Página 1 dos resultados de 7192 itens digitais encontrados em 0.037 segundos

Proposta de um sistema de gestão de riscos viários (SIGRAV/2009) usando geointeligência para rodovias do Estado de Santa Catarina - Sul do Brasil

Diesel, Lilian Elizabeth
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xvi, 186 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
115.98%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnologico, Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil, Florianópolis, 2009; Os crescentes riscos viários, se não forem geridos com eficiência, podem representar altos prejuízos sociais, econômicos e ambientais, com reflexos negativos sobre o desenvolvimento sustentável do Brasil. O objetivo da tese foi construir um Sistema de Gestão de Riscos Viários - SIGRAV/2009, usando teorias de Geointeligência (GIS + AI) como apoio a tomadas de decisão em atividades de prevenção, atendimento e reparação, visando agilizar as diferentes etapas de um processo de gestão de risco. O sistema construído, na forma de um protótipo aplicável às rodovias no Estado de Santa Catarina, associa aspectos geográficos aos tecnológicos em sua estrutura de variáveis e integra princípios gerenciais com técnicas computacionais aplicadas ao geoprocessamento. O conjunto de bancos de dados digitais em estrutura de sistemas de informações geográficas (GIS), associado a técnicas de análise de dados usando inteligência artificial (AI), potencializa os resultados na manipulação dos dados armazenados e na realimentação do sistema através do registro da tomada de decisão de cada análise feita. Esse protótipo...

Coliformes termotolerantes e enterococcus SP em ostras e águas salinas utilizadas para cultivo de moluscos bivalves da Baia Sul da Ilha de Santa Catarina - Brasil

Miotto, Letícia Adélia
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 106 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
106.06%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, Florianópolis, 2009.; Este trabalho teve por objetivo pesquisar a incidência de bactérias indicadoras de contaminação fecal em 12 diferentes áreas cultivos de moluscos bivalves situados na Baia Sul da Ilha de Santa Catarina, Brasil. Foram realizados ensaios microbiológicos para contagens de coliformes termotolerantes, E. coli e enterococos, e avaliação da influencia de parâmetros físico-químicos em amostras de ostras e de águas utilizadas para cultivo de moluscos. Avaliou-se também as águas dos principais rios e riachos que desembocam próximos as áreas de cultivo de moluscos bivalves na Baia Sul, tanto no lado Insular como no lado Continental, através de contagens das mesmas bactérias indicadoras utilizadas para avaliação das águas salinas. Utilizando-se o Sistema API 20 STREP, identificou-se espécies de Enterococcus sp isoladas das amostras de águas analisadas e determinou-se o perfil de resistência destas espécies aos principais antibióticos de uso clinico. Observou-se correlação estatística significante a 5% entre as contagens de E. coli nas águas utilizadas para cultivo de moluscos e na carne das ostras; enterococos...

Biogeografia dos vertebrados de ilhas de Santa Catarina

Filippini, Alexandre
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
106.15%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2009; Essa dissertação aborda a biogeografia da fauna de vertebrados de 23 ilhas costeiras do estado de Santa Catarina/Brasil, com enfoque nas aves marinhas e costeiras, através de uma análise regional e geossistêmica. As ilhas estão localizadas entre os municípios de Piçarras no norte e Laguna no sul. A coleta de dados em campo se deu através de visitas sazonais em cada ilha, totalizando 44 saídas de campo. As ilhas se formaram numa fase de subida do nível do mar iniciada à 11 mil anos, finalizando numa descida que durou 5 mil e cem anos, quando desapareceram os sistemas fluviais, mangues, lagos e lagunas. Foram identificados 15 habitats dos vertebrados: supralitoral rochoso, supralitoral arenoso, mesolitoral rochoso, mesolitoral arenoso, vegetação herbácea, vegetação arbustiva, vegetação arbórea, vegetação antropizada, alagado, solo, caverna, laguna, riacho, edificação e espaço aéreo. As ilhas, de norte a sul na costa e as de mar aberto e de mar protegido da grande baía da Ilha de Santa Catarina, apresentam os mesmos habitats. Corais é a ilha com a maior diversidade de habitats e...

Exploração de carvão mineral no sul de Santa Catarina

Silva, Adriana Santos e
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.09%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Florianópolis, 2010; A mineração de carvão no Sul de Santa Catarina se apresenta como uma atividade que gera um prejuízo ambiental e social gritante, que se agrava dia a dia, e se prolonga por quase trinta anos, impunemente. Estudiosos de diversas áreas se quedam inconformados com tamanho descaso das autoridades ambientais locais, regionais e federais e com a conformação da população local. Muito embora constatado o dano à saúde pública, a privação da paisagem, dos elementos corpóreos do meio ambiente, das possibilidades de interação dos ecossistemas e da qualidade de vida, nada se fez para conter tamanha degradação. Entretanto, fruto da conjunção de diversos fatores favoráveis, com destaque à proliferação de movimentos sociais, à promulgação de leis de defesa de direitos coletivos, o reconhecimento internacional do direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado como um corolário do direito à vida, com a criação de princípios estruturantes do direito ambiental, a criação da Lei de Política Nacional do meio ambiente, e de forma excepcional o reconhecimento constitucional do meio ambiente como um bem jurídico autônomo...

As relações entre unidades de conservação federais marinho-costeiras do estado de Santa catarina e populações humanas locais

Alves, Rubana Palhares
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 148 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
115.96%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Florianópolis, 2013; As áreas protegidas são um dos principais instrumentos para a conservação da biodiversidade. No Brasil, as áreas protegidas ou unidades de conservação (UCs) são classificadas em dois tipos: Proteção Integral, que tem como objetivo conservar a natureza, admitindo apenas o uso indireto dos seus recursos naturais e Uso Sustentável, que pretende conciliar a conservação da natureza com o uso sustentável dos recursos. Para tanto, compreender as relações entre populações humanas locais e UCs é essencial, a fim de propor estratégias mais eficazes para a conservação da biodiversidade e melhorar a qualidade de vida humana. Assim, estudamos as relações entre populações locais e UCs Federais Marinho-Costeiras de Santa Catarina, sul do Brasil, com ênfase na perspectiva destas populações. As UCs estudadas apresentam diferentes categorias de manejo, configurando um mosaico composto por: três UCs de Uso Sustentável (Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca, Área de Proteção Ambiental de Anhatomirim e Reserva Extrativista Marinha de Pirajubaé) e duas UCs de Proteção Integral (Estação Ecológica de Carijós e Reserva Biológica Marinha do Arvoredo). Para capturar diferentes nuances das relações população-UC...

Mulheres e o mar: uma etnografia sobre pescadoras embarcadas na pesca artesanal no Litoral de Santa Catarina, Brasil

Gerber, Rose Mary
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 418 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
115.96%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2013.; Esta é uma tese sobre pescadoras embarcadas na pesca artesanal no Litoral de Santa Catarina, Sul do Brasil, sendo que procurei observar como, onde, porque e até que ponto estas mulheres se reconhecem, são reconhecidas, e como estariam buscando o reconhecimento de seus direitos como pescadoras. Afirmar que estas mulheres atuam como embarcadas na pesca artesanal implica dizer que trabalham em embarcações pequenas, entre três e nove metros de comprimento, se deslocando ao mar e retornando à terra diariamente em períodos que oscilam de três a dezesseis horas, dependendo se trabalham com peixes, camarão, siri, berbigão. Diferenças que compõem os saberes-fazeres da denominada pesca artesanal em que as pescadoras se deparam com elementos agentes que interferem diretamente o cotidiano da pesca e a sua relação com o mar, fonte de renda, mas também de fuga e terapia. Por serem mulheres, estas pescadoras se deparam continuamente com o não reconhecimento delas por parte do Estado e de seus técnicos, assim como nas próprias pesquisas acadêmicas e na sociedade de forma ampla. Emergem...

Diversidade de bambus (Poaceae : Bambusoideae) na ilha de Santa Catarina, Brasil

Greco, Thiago Machado
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 153 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
106.06%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programam de Pós-Graduação em Biologia Vegetal, Florianópolis, 2013.; A Ilha de Santa Catarina situa-se no Oceano Atlântico, litoral sul do Brasil, entre as coordenadas geográficas 27º 22? e 27º 51? Sul e 48º 20? e 48º 37? Oeste, no domínio da Mata Atlântica, no estado de Santa Catarina, Brasil. Bambusoideae (Poaceae) é composta por três tribos: Arundinarieae, com bambus lignificados de clima temperado; Bambuseae, com bambus lignificados de clima tropical e Olyreae, com bambus herbáceos. A tribo Olyreae, que compreende os bambus herbáceos, é formada por 21 gêneros e 122 espécies distribuídas nas florestas tropicais e subtropicais especialmente dos Neotrópicos. A tribo Bambuseae, que compreende os bambus lignificados, inclui 66 gêneros e 784 espécies, distribuídas quase equitativamente nos paleotrópicos e na América tropical. Bambus lignificados exóticos foram introduzidos em diversas regiões do país, além da Ilha de Santa Catarina e, apesar de algumas espécies apresentarem forte ligação às atividades dos agricultores brasileiros, pouco se conhece a respeito do histórico de introdução e identificação das espécies. O estudo teve como objetivo levantar a diversidade atual das tribos Bambuseae e Olyreae na Ilha de Santa Catarina...

Análise dos processos de definição utilizados pelas prefeituras, para o local de implantação de equipamentos urbanos comunitários (EUCs), em municípios do estado de Santa Catarina

Moraes, Anselmo Fábio de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 169 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
106.05%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Florianópolis, 2013.; A partir da metade do século XX ocorreu, no Brasil, forte migração da população rural para as zonas urbanas das cidades, sendo que estas não estavam com as estruturas e legislações regulamentares preparadas para tal crescimento. Este aumento populacional criou a necessidade de serviços públicos que atendam os anseios da nova sociedade em termos de saúde e educação, entre outros. Levantou-se então, o problema da possível inadequação de planejamento no processo para a definição do local de implantação dos Equipamentos Urbanos Comunitário (EUCs), nas cidades do Estado de Santa Catarina. O objetivo deste trabalho, focado na gestão territorial, foi caracterizar os métodos empregados pelos gestores municipais de cidades catarinenses quanto à definição dos locais de implantação dos seus equipamentos urbanos comunitários. Para tanto, a metodologia usada foi a qualitativa do tipo exploratória com a estratégia de estudo de casos, além da bibliográfica e documental. O campo exploratório do trabalho está delimitado nas administrações entre o período de 2006 a 2010...

Crescimento socioeconômico da região sul de Santa Catarina e sua relação com a construção da BR 101

Abreu, Rita de Cássia
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 53 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106.13%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Este estudo examina o impacto gerado pela construção da BR-101 na Região Sul de Santa Catarina, principalmente no que se refere à sua importância para o crescimento econômico da região em estudo. Inicialmente foi feita uma síntese sobre as características fundamentais do planejamento e investimento no setor de transportes no Brasil, bem como as ações governamentais essenciais para o seu crescimento entre o período 1960-70. Foram também efetuadas as análises sobre o crescimento industrial no Estado de Santa Catarina, descrevendo sua evolução ocorrida entre os anos de 1960 e 1980. Em seguida, foi feita a coleta de dados no IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), para se esclarecer a influencia da rodovia BR 101 sobre a região no período de 1960-80, limite temporal de estudo. A construção da BR-101 foi um marco para o salto no crescimento do Estado de Santa Catarina. Já a Região Sul do Estado beneficiou-se ainda mais, sendo que possui muitas cidades ao longo da rodovia. Com a implantação da BR-101, a partir de 1970, tornou-se visível a dependência entre o setor de transportes e o sistema econômico de uma região...

Conhecimento e uso das plantas pelos xokleng na TI Ibirama-Laklãnõ, Santa Catarina

Heineberg, Marian Ruth
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: [260] p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
106.04%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia de Fungos, Algas e Plantas, Florianópolis, 2014.; O escopo da etnobotânica envolve o estudo do uso das plantas em seu contexto social. O presente trabalho objetivou registrar o conhecimento e uso das plantas pelos Xokleng na TI (Terra Indígena) Ibirama Laklãnõ, na região do vale do Itajaí, estado de Santa Catarina. Os Xokleng pertencem à família linguística Jê, foram contatados em 1914 e restritos a uma reserva para evitar conflitos no processo de colonização da Região Sul. A partir de então passaram por diversas adaptações e mudanças em seu modo de vida. Atualmente esta população é a única remanescente dos Xokleng que vive ainda numa organização sociopolítica unitária, por isso sendo fundamental o registro e a valorização de seu conhecimento. A pesquisa foi realizada em duas das oito aldeias da TI, que possuem diferentes condições de altitude, clima e vegetação, e diferentes trajetórias históricas (aldeias Bugio e Sede). Após a obtenção da anuência prévia, foram realizadas 112 entrevistas com os adultos para registrar dados socioeconômicos e realizar uma listagem livre das plantas conhecidas e utilizadas. As plantas foram coletadas em turnês guiadas para identificação botânica. Foram registradas 314 plantas...

Parâmetros tróficos relevantes e fitoplâncton de lagoas costeiras do sul do estado de Santa Catarina

Reis, Leandro Ambrózio dos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 227 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
116.14%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal, Florianópolis, 2014.; Os sistemas aquáticos continentais são de fundamental importância para as mais diversas formas de vida e usos antrópicos. Entre eles destacam-se as Lagoas Costeiras pela importância ecológica, especialmente por constituírem um sistema de alta produtividade e que apresenta interações com os ecossistemas adjacentes. Entre os organismos presentes nestes ambientes, encontra-se o fitoplâncton, constituindo populações dinâmicas, com flutuações espaciais e temporais. O uso destes, associado à parâmetros químicos e físico-químicos constitui ferramenta amplamente utilizada para diagnóstico da qualidade ambiental e para a adoção de medidas de gestão dos recursos hídricos. Este trabalho teve como principal objetivo diagnosticar a qualidade da água de duas lagoas costeiras do sul de Santa Catarina (Laguna do Sombrio e Lagoa Azul) através da avaliação de variáveis bióticas e abióticas, sendo que em uma delas foi determinada a estrutura da comunidade fitoplanctônica (L. Azul). Em cada lagoa foram definidos 3 pontos amostrados em 4 ocasiões (n=12) para a determinação de temperatura da água e do ar...

Desastres socioambientais e memória no sul de Santa Catarina (1974-2004)

Lopes, Alfredo Ricardo Silva
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 348 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
116.17%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 2015.; A presente tese tem o intuito de analisar as memórias dos desastres socioambientais no sul de Santa Catarina entre 1974 e 2004. Neste contexto, as intempéries mais marcantes para a memória coletiva foram: A enchente e os deslizamentos de 1974, que atingiram todo o sul de Santa Catarina; a enchente e os deslizamentos no extremo sul, que moldaram as memórias sobre o Natal de 1995; e, finalmente, o Furacão Catarina em 2004, que causou medo e destruição no extremo sul catarinense. Inicialmente é examinada a predisposição que a região possui a eventos extremos, destacando ainda a transformação da paisagem e o aumento da vulnerabilidade a desastres produzido pela introdução do cultivo do arroz pré-germinado irrigado e o aumento da densidade populacional nos últimos 40 anos. Em cada desastre os afetados são tratados e retratados de forma diferenciada pelos periódicos nacionais e estaduais, fruto de transformações nas formas das instituições governamentais lidarem com os flagelados. De forma semelhante às notícias dos periódicos, as memórias dos desastres socioambientais são permeadas pelas lembranças excepcionais...

Qualidade da água e distribuição espacial de foraminíferos bentônicos em estuários das Baías Norte e Sul da Ilha de Santa Catarina (Brasil)

Parizotto, Bianca Alves Dias Martins
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 147 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
106.16%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2009.; Bacias hidrográficas com diferentes características acarretam em taxas diferenciadas dos elementos biogeoquímicos que aportam na zona costeira. Este estudo investigou a distribuição dos elementos nutrientes, assim como as respostas dos foraminíferos bentônicos nos seis principais sistemas estuarinos que deságuam nas Baías Norte e Sul de Santa Catarina, SC, Brasil. Aportam no lado continental dessas Baías os estuários dos rios: Cubatão do Sul, Biguaçu, Maciambu, e do lado insular os estuários dos rios Ratones, Tavares e Itacorubi. Entre os três estuários do lado continental, o menos impactado pela urbanização e com menor bacia hidrográfica (71 km2), é o estuário do Rio Maciambu, localizado dentro de uma Unidade de Conservação. Os estuários do Rio Cubatão do Sul (743 km2) e Biguaçu (383 km2) estão sujeitos a maiores aportes antrópicos provenientes de atividades agropecuárias e de esgotos domésticos. No lado insular aportam estuários com menores bacias hidrográficas: Ratones com 91km2, Tavares com 50 km2 e Itacorubi com 28 km2, sendo este último o mais impactado pela urbanização...

Distribuição espacial e estrutura das comunidades de antozoários (cnidaria: anthozoa) em substratos consolidados no litoral de Santa Catarina, Sul do Brasil

Faria Júnior, Edson
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 62 p.| il., grafs., tabs.
ENG
Relevância na Pesquisa
126.03%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Florianópolis, 2014; Um padrão recorrente em comunidades bentônicas marinhas de água rasa é a transição entre comunidades com cnidários zooxantelados por outras dominadas por algas com o aumento da latitude. Pesquisas frequentemente usam fatores ambientais para explicar limites de distribuição e uso de habitat de espécies marinhas, entre eles a temperatura da água do mar ou outras variáveis influenciadas por ela estão geralmente relacionadas com esses limites. Compreender estes fatores nos limites de distribuição das espécies, e como comunidades bentônicas variam entre condições ambientais atuais, é um elemento chave para entendermos como estas comunidades serão afetadas com mudanças ambientais. No Brasil, muitas espécies marinhas associadas a substratos consolidados têm seu limite de distribuição no estado de Santa Catarina, com uma marcante transição entre 26°22' S e 27°51' S, o que confere uma grande importância biogeográfica a essa região. No presente trabalho avaliamos como mudanças em três variáveis ambientais, frequência de temperaturas baixas, inclinação do substrato e profundidade...

Perfil epidemiológico dos candidatos à doação de sangue em Santa Catarina

Silva, Rafael Mariano Gislon da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 154 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
115.98%
Tese (doutorado) Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2015.; Os principais objetivos deste estudo foram determinar características demográficas, motivação para doar, presença de doação prévia nos últimos 12 meses, causas de recusa de candidatos à doação na triagem clínica, fatores associados com doação prévia nos últimos 12 meses e com recusa na triagem clínica, dos candidatos à doação de sangue em Santa Catarina, Sul do Brasil. Foi realizado estudo transversal, incluindo todos os candidatos à doação de sangue triados no Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina, entre setembro de 2010 a setembro de 2012. Em um total de 124.662 candidatos à doação, 55,4% eram do sexo masculino, 50,0% apresentaram idade entre 16 e 29 anos, 96,7% relataram cor da pele branca, 37,4% possuíam ensino médio ou técnico completo, 68,6% doaram pela primeira vez, 5,6% apresentaram doação prévia nos últimos 12 meses e 72,0% dos aprovados na triagem clínica não direcionaram sua doação a uma pessoa específica. O local de residência, sexo masculino, cor da pele auto-referida preta e parda, idade a partir de 20 anos, escolaridade médio ou técnico completo e não direcionar sua doação a qualquer pessoa em particular estiveram associados a doação prévia nos últimos 12 meses. No total...

Vulnerabilidade do aquífero livre em leques aluviais do sul de Santa Catarina sob arroz irrigado

Back, Marcos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 460 p.| il., grafs., mapas, tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
116.1%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2015.; Predominantemente o cultivo de arroz irrigado no extremo sul do estado de Santa Catarina é realizado sobre gleissolos e cambissolos desenvolvidos sobre leques aluviais. Segundo Driessen e Moormann (1985) os solos no ápice dos leques aluviais possuem textura grossa e condutividade hidráulica elevada. Os autores sugerem que estas características gradualmente se modificam para a base dos leques que possuem texturas mais finas e condutividade hidráulica mais baixa. Sendo esta constatação verdadeira e considerando que as características do solo influenciam diretamente na vulnerabilidade do aquífero, deveria ser possível estabelecer relações espaciais para as propriedades do solo e para a vulnerabilidade do aquífero. Com o objetivo de avaliar a variabilidade espacial dos atributos que interferem na infiltração de água no solo e na atenuação de poluentes, foram distribuídos quarenta e cinco pontos amostrais, nas áreas de cultivo de arroz da Bacia do rio São Bento, entre os municípios de Siderópolis, Nova Veneza e Forquilhinha (SC). Foram efetuadas medidas de resistência do solo à penetração...

Registro do saí-canário Thlypopsis sordida (d’Orbigny & Lafresnaye, 1837) (Aves, Thraupidae) no Estado de Santa Catarina, sul do Brasil; .

Ghizoni-Jr., Ivo Rohling; Rua Deputado Antonio Edu Vieira, 376/303, Pantanal, 88040-001, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil; da Silva, Elsimar Silveira; Rua Jornalista Nicolau Nagib Nahas, 296, Carianos, 88047-570, Florianópolis, Santa Catarina, Bras
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
115.97%
O saí-canário Thlypopsis sordida (Aves, Thraupidae) é uma ave de dossel que ocorre desde a Venezuela, Bolívia, Paraguai e Argentina e em todo o Brasil até o Estado do Paraná. Nos dias 8 e 20 de agosto de 2005 foram observados indivíduos de T. sordida na ponta da Divinéia (26º53’41”S e 48º39’38”W), município de Navegantes às margens do rio Itajaí-Açu, situado do lado oposto do porto de Itajaí. O registro foi em ambiente de floresta de planície quaternária, entremeada com campos de pastagem alterada pela presença constante e intensiva de gado. Esse registro de T. sordida é o primeiro para o Estado de Santa Catarina. Aparentemente a espécie está em processo de ampliação de sua área de distribuição, em conseqüência da degradação e fragmentação de seu habitat.; Record of orange-headed tanager Thlypopsis sordida (d’Orbigny & Lafresnaye, 1837) (Aves, Thraupidae) in Santa Catarina state, southern Brazil. The orange-headed tanager Thlypopsis sordida (Aves; Thraupidae) is  a canopy bird that occurs in Venezuela, Bolivia, Paraguay and Argentina and in the part of Brazil extending from the extreme south up to Paraná state. On days 8 and 20 of August 2005, individuals were observed in the Ponta da Divinéia (26º53’41”S and 48º39’38”W)...

Composição de bandos mistos de aves florestais de sub-bosque em áreas de encosta e planície da Floresta Atlântica de Santa Catarina, sul do Brasil; .

Ghizoni-Jr., Ivo Rohling; Rua Dep. Antonio Edu Vieira, 376/303, Pantanal, 88040-001, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil; Marcos Antonio Guimarães Azevedo, Marcos Antonio Guimarães Azevedo Marcos Antonio Guimarães Azevedo; Rua Dib Cherem, 2536, Capo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
126.04%
Foi realizado um acompanhamento de bandos mistos florestais em duas localidades de Santa Catarina, sul do Brasil, sendo uma em floresta de encosta atlântica na Ilha de Santa Catarina (junho a setembro de 2000) e outra em floresta de planície quaternária na Reserva Volta Velha, município de Itapoá (junho a novembro de 2000). Foram registradas 64 espécies de aves nos 79 bandos identificados, 33 das quais com freqüência de ocorrência superior a 10%. Os bandos tiveram número médio de seis espécies. A espé  cie nuclear, responsável pela agregação e compactação dos bandos, para as duas localidades foi Basile uterus culicivorus. Os bandos mistos apresen taram pouca diferença em sua composição nas duas áreas. Isso se deve provavelmente à história de colonização e as distintas formações florestais dos dois locais envolvidos.; Composition of mixed flocks of understory forest birds in areas of the Atlantic coast and lowlands of Santa Catarina state, southern Brazil. An accompa- niment of forest mixed flocks was carried in two localities of Santa Catarina, southern Brazil, one on a forest hillside of the Atlantic on the Island of SantaCatarina (June to September, 2000) and another in a quaternary plain forest of the Volta Velha Reserve...

Reprodução e dinâmica populacional de Didelphis aurita Wied-Neuwied (Mammalia: Didelphimorphia) em ambiente periurbano na Ilha de Santa Catarina, Sul do Brasil; .

Graipel, Maurício Eduardo; Departamento de Ecologia e Zoologia – CCB, Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário, Trindade, 88.040-970, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil; Filho, Manoel dos Santos; Departamento de Ciências Biol
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
126.04%
De abril/96 a março/97 aspectos da reprodução e dinâmica populacional de Didelphis aurita foram estudados através de um programa de captura-marcação-recaptura, em uma área periurbana às margens de um alagado na  Ilha de Santa Catarina, sul do Brasil. No total, 31 indivíduos foram capturados 108 vezes, com um esforço de coleta de 880 armadilhas-noite. Os resultados sugerem um padrão reprodutivo poliéstrico sazonal e um aumento populacional durante o outono/inverno atribuído à entrada de jovens na população. A proporção sexual foi desviada para as fêmeas em relação ao número de indivíduos capturados e capturas totais. A principal causas desses desvios pode ser devido à emigração de machos jovens. Os efeitos de procedimentos de amostragem sobre desvios na proporção sexual  de filhotes de fêmeas residentes também são discutidos.; Reproduction and population dynamics of Didelphis aurita Wied-Neuwied (Mammalia: Didelphimorphia) in the periurban environment of Santa Catarina Island, in southern Brazil. The various aspects of reproduction and population dynamics of Didelphis aurita were studied through capture-recapture on Santa Catarina Island, in southern Brazil. Surveys were carried out from April 1996 to March 1997. The study area was located near the stream of a swamp in a disturbed Atlantic Forest area. On 880 trap-nights...

Diatomáceas (Bacillariophyta) do complexo lagunar do sul do estado de Santa Catarina, Brasil; Diatoms (Bacillariophyta) from the southern lagoon complex of Santa Catarina, Brazil

Souza-Mosimann, Roseli Maria de; Universidade Federal de Santa Catarina; Laudares-Silva, Roselane; Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 POR
Relevância na Pesquisa
106.1%
O complexo lagunar do sul catarinense é de grande importância ecológica e social para o estado por ser vital para o ciclo biológico de várias espécies de peixes e crustáceos, com repercussão na formação de estoques marinhos, além de representar um meio de subsistência para as comunidades humanas que vivem no entorno. Como parte de um estudo maior, visando o diagnóstico ambiental do complexo lagunar (Projeto Provida - 1999), foi realizado o levantamento florístico e o estudo da distribuição horizontal qualitativa das Diatomáceas (Bacillariophyta). Este grupo de microalgas é o mais representativo em riqueza de espécies nas regiões lagunares /estuarinas do estado de Santa Catarina. As coletas foram realizadas nas lagoas Mirim, Imaruí, Santo Antônio, Ribeirão Grande, Santa Marta, Camacho, Garopaba do Sul e Manteiga, em duas campanhas em abril / 1992 e novembro/1993. Foram identificados 125 táxons específicos e infraespecíficos distribuídas em 66 gêneros: Coscinodiscophyceae (27) gêneros, Fragilariophyceae (9) e Bacillariophyceae (30). A classe Bacillariophyceae apresentou maior número de táxons (64), seguida por Coscinodiscophyceae (50) e Fragilariophyceae (10). Os gêneros Coscinodiscus e Diploneis apresentaram a maior riqueza de espécies...