Página 1 dos resultados de 4317 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Análise de imagens na avaliação de danos mecânicos e causados por percevejos em semente de feijão; Image analysis to evaluate mechanical and chinch bug damage in common bean seeds

FORTI, Victor Augusto; CICERO, Silvio Moure; PINTO, Tais Leite Ferreira
Fonte: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes Publicador: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
A possibilidade da utilização da técnica de análise de imagens, para a determinação de danos em semente, é promissora. É um método de precisão, onde a semente é examinada individualmente em imagens capazes de indicar, com detalhes, a área danificada, a localização e a extensão dos danos. Assim, o presente trabalho teve o objetivo de avaliar a eficiência da utilização da técnica de análise de imagens (raios X) na identificação de danos mecânicos e causados por percevejos em semente de feijão e sua relação com a qualidade fisiológica. Os tratamentos foram constituídos por semente de cinco lotes de feijão, cultivar Pérola. Cada lote foi submetido à ação do "BC Impact Simulator, Model 2000", objetivando causar diferentes tipos e intensidades de danos mecânicos. As amostras foram submetidas ao teste de raios X e ao teste de primeira contagem de germinação, a fim de determinar as possíveis relações de causa e efeito entre os danos e a germinação. Paralelamente, foi realizado o teste de tetrazólio, visando comparação com o teste de raios X. Para a análise interpretativa do teste de raios X, foram consideradas a severidade e a localização dos danos mecânicos e dos causados por percevejos. O teste de raios X é eficiente na detecção de danos mecânicos e causados por percevejos em semente de feijão...

Detecção e transmissão planta-semente de Colletotrichum gossypii South var. cephalosporioides Costa: efeito de níveis de incidência na semente e do controle químico da parte aérea sobre o progresso da ramulose do algodoeiro; Detection and transmission plant to seeds of Colletotrichum gossypii South var. cephalosporioides Costa. Effect of incidence levels in the seeds and the chemical control of the canopy on the progress of ramulosis of cotton

Araújo, Alderí Emídio de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.97%
A ramulose, causada por Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides, é uma das mais importantes doenças do algodoeiro no Brasil. O fungo é transportado e transmitido pela semente, que se constitui fonte de inóculo inicial. Os objetivos do presente trabalho foram i) estudar o efeito de inibidores de germinação sobre a germinação, comprimento da radícula e incidência do patógeno nas sementes; ii) avaliar o efeito de níveis de incidência na semente e do controle químico da parte aérea sobre o progresso da ramulose; iii) estudar a transmissão do patógeno planta-semente em função da incidência da doença. Com base nos resultados observou-se que os solutos Manitol e NaCl no potencial osmótico de -0,8 MPa reduziram a germinação, o comprimento da radícula e não interferiram na detecção do patógeno. A área abaixo da curva de progresso da incidência e severidade da ramulose foi maior, quanto maior foi o nível de incidência nas sementes, independente do número de pulverizações no ano de 2006. No ano de 2007, a área abaixo da curva de progresso da ramulose foi dependente do número de pulverizações, sendo maior, quanto maior foi o nível de incidência nas sementes, mas sendo reduzida de acordo com o número crescente de pulverizações. Não houve efeito da quantidade de doença sobre a produção nos anos estudados...

Influência da cultivar e do tipo de agricultura na concentração de compostos antioxidantes em óleos de semente de uva

Chinazzo, Ícaro Raymundo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.97%
Diversas são as pesquisas que estudaram a composição e a qualidade nutricional dos rejeitos oriundos das indústrias de vinho e suco de uva. Na semente de uva pode-se encontrar uma grande quantidade de compostos fenólicos, e especificamente, teores significativos de vitamina E, trans-resveratrol e catequinas, porém esses valores variam conforme a cultivar da uva. Atualmente, o consumo de alimentos orgânicos vem aumentando no Brasil, e uma das razões para essa maior demanda são as alegações de tais alimentos serem mais saudáveis. Na literatura, pode-se encontrar uma série de pesquisas que alegam que o tipo de agricultura está diretamente ligada a constituição do alimento. Contudo esse trabalho teve como objetivo realizar a extração do óleo das sementes de rejeito a fim de quantificar e comparar as características físico-químicas e concentrações de antioxidantes (vitamina E, catequinas, trans-resveratrol e compostos fenólicos totais) existentes nos seguintes óleos: óleo de semente de uva convencional da cultivar Isabel (IC), óleo de semente de uva orgânica da cultivar Isabel (IO) e óleo de semente de uva orgânica da cultivar Bordo (BO). As análises físico-químicas indicaram um elevado teor de peróxidos nas amostras...

Adequação de metodologia alternativa para o teste de frio em semente de soja

Vieira, Bruno Guilherme Torres Licursi
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: x, 36 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia - FCAV; O teste de frio tem sido usado principalmente na avaliação do vigor de semente de milho. Porém, seu uso para outras espécies como feijão, soja, algodão e ervilha têm aumentado em todo o mundo. O presente trabalho teve por objetivo adequar metodologia alternativa do teste de frio para avaliação do vigor de semente de soja por meio de uma fonte uniforme de tratamento térmico que é a coluna de água resfriada. Foram utilizados seis lotes comerciais da cultivar BRS 133, com potenciais fisiológicos distintos. A qualidade fisiológica dos lotes de sementes foi avaliada por meio dos testes de: germinação em papel e areia, tetrazólio, envelhecimento acelerado, condutividade elétrica, emergência de plântulas em campo e sanidade e também determinado o teor de água dos mesmos. Para composição dos diferentes procedimentos do teste de frio foram utilizadas temperaturas de 10 e 15° C, tempo de permanência no frio por cinco dias, tratamento químico da semente e quatro procedimentos: caixa com terra, rolo de papel com terra, rolo de papel sem terra e metodologia alternativa, rolo de papel sem terra sob água refrigerada. Os diferentes procedimentos para condução do teste frio apresentaram coeficientes de variação muito próximos...

Descompactação do solo, preparação da cama da semente e enterramento de resíduos

Barros, José; Calado, José
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
Além do controlo de infestantes, também a descompactação do solo, a preparação da cama da semente e o enterramento de resíduos, adubos e correctivos fazem parte dos objectivos a atingir com a mobilização do solo. A compactação poderá ser devida às próprias características físicas do solo como sucede nos solos mediterrânicos, cartografados como Pm, Pmg, Pgn, Vm, etc., ou ser resultado da passagem de alfaias pesadas como a charrua de aivecas e a grade de discos que compactam o solo quando este se encontra no estado plástico. Também a fresa é uma alfaia, que devido ao seu sistema de facas, compacta o solo e até mais à superfície que as duas alfaiais anteriormente mencionadas. A compactação física nos horizontes B dos solos mediterrânicos é resultado da predominância de minerais de argila pouco expansíveis nesses horizontes, como sejam a caulinite que é um mineral de argila tipo 1:1 e portanto pouco expansível e, a ilite que apesar de ser um mineral de argila tipo 2:1 é igualmente pouco expansível. Estes minerais conferem a esse horizonte baixa porosidade biológica, com consequência no crescimento das raízes das culturas e na infiltração da água. Assim, as culturas têm grandes dificuldades em explorar um maior volume de solo o que se reflecte na absorção de água e nutrientes com consequência na redução da produção. Por outro lado...

Análise de imagens na avaliação de danos mecânicos e causados por percevejos em semente de feijão

Forti,Victor Augusto; Cicero,Silvio Moure; Pinto,Tais Leite Ferreira
Fonte: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes Publicador: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
A possibilidade da utilização da técnica de análise de imagens, para a determinação de danos em semente, é promissora. É um método de precisão, onde a semente é examinada individualmente em imagens capazes de indicar, com detalhes, a área danificada, a localização e a extensão dos danos. Assim, o presente trabalho teve o objetivo de avaliar a eficiência da utilização da técnica de análise de imagens (raios X) na identificação de danos mecânicos e causados por percevejos em semente de feijão e sua relação com a qualidade fisiológica. Os tratamentos foram constituídos por semente de cinco lotes de feijão, cultivar Pérola. Cada lote foi submetido à ação do "BC Impact Simulator, Model 2000", objetivando causar diferentes tipos e intensidades de danos mecânicos. As amostras foram submetidas ao teste de raios X e ao teste de primeira contagem de germinação, a fim de determinar as possíveis relações de causa e efeito entre os danos e a germinação. Paralelamente, foi realizado o teste de tetrazólio, visando comparação com o teste de raios X. Para a análise interpretativa do teste de raios X, foram consideradas a severidade e a localização dos danos mecânicos e dos causados por percevejos. O teste de raios X é eficiente na detecção de danos mecânicos e causados por percevejos em semente de feijão...

Tecnologia alternativa para produção de túberas-semente de inhame e seus reflexos na produtividade

Oliveira,Ademar P de; Silva,Damiana F da; Silva,Jandiê A da; Oliveira,Arnaldo Nonato P de; Santos,Rodolfo R; Silva,Natália V da; Oliveira,Francisca Joseanny M e
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
O trabalho teve como objetivo avaliar a produção de túberas-semente de inhame pelo sistema de plantio adensado de porções de túberas-semente e seus efeitos na produtividade. O trabalho foi conduzido na UFPB, em Areia (PB). Inicialmente, foram produzidas túberas-semente de inhame por meio do plantio de pedaços das mesmas com pesos de 25, 50, 75, 100, 125, 150, 175 e 200 g, espaçados de 20 x 20 cm. As túberas-semente produzidas apresentaram pesos médias de 108, 133, 157, 181, 205, 229, 253 e 277 g, as quais foram plantadas para avaliação da produtividade de túberas. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com oito tratamentos e quatro repetições. Foram avaliados o peso médio e a produção de túberas-semente e as produtividades total e comercial. A produção e peso médio de túberas-semente aumentaram linearmente com o aumento do peso dos pedaços de túberas-semente plantados, com valores máximos de 277 e 4.170 g, respectivamente, obtidos com o pedaço de 200 g de túberas-semente. A produtividade média total foi de 13,6 t ha-1, em função dos pesos de túberas-semente. A produtividade de túberas comerciais foi de 10,8 t ha-1, obtida com túberas-semente com peso médio de 181 g, representando uma economia de 34% na quantidade de túberas-semente necessária para a implantação de um hectare do inhame.

Desempenho fisiológico de semente de soja em função do volume de calda no seu tratamento.

KRZYZANOWSKI, F. C.; HENNING, A. A.; FRANÇA-NETO, J. B.; LORINI, I.
Fonte: Informativo ABRATES, Londrina, v. 21, n. 2, ago. 2011. CD-ROM. Edição dos Anais do XVII Congresso Brasileiro de Sementes., Natal, ago. 2011. Publicador: Informativo ABRATES, Londrina, v. 21, n. 2, ago. 2011. CD-ROM. Edição dos Anais do XVII Congresso Brasileiro de Sementes., Natal, ago. 2011.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.11%
O objetivo deste trabalho foi avaliar os possíveis efeitos do tratamento de semente de soja com vários produtos e volumes de calda acima do indicado sobre sua qualidade fisiológica. Sementes de soja da cultivar BRS 282, oriundas de dois lotes de sementes comerciais com qualidade fisiológica (germinação 96% e vigor 90%), e (germinação 71% e vigor 61%), foram avaliadas quanto aos tratamentos: 1) testemunha; 2) fungicida (carbendazin + thiram na dose de 200 mL do produto comercial (p.c.) / 100 kg) + micronutrientes (CoMo na dose de 240 mL p.c. / 100 kg ) + inseticida 1(imidacloprido + tiodicarbe na dose de 300 mL / 100 kg ) + inoculante (via líquida na dose de 300 mL p.c./ 100 kg), volume de calda de 1.130 mL / 100 kg. de semente, 3) fungicida + micronutrientes + inseticida 2 (fipronil na dose de 200 mL p.c. / 100 kg ) + inoculante, volume de calda de 1.030 mL / 100 kg. de semente e 4) fungicida + inoculante, volume de calda de 500 mL / 100 kg. de semente. A avaliação das qualidades física e fisiológica da semente foi efetuada pelos testes de tetrazólio, para a seleção dos lotes de semente dos dois níveis de qualidade, de determinação do grau de umidade da semente, de germinação, de emergência em areia e emergência de campo. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso em esquema fatorial com quatro repetições. A análise da variância foi efetuada pelo programa SASM. No nível de vigor médio houve efeito do volume de calda com relação aos três parâmetros avaliados. Conclui-se que para lotes de sementes de vigor médio existe efeito negativo do volume alto de calda sobre o desempenho fisiológico da semente de soja.; 2011

Eficiência de bio e imunoensaio para detecção de semente de soja geneticamente modificada tolerante ao glifosato em lotes de sementes de soja não transgênica.

PADUA, G. P.; JESUS, A. M. S.; FRONZA, V.; ARANTES, N. E.; ZITO, R. K.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SOJA, 6., 2012, Cuiabá. Soja: integração nacional e desenvolvimento sustentável: anais. Brasília, DF: Embrapa, 2012. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SOJA, 6., 2012, Cuiabá. Soja: integração nacional e desenvolvimento sustentável: anais. Brasília, DF: Embrapa, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; 4 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.02%
A produção de semente de soja livre de sementes de outras cultivares ou outras sementes, dentro dos limites estabelecidos pela legislação, é facilitada pelo fato da soja ser espécie autógama. No caso específico das cultivares geneticamente modificadas (GM), a baixa taxa de fecundação cruzada que ainda pode existir é um dos pontos críticos de contaminação genética dos campos de sementes convencionais por transgênicos. O objetivo deste trabalho foi verificar a eficiência de dois métodos de detecção de misturas de semente GM em amostras de soja convencional, para avaliar lotes de sementes quanto aos limites exigidos pela legislação. Foram utilizadas amostras de semente da cultivar BRSMG 810C (convencional) e da cultivar BRSMG 850GRR. Foram avaliados dois tamanhos de amostras (200 e 400 sementes), com quatro níveis de contaminação (semente GM adicionada às amostras convencionais, para se obter 0%, 0,5%, 1% e 1,5%), e dois métodos de detecção: imunoensaio de fluxo lateral e bioensaio (pré-embebição em solução de herbicida a 0,6% do equivalente ácido, na proporção de 2,5 vezes o peso do substrato, por 16 horas no escuro a 25oC). O método de bioensaio é eficiente na detecção da presença de GM em amostras de semente convencional de soja...

Controle genético de alguns caracteres relacionados a cor da semente de feijão no cruzamento Rosinha x Esal 693.

BALDONI, A. B.; TEIXEIRA, F. F.; SANTOS, J. B. dos.
Fonte: Acta Scientiarum, Maringá, v. 24, n. 5, p. 1427-1431, 2002. Publicador: Acta Scientiarum, Maringá, v. 24, n. 5, p. 1427-1431, 2002.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.02%
A cor da semente do feijão, Phaseolus vulgaris L. (Leguminosae-Faboideae), é de grande importância para o consumo no Brasil, por isso, o conhecimento do seu controle genético, em um cruzamento particular, orienta no dimensionamento da população segregante para a seleção do fenótipo de interesse. Então, objetivou-se determinar o controle genético de alguns caracteres relacionados à cor da semente, a partir do cruzamento Rosinha x ESAL 693 (tipo carioca) e prever as chances de seleção dos fenótipos semelhantes aos das cultivares Carioca e Rosinha. Foram avaliadas as cores de fundo e a presença/ausência de listras e halos nas sementes produzidas em plantas F2 e em plantas das famílias F2:3. Constatou-se apenas um gene responsável pela ocorrência de listras na semente e outro pela cor bege clara ou escura de fundo da semente tipo carioca. Para os caracteres presença ou ausência de halo e tipo de semente igual ou diferente da cultivar Rosinha, foram identificados dois genes em cada caso. Excetuando-se a presença de listra, certamente estão também envolvidos genes modificadores no controle dos demais caracteres. Considerando todos os caracteres, esperam-se 11,26% das plantas F2 produzindo sementes do tipo carioca ideal e 12...

Classificação por densidade da semente de soja e sua qualidade fisiológica.

FRANÇA-NETO, J. B.; KRZYZANOWSKI, F. C.; COSTA, O.; COSTA, N. P. da; HENNING, A. A.
Fonte: Informativo ABRATES, Pelotas, v. 16, n.1/3, p. 22, mar. 2006. Publicador: Informativo ABRATES, Pelotas, v. 16, n.1/3, p. 22, mar. 2006.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.02%
A mesa de gravidade, também conhecida como mesa dessimétrica, é amplamente utilizada no beneficiamento de sementes de soja no Brasil. Entretanto, são poucos os trabalhos de pesquisa que estudaram em detalhes a eficiência desse equipamento. O objetivo do presente estudo foi avaliar a contribuição da classificação da semente de soja por densidade sobre a sua qualidade fisiológica. Sementes da cultivar MT/BR 53 (Tucano), após limpeza e classificação por tamanho, foram selecionadas por densidade pela mesa de gravidade (CASP S 120). Amostras de semente foram coletadas de 10 em 10 cm ao longo da descarga, em duas máquinas, perfazendo 12 tratamentos com quatro repetições. Avaliaram-se a densidade, em kg/m³, e a qualidade fisiológica da semente, através do teste de tetrazó1io (TZ). A densidade variou de 774,5 kg/m³, na bica de descarte, a 811,1 kg/m³, na parte mais alta da descarga. A TZ-viabilidade variou de 54,0% a 90,1%, tendo estabilizado a partir dos 70 cm, em relação a bica de descarte. O TZ-vigor variou de 50,0% a 89,3%, estabilizando a partir dos 40 cm da bica de descarte. O índice total de danos mecânicos determinados, pelo TZ variou de 51,9% a 16,6%, estabilizando a partir dos 40 cm da bica de descarte. Os danos mecânicos sérios (6-8) variaram de 45...

O teste de deterioracao controlada para avaliacao da qualidade fisiologica da semente de soja.

KRZYZANOWSKI, F. C.; WEST, S.H.; FRANÇA-NETO, J. B.
Fonte: Informativo ABRATES, Londrina, v.11, n.2, p.185, set. 2001. Numero especial, ref. 277. Publicador: Informativo ABRATES, Londrina, v.11, n.2, p.185, set. 2001. Numero especial, ref. 277.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.06%
RESUMO - O ajuste do teste de deterioração controlada para semente de soja é fundamental para apoiar o programa de melhoramento para qualidade de semente. A metodologia alvo de estudo permite expor individualmente a semente de soja a um estresse uniforme, o que assegura uma mesma taxa de deterioração para cada semente. Neste novo procedi­ mento, a água é usada como meio para transferir calor, ao invés do ar utilizado na metodologia anterior. Na deterioração controlada, o grau de umidade da semente é ajustado previamente, possibilitando um nível uniforme de estresse em todas as sementes, ao contrário do que ocorre na metodologia de envelhecimento acelerado, onde o grau de umidade das sementes aumenta descontroladamente, entre as mesmas, durante o teste, até atingirem o ponto de equilíbrio. Isso possibilita que diferentes sementes atinjam primeiro o ponto de equilíbrio e, portanto, sejam submetidas a um estresse mais rigoroso do que as que atingem esse ponto mais tardiamente . Estudos foram conduzidos testando vários graus de umidade na semente, as quais, após o equilíbrio na temperatura de 10ºC, por 12 horas, foram embaladas em sacos plásticos selados e submetidos ao tratamento térmico em banho maria na temperatura de 42º C por 48 horas. Os melhores resultados foram observados com as sementes no grau de umidade de 23%...

Tratamento de semente de milho com suspensão concentrada à base de zinco; Seed treatment of maize with concentrated suspension based on zinc

Bonotto, Ivan
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.06%
As perspectivas para a cultura do milho são muito animadoras, em vista das necessidades mundiais para a alimentação humana, animal, e mais recentemente, por energia limpa. O Brasil situa-se entre os três maiores produtores, junto dos EUA e China e embora em terceiro lugar na produção do cereal, possui alto potencial para o crescimento na produção, onde podemos citar as seguintes vantagens, como: Área agricultável, água disponível, possibilidade de produzir duas culturas anuais, institutos de pesquisa, etc. Contudo, estima-se que cerca de 170 milhões de ha de solos, sob vegetação de cerrado do Brasil central, sejam deficientes em zinco.Em trabalhos revisados para varias culturas, incluindo o milho, observase o grande numero de informações com aplicações de micronutrientes via solo, foliar e em tratamento de sementes, utilizando várias fontes como: sais, óxidos, e etc, com resultados positivos em produtividades.Assim, o trabalho tem o objetivo de estudar o comportamento da cultura de milho à aplicação de zinco no tratamento de semente, com zinco com produto em suspensão concentrada a base de oxido de zinco. O experimento foi realizado em casa de vegetação da Universidade Federal de Uberlândia (MG). O delineamento experimental adotado foi inteiramente casualizado...

Produ????o de semente de soja na regi??o de Alto Gra??as - MT; Soybean seed production in the Alto Gar??as - MT

GOULART, Daniel de Brito
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia de Sementes; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia de Sementes; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.06%
The aim of efficiency in the production and commercialization of soybean seed is what keeps a company in the competitive seed market. The crop of a harvest was planned two years before, when the seed fields were installed. So, the planning of the whole process of seed production, from the installation of the fields, going through the crop production, processing, storage and commercialization, until the final result, that it is the crop of the grains originated from these commercial seeds, all those are part of the sophisticated system of seed production, where the efficiency aim in all of the processes determines the profitability and the permanence of the company in business. This way the aim of the present study was to analyze the indexes of efficiency in production and commercialization of soybean seed at Sementes Arco-??ris company, located in the district of Alto Gar??as -MT. The variables used were utilization of fields, moisture at harvesting, physiologic quality during the storage, approval of lots for the commercialization and commercialization efficiency. The results showed that: 1- The good utilization of fields is variable according to cultivar and crop year, obtaining an average of 32.9%; 2- Seed drying is necessary for most of the production...

Avaliação da composição química da semente de abóbora (Cucurbita pepo) e do efeito do seu consumo sobre o dano oxidativo hepático de ratos (Rattus novergicus)

Sant'Anna, Lina Cláudia
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 68 f.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Nutrição.; Tem sido demonstrado que o consumo de sementes ricas em vitamina E, onde o a-tocoferol é o isômero predominante, reduz a oxidação de lipídeos e aumenta os níveis de vitamina E plasmática em alguns órgãos, prevenindo, assim, doenças relacionadas ao estresse oxidativo. A semente de abóbora (Cucurbita pepo) é rica em vitamina E, principalmente, o isômero ?-tocoferol, proteínas, lipídeos e fibras insolúveis. O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição química da semente de abóbora de uma partida cultivada em Santo Amaro da Imperatriz- SC e observar o efeito do seu consumo sobre os danos oxidativos hepáticos em ratos (Rattus novergicus). A semente de abóbora foi avaliada em relação à sua composição centesimal, conteúdo de vitamina E, fibra alimentar e composição de ácidos graxos. Para verificar o efeito do consumo da semente de abóbora foi realizado um ensaio biológico com duração de 42 dias utilizando-se ratos adultos, machos, da linhagem Wistar, distribuídos em 3 grupos: GC (grupo controle AIN93-M); GSA (grupo semente de abóbora que recebeu como fonte de vitamina E apenas a semente) e GCS (grupo controle da semente que recebeu maior quantidade de lipídeos e fibras...

Equação de viabilidade para determinar a longevidade de semente de trigo tratada e não tratada com fungicidas em armazenamento convencional.

ANDREOLI, C.; MARCONDES, M. C.; MIGLIORANZA, E.
Fonte: Informativo ABRATES, Pelotas, v. 15, n. 1/3, p. 66, ago. 2005. Ref. 51. Publicador: Informativo ABRATES, Pelotas, v. 15, n. 1/3, p. 66, ago. 2005. Ref. 51.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.11%
O objetivo deste trabalho foi aplicar a equação simplificada de viabilidade desenvolvida por Andreoli (1998) para determinar as taxas de deterioração e a longevidade da semente de trigo tratada com fungicida e não tratada, das cultivares BRS 208 e CD 104, em condições de armazenamento convencional (desprovido de controle de temperatura e umidade), nos municípios de Mauá da Serra, PR e Londrina, PR. A equação simplificada é explicada pelo modelo Vp = Vi - (tgß).p, em que Vp é a viabilidade em 'probit' no período p, Vi é a germinação inicial do lote e tgß é a taxa de deterioração da semente para cada cultivar. Os lotes de semente escolhidos ao acaso foram divididos em quatro partes, sendo a metade tratada com fungicida Carboxim + Thiram, embalados em sacaria de polipropileno trançado e armazenados por 300 dias em armazéns convencionais, nos dois municípios. Os dados de germinação foram transformados em 'probit' e a declividade da reta (tgß) foi calculada entre O e 30 dias. Os lotes tratados, da cultivar BRS 208, armazenados em Londrina, tiveram o coeficiente (tgß) variando de 0,8 x 10-3 a 1,3 x 10-3 , não diferenciando de Mauá da Serra, 0,9 x 10-3. A taxa de deterioração para a semente tratada da cultivar CD 104 foi de 1...

Deterioracao controlada da semente de soja na planta e suas implicacoes quanto ao mecanismo de qualidade no aspecto sanitario.

KRZYZANOWSKI, F. C.; HENNING, A. A.; FRANÇA-NETO, J. B.
Fonte: Informativo ABRATES, Londrina, v.3, n.3, p.102, jun. 1993. Publicador: Informativo ABRATES, Londrina, v.3, n.3, p.102, jun. 1993.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.11%
- Com base nas informações obtidas em experimentos conduzidos a campo , propos-se a continuação dos estudos em casa de vegetação, visando estabelecer uma metodologia reprodutível de deterioração da semente em desenvolvimento na planta, com vistas a assegurar um nível de estresse que ocorre naturalmente nos anos em que há chuvas e temperaturas elevadas na fase de maturação da semente de soja de R7 para R8. Quatro cultivares de soja (Davis, IAS-5, FT-2 e FT-1O) e uma linhagem (BR83-147) , foram semeadas em vasos em casa de vegetação . O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com quatro repetições, sendo que se adotou o número de 1O vasos por repetição por genótipo , para o tratamento de deterioração e 1O vasos por genótipo para testemunha . O procedimento de deterioração c_onstituiu-s e de chuvas artificiais , produzidas através do sistema de irrigação por nebulização aplicado nas plantas de soja a partir do estádio R7 até R8, quando estas foram colhidas e trilhadas manualmente. As condições de deterioração da semente na planta, estabelecidas em casa de vegetação , foram eficazes para o estudo dos patógenos de semente , em particular Colletotrichum truncatum. Entre as cultivares de ciclo precoce ( IAS-5 e Davis). observou-se ?menor ocorrência de Colletotrichum na IAS-5...

Efeitos da colheita mecanica e da secagem artificial sobre a qualidade da semente dura em soja.

FRANCA NETO, J. de B.; POTTS, H.C.
Fonte: Revista Brasileira de Sementes, Brasilia, v.1, n.2, p.64-77, 1979. Publicador: Revista Brasileira de Sementes, Brasilia, v.1, n.2, p.64-77, 1979.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.09%
Este estudo foi realizado em Mississippi, EUA, no ano de 1977, visando comparar os efeitos da colheita mecanica e da secagem artificial sobre a qualidade de semente de soja com tegumentos permeavel (cultivar "Dare") e impermeavel (linhagem de melhoramento D-1). As sementes foram colhidas manual e mecanicamente em duas epocas: a primeira, quando a umidade da semente atingiu o teor de aproximadamente 18%, e a segundo, quatro semanas apos. A semente colhida mecanicamente, na primeira data, foi utiizada nos estudos de secagem. Os resultados de testes de germinacao, TZ, envelhecimento precoce e da avaliacao de danos mecanicos foram usados para a determinacao dos efeitos dos tratamentos na qualidade da semente. A colheita mecanica reduziu a quantidade de sementes duras a niveis aceitaveis agronomicamente, quando a umidade da semente estava proxima de 11%. Tal colheita nao teve efeito algum sobre a viabilidade da semente, mas resultou em reducoes no nivel de vigor. As sementes com tegumento permeavel germinaram mais rapidamente que aquelas dotadas das caracteristicas impermeavel; entretanto tal diferenca foi reduzida pelos efeitos da colheita mecanica. A linhagem D-1 apresentou maior porcentagem de sementes nao danificadas em ambas as datas de colheita...

Semente de linhaça na dieta de coelhos e a relação da qualidade do sêmen fresco e resfriado com o perfil metabólico.

Romero, Diana Carolina Moya
Fonte: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Publicador: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Relevância na Pesquisa
37.06%
Objetivou-se avaliar o efeito da inclusão de semente de linhaça (Linum usitatissimum) na dieta de coelhos, na qualidade física e morfológica do sêmen fresco e resfriado e no perfil metabólico. Foram utilizados 20 machos da raça Nova Zelândia, distribuídos em quatro grupos recebendo níveis de semente de linhaça na dieta total: 0, 3, 6 e 9%, fornecidas durante 100 dias. As coletas seminais foram iniciadas 15 dias após o início do fornecimento das dietas e foram realizadas pela técnica de vagina artificial, utilizando-se uma fêmea como manequim, na frequência de uma vez por semana. Após as coletas, procedeu-se a avaliação física e morfológica do sêmen fresco e em seguida, os ejaculados foram diluídos em meio Tris-gema e submetidos ao resfriamento à 5°C. Avaliou- se nos tempos 0, 2, 12, 24, 48 e 72h após o resfriamento, a motilidade espermática progressiva, o vigor espermático e a morfologia espermática. Coletas de sangue foram realizadas a cada 22 dias, para determinação do perfil metabólico. Os dados foram avaliados por Análise de Variância e de Regressão a 5% de significância. Não houve diferença para os aspectos físicos e morfológicos do sêmen fresco (P>0,05). Não houve diferencia para motilidade e vigor espermáticos às 0...

Anafilaxia à semente de girassol

Couto,Mariana; Gaspar,Ângela; Piedade,Susana; Postigo,Idoia; Martínez,Jorge; Morais -Almeida,Mário
Fonte: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica Publicador: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
A sensibilização à semente de girassol (Helianthus annuus) tem sido descrita a proteínas de reserva (albuminas 2S) e a proteínas de transferência de lípidos (LTPs), mas reacções anafilácticas associadas à ingestão são raras. Reportamos o caso de uma mulher de 32 anos, com rinoconjuntivite alérgica e três episódios de anafilaxia minutos após ingestão de semente de girassol. Os primeiros episódios ocorreram após ingestão de sementes secas e o último após ingestão de batatas fritas confeccionadas em óleo de girassol. Realizou testes cutâneos por picada positivos para semente de girassol, com IgE específica de 79 kU/L e ImmunoCAP ISAC® positivo para LTPs (nPru p 3, nArt v 3, rPar j 2). O extracto de semente de girassol inibiu 60% da IgE de ligação a nArt v 3 e a nPru p 3, sem inibição dos outros alergénios identificados. Actualmente em evicção rigorosa de semente de girassol, sendo portadora de dispositivo auto-injector de adrenalina.