Página 1 dos resultados de 37771 itens digitais encontrados em 0.017 segundos

Opioides, sexo e gênero; Opioids, sex and gender

PALMEIRA, Cláudia C. de A.; ASHMAWI, Hazem A.; OLIVEIRA JUNIOR, José Oswaldo de; POSSO, Irimar de Paula
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Sexo é um fator importante na modulação da experiência dolorosa. Evidências significativas têm demonstrado que a experiência à dor difere entre homens e mulheres, bem como na resposta à ativação do sistema opioide e seus efeitos analgésicos. Há evidências que as mulheres têm menor limiar que os homens para alguns estímulos álgicos. Os neurotransmissores opioides e seus receptores estão centralmente envolvidos na resposta ao estresse, na supressão à dor e na ação dos analgésicos opioides. O objetivo deste estudo foi analisar a relação entre sexo, gênero e sistema opioide e discutir a relevância de um dos aspectos mais intrigantes da fisiologia da dor: a presença da diferença entre sexo e gênero, sistema opioide e as respostas da analgesia por opioides. CONTEÚDO: Uma revisão da literatura sobre opioides, sexo e gênero, cujo objetivo foi mostrar dados atuais sobre a experiência dolorosa entre homens e mulheres, a ativação opioide central e a resposta aos analgésicos opioides. CONCLUSÃO: Os dados disponíveis na literatura, e os trabalhos em andamento indicam que o sexo provavelmente seja responsável pelas diferenças à analgesia opioide em homens e mulheres, mas a direção e a magnitude destas diferenças dependem de variáveis que se interagem. Como fatores importantes que interagem na percepção dolorosa e na resposta analgésica opioide...

Diferenças na adesão ao tratamento da tuberculose em relação ao sexo; Differences in the adhesion to tuberculosis treatment in relation to sex

Queiroz, Raquel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.44%
Introdução Aproximadamente 1/3 da população mundial está infectada pelo bacilo M. tuberculosis e a prevalência da infecção é maior entre os homens. As razões para as diferenças na epidemiologia da tuberculose e adesão ao tratamento em relação ao sexo são desconhecidas. Objetivos Verificar diferenças na adesão ao tratamento da tuberculose em relação ao sexo. Identificar aspectos facilitadores e dificultadores para a adesão ao tratamento da tuberculose em relação ao sexo. Analisar as crenças consideradas importantes para adesão ao tratamento da tuberculose. Metodologia Pesquisa quali-quantitativa, baseada na análise de conteúdo e com fundamentação teórica no Modelo de Crenças em Saúde. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas em 6 serviços de saúde do Distrito de Saúde da Freguesia do Ó/Brasilândia, com 28 pacientes em tratamento supervisionado de tuberculose, sendo 11 homens e 17 mulheres. Os dados quantitativos foram obtidos por meio do livro de Registro e Controle de Tratamento dos Casos de Tuberculose de cada serviço de saúde. Resultados Aqueles que falharam na adesão apresentaram o seguinte perfil: mulher, solteira e separada, com atividade remunerada não comprovada, com nível de escolaridade entre fundamental I completo e ensino médio completo; homem: casado...

Fatores que afetam a viabilidade e a proporção do sexo de embriões bovinos produzidos in vitro em programa de sexagem comercial

Alonso, Rodrigo Vitorio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 57 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Pós-graduação em Ciência Animal - FMVA; O crescente avanço da produção in vitro de embriões bovinos intensificou a utilização de outras biotecnologias da reprodução tais como a micro-manipulação embrionária e o diagnóstico genético pré-implantacional, sendo a identificação do sexo embrionário utilizada na rotina comercial de laboratórios de produção in vitro. O objetivo deste trabalho foi avaliar as interações de diferentes fatores sobre a taxa de mortalidade embrionária e a proporção do sexo de embriões bovinos submetidos ao processo de sexagem. Foi realizado levantamento no banco de dados da Transfix – Transplante de Embriões Ltda, Patrocínio Paulista / Brasil, referente a 4.650 embriões produzidos in vitro e sexados entre 2005 e 2007. Os embriões foram submetidos à micro-manipulação pela técnica de micro-aspiração, e as biópsias à reação em cadeia pela polimerase (PCR). Somente as fêmeas foram transferidas para receptoras previamente sincronizadas. O diagnóstico de gestação e a determinação do sexo fetal foram realizados por ultra-sonografia. As variáveis foram classificadas de acordo com o sexo dos embriões (macho, fêmea e indeterminado), cinco laboratórios (A, B, C, D e E)...

Avaliação do sexo por analise de função discriminante a partir de dimensões lineares do cranio

Daniela Mieko Abe
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2000 PT
Relevância na Pesquisa
36.44%
Chacinas, assassinatos em série, cometidos por psicopatas, tentativas de ocultação de cadáveres e catástrofes rodoviárias, com dezenas de mortos, fazem que rotineiros exames médico-legais sejam insuficientes para a plena identificação das vítimas. As estruturas ósseas crânio-faciais, de reconhecida capacidade de preservação, são, muitas vezes, as únicas fontes para se extrair informações acerca da identidade que tem, na determinação do sexo, um dos seus elementos-chave. A objetividade e precisão do método estatístico denotam vantagens em relação à visualização dos aspectos morfológicos para a definição sexual. Entretanto, o uso de parâmetros antropométricos, oriundos de pesquisas estrangeiras, para o diagnóstico do sexo em brasileiros, é passível de erro, pois as dimensões osteométricas são inerentes a padrões genético-fisiológico-culturais do grupo humano analisado, diferente dos padrões nacionais. Os objetivos do presente estudo foram: verificar a existência de dimorfismo sexual por meio de quatro mensurações lineares, obtidas com equipamentos simples, do crânio de indivíduos brasileiros, de sexo e faixa etária conhecidos, bem como analisar, estatisticamente, o grau de significância a fim de desenvolver função discriminante aplicável a outras amostras e construir um programa informatizado para efetuar os cálculos...

Entre o escrito e o dito : dilemas da subjetividade feminina na contemporaneidade : o sexo casual em análise

Jota, Fernanda Schieber Saúde Vilas Boas de Oliveira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.48%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, 2008.; O objetivo desta pesquisa é compreender, por meio de uma investigação bibliográfica e um trabalho de campo, em que medida a prática do sexo casual por mulheres suscita a existência de questões subjetivas femininas próprias da contemporaneidade. Dirige-se um olhar psicanalítico sobre a prática do sexo casual feminino buscando-se uma relação compreensiva entre os dados coletados na pesquisa de campo e os conceitos de pulsão, narcisismo e sexualidade feminina. Intenta-se, ainda, contextualizar a contemporaneidade através de autores que tratam da cultura e dos costumes, pois, acredita-se que as novas formas de erotismo apresentadas pela mulher contemporânea, como o sexo de ocasião, podem ser melhor compreendidas quando associadas a algumas características próprias da atualidade, a saber o espetáculo e a cultura do narcisismo. A pesquisa de campo comporta dois momentos. Inicialmente foram colhidas depoimentos de mulheres sobre sexo casual em revistas populares femininas e masculinas. Posteriormente foram realizadas entrevistas individuais semi-estruturadas com sete mulheres com idades entre 20 e 30 anos e em dois ambientes públicos distintos; um bar e uma universidade de Brasília. A análise de dados foi realizada por meio do método de análise do discurso. A dúvida...

Comportamento e práticas sexuais de homens que fazem sexo com homens no Distrito Federal, Brasil; Homossexual men’s behavior and sexual relations in the Federal District – Brazil; Comportamiento y prácticas sexuales de hombres que tienen relaciones sexuales con hombres en el Distrito Federal – Brasil

Silva, Maria Josenilda Gonçalves da; Lima, Francisca Sueli da Silva; Hamann, Edgar Merchán; Godoi, Alcinda Maria Machado
Fonte: Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) do Departamento de Saúde Coletiva (DSC) da Universidade de Brasília (UnB) Publicador: Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) do Departamento de Saúde Coletiva (DSC) da Universidade de Brasília (UnB)
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.5%
Objetivo: Descrever o comportamento e as práticas sexuais de homens que fazem sexo com homens no Distrito Federal. Metodologia: Estudo transversal com uma amostra de conveniência de 465 homens maiores de 18 anos, com comportamento homossexual referido, que freqüentavam locais de lazer gay. Foi utilizado um questionário estruturado, contendo perguntas sobre aspectos socioeconômicos, comportamentais, uso de substâncias tóxicas e violência. Resultados: Há uma diferença de prevalência de práticas de sexo seguro entre a prática de sexo oral e anal; a idade mais tenra é um fator com influência estatisticamente significativa para a maior prevalência de prática de sexo seguro; os tipos de parceriasfixas ou ocasionais também influenciam sobre a prevalência do uso de preservativo. Em relação ao comportamento sexual, 51% referiram relacionamento com parceiro fixo, e 65% com parceiros ocasionais, nos últimos 6 meses. O uso consistente do preservativo foi relatado por parte dos indivíduos nas parcerias estáveis, independente da prática. Já nas parcerias ocasionais aumenta a proporção daqueles que se protegem, sendo a prática de sexo anal a mais protegida independente do tipo de parceria. Discussão: De acordo com outros estudos realizados em capitais brasileiras...

Imunização contra o vírus do papiloma humano no sexo masculino : perceções dos pais

Mota, Sandra Cristina
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.54%
O Vírus do Papiloma Humano (HPV) é uma das causas mais comuns das Infeções Sexualmente Transmissíveis (IST) a nível mundial em jovens sexualmente ativos. As pesquisas demonstram que nos últimos anos a problemática sobre o HPV tem como foco de atenção o sexo feminino e neste o cancro cervical, mas o sexo masculino também é uma preocupação, dado que o HPV está associado a vários tipos de cancros no homem. A literatura demonstrou a eficácia da vacina tetravalente contra o HPV no sexo masculino na proteção contra vários tipos de cancros causados por este vírus. Consideramos importante que se tenha uma abordagem alargada de forma a perceber quais os custos e ganhos em saúde na implementação da vacina contra o HPV no sexo masculino. Neste contexto emergiu a seguinte questão: Qual a perceção dos pais dos adolescentes do sexo masculino relativamente à vacina do Vírus do Papiloma Humano? Este estudo teve como objetivos: avaliar os conhecimentos dos pais dos adolescentes do sexo masculino em relação ao HPV e identificar as perceções dos pais dos adolescentes do sexo masculino acerca da imunização contra o HPV. Realizamos um estudo de investigação de natureza qualitativa, exploratório e transversal, com 16 pais de adolescentes do sexo masculino com idades compreendidas entre os 13 e os 17 anos. Utilizamos como técnica de recolha de dados a entrevista semi-dirigida. No tratamento de dados recorremos à técnica de análise de conteúdo de Bardin. Os resultados mostraram que os conhecimentos dos pais dos adolescentes do sexo masculino acerca do HPV estão associados: à via de transmissão...

Identificação Ultra-Sonográfica do Sexo Fetal entre a 11ª e a 14ª Semana de Gestação

Schupp,Tânia Regina; Brizot,Maria de Lourdes; Toyama,Júlio; Sato,Lúcio; Watanabe,Luiz; Miyadahira,Seizo; Zugaib,Marcelo
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2001 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Objetivo: determinar a viabilidade da identificação ultra-sonográfica precoce do sexo fetal. Métodos: foram estudados prospectivamente 592 fetos por meio de exame ultra-sonográfico entre 11 e 14 semanas na Clínica Obstétrica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. O tubérculo genital foi determinado como horizontal ou vertical através do plano sagital e correlacionado com o sexo ao nascimento ou ao resultado do cariótipo quando este foi realizado. Resultados: o sexo fetal determinado pela avaliação ultra-sonográfica coincidiu com o sexo real em 84% dos casos. O sucesso da identificação aumenta com o progredir da gestação, sendo de 72%, 85% e 89% com 11, 12 e 13 semanas, respectivamente. A taxa de acerto também aumenta com o treinamento dos operadores, sendo de 83,5% no início e de 93,6% no final do estudo. Conclusão: por meio da determinação ultra-sonográfica do tubérculo genital podemos predizer o sexo fetal na maior parte dos casos com potencial aplicabilidade na redução das indicações de procedimentos invasivos para detecção de doenças ligadas ao sexo.

Determinação ultra-sonográfica do sexo fetal pela medida dos ângulos do apêndice genital

Bunduki,Victor; Brizot,Maria de Lourdes; Miguelez,Javier; Peralta,Cleisson Fábio Andrioli; La Veja,Alberto Jorge Monteiro de; Zugaib,Marcelo
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
OBJETIVO: avaliar a acurácia da ultra-sonografia para predição do sexo fetal entre a 11ª e a 13ª semana e 6 dias por meio da medida dos ângulos anterior e posterior do apêndice genital. MÉTODOS: os ângulos anterior e posterior do apêndice genital foram medidos em corte sagital de 455 fetos entre a 11ª e a 13ª semana e 6 dias. A probabilidade de predição correta do sexo fetal (confirmado após o nascimento) foi categorizada de acordo com a medida dos ângulos, idade gestacional e comprimento crânio-caudal. Os pontos de corte de melhor acurácia para predizer o sexo fetal foram obtidos por meio de curva ROC. A variação interobservador foi avaliada pelo método de Bland-Altman. RESULTADOS: a taxa de predição correta do sexo fetal se elevou com a idade gestacional e comprimento crânio-nádegas. Utilizando o ponto de corte de 42 graus para o ângulo anterior (curva ROC), a predição correta do sexo fetal ocorreu em 72% dos fetos da 11ª à 11ª semana e 6 dias, 86% da 12ª à 12ª semana e 6 dias e 88% da 13ª à 13ª semana e 6 dias. As taxas de predição obtidas com o ângulo posterior (ponto de corte de 24 graus) foram, respectivamente: 70, 87 e 87%. A avaliação da variação interobservador revelou diferença média entre medidas pareadas de 15...

O que pensam os adolescentes sobre o amor e o sexo?um estudo na perspectiva das representações sociais

Costa,Vanuzia; Fernandes,Sheyla Christine Santos
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
O objetivo deste estudo foi compreender as representações sociais do amor e do sexo para adolescentes de uma capital do nordeste na perspectiva das representações sociais, além de analisar as relações destas representações com os dados sócio-demográficos. Participaram do estudo 301 adolescentes com idade entre 12 e 18 anos, 57% do sexo feminino, 43% masculino. Para coleta de dados, foi utilizado um questionário sócio-demográfico e um teste de associação livre de palavras, utilizando como palavras-estímulo "amor" e "sexo". A categorização dos dados em torno de eixos temáticos apontou companheirismo, carinho e sentimento como representações do amor; e prazer, sentimento e prevenção como representações do sexo. Os resultados demonstraram que as mulheres representam o amor e o sexo mais vinculados a sentimentos; os adolescentes mais jovens e de nível escolar mais baixo representam o amor vinculado a companheirismo e o sexo a prevenção.

Influência da flexibilidade e sexo na postura de escolares

Coelho,Jerusa Jordão; Graciosa,Maylli Daiani; Medeiros,Daiane Lazzeri de; Pacheco,Sheila Cristina da Silva; Costa,Leticia Miranda Resende da; Ries,Lilian Gerdi Kittel
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Objetivo: Verificar se a flexibilidade e o sexo exercem influência sobre a postura de escolares. Método: Foram avaliados 60 escolares de ambos os sexos, com idade entre 5 e 14 anos, divididos em dois grupos: flexibilidade normal (n=21) e flexibilidade reduzida (n=39). A flexibilidade e a postura foram avaliadas, respectivamente, por meio da fotogrametria e do teste de elevação dos membros inferiores em extensão, considerando o ângulo da perna e a avaliação postural. Para o tratamento de dados, foi feita a estatística descritiva (média e desvio padrão). A análise de variância univariada (ANOVA) foi utilizada para verificar a influência conjunta dos fatores flexibilidade e sexo nas variáveis dependentes posturais. Após verificar efeito interativo entre esses dois fatores, procederam-se as comparações múltiplas, utilizando o teste t. Resultados: A variável flexibilidade exerceu efeito sobre o ângulo de simetria do joelho (p<0,05) e da inclinação corporal ântero-posterior (p<0,05). O sexo não apresentou influência sobre os ângulos posturais (p>0,05). Houve interação entre as variáveis flexibilidade e sexo no ângulo de simetria do joelho (p<0...

Ocorrência de marcadores dos vírus das hepatites B e C em mulheres profissionais do sexo da região metropolitana de João Pessoa - Paraíba

Spinelli, José Nonato Fernandes
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
36.48%
As hepatites B e C constituem graves problemas de saúde pública a nível mundial, pelo seu caráter crônico podendo causar doença grave debilitante em grande parcela da população atingida. Vários grupos populacionais foram alvo de estudo dessas hepatites, de forma que a partir da década de 70, após a identificação dos marcadores virais para hepatite A (VHA) e hepatite B (VHB), passou-se a observar uma prevalência elevada de outro tipo de hepatite denominado de NANB, tendo na década seguinte sido identificado o vírus da hepatite C (VHC). A partir da década de noventa, passou a ser realizado de forma obrigatória em todos os doadores de sangue, o marcador anti-HBc total e o anti-HCV para identificação dos vírus da hepatite B e C, respectivamente. Houve vários estudos sobre a prevalência destes marcadores no grupo de doadores de sangue, porém estes estudos não traduzem a real prevalência dessas hepatites na população geral, pois se trata de um grupo específico. Após a introdução destes marcadores, verificou-se diminuição da incidência das hepatites B e C transmitidas por transfusão de sangue e hemoderivados, mas, mesmo assim, ainda persiste elevada prevalência destas hepatites na população mundial com maior incidência da hepatite B. Um grupo responsável pela persistência desta elevada incidência refere-se aos usuários de drogas injetáveis pelo compartilhamento de seringas e agulhas...

Análisis de factores peri-concepcionales que influyen en la proporción del sexo en el ratón

Laguna Barraza, Ricardo Alonso
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
36.48%
Introducción: La proporción de sexos está distribuida de forma equilibrada en la mayor parte de las especies, y generalmente está determinada por el sexo heterogamético. En mamíferos, los ovocitos producidos por las hembras mantienen siempre la misma carga cromosómica sexual (cromosoma “X”), y son los machos, con una dotación cromosómica distinta en sus gametos (cromosomas “X” e “Y”) los que determinan el sexo. Durante la espermatogénesis se produce igual cantidad de gametos portadores del cromosoma “X” e “Y”, por lo que la probabilidad de tener una cría macho o una cría hembra por cada evento de fecundación en especies monotocas o politocas sería del 50%. Sin embargo, los datos obtenidos por los registros en muchas especies nos muestran que no siempre la proporción de los sexos es equilibrada al 50%. En la literatura se han descrito muchos factores que podrían tener influencia directa o indirecta en el desequilibrio de la proporción de sexos. A pesar de ello, hasta la fecha se desconocen con precisión los mecanismos por los cuales se produce este fenómeno. Objetivo: La presente tesis propone analizar distintos factores y posibles mecanismos que pueden estar relacionados con la proporción de sexos. Metodología: En nuestro estudio...

Determinação do sexo atraves de medições em ossos da pelve de esqueletos humanos

Romildo Rabbi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2000 PT
Relevância na Pesquisa
36.53%
As perícias de antropologia forense são de fundamental importância para a identificação de vítimas de desastres de massa, tais como acidentes automobilísticos, acidentes aéreos, incêndios, desabamentos e outros tipos de catástrofes, nos quais as vítimas encontram-se mutiladas, sem condições de serem reconhecidas pelos familiares. São também imprescindíveis nas perícias de cadáveres já em adiantado estado de decomposição, ossadas ou mesmo nos casos de ossos isolados, quando as autoridades necessitam esclarecer qual a identidade da vítima, e a provável causa da morte. Em se tratando de ossadas, as perícias buscam identificar a espécie, o sexo, a idade, a estatura e o tipo racial. O presente trabalho teve por objetivo a determinação do sexo de esqueletos humanos, através de um estudo quantitativo, em que foram realizadas medições de algumas grandezas lineares dos ossos da pelve, em uma amostra nacional. Foram medidos ossos pélvicos de 90 esqueletos, com idade entre 19 e 107 anos, sendo 45 do sexo masculino e 45 do sexo feminino, todos com dados de identificação conhecidos. As variáveis selecionadas para as medições foram: largura superior do sacro; comprimento e largura da primeira vértebra sacral; diâmetro vertical do acetábulo; comprimento e largura do forame obturado; comprimento e profundidade da incisura isquiática maior e...

Cinetica da inversão de sexo em Synbranchus marmoratus (Teleostei, Synbranchiformes, Synbranchidae)

Fernanda Natalia Antoneli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.5%
Entre os peixes teleósteos, o gonocorismo ou dimorfismo sexual é uma característica dominante. Porém, hermafroditismo simultâneo, com maior ou menor grau de sincronia e inversão de sexo com maturação sequencial, sucessiva ou não, dos tecidos germinativos masculinos e femininos, e vice-versa, e/ou reversão de sexo são encontrados em várias espécies. A mudança de sexo nos indivíduos adultos envolve a degeneração do tecido gonadal do primeiro sexo e o crescimento e maturação do tecido do sexo oposto, em substituição ao anterior, passando por uma fase de intersexo. Synbranchus marmoratus, como a maioria dos Synbranchidae, é um peixe hermafrodita protogínico diândrico. Portanto, o estudo da cinética da reestruturação tecidual nesta espécie pode auxiliar na compreensão dos eventos biológicos característicos das gônadas transicionais dos teleósteos hermafroditas sequenciais. Neste contexto, procedeu-se à análise histológica e ultra-estrutural das gônadas do "mussum", S. marmoratus. Para tal, exemplares adultos de S. marmoratus foram capturados, com periodicidade quinzenal, no Rio Tietê, região de Penápolis, SP, BrasiL Uma vez retiradas, as suas gônadas foram fragmentadas, fixadas em solução de Karnovsky modificada (mínimo de 24h) e processadas conforme a metodologia da rotina de trabalho em microscopia fotônica e microscopia eletrônica de transmissão para análise morfológica geral e acompanhamento dos principais eventos que precedem e possibilitam a inversão de sexo...

Diferenças entre sexos no reconhecimento de expressões faciais de emoção - efeito moderador da categoria emocional e do sexo do ator

Rosa, Tatiana Isabel Rodrigues
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Dissertação de mestrado, Neurociências Cognitivas e Neuropsicologia Clínica, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade do Algarve, 2014; Diversos estudos têm avaliado as diferenças entre sexos no reconhecimento de emoções faciais. E embora predominem evidências que sugerem uma vantagem do sexo feminino nesse processo, permanecem ainda questões sobre a natureza e a magnitude dessa vantagem. A fim de contribuir para o esclarecimento dessas questões, o objetivo do presente trabalho foi averiguar se existem diferenças sexuais no reconhecimento de emoções, aclarando se essas diferenças dependem do tipo de emoção e do género da face que a expressa. Para isso, pediu-se a 68 participantes (35 do sexo feminino e 33 do sexo masculino) que realizassem uma tarefa de identificação de faces expressando emoções (distinguindo-as de faces emocionalmente neutras), analisando-se a exatidão de resposta e os respetivos tempos de reação. Embora as mulheres fossem mais precisas e mais lentas do que os homens no reconhecimento de emoções, as diferenças são de magnitude reduzida e não alcançam significância estatística. Essas diferenças entre sexos também não são moderadas pela valência da emoção. A face feminina é sempre mais expressiva...

The recognition of rights to same-sex couples: the path towards a pluralistic concept of family; El reconocimiento de derechos a las parejas del mismo sexo: el camino hacia un concepto de familia pluralista; O reconhecimento de direitos aos casais do mesmo sexo: o camino para um conceito de família pluralista

Ceballos Ruiz, Paula Andrea; Ríos Quintero, Juliana Victoria; Ordoñez Patiño, Richard Marino
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2012 SPA
Relevância na Pesquisa
36.5%
This paper presents the final results of the research project undertaken in 2010 and 2011 by the legal research group “Filius”, affiliated with Corporación Universitaria Empresarial Alexander von Humboldt of Armenia, (Quindío). The project’s general objective is “to establish the concept of family used by the Colombian legal system based on the judgments of the Constitutional Court granting rights to same-sex couples”. To this end, a line of jurisprudence was developed from the Court’s rulings that discussed the rights of same-sex couples, concluding that despite the great progress made in Colombia on the recognition of rights to these couples following Decision C-075/2007, in all these judgments the Court had always refused to recognize their family status, and it was not until 2011, in Decision C-577, that the Court accepted that same-sex couples constitute a family, thereby dramatically changing the constitutional doctrine that had maintained the criteria of heterosexuality as defining family.; El presente artículo contiene los resultados finales del proyecto de investigación realizado durantelos años 2010 y 2011 por el grupo de investigación en Derecho “Filius”, adscrito al programade Derecho de la Corporación Universitaria Empresarial Alexander von Humboldt de la ciudadde Armenia (Quindío). Dicho proyecto tiene como objetivo general “establecer el concepto defamilia que se maneja en el ordenamiento jurídico colombiano a partir de las sentenciasde la Corte Constitucional que reconocen derechos a las parejas del mismo sexo”...

Diferenças de sexo nos hábitos/comportamentos alimentares e sintomas de perturbações do comportamento alimentar, numa amostra de adolescentes

Silva, Maria Inês Marques Caldeira
Fonte: ISMT Publicador: ISMT
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Introdução: A adolescência é um dos períodos mais desafiadores no desenvolvimento humano. As alterações que ocorrem a diferentes níveis (e.g. físicas) geram repentinas mudanças na perceção do eu, incluindo na perceção da imagem corporal, além de criarem necessidades nutricionais especiais. A literatura reconhece que existem diferenças importantes na prevalência, sintomatologia específica de perturbação do comportamento alimentar (PCA) e hábitos/comportamentos alimentares por sexo, mas ainda poucos estudos em Portugal, abordaram esta temática. Assim, são nossos objetivos, considerando separadamente os rapazes e raparigas de uma amostra de adolescente: 1) verificar a prevalência de diferentes hábitos/comportamentos alimentares; 2) apurar a prevalência de sintomas específicos de perturbação do comportamento alimentar (PCA), avaliados através dos itens de um questionário que avalia atitudes alimentares, associadas às PCA, o Teste de Atitudes Alimentares (TAA-25); 3) verificar a prevalência de jovens que apresenta pontuação superior/igual a 19 no TAA-25, indicadora de eventual PCA e 4) averiguar a prevalência das diferentes categorias de índice de massa corporal (IMC) (magreza, peso normal, excesso de peso e obesidade). Pretendemos...

Adolescências "caprichadas": modos de produção da sexualidade feminina adolescente na seção sexo

Silva, Benícia Oliveira da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.56%
Dissertação(mestrado)-Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde, Instituto de Educação, 2011.; Esta dissertação tem como objetivo investigar como os discursos presente na seção Sexo da revista CAPRICHO interpelam a adolescência feminina, em especial suas sexualidades. Este estudo está fundamentado no campo teórico dos Estudos Culturais em suas vertentes pós-estruturalistas. Além de algumas proposições de Michel Foucault também compuseram o referencial teórico desta pesquisa os/as autores/as Rosa Maria Bueno Fischer, Tomaz Tadeu da Silva, Stuart Hall, Raquel Pereira Quadrado, Paula Regina Costa Ribeiro, Guacira Lopes Louro, Alfredo Veiga-Neto. Por esse viés, entendemos as sexualidades e as adolescências não somente constituídas por determinismos biológicas e cientificistas, mas também como construções sócio-históricas e culturais engendradas em relações de poder-saber e por tudo que se diz ou se representa a respeito destas características. Em nossa contemporaneidade, a expansão de múltiplas formas de produção e divulgação de discursos acerca das questões de sexualidade e adolescência ocorrem devido ao fato de que as instituições tidas como tradicionais – escola...

Characteristics of a population of sex workers and their association with the presence of sexually transmitted diseases; Características de población de profesionales del sexo y su asociación con presencia de enfermedades de transmisión sexual; Características de população de profissionais do sexo e sua associação com presença de doença sexualmente transmissível

Dal Pogetto, Maíra Rodrigues Baldin; Marcelino, Larissa Doddi; Carvalhaes, Maria Antonieta de Barros Leite; Rall, Vera Lúcia Mores; Silva, Márcia Guimarães da; Parada, Cristina Maria Garcia de Lima
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.48%
The objectives of this study were to describe a population of sex workers considering their sociodemographic characteristics, gyneco-obstetric history and behavioral factors, and to verify the association of these characteristics with the presence of sexually transmitted diseases. This epidemiological cross-sectional study was performed with 102 female sex workers. Data were collected using structured interviews and gold-standard exams for diagnosis of the diseases of interest. The women's mean age was 26.1 years. Most of them had attended school for nine years or more, were single and reported becoming sexually active before 15 years of age. Performing oral sex on partners was cited by 90.2% of women, and 99% reported the use of condoms at work; only 26.3% used condoms with permanent partners, and 42.2% used illicit drugs. No association was observed between sociodemographic factors, gyneco-obstetric history or behavioral factors and sexually transmitted diseases, which may have been due to their educational status and the fact that the population had very similar characteristics, thus making it difficult to determine such associations.; Se objetivó describir la población de profesionales del sexo, considerándose características sociodemográficas...