Página 1 dos resultados de 211 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Comportamento corrosivo da liga de magnésio AZ91 revestida com flimes de metiltrietóxi silano e íons cério

Correa, Patricia dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.55%
A liga de magnésio AZ91 tem sido extensivamente usada em várias aplicações tecnológicas, principalmente na indústria automotiva, devido às suas excelentes propriedades, tais como a baixa densidade. Entretanto, esta liga apresenta alta suscetibilidade à corrosão. No sentido de prevenir à corrosão, muitos tratamentos superficiais têm sido desenvolvidos, entre estes os filmes de silano, os quais são ambientalmente corretos. O presente estudo objetiva avaliar o comportamento eletroquímico da liga de magnésio AZ91 revestida com MTES (metiltrietóxi silano) com e sem incorporação de íons cério. O comportamento corrosivo foi avaliado em solução 0,1 mol L-1 Na2SO4 pH 6 usando as técnicas de espectroscopia de impedância eletroquímica, polarização potenciodinâmica, medidas de potencial de circuito aberto, microscopia eletrônica de varredura e espectroscopia de energia dispersiva. Verificou-se que o comportamento eletroquímico da liga não revestida é caracterizado pela formação de um filme poroso de hidróxido de magnésio, que aumenta a sua espessura com o aumento do tempo de imersão. Os produtos de corrosão formados sobre a superfície são compostos por Mg,Al, O e S os quais protegem a liga nos períodos inicias de imersão. A liga AZ 91 submetida a um pré-tratamento alcalino apresenta maior eficiência na deposição do MTES devido a um enriquecimento superficial de grupos hidroxilas...

Revestimento silano BTSE com adição de inibidores (Ce e La) para substituição da cromatização em aço galvanizado

Gabbardo, Aline Davila
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.76%
Os revestimentos a base de cromatos são amplamente reconhecidos por sua eficiência como prétratamento para proteção contra corrosão. No entanto, sabe-se que os íons de Cr+6 presentes na solução cromatizante são altamente tóxicos e cancerígenos. Por isso, revestimentos potencialmente substitutos vêm sendo estudados em todo o mundo. Entre as alternativas aos tratamentos baseados em Cr+6, os silanos demonstram algumas importantes vantagens como baixo impacto ambiental e compatibilidade com uma grande gama de interfaces inorgânicas e orgânicas. Os silanos utilizados em revestimentos são compostos de estrutura química do tipo X3Si(CH2)nR, onde R representa um grupo organofuncional capaz de reagir com uma película orgânica e X é um grupo alcoxi hidrolisável. Os grupos alcoxi são hidrolisados com a adição de água/álcool, formando grupos silanóis (Si-OH). Estes grupos silanóis estabelecem pontes de hidrogênio com os hidróxidos da camada superficial do metal (Me–OH) adsorvendo na superfície e também estabelecem ligações entre si. Durante a cura, ocorrem reações de condensação onde as pontes de hidrogênio são convertidas em ligações metalosiloxano (Me–O–Si) e siloxano (Si–O–Si) formando uma rede que oferece proteção por barreio à superfície metálica. Uma maneira de melhorar o desempenho do revestimento silano é introduzir propriedades de inibição de corrosão. Para tanto...

Revestimentos de silanos obtidos sobre aço carbono e sua utilização como agentes promovedores de adesão em uniões aço-resina epóxi

Mudry, Guillermo Alejandro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.67%
A utilização de silanos como agentes promovedores de adesão demonstrou ser uma solução útil para a união entre materiais dissimilares, incrementando a adesão e aumentando inclusive a resistência a corrosão entre os mesmos . A utilização destes agentes como promovedores de adesão, sobre diferentes combinações de materiais, continua sendo estudada atualmente. Este trabalho teve como objetivo avaliar a capacidade de diferentes tipos de silanos como agentes promovedores de adesão. tanto funcionais como não funcionais, na união entre aço SAE 1060 e resina epóxi. Para isto, foram primeiramente obtidos filmes de silano sobre amostras de aço através de diferentes tratamentos. Estes filmes obtidos foram caracterizados por meio de diferentes técnicas. Foram realizados testes de aderência através do método especificado pela norma ASTM D3359 para avaliar a resistência de adesão dos diferentes filmes ao substrato. As amostras testadas foram analisadas através de microscopia eletrônica de varredura (MEV). Também, foram realizadas análises de espectroscopia de energia dispersiva (EDS) sobre as mesmas amostras, permitindo obter outras características dos filmes de silano formados. Os tratamentos que apresentaram melhores resultados na caracterização em MEV/EDS foram escolhidas para a preparação dos corpos de prova de uniões com resina epóxi. Estas uniões foram utilizadas para realizar testes de adesão do tipo arrancamento de modo a avaliar o efeito dos tratamentos com silano na resistência de adesão da união entre o substrato de aço e a resina epóxi. Os resultados dos testes de arrancamento permitem afirmar que existe uma melhoria na resistência de adesão com um dos tratamentos com silano sobre o substrato de aço seguido de revestimento com resina epóxi. A utilização de tratamentos com silanos mostram-se promissoras para esta aplicação.; The use of silanes as adhesion enhancer agent proved to be a useful solution for the union of dissimilar materials...

Revestimento de silano com inibidor a base de tanino para o aço galvanizado

Bastos, Lorenzo Liguori
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.67%
Os revestimentos a base de cromatos são amplamente reconhecidos por sua eficiência como para proteção contra corrosão. No entanto, sabe-se que os íons de Cr+6 presentes são altamente tóxicos e cancerígenos. Por esse motivo o estudo de alternativas para o seu uso vem sendo bem pesquisado em todo o mundo. Os revestimentos a base de silanos, causam comparativamente menor dano ambiental, além de poderem apresentar uma excelente união entre o metal e a tinta. Porém o uso de silanos isolados não apresenta uma proteção muito eficiente, por isso a adição de um material com propriedades de inibição de corrosão ao silano é uma opção. O tanino já vem sendo estudado há anos pela suas propriedades anticorrosivas, porém a junção dos dois trabalhando em conjunto ainda não foi muito testada. Neste trabalho foi avaliada a adição do tanino de acácia ao silano BTSE aplicado sobre o aço galvanizado. Utilizou-se dois tempos de imersão para o revestimento (2 e 8 minutos). Foram realizados ensaios de espectroscopia de impedância eletroquímica, polarização potenciostática, MEV/EDS e câmara úmida, além de aplicação de pintura sobre os revestimentos para a realização de testes de aderência, impacto, flexão e nevoa salina. Os resultados foram comparados com o revestimento cromatizado. A partir dos resultados obtidos foi possível concluir que existe um efeito sinérgico entre o tanino e o silano. As amostras com tempo de imersão de 8 minutos tiveram um resultado melhor do que a de 2 minutos...

Influência do pH e do envelhecimento da solução precursora na deposição do revestimento a base de silano BTSE com adição de inibidor Ce(III) e estudo do envelhecimento desse revestimento aplicado sobre aço galvanizado

Gabbardo, Aline Davila
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.88%
Problemas ambientais têm estimulado a pesquisa e o desenvolvimento da indústria de tratamento de superfícies. Revestimentos de conversão a base de cromo(VI) estão sendo banidos devido a sua toxicidade e os revestimentos a base de silanos são uma alternativa. Os silanos podem formar um filme reticulado sobre a superfície metálica por um processo sol-gel atuando como barreira à penetração do eletrólito. A incorporação de inibidores de corrosão ao filme a base de silano, como por exemplo, compostos de cério, podem melhorar o seu desempenho. No entanto, poucos estudos avaliam a estabilidade desse inibidor na solução precursora. Este estudo foi dividido em duas etapas. Na primeira etapa foi avaliada a estabilidade do inibidor na solução precursora para diferentes pH em função das propriedades dos filmes. Na segunda etapa deste trabalho, foram estudadas duas influências do tempo: o envelhecimento da solução precursora e o envelhecimento do revestimento sobre a peça. O desempenho foi comparado com revestimentos de conversão a base de Cr(VI) e Cr(III). Para o trabalho foram utilizados painéis de aço galvanizado revestidos com o silano bis-1,2-(trietoxisilil)etano (BTSE) com adição do inibidor nitrato de cério(III) a partir de uma solução com 4% silano/ 48% água/ 48% álcool etílico. Os filmes foram caracterizados por polarização potenciodinâmica...

Efeito da limpeza pós-condicionamento e do tratamento térmico do silano na resistência de união de um cimento resinoso à cerâmica

Hipólito, Ana Carolina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 107 f : il. + 1 CD-ROM
POR
Relevância na Pesquisa
27.83%
Pós-graduação em Odontologia - FOA; Purpose: The aim of this study was to evaluate the effect of cleaning with phosphoric acid after etching of ceramic and heat treatment of the silane with a stream of hot air on the bond strength of a resin cemente to lithium dissiliacte ceramic submitted to aging. Method: Sixty-­‐four blocks-­‐ceramic lithium silicate (IPS e-­‐max CAD, Ivoclar Vivadent) and composite resin were fabricated (7x8x4mm). The specimens were randomly divided into 4 groups (n = 16) that received the following treatments: HFS (control group): 10% hydrofluoric acid and silane; HFPS: hydrofluoric acid, 37% phosphoric acid and silane; HFSA: hydrofluoric acid and silane heated (45 ◦ C ± 5 ◦ C); HFPSa: hydrofluoric acid, phosphoric acid and heated silane. The specimens were cemented with a dual resin cement, later the specimens were divided into two aging conditions (n = 8): N -­‐ no aging and TC: thermocycling, 12,000 x 5◦C -­‐ 55◦C. They were submitted to microtensile test in a testing machine with a speed of 0.7 mm / min. Fractured surfaces were examined to determine the failure mode. Statistical data were analyzed by ANOVA with 2 factors and the averages compared by Tukey test (p <0,05). Results: The group HFSa aged showed the highest bond strength (21.49 ± 2.29 MPa)...

Efeito do tratamento térmico em cerâmica feldspáticas silanizada na adesão do cimento resinoso

Miranda, Geraldo Marques
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 54 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
27.76%
Pós-graduação em Odontologia Restauradora - ICT; The conventional surface treatment performed on feldspathic ceramic is the fluoridric acid etching and silane application. But in several studies the etching has been questioned for its chemical toxicity. Thus this study aimed to evaluate the effect of heat treatment on silanized feldspathic ceramic bond strength to resin cement. Through an in vitro study 24 feldspathic ceramic sintered blocks were sectioned; 5 x 10 x 4 mm of dimensions. These blocks were randomly divided into three experimental groups: G1 ( HF + silane ) ; G2 ( + Silane heating 77 °C); (G3 + Silane + HF + heating 77 °C). The ceramic blocks were cemented with resin blocks composed of resinous cement ( Variolink , IvoclairVivadent ) , the set was later cemented identical blocks of composite resin ( Z - 100 , 3M - ESPE ) , after cementation were subjected to cycling mechanical (10,000 cycles 100 N). After cycling were sectioned into sticks of 1mm2 and submitted to microtensile test with speed of 1 mm / min. Representative samples were analyzed with a stereomicroscope at 20 x and scanning electron microscope with magnitudes of 100 x, 300 x and 500 x. The results were statistically analyzed by ANOVA one factor and by Tukey test (α = 0.05). Statistical analysis showed (p - value = 0.33) statistical similarity between all groups (G1 22.63 mPa...

Avaliação da união cerâmica-vítrea/cimento-resinoso usando diferentes soluções contendo silano = : Evaluation of glass-ceramic/resin-cement interface using different silane-containing solutions; Evaluation of glass-ceramic/resin-cement interface using different silane-containing solutions

Fabian de Jesus Murillo Gomez
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
38.01%
O objetivo deste estudo foi avaliar a interação de diferentes soluções contendo silano, com cerâmica vítrea e cimentos resinosos por meio da resistência de união por microcisalhamento e avaliação morfológica da fratura. Este estudo foi separado em dois capítulos. No capítulo 1 foi verificada a influência de quatro soluções contendo silano (solução convencional, solução convencional seguida da aplicação de um sistema adesivo convencional, sistema adesivo universal contendo silano e um primer universal para materiais cerâmicos contendo silano) e a influência do uso ou não do condicionamento prévio da cerâmica com ácido fluorídrico na resistência de união entre uma cerâmica vítrea e um cimento resinoso convencional, após 24h. A análise morfológica da fratura foi avaliada com microscópio eletrônico de varredura. Todos os dados foram submetidos à análise de variância a dois fatores e teste de Tukey (?=0.05). Os resultados mostraram que o condicionamento prévio da cerâmica com ácido fluorídrico foi um fator determinante na obtenção de valores estatisticamente significativos na resistência de união entre ela e o cimento resinoso. A solução de silano convencional foi o único tratamento que proporcionou valores significativamente maiores de resistência de união sem a aplicação do condicionamento prévio na cerâmica vítrea. Todas as soluções proporcionaram resistência de união estatisticamente superior quando o ácido fluorídrico foi usado previamente em relação ao grupo de cerâmicas só jateadas com óxido de alumínio. Os valores foram diferentes estatisticamente entre as soluções...

Influência da limpeza pós-condicionamento e do método de secagem do silano sobre a união resina-cerâmica

Siedschlag, Gustavo
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 93 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.88%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Objetivos: avaliar a influência da limpeza pós-condicionamento e do método de secagem do silano sobre a resistência de união à microtração (µTBS) entre cimento resinoso e cerâmica reforçada por di-silicato de lítio. Métodos: Pastilhas cerâmicas (IPS e.max CAD) foram tratadas com ácido hidrofluorídrico (HF) por 20 s e em seguida distribuídas em 06 grupos, de acordo com os protocolos de limpeza póscondicionamento e de secagem do silano (n = 30): 1) sem limpeza (SL) (água corrente 20 s) + silano não aquecido/23ºC (SNA) (SL/SNA - controle 1); 2) SL + silano aquecido/ar quente 100±5ºC, 1 min (SA) (SL/SA - controle 2); 3) spray ar-água 30 s (SAA) + SNA (SAA/SNA); 4) SAA + SA (SAA/SA); 5) SAA + ácido fosfórico 37% por 1 min/lavagem em água corrente 30 s (AF) + SNA (SAA/AF/SNA); 6) SAA + AF + SA (SAA/AF/SA). Após a cimentação com cimento resinoso, os espécimes foram armazenados (24 h, 37ºC) e preparados para o teste de microtração. Foram realizadas análise em MEV e EDX para determinação do modo de falha e caracterização da superfície cerâmica. Os dados foram analisados pelos testes ANOVA e Tukey HSD (a = 1%). Resultados: Houve influência significativa dos protocolos de limpeza pós-condicionamento...

Avaliação de diferentes métodos de aplicação do silano na resistência de união adesiva a cerâmicas vítreas

Pinto, Greciana Bruzi Brasil
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 184 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.92%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Florianópolis, 2014.; Objetivo: Avaliar a resistência de união por cisalhamento (SBS) de resina composta à cerâmica à base de dissilicato de lítio após diferentes limpezas pós-condicionamento e tratamentos de silano. Materiais e Métodos: Vinte e quatro fatias de 2mm de espessura de cerâmica de dissilicato de lítio foram cristalizadas, incluídas em resina acrílica, polidas com lixas de SiC e limpas em banho de ultrassom. Cada espécime foi condicionado com ácido fluorídrico por 20 s, lavado com jato de ar/água e seguido de limpeza pós-condicionamento e silanização. Os quatro métodos de limpeza foram: AFo- ácido fosfórico a 37 % por 30 s; AA - jato de ar/água por 60 s; VA- limpeza com vapor de água por 10 s e BU- banho de ultrassom por 2 min. As superfícies limpas receberam: C - nenhum tratamento com silano; C/S - aplicação do silano por 20 s, jato de ar por 20 s e jato de ar quente (60 ºC) por 20 s; C/S+ - aplicação do silano por 60 s, jato de ar por 20 s, jato de ar quente por 20 s, banho em água fervente por 15 s seguido de mais 20 s de jato de ar quente. Cilindros de resina composta (n=12) (Z100...

Tratamento térmico do silano para melhorar a cimentação adesiva de restaurações cerâmicas odontológicas

Peixoto F.,L. M.; Batitucci,E.; Daroz,C. B. S.; Sampaio F.,H. R.
Fonte: Associação Brasileira de Cerâmica Publicador: Associação Brasileira de Cerâmica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
O sucesso da cimentação adesiva para restaurações cerâmicas odontológicas está, em parte, relacionado com a correta indicação de um tratamento superficial do substrato cerâmico. Diversos tipos de tratamento da superfície interna das restaurações cerâmicas têm sido propostos na literatura, dentre os quais se destacam o condicionamento com ácido hidrofluorídrico e a silanização. Todavia, o condicionamento com ácido pode reduzir a resistência da cerâmica dependendo da extensão de remoção da fase cristalina, além de exigir grande cautela durante manuseio deste tipo de ácido por ser um material altamente tóxico. Com a possibilidade de otimizar a efetividade da silanização pelo seu aquecimento no momento da evaporação, surge em vista uma nova possibilidade na Odontologia; a de suprimir a utilização do ácido hidrofluorídrico como condicionador para tratamento de superfície das cerâmicas no consultório odontológico e junto com ele os seus riscos a saúde humana em virtude de sua alta toxicidade. Desta forma, o objetivo desta revisão de literatura é abordar o tratamento térmico do silano como forma de melhorar a cimentação adesiva de restaurações cerâmicas.

Avaliação dos reparos em restaurações indiretas de resina composta laboratorial mediante diferentes tratamentos de superfície e uso do silano

Lima, Darlon Martins; Teles, Rinaldo Parente; Mendonça, Adriano Augusto Melo de; Ahid, Fernando Jorge Mendes; Candido, Ma ria Salete Machado; Dinelli, Wellington
Fonte: Universidade Federal de Sergipe Publicador: Universidade Federal de Sergipe
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.76%
O objetivo desse estudo foi determinar a influência de três (03) tratamentos superficiais: ponta diamantada, jato abrasivo e ácido fluorídrico, associados ou não ao silano, na resistência adesiva dos reparos em cerômero, utilizando sistema adesivo e resina composta. Foram confeccionados 120 corpos de prova do cerômero Solidex (Shofu ), divididos em seis grupos de acordo com os respectivos tratamentos de superfície: T1C (ponta diamantada), T1S (ponta diamantada e silano), T2C (jato abrasivo), T2S (jato abrasivo e silano), T3C (ácido hidrofluorídrico a 9,5%)e T3S (ácido hidrofluorídrico a 9,5% e silano). Após os tratamentos, aplicou-se o sistema adesivo Scotchbond Multi-Uso Plus e foram feitos os reparos com resina composta, sendo o conjunto submetido à ciclagem térmica e ensaio de cisalhamento na máquina de ensaios mecânicos MTS-810 (Material Test System). Os valores de resistência adesiva foram avaliados estatisticamente pela análise de variância (ANOVA) e complementados pelo teste de Tukey com nível de significância 5%. Concluiu-se que nenhum tratamento mecânico foi capaz de aumentar significativamente a resistência adesi- va dos reparos quando comparados entre si, assim como o silano não foi eficiente para aumentar os valores de resistência...

Optimización de recubrimientos silano sobre superficies de acero electrozincado exentas de cromo para la mejora de uniones adhesivas anaeróbicas

Pantoja Ruiz, Mariola
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.88%
En la presente Tesis Doctoral se han desarrollado una serie de recubrimientos silano para la mejora del comportamiento a adhesión de adherentes electrozincados exentos de Cr (VI) cuando van a ser usados en aplicaciones de fijación y retención que requieren el empleo de adhesivos anaeróbicos. Para ello, lo que se ha hecho, en primer lugar, ha sido caracterizar las disoluciones de cada uno de los silanos seleccionados, para evaluar el efecto de distintas variables (pH, Tª, presencia de disolventes y ratios) sobre los procesos de hidrólisis y condensación que tienen lugar en estas disoluciones, con el fin de establecer aquellas condiciones que a priori pueden ser más adecuadas para su aplicación. Una vez seleccionadas las disoluciones, se prepararon recubrimientos silano sobre superficies electrozincadas, siendo caracterizados superficialmente mediante espectroscopía infrarroja, medidas de ángulo de contacto, microscopía electrónica de barrido y curvas de polarización para evaluar el efecto del porcentaje de silano, del pH, del tiempo de almacenamiento de la disolución y de la presencia de etanol en la misma, sobre las características de los recubrimientos obtenidos. Finalmente, se realizaron ensayos de adhesión en uniones adhesivas preparadas a partir de estos adherentes electrozincados silanizados con las disoluciones silano para las distintas condiciones de aplicación de los recubrimientos...

Lacado de aluminio con conversiones base silano: influencia del pretratamiento con antorcha de plasma atmosférico

Díaz Benito, Belén
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
27.67%
En esta Tesis Doctoral se ha estudiado y caracterizado el proceso de pretratamiento con silano de la aleación de aluminio AA 6063 para su posterior lacado. El tratamiento de silanización se caracteriza por una baja temperatura de procesado, procedimientos de preparación simples y la posibilidad de ser usado en un amplio rango de técnicas de recubrimiento como inmersión o rociado. Se toman dos silanos: un bisilano (bis-1,2-(trietoxisilil)etano, BTSE), que favorecerá el entrecruzamiento de la capa y su unión con el sustrato, y un monosilano (γ- metacriloxipropiltrimetoxisilano, MPS), que además de permitir la unión con el sustrato favorecerá la reacción con el recubrimiento polimérico. Se estudian, por tanto, dos procedimientos de silanización: en un paso, empleando únicamente la disolución del monosilano, y en dos pasos, combinando el uso del bisilano con el del monosilano. En primer lugar se optimiza el tiempo de hidrólisis y el contenido de disolventes en ambas disoluciones para conseguir un alto grado de especies hidrolizadas, controlando la formación de especies condensadas. En segundo lugar se optimizan las condiciones de silanización y, tras analizar la influencia del tratamiento de limpieza del sustrato metálico sobre la distribución del silano...

Uso do silano BTSE na proteção contra a corrosão de laminados de aço carbono.; The use of the silane bis-1,2-(triethoxysilyl) ethane (BTSE) in the protection against corrosion of rolled carbon steel (SCR).

Capiotto, Nelson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.88%
Este trabalho apresenta os estudos das principais etapas que envolvem o uso do silano bis-trietoxisililetano (BTSE) na proteção contra a corrosão de laminados de aço carbono que são: o tratamento alcalino, a hidrólise do silano e a cura dos filmes obtidos. Através da técnica de análise espectroscópica na região do infravermelho foi possível obter os espectros de absorção do silano BTSE em concentrações da ordem de 2% em solução aquo-etanólica. O acompanhamento em função do tempo, da transmitância da banda na região de 1067 cm-1, que se refere às ligações hidrolisáveis do silano BTSE (Si-OEt), possibilitou estabelecer as condições ideais de hidrólise do silano BTSE em soluções aquo-etanólica, que se dá por volta de 40 minutos em pH=4. Os estudo das reações de hidrólise do silano BTSE neste tipo de solução possibilitou verificar também que as reações de hidrólise não ocorrem em uma única etapa. Através do planejamento fatorial de experimentos e da espectroscopia de impedância eletroquímica (EIS) foi possível medir a impedância real (Z') dos filmes protetivos desenvolvidos sobre superfícies limpas de aço pré-tratadas com soluções alcalinas em diferentes condições. A análise estatística dos dados obtidos...

Influencia do condicionamento e da aplicação de silano na resistencia ao cisalhamento da união porcelana-resina composta

João Felipe Mota Pacheco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/1995 PT
Relevância na Pesquisa
28.03%
O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da aplicação do silano e a influência do condicionamento com ácido fluorídrico a 10% na resistência ao cisalhamento de três sistemas adesivos indicados para reparo de restaurações de porcelana. Foram confeccionados 100 discos de porcelana (Duceram N), divididos em cinco grupos. Cada grupo de vinte amostras foi submetida aos seguintes tratamentos: grupo 1 - Multi Bond Alpha (DFL), grupo 2 - Scotchbond Multi-Uso (3M), grupo 3 - Optibond Multi-Use (KERR), grupos 4 e 5 , Multi Bond Alpha e Scotchbond Multi-Uso, respectivamente, modificados pela introdução do condicionamento com ácido fluorídrico a 10%. Metade das amostras de cada grupo foram tratadas com o agente de silanização indicado pelo fabricante e na outra metade das amostras o silano não foi aplicado. Os materiais foram manipulados unindo os discos de porcelana a cilindros de resina composta com 4 mm de diâmetro por 5 mm de altura. Os corpos de prova foram armazenados por 24 horas a 37 'GRAUS C' e 100% de umidade relativa. A seguir, foram submetidos a ensaio de cisalhamento em uma máquina de ensaio Universal (Otto Wolpert Werke, Germany), a uma velocidade de 6mm/minuto. As médias dos resultados obtidos foram: grupo 1 - Com silano = 6...

Estudo de filmes polimericos contendo silanos y-UPS e VS como revestimentos promotores de adesão em superficies galvanizadas e eletrodepositos de ligas ZN/FE e ZN/Co; Study of the films content y-UPS and VS as adhesion promoters coatings on galvanized surfaces and Zn/Fe-Zn/Co alloys electrodepositions

Marcia Cristina Gonçalves dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
27.55%
A excelente resistência do Zinco em diferentes ambientes corrosivos e sua habilidade em proteger o aço, fazem do aço galvanizado e eletrodepósitos, materiais comuns na indústria automotiva e de construção civil. Os substratos de aço galvanizado e eletrodepósitos de Zinco necessitam, no entanto, ser protegidos em ambientes altamente corrosivos por revestimentos orgânicos (pinturas).A má aderência do sistema Zinco/pintura faz com que a superfície do substrato de Zinco receba um pré-tratamento contendo Cromo relativamente barato e efetivo porém, tóxico ao homem e ao meio ambiente. Filmes poliméricos contendo silanos organofuncionais surgem como alternativa à substituição de pré-tratamento livre de Cromo hexavalente 'CR POT. +6', pois são moléculas que podem atuar como agente de acoplamento, promotores de adesão e como protetoras de superfície. A principal vantagem da sua utilização é a promoção da adesão entre materiais orgânicos (pinturas) e inorgânicos (metais). Os sistemas Galvanizado/Silano e Ligas eletrodepositadas/Silano, foram estudados nesta dissertação. Para tanto, técnicas como EIE (Espectroscopia de Impedância Eletroquímica), XPS (Espectrometria Fotoelétrica de Emissão de Raios-X), Ângulo de Contato e análises microscópicas foram utilizadas. A avaliação da resistência por barreira foi feita através da Espectroscopia de Impedância Eletroquímica em solução de 0...

Efeito do tratamento de superficie e do silano na resistencia a tração da união entre ceramica de infra-estrutura IPS Empress 2 e agentes cimentantes

Ana Maria Spohr
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2001 PT
Relevância na Pesquisa
27.88%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência à tração da união entre cerâmica de infra-estrutura IPS Empress 2 (Ivoclar) e materiais de fixação sob diferentes tratamentos na superfície da cerâmica, associado ou não à aplicação do silano. Foram confeccionados duzentos e quarenta discos em cerâmica com 5,5 mm de diâmetro por 2,5 mm de espessura e separados em 12 grupos de 10 pares de discos. Cada grupo foi submetido aos seguintes tratamentos: Grupos 1 e 7 - jateamento com óxido de alumínio 100 µm; Grupos 2 e 8 - jateamento com óxido de alumínio 100 µm e aplicação do silano; Grupos 3 e 9 - jateamento com óxido de alumínio 50 µm; Grupos 4 e 10 - jateamento com óxido de alumínio 50 µm e aplicação do silano; Grupos 5 e 11 - condicionamento com ácido fluorídrico 10%, por 20 segundos; Grupos 6 e 12 - condicionamento com ácido fluorídrico 10%, por 20 segundos e aplicação do silano. Após, os discos em cerâmica dos grupos 1 a 6 foram unidos em pares com adesivo Single Bond e cimento resinoso Rely X, e os discos dos grupos 7 a 12, com cimento de ionômero de vidro modificado por resina ProTec CEM. Em seguida, os corpos-de-prova foram armazenados em água destilada a 37° C durante 24 horas, seguido de 500 ciclos térmicos de 5° C e 55° C...

Influencia do silano na resistencia a tração de cimentos resinosos unidos a procelana

Eclerion Chaves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/1999 PT
Relevância na Pesquisa
37.99%
o objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da aplicação do si/ano na resistência a tração de três cimentos resinosos. Foram confeccionados 168 discos de porcelana (Duceram). Os discos de porcelana foram embutidos, desgastadas com lixas de granulação 220 e 600 e limpos em ultra-som. Os discos cerâmicos foram divididos em 3 grupos contendo 56 amostras. No Grupo I foi usado o Cimento Enforce; Grupo 11, Cimento Variolink 1/; Grupo 111, Cimento Opal. Metade das amostras de cada grupo foi tratada com o respectivo agente de silanização de cada cimento resinoso usado de acordo com as instruções de cada fabricante, seguido da aplicação do adesivo e cimento resinoso. A outra metade das amostras não recebeu o tratamento com o silano, apenas a aplicação do adesivo e cimento resinoso. A seguir, os discos cerâmicos, aos pares, foram posicionados em uma matriz com a superfície tratada voltada uma para a outra para o procedimento de fixação com o cimento resinoso. Desta forma, a resina foi fotopolimerizada por 160 segundos e os corpos-de-prova armazenados por 24 horas a 37° C e 100% de umidade relativa. A seguir, com o auxílio de uma matriz metálica, corpos-de-prova foram submetidos ao ensaio de tração em uma máquina de ensaio universal INSTRON (modelo 4411) a uma velocidade de 1 mm/min. Os resultados obtidos foram submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey. As médias dos resultados obtidos foram as seguintes: Grupo I...

Avaliação da resistencia ao cisalhamento de braquetes fixados a ceramica com diferentes tratamentos superficiais e agentes de cimentação

Gilberto Antonio Borges
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
27.67%
O propósito deste estudo foi avaliar a resistência ao cisalhamento de bráquetes fixados à cerâmica dental, utilizando as variáveis: materiais para colagem, tratamento superficial e aplicação do silano. Foram confeccionados 192 discos de cerâmica (Duceram) com 5 mm de diâmetro por 2 mm de espessura. Os discos foram embutidos com resina acrílica ativada quimicamente em tubos de P.V.C. e divididos em 4 grupos de 48 discos de acordo com o tratamento de superfície: Grupo I - condicionamento com ácido fosfórico 37%, por 30 segundos; Grupo 11 - condicionamento com ácido hidrofluorídrico a 10%, por 2,0 minutos; Grupo 111 - jateado com óxido de alumínio por 4 segundos; e, Grupo IV submetido apenas a profilaxia com pedra pomes e água por 30 segundos. Vinte e quatro corpos-de-prova de cada grupo receberam aplicação de silano e vinte e quatro não. Três materiais para colagem Transbond XT, Concise e Fuji Ortho LC foram utilizados para fixação dos bráquetes à cerâmica para cada grupo (com e sem silano) perfazendo um total de 64 fixações por material. Todas as amostras foram armazenadas em água destilada a 37° C, por 24 horas. Em seguida, as amostras foram submetidas ao teste de resistência ao cisalhamento numa máquina Instron a velocidade de 1...