Página 1 dos resultados de 14 itens digitais encontrados em 0.037 segundos

Produção e segmentação de palavras iniciadas pelas sequências gráficas "es+C" e "ex+C" em falantes do Português

Henriques, Maria Isabel Dias
Fonte: Porto : [Edição de Autor] Publicador: Porto : [Edição de Autor]
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.17%
As palavras iniciadas pelas sequências gráficas "es+C" e "ex+C" constituem uma área consensualmente considerada como problemática, sobretudo no que se refere à sua segmentação silábica. O estudo desenvolvido tem como objectivos: i) analisar a forma como estas estruturas se encontram representadas no conhecimento fonológico (CF) dos falantes, comprovando, assim, que o CF intuitivo dos falantes deve ser tido em conta pela teoria fonológica; ii) comprovar que a aprendizagem da língua (leitura/escrita) influencia a consciência fonológica; iii) verificar a existência ou não de vogal inicial subjacente nas sequências em análise; iv) verificar se as sequências têm uma representação subjacente igual ou distinta; v) constatar se se pode pode falar de variação em curso, caso estas sequências ocorram como tautossilábicas. Com estes objectivos em mente, foram seleccionados os informantes de diferentes grupos etários. Procedeu-se, assim, a um estudo com dez informantes do pré-escolar, dez informantes do 5º ano e outros dez do 9º ano. Aos informantes foi pedido que produzissem e segmentassem as palavras seleccionadas. No caso dos alunos do 5º e 9º ano foram realizadas gravações no Porto e em Lisboa, para testar o possível efeito da variável dialectal. A aprendizagem da leitura e da escrita influencia a consciencia fonológica e as sequÊncias são produzidas de forma diferente pelos falantes...

Complexidade prosódica e segmentação de palavras em crianças dos 4 aos 6 anos de idade

Afonso, Catarina; Freitas, Maria João; Alves, Dina
Fonte: UCEditora Publicador: UCEditora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
106.62%
O objectivo deste trabalho é o de contribuir para o estudo do efeito de variáveis linguísticas numa tarefa de segmentação silábica de palavras, manipulando-se, especificamente, três variáveis: complexidade silábica; extensão de palavra; acento de palavra. A relevância de um trabalho desta natureza reside na inexistência de instrumentos de avaliação da consciência fonológica que tenham em consideração estas variáveis, podendo, os resultados aqui obtidos, constituir um contributo para a construção linguisticamente controlada de instrumentos desta natureza. Observaram-se 80 crianças portuguesas comuns a média de idade de 64 meses, submetidas a uma tarefa de segmentação com 42 palavras. Quanto à variável complexidade silábica, os dados mostram que as crianças segmentam melhor palavras com CV inicial e V inicial do que palavras com ClVe CrV. Os tempos de reacção obtidos mostram que sílabas com V inicial e CV inicial demoram menos tempo a ser segmentadas do que as sílabas com CCV inicial. Por outro lado, as palavras dissilábicas apresentam valores de sucesso mais elevados e tempos de reacção mais baixos do que as palavras trissilábicas e os trissílabos paroxítonos têm percentagens de sucesso e tempos de segmentação mais elevados do que os proparoxítonos.; The main goal of the current study is to identify the impact of specific linguistic aspects in the task of word syllabic segmentation. Three prosodic variables were considered: syllabic complexity...

Potenciar a consciência fonológica de crianças pré-escolares em contexto naturalístico

Matias, Ana Cristina Lage
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.05%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ciências da Educação Especialidade Intervenção Precoce; Este estudo de intervenção tem como objetivo avaliar o efeito de um programa de estimulação da Consciência Fonológica no desenvolvimento metalinguístico de crianças pré-escolares. Este programa, desenhado pela investigadora, foi desenvolvido em contexto naturalístico, nas salas de atividades, pelas educadoras de infância. Os programas de intervenção em Consciência Fonológica devem ser implementados precocemente, tal como é sugerido por Capovilla e Capovilla (2000), Fernandes (2004) e Nunes (2009), dado que nesta faixa etária as crianças apresentam uma grande sensibilidade à estrutura sonora das palavras. É igualmente salientada a influência significativa na futura aprendizagem da leitura e da escrita (Silva, 2003; Lopes, 2006). Os participantes foram 60 crianças de quatro e cinco anos de idade, a frequentar um estabelecimento de ensino pré-escolar da rede pública, divididos em duas condições experimentais: a) Grupo Experimental (sujeito a um programa de estimulação em atividades de consciência fonológica; b) Grupo de Controlo (sem nenhuma intervenção). A consciência fonológica foi medida...

O impacto do ensino de estratégias ou morfológicas ou fonológicas na escrita de morfemas homófonos: estudo de intervenção

Arranhado, Maria Manuela Valadas
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.39%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de Mestre em Ciências da Educação - Especialização em Educação Especial; O objectivo deste estudo é o de avaliar o impacto da explicitação de regras morfológicas ou fonológicas na correcção da escrita de palavras que terminam em morfemas homófonos. Participaram neste estudo 90 crianças que frequentavam o 3º e 4º anos de escolaridade, num agrupamento de escolas públicas. Os participantes foram divididos aleatoriamente em três condições experimentais, dois grupos de intervenção (ou morfológica ou fonológica) e um grupo de controlo. Todas as crianças realizaram um pré-teste e um pós-teste, que consistia numa tarefa de escrita de palavras, ditadas no contexto de frases. Nesta tarefa tinham que escrever palavras terminadas nos morfemas homófonos “-am” e “-ão”, tais como, por exemplo, “comeram” e “foguetão”. A escrita destas palavras representa uma dificuldade muito frequente para as crianças mas pode tornar-se completamente previsível se forem entendidos os racionais quer morfológicos quer fonológicos que lhes subjazem. Os participantes foram também avaliados em tarefas de consciência morfológica (analogia de frases; interpretação de pseudo-palavras com contexto e interpretação de pseudo- palavras sem contexto) e de consciência fonológica (reconstrução silábica...

Consciência fonológica no ensino básico em Moçambique

Vicente, Francisco Leonardo
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.66%
Tese de mestrado, Linguística, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009; O objectivo deste estudo é analisar o desempenho de crianças moçambicanas do ensino básico em provas de segmentação silábica e de detecção do segmento intruso em posição inicial em séries de três palavras. As crianças avaliadas têm o Português como L2. Trata-se de 100 alunos da 2ª, 3ª e 5ª classes. As suas línguas maternas são do grupo bantu. No que diz respeito à prova de segmentação silábica, seguindo Afonso (2008), que avaliou crianças pré-escolares com o Português como L1, três variáveis prosódicas complexidade silábica, extensão de palavra e acento de palavra foram manipuladas. Para além de manipular estas variáveis, na presente pesquisa, também se teve em conta o facto de os itens segmentados serem palavras ou pseudopalavras. No que se refere à tarefa de detecção do segmento intruso, os resultados foram discutidos tendo em conta o nível de escolaridade, uma variável extra-linguística também tida em conta na discussão dos resultados obtidos na prova de segmentação silábica. Estes variáveis foram testados comparando os resultados obtidos pelos alunos da 3ª e das 5ª classes. Os resultados obtidos foram ao encontro do esperado em relação às variáveis extensão de palavra...

Consciência de palavra em crianças de idade pré-escolar e escolar. Uma tarefa de segmentação frásica

Cardoso, Sónia de Jesus Subtil
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /02/2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.44%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem na Criança, na Área de Especialização em Terapia da Fala e Perturbações da Linguagem.; Este trabalho tem como objectivo averiguar a consciência de palavra de crianças falantes de Português Europeu de idade pré-escolar, 4 e 5 anos, e escolar, 1º e 2º anos do 1º ciclo do ensino básico, descrevendo como segmentam frases em palavras funcionais e lexicais. O estudo é descritivo e exploratório e teve por base uma tarefa de segmentação de frases em palavras, mediante um instrumento construído para o efeito constituído por 36 estímulos linguísticos apresentados auditivamente. Neste estudo foram consideradas as seguintes variáveis independentes: idade e escolaridade; tipo e classe de palavras; estatuto prosódico; semelhança fónica; estatuto sintáctico e posição sintáctica. Os desempenhos de segmentação convencional e não-convencional foram as variáveis dependentes. Testaram-se quarenta crianças, dez de cada grupo (4, 5 anos, 1º e 2º anos do 1º ciclo do ensino básico), do Agrupamento de Escolas de Campo Maior. Os resultados apontam no sentido de que a escolaridade das crianças desempenha um papel fundamental na segmentação de frases em palavras...

Habilidades lingüístico-cognitivas em leitores e não-leitores

Mousinho,Renata; Correa,Jane
Fonte: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Publicador: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
26.48%
TEMA: investigação das habilidades lingüístico-cognitivas em leitores e não-leitores. OBJETIVO: avaliar o desempenho de leitores e não-leitores em tarefas relacionadas a diversas habilidades lingüístico-cognitivas estabelecendo a implicação desses resultados para a clínica e para a educação. MÉTODO: participaram da pesquisa 35 crianças cursando a alfabetização, que realizaram tarefas destinadas à avaliação de suas habilidades cognitivo-lingüísticas. O grupo de não-leitores foi formado por 20 crianças que não leram nenhuma de uma lista de 24 palavras, enquanto o grupo de leitores era formado por 15 crianças que leram quase todas as palavras. RESULTADOS: Os leitores mostraram melhor desempenho nas tarefas: avaliação do desenvolvimento da linguagem; nomeação automatizada rápida alfanumérica e memória de trabalho. Houve grande variabilidade no desempenho de leitores e não-leitores nas avaliações de consciência fonológica. Para o grupo de leitores, identificação e segmentação silábica foram tarefas consideradas de fácil a muito fácil; transposição silábica e subtração de fonemas foram de média dificuldade e identificação fonêmica, uma tarefa difícil. Para os não-leitores, a segmentação silábica foi considerada tarefa fácil; identificação silábica...

Consciência fonológica: o desempenho de meninos e meninas bilíngues e monolíngues

Lasch,Sabrina Schützenhofer; Mota,Helena Bolli; Cielo,Carla Aparecida
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.32%
OBJETIVO: investigar o desempenho de meninas e meninos, monolíngues e bilíngues, em habilidades de consciência fonológica. MÉTODOS: questionário e triagem auditiva para selecionar a amostra, composta por 89 estudantes, faixa etária entre 4:1 a 8:11 anos de idade, 47 meninas e 42 meninos, dos quais 47 sujeitos eram bilíngues (português e alemão) e 42 monolíngues (português). A amostra selecionada foi submetida à avaliação das habilidades em consciência fonológica, com aplicação do Protocolo de Consciência Fonológica (Cielo, 2001) que propõe tarefas de segmentação de frases em palavras; realismo nominal; detecção de rimas; síntese silábica; segmentação silábica; detecção de sílabas; reversão silábica; exclusão fonêmica; detecção de fonemas; síntese fonêmica; segmentação fonêmica e reversão fonêmica. Para uma análise quantitativa dos dados, realizou-se o teste estatístico de Kruskal-Wallis com p=0,05 quando se comparou o desempenho de meninos e meninas monolíngues, bem como o desempenho de meninos e meninas bilíngues por tarefa de CF. RESULTADOS: quando analisados os sujeitos bilíngues, houve significância estatística na detecção de rima com trissílabos (p=0,0087) e na síntese de quatro fonemas (p=0...

Habilidades em consciência fonológica: diferenças no desempenho de meninos e meninas

Andreazza-Balestrin,Carla; Cielo,Carla Aparecida; Volcão,Cristiane Lazzarotto; Lasch,Sabrina Schützenhofer
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.49%
OBJETIVO: verificar se existem diferenças entre meninas e meninos pré-escolares e em processo de alfabetização, quanto ao desempenho em tarefas de consciência fonológica (CF). MÉTODO: a amostra foi constituída de 75 crianças do sexo masculino e 88 do sexo feminino, com idades entre 5:6 e 8:0, avaliadas por meio de questionário enviado aos pais, triagem fonoaudiológica completa, avaliação do nível intelectual, do nível de escrita e das habilidades em CF. A análise estatística foi realizada pelos testes: ANOVA de Duas Vias complementado pelo teste Tukey, e Teste t de Student. RESULTADOS: o sexo feminino apresentou significância positiva nas tarefas: segmentação silábica com palavras quadrissílabas (p=0,03); detecção silábica posição inicial (p=0,05), posição final (p=0,01) e posição medial (p=0,04). Na análise percentual da média de acertos por tarefa, o desempenho dos meninos foi superior apenas nas tarefas de segmentação de frases em palavras com duas (média=7,52), três (média=5,79), quatro (média=4,56), cinco (média=3,93) e seis palavras (média=3,56), e no realismo nominal (média=8,93). CONCLUSÕES: encontrou-se desempenho significantemente superior das meninas em tarefas de segmentação silábica com quadrissílabos e de detecção silábica. Em análise qualitativa...

Relação entre desempenho em consciência fonológica e a variável sexo: um estudo com crianças pré-escolares

Andreazza-Balestrin,Carla; Cielo,Carla Aparecida; Lazzarotto,Cristiane
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.02%
OBJETIVO: Analisar o desempenho em tarefas de Consciência Fonológica (CF), de acordo com o sexo e com a hipótese de escrita. MÉTODOS: Foram avaliados 43 pré-escolares, 19 do sexo masculino e 24 do feminino, por meio de triagem fonoaudiológica completa, avaliação do nível de escrita, e das habilidades em CF. Os dados foram analisados utilizando-se os testes estatísticos ANOVA, de Duas Vias e Uma Via. RESULTADOS: Como resultados, encontrou-se relação estatisticamente significativa entre CF e sexo nos sujeitos com níveis de escrita silábico-alfabético e alfabético, nos quais a consciência de palavras mostrou-se mais desenvolvida no sexo masculino. Em tarefas de segmentação silábica com trissílabos, houve desempenho significativamente melhor no sexo feminino, evidenciando maior facilidade em lidar com a análise das sílabas. CONCLUSÕES: Concluiu-se que as meninas apresentam maior habilidade em analisar unidades menores, em palavras de maior extensão, o que pode ser sugestivo da possível relação entre o baixo índice de desvios fonológicos no sexo feminino e seu melhor desempenho em CF.

Aquisição de fonologia : a influiência do acento e o preenchimento de unidades prosódicas em dados de fala de duas crianças entre 1;0.4 e 2;1.10 de idade, em contato com o português brasileiro falado em Alagoas e Pernambuco.; Acquisition of phonology: the influience accent and segment completion of prosodic units in speech data from two children between the ages of 1;0.4 e 2;1.10 and who were exposed to Brazilian Portuguese spoken in the states of Alagoas and Pernambuco.

Payão, Luzia Miscow da Cruz
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.94%
The study delves into the influence of accent and segment completion of prosodic units in speech data from two children between the ages of 1;0.4 and 2;1.10 and who were exposed to Brazilian Portuguese spoken in the states of Alagoas and Pernambuco. It was hypothesized that grammatical processing stems from two concurrent movements in opposing directions during phonological acquisition: a centripetal movement triggering segmentation of the prominent syllable and an opposing, centrifugal one aimed at segment completion of prosodic units. These analytical movements imply a hierarchical basis of relationships between its constituent structures, an assumption backed by autosegmental phonology (GOLDSMITH, 1995; CLEMENTS; HUME, 1995; MOTA, 1996) and prosodic phonology (NESPOR; VOGEL, 1986; SCARPA, 1997, 1999a; SANTOS; SCARPA, 2005). The methodology consisted of a observational and descriptive follow-up with parental consent. The children s spontaneous speech while playfully interacting with parents was digitally recorded over a 7-month period. Data showed that identifying word stress favors the handling of phonological material in the stressed syllable under centrifugal action, thus leading to segment completion of both post-tonic and pre-tonic syllables in accordance with the metrical foot of the target word. A tendency towards completion of the syllable structure and distinction of segment classes was seen in the stressed and post-tonic syllables...

Avaliação da leitura, escrita e habilidades cognitivas relacionadas : um estudo a partir do protocolo de avaliação de habilidades cognitivo-linguísticas PACL

Ramos Araújo, Monilly; Roazzi, Antonio (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.09%
O presente estudo teve como objetivo principal analisar a relação entre habilidades cognitivas e metalinguísticas e o desempenho em leitura e escrita no primeiro ciclo do ensino fundamental. Especificamente, foi possível correlacionar o desempenho dos sujeitos nas tarefas de leitura e escrita de palavras e não palavras e as habilidades de processamento fonológico rima, aliteração, segmentação silábica, repetição de palavras e não-palavras, nomeação automática rápida de figuras e dígitos; processamento auditivo memória direta e inversa de dígitos, discriminação fonêmica e ritmo; e processamento visual cópia de formas e memória visual de formas, considerando os quatro anos escolares em conjunto e, depois, separadamente. Também foram comparadas as médias de desempenho em todas as habilidades avaliadas pelo TDCL (Teste de desempenho cognitivo e linguístico) e verificadas as diferenças significativas, em cada ano escolar. Para alcançar os objetivos propostos, foi realizado um estudo com delineamento correlacional em uma amostra de crianças com idade variando entre 6 e 12 anos, de ambos os sexos, matriculadas do 2º ao 5º ano do ensino fundamental de uma escola particular da cidade de João Pessoa PB. Os participantes formaram subgrupos...

O Impacto do Implante Coclear na Linguagem Oral das Crianças com Surdez Congénita; The Impact of Cochlear Implant in the Oral Language of Children with

Ramos, Daniela; Serviço de Otorrinolaringologia. Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Coimbra. Portugal.; Xavier Jorge, João; Faculdade de Medicina. Universidade de Coimbra. Coimbra. Portugal.; Teixeira, António; Departamento de Eletrónica,
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 31/08/2015 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
35.94%
Introdução: As crianças com surdez neurossensorial severa a profunda podem adquirir vocabulário e estruturas sintácticas para comunicarem pela linguagem oral, após implante coclear.Objectivo: Identificar as capacidades linguísticas em crianças, com implante coclear.Material e Métodos: Estudou-se a linguagem oral em 18 crianças, entre nove e 10 anos, com surdez neurossensorial profunda bilateral congénita, com implante coclear, avaliadas com a Grelha de Observação da Linguagem-Nível Escolar. As pontuações obtidas foram comparadas com as das crianças normo-ouvintes com igual idade auditiva.Resultados: As pontuações nas estruturas linguísticas estudadas, crianças implantadas vs. padrão das normo-ouvintes foram: fonologia 29,44 ± 8,4 vs. 29,68 ± 5,90, p = 0,91; semântica 18,55 ± 8,89 vs. 19,20 ± 4,85, p = 0,76; morfossintaxe 21,89 ± 12,85 vs. 26,35 ± 10,36, p = 0,159. Nas provas da estrutura semântica, não se registaram diferenças estatisticamente significativas. Na morfossintaxe, adiferença foi estatisticamente significativa na derivação das palavras, 2,83 ± 2,81 vs. 4,65 ± 1,64, p = 0,014. Na fonologia, verificou-se diferença significativa, na prova de discriminação de pseudopalavras, 6,6 ± 2...

A importância da consciência fonológica na promoção da linguagem nos pré-leitores

Durães, Susana
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.02%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti para obtenção do grau de mestre em Ciências da Educação, especialização em Educação Especial; A presente investigação apresenta como finalidade a obtenção de dados sobre a ocorrência de alterações no domínio da área da linguagem em crianças pré-leitoras, focalizando a sua intervenção num programa específico de consciência fonológica. Este estudo ilustra o desempenho de um grupo de crianças com cinco anos de idade a frequentar o ensino pré-escolar, o qual é composto por seis indivíduos. Num primeiro momento a linguagem foi avaliada através das Provas de Avaliação da Linguagem e da Afasia em Português – PALPA P. Neste foram considerados três grupos, mais concretamente, o processamento fonológico, a compreensão de palavras e imagens, e a compreensão de frases. No total foram realizadas dezassete provas. A partir da análise dos resultados destas criou-se o perfil intra-individual de cada indivíduo. Após essa avaliação, delineou-se um plano de intervenção de grupo no âmbito da consciência fonológica, tendo em consideração os diferentes domínios, a consciência da palavra, a consciência silábica...