Página 1 dos resultados de 431 itens digitais encontrados em 0.087 segundos

Representa????es sociais de profissionais de sa??de sobre viol??ncia sexual contra a mulher: estudo em tr??s maternidades p??blicas municipais do Rio de Janeiro, Brasil

Cavalcanti, Ludmila Fontenele; Gomes, Romeu; Minayo, Maria Cec??lia de Souza
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.91%
Pretende-se analisar as representa????es sociais da viol??n- cia sexual contra a mulher, constru??das e reproduzidas no contexto da assist??ncia pr??-natal em tr??s maternida- des p??blicas municipais do Rio de Janeiro, Brasil. Essa pesquisa, de abordagem qualitativa, trabalhou com dois n??cleos tem??ticos: as id??ias e as explica????es da viol??ncia sexual cometida contra a mulher. As 45 entrevistas reali- zadas com os profissionais de sa??de foram trabalhadas mediante an??lise de conte??do tem??tico. Os resultados apontam que as representa????es sociais sobre a viol??ncia sexual cometida contra a mulher se encontram associa- das ??s id??ias de sofrimento, dist??rbio do comportamento e rela????o sexual for??ada. As explica????es para a ocorr??n- cia desse tipo de viol??ncia referem-se ??s rela????es de g??ne- ro, ?? viol??ncia urbana e ?? imputa????o de culpa ?? mulher. Pode-se concluir que persistem padr??es hegem??nicos de rela????es assim??tricas,mesmo nos discursos profissionais das maternidades que s??o refer??ncia para o atendimento ??s v??timas de viol??ncia sexual. A incorpora????o da catego- ria anal??tica de g??nero, por interm??dio das capacita????es e da forma????o profissional, poderia tornar a assist??ncia pr??-natal numa importante ???porta de entrada??? para se abordar as situa????es de viol??ncia sexual.

Healthy lifestyles and access to periodic health exams among Brazilian women

Leal, Maria do Carmo; Gama, Silvana Granado Nogueira da; Frias, Paulo Germano de; Szwarcwald, Celia Landmann
Fonte: Escola Nacional de Sa??de P??blica/ Funda????o Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Sa??de P??blica/ Funda????o Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
95.8%
Utilizando os dados da Pesquisa Mundial de Sa??de (PMS), realizada no Brasil em 2003, objetiva-se descrever o perfil s??cio-demogr??fico das mulheres brasileiras entre 18 e 69 anos que t??m cuidados adequados com a sua sa??de, n??o s?? quanto ?? utiliza????o de servi??os, mas tamb??m aos comportamentos saud??veis. As vari??veis s??cio-demogr??ficas (idade, situa????o conjugal, grau de instru????o, bens no domic??lio e cor da pele), de cuidados com a sa??de (exame ginecol??gico com Papanicolau, mamografia em mulheres de 40 a 69 anos, ??ndice de massa corp??rea, fumo, ??lcool, atividade f??sica, sa??de oral, plano privado) e auto-avalia????o da sa??de foram analisadas segundo estrato de tamanho do munic??pio. Utilizando modelos de regress??o log??stica foram identificadas as caracter??sticas das mulheres que t??m cuidados adequados com a sua sa??de. A cobertura do exame ginecol??gico peri??dico com Papanicolaou foi de 65,0% enquanto a da mamografia foi de 47,0%. Menos do que 20,0% das mulheres t??m cuidados adequados com a sa??de, sendo que os fatores mais associados foram: ter menos de quarenta anos, melhor grau de instru????o, plano de sa??de e ser casada. Os resultados indicam a necessidade do desenvolvimento de pol??ticas direcionadas a modificar os h??bitos e pr??ticas de risco ?? sa??de e incentivar os exames preventivos peri??dicos.

Pesquisa-a????o na gest??o da educa????o e do processo de trabalho em sa??de: uma ferramenta estrat??gica para acolhimento qualificado da viol??ncia entre parceiros ??ntimos na gravidez

Berger, S??nia Maria Dantas
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.92%
A viol??ncia na gesta????o relaciona-se a um padr??o muito grave de viol??ncia e pode ser mais freq??ente do que outros agravos rastreados durante o pr??-natal. Embora o rastreamento e acolhimento dos casos nos servi??os sejam recomendados, no cen??rio brasileiro, nem a busca ativa das mulheres em situa????o de viol??ncia e, nem t??o pouco aforma????o em sa??de prepara os profissionais para lidarem com o problema. Partindo do questionamento sobre que propostas pol??tico-pedag??gicas poderiam contribuir para uma qualifica????o profissional em sa??de diferenciada e, baseando-se na experi??ncia de um projeto de pesquisa-a????o(Projeto VDG), desenvolvido em hospital p??blico com vistas a formar profissionais de sa??de para a abordagem da viol??ncia dom??stica na gravidez, o estudo de doutorado objetivou analisar o fen??meno da viol??ncia dom??stica na gravidez (VDG), com foco na viol??ncia entre parceiros ??ntimos(VPI) e o uso da pesquisa-a????o(PA) como ferramenta estrat??gica na qualifica????o da aten????o em sa??de,desdobrando-se em quatro artigos: um ensaio que demarcou conceitualmente o problema da viol??ncia contra mulheres e demonstrou a magnitude e complexidade do problema, seus efeitos na sa??de da mulher e sua invisibilidade nos servi??os; uma revis??o que aprofundou dados sobre os limites e oportunidades na forma????o em sa??de; um artigo que descreveu e analisou as entrevistas em profundidade com profissionais de sa??de envolvidos na PA; e ...

Aten????o prim??ria em sa??de e contexto familiar: an??lise do tributo centralidade na fam??lia no PSF de Manaus

Silva, Nair Chase da
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.83%
A fam??lia como foco da aten????o ?? um dos atributos da Aten????o Prim??ria em Sa??de sendo necess??rio conhec??-la em sua din??mica e assisti-la em suas necessidades individuais e de grupo em intera????o. Reconhece-se o contexto familiar como o espa??o primeiro de identifica????o e explica????o do adoecimento de seus membros e onde este adoecimento adquire maior relev??ncia. Tais caracter??sticas tornam a fam??lia uma unidade de cuidados, devendo ser compreendida pelos profissionais de sa??de em suas interrela????es, ao mesmo tempo em que ?? uma unidade prestadora de cuidados, podendo tornar-se uma parceira dos servi??os de sa??de no cuidado de seus membros. A Estrat??gia Sa??de da Fam??lia tem como proposta estabelecer esta parceria com a fam??lia tornando-a mais aut??noma, mais independente, contribuindo assim para a constru????o de sua cidadania. A pesquisa teve como objetivo analisar o atributo centralidade da fam??lia no PSF, buscando examinar como o contexto familiar ?? considerado nas pr??ticas de sa??de dos profissionais, e como as fam??lias percebem estas pr??ticas no PSF de Manaus. Para o desenvolvimento do estudo optou-se pela pesquisa qualitativa. Neste estudo foram informantes as fam??lias e os profissionais que atuam na Estrat??gia. Como t??cnica de levantamento de dados foram realizados grupos focais com enfermeiros...

Integralidade na sa??de da mulher: a quest??o do climat??rio

Lopes, Cristina Garcia
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.02%
O presente estudo, do tipo qualitativo e explorat??rio, teve por objetivo analisar o atendimento ?? mulher no climat??rio dentro da aten????o prim??ria ?? sa??de, sob a perspectiva da integralidade, a partir da observa????o desse atendimento em uma rede municipal espec??fica. Foram entrevistadas onze (11) mulheres participantes dos grupos de climat??rio e sete (7) profissionais de sa??de de duas unidades b??sicas de sa??de e do Departamento de Sa??de da Mulher, na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais, selecionadas aleatoriamente. O trabalho permitiu a caracteriza????o do climat??rio como uma fase cr??tica para a sa??de da mulher, onde cuidados s??o necess??rios e interven????es em sa??de s??o poss??veis, o que mostra a import??ncia da incorpora????o desse atendimento espec??fico na rede p??blica de sa??de. Os grupos de climat??rio se mostraram como uma a????o de import??ncia para a aten????o ?? mulher nessa fase, sendo percebida de modo positivo tanto pelas usu??rias quanto pelos profissionais envolvidos. Por??m, problemas quanto ?? continuidade da a????o e acesso ao servi??o foram relatados tanto por usu??rias quanto por profissionais, o que merece reavalia????o pela rede municipal em quest??o. Na rede municipal de sa??de estudada...

Processo de trabalho e viol??ncia de g??nero: a perspectiva dos profissionais da Estrat??gia Sa??de da Fam??lia

Freitas, Wagl??nia de Mendon??a Faustino e
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.01%
A viol??ncia de g??nero perpetrada contra mulheres no espa??o dom??stico constitui um s??rio problema de sa??de p??blica reverbera em alijamento do exerc??cio de direitos humanos fundamentais. Pressupomos que o trabalho em sa??de tem potencialidade para contribuir para a transforma????o da viol??ncia de g??nero, mediante processos de trabalho. Trata-se de uma investiga????o qualitativa sobre o saber de g??nero no processo de trabalho na aten????o ?? mulher em situa????o de viol??ncia dom??stica que teve como objetivo geral analisar o saber que norteia o processo de trabalho na aten????o ?? mulher em situa????o de viol??ncia e a sua efetiva????o por meio das pr??ticas profissionais. na Estrat??gia Sa??de da Fam??lia (ESF). O estudo foi realizado com 26 profissionais de diversas ??reas que desenvolviam suas atividades em duas unidades de sa??de da ESF do munic??pio de Jo??o Pessoa PB. O material emp??rico foi produzido por meio de entrevistas e analisado pela T??cnica de An??lise Cr??tica do Discurso, ?? luz das categorias G??nero e Trabalho. Nesse processo revelaram-se temas que permitiram a constru????o de duas categorias anal??ticas Contribui????es do patriarcado na manuten????o da opress??o de g??nero e o processo de trabalho na aten????o ?? mulher em situa????o de viol??ncia: limites e perspectivas de transforma????o...

Ambiente e saúde da mulher trabalhadora: transformações numa comunidade da Amazônia brasileira

Oliveira,José Aldemir de; Nina,Socorro de Fátima Moraes
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
95.91%
O texto resulta da pesquisa realizada na comunidade do Novo Remanso e na Vila do Engenho, localizadas na foz do Rio Preto da Eva, afluente do Rio Amazonas, município de Itacoatiara, no Amazonas, no período de 2011 a 2014, e dá ênfase à análise das relações entre ambiente, trabalho da mulher e saúde num lugar em que se entrelaçam de modo complementar o urbano e o rural numa comunidade amazônica. A pesquisa foi construída a partir de trabalho de campo, com entrevistas e trabalhos em grupos, e relata o processo inicial de organização que se originou do movimento da Comunidade Eclesial de Base da Igreja Católica, dando origem à Comunidade Sagrado Coração de Jesus. A comunidade cresceu por meio da organização dos agricultores, dando início, em 1993, ao movimento de Lavradores em Ação, e em seguida à formação da organização comunitária dos Trabalhadores Rurais do Paraná da Eva (ASCOPE), a primeira associação de trabalhadores rurais do Amazonas a ser transformada em cooperativa e a obter crédito para a criação da agroindústria de processamento de frutas regionais. Neste processo ocorreram transformações do trabalho...

Fatores relacionados à saúde da mulher no puerpério e repercussões na saúde da criança

Andrade,Raquel Dully; Santos,Jaqueline Silva; Maia,Maria Ambrosina Cardoso; Mello,Débora Falleiros de
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
95.91%
Objetivo: Apresentar uma reflexão acerca de alguns fatores relacionados à saúde da mulher no período puerperal e suas repercussões sobre a saúde da criança. Métodos: Estudo teórico-reflexivo, baseado na literatura e na percepção das autoras, buscando discutir a atenção à saúde materno-infantil no puerpério. Resultados: O estudo ressaltou aspectos referentes aos temas: A indissociabilidade do cuidado à mãe e à criança no puepério; Desafios do aleitamento materno; Importância do planejamento familiar e Morbimortalidade materna e infantil. Destacamos esses como aspectos, especialmente, relevantes durante o puerpério, na perspectiva de promoção da saúde e qualidade de vida da mulher-mãe, casal, recém-nascido, filhos e família. Conclusão: As crianças como seres mais vulneráveis, são elas as mais beneficiadas por um contexto saudável de vida em família.

Cobertura do citopatol??gico do colo uterino em unidades b??sicas de sa??de da fam??lia

Gon??alves, Carla Vitola; Mendoza-Sassi, Ra??l Andr??s; Netto, Isabel Cristina de Oliveira; Castro, Nat??lia Bolbadilha de; Bortolomedi, Ana Paula
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
115.8%
OBJETIVOS: Avaliar a cobertura do citopatol??gico em Unidades B??sicas de Sa??de da Fam??lia (UBSF) e descrever caracter??sticas da n??o realiza????o deste exame nos ??ltimos tr??s anos. M??TODOS: Estudo transversal, realizado em Rio Grande (RS), em ??reas cobertas pelas Equipes de Sa??de da Fam??lia (ESF). As entrevistas foram realizadas no domic??lio das mulheres, pelos alunos participantes do PET-Sa??de. A an??lise bruta utilizou o software SPSS, onde foram calculados a raz??o de preval??ncia, intervalos de confian??a de 95% e valor p. A an??lise multivariada foi realizada por regress??o de Poisson, no programa Stata 9.0, onde ingressaram as vari??veis com valor p de at?? 0,20 na an??lise bruta. No primeiro n??vel, temos as vari??veis idade, ter companheiro e saber ler e escrever. No segundo n??vel, ingressaram as vari??veis n??mero de consultas e oferecimento da coleta de citopatol??gico. RESULTADOS: A preval??ncia de citopatol??gico realizado h?? 36 meses ou menos foi de 66,3%. Na an??lise ajustada, as mulheres com idade de 19 anos ou menos (p<0,001), sem companheiro (p<0,001), que n??o sabiam ler e escrever (p=0,01), que nunca consultaram na unidade b??sica (p=0,02) e que o exame n??o havia sido oferecido na consulta (p=0,006)...

Aborto espont??neo em mulheres residentes nas proximidades do parque industrial do munic??pio do Rio Grande/RS

Tuerlinckx, Patr??cia da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.93%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2005.; Com a inten????o de contribuirmos para o conhecimento dos riscos da exposi????o ambiental e a influ??ncia de outros fatores sobre a sa??de, realizou-se este estudo transversal, com mulheres em idade f??rtil (15-49 anos)residentes nas comunidades pr??ximas ao parque industrial do munic??pio do Rio Grande/RS, sendo identificado a preval??ncia de abortos espont??neos e os fatores relacionados a este desfecho. A amostra compreendeu 565 mulheres, residentes nas ??reas consideradas exposta (E) e n??o exposta(NE), de acordo com a dist??ncia do parque industrial e a an??lise do mapa dos ventos do munic??pio. Foram entrevistadas 285 mulheres da ??rea E e 280 da ??rea NE. Para avalia????o dos fatores de risco, foi aplicado um question??rio, o qual contemplava as condi????es socioecon??micas, os fatores ambientais e as condi????es de moradia, a hist??ria reprodutiva pr??via e morbidades. Para an??lise dos dados foram utilizados o teste qui-quadrado e regress??o log??stica n??o-condicionada. Das mulheres entrevistadas que j?? gestaram (n=412) 17,7% referiram ocorr??ncia de aborto espont??neo. Na an??lise bivariada verificou-se que o desfecho estudado mostrou associa????o significativa com idade da menarca...

Mulher climat??rica usu??ria do sistema ??nico de sa??de: servi??os e a????es de sa??de

Pereira, Queli Liziane Castro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.02%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2007.; O perfil demogr??fico brasileiro, justificado pelo aumento na expectativa de vida, ?? caracterizado pelo expressivo n??mero de mulheres vivenciando o climat??rio, transi????o do per??odo reprodutivo para o n??o reprodutivo. A maioria da popula????o brasileira ?? mulher, e elas s??o as principais usu??rias do SUS, o que gera crescimento da demanda por servi??os e a????es de sa??de devido ao climat??rio gerar um processo de mudan??as f??sicas e emocionais. Este estudo teve como objetivo Identificar os servi??os e a????es de sa??de oferecidos ?? mulher climat??rica usu??ria do Sistema ??nico de Sa??de nos munic??pios de abrang??ncia da 3a Coordenadoria Regional de Sa??de do RS e reconhecer como os mesmos s??o operacionalizados em rela????o ?? integralidade da assist??ncia a esta popula????o, sob a ??tica dos Respons??veis pela Pol??tica da Sa??de da Mulher (RPSM). Este estudo caracterizou-se por ser qualitativo, explorat??rio e descritivo. A entrevista semi-estruturada foi a t??cnica utilizada na coleta de dados junto aos 22 respons??veis pelos RPSM. Visando contemplar o objetivo do estudo e responder aos pressupostos...

Representa????es de mulheres acerca da histerectomia em seu processo de viver

Nunes, Maria da Penha da Rosa Silveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.86%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2008.; O presente estudo teve como objetivo compreender as representa????es sociais que as mulheres possuem acerca da histerectomia, antes e ap??s o procedimento cir??rgico. Caracteriza-se por uma pesquisa qualitativa, descritiva, tendo como base te??rico-metodol??gica a Teoria das Representa????es Sociais. Foram sujeitos deste estudo, treze mulheres em processo de histerectomia, residentes em Rio Grande e em S??o Jos?? do Norte - RS. A coleta de dados efetuou-se em dois momentos, utilizando-se entrevistas semi-estruturadas, gravadas e transcritas. Os dados do pr??operat??rio foram colhidos no ambulat??rio de ginecologia do H.U e do p??s-operat??rio, na ??rea acad??mica e no domic??lio das informantes. Utilizou-se a an??lise de conte??do na modalidade tem??tica para o tratamento dos dados. A pesquisa foi aprovada pelo comit?? de ??tica da Universidade do Rio Grande - FURG. Apreendeu-se por meio deste estudo que as representa????es sociais das mulheres variaram em fun????o da presen??a ou aus??ncia de filhos(as), do motivo da primeira consulta e da patologia de base, evidenciando os diferentes olhares frente ao impacto da retirada do ??tero. No pr??-operat??rio...

Sa?de mental no cotidiano da forma??o em enfermagem: modo-de-ser-docente

QUEIROZ, Aline Macedo de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
105.82%
Pesquisa qualitativa de abordagem Fenomenol?gica, que utilizou como referencial te?rico-metodol?gico a filosofia de Martin Heidegger expressa em sua obra Ser e Tempo. Estudo realizado na Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal do Par? no segundo semestre de 2013 e teve como objetivo revelar os sentidos e sentimentos que os docentes enfermeiros do segundo e do terceiro semestres do curso de gradua??o em enfermagem da UFPA expressam sobre a sa?de mental no cotidiano de ser docente. Participaram dessa pesquisa nove enfermeiros docentes das atividades curriculares Introdu??o a Enfermagem (3) Aten??o Integral a Sa?de da Mulher, Crian?a e Adolescente (2), Aten??o Integral a Sa?de do Idoso (2), Processo Educativo I (1) e Exerc?cio Profissional (1). O expresso pelos docentes foi captado por meio da entrevista fenomenol?gica agendada com cada docente e analisado pela inst?ncia ?ntica que diz respeito ? compreens?o vaga e mediana. Cinco Unidades de Significados emergiram: US1 ? sa?de mental ? fen?meno natural que se manifesta na liberdade para o modo de ser e estar com o outro numa rela??o equilibrada. US2 ? a significa??o da sa?de mental como ess?ncia das experi?ncias vividas manifestada na possibilidade de acesso ?s coisas do mundo. US3 ? sa?de mental revela-se no cotidiano da pr?tica em enfermagem nas diferentes fases da vida numa ocupa??o simplesmente dada. US4 ? sa?de mental manifestada no processo de forma??o como acontecimento secund?rio. US5 ? o modo de ser docente em sua experi?ncia de vida influencia as rela??es com o outro no processo de forma??o. O revelado no estudo...

Representa??es sociais de mulheres amaz?nidas sobre o exame papanicolau: implica??es para a sa?de da mulher

SILVA, S?lvio ?der Dias da; VASCONCELOS, Esleane Vilela; SANTANA, Mary Elizabeth de; LIMA, Vera L?cia de Azevedo; CARVALHO, Francilene da Luz Carvalho; MAR, Dayse Farias
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
115.81%
Esta pesquisa tem como objetivos descrever as representa??es sociais de mulheres amaz?nidas sobre o exame Papanicolau e analisar as implica??es desta para o cuidado de si mesmas. Trata-se de um estudo qualitativo-explorat?rio com o uso da Teoria das representa??es sociais. A coleta de dados foi realizada no per?odo de janeiro a dezembro de 2007, com o emprego de duas t?cnicas: a entrevista semi-estruturada com perguntas abertas e a observa??o livre. Para a interpreta??o desses dados foi utilizada a t?cnica de an?lise de conte?do tem?tico. A pesquisa teve como resultado tr?s unidades tem?ticas, assim denominadas: O exame Papanicolau - um cuidado com a sa?de da mulher; Tabus e cren?as sobre o exame Papanicolau; e Uma pr?tica de cuidado de si mesma: o exame Papanicolau. No estudo observamos que as mulheres temem muito ter c?ncer c?rvico-uterino e, por esse motivo, representam o exame Papanicolau como uma pr?tica de cuidado de si mesma.; ABSTRACT: This research has as objective to describe the social representations of women amaz?nidas on the Papanicolau examination and to analyze the implications of this for the same care of itself. One is about a qualitative-explorat?rio study with the use of the Theory of the social representations. The collection of data was carried through in the period from January through December of 2007...

Como elaborar programa de aten????o ?? sa??de da mulher que enfrente assimetrias de cor, ra??a ou etnia?

Carvalho, Oth??lia
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Estudo de Caso
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
115.92%
O caso aborda o processo de estrutura????o de pol??tica p??blica voltada para o combate aos preconceitos de g??nero e ra??a no Sistema ??nico de Sa??de. Por meio da experi??ncia de Ana Cl??udia, enfermeira e pesquisadora da sa??de da mulher, s??o relatados epis??dios comuns no cotidiano de mulheres negras em per??odo de pr??-natal, parto e puerp??rio. Al??m disso, ao longo da narrativa, s??o apresentadas informa????es sobre pol??ticas, planos e projetos do setor p??blico, al??m de dados de pesquisas, sobre a tem??tica da sa??de da popula????o negra e da mulher. Apesar de seu foco na estrutura????o de um programa de combate ?? discrimina????o na sa??de p??blica, o caso suscita quest??es para debate nas ??reas de diversidade racial e de g??nero, al??m de t??picos relacionados ?? gest??o de pol??ticas p??blicas. O relato pode ser aplicado em cursos sobre pol??ticas p??blicas e desenho e gest??o de programas e projetos; N??mero de p??ginas: 27 p.; Teoria das Pol??ticas P??blicas e Sociais

Programa trabalhando com parteiras tradicionais

Brasil. Minist??rio da Sa??de (MS). Secretaria de Pol??ticas de Sa??de (SPS)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
95.88%
Estes trabalho, ao propiciar o contato e a aproxima????o entre o universo das parteiras tradicionais e dos profissionais de sa??de vem possibilitando uma rica troca de experi??ncias, em que as parteiras contribuem principalmente com li????es de solidariedade, de assist??ncia marcada pelo v??nculo com as mulheres atendidas e com um saber emp??rico, constru??do no contexto das dificuldades da assist??ncia ?? sa??de. E, os profissionais de sa??de contribuem, por sua vez, com conhecimentos t??cnicos fundamentais para garantir que a gesta????o, o parto e o puerp??rio transcorram de forma mais segura e saud??vel para a mulher e o beb??; N??mero de p??ginas: 4 p.; Classifica????o::Administra????o P??blica. Teoria Geral da Administra????o::Desenvolvimento Gerencial::Inova????o; Iniciativa premiada no 7?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal sob responsabilidade de Tania Di Giacomo do Lago; A????es premiadas no 7?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal - Pr??mio H??lio Beltr??o - 2002; ??reas tem??ticas: articula????o de parcerias; arranjos institucionais para coordena????o e/ou implementa????o de pol??ticas p??blicas

Sa??de materno infantil no Brasil: evolu????o e programas desenvolvidos pelo Minist??rio da Sa??de; Salud Maternal-Infantil en Brasil: evoluci??n y programas desarrollados por el Ministerio de la Salud; Maternal and child health service in Brazil: the evolution of health care and the public policies of the Ministry of Health

Cassiano, Ang??lica Capellari Menezes; Carlucci, Edilaine Monique de Souza; Gomes, Cristiane Faccio; Bennemann, Rose Mari
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
105.82%
Trata-se de uma revis??o de literatura com o objetivo de descrever a evolu????o da aten????o ?? sa??de materno infantil no Brasil desde o Estado Novo at?? os dias atuais. O levantamento de dados foi realizado em livros, sites do Minist??rio da Sa??de, Legisla????es do Di??rio Oficial e artigos das bases de dados Biblioteca Virtual em Sa??de (BVS/Bireme), Medline e Scientific Eletronic Library (Scielo). As pol??ticas p??blicas de sa??de materno infantil foram definidas seguindo desde os princ??pios meramente reprodutivos at?? aqueles mais amplos, voltados para garantir uma melhor condi????o de sa??de e de vida. Nas ??ltimas d??cadas, com o aux??lio do governo e da sociedade, houve uma progress??o no atendimento da sa??de da mulher e da crian??a. No entanto, conclui-se que, apesar da evolu????o observada, o grande desafio ainda se encontra na redu????o da morbimortalidade materna, neonatal e infantil.; Se trata de una revisi??n de literatura con el objetivo de describir la evoluci??n de la atenci??n a la salud maternal-infantil en Brasil desde el nuevo estado hasta los d??as actuales. El levantamiento de los datos fue realizado en libros, sites del Ministerio de la Salud, Legislaci??n del Diario Oficial y art??culos de las bases de datos de la Biblioteca Virtual en Salud ??? BVS/Bireme y la Scientific Eletronic Library - Scielo. Las pol??ticas p??blicas de salud maternal-infantil fueron definidas desde el principio simplemente reproductivo hasta aquellos m??s amplio...

A objetiva??o da sa?de da crian?a pelo UNICEF: problematizando tecnologias de biopoder na Amaz?nia

MEDEIROS, Larissa Gon?alves
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.79%
Este estudo busca problematizar a concep??o de sa?de da crian?a veiculada pelo UNICEF, analisando especificamente os regimes de verdade e pr?ticas de poder que s?o operados por esta ag?ncia acerca das condi??es de sa?de em que vivem as crian?as na Amaz?nia. Para tanto ? realizada uma pesquisa documental que tem como fonte de an?lise o relat?rio ?Ser Crian?a na Amaz?nia?: uma an?lise das condi??es de desenvolvimento infantil na regi?o norte do Brasil, publicado pelo UNICEF em 2004. Como ferramentas de an?lise s?o utilizadas a hist?ria-geneal?gica de Foucault e sua anal?tica do poder, especialmente em rela??o ao biopoder. No contexto das pol?ticas da ONU a performance do UNICEF no cuidado da inf?ncia ? compreendida como parte de uma governamentalidade liberal que atua na promo??o do progresso social e desenvolvimento econ?mico dos pa?ses, em prol da seguran?a. Neste sentido, esta pesquisa procura dar visibilidade ao modo como as pr?ticas do UNICEF s?o articuladas ?s pr?ticas vizinhas e engendram um dispositivo de governo que opera atrav?s de estrat?gias disciplinares e biopol?ticas no controle da popula??o da Amaz?nia, em fun??o da gest?o de riscos. De acordo com as an?lises do UNICEF, a sa?de da crian?a ? compreendida como efeito de determinadas condi??es sociais e econ?micas consideradas fundamentais para sua sobreviv?ncia e bem-estar. A falta de infraestrutura social e as prec?rias condi??es de exist?ncia s?o apontadas como fatores que podem gerar doen?as e preju?zos ao desenvolvimento das crian?as. Al?m disso...

Autocuidado de mulheres residentes no munic?pio de Benevides/PA na preven??o e controle de HPV: participa??o da(o) enfermeira(o)

MIRANDA, Shirley Aviz de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
105.92%
INTRODU??O: A infec??o pelo Papiloma V?rus Humano (HPV) ? uma das ISTs mais comuns no mundo e possui alto potencial carcinog?nico para a c?rvice uterina. OBJETIVOS: Identificar poss?veis d?fices de compet?ncia para o autocuidado relativo ao comportamento de sa?de sexual de mulheres atendidas nas Unidades Sa?de da Fam?lia Para?so do Murinin com resultados alterados para HPV e desenvolver estrat?gias de educa??o para a sa?de que contribuam para comportamentos sexuais saud?veis na preven??o e controle do HPV e suas consequ?ncias. METODOLOGIA: Pesquisa desenvolvida no munic?pio de Benevides, Estado do Par?. Estudo configurado como pesquisa convergente-assistencial (PCA), que teve como referencial te?rico o Autocuidado de Orem. A estrat?gia educacional foi aplicada em 11 mulheres na faixa et?ria entre 25 e 64 anos, que realizaram o exame de PCCU entre os anos 2011 e 2012 e que tiveram resultado com altera??es relacionadas ? contamina??o pelo HPV. No desenvolvimento da estrat?gia educacional foi utilizada a t?cnica do grupo focal, o qual perdurou por dois meses (19/03/13-14/05/2013), com sete encontros grupais. A an?lise das informa??es colhidas durante as atividades grupais foi baseada na PCA e no referencial de autocuidado de Orem, com foco nos objetivos definidos...

Aborto legal: concep????es de estudantes da ??rea da sa??de e obje????o de consci??ncia

Lago, J??ssica Priscila
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.94%
A pr??tica do aborto ?? um tema pol??mico na sociedade. N??o obstante a autoriza????o legal da pr??tica em casos de estupro, anencefalia e risco de morte para a mulher, existem profissionais de sa??de que se recusam a faz??-lo ou a assistir mulheres em situa????o de abortamento. Esta pesquisa teve como objetivo conhecer as concep????es dos estudantes de gradua????o da ??rea de sa??de acerca da pr??tica do aborto, autorizado ou n??o pela legisla????o e sobre o termo ???obje????o de consci??ncia???. O estudo foi realizado por meio de um question??rio virtual encaminhado aos estudantes dos cursos de gradua????o em sa??de que responderam tendo sua identidade preservada. Participaram da coleta realizada entre os meses de julho e agosto de 2014, quarenta e tr??s (43) estudantes universit??rios da ??rea da sa??de, sendo vinte (20) do curso de psicologia, dezesseis (16) de biomedicina, quatro (4) de medicina e tr??s (3) de enfermagem, em uma institui????o de ensino superior de Bras??lia/DF. A maioria ?? do sexo feminino, solteira, sem filhos. Com rela????o ?? concep????o sobre o aborto, o resultado foi favor??vel ?? decis??o da mulher sobre a pr??tica, de forma liberal ou autorizada pela legisla????o. Quanto ao termo ???obje????o de consci??ncia??? a maior parte dos participantes desconhece o mesmo. Dos participantes que se posicionaram de forma contr??ria ?? possibilidade da realiza????o do aborto por parte da gestante...