Página 1 dos resultados de 178 itens digitais encontrados em 0.030 segundos

'No Poema': um paradigma da tessitura poética de Sophia de Mello Breyner Andresen; 'No Poema': a paradigm of Sophia de Mello Breyner Andresen's poetry

Steinberg, Vivian
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.18%
Este trabalho tem como objeto a investigação da poética de Sophia de Mello Breyner Andresen através da série No Poema, sétima parte do livro Geografia (1967). A poeta joga com a crosta terrestre e a crosta da linguagem. Notamos elementos comuns entre sua poética e a de seus pares, por exemplo: a poeta denuncia a morte dos deuses e a crise da linguagem, há o desaparecimento elocutório do sujeito, o silêncio está presente como elemento da criação, a poeta persegue o "ostinato rigore" que Paul Valéry retomou. A poesia de Sophia tem pontos coincidentes com a de Hölderlin, enquanto poeta que vê a linguagem como casa do ser, com a de João Cabral, o "ostinato rigore", o silêncio como elemento da criação poética e o desaparecimento do sujeito depois da criação, com a de Francis Ponge, o gosto pelo concreto, por nomear precisamente os objetos, com a de Paul Celan, a síntese, com a de Fernando Pessoa, o paradigma da tradição literária portuguesa moderna. Essa constatação se deu a partir da nossa leitura dos poemas selecionados para a análise.; This assignment aims the investigation over Sophia de Mello Breyner Andresen poetics throughout the series "No Poema", in the 7th part of the book entitled Geografia (1967). The poet plays up with the earthy and language crust. We observe common elements between her poetics and of her pairs. For instance: the poet reveals the Gods death as well as the language crisis. The subject has a discursive fading...

Os silêncios na (des-) composição da cena: poéticas de criação de e a partir de Samuel Beckett; Os silêncios na (des-) composição da cena: poéticas de criação de e a partir de Samuel Beckett

Farias Junior, Manoel Moacir Rocha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.05%
O objetivo principal deste estudo é investigar diferentes modos de configurar o silêncio na escrita de Samuel Beckett, reconhecendo-a como um work in progress (obra em processo), por meio da análise de algumas de suas peças teatrais e televisivas, um filme, ensaios e novelas. Para tanto, entendemos o silêncio beckettiano como poética (modo de compor), referindo-o a uma proposta de suspensão e manipulação dramatúrgica de linguagens por uma mimese anti-realista - cujas bases ecoam certos aspectos do pensamento sobre arte de Nietzsche - sendo relida posteriormente por autores como Adorno, Blanchot, Deleuze, Andrade e Lapoujade. Procuramos dar ênfase às imagens corporais como uma das maneiras de Beckett compor uma cena que desfigura os códigos tradicionais de representação para revelar as potencialidades de cada linguagem experimentada. Ao final, propomos uma aproximação de sua poética com criações contemporâneas diversas.; The main purpose of this study is to investigate different ways of configuring silence in Samuel Beckett´s writing, by recognizing it as a work in progress, and also by making analysis of some of his pieces for theatre, television, cinema, critical essays and novels. Thus, we understand beckettian silence as a poetics (mode of composing) reffering it to a proposal of creating language suspension and dramaturgical manipulation in an anti-realistic mimesis - whose basis echoes some aspects of Nietzsche´s ideas about art - which is reread by authors such as Adorno...

Eficácia do treinamento auditivo por meio do potencial evocado para sons complexos nos transtornos de audição e linguagem; Efficacy of auditory training using evoked potentials to complex sound in hearing and language disorders

Filippini, Renata
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.2%
Introdução: Alterações de audição e linguagem como o Distúrbio Específico de Linguagem (DEL) e o Transtorno do Processamento Auditivo (TPA), tem sido associadas a alterações na codificação neural de sons acusticamente complexos. A percepção destes sons depende da integridade nos processos de codificação analisados pelo Sistema Nervoso Auditivo, principalmente em situações de escuta desafiadora, como em ambientes ruidosos. O Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico (PEATE) para estímulos complexos investiga a representação neural destes sons em níveis subcorticais, pois reflete com fidelidade as características do estímulo, e está alterado em crianças com problemas de audição, linguagem e aprendizado quando comparadas a crianças com desenvolvimento típico (DT). Um método para remediar algumas dificuldades dessas crianças, é o Treinamento Auditivo Formal (TAF), que já teve sua eficácia demonstrada tanto por meios comportamentais quanto eletrofisiológicos. Objetivo: Verificar a eficácia do TAF em crianças com transtornos de audição e linguagem por meio da avaliação comportamental e do PEATE para sons complexos, na presença e na ausência de ruído de fundo. Métodos: Participaram do estudo 30 crianças (7a - 12a11m)...

No interior da palavra: reflexões sobre voz, som e silêncio a partir da Cia. Club Noir

Piccolo, Livia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.06%
Este trabalho busca construir um pensamento contemporâneo sobre voz a partir da investigação do trabalho do ator com a voz e com a palavra na Cia. Club Noir, companhia teatral fundada em 2006 e com sede na cidade de São Paulo (SP). O texto retoma alguns movimentos e ideias que ao longo do século XX fomentaram uma nova concepção de voz, som e silêncio. A partir das relações entre corpo, voz, leitura textual e emissão no trabalho do ator, constrói um pensamento que dialoga com a música e a poesia experimental. A prática da Cia. Club Noir, focada na exploração da palavra e experimentação da linguagem, constitui um rico material para a construção de um pensamento sobre voz nos processos contemporâneos de criação. Este trabalho compreende palavra como som e sentido simultaneamente e mais do que analisar o trabalho da companhia teatral em questão, pretende levantar novas perspectivas para o entendimento da voz.; This paper aims at constructing a contemporary thought on voice, having as its basis the investigation of voice and word use of actors of the Cia. Club Noir, a theater company from São Paulo (SP) founded in 2006. The text looks back at some movements and ideas that have been influential in the creation of new concepts of voice...

O toque da flauta : uma leitura de João Cabral de Melo Neto

Vernieri, Susana
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.03%
Este trabalho, a partir da análise da obra completa de João Cabral de Melo Neto, busca mostrar como o poeta pernambucano venceu o silêncio que o ameaçava desde os primeiros versos. A conquista de sua voz se dá quando o autor empreende uma volta ao passado, às origens de línguas e literaturas ibéricas num movimento diacrônico. É nesta viagem no tempo que ele encontra formas que sejam capazes de resistir à contemporânea crise da linguagem e que também lidem com a própria questão da linguagem enquanto forma de expressão humana. A tese ainda questiona a posição de Cabral quanto à tradição poética nacional.

Interdito e silêncio: análise de alguns enunciados

Tfouni, Fabio Elias Verdiani
Fonte: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 39-56
POR
Relevância na Pesquisa
56.15%
Within the field of Discourse Analysis (Pêcheux) and psychoanalysis, this work states interdiction and silence as constituents and founders of the discourse. In short, we claim that what makes it possible to say anything is that it is not possible to say it all, so something must remain unsaid. The logic principle here is that the contradiction, the excluded founds the possible. For such task we use the logic square. We also propose and build a square of the saying or of the utterances. The analysis made here points toward the existence of the impossible in language, and also indicates how important a modal approach of language can be.; O presente trabalho - situado no campo da Análise do Discurso de Pêcheux (AD), numa interface com a psicanálise - trata o interdito e o silêncio como constitutivos e fundadores do discurso. A lógica subjacente é a lógica lacaniana segundo a qual o excluído ou a contradição funda o possível. Para tal tarefa usamos as quatro modalidades da lógica alética aristotélica e tratamos o quadrado lógico. Propomos e construímos um quadrado do dito e da enunciação. As análises de alguns enunciados indicam a presença do impossível na linguagem, e atestam a importância, bem como a pertinência...

Silêncio e diálogo na poesia brasileira

Silva, Paulo César Andrade da
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1-17
POR
Relevância na Pesquisa
66.03%
This essay aims to contribute to a critical assessment of contemporary Brazilian poetry, investigating the relationship between two tendencies: minimalism that verges on silence of speech in Kléber Mantovani’s and Tarso de Melo’s poetry, and the dialogue with the tradition in Armando Freitas Filho’s, Fabiano Calixto’s and Iacyr Anderson Freitas’s poetry.; Este ensaio pretende contribuir para uma avaliação crítica da poesia brasileira contemporânea, investigando as relações entre duas tendências de suas tendências: o minimalismo que beira o silêncio do discurso presente na poesia de Kléber Mantovani e Tarso de Melo e o diálogo com a tradição presente na poesia de Armando Freitas Filho, Fabiano Calixto e Iacyr Anderson Freitas.

Caligrafia apagada : silêncio na escrita de Esperando Godot; Off calligraphy : the silence on the play Waiting for Godot

Gedivânio Feitosa Mateus Melo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.13%
Considerando o Silêncio como um elemento inerente aos processos de criação do teatro moderno, esta pesquisa dedica-se à investigação do Silêncio na obra "Esperando Godot", de Samuel Beckett, construindo cuidadosa reflexão sobre a sua presença em categorias específicas da dramaturgia beckettiana. As inquietações que surgiram ao longo da pesquisa convergiram para que essa análise se configurasse a partir da seguinte proposição: o Silêncio que subsiste em "Esperando Godot" não se restringe à partitura das rubricas e ao dialogismo pautado na palavra, mas na dialética construída a partir da linguagem de seus elementos cênicos inseridos na escrita e no visual estético. Por ora, esta pesquisa denomina "Caligrafia Apagada" o Silêncio aqui investigado.; Considering the Silence as an inherent element to creation processes of Modern Theater, this research is devoted to research the Silence on the Play "Waiting for Godot" by Samuel Beckett, building careful reflection on its presence in specific categories in the Beckettiana dramaturgy. The concerns that arose during the research have converged to make this analysis shaped by the following proposition: The Silence that remains in "Waiting for Godot" is not restricted to the punctuation of the rubrics and dialogism based on the word...

Aposiópesis: o silêncio na linguagem dos místicos

Silva, Carlos Henrique do Carmo
Fonte: Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa Publicador: Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.45%
O presente estudo visa reflectir sobre o silêncio na linguagem dos místicos procurando salientar, não só um uso geral relativo ao indizível ou inefável da experiência extática, mas valorizando o seu preciso sentido intermédio, como específico ritmo de pausa. É, aliás, a partir desta categoria da “pausa” ou aposiópesis, que desde a retórica grega assinala essa reticência, que se equaciona o valor de intimidade e solidão do discurso espiritual assim pautado por significativas “interrupções”. Nesta introdução ao tema considera-se, pois, o estatuto alusivo, performativo da linguagem e até a sua fecunda desconstrução face à idealização do seu carácter apofântico paradoxal, expectativa teorética ou de capacidade contemplativa. Numa primeira parte do desenvolvimento esclarece-se o carácter polissémico do «silêncio» atendendo aos diversos âmbitos semânticos e graus relativos à natureza do secreto da mística: desde o voto de silêncio e sua «mudez», até ao dom de “dizer” o indizível, passando pela sua condição voluntária ascética e pelo passivo reconhecimento do seu inefável místico, salientando ainda a via de constituição de uma linguagem pelo negativo (teologia apofática). Exemplifica-se...

Falar no silêncio - comunicação da criança com implante coclear

Amaral, Maria Manuela Tavares
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
55.99%
Numa sociedade onde, já há muito se debate acerca da comunicação nos surdos, o Implante Coclear surge como uma resposta que, poderá alterar os resultados até aqui adquiridos, naquele domínio. Não obstante as teorias e argumentos em que se substanciam os vários estudos, este trabalho pretende dar a conhecer a realidade de crianças surdas implantadas e dos aspetos mais consideráveis da sua comunicação, apresentar o Implante Coclear como uma técnica vantajosa no processo de reabilitação auditiva e determinar quais as suas implicações no desenvolvimento da linguagem e da comunicação em crianças com aquela problemática, nomeadamente, no meio escolar, para que as medidas pedagógicas sejam as mais adequadas às necessidades específicas de cada aluno.; In a society where it has long been debated about the communication in deaf people, cochlear implant comes as a response that may change the results achieved so far in the matters of that subject. Notwithstanding the theories and arguments in which the several studies are based on, this work pretends to show the reality of deaf children with cochlear implant and of the most important aspects of their communication, present the cochlear implant as an advantageous technique in the hearing rehabilitation and determine which are its implications in the language and communication development of children with that problematic...

Interdito e silêncio: análise de alguns enunciados

Tfouni,Fabio Elias Verdiani
Fonte: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.15%
O presente trabalho - situado no campo da Análise do Discurso de Pêcheux (AD), numa interface com a psicanálise - trata o interdito e o silêncio como constitutivos e fundadores do discurso. A lógica subjacente é a lógica lacaniana segundo a qual o excluído ou a contradição funda o possível. Para tal tarefa usamos as quatro modalidades da lógica alética aristotélica e tratamos o quadrado lógico. Propomos e construímos um quadrado do dito e da enunciação. As análises de alguns enunciados indicam a presença do impossível na linguagem, e atestam a importância, bem como a pertinência, de um tratamento modal da linguagem.

Elementos sonoros da linguagem radiofônica: a sugestão de sentido ao ouvinte-modelo

Vianna,Graziela Valadares Gomes de Mello
Fonte: Programa de Estudos Pós-graduados em Comunicação e Semiótica - PUC-SP Publicador: Programa de Estudos Pós-graduados em Comunicação e Semiótica - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.03%
Nosso objetivo com este trabalho foi refletir sobre o potencial expressivo dos elementos sonoros da linguagem radiofônica, que pode sugerir imagens multisensoriais ao ouvinte-modelo por meio da associação da performance da voz, dos efeitos sonoros, da trilha musical, do silêncio e do tratamento técnico (gravação, mixagem e efeitos de pós-produção como reverberação, equalização, etc.) com o repertório desse ouvinte. Buscamos conceituar tais elementos, a fim de sistematizar ferramentas teóricas adequadas para futuras análises da linguagem radiofônica e da articulação de sentido por meio do som. Para tanto, utilizamos autores de áreas diversas do conhecimento, tais como a semiótica, a sociologia, a musicologia e elegemos a publicidade e a propaganda radiofônicas como nosso objeto de pesquisa.

A dupla poética do silêncio: uma análise de Fogo morto e Cartilha do silêncio.

Oliveira, Izabel Cristina da Costa Bezerra
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem; Linguística Aplicada; Literatura Comparada Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem; Linguística Aplicada; Literatura Comparada
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.15%
This research presents a reading of the poetics of silence in the profile and actions of characters in Fogo morto, by Paraiba s novelist José Lins do Rego and Cartilha do silêncio, by Sergipe s writer José Francisco Costa Dantas. As a starting point, we intend to demonstrate, through analysis, how the traditional issue of patriarchy, installed in rural areas of Northeast Brazil, live their momentum of rise and decline in different social spaces within narratives. This article shows how man lives tensions caused by the socio-political changes that will gradually be deployed in their environment due to the process of transition from traditional to modern life. From this perspective, this reading encourages a critical reflection on the social space of the mills and farms at the time of their rise and decay, as well as the various gender relationships between the feminine and the masculine world. The analysis indicates that all the changes both in family and social space unfold a world of silent variants and this paper takes as its theoretical basis the concept of silence built from the reflections of Eni Puccinelli Orlandi (2002), Barros Lourival Holland (1990 ), Luiz Costa Lima (1974) and Marisa Simons (1999).; Universidade Estadual do Rio Grande do Norte; Esta pesquisa apresenta uma leitura sobre a poética do silêncio no perfil e nas ações das personagens de Fogo morto...

A poética do silêncio em Vidas secas e a Hora da estrela

Silva, Carlos Augusto Moraes
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.43%
Ao eleger como corpus de análise as obras Vidas Secas (1938) e A Hora da Estrela (1977), a presente dissertação busca evidenciar como o silêncio instaurado no discurso das personagens e na arquitetura das narrativas em estudo se configura como um mecanismo de expressão. Para atingir tais objetivos, serão utilizadas como arcabouço teórico-crítico as obras Linguagem e Silêncio: ensaios sobre a crise da palavra (1988), de George Steiner e o ensaio A Estética do Silêncio (1987), de Susan Sontag. Pretende-se igualmente problematizar o engenho artístico de Graciliano Ramos e Clarice Lispector, autores que fizeram, de suas narrativas, uma forma de protesto contra a linguagem literária institucionalizada. Steiner e Sontag estabelecem uma crítica mordaz ao que chamam de “verbosidade”, trivialidades disfarçadas de erudição que ameaçam o poder de comunicação e expressão da arte contemporânea e lançam uma inquietante questão para a crítica e historiografia literária: Terá nossa civilização, em virtude da desumanidade que praticou e acobertou, perdido direito a esse luxo que chamamos de Literatura? Nesse contexto, o artista mais atento pergunta-se: Onde está o silêncio necessário para que se possam ouvir as metamorfoses? Ramos e Lispector...

Clarice e o silêncio : a linguagem em A paixão segundo G.H.

Oliveira, Luiza de
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.34%
O trabalho visa analisar a linguagem em A paixão segundo G.H. (1964), de Clarice Lispector, tendo por estofo teórico- crítico o conceito de místico em Ludwig Wittgenstein, e também o conceito de arquivo de Jacques Derrida. O místico tal como Wittgenstein entendia é o aparecer do que se mostra, o indizível. O filósofo chamou místico, ao mostrar que há, na linguagem, algo que é indizível – o silêncio. Sua defesa seria que o místico pode ser mostrado, porém não possa ser dito, expresso via linguagem. No romance de Lispector, a protagonista G.H., dado seu entendimento sobre a limitação da linguagem, tenta reproduzir a conquista do originário, a perda da identidade. A recapitulação que a protagonista faz do que lhe aconteceu é o exercício de linguagem de tocar no ponto que não é tocável: de arquivar a experiência. Derrida, em Mal de Arquivo: uma impressão freudiana, escreve que não há arquivo sem mal de arquivo, para o autor, mal de arquivo – desejo de lembrar a origem- deriva do esquecimento/memória. Para Derrida “estar com o mal de arquivo é sofrer de um mal. É arder de paixão, é incessantemente procurar o arquivo onde ele se esconde”. Em A paixão segundo G.H, o termo de Derrida se aproxima da falência da narradora...

As formas do silêncio na vida e obra de Wittgenstein e na aprendizagem da matemática escolar; The silence forms at Wittgenstein's life and work and at the school mathematics learning

Diana Patricia Ferreira de Santana
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.24%
O objetivo deste trabalho é fazer uma leitura das idéias de Ludwig Wittgenstein sobre a linguagem, tendo o silêncio como fio condutor das nossas considerações. Temos uma dupla finalidade: a primeira é identificar as formas de silêncio na vida e obra do filósofo austríaco como uma tentativa de compreender o autor e seu estilo idiossincrático, marcado por uma escrita assistemática e aforística; a segunda é identificar as formas de silêncio expressos na aprendizagem da matemática escolar a partir da afirmação feita por Michael Peters de que há um potencial pedagógico na forma como o filósofo empreende sua crítica. Procuramos, através de uma perspectiva não convencional "mostrada" por Wittgenstein, identificar o não-dito, mostrá-lo e desvelar o feitiço por meio da linguagem que ainda prevalece na aprendizagem da matemática escolar.; The aim of this work is to make a reading of Ludwig Wittgenstein¿s ideas onlanguage taking the silence as thread of our considerations. We have a dual purpose: the first is to identify the forms of silence in the life and work of Austrian philosopher as an attempt to understand the author and his idiosyncratic style marked by an unsystematic and aphoristic writing; the second is to identify the forms of silence expressed in the learning of school mathematics from the assertion made by Michael Peters that there are pedagogical potential in how the philosopher makes his criticism. We seek...

O silencio da escritura : a dimensão anunciativa do discurso dos Livros VI e VII da Republica

Sergio Augusto Sardi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.09%
Como motivo central desta leitura destaca-se a correlação entre as dimensões enunciativa e anunciativa do discurso filosófico de Platão, na medida em que isso circunscreve a estrutura conceitual na qual o problema das relações entre filosofia e linguagem foi, nos diálogos do período intermediário, com especial ênfase aos Livros VI e VII da República, considerado. O problema delimitou-se por buscar saber como os efeitos sugeridos pela dimensão anunciativa interpenetram a estrutura geral da composição da escritura. Isso parte da consideração de que, em Platão, o discurso filosófico se articula, nesses diálogos, a partir de uma intencional idade, o que é observável na forma da escritura, seja em função da indissociabilidade entre o filosofar e o discurso filosófico ou, ainda, pela condição anunciativa do princípio, o que o torna irredutível à sistematicidade, embora a ela tenda, situando-a como horizonte. Observou-se que esses efeitos são pretendidos pelo complexo entrelaçamento de distintas modalidades discursivas, como o mythos, o discurso mistérico, a dialogicidade e a dramaticidade, e corresponde à sua própria compreensão dos limites da escritura e do discurso filosófico como um intermediário; The correlation between the enunciative and the announcing dimensions of Plato's philosophical discourse is underline as the central motive of this reading as far as it circumscribe the conceptual structure in which the problem of the relationship between philosophy and language was...

Maurice Blanchot e o Silêncio da Palavra

Frenkel, Eleonora; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Núcleo de Estudos Literários & Culturais (NELIC-UFSC) Publicador: Núcleo de Estudos Literários & Culturais (NELIC-UFSC)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.26%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-784X.2012v12n17p44Maurice Blanchot nos apresenta uma concepção de linguagem a partir da “inquietante maravilha do ato de nomear”: a palavra manifesta a ausência daquilo que nomeia, ela é a materialidade vazia de uma anterioridade inapreensível. Que grande desafio se abre para a literatura moderna quando se ocupa justamente do esvaziamento da linguagem, quando se pergunta sobre esse nada inapreensível com o qual se faz. A literatura é linguagem. Uma linguagem que se coloca em questão, que se pergunta sobre suas possibilidades e que faz de suas impossibilidades sua maior busca. Por isso dirá Blanchot que a literatura tende para o silêncio, ela se move em direção e para além de seus limites. Embora se faça com a palavra, explora seu silêncio. O impossível apaixona a poesia e ao inventar os modos de realizar o irrealizável, ela cria novos possíveis e se refaz num devir constantemente renovável. Esse é o espaço da imaginação e sua dimensão política latente.

De mistério e de letras: nenhum caminho por trás da linguagem?

Honesko, Vinícius; Universidade Estadual de Campinas
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.11%
http://dx.doi.org/10.5007/2176-8552.2013n15p57A partir da análise da compreensão de revelação – desde a perspectiva teísta católica até seus contemporâneos questionamentos filosóficos – o presente ensaio procura trabalhar com o problema da constituição da linguagem humana – ao menos em certo âmbito da tradição ocidental. Para tanto, de acordo com a concepção da poesia de Paul Valéry, “l’hésitation prolongée entre le son e le sens”, e tocando os problemas da questão mística da linguagem – da cabala à filosofia da linguagem –, propõe uma leitura da onto-teo-lógica da linguagem, desde certos pressupostos da cabala até os recentes debates acerca da linguagem e do sentido estabelecidos, sobretudo, por Giorgio Agamben e Jean-Luc Nancy. Procura evidenciar a indagação do mistério do sentido e, assim, expor como a linguagem humana – como voz articulada – esbarra num imponderável (o silêncio como dimensão negativa, uma Voz) e, tal como preconizou Jacques Derrida, só pode se estruturar como borda. Por fim, apresenta como uma noção de jogo de letras, de construção de sentidos, arranja-se como a possibilidade da linguagem poética: não uma comunicação, mas revelação e ex-posição para além da prisão no pressuposto comunicacional...

MEISTER ECKHART E A GNOSE MÍSTICA

Monteiro, Fernando José da Silva
Fonte: Universidade Federal da Paraíba -UFPB Publicador: Universidade Federal da Paraíba -UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
55.96%
O presente artigo aborda, a partir do sermão nº. 51 de Meister Eckhart – O Silêncio da Criação – o esboço de uma gnose que deve conduzir à experiência mística. O texto evidencia a dificuldade da linguagem para expressar tal experiência, haja vista o olhar de relance aos pensamentos de Plotino e de Wittgenstein, mas não tem como objetivo descrever a experiência mesma. O trabalho busca somente discorrer acerca dos “meios” tratados por Eckhart para atingir-se o estado contemplativo.  [doi:http://dx.doi.org/10.7443/problemata.v6i2.24599]