Página 1 dos resultados de 173 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Dos "segredos sagrados" : gênero e sexualidade no cotidiano de uma escola infantil

Guerra, Judite
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.72%
A presente pesquisa foi realizada em uma escola particular de Educação Infantil, no município de Porto Alegre, com um grupo de crianças na faixa etária entre quatro e cinco anos de idade, com o objetivo de discutir questões em torno da sexualidade e das identidades de gênero. As discussões advindas dos Estudos Feministas e dos Estudos Culturais, numa perspectiva pós-estruturalista de análise, possibilitaram compreender de forma mais ampla os processos de formação das feminilidades e das masculinidades na infância, bem como as estratégias de disciplinamento dos corpos infantis no espaço escolar. A partir das observações feitas, em vários momentos da rotina escolar, analisando as falas, os gestos, os movimentos, as manifestações, os comportamentos e os silêncios das crianças, principalmente nos momentos de brinquedos e de brincadeiras livres na escola, sem a interferência direta dos adultos e, a partir das entrevistas realizadas com as crianças e com a professora, foi possível perceber recorrências, rupturas e deslocamentos no que se refere aos discursos hegemônicos quanto à sexualidade e às relações de gênero na infância. Os resultados da investigação mostraram o quanto as crianças, no contexto escolar...

Manifestações da sexualidade infantil: percepção de pais e professoras de crianças de 0 a 6 anos

Maia, Ana Cláudia Bortolozzi; Spaziani, Raquel Baptista
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 68-84
POR
Relevância na Pesquisa
66.69%
This article presents a descriptive-qualitative study aimed at investigating the perception of seven teachers, 5 parents and 18 mothers about the sexual expression of children until 6 years old, through a questionnaire with semi-open questions for content analysis. The sexual behavior identified by adults at home or school refers mainly to gender issues and the discovery of the body: the children reproduce conceptions of masculine and feminine, they manipulate their own bodies or that of others, and they talk about dating, kissing in the mouth and sex. The teachers have a higher perception of the children’s sexual behaviors than their parents at home, because they are more explicit in school. Teachers report that the observed behaviors cause anxiety and discomfort, while the parents report that they usually talk with their children about the theme. In general, there are reports of little knowledge about how to deal with children’s sexual manifestations: for teachers, who have little academic training in the area of sexuality, and for the family, who show some personal and moral difficulties. It was concluded that participants understand children as having sexuality because they perceive different expressions of infant sexuality that are typical in the development. It is necessary to invest in teachers’ academic and continuing education in early childhood...

Projeto de intervenção em educação sexual com educadoras e alunos de uma pré-escola

Maia, Ana Cláudia Bortolozzi; Pastana, Marcela; Pereira, Patricia Cristine; Spaziani, Raquel Baptista
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 115-129
POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
Childhood sexuality is a polemic theme among pre-school educators. This text describes an extension project that aimed to observe the manifestation of children’s sexuality in a pre-school and to intervene by offering a space for dialogue, reflection and better understanding about childhood sexuality. The participants were seven teachers and whole group of children from a selected pre-school. It was observed (1) among the educators: the different games applied according to gender; how tolerant the teachers were regarding to boys bad behavior; vigilance against the homosexuality and constant motivation to female vanity and beauty. (2) Among the children: sexist stereotypes; manifestations of racism and prejudice; curiosity and interest about the body and sexuality and the use of insulting words concerning body beauty. The teacher education discussed theoretical and practical issues about the development of the sexuality in the childhood and the sexual education of their students. The project observed that a sexual education project can be put into practice in a pedagogical and ethical way in a pre-school environment.; A sexualidade infantil é um tema polêmico entre educadores de pré-escolas. Este texto descreve um projeto de extensão que observou a manifestação da sexualidade de crianças em uma pré-escola e interveio oferecendo um espaço de diálogo...

Curso de formação inicial em sexualidade: relato de uma proposta interventiva

Leão, Andreza Marques de Castro; Ribeiro, Paulo Rennes Marçal
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 609-638
POR
Relevância na Pesquisa
46.6%
The present study aimed to identify the conceptions of students of a Pedagogy course about infantile sexuality and gender relations, checking the needs that they appointed concerning studies about sexuality and sex education in their graduation. Using this information, the authors implemented an interventional course. The instruments used for data collection were two questionnaires. 342 students participated in the first phase of the study, corresponding to the completion of the questionnaire. 38 people participated on the second step – applying the course. The issues they indicated as necessary in their course were: sexuality, sex education, child sexuality, sexual abuse, adolescence and sexuality and disability. Finally, the results of the course were very satisfactory, however, reveals how much we still need to do for training professionals to implement the work of sex education in the school context.; Os cursos de licenciatura devem oportunizar espaços para abrangência da sexualidade, constituindo, assim, meios de proporcionar aos discentes uma formação específica no tocante a estes assuntos. Considerando isso, o presente estudo objetivou identificar as concepções de um grupo de discentes de um curso de Pedagogia acerca da sexualidade infantil e das relações de gênero verificando as principais necessidades formativas que apresentavam concernentes a tais temáticas para...

Configurações em torno da noção de natureza infantil na obra de Freud

Claudia Mascarenhas Fernandes Rohenkohl
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
46.24%
A delimitação do campo psicanalítico se fez em torno de algumas apropriações de conceitos já existentes que foram derivados e tomados pela teoria freudiana de forma tão contundente a ponto de não mais se remeterem ao seu antigo campo. Esse trabalho vai tecer a rede entre as oscilações e aproximações realizadas durante os anos de 1895 e 1925 da obra freudiana entre as noções de perversão e sexualidade infantil, que impuseram a leitura da criação de um construto denominado natureza infantil. Essa construção não se fez sem hesitações e contou com dois aportes importantes: a constituição de duas séries, geografia do prazer no corpo e construção da fantasia, e a distinção fundamental entre vida sexual adulta e vivências sexuais infantis; The delimitation of the psychoanalytic filed involved the appropriation of already existing concepts, which were taken by the Freudian theory in such an aggressive manner, that they reached a point where no longer lead to their original field. This dissertation intends to relate the notions of perversion and infantile sexuality as approached by Freud frem 1895 to 1925, considering the fact that these notions imposed the creation of the idea of an infantile nature. This construction counted on two important points: the constitution of two series...

Representações de identidades de gênero e de sexualidade nos discursos de professores de educação infantil; Representations of gender identities and sexuality in pre-school teachers discourses

Nilsandra Martins de Castro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.66%
O propósito do estudo descrito nesta dissertação de mestrado foi o de refletir acerca de questões relacionadas a identidades de gênero e à sexualidade no cenário da Educação Infantil, considerando para tanto discursos de profissionais que atuam nesse campo educativo. Mais especificamente buscamos compreender as representações de profissionais masculinos e femininos que atuam em um município de médio porte no interior paulista acerca de suas próprias identidades e das práticas pedagógicas que envolvem questões de gênero e de sexualidade. A pesquisa em questão é de base qualitativa interpretativista e se insere área da Linguística Aplicada. A investigação foi dividida em três etapas. A primeira incluiu a definição do tema da pesquisa, a escolha do arcabouço teórico geral e a revisão de autores relevantes presentes na literatura especializada, com especial ênfase naqueles que problematizavam as questões do multiculturalismo e das representações de identidade de gênero e de sexualidade. Na segunda etapa, definimos o cenário da pesquisa e o processo de geração de registros. Definiu-se que, em termos gerais, os registros primários seriam gerados em entrevistas com profissionais desse campo de atuação realizadas em seus locais de trabalho e que trechos de trabalhos finais de um curso de especialização comporiam dados secundários do corpus analisado. Na terceira etapa...

A sexualidade na educação infantil e o papel da família.

Quadke, Carla Walter
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 18 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.75%
Trabalho de Conclusão do Curso de Especialização em Educação Infantil - 1ª Edição – Polo Joinville - SC, para a obtenção do Grau de Especialista em Educação Infantil.; O presente artigo traz como tema a sexualidade e o papel da família, argumentando sobre as mediações familiares e social na formação de percepções na criança, observando e analisando o comportamento infantil e de relatos de grupos familiares sobre o significado da sexualidade incutida nas cores usadas ou preferidas por um grupo de crianças, bem como em outras atividades desenvolvidas pela docente da turma que envolva a sexualidade. O projeto de observação Pedagógica (POP) trata-se de uma observação feita durante a intervenção de uma professora que trabalhou o tema gênero em um Centro de Educação Infantil,onde neste artigo faz-se um recorte abordando a sexualidade na turma de nível III (alunos de 4 -5 anos). Observando a prática pedagógica e relatos de alunos nas brincadeiras e atividades, bem como a fala dos pais das crianças envolvidas foi possível realizar algumas análises referentes ao tema exposto.

A criança como sujeito e como objeto entre duas formas de investigação do abuso sexual

Piza,Luciana; Alberti,Sonia
Fonte: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Publicador: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.31%
Abordamos, neste artigo, o tratamento que vem sendo conferido ao tema do abuso sexual pela sociedade contemporânea e propomos uma contraposição a partir da teoria psicanalítica, especialmente no que nela se refere à sexualidade infantil. Partindo do princípio de que a criança é sujeito desejante, portanto sujeito de suas escolhas, conscientes ou inconscientes, interrogamos a atual tendência à sua objetalização no âmbito jurídico, psicológico e, até mesmo, em alguns textos psicanalíticos, e enfatizamos uma importante diferença entre o discurso jurídico e o psicanalítico. Como é sabido, este último distingue-se por conferir à criança o lugar de sujeito desejante, que pode estar subjetivamente implicado nas experiências de que toma parte, inclusive as sexuais. Baseamo-nos, para isso, fundamentalmente nas obras de Freud e de Lacan, mas também nas observações de alguns psicanalistas que reafirmaram, nos últimos anos, uma posição ética da psicanálise diante do sujeito criança, com seu desejo e suas possibilidades de gozar, na contramão de uma lógica moralizante, normalizadora e higienista, que a objetaliza mais ainda.

As teorias sexuais infantis na atualidade: algumas reflexões

Zornig,Silvia Maria Abu-Jamra
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.39%
O trabalho tem por objetivo retomar a concepção freudiana da sexualidade infantil, discutindo seu valor estruturante na constituição da subjetividade da criança. Ao demonstrar como Freud enfatiza a noção de uma construção subjetiva que é fundada a partir da relação com o outro, o texto subverte a noção de cronologia presente nas etapas do desenvolvimento psicossexual para ressaltar o fator infantil presente e inerente à condição humana.

Revisitando o primeiro modelo freudiano do trauma: sua composição, crise e horizonte de persistência na teoria psicanalítica

Castilho,Antônio Luiz Pereira de
Fonte: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.31%
Revisita-se a construção do primeiro modelo freudiano do trauma, o eixo da chamada teoria da sedução (1896). Seus componentes e dinâmica são examinados e discutidos. O paradoxo presente na mencionada teoria é registrado, bem como a reformulação por parte de Freud do fundamento de sua doutrina através da postulação da pulsão e da sexualidade infantil. Por fim, ao lado da engenhosa e singular maneira pela qual aquele modelo do trauma articula seus elementos, um horizonte de persistência daquela abordagem é ainda afirmado na esfera da teoria da sedução generalizada.

Fragmentos de um cotidiano abrigado: a institucionalização da sexualidade; Sheltered pieces of a daily: the institutionalization of the sexuality

Carvalho, Rita Ferreira de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
Este trabalho discorre sobre o modo como a sexualidade e o corpo da criança são tratados dentro das instituições de abrigamento, discutindo como a dinâmica institucional atua na construção/negação dessa sexualidade e, por conseguinte, subjetividade da criança. Assim, seu objetivo foi investigar como ocorre esse processo de institucionalização da sexualidade infantil e como isso se reflete no corpo. Tendo por guia os preceitos da Psicanálise, deixamonos conduzir pelo seu método como procedimento investigativo, procurando da luz aos não ditos institucionais. Isso se efetivou através de observações em uma instituição que abriga crianças e adolescentes afastadas judicialmente de suas famílias de origem. Como recurso para construção de material para analise buscou-se compreender os aspectos inconscientes e as emoções despertadas nas relações vivenciadas que tangenciam os limites da instituição, sendo que as observações da dinâmica institucional foram realizadas durante um período de seis meses e com uma freqüência semanal, realizadas em horários e dias variados de acordo com a possibilidade da instituição e da pesquisadora. Daquilo o que foi tomado em consideração pelo nosso olhar e fez sentido, buscou-se anotar as impressões em um Diário de Campo e...

A prática da leitura na escola e as relações de gênero e sexualidade: subsídios para reflexão sobre formação inicial e contínua de professores(as); The practice of reading in school and gender relations and sexuality: subsidies for initial and continuing teacher reflection

Souza, Karina Valdestilhas Leme de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/10/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.66%
Esta Dissertação de Mestrado tem por base investigação sobre como a prática da leitura docente em sala de aula e na Sala de Leitura colabora ou não com o processo de introdução de questões da ordem do gênero, da sexualidade e da diversidade sexual junto às crianças, uma vez que tais assuntos estão presentes em alguns, dos muitos, títulos de literatura infantil publicados atualmente no Brasil. A pesquisa foi realizada em uma EMEF situada na zona sul da cidade de São Paulo e contou com a participação das docentes dos anos iniciais e da Sala de Leitura da escola. Para a investigação empírica foram utilizadas observações em campo, realização de entrevistas semiestruturadas e aplicação de questionários. No exame do material obtido, foram fundamentais as reflexões teóricas pautadas em: Nelly Novaes Coelho, Marisa Lajolo e Regina Zilberman sobre literatura infantil; documentos oficiais (guias e orientações) publicados pela RMESP (DOT) acerca da prática da leitura; Jeffrey Weeks e Judith Butler a respeito de sexo e sexualidade e Joan Scott sobre o conceito de gênero. Constatou-se que apesar da existência de orientações enfatizando a importância da prática diária da leitura docente às crianças, há um distanciamento entre o que é proposto pela SME em seus guias e o que é realizado pelas professoras em sala de aula. Também...

Da perversão dos prazeres à degeneração da raça : o imaginário da sexualidade infantil brasileira nos discursos de J.P Porto-Carrero; Perversion of the pleasures of the degeneration race : the imaginary of brazilian infantile sexuality in discourses of J.P Porto-Carrero

Alex Barreiro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.66%
O escopo central desta dissertação busca a partir do referencial teórico do filósofo Michel Foucault, em especial, dos conceitos "biopolítica" e "disciplina" estudar os discursos de um dos precursores do movimento psicanalítico no Brasil, o médico psiquiatra Júlio Pires Porto-Carrero. Pretende-se mostrar como tais discursos, proferidos entre os anos de 1925 e 1928, compilados em sua obra "Ensaios de Psicanálise", encontravam-se em consonância com os ideais eugênicos em circulação no país durante as primeiras décadas do século XX. Atrelados às pretensões que moviam os interesses higienistas e da eugenia brasileira, as análises histórico-documentais indicam que os discursos psicanalíticos procuraram, sob o prisma da educação moral e sexual, construir mecanismos eficientes relativos à regeneração da raça nacional, intervindo diretamente sobre a sexualidade e a moral da população brasileira, sobretudo, das crianças, por representarem a ideia de um futuro promissor à nação. Nesta investida, as crianças e a sexualidade infantil recém-descoberta pelos estudos freudianos passaram a ser objetos de intervenção, correção e normalização, pois, concebidas sexualmente como perigosas poderiam arruinar o projeto de regeneração racial encabeçado pela medicina e pelo Estado republicano. Os textos de J. P. Porto-Carrero apresentam o imaginário da sexualidade infantil brasileira na segunda década do século XX...

Desejo, diferença e sexualidade na educação infantil : uma análise da produção dos sujeitos nas práticas escolares

Domingues, Renata Pimenta
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.69%
Nesta dissertação, lançamos um olhar para as práticas que ocorrem numa escola de Educação Infantil, visando conhecer as relações e o modo como se lida com as diferenças. Diferenças das crianças entre si, delas com os educadores, as famílias, enfim, as diversas formas de relação que transversalizam a escola. Pensamos o processo de escolarização enquanto produtor dos sujeitos que ingressam ali, e o desejo como motor das diversas relações que acontecem naquele espaço. Sendo assim, o desejo também é produzido nessa rede de relações escolares, funcionando como o tecido onde têm visibilidade afetos, pensamentos, posturas e construções subjetivas. A diferença e o desejo são entendidos a partir das conceituações de Deleuze e Guattari. A sexualidade, enquanto uma das produções desejantes, um dos modos de investimento do poder sobre os corpos e dos corpos sobre o poder, fundamenta-se no conceito de dispositivo da sexualidade proposto por Michel Foucault, cujos estudos genealógicos sobre a produção do corpo nos moveram-nos a problematizar a naturalização da infância e da sexualidade. Realizamos uma pesquisa-intervenção numa escola de Educação Infantil da modalidade "Jardim de Praça", na cidade de Porto Alegre (RS)...

A manifestação da sexualidade das crianças nas aulas de educação física

Salvaro, Crichele
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.65%
Trabalho de Conclusão do Curso, apresentado para obtenção do grau de Licenciatura no curso de Educação Física da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; O presente estudo realizado sob o título “As manifestações da sexualidade das crianças nas aulas de Educação Física” busca compreender como os professores de Educação Física lidam com manifestações de sexualidade de crianças em suas aulas, assim como verificar se a Educação Física pode contribuir no desenvolvimento da sexualidade das crianças. O tema sexualidade causa constrangimento no ambiente escolar e familiar devido à falta de diálogo sobre o assunto, por isso desenvolvemos esta pesquisa pensando na dificuldade de professores de Educação Física em lidar com situações em que crianças expressam sua sexualidade. Tendo em vista que as aulas de Educação Física estimulam a expressão corporal proporcionando as manifestações da sexualidade por meio de movimentos e interações, esta pesquisa tem como problemática compreender como a Educação Física pode contribuir no desenvolvimento da sexualidade das crianças. Portanto, o objetivo geral deste estudo é verificar se a Educação Física contribui no desenvolvimento da sexualidade das crianças e quais estas contribuições. Este estudo está baseado em uma pesquisa de campo com caráter descritivo e enfoque qualitativo...

Mídia televisiva e sexualidade na educação infantil

Matias, Vanessa da Silva
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.73%
Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado para obtenção do grau de licenciada no curso de Pedagogia da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; O presente trabalho discute a ótica dos pais sobre a influência da mídia televisiva na sexualidade das crianças de cinco anos, no município de Criciúma. Teve-se como intencionalidade analisar a relação que os pais de crianças de cinco anos estabelecem entre mídia televisiva e desenvolvimento da sexualidade. Realizou-se o levantamento de dados em duas escolas de Criciúma, sendo uma da rede pública municipal e outra da rede privada, envolvendo-se um total de quatro pais. A investigação caracterizou-se pela abordagem qualitativa e descritiva, utilizando-se como instrumento de coleta de dados a entrevista semi-estruturada. Percebeu-se, por meio dos dados coletados que os pais apresentam dificuldades para conceituar e discutir a sexualidade com seus filhos, mas percebem a influência da mídia televisiva no desenvolvimento da sexualidade infantil sem, contudo, conseguir caracterizar adequadamente a forma como essa influência se manifesta no comportamento, confundindo-o, muitas vezes, com a questão da violência. Destaca-se a preocupação dos pais com relação ao que os filhos assistem na mídia televisiva...

Histeria, trauma e sedução: “o que lhe fizeram pobre criança" (um Freud covarde?); Histéria y trauma de seducción: "que hicieron pobrecito" (un Freud covarde?); Hysteria, trauma and seduction: “what did they make poor child ” (A coward Freud?)

Martinez, Viviana Carola Velasco; Mello Neto, Gustavo Adolfo Ramos; Lima, Manuela Caroline Ferreira
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.5%
As acusações de Masson contra Freud, por ter abandonado a teoria da sedução, inauguraram uma polêmica em torno da validade dessa teoria na explica ção da histeria e em torno da própria psicanálise. Seguidores propõem a volta dessa teoria, denunciando o abuso infantil, e acusam Freud de covarde e ambicioso. Já os opositores vêem nesse suposto abandono não o descaso com a inf ância, mas a possibilidade do desenvolvimento da psicanálise. Analisamos esses discursos e concluímos que Freud, a partir da teoria da sedução, deixou sua herança: a teoriza- ção, para a psicanálise em torno da fantasia e da sexualidade infantil e, entre outras contribui ções, elementos dispersos com os quais Laplanche pôde construir a teoria da sedução generalizada.; Las acusaciones de Masson contra Freud, por haber abandonado la teoria de la seducción, abrieron una polémica sobre la validad de esa teoria en la explicaci ón de la histéria y sobre el própio psiconálisis. Los seguidores proponen que se retome esa teoria, pues denúncian el abuso infantil y acusan Freud de covarde y ambicioso. Ya los opositores no ven, en ese supuesto abandono, el descaso con la infancia, mas la posibilidad del desarrollo del psicoanálisis. Analizamos esos discursos y concluímos que Freud...

O que resta da sexualidade infantil?; Que resta aun de la sexualidad infantil?; What is left of infantile sexuality?

Bidaud, Eric
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
O texto interroga a emergência e a importância no discurso atual da figura da criança maltratada e, mais ainda, da ideia da infância em risco. Examinamos a hipótese de que a pregnância da "criança maltratada", bem como da "criança abusada", implica a recusa da sexualidade infantil, paradigma da psicanálise. A denúncia da "pedofilia generalizada" visa de fato a silenciar o trauma sexual para assim eliminar toda causalidade psíquica, em beneficio de uma "realidade objetiva" que relegaria o fantasma do amor incestuoso à pedofilia.; Este trabajo trata de la emergencia y el lugar ocupado en el discurso contemporáneo de la figura del niño maltratado, así como de la noción de infancia en riesgo. Examinamos la hipótesis de que la preeminencia de la idea del niño maltratado y en particular del niño victima de abusos implican la negación de la tesis sobre la sexualidad infantil - paradigma esencial del psicoanálisis. Tras la amenaza de la "pedofilia generalizada" resuena la amenaza del trauma sexual eliminando toda causalidad psíquica en pro de una realidad objetiva donde el fantasma del amor incestuoso acaba precisamente dando forma a la pedofilia.; This work aims to interrogate the emergence in the contemporary discourse of the figure of the mistreated child and more widely the notion of the child in danger. The hypothesis that we will examine is that the emphasis on the mistreated child...

A sexualidade infantil e o conhecimento do corpo em creche e jardim de infância

Marinheiro, Ana Patrícia Fonseca
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
O presente Relatório do Projeto de Investigação tem como objetivo compreender a importância do conhecimento do corpo bem como compreender a sexualidade infantil, as suas manifestações e a sua importância no desenvolvimento da criança. Tem ainda o propósito de explicitar o papel do educador e da educação sexual em contextos de educação de infância. A apresentação deste Relatório tem como finalidade a obtenção da qualificação como Educadora de Infância no Mestrado em Educação Pré-Escolar. Ao longo de todo este projeto estão contidas informações, experiências e vivências recolhidas através do estágio realizado nos dois contextos distintos (creche e jardim-de-infância), bem como através da minha intervenção enquanto estudante e das intervenções das educadoras cooperantes. A metodologia utilizada baseia-se nos princípios da Investigação-Ação, sendo este um método que se enquadra na Investigação Qualitativa que por sua vez está contida no Paradigma Interpretativo. Para a realização deste projeto utilizei, portanto, dispositivos de recolha e análise de informação, tais como a observação participante, as notas de campo, os registos fotográficos, a análise documental dos projetos pedagógicos de sala e...

A sexualidade na etiologia das neuroses e a invenção da psicanáliseThe role of sexuality in the etiology of neuroses and the invention of psychoanalysis

Mariguela, Márcio Aparecido
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 18/11/2008 POR
Relevância na Pesquisa
56.71%
Em 1917, Freud definiu a sexualidade como tudo o que se relaciona com a distinção entre os dois sexos. Dessa premissa, extraiu uma conclusão: aquilo que é sexual é da ordem do impróprio. Minha estratégia nesse artigo é retornar à hipótese da sexualidade infantil para demarcar a invenção da psicanálise como arte da escuta desse algo impróprio que deve ser mantido secreto. Proponho uma leitura do artigo “A hereditariedade e a etiologia das neuroses”, escrito em francês e publicado por Freud em 1896, para demarcar a criação da psicanálise pela ruptura que estabeleceu com o discurso neurológico sobre os sintomas das psiconeuroses. Na seqüência, destaco alguns argumentos que se encontram no artigo “A sexualidade na etiologia das neuroses”, publicado em 1898, por considerá-lo o ponto de passagem para a publicação da obra fundadora da psicanálise: A Interpretação dos Sonhos. O primeiro artigo demonstra um ponto de ruptura; o segundo um ponto de passagem para que Freud pudesse instaurar as bases conceituais da teoria e da prática psicanalítica. Palavras-chave História da psicanálise; Etiologia das neuroses; Sexualidade infantil Abstract In 1917, Freud defined sexuality as everything related to the distinction between the two sexes...