Página 1 dos resultados de 188 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Avaliação antropométrica e musculoesquelética de pacientes com síndrome de Marfan; Anthropometric and musculoskeletal assessment of patients with Marfan syndrome

CIPRIANO, Graziella F. B.; BRECH, Guilherme C.; PERES, Paulo A. T.; MENDES, Cássia C.; CIPRIANO JÚNIOR, Gerson; CARVALHO, Antônio C. C.
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia Publicador: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.27%
CONTEXTUALIZAÇÃO: A Síndrome de Marfan (SM) é uma doença autossômica dominante do tecido conjuntivo que envolve os sistemas ocular, cardiovascular e musculoesquelético, causada por mutações no gene da fibrilina1, gerando flacidez nos ligamentos articulares, favorecendo a hipermobilidade articular e redução na contenção do crescimento ósseo. OBJETIVOS: Avaliar as medidas antropométricas, alterações musculoesqueléticas e a frequência do tratamento fisioterapêutico nos pacientes com SM. MÉTODOS: Participaram deste estudo 26 pacientes, sendo 17 do gênero feminino, com idade de 13,23±2,77 anos, massa corpórea de 51,5±24-68 Kg, altura de 1,70±1,40-1,81 m e envergadura de 1,73±0,12 cm, e nove do gênero masculino, com idade de 14,44±2,18, massa corpórea de 61,0±42-72 Kg, altura de 1,83±1,66-1,97 m e envergadura de 1,93±0,13. Foram obtidas medidas antropométricas, alterações ME de forma padronizada, sendo o pectus e a escoliose, por avaliação radiológica, e a angulação (â) da curva escoliótica, pelo método de Cobb; a aracnodactilia, pelo sinal do polegar e teste de Walker-Murdoch, e a dolicostenomelia, pela envergadura em relação à altura. Os pacientes responderam a um questionário quanto à participação em tratamento de fisioterapia. RESULTADOS: Quando comparados com a estimativa brasileira...

Desenvolvimento de um sistema modificado de suspensão do rato pela cauda, como modelo de osteopenia; Development of a modified system of tail suspension of the rat as a model of osteopenia.

Falcai, Mauricio José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.21%
Introdução: A suspensão do rato pela cauda é método usado para simular os efeitos da microgravidade e hipoatividade física sobre o sistema musculoesquelético e outros sistemas. O método convencional usa a tração cutânea para a fixação da cauda do animal ao sistema de suspensão, sendo idealmente aplicado durante até três semanas. Depois desse período surgem lesões cutâneas, situações estressantes e soltura dos animais. Estes fatos limitam observações por períodos mais longos. O objetivo deste trabalho foi propor e avaliar um sistema de suspensão do rato pela cauda que utiliza tração esquelética com fio de Kirschner atravessado na vértebra caudal, comparando sua eficiência como modelo de osteopenia com a tração cutânea convencional, durante três e seis semanas. Metodologia: 60 ratas foram distribuídas em seis grupos (n=10): GI - três semanas-suspensão pela cauda em tração esquelética; GII - três semanas-suspensão em tração cutânea; GIII - três semanas sem suspensão; GIV - seis semanas-suspensão em tração esquelética; GV - seis semanas-suspensão em tração cutânea; GVI - seis semanas sem suspensão. Avaliação foi clínica com preenchimento de lista diária de achados de estresse e exame post-mortem com determinação dos níveis de corticosterona plasmática e estado da mucosa gastroesofágica. Avaliação dos efeitos da suspensão sobre osso ocorreu por meio da determinação da densidade mineral óssea...

Investigação de sobrecarga do sistema musculoesquelético em auxiliares de cozinha utilizando o método RULA e o mapa de desconforto postural; Inquiry of the overload of the musculoskeletal system in kitchen assistants using the RULA method and the postural discomfort map

Equi, Marcia Berlanga
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.1%
As décadas de 80 e 90 caracterizaram-se por ações intensas na área de saúde ocupacional. Porém os índices de acometimentos e queixas álgicas em MMSS continuam sendo um grande problema. Os trabalhadores que realizam atividades de preparação de alimentos apresentam uma grande sobrecarga em MMSS. O objetivo deste estudo foi analisar a sobrecarga musculoesquelética e o desconforto postural em trabalhadores de duas cozinhas industriais através do Método RULA e do mapa de desconforto postural. Foram filmadas e avaliadas 151 tarefas durante 10 dias em cada restaurante. Cada tarefa foi avaliada por dois observadores independentes visando a identificação do escore do método RULA e fatores que pudessem influenciar na sobrecarga musculoesquelética como mobiliário, instrumentos de trabalho, mecanização do processo de trabalho, postura (análise cinesiológica e biomecânica) e utilização de alimentos pré-processados. Os trabalhadores preencheram também o mapa de desconforto postural. Como resultado evidenciou-se que não houve diferença significativa nos escores do método RULA entre os restaurantes estudados. Porém ocorreram diferenças quando comparadas as tarefas que envolviam o preprocessamento existente em um dos restaurantes...

Variáveis do sistema nervoso envolvidas no processo de aprendizagem de uma tarefa cognitivo-motora em violonistas antes e após prática deliberada

Rocha, Ana Clara Bonini
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.16%
Esta tese apresenta uma revisão relativa às questões cognitivas de processamento de informações envolvidas na aprendizagem motora, para consolidar pesquisa empírica a esse respeito. Baseado em fontes bibliográficas, apresenta-se o contexto histórico da cultura educacional brasileira da pesquisa em movimento humano. Propõe-se metodologia de observação e quantificação de sinais bioelétricos-fisiológicos para identificação de aspectos relacionados a diferentes etapas da aprendizagem humana no âmbito da cognição e da motricidade. Descreve-se experimento dados originais para a área das Ciências do Movimento Humano, em que se monitora – com EEG e EMG – quantifica e interpreta a alteração de sinais de base em relação a modificações ocorridas durante vários momentos da aquisição da memória motora - aprendizagem - relativa à prática deliberada de partitura musical por violonista. Os dados reforçaram as hipóteses já comprovadas na literatura quanto ao maior esforço do sistema nervoso relacionada à exposição do violonista a uma tarefa específica e sua prática deliberada pelo sistema musculoesquelético, não servindo para generalizações, apenas como validação do desenho experimental e das análises estatísticas realizadas. O objetivo de monitorar...

Adaptações neuromusculares de extensores de joelho ao treinamento excêntrico em dinamômetro isocinético

Baroni, Bruno Manfredini
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.1%
O exercício excêntrico é utilizado como uma estratégia de treinamento de força em atletas e sujeitos saudáveis de diferentes faixas etárias. Esse tipo de exercício também é largamente difundido na área da reabilitação musculoesquelética, sendo o quadríceps femoral o músculo mais frequentemente investigado devido à sua relevância clínica. O tema dessa tese de Doutorado é a adaptação do sistema neuromuscular ao treinamento excêntrico de extensores de joelho. No Capítulo I, um estudo de revisão procurou descrever os diferentes métodos empregados pelos cientistas para o treinamento excêntrico de extensores de joelho, assim como avaliar as adaptações neurais, morfológicas e na produção de força muscular de sujeitos saudáveis. Após busca sistematizada nas bases de dados, 26 estudos foram incorporados ao nosso estudo de revisão. Os programas de treinamento excêntrico realizados em dinamômetro isocinético e em equipamentos isotônicos (leg-press e cadeira extensora de joelho) foram descritos e discutidos. Os resultados desses estudos indicam um efeito positivo do treinamento excêntrico sobre a força e a ativação muscular, especialmente em testes excêntricos, assim como uma significativa resposta hipertrófica. Porém...

Caracterização do excesso de peso na infância e sua influência sobre o sistema musculoesquelético de escolares em Araraquara

Arruda, Mauricio Ferraz de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 91 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.6%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Alimentos e Nutrição - FCFAR; O objetivo do estudo foi caracterizar o excesso de peso e sua influência sobre o sistema musculoesquelético de escolares mostrando assim que o excesso de peso leva à alterações no sistema muculoesquelético em maior proporção nos pré-obesos e obesos que nos eutróficos. A presente pesquisa trata-se de um estudo transversal, com casuística de 100 escolares da faixa etária de 8 a 10 anos de ambos os gêneros, de uma escola publica da região urbana central do município de Araraquara-SP. Como metodologia utilizou-se o cálculo de IMC, a circunferência braquial, a relação cintura quadril, a análise plantar por podoscopia, e a análise de fotos digitalizadas processadas pelo principio da biofotogrametria. Os resultados mostram que o aumento do índice de massa corpórea está relacionado ao aparecimento de pés planos nos escolares acima do peso, e alterações no componente postural, determinando em assimetrias nos planos anterior, posterior e lateral. Além disso, o aumento da protusão abdominal associou-se positivamente a hiperlordose lombar. Esses resultados sugerem que o aumento de massa corpórea seja um mecanismo de aumento do risco de alterações do sistema musculoesquelético.; The goal of the study was to characterize the excess of weight in childhood and its influences on these children musculoesqueletic system. The calculation of the BMI (body mass index)...

Estudos citogenéticos de mutações na transformação de neoplasias benignas em malignas do sistema musculoesquelético

Kawahara, Elisa Ito
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
O câncer tem sido alvo de incessantes pesquisas sobre sua etiologia, desenvolvimento, progresso e tratamentos. Sua importância no campo científico se dá pela sua alta taxa de mortalidade e morbidade. O fato de que seja uma doença genética, que pode ter interferência ambiental e dietética, está cada vez mais elucidado, porém ainda existem muitos mecanismos a serem desvendados. As neoplasias ósseas, benignas ou malignas, e processos inflamatórios ósseos acometem desde crianças até adultos e idosos, podendo causar danos físicos, incapacidade motora e até a morte. Portanto, presumir o potencial de transformação maligna das lesões benignas, agressividade tumoral, capacidade de invasão tecidual, probabilidade de recidiva, propensão ao desenvolvimento de metástases e resposta ao tratamento, é um valioso expediente na escolha da proposta terapêutica. Estudos genéticos e citogenéticos têm ajudado a aumentar o entendimento sobre a carcinogênese, progressão tumoral, prognósticos e diagnósticos. Portanto, este estudo teve como objetivo detectar mutações e marcadores cromossômicos consistentes e recorrentes na transformação de tumores benignos em malignos no sistema musculoesquelético, através de análises com citogenética clássica...

Influência da função pulmonar muscular periférica na capacidade funcional de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica

Rodrigues, Sérgio Leite
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2008.; Introdução: O Teste de Caminhada de Seis Minutos (TC6), ao longo do tempo, tornouse um instrumento importante na avaliação e acompanhamento clínico de pacientes com DPOC. A praticidade e reprodutibilidade desse teste impulsionou sua utilização global, com estudos metodologicamente direcionados a desfechos longitudinais, avaliando o impacto terapêutico de diversos recursos clínicos na sobrevida e na qualidade de vida de pacientes com DPOC. É latente a necessidade de uma melhor compreensão dos fatores que potencialmente podem influenciar o desempenho de pacientes com DPOC no TC6. Objetivo: Determinar qual variável entre o volume expirado forçado no 1o segundo (VEF1), a pressão parcial do oxigênio no sangue arterial (PaO2), a hipoxemia noturna e a força muscular do quadríceps femoral pode predizer a distância percorrida no teste de caminhada de seis minutos (TC6) em pacientes com DPOC. Pacientes e Métodos: Um estudo observacional do tipo transversal, envolvendo trinta pacientes, com diagnóstico de DPOC, encaminhados ao Programa de Reabilitação Pulmonar Hospital Universitário de Brasília no período de primeiro de janeiro de 2007 a trinta de janeiro de 2008. A função pulmonar foi avaliada por espirometria...

Avaliação antropométrica e músculo esquelética de pacientes com síndrome de Marfan; Anthropometric and musculoskeletal assessment of patients with Marfan syndrome

Cipriano, Graziella França Bernadelli; Brech, Guilherme Carlos; Peres, Paulo Alberto Tayar; Mendes, Cássia C.; Cipriano Júnior, Gérson; Carvalho, Antonio Carlos de Camargo
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia Publicador: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.27%
CONTEXTUALIZAÇÃO: A Síndrome de Marfan (SM) é uma doença autossômica dominante do tecido conjuntivo que envolve os sistemas ocular, cardiovascular e musculoesquelético, causada por mutações no gene da fibrilina1, gerando flacidez nos ligamentos articulares, favorecendo a hipermobilidade articular e redução na contenção do crescimento ósseo. OBJETIVOS: Avaliar as medidas antropométricas, alterações musculoesqueléticas e a frequência do tratamento fisioterapêutico nos pacientes com SM. MÉTODOS: Participaram deste estudo 26 pacientes, sendo 17 do gênero feminino, com idade de 13,23±2,77 anos, massa corpórea de 51,5±24-68 Kg, altura de 1,70±1,40-1,81 m e envergadura de 1,73±0,12 cm, e nove do gênero masculino, com idade de 14,44±2,18, massa corpórea de 61,0±42-72 Kg, altura de 1,83±1,66-1,97 m e envergadura de 1,93±0,13. Foram obtidas medidas antropométricas, alterações ME de forma padronizada, sendo o pectus e a escoliose, por avaliação radiológica, e a angulação (â) da curva escoliótica, pelo método de Cobb; a aracnodactilia, pelo sinal do polegar e teste de Walker-Murdoch, e a dolicostenomelia, pela envergadura em relação à altura. Os pacientes responderam a um questionário quanto à participação em tratamento de fisioterapia. RESULTADOS: Quando comparados com a estimativa brasileira...

Incidência de claudicações no exame de acto de compra

Machado, Manuela Adriana da Mota
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
Dissertação de Mestrado em Ciências Veterinárias; Os EAC são realizados com bastante frequência na prática equina, incluindo avaliação física, de claudicação, reprodutiva, exames laboratoriais, exames radiográficos entre outros. Devido ao número de clientes ser maioritariamente de animais de desporto o clínico baseia o EAC essencialmente em avaliação de claudicações e exame oftalmológico. O EAC é então um procedimento essencial aquando da aquisição de um equino de modo que o comprador não obtenha um animal potencialmente problemático. Porém o MV, não considera o animal apto, ou não apto, apenas descreve as lesões significativas do exame. Deste trabalho fizeram parte 32 Exames em Acto de Compra de equinos, efectuados em clínica ambulatória na região centro do país. Todos os clientes que requisitavam o EAC visavam um fim atlético ou de companhia, e a apreciação concentrou-se na avaliação do sistema oftalmológico, e do sistema músculoesquelético. Dos 32 animais examinados, a raça mais frequente foi a raça cruzada com 46,9%, da totalidade dos animais, 59,3% eram fêmeas e a actividade desportiva representou 75% dos animais, sendo que a modalidade de saltos de obstáculos abarcava a maior percentagem...

Avaliação do sistema musculoesquelético na unidade de emergência

Fialho,Sonia Cristina de Magalhães Souza; Castro,Gláucio Ricardo Werner de; Zimmermann,Adriana Fontes; Ribeiro,Giovana Gomes; Neves,Fabrício Souza; Pereira,Ivânio Alves; Fialho,Guilherme Loureiro
Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Reumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.66%
OBJETIVO: As condições musculoesqueléticas possuem um enorme e crescente impacto no mundo. A despeito disso, alguns médicos não estão confiantes em suas próprias habilidades para a realização do exame clínico musculoesquelético. Este estudo teve como objetivo avaliar a prevalência dos sintomas musculoesqueléticos em uma unidade de emergência e a frequência de descrição do exame físico musculoesquelético nesses casos. MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal. Foi realizada uma análise sistemática das fichas de atendimento na unidade de emergência do hospital da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil, de 24 a 30 de abril de 2009. RESULTADOS:Foram analisadas 392 fichas de atendimento, onde 41,5% dos pacientes eram do sexo masculino e a idade média de 38,7 ± 17,2 anos. Sessenta e nove dos 392 pacientes (17,6%) apresentaram-se com queixa musculoesquelética. A queixa musculoesquelética mais comum foi lombalgia (33/69). Somente 49,2% dos pacientes que apresentavam distúrbios musculoesqueléticos como queixa principal tiveram exame físico específico descrito nas fichas. Pacientes com queixas musculoesqueléticas tiveram menor frequência de registro de exame abdominal (46% versus 62%, P = 0,01) e sinais vitais (46% versus 66%...

Avaliação antropométrica e musculoesquelética de pacientes com síndrome de Marfan

Cipriano,Graziella F. B.; Brech,Guilherme C.; Peres,Paulo A. T.; Mendes,Cássia C.; Cipriano Júnior,Gerson; Carvalho,Antônio C. C.
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia Publicador: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.27%
CONTEXTUALIZAÇÃO: A Síndrome de Marfan (SM) é uma doença autossômica dominante do tecido conjuntivo que envolve os sistemas ocular, cardiovascular e musculoesquelético, causada por mutações no gene da fibrilina1, gerando flacidez nos ligamentos articulares, favorecendo a hipermobilidade articular e redução na contenção do crescimento ósseo. OBJETIVOS: Avaliar as medidas antropométricas, alterações musculoesqueléticas e a frequência do tratamento fisioterapêutico nos pacientes com SM. MÉTODOS: Participaram deste estudo 26 pacientes, sendo 17 do gênero feminino, com idade de 13,23±2,77 anos, massa corpórea de 51,5±24-68 Kg, altura de 1,70±1,40-1,81 m e envergadura de 1,73±0,12 cm, e nove do gênero masculino, com idade de 14,44±2,18, massa corpórea de 61,0±42-72 Kg, altura de 1,83±1,66-1,97 m e envergadura de 1,93±0,13. Foram obtidas medidas antropométricas, alterações ME de forma padronizada, sendo o pectus e a escoliose, por avaliação radiológica, e a angulação (â) da curva escoliótica, pelo método de Cobb; a aracnodactilia, pelo sinal do polegar e teste de Walker-Murdoch, e a dolicostenomelia, pela envergadura em relação à altura. Os pacientes responderam a um questionário quanto à participação em tratamento de fisioterapia. RESULTADOS: Quando comparados com a estimativa brasileira...

Tratamento fisioterapêutico na síndrome da dor miofascial e fibromialgia

Batista,Juliana Secchi; Borges,Aline Morás; Wibelinger,Lia Mara
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Dentre as condições dolorosas crônicas que acometem o sistema musculoesquelético destacam-se a síndrome da dor miofascial e a fibromialgia; enquanto a fibromialgia corresponde a uma condição dolorosa difusa, a síndrome da dor miofascial é caracterizada pelo envolvimento localizado. O objetivo deste estudo foi revisar os estudos da literatura, a fim de identificar e agrupar informações sobre a síndrome da dor miofascial e a fibromialgia. CONTEÚDO: Foram selecionados 29 artigos de por meio da consulta aos indexadores de pesquisa nas bases de dados eletrônicas Medline, LILACS e Scielo publicados nas línguas inglesa e portuguesa, utilizando os descritores myofascial pain syndrome/ síndrome da dor miofascial, fibromyalgia/ fibromialgia, physical therapy in myofascial pain syndrome/ fisioterapia na síndrome da dor miofascial and/e physical therapy in fibromyalgia/ fisioterapia na fibromialgia, publicados no período de 1991 a 2012. CONCLUSÃO: Os programas de fisioterapia promovem os maiores ganhos na diminuição do impacto dos sintomas da síndrome da dor miofascial e da fibromialgia na vida dos pacientes, daí a importância do trabalho multidisciplinar e educativo no qual o fisioterapeuta, participa informando e instruindo corretamente os pacientes.

Padrão de prescrição de medicamentos para idosos no sistema unico de saude no municipio de Piracicaba

José Eduardo da Fonseca
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/1998 PT
Relevância na Pesquisa
36.23%
o crescimento da população idosa do Brasil tem importante impacto sobre a atenção à saúde. A elevada prevalência de doenças crônicodegenerativas é um dos fatores para a polifarmácia muitas vezes observada entre os idosos. Este estudo descreve o padrão de prescrição para idosos ambulatoriais atendidos nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) em Piracicaba. Numa primeira etapa foram analisadas as receitas de idosos emitidas no SUS, no momento de sua dispensação em uma Farmácia Ensino, ao longo de 22 meses. Na segunda, foi determinada a prevalência de prescrição para idosos no SUS em um dia de atendimento pelos clínicos gerais. Na farmácia: 437 pacientes receberam em média 2.9:t 1.32 medicamentos. As cinco classes terapêuticas mais prescritas (% de pacientes) foram: Sistema cardiovascular (56.3%); Trato alimentar e metabolismo (35.2%); Sistema músculoesquelético (20.4%); Sangue e órgãos hematopoiéticos (19.2%); Sistema respiratório (13.9%). Os cinco medicamentos mais prescritos foram: hidro~lorotiazida, ácido acetilsalicílico, digoxina, cinarizina, diclofenaco. No SUS: a prescrição de 53 idosos foi analisada. A distribuição percentual das classes terapêuticas e dos fármacos mais prescritos foi muito semelhante à da Farmácia. A padronização de medicamentos no SUS deveria levar em conta a farmacologia clínica do idoso. A prevalência no ponto é uma alternativa metodológica eficaz...

Indicadores para a gestão de distúrbios músculo-esqueléticos em fisioterapeutas

Tedeschi, Marcos Antonio
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 179 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.1%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; A formulação de indicadores preventivos de qualquer patologia, especialmente os distúrbios músculo-esqueléticos (DME) é importante para desenvolver os sistemas de gestão de processos de adoecimentos no trabalho. Nessa formulação cabe reconhecer a dimensão biológica ou física por meio dos aspectos patológicos chamada de microambiente, a dimensão psicológica chamada de mesoambiente e a dimensão social ou organizacional de macroambiente. Essas dimensões emergem umas das outras formando um campo sinérgico entre si, tanto para a harmonia ou desarmonia de um sistema. Assim, a busca por características de um processo de gestão baseado em indicadores de DME em Fisioterapeutas inicia a possibilidade da geração de instrumentos de gestão voltados a saúde dos trabalhadores, saindo do aspecto epidemiológico ou pós-factual para o aspecto pré-factual ou preventivo para todos os trabalhadores, minimizando os aspectos desarmônicos do campo sinérgico, entre as dimensões dos ambientes em estudos, além da possibilidade de maximização dos resultados desejados. A metodologia adota o método PES (Planejamento Estratégico Situacional)...

Avaliação das forças internas da articulação tibiofemoral durante a extensão de joelho realizada com e sem caneleira e executada em diferentes velocidades; Evaluation of the internal forces on tibiofemoral joint during knee extension performance with and without load and realized and different velocities

Aldabe, Daniela
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
O conhecimento das forças internas é fundamental para o entendimento das cargas impostas ao sistema musculoesquelético em situações de exercícios ou atividades físicas. Sabe-se que a articulação tibiofemoral é uma das articulações mais acometidas por doenças articulares do corpo. A técnica mais utilizada para determinação das forças internas da articulação tibiofemoral é a dinâmica inversa, entretanto, é necessário o reconhecimento de parâmetros musculares para determinação das forças articulares em situações envolvendo movimentos em cadeia cinética aberta. Um tipo de atividade extremamente desenvolvida nas academias e nas clínicas de fisioterapia para fortalecimento da musculatura extensora do joelho é o exercício de extensão de joelho em cadeia cinética aberta. Desta forma, o objetivo geral deste estudo foi avaliar as forças que envolvem a articulação tibiofemoral durante o exercício de extensão de joelho em cadeia cinética aberta e os objetivos específicos foram: desenvolver um modelo matemático que informe as forças na articulação tibiofemoral durante o exercício de extensão de joelho em cadeia cinética aberta e avaliar o efeito do aumento da velocidade de execução do exercício e o efeito do aumento da carga externa do exercício...

Prevalencia de síntomas osteomusculares en miembros superiores en trabajadores de un call center de Bogotá – Colombia durante el año 2015

Orjuela Gutiérrez, Andrea del Pilar
Fonte: Facultad de medicina Publicador: Facultad de medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/masterThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2015 SPA
Relevância na Pesquisa
36.1%
Introducción: Los trastornos del aparato locomotor son una de las principales causas del ausentismo laboral y generan un gasto considerable para el sistema de gestión pública. Objetivo: Determinar la prevalencia de síntomas osteomusculares en miembros superiores y su relación con los factores ocupacionales en trabajadores de un Call Center de Bogotá – Colombia durante el año 2015. Metodología: Estudio de corte transversal donde se evaluó la prevalencia de los síntomas osteomusculares de miembros superiores, se utilizó como instrumento el ERGOPAR validado en España . Resultados: El grupo de estudio lo conformaron 223 trabajadores de un Call Center donde el género femenino fue el más frecuente (66,8%), el grupo etario predominante fue entre 21 y 25 años (30,5%). La prevalencia de los síntomas osteomusculares por molestia estimada, fue mayor en cuello/hombro (57%), seguido del síntoma en manos/muñecas (40,8%) y por ultimo codos (17%); contrario a la prevalencia de síntomas osteomusculares manifestados por dolor ya que fue mayor en manos/muñecas (35%), seguido de cuello/hombros (28,3%) y por último codo (6,7%), esta prevalencia fue mayor en trabajadores de género femenino que en los de género masculino. Respecto a las variables relacionadas con el género...

Estudo comparativo morfológico e imunohistoquímico entre diferentes métodos de tratamento da contusão muscular de gastrocnemio em ratos

Macedo, Ana Carolina Brandt de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 154p. : il., tabs., grafs. algumas color.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.37%
Orientadora : Profª. Drª. Anna Raquel Silveira Gomes; Co-orientadora : Profª. Drª. Lucia de Noronha; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Defesa: Curitiba, 28/03/2014; Inclui referências; Área de concentração: Exercício e esporte; Resumo: O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos agudos do alongamento após contusão do gastrocnêmio de ratos. Foram selecionados 33 ratos Wistar machos (8 semanas, 219 ± 35g) que foram divididos em 4 grupos: Controle (GC,n=3)- intacto; Lesão (GL, n=10); Alongamento (GA, n=10); Lesão e Alongamento (GLA, n=10). O gastrocnêmio direito (GD) foi submetido à contusão. O alongamento do GD foi realizado manualmente, 4 repetições de 30s, durante 5 dias, iniciado 72h após a lesão. Após 1 semana, os ratos foram pesados e os músculos de ambas as patas foram retirados para análise do peso e comprimento muscular, número e comprimento dos sarcômeros. O peso corporal final aumentou em todos os grupos. O peso, comprimento muscular e número de sarcômeros em série (NSS) do GL foram maiores que o GA. Porém, NSS do GLA foi superior ao GA. O comprimento dos sarcômeros do GA foi maior que os demais grupos. Conclui-se que a contusão e alongamento não interferiram no ganho de peso corporal. O alongamento induziu sarcomerogênese em músculos lesados...

Estudio biomecánico experimental del sistema musculo-esquelético masticatorio: Aplicaciones para el estudio de la osteosíntesis

Cebrián Carretero,J.L.; Carrascal Morillo,M.T.; Vincent Fraile,G.; Ortiz de Artiñano,F.
Fonte: Revista Española de Cirugía Oral y Maxilofacial Publicador: Revista Española de Cirugía Oral y Maxilofacial
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/02/2009 SPA
Relevância na Pesquisa
36.16%
El comportamiento biomecánico del sistema músculoesquelético dista mucho de estar esclarecido. Los modelos matemáticos han mostrado importantes limitaciones, y los ensayos biomecánicos se han visto frustrados por la dificultad de simular las cargas musculares y la distribución de las tensiones en el espesor mandibular. En el presente trabajo se desarrolla un simulador estático del sistema músculo esquelético masticatorio que reproduce fielmente la situación fisiológica, empleándose la foto elasticidad tridimensional para el estudio de los cambios tensionales que ocurren en la estructura mandibular en diversas situaciones fisiopatológicas. Los resultados de los ensayos demuestran que la fotoelasticidad 3D aplicada en el simulador da resultados muy útiles para el análisis de la aplicación hueso-material de osteosíntesis utilizado en la práctica clínica.

Frecuencia de patología musculoesquelética y su tratamiento en pacientes adultos mayores en un Hospital Privado de la Ciudad de México

Espinosa-Mendoza,RL; Soto-Padilla,M; Gómez-García,F
Fonte: Colegio Mexicano de Ortopedia y Traumatología A.C. Publicador: Colegio Mexicano de Ortopedia y Traumatología A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2015 ES
Relevância na Pesquisa
46.51%
Antecedentes: Los adultos mayores en la población mexicana representan un sector en aumento y se espera que en los próximos años, el número de ancianos sobrepase al de jóvenes. La causa de discapacidad en los ancianos son las afectaciones al sistema musculoesquelético hasta en 80%. En la Ciudad de México 36% de la población recurre a la Medicina Privada como medio de atención de salud principal. Objetivo: Colaborar con la información epidemiológica acerca de la frecuencia de las patologías musculoesqueléticas y su tratamiento intrahospitalario en pacientes de 65 años y más internados en un Hospital Privado de la Ciudad de México. Material y métodos: Pacientes de 65 años y más del género masculino y femenino internados con algún padecimiento musculoesquelético. Resultados: Se estudiaron a 390 pacientes, de los cuales 276 fueron mujeres y 114 hombres. El grupo de edad predominante fue el de 65 a 69 años. Las patologías musculoesqueléticas que predominaron fueron crónicas en 63% de los casos y los diagnósticos principales fueron: fracturas con 29.4%, y gonartrosis con 23.30%. 91.02% de los pacientes recibieron tratamiento quirúrgico. Conclusión: En los viejos, los padecimientos crónicos son más frecuentes que los agudos; sin embargo las fracturas son el diagnóstico principal más frecuente; en nuestro país no encontramos estudios que analicen la frecuencia de los padecimientos tanto traumáticos como degenerativos y su tratamiento en pacientes ancianos internados en un Hospital de Asistencia Privada por lo que nuestros resultados contribuyen con información epidemiológica de nuestra población.