Página 1 dos resultados de 3448 itens digitais encontrados em 0.050 segundos

Negociação coletiva e saúde do trabalhador no serviço público

Lelles, Sérgio Luís Camillo de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106.18%
Neste trabalho serão analisadas as perspectivas, sob um enfoque teórico, de relacionamento da Negociação Coletiva com a Saúde do Trabalhador com vistas à melhoria das condições de trabalho e ao alcance da eficiência, tendo como foco principal o trabalho na esfera pública. Será visto que as recentes mudanças no mundo do trabalho têm gerado diversos transtornos na manutenção da saúde do trabalhador, tanto na esfera pública como na esfera privada, e que tal condição impacta negativamente na eficiência dos sistemas em dois momentos: o primeiro, direto, na piora dos índices relacionados à saúde do trabalhador; e o segundo, através do impacto que a insatisfação e o sofrimento no trabalho causam à produtividade. Sendo assim, propõe-se analisar como as Negociações Coletivas podem corresponder a uma perspectiva de aproximação do servidor com as decisões que afetem suas condições de trabalho, sendo apresentado o campo da Saúde do Trabalhador, uma corrente que procura estabelecer um viés participativo e auto-afirmativo do trabalhador como gestor de sua própria saúde no trabalho. Verifica-se que as iniciativas da Negociação Coletiva e da Saúde do Trabalhador são complementares e sinergéticas e que podem auxiliar na composição de uma atuação mais estruturada...

O campo Saúde do Trabalhador: resgatando conhecimentos e práticas sobre as relações trabalho-saúde

Lacaz,Francisco Antonio de Castro
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
106.17%
O artigo discute pressupostos teórico-operacionais do campo Saúde do Trabalhador e os formulados pela Saúde Ocupacional. Refere-se às categorias teórico-conceituais que sustentam ambas as abordagens, visando a demonstrar as diferentes matrizes que as embasam e suas diferenças epistêmicas, considerando as formulações de Foucault relativas à Arqueologia. Justifica-se tal empreitada pela constatação de que a abordagem interdisciplinar que caracterizou as pesquisas em Saúde do Trabalhador está sendo abandonada, ao lado da involução programática das ações de Saúde Pública em nível das políticas sociais, da fragilidade do movimento sindical e dos equívocos conceituais observados no Relatório Final da 3ª Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador realizada em novembro de 2005 e convocada pelos Ministérios da Previdência Social, da Saúde e do Trabalho e Emprego. Tal evento representou o resultado das Conferências de Saúde do Trabalhador realizadas nos Estados e municípios, que mobilizaram cerca de 100 mil militantes pelo Brasil, representados pelos delegados a 3ª Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador.

Compreender o trabalho na Atenção Primária à Saúde para desenvolver ações em Saúde do Trabalhador: o caso de um município de médio porte

Dias,Maria Dionísia do Amaral
Fonte: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Publicador: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
116.12%
INTRODUÇÃO: a integralidade da atenção em Saúde do Trabalhador (ST) exige a expansão das ações para a Atenção Primária em Saúde (APS). Nesse sentido, compreender o trabalho na APS e suas possibilidades torna-se necessário para subsidiar os planos e as ações em ST com vistas à integralidade. OBJETIVO: apresentar a percepção de trabalhadores da APS, de município de médio porte do estado de São Paulo, quanto ao desenvolvimento das ações de ST em suas unidades de saúde. METODOLOGIA: foi utilizado questionário autoaplicável com 20 perguntas desenvolvido pela pesquisadora. Utilizou-se análise descritiva das perguntas fechadas e de conteúdo das perguntas abertas. RESULTADOS: 45% do total de profissionais respondeu, abrangendo todas as unidades de saúde do município e todas as categorias que compõem as equipes de APS. As respostas sugerem que os profissionais levam em consideração o trabalho dos usuários nos seus atendimentos e que algumas ações do campo da ST são desenvolvidas nas unidades de saúde. Os respondentes também apontam que suas dificuldades para a realização dessas ações se relacionam muito mais a aspectos da organização e gestão do sistema do que a especificidades da área de ST. CONCLUSÃO: O estudo aponta que a condição de trabalho do trabalhador da saúde é uma importante questão para a implementação de ações de Saúde do Trabalhador na APS.

Vigilância em Saúde do Trabalhador: rumos e incertezas

Daldon,Maria Teresa Bruni; Lancman,Selma
Fonte: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Publicador: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
106.2%
No contexto atual do mundo do trabalho, é fundamental que a Vigilância em Saúde do Trabalhador possa, por meio de mecanismos de investigação, análise e intervenção sobre os processos, os ambientes, as organizações e as relações de trabalho, promover a saúde dos trabalhadores e a prevenção de acidentes e de doenças relacionadas ao trabalho. O objetivo deste ensaio é refletir sobre o processo de Vigilância em Saúde do Trabalhador com ênfase no município de São Paulo. Com base em revisão bibliográfica e documental, abordamos o fluxo e os impedimentos das ações atuais nessa área, no contexto do Sistema Único de Saúde, enfocando a distância entre conhecimento teórico, sua apreensão e sua aplicação. Iniciamos por uma retrospectiva histórica e conceitual do campo da Saúde do Trabalhador. Na sequência, fazemos uma reflexão sobre as políticas de governo para Vigilância em Saúde do Trabalhador e sobre os conceitos de Vigilância em Saúde e Vigilância em Saúde do Trabalhador. Complementando a reflexão, a Vigilância em Saúde do Trabalhador é analisada a partir da perspectiva de diferentes autores. Concluímos que é preciso requalificar a estrutura organizacional da saúde pública no Brasil, incluindo indicadores qualitativos de avaliação do impacto das ações e contemplando os diferentes processos de trabalho e a diversidade de necessidades de cada serviço voltado à ST no âmbito do SUS.

Grupo dos Novos: relato de uma experiência de estágio com grupos de acolhimento de trabalhadores em um Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest)

Imbrizi,Jaquelina Maria; Keppler,Isabel Lopes do Santos; Vilhanueva,Marcelo Soares
Fonte: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Publicador: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
116.09%
Este trabalho relata experiência de estágio curricular ocorrida em 2010 e 2011 num Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Oito estagiárias de 4º e 5º anos do curso de Psicologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Campus Baixada Santista, observaram e coordenaram um grupo, informalmente denominado Grupo dos Novos, com o objetivo de prover um espaço de acolhimento ao trabalhador que procura pela primeira vez ajuda dos profissionais do equipamento de saúde. O relato apresenta nosso posicionamento ético, político e estético na área de saúde e trabalho, com suas limitações e potencialidades no contexto da sociedade capitalista. Os resultados corroboraram a importância dos Grupos de Acolhimento como garantia do acesso universal, um dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS). Foram analisados os possíveis impactos dessa experiência: os usuários tiveram oportunidade de produzir uma nova compreensão sobre seu adoecimento, não mais tão individualizada, mas sim atrelada às condições de trabalho; os estagiários articularam teoria e prática a partir de conhecimentos em educação popular, processo grupal e análise institucional; e a equipe da unidade acompanhou um novo modo de organizar o atendimento ao trabalhador. Concluímos que o Grupo dos Novos deu um primeiro passo na quebra da lógica de organização dos serviços centrada na figura do médico.

O trabalho precoce e as políticas de saúde do trabalhador em Natal

Feitosa,Izabel Christina do N.; Gomes,Maria Aparecida de França; Gomes,Munich Vieira Santana; Dimenstein,Magda
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2001 PT
Relevância na Pesquisa
116.16%
Este estudo objetivou investigar como é contemplada a questão do trabalho precoce pelas políticas de saúde do trabalhador em Natal. Para tal, fez-se um levantamento dos relatórios do Núcleo de Saúde do Trabalhador (NST) da Secretaria Municipal de Saúde e entrevistas semi-estruturadas com os técnicos do Núcleo e do Programa de Saúde do Trabalhador (PST). Quanto ao PST, constatou-se grandes dificuldades para a concretização, principalmente em virtude do descompromisso das autoridades políticas locais. Atualmente, é um tema que parece ter sido silenciado, sobre o qual técnicos e outros profissionais, antes envolvidos, não se dispõem mais a atuar nessa área ou, até mesmo, a falar sobre o assunto. Verificou-se que, com o mesmo silêncio, tem sido tratada a questão da saúde do trabalhador precoce, que ao longo da trajetória não se encontra nenhuma medida ou intervenção para que este trabalhador passe a ocupar um lugar frente às políticas de saúde do trabalhador.

Saúde do trabalhador na atenção básica: análise a partir de uma experiência municipal

Dias,Maria Dionísia do Amaral; Bertolini,Grazielle Cristina dos Santos; Pimenta,Aparecida Linhares
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Publicador: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
116.14%
Este texto apresenta um relato da experiência de implantação de ações de saúde do trabalhador nos serviços de atenção básica no município de Amparo, no estado de São Paulo, ocorrida durante a gestão do período 2001 a 2008, visando contribuir na premente necessidade do SUS de implantação das ações de saúde do trabalhador. A análise realizada pelas autoras, protagonistas na gestão do processo, ressalta alguns dos elementos-chave para a efetiva implantação de ações de saúde do trabalhador na rede de atenção básica. Dentre eles, a Estratégia Saúde da Família (ESF), ao lado de outros elementos - como o modelo de matriciamento com ação pedagógica contínua e participação nos colegiados de gestão, a educação permanente e o protagonismo dos trabalhadores da saúde -, mostrou-se um facilitador do processo. Como elementos estruturantes da construção efetivada, apontam-se o modelo de gestão colegiada adotado pela secretaria e a forma de implantação do Centro de Referência de Saúde do Trabalhador no município. Todo esse arranjo promoveu uma interlocução permanente entre as equipes de saúde, da atenção básica e da referência especializada que foi indispensável para a experiência ocorrida.

A banalização da injustiça social no cotidiano de trabalho : a propósito da violência no trabalho e ameaça à saúde do trabalhador

Bila, Neyla Ivanete Gomes de Farias Alves
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
116.14%
Analyzes the factors that unleash violence by banalization of the problems and health questions of workers in a federal public institution, in Natal/RN. It analyzes transformations in the world of the work, with its politic, social and economic determinatives and its relation to the worker health. Boarding the violence in the work enviroment and its implications to the worker health, focusing on the banalization of problems faced by the workers as a kind of violence in and with the work. It was chosen an analitic methodology with qualitative approach, through the collection tecnic and information analyzes according to the thematic oral history, with recorders of authorized personal narratives, through individual interview with a semi-structured guide. In the analyzis of results it were made empiric cathegories: the daily work enviroment and its influence to the worker profession and life; the violence presents in the work enviroment and its consequences to the worker life and health; the banalization of the social injustice, due to violence against the worker that broked their dreams concerned to the nursing contribution. The results revealed the ordinary work of these workers showing enviromental and organizational unhealthy conditions...

Biossegurança e a saúde do trabalhador na assistência a pacientes em tratamento onco-hematológico; Biosafety and Occupational Health in the care of patients oncological and hematological treatment

Melo, Hênia Ramalho de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
116.09%
In recent years, the biosafety has been made possible a new look which are based the conceptions of health and illness process, as well as human needs. This new vision is focused on health vigilance that is referenced specifically in this study to the worker s health. The health of workers is essential for the prevention and control of epidemics and outbreaks of diseases as well as emerging and reemerging diseases. The present study wants to show the importance of biosafety measures for health workers, showing them through the concepts in their daily work. It is also to direct the use of biosafety measures in the care of oncology and hematology patients care, because of its infection susceptibility. OBJECTIVES: To analyze the conceptions of health workers in the biosafety pratice to the patients in oncological and hematological treatment in an oncological institution in Natal / RN, as well as make a socio-demographic profile of these workers and to know their difficulties to adequate biosafety measures. METODOLOGIA: The research is exploratory descriptive with qualitative approach, using the technique of oral history. The use of this technique is justified for the possibility of analyze the conceptions of health workers in the face of biosafety measures. From the definition of analysis categories that have emerged in the study. The categories were: daily work...

Avaliação do programa de atenção à saúde do trabalhador: uma abordagem da atenção primária

Silva, Antônio Welhington da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva; Saúde Pública Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva; Saúde Pública
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
116.19%
The accelerated industrialization, coming with the Industrial Revolution, caused profound changes in the working world. These changes led to the households risks from work environment. Trying to assist comprehensively the health of workers, Brazil has a program of Health Care Workers in the Primary Care, and the Family Health Strategy is the main entrance for this system. The study sought to determine if the actions of the health care worker have been developed in primary care through the Family Health Strategy. This is a quantitative study with a methodological evaluation, focusing on normative assessment. The sample was formed by professionals from Team Family Health Strategy, in the municipalities of Pau dos Ferros, Caicó and Natal in Rio Grande do Norte state. The sample consists of 202 professionals (Doctors, Nurses, Assistant / Technician Nursing and Community Health Workers) in 52 Health Family Units from the 3 municipalities cited. The instrument used consists of a checklist, from Manual of Primary Care 5 - Family Health - Occupational Health, Ministry of Health. The data were analyzed describing the variables by its frequency and doing a classification of cities from the scores obtained by each. It was observed that the Family Health professionals know the program of health care worker...

Curso de Especialização Saúde da Família_ Eletiva_Noções Básicas em Saúde do Trabalhador

Universidade Aberta do SUS da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UNA-SUS/UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Backup de Moodle Formato: Backup Moodle em HTML do Curso de Especialização Saúde da Família_Backup Moodle em HTML do Curso de Especialização Saúde da Família-
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.05%
O módulo apresenta possibilidades metodológicas para a investigação e intervenção na relação saúde-trabalho, discutindo a atenção à saúde do trabalhador no contexto da Saúde da Família.; versão 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Noções Básicas em Saúde do Trabalhador [abertura]

Universidade Aberta do SUS - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro_UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Arquivo de texto em formato .pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.04%
O curso de especialização saúde da família, no módulo noções básicas em saúde do trabalhador, aula abertura, descreve os tópicos que são ofertados.; versão 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Noções Básicas em Saúde do Trabalhador [aula 1]

Universidade Aberta do SUS - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro_UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Arquivo de texto em formato .pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.09%
O curso de especialização saúde da família, no módulo noções básicas em saúde do trabalhador, aula 1, descreve a saúde do trabalhador nas dimensões da relação saúde, trabalho e meio ambiente.; versão 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Noções Básicas em Saúde do Trabalhador [aula 2]

Universidade Aberta do SUS - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro_UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Arquivo de texto em formato .pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.09%
O curso de especialização saúde da família, no módulo noções básicas em saúde do trabalhador, aula 2, descreve a política nacional de saúde e segurança do trabalhador.; versão 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Noções Básicas em Saúde do Trabalhador [aula 3]

Universidade Aberta do SUS - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro_UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Arquivo de texto em formato .pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.09%
O curso de especialização saúde da família, no módulo noções básicas em saúde do trabalhador, aula 3, descreve a promoção da saúde do trabalhador.; versão 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Noções Básicas em Saúde do Trabalhador [aula 4]

Universidade do Estado do Rio de Janeiro_UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Arquivo de texto em formato .pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.09%
O curso de especialização saúde da família, no módulo noções básicas em saúde do trabalhador, aula 4, aborda as metodologias de avaliação aplicadas a saúde do trabalhador.; versão 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Noções Básicas em Saúde do Trabalhador [aula 5]

Universidade Aberta do SUS - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro_UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Arquivo de texto em formato .pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.04%
O curso de especialização saúde da família, no módulo noções básicas em saúde do trabalhador, aula 5, aborda agravos e doenças no que tange a categoria de trabalho.; versão 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Noções Básicas em Saúde do Trabalhador [aula 6]

Universidade Aberta do SUS - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro_UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Arquivo de texto em formato .pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.09%
O curso de especialização saúde da família, no módulo noções básicas em saúde do trabalhador, aula 6, descreve a saúde do trabalhador no contexto da especialização da saúde da família.; versão 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Curso de Especialização Saúde da Família- Módulo Eletiva Noções Básicas em Saúde do Trabalhador

Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ; Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde - UNA-SUS
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Backup de Moodle Formato: Backup Moodle - Arquivo moodle contendo imagens e áudio em html, e atividades da aulas do módulo eletiva noções básicas em saúde do trabalhador
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.05%
Disponibiliza possibilidades para que seja descrito o campo da saúde do trabalhador a partir da saúde coletiva para a Estratégia de Saúde da Família pelas possibilidades metodológicas; versão 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Saúde do trabalhador na atenção básica : desafios e possibilidades de uma experiência municipal

Lopes, Cláudia de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106.2%
Esta dissertação se constitui em um estudo de caráter exploratório e explicativo sobre a Saúde do Trabalhador (ST) no âmbito da Atenção Básica (AB) ancorada em uma abordagem qualitativa que busca identificar a configuração das ações em ST na rede de AB no município de Porto Alegre/RS; com vistas a dar visibilidade às estratégias de intervenção e as dificuldades vivenciadas pelas equipes de saúde na inserção destas práticas na direção da promoção, proteção e recuperação dos trabalhadores. São sujeitos desta pesquisa 12 (doze) profissionais de saúde que no ano de 2012 trabalharam em serviços da rede de AB. No processo de coleta de dados utilizou-se a técnica de entrevista do tipo semiestruturada com aplicação de formulário composto de questões abertas. As informações foram submetidas à análise de conteúdo com base em Bardin (2004), identificando-se núcleos temáticos, de acordo com a síntese das categorias: saúde do trabalhador e atenção básica e das subcategorias temáticas: ações em saúde do trabalhador, modelo de atenção em saúde do trabalhador, facilidades e dificuldades vivenciadas em saúde do trabalhador, mediadas pelos aportes teóricos-metodológicos que dão suporte para a discussão e as proposições tecidas. Os resultados desta pesquisa apontam para: a) o não reconhecimento de uma ação específica do campo da ST; b) ausência de um sistema efetivo para o referenciamento do usuário/trabalhador para os serviços de saúde; c) problemas e falhas com a emissão de notificações de acidentes e/ou agravos relacionados ao trabalho; d) falta de preparação dos profissionais de saúde da rede de AB para o exercício de suas atividades em ST...