Página 1 dos resultados de 64 itens digitais encontrados em 0.053 segundos

Utiliza????o de servi??os do Sistema ??nico de Sa??de por benefici??rios de planos de sa??de

Oliveira, Celina Maria Ferro de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106.27%
A presente pesquisa tem como objetivo analisar a utiliza????o de servi??os de sa??de financiados pelo Sistema ??nico de Sa??de por benefici??rios de planos de sa??de e pretende contribuir para o debate sobre o mix p??blico-privado no sistema de sa??de brasileiro. Trata-se de um estudo quantitativo baseado nos microdados de 1998 e 2003 da PNAD / IBGE e em dados secund??rios provenientes de bases de dados da Ag??ncia Nacional de Sa??de Suplementar (ANS). Com base na tipologia de mix p??blico-privado proposta pela OECD (2004) e no referencial te??rico acerca do acesso e utiliza????o dos servi??os de sa??de, buscou-se analisar aspectos relacionados ?? cobertura duplicada do segmento privado de sa??de brasileiro e as desigualdades no uso dos servi??os de sa??de, a partir dos tipos de servi??os mais utilizados, das diferen??as regionais do uso do SUS por pessoas com cobertura de planos de sa??de, do perfil dos usu??rios e das caracter??sticas dos planos de sa??de cujos benefici??rios mais fazem uso do sistema p??blico no atendimento ??s demandas por servi??os de sa??de. Como resultado concluiu-se que, a despeito dos avan??os alcan??ados com a regulamenta????o do setor suplementar, o SUS ?? respons??vel por uma parcela importante na assist??ncia ?? sa??de dos benefici??rios de planos de sa??de...

Promo????o da sa??de e preven????o de riscos e doen??as no setor de assist??ncia privada ?? sa??de: avalia????o das a????es de uma empresa de autogest??o na preven????o de doen??as cardiovasculares

Alves, Danielle Conte
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
76.03%
O presente trabalho tem como objetivo explorar a associa????o entre a realiza????o de a????es de promo????o da sa??de e preven????o de doen??as cardiovasculares e a utiliza????o de servi??os de sa??de, al??m dos correspondentes custos na aten????o ?? sa??de dos benefici??rios de uma operadora de plano de sa??de, a Caixa de Assist??ncia aos Funcion??rios do Banco do Brasil (CASSI). O m??todo envolve um estudo de caso, de car??ter descritivo, com a sele????o de benefici??rios com idade maior ou igual a 30 anos, de duas capitais, Curitiba e Goi??nia, e posterior constitui????o de dois grupos: os cadastrados na Estrat??gia de Sa??de da Fam??lia e em programas voltados para a preven????o doen??as cardiovasculares at?? 31/12/2004, e os n??o cadastrados nos programas. Primeiramente, foram descritas as caracter??sticas gerais da operadora e dos programas desenvolvidos. Al??m disso, realizou-se a descri????o do perfil demogr??fico dos indiv??duos selecionados e dos fatores de risco para doen??as cardiovasculares entre os cadastrados. Em seguida, foram realizadas tr??s an??lises: a primeira refere-se ?? an??lise dos cadastrados, a fim de verificar a evolu????o dos fatores de risco para doen??as cardiovasculares, no per??odo de 2004 a 2007; a segunda diz respeito ?? avalia????o do perfil de utiliza????o de servi??os...

Sistema de comunica????o de interna????o hospitalar: avalia????o da qualidade das informa????es

Benevides, Plauto Ricardo de S?? e
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
85.96%
Este estudo visa explorar o Sistema de Comunica????o de Interna????o Hospitalar (CIH) propondo crit??rios para avalia????o da qualidade dos dados, com o objetivo de sinalizar a exist??ncia dos aspectos limitantes, e contribuir para a melhoria da qualidade dos dados dessa importante fonte de informa????o. O trabalho objetiva, tamb??m, incentivar o uso do CIH, ressaltando o seu potencial de utiliza????o na epidemiologia e na gest??o da sa??de do Pa??s. Trata-se de um estudo ecol??gico em um banco de dados em n??vel nacional, no per??odo de 2007 e 2008. A metodologia adotada na avalia????o da qualidade dos dados foi baseada nas experi??ncias do Instituto Canadense de Informa????o para a Sa??de (Canadian Institute for Health Information) e da Rede Interagencial de Informa????es para a Sa??de (Ripsa), adaptando-se seus conceitos e recomenda????es ??s necessidades inerentes ao CIH. O estudo demonstrou que, no per??odo analisado, a base de dados do CIH possui fragilidade na coleta das informa????es, por??m tem boa completitude e mostra coer??ncia das informa????es na s??rie hist??rica.

As an??lises econ??micas na incorpora????o de tecnologias em sa??de: reflex??es sobre a experi??ncia brasileira

Santos, Vania Cristina Canuto
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.03%
Nas ??ltimas d??cadas, os gastos crescentes no setor sa??de v??m preocupando diversos pa??ses, em especial aqueles cuja aten????o ?? sa??de ?? garantida pelo setor p??blico. A grande press??o pela incorpora????o de tecnologias cada vez mais caras, al??m de impactar no or??amento dos pa??ses, produz restri????o ao acesso dos servi??os de sa??de, visto que n??o ?? poss??vel garantir todas as interven????es a todos. Diante desta situa????o, t??cnicas para a racionaliza????o dos gastos, tais como as an??lises econ??micas em sa??de, s??o utilizadas na tentativa de maximizar a sa??de, mas resguardando a viabilidade financeira dos sistemas p??blicos de sa??de. Pa??ses desenvolvidos com forte financiamento p??blico, assim como Austr??lia, Canad?? e Reino Unido t??m empregado cada vez mais estas ferramentas para a tomada de decis??o acerca da incorpora????o de novas tecnologias. O Brasil, na ??ltima d??cada, tamb??m tem empreendido esfor??os para a ado????o de crit??rios de custo-efetividade, tanto na entrada de medicamentos no mercado privado, com a altera????o da lei de registro e com a cria????o da C??mara de Regula????o do Mercado de Medicamentos (CMED), quanto com o estabelecimento de uma Comiss??o de Incorpora????o de Tecnologias do Minist??rio da Sa??de (CITEC). As decis??es da CITEC s??o subsidiadas por estudos desenvolvidos pela ??rea de Avalia????o de Tecnologias em Sa??de (ATS) do Departamento de Ci??ncia e Tecnologia (DECIT) do Minist??rio da Sa??de. Neste aspecto...

An??lise do quadro de trabalhadores do Minist??rio da Sa??de e entidades vinculadas nos anos 2000

Alberto, Luciane Galdino
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
86.18%
Este estudo analisa a situa????o do quadro de trabalhadores do Minist??rio da Sa??de e entidades vinculadas Ag??ncia Nacional de Vigil??ncia Sanit??ria (ANVISA), Ag??ncia Nacional de Sa??de Suplementar (ANS) e Funda????o Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) _ noper??odo de 2000 a 2008, segundo algumas vari??veis selecionadas, com destaque para o tipo de v??nculo desses trabalhadores. Al??m da an??lise da evolu????o quantitativa da for??a de trabalho federal em sa??de, procurou-se relacionar a situa????o atual com os condicionantes hist??ricos e as pol??ticas recentes voltadas para o funcionalismo p??blico federal. O institucionalismo hist??rico ?? a principal corrente utilizada como referencial te??rico do estudo, por reconhecer a import??ncia do Estado como ator pol??tico e valorizar os condicionantes hist??ricos, o papel das institui????es e dos atores na conforma????o das pol??ticas. As estrat??gias metodol??gicas utilizadas foram: revis??o bibliogr??fica, an??lise documental e an??lise de dados prim??rios e secund??rios sobre o quadro de trabalhadores federais em geral e na sa??de. Os resultados sugerem que, no per??odo recente, ap??s o in??cio do governo Lula em 2003, houve uma inflex??o na tend??ncia de redu????o do funcionalismo p??blico federal...

Din??mica de constru????o de rela????es sociais: estudo dos valores sociais no contexto da sa??de suplementar no Brasil

Vilarinho, Paulo Ferreira
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106.33%
O presente estudo tem por objetivo analisar a evolu????o dos fatores hist??ricos que ensejaram a forma????o do atual desenho do setor de sa??de suplementar no Brasil, tendo por principal base te??rica a teoria da estrutura????o de Anthony Giddens. A pesquisa utiliza o m??todo da an??lise de documentos e entrevistas semi-estruturadas, envolvendo a an??lise qualitativa dos dados coletados com vistas ?? compreens??o dos fen??menos estudados, segundo a perspectiva dos atores. Neste sentido, a pesquisa identifica os principais atores que comp??em a estrutura do setor e suas rela????es rec??procas, inferindo sobre os recursos de poder utilizados, procurando mostrar, por meio de uma descri????o hist??rica linear, com cortes em fatos determinantes, a evolu????o da constitui????o do setor. Ao final, o estudo mostra que o setor da sa??de suplementar se formou a partir de in??meras a????es do Estado, principalmente ap??s a d??cada de setenta, como fruto de uma estrat??gia alternativa de dissemina????o de servi??os de sa??de ?? popula????o brasileira. O estudo avalia que os fen??menos da crescente longevidade da popula????o brasileira e aconseq??ente redu????o nos postos de trabalho e na renda familiar poder??o acarretar uma elitiza????o do setor da sa??de suplementar representando um grave problema para o final da pr??xima d??cada para este sens??vel segmento da pol??tica social do governo brasileiro.

Estado da arte de terminologias em sa??de

Biesbroeck, Fl??via Crsitina Cordeiro
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.9%
O foco deste projeto ?? o estudo das terminologias cl??nicas, objetivando a identifica????o daquelas que sejam atuais, suas respectivas ??reas de dom??nio e caracter??sticas estruturantes, atrav??s de uma pesquisa b??sica de revis??o de literatura em base de dados indexadas e endere??os eletr??nicos de interesse. O material produzido ser?? oferecido ao grupo de trabalho da Ag??ncia Nacional de Sa??de Suplementar como documento de refer??ncia. (Resumo do autor)

Autoriza????o de funcionamento: import??ncia para o mercado de sa??de suplementar

Cruz, Helio Jayme Martins Fr??es
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.29%
Os agentes do mercado de sa??de suplementar, que atuaram por cerca de 40 anos sem regula????o e fiscaliza????o espec??fica em uma atividade econ??mica de relev??ncia social, levaram a um cen??rio ca??tico marcado pela exist??ncia de diversas operadoras de planos de assist??ncia a sa??de com s??rias dificuldades financeiras. Situa????es de insolv??ncia podem implicar graves custos sociais e econ??micos para os benefici??rios, para o mercado de sa??de suplementar como um todo e at?? para a pr??pria economia do pa??s. A redu????o dos riscos da atividade, minimizando a ocorr??ncia de situa????es em que a operadora possa deixar de honrar seus compromissos, apresenta-se como um caminho para que se possa viabilizar a satisfa????o dos direitos dos benefici??rios e, com efeito, o fortalecimento do mercado de sa??de suplementar.A proposta deste trabalho consiste em demonstrar o quanto o instituto da autoriza????o de funcionamento pode se tornar uma importante ferramenta regulat??ria capaz de induzir o mercado de sa??de suplementar a ser competitivo, transparente e est??vel, contribuindo para o desenvolvimento sustent??vel do setor. Para tanto, busca-se mapear os principais instrumentos de entrada e controle utilizados pelo mercado segurador brasileiro e pelos principais organismos internacionais que congregam ??rg??os reguladores de seguros (IAIS...

Preven????o de doen??as e promo????o da sa??de: diferenciais estrat??gicos na conjuntura do mercado de sa??de suplementar

Silveira, Luciana Souza da
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.3%
Este trabalho tem como objetivo mostrar que a implementa????o de medidas de preven????o de doen??as e promo????o da sa??de pode conceber modelos mais compat??veis com as necessidades de bem-estar dos benefici??rios de planos privados de assist??ncia ?? sa??de, al??m de apontar sa??das para o reordenamento da situa????o econ??mico-financeira das empresas operadoras desses planos. Para tal, inicialmente, s??o feitas abordagens hist??ricas e de caracteriza????o da conjuntura da sa??de suplementar no Brasil e, em seguida, apresentados conceitos de preven????o de doen??as e promo????o da sa??de, bem como suas aplica????es em sistemas p??blicos e privados de sa??de no exterior e no Brasil. Buscando demonstrar a aplica????o pr??tica dos conceitos te??ricos pesquisados, realizou-se uma entrevista com uma operadora brasileira de grande porte, organizada na modalidade de medicina de grupo, que desenvolve programas de preven????o e controle de doen??as cardiovasculares. Verificaram-se, sobretudo, os benef??cios sociais e financeiros obtidos com a ado????o desses programas, a partir de dados fornecidos pela pr??pria empresa. A partir da an??lise dos dados apurados na pesquisa, procurou-se mostrar a import??ncia da preven????o de doen??as e promo????o da sa??de para o mercado de sa??de suplementar. S??o apresentadas...

Constru????o das bases t??cnicas e metodol??gicas para o desenvolvimento de um plano estrat??gico de gest??o de recursos humanos para regula????o em sa??de suplementar

Ferreira, In??s Regina
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.22%
Esta disserta????o se constitui de estudo emp??rico sobre a organiza????o dos processos de trabalho de uma ag??ncia reguladora, e sua vincula????o com uma proposta de gest??o de desenvolvimento de recursos humanos dos agentes reguladores. O estudo ?? caracterizado por uma abordagem interdisciplinar, e o referencial te??rico que orienta a pesquisa tem como base os conceitos de compet??ncia t??cnica, comportamental e gest??o do conhecimento. Focaliza a estrutura organizacional, o perfil da for??a de trabalho e as compet??ncias requeridas para o desenvolvimento das atividades. Os resultados do estudo destacam algumas tend??ncias do processo de trabalho que apontam para as compet??ncias mais expressivas, e os conte??dos dessas para o desenvolvimento da atividade de regula????o de assist??ncia ?? sa??de suplementar. Os conte??dos identificados s??o pautados por um saber t??cnico pr??prio, que pressup??e o dom??nio dos conhecimentos gerais que d??o suporte aos processos de todos os trabalhos t??cnicos e, os conhecimentos espec??ficos. Entre os desafios levantados, apresentamos a constru????o de um modelo de gest??o de recursos humanos em sa??de suplementar, que seja capaz de promover o desenvolvimento dos trabalhadores para que possam agir e reagir ??s transforma????es inerentes ao mundo do trabalho...

Ger??ncia de assist??ncia ?? sa??de no setor de sa??de suplementar: uma experi??ncia

Ara??jo, M??rio Luiz Cardoso de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.26%
Trata o presente trabalho de revisar os conceitos de promo????o ?? sa??de e sa??de ocupacional ?? luz de sua crucial import??ncia no desenvolvimento de a????es de preven????o em sa??de no ??mbito do mercado privado de oferta de servi??os de sa??de.Contudo, o presente trabalho pretende em sua ess??ncia, al??m de referenciar historicamente o Setor de Sa??de Suplementar, tal como ele se configurou no Brasil, descrever uma experi??ncia importante de promo????o ?? sa??de, concebida e implementada no ??mbito da iniciativa privada, pela Operadora de planos privados da assist??ncia ?? sa??de SEMIC Servi??os M??dicos ?? Ind??stria e Com??rcio, do Rio de Janeiro. A metodologia aqui descrita aplica-se a planos coletivos empresariais e se baseia na utiliza????o de informa????es epidemiol??gicas compostas e processadas a partir de estreito monitoramento de popula????es espec??ficas, integrantes de amostras selecionadas, no que se refere aos aspectos da sa??de ocupacional e assistencial.Busca-se ainda, como objeto desta disserta????o, apontar ao mercado alternativas de a????es, emanadas pelo Estado atrav??s de seu ??rg??o de regula????o e normatiza????o do setor privado de assist??ncia ?? sa??de, a Ag??ncia Nacional de Sa??de Suplementar ANS ...

Estudo econ??mico-financeiro da Ag??ncia Nacional de Sa??de Suplementar para o equil??brio da fun????o de ??rg??o regulador

Melo, Rosena Maria Bastos de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.14%
As ag??ncias reguladoras foram criadas com a inten????o de normatizar os setores dos servi??os p??blicos delegados e de buscar equil??brio e harmonia entre o Estado, usu??rios e delegat??rios. De um modo geral, as ag??ncias adquiriram grande import??ncia no cen??rio econ??mico nacional na medida em que passaram a deter o poder de amplos setores da atividade econ??mica do interesse de investidores. Por isso, o modelo das ag??ncias reguladoras foi implantado de forma a conced??-las autonomia administrativa e financeira para evitar que tanto governo quanto empresas ajam de forma oportunista. Este estudo teve como objetivo geral analisar o processo or??ament??rio da Ag??ncia Nacional de Sa??de Suplementar ANS, pretendendo conhecer sua limita????o de receitas e a expans??o de seus gastos na tentativa de avaliar sua autonomia financeira - inerente a todo ??rg??o regulador, face ao cumprimento de suas metas eselecidas no contrato de gest??o. Para tanto, a pesquisa teve car??ter explorat??rio com caracter??sticas de estudo de caso, visto a escolha de apenas uma ag??ncia dentre v??rias. O estudo envolveu pesquisa bibliogr??fica e documental sendo os dados tratados de forma qualitativa. Os resultados da pesquisa mostraram que os recursos que sustentam a ANS s??o oriundos da Taxa de Sa??de Suplementar - TSS...

O modelo de ag??ncia reguladora e a ANS: constru????o do regime regulat??rio na sa??de suplementar

Gouveia, Maria Thereza Carolina de Souza
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.34%
Este estudo visa desenvolver uma an??lise sobre o regime regulat??rio brasileiro, com enfoque sobre o mercado operador de planos privados de assist??ncia ?? sa??de e o papel da Ag??ncia Nacional de Sa??de Suplementar - ANS como ente regulador. Como pano de fundo tem-se a arquitetura constitucional projetada para o sistema de sa??de brasileiro, que, ao tempo em que consagra o Sistema ??nico de Sa??de - SUS, permite sua coexist??ncia com uma assist??ncia considerada atividade livre ?? iniciativa privada, incorporando um mix entre o p??blico e o privado no financiamento da aten????o ?? sa??de. O trabalho se estrutura sobre tr??s eixos tem??ticos: a organiza????o dos servi??os de assist??ncia ?? sa??de no pa??s, as rela????es entre Estado e mercado e o marco regulat??rio da sa??de suplementar. Quanto ao primeiro tema, faz-se a revis??o da literatura para identificar a diferen??a entre servi??o p??blico e atividade econ??mica, de modo a melhor conhecer os pap??is dos setores p??blico e privado na conforma????o da assist??ncia ?? sa??de, bem como se aborda o processo de forma????o e estrutura do mercado de sa??de suplementar, com ??nfase sobre suas falhas e especificidades. No outro campo, procurase situar, em ??mbito te??rico, o grau de interven????o do Estado na ordem econ??mica e quais os modelos institucionais adotados para a consecu????o desse papel...

O regime jur??dico da taxa de sa??de suplementar

Br??gida, Edibaldo Homobono Santa
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.14%
Esta disserta????o tem como escopo analisar a adequa????o ao ordenamento constitucional vigente do regime jur??dico da Taxa de Sa??de Suplementar (TSS), institu??da pelo art. 18 da Lei 9.961, de 28 de janeiro de 2000, cujo fato gerador ?? o poder de pol??cia atribu??do legalmente ?? Ag??ncia Nacional de Sa??de Suplementar (ANS). A ??nfase ?? dada ?? discuss??o das principais caracter??sticas da TSS relacionadas ?? sua legalidade e constitucionalidade, no intento de contribuir para melhor compreens??o dessa modalidade tribut??ria. Especificamente, busca-se demonstrar que a exigibilidade do tributo ?? constitucional, conhecer seus contribuintes, analisar seu fato gerador, sua al??quota e sua base de c??lculo. O estudo ?? caracterizado por uma abordagem jur??dica e o referencial te??rico que orienta a pesquisa tem como base os conceitos de taxa, poder de pol??cia, taxa de servi??o, fato gerador, base de c??lculo e al??quota. Focaliza a discuss??o das controv??rsias em torno desses elementos caracter??sticos quando confrontado com a Constitui????o Federal. O estudo destaca a tend??ncia da jurisprud??ncia dos tribunais superiores brasileiros no sentido de reconhecer a constitucionalidade desse tributo.

Saúde suplementar no Brasil: revisão crítica da literatura de 2000 a 2010

Sestelo,José Antonio de Freitas; Souza,Luis Eugênio Portela Fernandes de; Bahia,Lígia
Fonte: Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Publicador: Centro Brasileiro de Estudos de Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.19%
Este artigo se propõe a realizar uma revisão crítica sobre saúde suplementar no Brasil, entre os anos 2000 e 2010, a partir da SciELO e do Banco de Teses da CAPES/CNPq. Foram selecionados 301 textos para análise, com base em matriz, com os seguintes elementos: ano de publicação, vinculação institucional do autor, localização da instituição e campo disciplinar referido. O conteúdo foi analisado com base nos resumos dos textos. Os resultados indicam ter havido um aumento contínuo da produção sobre saúde suplementar no período pesquisado. O conteúdo dos resumos sugere a naturalização da visão que toma a atual conformação do esquema de comércio de planos de saúde como algo dado e não como fenômeno histórico.

Câmara de Saúde Suplementar: apontamentos a partir das contribuições de Georg Simmel

Gamarra,Tatiana Pereira das Neves; Peres,Fabio de Faria
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.22%
A Câmara de Saúde Suplementar é uma instância de participação social da Agência Nacional de Saúde Suplementar que conta com representantes de diferentes grupos sociais de interesses diversos. Esses grupos muitas vezes entram em conflito em defesa de seus objetivos e interesses. Nesse sentido, como a câmara consiste em uma instância de muitos conflitos este estudo, de natureza teórico-conceitual, discute como as contribuições de Georg Simmel podem ser úteis à compreensão da sua dinâmica, uma vez que este autor considera o conflito como forma de interação social que combina e sintetiza, simultaneamente, tendências de aproximação e distanciamento, de consenso e dissenso, produzindo uma multiplicidade de arranjos coletivos. Conclui-se que os aportes simmelianos podem ajudar no entendimento da Câmara de Saúde Suplementar ao revelar que os conflitos ocorridos em tal instância possuem funções ao mesmo tempo integradoras e diferenciadoras. Também se ressalta a importância do papel da ANS na câmara, isto é, a função da agência reguladora pode ser compreendida a partir da perspectiva simmeliana como elemento “imparcial” que pode ser capaz de modificar toda a situação conflitante...

Avan?os e desafios na implementa??o da Pol?tica de Aten??o ? Sa?de e Seguran?a do Trabalho do Servidor P?blico Federal em institui??es dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Nunes, V?nia Maria Fernandes
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.17%
?rea de concentra??o: Multidisciplinar.; ABSTRACT The aim of the current study was to verify the implementation of the Policy of Attention to the Health and Safety of Work of Federal Workers (PASS) in public agencies referenced to the SIASS Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) and other federal institutions located in cities that host UFVJM, as well as one of the campuses of CEFET/MG and the INSS agencies in Diamantina and Te?filo Otoni. A descriptive transversal study was done with 205 individuals (201 active public servants and four human resource managers) which, in regard to the public servants, had the following aims: to find out about demands related to healthcare plans; to characterize the plans as to absenteeism/illness or on-the-job accidents and, further, to examine issues of unwholesomeness and danger in the workplace; and lastly, to verify awareness of these plans in relation to proposed PASS actions already introduced into the abovementioned public agencies. Together with human resource directors, the study sought to identify the difficulties faced in implementing PASS proposals. This study demonstrates the need to establish channels of communication in order to keep public servants updated and involved in regard to any actions proposed by PASS. It also points out the importance of supplementary health benefits and of being aware of the quality of the healthcare plans and any proposed changes to them. Furthermore...

Sa?de suplementar: um estudo da amplia??o dos planos e seguros de sa?de na Regi?o Metropolitana de Bel?m

CHELALA, Fauze Achcar
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.35%
A presente disserta??o integra a problem?tica da rela??o entre sa?de, mais especificamente sa?de suplementar (planos e seguros de sa?de), e a reprodu??o do modo de produ??o capitalista. Partindo do referencial te?rico-metodol?gico do materialismo hist?rico, analisa a expans?o dos planos e seguros de sa?de, com foco na Regi?o Metropolitana de Bel?m (RMB), nos anos 2000. Sustentando essa an?lise, apresenta as caracter?sticas principais da nova Divis?o Internacional do Trabalho a partir da crise dos anos 1970 e seus desdobramentos na forma??o econ?mico-social brasileira. Analisa a crise constante, cr?nica, do capitalismo contempor?neo, e demonstra como a compreens?o de que o excesso de capital, oriundo da crise de 1974, em conjunto com as mudan?as na divis?o internacional do trabalho e na economia brasileira, s?o fen?menos fundamentais para compreender a amplia??o e o novo perfil assumido pelo setor suplementar dos servi?os de sa?de no Brasil e na RMB. Para isso, retoma e apresenta os conceitos de Estado, imperialismo, crise do capitalismo, supercapitaliza??o, entre outros. Exp?e tamb?m o desenvolvimento dos servi?os de sa?de no Brasil, em uma perspectiva hist?rica, demonstrando as transforma??es na oferta dos servi?os de sa?de, p?blicos ou privados...

Promoção da saúde no âmbito da saúde suplementar: relações e tensões entre operadoras, beneficiários e agência reguladora estatal

Silva,Kênia Lara; Rodrigues,Andreza Trevenzoli
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.27%
Analisam-se as relações entre operadoras, beneficiários e agência estatal na oferta, utilização e regulação de programas de promoção da saúde. Estudam-se casos múltiplos, cujos dados foram obtidos de entrevistas com 40 participantes (gestores, profissionais e beneficiários) de seis operadoras de planos de saúde em Belo Horizonte/MG, além de observação de ações desenvolvidas nos programas. A análise revelou tensões entre as lógicas que orientam a atuação da agência reguladora, a oferta de programas pelas operadoras e os interesses dos beneficiários. As operadoras objetivam reduzir custos e atrair clientes. Os beneficiários buscam cuidados integrais, mas enfrentam restrições ao acesso. A agência reguladora incentiva aproximação entre o setor suplementar e as diretrizes públicas de saúde, contudo os meios utilizados têm potencial reduzido de transformação. Há uma lógica de acumulação de capital que determina e tensiona a promoção da saúde na saúde suplementar.

Sa??de suplementar: o respeito ?? boa f?? e ao mutualismo

Rocha, Sandra Ribeiro
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.28%
O direito ?? sa??de est?? elencado, na Constitui????o Brasileira de 1988, como um direito fundamental do indiv??duo e um dever do Estado. N??o obstante, o legislador constituinte permitiu o atendimento por meio dos planos privados de assist??ncia ?? sa??de. Por??m, dada ?? relev??ncia p??blica do objeto entabulado nos contratos de sa??de suplementar, o Ente Estatal criou mecanismos de controle dessa atividade por meio de regulamenta????o e fiscaliza????o. Assim, as cl??usulas contratuais s??o disciplinadas conforme legisla????o espec??fica e fiscalizadas por interm??dio da Ag??ncia Nacional de Sa??de Suplementar. Por sua vez, os recursos financeiros, necess??rios ?? presta????o do servi??o de assist??ncia ?? sa??de suplementar, s??o oriundos do fundo comum formado pelas contribui????es dos segurados, de acordo com a segmenta????o de assist??ncia contratada. Desse modo, a garantia do acesso ao atendimento, em car??ter individual, assegurado por determina????o judicial n??o pode prescindir de expressa previs??o contratual e contrapartida financeira, sob o risco de fragilizar o fundo m??tuo e impor aos demais segurados, estranhos ?? demanda judicial, os custos financeiros necess??rios ?? presta????o do atendimento ?? sa??de. Nisto reside o objeto do presente trabalho de conclus??o de curso...