Página 1 dos resultados de 641 itens digitais encontrados em 0.066 segundos

A presença portuguesa na arquitetura da Ilha de Santa Catarina: séculos XVIII e XIX

Souza, Sara Regina Silveira de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
145.94%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História

Metais pesados em ecossistemas costeiros : caso do manguezal de Ratones (Ilha de Santa Catarina)

Ribeiro, Alexandre Gomes
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: iv, 60f.| il., mapas, tabs
POR
Relevância na Pesquisa
146.08%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Fisicas e Matematicas; Determinação de metais pesados em: sedimento, água, componentes animais e vegetais da biota aquática no manguezal de Ratones, por se tratar de um ambiente isento de poluição antrópica. Através das técnicas de ICP-MS e espectrofotometria. Os resultados obtidos foram os esperados para um ambiente isento de poluição, todas as concentrações de metais estudadas ficaram abaixo das observadas em outros estudos.

Análises espaciais como apoio à gestão turística da Ilha de Santa Catarina

Oliveira, Sérgio Domingos de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 104 f.| il., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
136.07%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O turismo configura-se como uma das bases do desenvolvimento de Florianópolis. No entanto, o crescimento desordenado da atividade na Ilha tem comprometido a sua atratividade e a conseqüente sustentabilidade dos turistas no interior da Ilha. A eficácia da gestão da atividade turística assim como da gestão urbana é baixa. Este trabalho tem como objetivos: demonstrar o potencial de análises espaciais como apoio à gestão do turismo; criar um banco de dados digital; analisar a distribuição espacial de equipamentos e serviços turísticos; analisar as condições de mobilidade dos turistas; e sugerir condições de sustentabilidade para o turismo na Ilha de Santa Catarina. Os dados foram obtidos através de levantamentos de campo, através de interpretação de cartas e imagens e através de consultas a documentos de órgãos públicos (Embratur, Santur, Setur e FATMA). Espera-se que este estudo, através de seus dados e análises, venha contribuir para a gestão do turismo na Ilha de Santa Catarina, assim como para atividades de ensino e pesquisa

Sistema Joaquina - Morro das Pedras e praias adjacentes da costa leste da Ilha de Santa Catarina

Torronteguy, Mauricio de Carvalho
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xix, 158 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
146.12%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Geografia; Entre abril de 2000 e março de 2001 foram monitorados cinco perfis praias ao longo do sistema praial Joaquina - Morro das Pedras objetivando analisar as características morfodinâmicas e sedimentológicas deste sistema. A integração com resultados de pesquisas anteriores permitiu a caracterização morfodinâmica e granulométrica das praias arenosas oceânicas da costa leste da ilha de Santa Catarina. Concluiu-se que as características granulométricas são condicionadas pelas diferentes fontes de sedimentos e pela dinâmica atuante. A granulometria e as modificações sofridas pelas ondas incidentes devido à presença de ilhas e promontórios rochosos condicionam as características morfodinâmicas das praias estudadas.

Determinação de elementos traço em amostras de águas do mar, sedimento, mexilhões e ostras, da região costeira da Ilha de Santa Catarina, SC, Brasil, por espectrometria de massa com fonte de plasma indutivamente acoplado

Seibert, Edson Luiz
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xiii, 149 f.| il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
136.11%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Programa de Pós-Graduação em Química.; Moluscos bivalves são freqüentemente utilizados como indicadores para análises de contaminação aquática representando a base de inúmeros programas de monitorização ambiental. Com a perspectiva de se avaliar riscos potenciais à saúde humana, este trabalho investigou a qualidade de mexilhões Perna perna e ostras Crassosstrea gigas cultivadas em zonas costeiras da Ilha de Santa Catarina ao longo dos anos de 1999 e 2000, quanto ao teor de elementos traço. Três pontos de coleta foram selecionados: Enseada da Pinheira, Praia do Ribeirão da Ilha e Praia de Sambaqui. Parâmetros físico-químicos da água do mar considerados relevantes na medida do grau de eutrofização mostraram valores compatíveis com a dinâmica do meio ambiente estudado. Concentrações de elementos metálicos e semi-metálicos foram determinadas na água do mar, nas fases dissolvida e particulada, nos tecidos dos bivalves e no sedimento. As concentrações foram similares ou menores do que aquelas encontradas em outros países. Também foram determinadas as concentrações dos elementos traço nos sedimentos coletados nas regiões de cultivo...

A população pré-colonial Jê na paisagem da Ilha de Santa Catarina

Fossari, Teresa Domitila
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 1 v.| il., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
136.17%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Geografia.; Entendendo-se que certas evidencias arqueológicas presentes na Ilha de Santa Catarina constituem unidades do sistema de assentamento da população pré-colonial, nesta tese procurou-se dar visibilidade ao que estava subjacente à Arqueologia catarinense. Na Ilha, a população pré-colonial Jê teria se instalado a partir do século VII ou VIII d.C., permanecendo por um período de 600 ou 700 anos, sendo que suas evidências são conhecidas desde o final da década de 50 do século passado - reveladas através de escavações de alguns sítios arqueológicos a ela relacionados. Porém, até o desenvolvimento desta tese tais sítios não tinham sido vistos em termos de seu conjunto, ou seja, como testemunhos do sistema de assentamento pré-colonial Jê. Os enfoques foram encaminhados no sentido de levantar aspectos das relações das diversas ocupações pré-coloniais Jê com o ambiente da Ilha de Santa Catarina, demais ilhas do arquipélago, de áreas do continente, bem como, com o mar, tendo em vista verificar mecanismos de sobrevivência que teriam desenvolvido nestes ambientes. Para tanto...

Etnobotânica de restinga em comunidades caiçaras da Ilha do Cardoso (SP) e da Ilha de Santa Catarina (SC)

Miranda, Tatiana Mota
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xvi, 147 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
136.16%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal; O presente trabalho tem como objetivo geral estudar a etnobotânica de comunidades litorâneas em áreas de Restinga, analisando o uso de recursos vegetais para fins alimentares, medicinais e manufatureiros, além de investigar a atual situação de dois grupos populacionais quanto ao conhecimento e uso dos recursos vegetais locais, comparando também as maneiras com que ambos os grupos, com modos de vida semelhantes, mas de origem e localização geográfica distintas, utilizam os recursos naturais de que dispõem. O estudo foi realizado em duas regiões onde a vegetação de Restinga arbórea está presente: a Ilha do Cardoso (SP) e a porção sul da Ilha de Santa Catarina (SC). Os capítulos que compoem este trabalho consistem: a) na caracterização do perfil sócio-econômico das populações estudadas; b) na descrição das formas de utilização dos recursos vegetais de cada comunidade, analisando o conhecimento etnobotânico e comparando-o entre as diferentes áreas de estudo; e c) em considerações sobre o acesso ao conhecimento tradicional associado à biodiversidade e a devolução de resultados às comunidades estudadas. Em linhas gerais constatou-se que...

Fugas escravas e quilombos na Ilha de Santa Catarina, século XIX

Rebelatto, Martha
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: vii, 153 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
136.14%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História; Esta dissertação trata das fugas escravas na Ilha de Santa Catarina durante o século XIX. A pesquisa se baseou na análise dos anúncios de fuga publicados em jornais, da correspondência entre Presidente da Província, Chefe de Polícia, Sub-delegados e Juízes, bem como de processos envolvendo escravos fugitivos. Podemos perceber uma rede intensa e rica de relações entre os escravos e destes com a comunidade. A fuga era produto de um cálculo entre as vantagens e as dificuldades a que o escravo estava exposto no cativeiro e as que encontraria em uma fuga. A análise da opção que o escravo fazia entre fugir ou permanecer sob o jugo de seu senhor depende do entendimento das relações interpessoais, das condições do cativeiro e da sociedade em que estava envolto. O presente trabalho analisa o perfil dos escravos que optaram por escapar do cativeiro e avalia as chances de sucesso das fugas em diferentes momentos do século XIX. Assim, aponta as rotas de fuga dos escravos na Ilha de Santa Catarina, de acordo com as oportunidades oferecidas pela geografia, economia e relações sociais locais. As ocorrências de fugas variaram desde a formação de "ajuntamentos de escravos fugitivos"...

Coliformes termotolerantes e enterococcus SP em ostras e águas salinas utilizadas para cultivo de moluscos bivalves da Baia Sul da Ilha de Santa Catarina - Brasil

Miotto, Letícia Adélia
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 106 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
145.96%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, Florianópolis, 2009.; Este trabalho teve por objetivo pesquisar a incidência de bactérias indicadoras de contaminação fecal em 12 diferentes áreas cultivos de moluscos bivalves situados na Baia Sul da Ilha de Santa Catarina, Brasil. Foram realizados ensaios microbiológicos para contagens de coliformes termotolerantes, E. coli e enterococos, e avaliação da influencia de parâmetros físico-químicos em amostras de ostras e de águas utilizadas para cultivo de moluscos. Avaliou-se também as águas dos principais rios e riachos que desembocam próximos as áreas de cultivo de moluscos bivalves na Baia Sul, tanto no lado Insular como no lado Continental, através de contagens das mesmas bactérias indicadoras utilizadas para avaliação das águas salinas. Utilizando-se o Sistema API 20 STREP, identificou-se espécies de Enterococcus sp isoladas das amostras de águas analisadas e determinou-se o perfil de resistência destas espécies aos principais antibióticos de uso clinico. Observou-se correlação estatística significante a 5% entre as contagens de E. coli nas águas utilizadas para cultivo de moluscos e na carne das ostras; enterococos...

Relações entre a morfodinâmica e a utilização em trechos da costa oceânica da Ilha de Santa Catarina, SC, Brasil

Oliveira, Ulisses Rocha de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xiv, 198 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
156.1%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2009; A presente tese de doutorado analisa a relação entre características morfodinâmicas de praias arenosas oceânicas e a utilização da orla adjacente. A área de estudo é a costa oceânica da Ilha de Santa Catarina, município de Florianópolis, sul do Brasil. Para tanto, primeiramente foram compilados dados referentes a 40 perfis de praia monitorados na área de estudo. Através deles foram analisados diversos parâmetros, o que possibilitou o agrupamento de tipos de praia, utilizando técnicas de estatística multivariada. Três grupos, ou três tipos de praia, puderam ser identificados: Praias compostas de areia fina abrigadas da alta energia das ondas pela presença de promontórios rochosos foram denominadas praias do Grupo 1. Possuem baixa declividade na porção subaérea, ausência de banco submerso definido, ou um Terraço de Baixa Mar, e são as praias mais estáveis morfologicamente, dentre as analisadas. Praias compostas de areia fina expostas à moderada e à alta energia das ondas foram denominadas praias do Grupo 2. Apresentam baixa moderada declividade na face praial...

Os manguezais da Ilha de Santa Catarina frente à antropização da paisagem

Trindade, Larissa Carvalho
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 220 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
136.13%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Florianópolis, 2009; Apesar da reconhecida importância ambiental, econômica e social dos manguezais, eles têm sofrido danos decorrentes das pressões antrópicas a que estão sujeitos, o que muitas vezes tem acarretado sua degradação. Na Ilha de Santa Catarina, Florianópolis-SC, há cinco principais formações desse ecossistema: Manguezal do Rio Ratones, Manguezal do Saco Grande, Manguezal do Itacorubi, Manguezal do Rio Tavares e Manguezal da Tapera. Todos estão situados na face Oeste da Ilha e possuem áreas urbanizadas nas suas proximidades. Evidentemente, tais manguezais têm sido afetados pelas transformações pelas quais a paisagem da Ilha tem passado devido às atividades humanas e aos ciclos econômicos. Nesse sentido, foram investigadas as relações entre os processos humanos e ecológicos nos manguezais da Ilha de Santa Catarina. Adotou-se a Ecologia da Paisagem como referencial teórico-conceitual para a abordagem do tema, a qual foi realizada mediante uma estrutura hierárquica de escalas espaciais e temporais. Com base nos dados existentes, foram elaborados mapas temáticos para as bacias dos manguezais - entre os quais mapas de cobertura vegetal e uso do solo para os anos de 1938...

Interação praia-duna e sua influência sobre a vegetação de duna frontal na costa leste da Ilha de Santa Catarina, SC, Brasil

Peixoto, Janice Rezende Vieira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 175 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
146.1%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2010; Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência da morfodinâmica do sistema praia-duna sobre a diversidade e a zonação da vegetação da duna frontal nas praias arenosas da costa leste da ilha de Santa Catarina, SC, Brasil. Foram analisados nove pontos em trechos da linha de costa que apresentam distintos estágios morfodinâmicos praiais (três perfis dissipativos, três perfis intermediários e três perfis reflectivos) das seguintes praias: Pântano do Sul, Armação, Morro das Pedras, Campeche, Joaquina, Moçambique e Santinho. Neste estudo foram utilizados os parâmetros morfométricos já existentes e obtidas nas dissertações de Abreu de Castilhos (1995), Torronteguy (2002), Oliveira (2004) e Peixoto (2005) e na tese de Miot da Silva (2006). Para descrever a morfologia praial dos nove pontos foi utilizado a estação total. A análise granulométrica foi realizada a partir da coleta superficial de amostras de sedimento, do reverso da duna frontal até o pós-praia totalizando 63 amostras e também se mediu o teor de salinidade do sedimento das praias. A amostragem da vegetação foi realizada no verão e inverno de 2008 e verão de 2009...

Andropogoneae Dumont. (Poaceae) nativas e subespontâneas da Ilha de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil

Neves, Bárbara Toncic
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xv, 103 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
146%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programam de Pós-graduação em Biologia Vegetal, Florianópolis, 2010; A tribo Andropogoneae (Poaceae - Panicoideae) possui cerca de 85 gêneros e 960 espécies com distribuição ampla nas regiões tropicais e subtropicais do mundo. No Brasil, as Andropogoneae compreendem 10 a 20% das espécies da família e ocorrem em todas as regiões do País. O estudo teve como objetivo registrar as espécies de Andropogoneae nativas e subespontâneas ocorrentes na Ilha de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil, a qual é coberta por formações vegetais do Bioma Mata Atlântica. Com base em coletas ao longo do ano de 2009 a abril de 2010 e análise de coleções de herbários, foi confirmada a ocorrência de 10 gêneros e 19 espécies de Andropogoneae, três delas com táxons infraespecíficos, 17 nativas e duas subespontâneas: Andropogon L. (7 spp.), Bothriochloa Kuntze (2), Eriochrysis P. Beauv. (1), Hyparrhenia Andersson ex E. Fourn. (1), Imperata Cirillo (1), Ischaemum L. (1), Rhytachne Desv. (1), Saccharum L. (3), Schizachyrium Nees (1) e Sorghum Moench (1). Os gêneros Bothriochloa e Rhytachne são pela primeira vez citados para a Ilha de Santa Catarina. Neste local a Tribo é predominante em áreas abertas...

Aspectos ecológicos da mirmecofauna em comunidades de restingas na Ilha de Santa Catarina, Sul do Brasil

Cereto, Carlos Eduardo
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 141 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
136.1%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Florianópolis, 2011; As comunidades podem ser afetadas por fatores bióticos e abióticos que determinam muitas vezes a distribuição e abundância dos organismos nos ecossistemas. As restingas são formadas por um conjunto de ecossistemas situados na costa brasileira que apresentam algumas condições estressantes aos organismos, como a baixa retenção de água pelo solo arenoso e a influência da salinidade. As diferentes fitofisionomias encontradas nas restingas apresentam diferenças estruturais que refletem as diferentes condições micro-climáticas que são fundamentais para a distribuição das espécies animais. As formigas são consideradas um dos grupos animais mais exitosos e importantes em ecossistemas terrestres, no entanto existem poucos trabalhos que investigam a relação da mirmecofauna com as diferentes fisionomias vegetais que encontramos nas restingas. A hipótese da heterogeneidade ambiental prevê que hábitats mais complexos oferecem condições para a existência de um maior número de espécies. Nesse trabalho, essa hipótese foi testada investigando diferentes atributos ecológicos para a mirmecofauna epigéica em três fitofisionomias (herbácea...

O uso de indicadores sócioambientais para análise da atividade turística na Ilha de Santa Catarina, município de Florianópolis/SC

Dantas, Ana Lúcia de Faria Lucena
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 237 f.| il., grafs., tabs., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
156.14%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; A presente pesquisa é fruto da investigação à que se procedeu durante a elaboração desta Tese de Doutorado, realizada no programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, na Universidade Federal de Santa Catarina. Quanto ao procedimento metodológico, adota-se como método de abordagem a indução naturalística que consiste no estudo aprofundado de um caso sem a intenção de generalização. Quanto aos métodos de pesquisa, empregou-se a pesquisa exploratória e a descritiva, desenvolvidas por meio de um estudo de caso, realizado em Florianópolis. Entre as principais atividades existentes no município encontra-se o turismo, que vem se destacando desde a década de 1980, sendo atualmente uma atividade consolidada. Apesar da importância atribuída à atividade, seu planejamento ainda não atende às necessidades específicas e às particularidades do turismo, o que leva, em conseqüência, a problemas relacionados ao uso e à ocupação do solo, à infra-estrutura, a problemas socioambientais, entre outros. Com o propósito de contribuir para minimizar os problemas advindos do turismo...

As repercussões da atividade turística na Ilha de Santa Catarina

Ramos, Cristiano Maciel
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
136.1%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental.; O presente trabalho constitui-se num diagnóstico socioambiental frente às repercussões da atividade turística na Ilha de Santa Catarina, município de Florianópolis. Na atual perspectiva de crescimento do fluxo massivo de turistas e do acelerado processo de urbanização que vem ocorrendo no município, a pesquisa procura dimensionar os impactos socioambientais decorrentes do turismo na gestão urbana em seus diversos contextos sociais, econômicos e ambientais. As bases teóricas que fundamentam a análise do objeto de pesquisa são aquelas referentes ao Ecodesenvolvimento. O estudo empírico, de instrumental metodológico quantiqualitativo, dá-se através da pesquisa e sistematização de dados secundários provenientes de diversos estudos relacionados ao tema e por meio de entrevistas junto a atores sociais representativos do município. A análise da sustentabilidade do desenvolvimento turístico na Ilha de Santa Catarina é apresentada nas seis dimensões inerentes ao planejamento sob a ótica do Ecodesenvolvimento: cultural, econômica, social, espacial, ecológica e política. Por fim...

Avaliação de parâmetros oceanográficos em áreas de produção de ostras nas águas da Baia Sul (SC) - Brasil

Wolff, Ruy Avila
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 244 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
136.16%
Tese {doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em Geografia, Florianópolis, 2007; Esta tese tem por objetivo avaliar a variação de parâmetros oceanográficos e suas possíveis conseqüências sobre o cultivo de ostras na Baía Sul da Ilha de Santa Catarina, enfatizando a influência da temperatura, salinidade e turbidez como riscos zootécnicos e o aporte da rede de drenagem fluvial como risco sanitário ao cultivo de moluscos. Também é discutido o modelo de monitoramento adotado na França, um dos líderes da produção mundial de ostras, visando encontrar maneiras de gestão mais adequadas para a área em estudo que é, atualmente, a região de maior produção de ostras Crassostrea gigas do Brasil. Para isso são caracterizadas as variações de temperatura, salinidade e turbidez da água na baía Sul da Ilha de Santa Catarina e áreas adjacentes e avaliadas suas implicações para o cultivo de ostras. O modelo hidrológico do Arcview foi aplicado para estimação de escoamento superficial das bacias hidrográficas do entorno das baías Norte e Sul da Ilha de Santa Catarina. Com relação aos parâmetros oceanográficos foi verificado que, nos anos de temperaturas mais elevadas...

A faixa de normalidade e alguns fatores relacionados ao ciclo menstrual das mulheres da Ilha de Santa Catarina

Fernandes, Barbara Aparecida
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 29 p.| grafs.,tabs.
Relevância na Pesquisa
145.9%
Trabalho de Conclusão de Curso - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Tocoginecologia, Curso de Medicina, Florianópolis, 1993

Uso de biomarcadores de estresse oxidativo no diagnóstico ambiental em ostra, Crassostrea gigas e mexilhão, Perna perna em estações de malacocultura da Ilha de Santa Catarina

Zottis, Alexandre D'Agostini
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xviii, 106 f.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
136.06%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-graduação em Biotecnologia; Vários estudos sugerem que moluscos bivalves têm adquirido grande importância como sentinelas em programas de monitoramento da poluição marinha. Este trabalho teve como objetivo realizar um diagnóstico em estações de malacocultura incluindo a influência sazonal dos biomarcadores de estresse oxidativo em mexilhão e ostra, tentando correlacionálos com parâmetros físico-químicos e microbiológicos das estações. Os animais adultos (n=10) de cada estação foram coletados em 3 sítios: sítio sul, PS = Ribeirão da Ilha , sítio

Diatomáceas fitoplanctônicas de dois diferentes ambientes costeiros da Ilha de Santa Catarina, SC, Brasil

Talgatti, Dávia Marciana
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiv, 136 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
146.16%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-graduação em Biologia Vegetal, Florianópolis, 2009; As diatomáceas são citadas como sendo o grupo dominante na costa brasileira. Portanto, estudos relacionados à taxonomia e distribuição dos gêneros são bastante relevantes para o entendimento do local onde são registrados e para subsidiar futuros estudos ecológicos. A Ilha de Santa Catarina está localizada no sudoeste do oceano Atlântico, em umas das regiões mais complexas, com relação à influência de massas d'água, do mundo, conhecida como zona de Confluência Brasil-Malvinas. O objetivo do presente estudo foi inventariar as diatomáceas marinhas (Capítulo 1), descrever e ilustrar as espécies de Thalassiosira Cleve emend. Hasle (Capítulo 2) e Skeletonema Greville emend. Sarno et Zingone (Capítulo 3), e ainda, analisar a distribuição anual e densidade celular de Coscinodiscus wailesii Gran & Angst (Capítulo 4) em dois diferentes locais estudados na costa da Ilha de Santa Catarina, SC, Brasil. As coletas foram mensais (janeiro/2007 a janeiro/2008) e realizadas em três estações de coleta: duas no centro-oeste da Ilha (Baia Norte: Estação Ratones Grande e Estação Guarás) e uma no sudeste da Ilha (Estação Pântano do Sul). As amostras foram analisadas em Microscopia Óptica e Microscopia Eletrônica de Varredura. Foram identificados 139 táxons de diatomáceas. A classe mais representativa foi Coscinodiscophyceae (73 táxons). Foram encontrados 23 táxons do gênero Thalassiosira. Thalassiosira exigua...