADEFUZZY) para ser utilizado no Laboratório de Urodinâmica e Estudos da Incontinência Urinária (LABURO) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Trata-se de um sistema com múltiplas funções, mas que mantém as características de um sistema especialista. Objetivos: Foram objetivos deste estudo descrever a experiência de ensino sobre Incontinência Urinária (IU) e reabilitação do assoalho pélvico á alunos de graduação em enfermagem; expandir o SADEFUZZY nos recursos de emissão de relatório, cadastro de usuário externo e módulo de Qualidade de Vida Relacionada à Saúde (QVRS), e avaliar suas qualidades interna e externa; descrever a implementação do módulo de avaliação da QVRS, no sistema SADEFUZZY, e avaliá-los quanto à sua usabilidade; avaliar e descrever a QVRS de mulheres com risco de IU. Metodologia: Trata-se de um estudo metodológico, que aconteceu em uma Universidade Pública do interior do Estado de São Paulo. Este estudo envolveu uma categoria de avaliadores dividida em dois grupos, a saber: 12 analistas de sistemas e 15 desenvolvedores/programadores. Para a avaliação da usabilidade do módulo de QVRS...

Há evidências que justificam o uso de antibioticoterapia profilática em pacientes com infecção do trato urinário recidivante?

TelessaúdeRS
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.28%
Analisa o uso de antibioticoterapia profilática em pacientes com infecção do trato urinário (ITU) recidivante com vistas ao oferecimento de Segunda Opinião Formativa. Destaca que a patogenia da ITU recorrente é a mesma da infecção esporádica. Pacientes com queixas urinárias devem ter o acesso ao atendimento facilitado, a fim de poder diagnosticar a tempo a infecção do trato urinário e poder tratar, evitando complicações decorrentes do atraso no início do tratamento.

Infecção do trato urinário - ATENÇÃO DOMICILIAR

Universidade Federal de Pernambuco. UNA-SUS UFPE
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Backup de Moodle Formato: Backup moodle, compatível com a versão 2.3.2+.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.21%
Unidade Didática do curso Abordagem de situações clínicas comuns em adultos da Atenção Domiciliar que abrange a abordagem ao paciente com infecção do trato urinário no domicílio. Trata dos aspectos sobre conceito, sintomas e sinais que possam ser controlados no domicílio, manejo dos pacientes, plano de alta e orientações ao cuidador sobre como prevenir e identificar sinais e sintomas e reconhecimento de quando a equipe deve referenciar o caso para a rede de serviços de saúde.; Versão 1.0

Lesões no aparelho urinário de suínos abatidos para consumo

Damil, Liliana de Sousa
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.21%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, Ciências Veterinárias; O presente estudo teve como objetivo a inspeção atenta do aparelho urinário de suínos abatidos para consumo. Os dados foram recolhidos a partir de 1649 suínos abatidos para consumo, dos quais 93% eram de aptidão engorda e 7% eram de aptidão reprodutora. Dos animais observados 15,5% apresentavam patologia renal e 84,5% apresentavam-se normais. As lesões compatíveis com uma origem congénita foram observadas em 32,4% e as lesões adquiridas em 67,6%. A patologia congénita foi encontrada nos suínos de engorda e a lesão mais frequente foram os quistos renais. Da patologia adquirida, registaram-se 173 lesões, das quais as lesões inflamatórias foram o tipo de alterações mais frequentes (60,2%), seguindo-se as lesões circulatórias (6,2%), a hidronefrose (0,8%) e a neoplasia (0,4%). A lesão mais frequentemente observada de entre a patologia adquirida foi a nefrite intersticial não purulenta (64,2%). Nos suínos de aptidão reprodutora quase todas as lesões registadas eram inflamatórias. Só foi observada reação ganglionar macroscopicamente visível em 3,5% dos suínos com patologia renal. Como era de esperar foi registada a existência de maior ocorrência de lesões em suínos de aptidão reprodutora comparativamente com os suínos de aptidão engorda. Como conclusão deste trabalho é de realçar a importância da prática da incisão renal no ato de inspeção post mortem com o objetivo de deteção de alterações com esta localização. Sem o recurso à incisão muitas das lesões detetadas teriam passado despercebidas.; This study had as objective the careful inspection of the urinary track in slaughtered swine for consuming. The data were collected from 1649 slaughtered swine for consuming...

Estudo clínico da doença do trato urinário inferior em gatos domésticos de São Paulo; Clinical study of lower urinary tract disease of domestic cats of São Paulo

Reche Jr., Archivaldo; Hagiwara, Mitika Kuribayashi; Mamizuka, Elza
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1998 POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
O presente estudo teve como objetivos avaliar as principais alterações clínicas, laboratoriais e radiográficas em gatos domésticos com doença do trato urinário inferior (DTUI). Foram utilizados 50 felinos de ambos os sexos, de raças e idades variadas, apresentando como sintomas hematúria, disúria, polaquiúria ou obstrução uretral. Estes animais foram inicialmente divididos em dois grupos: o primeiro foi composto por 36 felinos do sexo masculino com obstrução uretral e o segundo por 14 felinos, de ambos os sexos, apresentando hematúria, disúria e/ou polaquiúria, mas sem obstrução uretral. Utilizou-se também um grupo controle com 25 felinos sadios, de ambos os sexos, raças e idades variadas, alimentados exclusivamente com ração seca industrializada. Todos os animais foram submetidos à avaliação das concentrações séricas de uréia e creatinina, urinálise, urocultura e urografia excretora. Avaliou-se, ainda, o estado reprodutivo, idade e o tipo de dieta recebida. As alterações observadas mais freqüentemente foram o pH urinário alcalino, cristalúria e espessamento da parede da bexiga. Não houve diferença significante na ocorrência da doença entre os animais inteiros e castrados. A infecção bacteriana constituiu-se em achado esporádico. A metodologia empregada não foi suficiente para identificar a(s) causa(s) da doença urinária em muitos dos felinos estudados. A diferença do pH urinário entre os animais doentes e sadios...

Valor diagnóstico y pronóstico de la determinación de tripsinógeno-2 urinario en pacientes con pancreatitis aguda

Díaz Peromingo,J.A.; Albán,A.; Pesqueira,P.; Molinos,S; Gayol,M.C.
Fonte: Anales del Sistema Sanitario de Navarra Publicador: Anales del Sistema Sanitario de Navarra
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/12/2009 SPA
Relevância na Pesquisa
46.39%
Fundamento. Estudiar el papel del tripsinógeno-2 urinario en el diagnóstico y pronóstico inicial de pacientes con pancreatitis aguda (PA) así como su relación con la estancia media hospitalaria y la mortalidad. Método. Se incluyeron 42 pacientes diagnosticados de PA a los que se realizó hematimetría, bioquímica sanguínea, amilasuria y tripsinógeno-2 urinario. Se estableció un punto de corte de 50 µg/L y una segunda dilución a 2.000 µg/L. Otras variables incluidas fueron etiología, estancia media hospitalaria, traslado a UCI y fallecimiento. Resultados. De los 42 pacientes, 29 (69%) eran hombres y 13 (31%) mujeres; edad media 61 años. La etiología más frecuente era la biliar, seguida del alcohol. Estancia media: 8,38 días. Traslado a UCI en 4 (9,5%) pacientes. Dos de los pacientes trasladados a UCI y otro que no requirió traslado fallecieron (7,14%). La amilasa sérica fue elevada en 33 (78,57%) pacientes y la lipasa en 36 (85,71%). El tripsinógeno urinario fue positivo en 34 pacientes (80,95%). Se evidenció asociación entre tripsinógeno-2 urinario y edad (p=0,016; r=0,893), glucemia (p=0,005, r=0,901), amilasa plasmática (p=0,029; r=0,852), lipasa (p=0,022; r=0,809) e hipoxemia (p=0,001; r=0,962). En cuanto a la estancia media...