Página 1 dos resultados de 14519 itens digitais encontrados em 0.068 segundos

"Ser-mãe-no-mundo com o filho que sofreu queimaduras: um estudo compreensivo" ; "To be-a-mother-in-the world with a child victim of burns: a comprehensive study"

Ferreira, Lúcia Aparecida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
65.85%
Trata-se de uma pesquisa qualitativa, na linha fenomenológica, realizada com mães de crianças que sofreram queimaduras e foram internadas na Unidade de Queimados, do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (UQ-HCFMRP – USP). Teve por objetivo compreender e interpretar à luz da psicologia fenomenológica o que é ser-mãe-no-mundo com um filho que sofreu queimaduras. Foram convidadas 10 (dez) mães de crianças que estiveram internadas na UQ-HCFMRP – USP, de janeiro a dezembro de 2004; sendo que destas, apenas oito consentiram em participar da pesquisa. Destas oito mães que participaram da pesquisa, utilizaram-se os seguintes critérios de inclusão: ter um filho queimado internado na Unidade de Queimados; a mãe estar acompanhando o filho, e a criança se encontrar na fase mediata ou de recuperação. Os dados foram obtidos através da entrevista fenomenológica, a partir de uma questão norteadora: "Gostaria que você descrevesse como é ser-mãe-no-mundo com o filho que sofreu queimaduras”. A Análise Fenomenológica foi baseada nas orientações de estudo desta linha. Foram identificadas seis categorias temáticas: Lembranças do momento do acidente (Temporalidade); Procedimentos adotados após o acidente (Temporalidade e Solicitude); Manifestações de sentimentos (Afetividade); A mãe fala de si: preocupações e questionamentos (Preocupações); A mãe fala do comportamento da criança (Ser-com); Refere-se ao hospital...

Criança/adolescente com paralisia cerebral : compreensões do seu modo de ser no mundo

Milbrath, Viviane Marten
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.96%
Neste estudo teve-se por objetivo descrever e compreender como a criança/adolescente com paralisia cerebral constrói seus modos de ser-no-mundo e as relações com os seus limites e possibilidades, e compreender os sentidos e os significados que a família atribui a sua vivência com a criança/adolescente com paralisia cerebral. Utilizou-se o enfoque existencial de Martin Heidegger para compreender tais fenômenos e foi possível estar-com a criança/adolescente e suas famílias. O estudo - qualitativo, com abordagem fenomenológica – hermenêutica - foi realizado na cidade de Pelotas no estado do Rio Grande do Sul, do qual participaram onze crianças/adolescentes com paralisia cerebral e suas famílias, representadas pelas mães. Os critérios de inclusão foram ter diagnóstico de paralisia cerebral, com comunicação verbal compreensível, idade de sete até dezenove anos, e que frequentavam as instituições analisadas neste estudo que são o Centro de Apoio, Pesquisas e Tecnologias para Aprendizagem, Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais, Projeto Carinho, o Segundo Tempo do Núcleo de Estudos em Atividades Física Adaptada da Universidade Federal de Pelotas. O estudo foi aprovado sob o número 329/2011 pelo Comitê de Ética e Pesquisa com Seres Humanos da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas. As informações foram obtidas no período de outubro de 2011 a Junho de 2012...

Comunidades açorianas no mundo : da incerteza do passado ao sucesso do presente

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 25/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.73%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.; No âmbito da celebração do Dia dos Açores. A diretora regional das Comunidades. Graça Castanho, proferiu uma palestra na Casa dos Açores em Lisboa sobre as dificuldades e os sucessos que caracterizaram a emigração açoriana, que se efetivou, de forma sistemática, desde o séc. XVIII. Durante a sua intervenção, intitulada "Comunidades Açorianas no Mundo: da incerteza do passado ao sucesso do presente", foram realçados os sucessivos fluxos migratórios dos Açores para o exterior, bem como os problemas inerentes à partida. Entre suor e lágrimas e tantos outros constrangimentos, os emigrantes açorianos são, hoje em dia, um símbolo de força, união e sucesso, exemplo a ser seguido por todas as gerações.

A relação psicoterapêutica na abordagem fenomenológico-existencial

Lessa, Jadir Machado; Sociedade de Análise Existencial e Psicomaiêutica – SAEP, Brasil; Sá, Roberto Novaes de; Universidade Federal Fluminense, Brasil
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.68%
Este artigo mostra como, desde sua emergência histórica, a psicoterapia de base fenomenológico-existencial tem como preocupação central a compreensão da existência concreta, em oposição as explicações teóricas abstratas de inspiração científico natural. Como consequência, a relação terapêutica jamais se reduz a um encontro técnico entre especialista e cliente, enquanto subjetividades isoladas, mas deve ser vista como a dimensão mais essencial da clínica e elaborada tematicamente como um modo específico de encontro existencial, fundado, enquanto possibilidade ôntica, na estrutura existencial-ontológica denominada por Heidegger como “ser-no-mundo-com-o-outro”.

Velamento da angústia existencial do cidadão e do homem público e o sentido de um dever ser próprio a ações sérias

Fraga,Valderez F.; Schultz,Joana Ayla Donzelli
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
75.71%
Este artigo explora a complexidade do fenômeno da angústia fundamentalmente como angústia existencial da qual se ocupa especialmente Heidegger em íntima relação com o dasein, sem relegá-la ou excluir a literatura a respeito. A questão central é a presença fenomenal do homem comum e do homem público como ser-no-mundo, na vida e em suas organizações. A literatura escolhida orienta a discussão para fundamentos fenomenológicos como presença, impermanência, abertura, velamento, poder ser, fuga, bem como para disposições e posturas como querer ter, querer ser, assumir-se, recorrendo a um embasamento teórico para essa primeira discussão que questiona, inicialmente e durante o artigo, implicações da angústia heideggeriana nas expectativas de cidadania. A reflexão final emerge em forma de questão em tom paradoxal que por si só é manifestação de angústia e exemplo de necessidade da seriedade do homem diante do público, em toda a sua extensão, porque a angústia existencial não se manifestou simplesmente velada, mas como uma falta.

Conceitos de filosofia na escola e no mundo e a formação do filósofo segundo I. Kant

Seneda,Marcos César
Fonte: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG Publicador: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
65.74%
Este texto pretende discutir, do ponto de vista kantiano, o que pode ser ensinado e o que pode ser aprendido em Filosofia. Seu objetivo é construir os argumentos hipotéticos de Kant em face do método estruturalista de leitura de textos filosóficos. Para circunscrever este tema, aparentemente muito amplo, tomaremos como fio condutor um célebre texto de aula de I. Kant, publicado por G. B. Jäsche sob o título Manual dos Cursos de Lógica Geral. Kant ministrou este curso por mais de quarenta anos, até o término de suas atividades docentes em 1797, e nele apresenta considerações bastante fecundas e atuais sobre o ensino da História da Filosofia e sobre a formação do filósofo. A partir da distinção entre conhecimento histórico e conhecimento racional, e da distinção entre o conceito de filosofia na escola e o conceito de filosofia no mundo (AK 9:24), procuraremos apresentar as contribuições kantianas que podem ainda ser consideradas pertinentes para se discutir o modo de ensinar Filosofia e a formação do filósofo.

A dupla estrutura do conhecimento: relação entre teoria e compreender prévio do ser-no-mundo em Martin Heidegger

Seibt, Cezar Luís
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
65.85%
O problema da presente tese é o conhecimento. Contrapõe à metafísica do conhecimento ou às Teorias do Conhecimento a alternativa da fenomenologia hermenêutica de Martin Heidegger. Iniciamos por apresentar alguns elementos fundamentais elaborados pela tradição na busca de solucionar o problema através das diversas teorias explicativas do conhecimento. Mostramos que a tradição metafísica parte da separação entre sujeito e objeto, pressupondo esses dois entes contrapostos que entram na relação cognoscitiva, enquanto o pensamento de Heidegger busca descrever fenomenologicamente o horizonte prévio, o solo fático, dentro do qual se desenvolvem as separações e possíveis teorias. Apresentamos, por isso, a dupla estrutura do conhecimento, sendo que o elemento primário e originário é o compreensivo ser-no-mundo do Dasein e todos os demais comportamentos são dele derivados. O problema mente e mundo, experiência interna e experiência externa, recorrentes e centrais no pensamento moderno são, a partir das contribuições de Heidegger, postos sob nova luz. Se a separação mente e mundo conduz à necessidade de elaboração de teorias para garantir a correspondência ou verdade entre o objeto e o que se diz dele, o conhecer visto a partir da fenomenologia (uma fenomenologia do conhecimento) retorna para a condição fática onde já sempre se está na abertura compreensiva do ser. Neste nível não é preciso justificar ou provar a veracidade...

O Mitsein e as perspectivas decisórias da autenticidade segundo a analítica existencial: ponderações ontológicas para além dos limites éticos e políticos do ser-com

Oliveira, Lauro Ericksen Cavalcanti de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Filosofia; Metafísica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Filosofia; Metafísica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.77%
The present work focuses in the question of being-wit-others (Mitsein) on Martin Heidegger s philosophy. To do so, it takes base on his pivotal scripts, such as Being and Time and Na Introduction to Philosophy, in which this theme is scrutinized. The development line adopted in this work consists in advancing the existential connection between the being-with-others question attained to Dasein s ontological relation in its terms of authenticity and inauthenticity. So on, it is necessary to comment é others philosophical elements that surround this alterity relationship, analyzing phenomenologically how being-in-the-world inflicts the Dasein in its deepest and more important choice aspects, which can direct Dasein to its authenticity or inauthenticity. Facing this decisory context, also shall be observed the way Dasein finds to share the truth in accordance with its interaction with others, and how this mode of being summarizes all ontological structure of man s comprehension. The truth works as an integrative element from which the Dasein cannot escape, being-with-others is an existential situation that Dasein is not able to stop itself from living (its life-in-progress). This work also contemplates the apparent contradiction of Dasein s been always unfolded in The They mode of being...

O mundo do ser-no-mundo

Sergio Pinto Bolliger
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2002 PT
Relevância na Pesquisa
65.85%
o objeto da dissertação é a concepção de Heidegger do mundo, no primeiro período de sua obra e, em especial, no tratado Ser e Tempo. É feita uma apresentação sistemática do conceito de mundo, desenvolvida a partir do pensamento de Heidegger acerca da transcendência. Inicialmente, mundo é determinado como horizonté unitário dos esquemas da temporalidade. Segue-se sua correspondente determinação como caráter do ser do Dasein e discussão do todo da significatividade como mundaneidade do mundo. Finalmente, o sentido ôntico do mundo do ser-no-mundo é examinado, enquanto expressão ôntica da mundaneidade, e discutido relativamente à determinação de mundos diversos; The research's subject is Heidegger's conception of the world, during the first period of his works and, specially in the treatise Being and Time. The concept is analysed starting from Heidegger's thoughts concerning transcendence. A systematic dissertation about the concept of world is developed under this transcendental perspective. It is initially stated as unitary horizon of the temporality schemes. Then, it is determined as a Dasein's being character and discussed the whole of significance as worldliness. Finally, the "ontic" sense of the world of the being-in-the-world is analysed as "ontic" expression of the worldliness...

Dasein – o entendimento de Heidegger sobre o modo de ser humano; Dasein, la concepción Heideggeriana sobre el modo de ser humano

Vial Roehe, Marcelo; Dutra, Elza
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 02/10/2013 SPA
Relevância na Pesquisa
55.88%
A obra Ser e Tempo do filósofo alemão Martin Heidegger é uma das influências fundamentais para o surgimento da psicologia fenomenológico-existencial. Nela, Heidegger utiliza o termo Dasein para nomear o modo de ser especificamente humano e questionar a tradição metafísica (ontológica) ocidental. O Dasein heideggeriano despertou o interesse da psicologia em função da renovada concepção de homem que apresentava. Para Heidegger, o Dasein é sempre relação com o próprio ser, cujas características são chamadas de existenciais. Em Ser e Tempo, o Dasein é descrito em sua cotidianidade como ser-no-mundo que existe já sempre se projetando em possibilidades de ser, as quais são constituintes do seu próprio ser. Sendo-no-mundo, o Dasein não se mostra como um sujeito individualizado que representa objetos mentalmente, ao contrário, perde-se na impessoalidade do mundo compartilhado com os outros e lida com o que está ao seu redor de modo prático. A individualização passa pela disposição afetiva fundamental, a angústia.; Ser y Tiempo, obra del filósofo alemán Martin Heidegger es una de las más importantes influencias para el desarrollo de la psicología fenomenológico-existencial. Dasein es el término que Heidegger adopta para indicar el modo de ser proprio del ser humano...

Finding Heidegger: what is being-in-the-world; Ao encontro de Heidegger: a noção de ser-no-mundo

Maman, Jeannette Antonios
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Direito Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Direito
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 POR
Relevância na Pesquisa
95.76%
This paper is a initiation into Phenomenological Reserch of Martin Heidegger and the study wich is Being-in-the-World for understanding law phenomenon.; Trata-se de esclarecer a noção de Ser-no-Mundo para melhor compreensão do fenômeno jurídico na linha de pesquisa da fenomenologia de Martin Heidegger.

A experiência de ser-no-mundo com um filho com síndrome de asperger

Ferreira, Joana Patrício
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
95.77%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; A experiência de ser-no-mundo com um filho com SA merece toda a atenção dada a escassez de estudos qualitativos na área. O entendimento de como é ser cuidadora, do impacto que tem o diagnóstico, das estratégias usadas, do suporte sentido e perspetivas de futuro, são aspetos interessantes de estudo. Este estudo foi composto por 4 estudos de casos, onde integraram quatro mães de crianças com SA em período escolar, utilizando o IPA (interpretative phenomenological analysis). Surgiu como estrutura invariante a escassa informação sobre SA, estratégias de enfrentamento do problema causando uma grande fonte de exaustão; valorização do suporte escolar; atitude mais paciente das cuidadoras face aos conjugues; desejo de normalização e preocupações a nível das relações interpessoais. A nível de variâncias nos casos foi notado quer suporte familiar, quer falta dele, contudo, no último caso, marcados sentimentos de tristeza e incompreensão; isolamento social por introjeção das características do filho num dos casos; e reinterpretação positiva do diagnóstico por uma das mães.; ABSTRACT: The experience of being-in-the-world with a child with AS deserves all the attention due to the scarcity of qualitative studies in the area. Understanding how to be caring...

Kant’s “Self” as a Being in the World

Faggion, Andrea; UEL / UEM
Fonte: SFL – Seminário Filosofia da Linguagem Publicador: SFL – Seminário Filosofia da Linguagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 22/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
65.65%
De acordo com Kant, o idealismo é um “escândalo da filosofia”. Ao contrário de Hume, Kant não se satisfaz em notar que seres humanos não são capazes de abandonar suas crenças em coisas externas na vida prática. Kant pretende oferecer uma prova satisfatória da existência de coisas externas. Neste artigo, eu argumento que a prova definitiva da existência de coisas externas que Kant tem a oferecer está fundamentalmente conectada à sua nova concepção do eu empírico como um ser no mundo (Weltwesen), uma concepção que emerge na segunda edição da primeira Crítica e é completamente articulada nas Reflexões de 1788 em diante. Para mostrar isso, eu analiso a Refutação do Idealismo na Crítica ao Quarto Paralogismo da Psicologia Transcendental, a teoria kantiana da cognição de existências por inferência, a teoria crítica do “objeto” e a Refutação do Idealismo de 1787 em diante. Abstract According to Kant, idealism is a “scandal of philosophy”. Unlike Hume, Kant is not satisfied to point out that human beings are not capable of abandoning their belief in outer things in practical life. Kant aims to offer a satisfactory proof of the existence of outer things. My claim in this paper is that Kant’s definitive proof of the existence of outer things is fundamentally connected to his new conception of the empirical self as a being in the world (Weltwesen)...

UNDERSTANDING THE FEAR OF BEING IN THE WORLD IN THE LAST TRIMESTER OF A LOW-RISK PREGNANCY; COMPREENDENDO O TEMOR DO SER-NO-MUNDO-GESTANTE-DE-BAIXO-RISCO-NO-ÚLTIMO-TRIMESTRE-GESTACIONAL

Mesquita, Amanda de Araujo; Dias, Midian Oliveira; Almeida, Inez Silva de; Zveiter, Marcele
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; artigo original; pesquisa qualitativa Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 17/11/2015 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
65.79%
The aim of this study was to understand the meaning of being-in-the-world-in-the-last-trimester-of-a-low-risk-pregnancy. This article is a qualitative study excerpt, which has Martin Heidegger’s phenomenology as methodological basis.Interviews were conducted with 10 low-risk pregnant women in their last trimester, residents in the cities of Rio de Janeiro and Nova Iguaçu (Rio de Janeiro, Brazil), in the period of May to June, 2014.The results revealed that pregnant women want natural childbirth. They fear contractions, pain and time of labor, but women consider themselves prepared to go through these.In conclusion, the being-in-the-world-in-the-last-trimester-of-a-low-risk-pregnancy fears the delivery, fears for the baby’s life and worries about postpartum.Thus, the nurse has an important role in prenatal, directing and solving doubts during consultations so that the delivery is a less apprehensive moment.; Neste estudo objetivou-se compreender o significado de ser-no-mundo-gestante-de-baixo-risco-no-último-trimestre-gestacional. O presente artigo é um recorte de pesquisa qualitativa que possui como base metodológica a fenomenologia segundo Martin Heidegger. Realizou-se entrevistas com 10 gestantes de baixo risco no último trimestre gestacional...

Confirmatory factorial validity and reliability of the Global Belief in a Just World Scale – GJWS; Validade fatorial confirmatória e consistência interna da Escala Global de Crenças no Mundo Justo – GJWS

Gouveia, Valdiney V.; Universidade Federal da Paraíba; Pimentel, Carlos Eduardo; Universidade de Brasília; Coelho, Jorge Artur Peçanha de Miranda; Universidade Federal de Alagoas; Maynart, Viviane Andrade Prado; Universidade Tiradentes; Mendonça, Tama
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2010 POR
Relevância na Pesquisa
65.8%
The belief in a just world is an essential construct for justice from a psychosocial perspective. However, only a few researchers in Brazilian psychology have being interested on this theme. In order to contribute to this subject, this study aimed at knowing the validity and reliability of the Global Belief in a Just World Scale (GJWS), and to verify the importance of gender, age, course, grade level, religiosity degree, marital status and income to account for its scores. This measure presented originally good psychometric properties, besides being of simple and rapid administration. Participants were 254 undergraduate students of a private university from Aracaju (Sergipe), with mean age of 21.8 years (sd = 6.34), most of them female, single, middle-class, attending the courses of Law and Psychology. They filled the GJWS – a unifactor brief measure, composed by seven items that assess the beliefs in a just world, rated on a 6-point Likert scale, ranging from 1 = Strongl disagree to 6 = Strongly agree. The main results showed that the GJWS is a valid and reliable instrument, and can be used in studies on this theme. The demographic variables didn’t show the expected importance though. Finally, the limitations of the current research and directions for future studies are discussed.   Keywords: validity; reliability; belief in a just world; justice.; A crença no mundo justo é um construto fundamental para a justiça desde uma perspectiva psicossocial. No entanto...

Um Estudo dos Fatores Promotores de Mudanças no Mundo do Trabalho nos Projetos Pedagógicos do Curso de Graduação em Administração; Um Estudo dos Fatores Promotores de Mudanças no Mundo do Trabalho nos Projetos Pedagógicos do Curso de Graduação em Administração

Shinzaki, Keiko; Sachuk, Maria Iolanda
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais - Departamento de Ciências Contábeis Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais - Departamento de Ciências Contábeis
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; ; Formato: application/pdf
Publicado em 11/05/2009 POR
Relevância na Pesquisa
65.75%
    One of the main indicators of the administration professional formation is the political pedagogical projects from the administration graduation course. These projects need to be in agreement with a new world view, in order to assure a global and critical formation to those who are involved in this process, as a way of qualifying them to exercise their citizenship, professional formation and complete personal development. Therefore, there is a great importance in this study, which focused on finding an answer to the question: do the pedagogical projects of administration graduation courses, effective on Paraná´s Colleges, fulfill the requirements demanded by the changes in the work world through the last decades?" So, an exploratory-descriptive and documentary research, of transversal cut, qualitative and hermeneutic, was conducted to detect the significant changes in the work world and their consequences on college education, focusing the administration graduation course. The general purpose of this study was to analyze the pedagogical projects of administration courses, related to the changes in the work world, from three institutions of college education: one federal, one state, and one private institution.;     Os projetos político-pedagógicos dos cursos de graduação em administração podem ser considerados como um dos principais indicadores para a formação do profissional em administração...

Hume e as bases científicas da tese de que não há acaso no mundo; Hume e as bases científicas da tese de que não há acaso no mundo

Chibeni, Silvio Seno; Departamento de Filosofia, Unicamp BRASIL chibeni@unicamp.br www.unicamp.br/_chibeni
Fonte: Federal University of Santa Catarina – UFSC Publicador: Federal University of Santa Catarina – UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2013 POR
Relevância na Pesquisa
65.71%
http://dx.doi.org/10.5007/1808-1711.2012v16n2p229 Tanto no Tratado da Natureza Humana como na Investigação sobre o Entendimento Humano, Hume mostra-se convencido de que “não há acaso no mundo”, e que “aquilo que o vulgo chama de acaso não passa de uma causa secreta e escondida”. Essa tese desempenha papel crucial em sua análise do livre-arbítrio e, conseguintemente, da responsabilidade moral; é também um elemento importante em sua discussão sobre os milagres. No entanto, o próprio Hume ofereceu, no Tratado, um argumento convincente para mostrar que o princípio de causalidade, segundo o qual tudo o que começa a existir tem uma causa, não pode ser conhecido a priori, por intuição ou demonstração. Logo, essa “opinião tem necessariamente de provir da observação e experiência”. O presente trabalho examina essa tese, mostrando, inicialmente, qual era a proposta de Hume para fundar na experiência o princípio de causalidade, e depois qual, de fato, teria sido o mais robusto fundamento para esse princípio: a mecânica newtoniana. Explica-se, por fim, como esse fundamento empírico indireto e o próprio argumento de Hume foram solapados pela física quântica, no século XX.; http://dx.doi.org/10.5007/1808-1711.2012v16n2p229 Both in the Treatise of Human Nature and in the Enquiry concerning Human Understanding...

AS INSUFICIÊNCIAS NA ANALÍTICA EXISTENCIAL E OS POSICIONAMENTOS HEIDEGGERIANOS SOBRE A QUESTÃO DO CORPO

da Silva Albuquerque, José Fábio
Fonte: Universidade Federal da Paraíba -UFPB Publicador: Universidade Federal da Paraíba -UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 22/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
65.72%
A Fenomenologia de Martin Heidegger difere da husserliana, em um dos seus pontos capitais, pelo fato de tomar a investigação da subjetividade através do seu âmbito mais imediato e próprio: a cotidianidade. Isso coloca o pensamento heideggeriano num caminho alternativo à Filosofia Moderna, instaurada por Descartes e que, predominantemente, tomou o sujeito como uma instância de cunho fundamentalmente anímico-cognoscitivo. A consequência disso é que a subjetividade heideggeriana constitui-se enquanto ser-no-mundo (In-der-Welt-Sein). Partindo dessa perspectiva, o presente artigo trata de três momentos distintos, todavia intercalados. O primeiro é apresentar critérios a partir dos quais o horizonte do corpo é avaliado como um aspecto de clara relevância fenomenológica para a apreensão do fenômeno da existência enquanto intencionalidade. O segundo é mostrar em que momentos a analítica existencial “reclama” uma fenomenologia da corporalidade e, por último, averiguar se há a possibilidade de, a despeito do silêncio existente em Ser e Tempo sobre o tema do corpo no modo-de-ser do Dasein ­– e até mesmo a falta de uma obra que tome essa questão em primeiro plano –, encontrar elementos no pensamento heideggeriano que sustentem um posicionamento consistente sobre o corpo. [doi:http://dx.doi.org/10.7443/problemata.v5i2.22178]

O CONHECIMENTO COMO MODO DE SER DO SER HUMANO NA FENOMENOLOGIA HERMENÊUTICA

Seibt, Cezar Luis
Fonte: Universidade Federal da Paraíba -UFPB Publicador: Universidade Federal da Paraíba -UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Pesquisa Bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
75.71%
As reflexões sobre a natureza do conhecimento conduzem, na tradição, a dicotomias, tais como a separação entre o sujeito e objeto, que exigem uma teoria que reaproxime os dois elementos. As teorias do conhecimento são elaborações que procuram fundar e justificar essa relação. Buscamos mostrar que Heidegger, com a sua fenomenologia hermenêutica, na insistência em torno da faticidade e do ser-no-mundo, apresenta uma forma de entender o fenômeno do conhecimento a partir do reconhecimento da condição originária do ser humano, da sua finitude. Neste pensamento dá-se a superação da dicotomia e da exigência de sempre novas fundamentações exteriores ao próprio fenômeno. [doi:http://dx.doi.org/10.7443/problemata.v5i2.20671]

A relação psicoterapêutica na abordagem fenomenológico-existencial

Lessa,Adir Machado; Novaes De Sá,Roberto
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2006 PT
Relevância na Pesquisa
65.68%
Este artigo mostra como, desde sua emergência histórica, a psicoterapia de base fenomenológico-existencial tem como preocupação central a compreensão da existência concreta, em oposição as explicações teóricas abstratas de inspiração científico natural. Como conseqüência, a relação terapêutica jamais se reduz a um encontro técnico entre especialista e cliente, enquanto subjetividades isoladas, mas deve ser vista como a dimensão mais essencial da clínica e elaborada tematicamente como um modo específico de encontro existencial, fundado, enquanto possibilidade ôntica, na estrutura existencial-ontológica denominada por Heidegger como "ser-no-mundo-com-o-outro".