Página 1 dos resultados de 6 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Direitos humanos sociais: necessidade de positivação das regras de interpretação?; Social human rights: need to settle written interpretation rules?

Barongeno, Maria Cristina de Luca
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
26.64%
Apesar do reconhecimento formal do princípio da dignidade humana e da formulação evidente dos direitos humanos sociais na Constituição brasileira, observamos, pela análise de casos levados ao Judiciário, que muitos magistrados ainda apresentam dificuldade para aplicar os princípios constitucionais. Esses princípios representam valores e, como tais, nem sempre se encontram totalmente internalizados na cultura do juízes. Além disso, as mensagens enviadas pelo sistema normativo dos direitos humanos sociais são diversas e antagônicas. Esta tese constitui uma reflexão sobre o conhecimento prático das normas de direitos humanos sociais e sua aplicação concreta aos casos que se apresentam ao juiz no seu cotidiano. É um parar para pensar sobre o que estamos fazendo, por meio de um método experimental e de observação. Buscamos identificar os paradigmas do raciocínio jurídico desenvolvido pelos magistrados e seu impacto nas questões concernentes aos direitos sociais, apresentando proposta de um pequeno ajuste. Lastreado na experiência de mais de quinze anos de exercício da magistratura, este trabalho tem um viés essencialmente empírico e, para tanto, utilizamos, sobretudo, fontes primárias sentenças e acórdãos. Os casos apresentados foram selecionados em função do tipo e repetição do raciocínio do magistrado...

Toulmin: razonamiento, sentido común y derrotabilidad

Fuentes Bravo,Claudio; Santibáñez Yãnez,Cristián
Fonte: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG Publicador: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 ES
Relevância na Pesquisa
26.83%
Primeiramente, oferecemos uma apresentação teórica da representação do pensamento prático, começando pela distinção entre silogismo dialético e silogismo demonstrativo. Fazemos referência à crítica de Toulmin contra o dedutivismo dominante de seu tempo. Em seguida, fornecemos argumentos para apoiar a relevância heurística do modelo de Toulmin para entender a discussão sobre a inclusão da lógica padrão na representação do pensamento comum. Afirmamos que o projeto analítico toulmaniano permite entender, com clareza metódica, a derrotabilidade dos argumentos do senso comum por meio da investigação da noção modal de probabilidade na linguagem comum.

Alcances e limites do principialismo em bioética clínica

Wetternick, Ernani Miguel Lacerda
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
16.64%
A medicina baseada em evidências não é tão evidente assim. A medicina é uma atividade hábil e prudente de alcance vital que joga com fatos e valores. Ela deve ser realizada bioeticamente. Os princípios de não-maleficência, justiça, beneficência e autonomia revolucionaram a tomada de decisão dos médicos qualificando à assistência à saúde. O problema principal que envolve esta dissertação coincide com uma questão proveniente do mundo da Medicina que exige o auxílio da Filosofia para obter resposta: “Como tomar decisões que possam ser consideradas racionais nos âmbitos da clínica e da ética que possuem elevado coeficiente de incerteza?” Diante das conquistas da bioética, deparamo-nos com outra questão: “Quais são os alcances e limites do principialismo na bioética clínica?”O principialismo é um método dedutivo de avaliação ética inspirado no silogismo aristotélico. Seu cunho especulativo com princípios deontológicos é próprio de uma ética naturalista. Como a ética move-se no âmbito prático onde cabem exceções justificáveis em caso de conflito de valores, complementa-se o método dedutivo com uma parte indutiva, desenvolvida conceitualmente por Jonsen, Siegler e Wisdale, tomando os princípios da bioética...

Sobre a acrasia em Aristóteles: sua possibilidade, a abordagem dialética e a resposta antissocrática ao problema

Mendonça, Fernando Martins
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
26.33%
Essa dissertação tem como objetivo ligar as diversas passagens em que Aristóteles trata da acrasia na Ethica Nicomachea, mostrando que elas formam uma noção clara e consistente desse tipo de ação. Essa noção também é consistente com a abordagem da acrasia no livro VII 1-3, onde Aristóteles trata a acrasia de modo dialético. O método dialético usado, levado a sério, mostrará que Aristóteles salva os phainomena, que são as opiniões aceitas acerca da acrasia, e recusa fortemente a tese socrática, segundo a qual a acrasia não existe porque ninguém pode agir contra o conhecimento que possui. Em vista disso, a interpretação proposta se colocará fortemente contrária à interpretação que atribui a causa da acrasia á ignorância de algum dos elementos do silogismo prático. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This dissertation aims to connect the various passages in which Aristotle deals with the akrasia in Nicomachea Ethics, showing that they form a clear and consistent notion of such an action. This notion is also consistent with the approach of the acrasia in the book VII 1-3, where Aristotle treats acrasia in a dialectical way. The dialectical method used...

Jogo de lógica de Lewis Carroll

Coelho, Sandra Sofia Miranda Alfredo
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
16.64%
Tese de mestrado em Matemática para o Ensino, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2008; The perspective of the real world by Lewis Carroll shows his great talent, intellectual/perspicacious, in the creation of the Game of Logic, fascinates me. His own world, since his childhood, is shown in Part I. Without any references of Dyslexia, which I think he may have suffered from. His great triumph was to use this gift. He was able to use his mental ability to alter and create different perspectives. People with Dyslexia think mostly through images rather than through words, feeling in multiple dimensions with all their senses. (Therefore, for him Alice in Wonderland was easy). Using Symbolic Logic, Part II, he makes the analogy of understanding his theory as a puzzle. Beginning with definitions and classifications and showing propositions of existence and relations, as well as various investigations into the subject. Symbolic Logic is a set of mental entertainment. It is possible to have healthy satisfaction through playing games, such as Chess and Backgammon, when you win and not have anything to show for it! There is a personal satisfaction, however, it cannot be taken away and used in the real world. However...

O raciocínio prático em Aristóteles; The practical reasoning in Aristotle

D'OCA, Fernando Rodrigues Montes
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Filosofia; Progama de Pós-Graduação em Filosofia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Filosofia; Progama de Pós-Graduação em Filosofia; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
57.45%
The objective of this work is to explain how practical reasoning takes place in Aristotle. This is a delicate and controversial issue of the Aristotelian practical philosophy, since he did not dedicate any moment of his work the Stagirite to closely analyze the practical reasoning. In his Nicomachean Ethics, Aristotle deals with deliberation, prudence, and practical syllogism, but we do not see him coordinate these themes as a concluded whole in a theory of the practical reasoning. This research aims to do so in order to precisely determine how the practical reasoning of a moral agent works, since its beginning, in the apprehension of a conception of the good, until its conclusion, in the imminence of an action. To do so this work undertakes an analysis of important conceptions about the theory of practical reasoning. Initially, two preliminary themes are dealt with: happiness and moral virtue, and right in sequence it goes deeper in the theme of practical reasoning analyzing the concepts of deliberate choice, of deliberation, and, most of all, of prudential reason, seeing that its operation covers a considerable part of the practical reasoning of the moral agent. But practical reasoning is not completely explained only by understanding such themes neither can it be limited to the operation of prudential reason. The theory of practical syllogism also appears as an important element in the explanation of how practical reasoning works. As a result of this...