Página 1 dos resultados de 3110 itens digitais encontrados em 0.007 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP

Efeito da sazonalidade na exposição ao mercúrio e nos marcadores do estresse oxidativo e de inflamação em populações ribeirinhas da Amazônia; Effect of seasonality on mercury exposure, oxidative stress and inflammatory markers in riparian populations from the Amazon

Valentini, Juliana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.9%
O mercúrio (Hg), na forma química de metilmercúrio (MeHg) é considerado um dos contaminantes ambientais mais nocivos à saúde humana e ao ambiente, podendo provocar efeitos adversos diversos. A exposição ocorre principalmente pelo consumo de peixes contaminados e é freqüente em populações ribeirinhas da Amazônia Brasileira, incluindo o médio Tapajós. Um dos principais efeitos tóxicos associados à exposição ao MeHg é o estresse oxidativo. Também tem sido relatada a indução do processo inflamatório. Entretanto, a dieta pode modificar consideravelmente os efeitos tóxicos decorrentes da exposição ao MeHg. Além disso, na Região Amazônica a sazonalidade é importante na oferta de alimentos, podendo assim, influenciar nos efeitos da exposição ao Hg, pela diferente oferta de micronutrientes que minimizariam os efeitos após a exposição. Neste sentido, o presente trabalho teve como objetivo o de avaliar, em diferentes estações do ano e comunidades ribeirinhas amazônicas, características sociais e demográficas, a exposição ao MeHg, o status de metais essenciais (Cu, Mn, Se e Zn), carotenóides (?-caroteno e licopeno) e vitaminas (A e E) no organismo; bem como os biomarcadores do estresse oxidativo GSH...

Sazonalidade da atividade cambial em lianas; Seasonality of cambial activity in lianas

Lima, André Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
Introdução e objetivos Apesar de ser um importante componente estrutural de florestas tropicais e causar impactos na dinâmica e funcionamento destas florestas, pouco se sabe sobre a sazonalidade do crescimento de lianas em seu ambiente natural. Lianas ainda possuem uma rica diversidade de arranjos de tecidos vasculares em seus caules devido à presença de variações cambiais. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo analisar a sazonalidade da atividade cambial e da diferenciação do xilema de três espécies de lianas pertencentes a famílias com maior diversidade do hábito nos neotrópicos e com diferentes configurações em seus sistemas vasculares caulinares, Stizophyllum riparium (Bignoniaceae), Dalbergia frutescens (Leguminosae) e Serjania laruotteana (Sapindaceae), bem como verificar se há relação entre a sazonalidade da atividade cambial e a sazonalidade da pluviosidade; e se há a formação de camadas de crescimento anuais no xilema. Métodos A sazonalidade da atividade cambial e da diferenciação do xilema foi estudada através de coletas periódicas de porções caulinares ao longo de um ano, correlacionando-se esses dados com a pluviosidade. Resultados As três espécies apresentaram sazonalidade nas suas atividades cambiais...

Influência da quantidade de recursos alimentares e da sazonalidade sobre a produção de sexuados em Scaptotrigona aff. depilis (Apidae, Meliponini); Influence of the amount of food resources and seasonality on the production of sexual offspring in Scaptotrigona aff. depilis (Apidae, Meliponini)

Koffler, Sheina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.76%
Em colônias de insetos eussociais, é prevista uma demanda conflitante entre a produção de operárias e indivíduos reprodutivos, visto que operárias realizam tarefas essenciais para a sobrevivência da colônia, enquanto machos e rainhas estão relacionados com a reprodução. Nesse trabalho, foram testadas as hipóteses (1) que a produção de sexuados estaria diretamente relacionada com a disponibilidade de recursos alimentares e (2) que haveria uma regulação temporal da produção de sexuados, com épocas mais favoráveis à produção de reprodutivos (verão) e menos favoráveis (inverno). O sistema de estudo foi a abelha sem ferrão Scaptotrigona aff. depilis e foram realizados dois experimentos. No primeiro experimento, na estação de verão, foram montadas quinze colônias padronizadas e sorteadas em cinco grupos experimentais. Os grupos A2 e C2 receberam o dobro de alimentação artificial (xarope de açúcar e pólen apícola) do que os grupos A1 e C1. As colônias dos grupos C2 e C1 foram mantidas confinadas, enquanto as colônias dos grupos A2 e A1 podiam forragear livremente. O grupo A0 (controle) não recebeu alimentação artificial e as colônias permaneceram abertas. No inverno, o mesmo experimento foi realizado...