Página 1 dos resultados de 87 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

DETERMINANTS OF CAPITAL STRUCTURE OF SMALL AND MEDIUM ENTERPRISE IN PORTUGAL AND SPAIN

Cabaço, David; Saraiva, Margarida; Correia, José; Novas, Jorge
Fonte: International Academy of Business and Economics Publicador: International Academy of Business and Economics
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
17.56%
The main objective of this article is to analyze the determinants of the capital structure of small and medium enterprises (SME’s) using a sample of companies in Portugal and Spain and a multiple linear regression with panel data for the period between 2005 and 2008. The explanatory variables of the dependent variable capital structure are dimension, growth opportunities, asset tangibility, profitability, and profit rate. The results show that SME’s in both countries are similar in the choice of capital structure. The determinant “profit rate” was not relevant to explain the level of indebtedness of SME’s. The indicators growth opportunities, profitability and asset tangibility considered in the analysis shown to be determinants on the capital structure of the companies under analysis. Finally, the indicator “dimension” is significant for Portugal but not for Spain.

O papel da internacionalização na encruzilhada da economia portuguesa: da síndrome despesista à internacionalização hard

Baltazar, António Pedro da Conceição
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.76%
Dissertação de Mestrado em Estratégia; A encruzilhada atual da economia portuguesa é um complexo exercício estratégico onde, qual sístole e diástole, se busca reduzir o peso do Estado, restringir o consumo interno e o crédito a ele associado; simultaneamente, pretende-se dinamizar a internacionalização empresarial, sobretudo as Pequenas e Médias Empresas (PME’s), através do incremento das exportações. Nesta dissertação procurámos abordar uma aparente sucessão de contradições, designadamente: o conceito teórico de estratégia que, quando aplicado à atuação da generalidade das PME’s, demonstra ser um simples procedimento tático e circunstancial, uma vez que se verifica a inexistência de planeamento de longo prazo, que é contrária à essência da própria estratégia; a coabitação paradoxal dos efeitos teóricos positivos da síndroma despesista com a repercussão prática na componente psicológica do investidor; a longa ligação histórica aos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP’s) e o fraco contributo destes para as exportações portuguesas; a seleção dos sectores económicos onde Portugal deve competir internacionalmente deriva das orientações estratégicas das associações empresariais e não do Estado. Porém...

A gestão de PME’s e a sustentabilidade: visão em tempos de crise

Chasqueira, Fernando Tavares Mendes
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.56%
Projecto, Mestrado em Gestão; O presente projecto de tese de Mestrado em Gestão tem como premissa base que o Desenvolvimento Sustentável é parte integrante da gestão das empresas, e que somente poderemos assegurar recursos às gerações vindouras se todos, colectiva e individualmente, contribuirmos para que tal aconteça. Num contexto temporal em que forte crise gerada pela ganância do sector financeiro mundial desabou sobre a economia a partir de meados de 2008, todas as empresas foram de uma forma ou outra afectadas, com maior ou menor impacte, ao nível da disponibilidade para poderem honrar os seus compromissos e manterem os seus recursos humanos, contribuindo para o aumento dos níveis de desemprego com todos os problemas que tal arrasta (sociais e financeiros, sobretudo nos países em que o Estado Social tem actividade relevante). Neste cenário, respeitar os pilares do desenvolvimento sustentável (económico, social e ambiental) ganha acuidade suplementar, sabendo que a componente económica esteve e está associada à gestão corrente das empresas, mas que quando os recursos diminuem pode-se tender a descurar os aspectos ligados aos domínios social e ambiental. Procura-se com o projecto evidenciar como PME’s do Distrito de Aveiro reagiram às condições resultantes do anteriormente exposto...

Internationalization processes of Portuguese wine producing SME’S in Germany and Russia

Carvalho, Sérgio Miguel Oliveira
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 ENG
Relevância na Pesquisa
27.24%
Master in International Management; In order to shed some light on the common problems wine producing SME’s are facing in their internationalization processes, this paper will provide decision makers with some tools for better evaluation of their true international potential. The objective is to allow some reflection on the possibilities of cooperation between firms with limited resources that wish to explore the Eastern and Central European markets. This is done by evaluating all the current internationalization possibilities in two example markets – Germany and Russia – and making and approach based on internal factors (e.g. financial and human resources) as well as external (e.g. market’s potential, entry barriers, …). The paper will show that the answers lie in the combination between the firm’s characteristics and the market in question’s potential. Although there is not one true and single “best way to go international”, there are some common threads that will make decision making more rational. The paper ultimately intends to create a bigger discussion amongst wine producers as to their true possibilities of internationalization as independent firms and the exponential increase of possibilities as part of organized cooperative groups.; O objectivo desta Tese de Mestrado é dar aos decisores de PME’s produtoras de vinhos em Portugal algumas ferramentas que permitam uma melhor avaliação do seu verdadeiro potencial de internacionalização. O trabalho partirá de uma reflexão acerca das possibilidades de cooperação entre empresas com recursos bastante limitados mas com objectivos comuns...

Cooperation in the distribution

Reijnders, Will J. M.; Verhallen, Theo M. M.
Fonte: ISPA - Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: ISPA - Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1994 ENG
Relevância na Pesquisa
17.56%
Strategic Alliances of SME in the distribution of mens wear in the Netherlands have been studied. The different SA can be characterized on the basis of the degree of control, coordination and cooperation of networkleaders and the entrepreneurs, members of the SA. A11 Strategic Alliances (N=12) in this industry have been studied by interviewing both the networkleaders as well as 234 entrepreneurs, members of the SA. The study encompasses both the formal regulations, entrepreneurial task division and attitudes towards cooperation and control as stated by the networkleadres and as perceived by the participants of the SA’s (the SME’s). By using discriminant analyses it is found that one can make a distinction between three types of SA’s in this industry. Other results indicate that the degree of control and entrepreneurial task division between the SA itself and the participating entrepreneurs are differentially perceived. The more control by SA networkleaders is exerted the less the SME tends to delegate entrepreneurial tasks to the SA. The findings suggest an optimal level of E. task division and task delegation to be most acceptable by SME’s. By comparing (with the use of Anova and Multiple Regression analysis) financial and market performance measures...

A methodology to select an enterprise resource planning system for a small or medium sized enterprise

Burton, Richard
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
17.56%
Enterprise Resource Planning (ERP) systems are software programs designed to integrate the functional requirements, and operational information needs of a business. Pressures of competition and entry standards for participation in major manufacturing supply chains are creating greater demand for small business ERP systems. The proliferation of new offerings of ERP systems introduces complexity to the selection process to identify the right ERP business software for a small and medium-sized enterprise (SME). The selection of an ERP system is a process in which a faulty conclusion poses a significant risk of failure to SME’s. The literature reveals that there are still very high failure rates in ERP implementation, and that faulty selection processes contribute to this failure rate. However, the literature is devoid of a systematic methodology for the selection process for an ERP system by SME’s. This study provides a methodological approach to selecting the right ERP system for a small or medium-sized enterprise. The study employs Thomann’s meta-methodology for methodology development; a survey of SME’s is conducted to inform the development of the methodology, and a case study is employed to test, and revise the new methodology. The study shows that a rigorously developed...

A Methodology to Select an Enterprise Resource Planning System for a Small or Medium Sized Enterprise

Burton, Richard
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Relevância na Pesquisa
17.56%
Enterprise Resource Planning (ERP) systems are software programs designed to integrate the functional requirements, and operational information needs of a business. Pressures of competition and entry standards for participation in major manufacturing supply chains are creating greater demand for small business ERP systems. The proliferation of new offerings of ERP systems introduces complexity to the selection process to identify the right ERP business software for a small and medium-sized enterprise (SME). The selection of an ERP system is a process in which a faulty conclusion poses a significant risk of failure to SME’s. The literature reveals that there are still very high failure rates in ERP implementation, and that faulty selection processes contribute to this failure rate. However, the literature is devoid of a systematic methodology for the selection process for an ERP system by SME’s. This study provides a methodological approach to selecting the right ERP system for a small or medium-sized enterprise. The study employs Thomann’s meta-methodology for methodology development; a survey of SME’s is conducted to inform the development of the methodology, and a case study is employed to test, and revise the new methodology. The study shows that a rigorously developed...

Capital market inefficiencies, credit rationing and lending relationship in SME's

Cardone Riportella, Clara; Longarela, Iñaki R.; Camino Blasco, David
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: Trabalho em Andamento Formato: application/pdf
Publicado em /02/1998 ENG
Relevância na Pesquisa
27.24%
The financing of small-medium enterprises (SME' s) shows a great dependence on short term borrowing from banking institutions and savings banks. The causes of this situation are basically due to low credit availability at the stage of the firm' s life cycle when it requires the greatest access. A seminal paper by Fazzari, Hubbard and Petersen (1988) has served as the basis for important subsequent research. In Spain conclusions drawn by studies in this area mostly agree that the basic reason for the aboye mentioned low credit availability is high borrowing costs due to market imperfections which inevitably lead to credit ratioIÚng. The aim of this paper is twofold. First, to study the roles of firm-creditor relationships (Berger and Udell, 1992,1995; Petersen and Rajan, 1994, 1995) and Loan Guarantee Associations [LGA] in reducing information asymmetries in loan contracts and, second, to attempt to ascertain whether these factors are among the determining factors of loan rates for SME's.

Sistemas de Informação de Portugal Estratégico (Sipe)

Serrano, António Manuel Soares
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
18.07%
"Sem resumo feito pelo autor"; - As Pequenas e Médias Empresas (PME's) portuguesas enfrentam grandes desafios resultantes da globalização da economia, da evolução tecnológica e da evolução conceptual no domínio da gestão empresarial. A pressão exercida pelas diferentes entidades com as quais se relaciona, é um factor que implica maiores níveis de exigência na qualidade dos serviços prestados e produtos produzidos. A forma como a empresa enfrenta aqueles desafios e responde àquela pressão, passa cada vez mais, pela utilização das tecnologias de informação ao serviço dos sistemas de informação e dos objectivos e estratégias empresariais. O desenho e implementação de sistemas de informação, devidamente suportados pelas tecnologias, torna-se crucial para que a empresa possa conseguir vantagens competitivas face à concorrência. Nas PME's, dadas as suas especificidades, a concepção e implementação de sistemas de informação traduz-se, fundamentalmente, no aproveitamento dos aspectos que poderão ter potencial estratégico, i.é, na resolução de problemas de natureza operacional, que por vezes constituem factores distintivos face à concorrência. A preocupação estratégica nas PME's está centrada na melhoria do desempenho organizacional...

A relevância e utilidade das demonstrações financeiras : a perceção dos gestores das PME

Santos, Mónica Miranda Meireles
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
17.9%
Mestrado em Contabilidade e Gestão das Instituições Financeiras; As Pequenas e Médias Empresas (PME) constituem um segmento de extrema importância quer a nível europeu quer a nível nacional, representando a quase totalidade do tecido empresarial português e a maior fonte potencial de emprego e crescimento. Atualmente, num mercado global, caracterizado pela competitividade e instabilidade, torna-se cada vez mais importante para as PME a necessidade de obter informações úteis que as auxiliem a gerir de forma eficiente os seus negócios. Neste sentido, a contabilidade tornou-se vital no sucesso da organização como forte instrumento para a tomada de decisão, deixando a sua anterior e simples função de registo. Considerando a importância das PME no cenário económico, e reconhecendo o contributo da informação contabilística no processo de tomada de decisão, este estudo foca-se na perceção dos gestores das PME, enquanto principais intervenientes no processo de elaboração das demonstrações financeiras, no que concerne à relevância e à utilidade que atribuem às demonstrações financeiras, no seio da organização. Porém, as PME nem sempre se encontram totalmente preparadas para superar os atuais e constantes desafios...

O Valor do Design para a Indústria Portuguesa e a Inovação e as Políticas Industriais dos anos 90

Maia, Maria Manuela Barros
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /02/2005 POR
Relevância na Pesquisa
27.24%
Mestrado em Sociologia Económica e das Organizações; Abordam-se nesta dissertação quatro áreas de conhecimento: design, competitividade, inovação e políticas industriais. As políticas industrias portuguesas assumiram, para o período analisado, a existência de uma relação entre design e competitividade. Tendo como objecto as empresas industrias portuguesas (PME's), pretende-se discutir esta assunção através da reflexão sobre o valor do design para a inovação, tratando: desenvolvimento de produtos, tecnologia, I&D, organização e performance financeira. A compreensão dos traços mais determinantes da industrialização portuguesa e do desenvolvimento do design em Portugal, faz assentar esta discussão numa base que permite identificar e compreender o entendimento que foi feito do design nas políticas industriais. O design deterá um papel efectivo na construção da competitividade da industria portuguesa se for realizada a sua instrumentalização completa. Esta reflexão avança com perspectivas para um modelo competitivo para Portugal integrando design.; Four areas of knowledge are approached In this essay: design, competitiveness, innovation and industrial politics. The Portuguese industrial politics have assumed...

Participate (or not) in international trade fairs? Decision factors of Portuguese managers

Santos, José de Freitas
Fonte: Instituto Politécnico do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 ENG
Relevância na Pesquisa
27.24%
Portugal is a small economy, with an open domestic market that needs competitive exporters to prosper. Trade fairs are an international promotion tool that can be used by firms when considering export development and expansion. This study identifies and evaluates the critical factors that influenced the decision making process of Portuguese SME’s (Small and Medium-Sized Enterprises) managers to participate (or not) in international trade fairs. The results indicate that the firm’s critical decisions factors to select an international trade fair were value for money and the stand (location, typology and size)

A hierarquia dos determinantes da estrutura de capital em empresas portuguesas

Gomes, Raquel Marques
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.24%
Dissertação de Mestrado apresentado ao Instituto de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Contabilidade e Finanças, sob orientação de Adalmiro Álvaro Malheiro de Castro Andrade Pereira; A Estrutura de Capital considerada como o efeito de uma combinação entre o capital de terceiros e o capital próprio de uma empresa tem sido alvo de inúmeros estudos nos últimos anos, uma vez que a sua escolha ira definir o futuro da entidade, tomando-se a sua otimização o principal objetivo financeiro de uma empresa. A problemática em questão teve início com Modigliani e Miller (1958), dando origem a múltiplas posteriores teorias a respeito da otimização da Estrutura de Capital, não existindo no entanto um consenso. Assim, a presente dissertação tem como objetivo a identificação dos determinantes da estrutura de capital mais relevantes propostos pelas diferentes teorias e provar o seu poder explicativo do rácio de endividamento. Após recolha dos dados referentes às PME’s portuguesas no período de 2008 – 2011, procedeu-se à aplicação do modelo de regressão linear múltipla, a qual permitiu concluir que estas empresas possuem um elevado nível de endividamento...

Internacionalização de pequenas e médias empresas em Portugal: abordagem programada vs abordagem não programada

Varejão, João Carlos de Sousa
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.24%
Orientado por Mestre Anabela Ribeiro e Prof. Doutora Clara Ribeiro; O presente estudo debruça-se sobre o processo de internacionalização e a forma como o mesmo ocorre junto das empresas Portuguesas, nomeadamente as PME’s, focando-se essencialmente naquelas que utilizam apenas a exportação como meio de se internacionalizarem. Analisaram-se sete empresas, todas provenientes de diferentes sectores de atividade, sobre as quais incidiu um aprofundado trabalho de recolha de dados, apostando-se para o efeito em métodos de análise qualitativa que visavam a correta identificação das características intrínsecas das mesmas. Ao longo do estudo é realizada uma distinção entre o que se considera uma abordagem programada e não programada das empresas ao processo de internacionalização, definindo-se nesta fase o tipo de abordagem que as empresas em análise possuem. Com base na distinção efetuada, foi realizada numa fase posterior uma análise da evolução da atividade das empresas analisadas, bem como da performance das mesmas, de forma a tornar possível determinar o sucesso ou não deste tipo de operações nas empresas em análise e, de entre os casos analisados com sucesso, reunir as características que as empresas possuem em comum. Para terminar o estudo e sendo este o objetivo principal a que o mesmo se propõe...

Impacto da orientação internacional, comprometimento e apoio à exportação sobre o desempenho das pequenas e médias empresas : um estudo das PME'S brasileiras de internacionalização rápida e tradicional

Machado, Marcelo André
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
18.07%
Nas últimas quatro décadas, um conjunto crescente de transformações no ambiente internacional de negócios tem demonstrado que o comportamento das empresas, em seu processo de internacionalização, vem se alterando. De um processo de envolvimento lento e gradual com mercados externos, nos últimos anos verifica-se uma aceleração deste processo, principalmente para o caso das pequenas e médias empresas (PME). Contudo, mesmo ainda não havendo um consenso teórico, muitos estudos indicam que a rápida internacionalização estaria associada a setores de alta tecnologia, de tecnologia de informação e a países mais desenvolvidos. Assim, pela importância que as PME’s representam para a economia nacional e para compreender a existência desse fenômeno no Brasil, bem como o papel do governo neste processo, a presente tese foi elaborada. A partir de uma pesquisa de campo (survey) com 540 PME’s exportadoras brasileiras de várias indústrias de manufatura, buscou-se, em um primeiro momento, validar um modelo teórico geral que explicasse o papel da orientação internacional, do comprometimento exportador, do conhecimento sobre programas de apoio à exportação e os impactos destas variáveis no desempenho exportador das PME’s brasileiras. Por fim...

Characterizing SME's needs for implementing a software process improvement: A comparative between the reality and the theory [Caracterizando las necesidades de las pymes para implementar mejoras de procesos software: Una comparativa entre la teoría y la realidad]

Munoz M.; Gasca G.; Valtierra C.
Fonte: Associacao Iberica de Sistemas e Tecnologias de Informacao Publicador: Associacao Iberica de Sistemas e Tecnologias de Informacao
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article
SPA
Relevância na Pesquisa
27.24%
Nowadays in the software development industry SMEs occupy a considerable percentage of the number of companies generating the 52% of the gross domestic product of the countries and around 72% of the formal employees. However, even when guarantee the software quality is important for SMEs, they have a lack in the implementation of software development formal processes that help them to address this need. This paper shows a comparative between reality and theory focused on the characterization of the needs that SMEs have to face when implementing a software process improvement. The paper is focused on showing the results of analyzing SMEs from Zacatecas Region of Mexico and the results obtained performing a systematic review results and the SME's from Zacatecas Region results are included.

Perdurabilidad empresarial pymes con apuestas diferenciales: caso de estudio Anfora Ltda. y Anfesa SAS

Morales Jiménez, Michael
Fonte: Facultad de Administración Publicador: Facultad de Administración
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/2013 SPA
Relevância na Pesquisa
27.76%
De las más de un millón de empresas que existen actualmente en Colombia, 99% de ellas son consideradas micro, pequeñas y medianas empresas, un gran problema con esta estructura empresarial es que aunque cada año la creación de empresa es alta también lo es la morbilidad. El éxito empresarial y su estabilidad en el tiempo es un tema de mucha importancia que inquieta a la academia, el gobierno y a las mismas empresas. Las posibles explicaciones sobre la perdurabilidad de algunas empresas, una vida tenue de otras y el fracaso de muchas es algo que está siendo investigado. La Universidad del Rosario se ha enfocado en conocer los factores determinantes para que una empresa sea perdurable y por medio del Grupo de Investigación sobre Perdurabilidad Empresarial (GIPE) se han logrado identificar trece componentes para la perdurabilidad de las empresas en el contexto nacional. A partir de la realización de estudios de casos como el que se propone en el presente proyecto, se espera reconocer el funcionamiento actual de las Pymes nacionales e identificar qué factores son necesarios para que las Pymes continúen siendo exitosas a través del tiempo. Por medio de encuestas, entrevistas y documentos se obtuvo información importante de las Pymes con apuestas diferenciales Anfora Ltda y Anfesa SAS...

La Internacionalización de Las MIPYMES Colombianas

Guevara Izquierdo, Andrea Catalina; Valencia Montoya, Manuela
Fonte: Facultad de administración Publicador: Facultad de administración
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 18/07/2013 SPA
Relevância na Pesquisa
27.76%
En el mundo actual los procesos de internacionalización hacen parte fundamental del desarrollo de las economías, siendo estos una de las claves que tienen las MYPIMES para enfrentar las oportunidades y amenazas que trae consigo el fenómeno de la globalización. Sin embargo, existe un bajo nivel de internacionalización de las MYPIMES en Colombia, las cuales son el principal componente del aparato productor del país. El presente trabajo, contribuye al conocimiento acerca de las principales causas del bajo nivel de incursión de las MYPIMES Colombianas en los mercados externos.; In today's world, the internationalization processes play a fundamental part in the development of the economies. These processes are one of keys that the SME's have to face the opportunities and threats that come with the globalization phenomenon. However, the SME's in Colombia, that are the main actors in the country's production output, have a low level of internationalization. The following paper, contributes to the knowledge of the main causes of why the Colombian SME's have a low level of penetration in the international markets.

Internet incidence on SME's sales: a propensity score matching analysis.

Alderete, Maria Veronica
Fonte: IGI Global Publicador: IGI Global
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:ar-repo/semantics/artículo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
27.24%
The purpose of this paper is to determine how much is the bonus or prize to the sales per worker of Internet-using firms compared to not Internet-using firms. The author employs matching techniques based on an Argentinean database. The author first presents a binary logit model, in which the dependent variable is a dichotomous variable equal to 1 if the firm adopted Internet and 0 otherwise, to evaluate the factors that influence a firm?s probability of adopting Internet. A propensity score matching (PSM) model is then used to assess the impact of using Internet on the sales per worker. The author finds statically significant differences in the sales average between firms that are similar in many dimensions such as location, size, and sales market except for the Internet adoption decision. By probing that Internet access improves SME's sales, the author is validating the Public Sector ICT modernization programs for SME. The contribution of this paper consists of using a well known technique as PSM to analyze a recent field of research which is the contribution of Internet adoption to the firm's sales per worker.; Fil: Alderete, Maria Veronica. Consejo Nacional de Invest.cientif.y Tecnicas. Centro Cientifico Tecnol.conicet - Bahia Blanca. Instituto de Investigaciones Economicas y Sociales del Sur; Argentina;

Employment level and business cycles : diferences between SME's and large firms' performance

Pereira, Bernardo Masteling
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
27.24%
Mestrado em Economia; O nível de emprego e as suas flutuações são desde sempre um dos temas que maior debate suscita na literatura económica. Este estudo foca as diferenças na sensibilidade do nível de emprego ao ciclo económico existentes entre pequenas e médias empresas (PME’s) e grandes empresas na economia portuguesa. Qual o grupo de empresas que apresenta reduções mais significativas do número de trabalhadores em períodos recessivos? E em períodos de crescimento? Serão as PME’s com negócios mais frágeis ou as grandes empresas com mais trabalhadores? O debate sobre as respostas teóricas é intenso e encontra-se distante de um consenso. O estudo analisa quatro importantes sectores económicos - Construção, Comércio a Retalho, Serviços e Indústria entre 2000 e 2012. A base de dados é utilizada pela primeira vez na abordagem ao mercado de trabalho e é desenvolvida pelo Instituto Nacional de Estatística. No que respeita à economia portuguesa, para os setores estudados, as conclusões são claras, as grandes empresas apresentam maior sensibilidade ao ciclo económico, independentemente do sector de atividade, registando variações do nível de emprego mais significativas que as PME’s. Esta conclusão coloca em causa algumas ideias feitas sobre o contributo das PME’s para as variações de emprego abrindo a discussão sobre os factores determinantes destas diferenças na variação do nível de emprego entre PME’s e grandes empresas.; Employment level and its fluctuations are historically one of the most discussed topics in the economic literature. This study focuses on the differences in employment’s sensitivity to the business cycle existent between small and medium enterprises (SMEs) and large companies in the Portuguese economy. Which group of firms presents a more significant reduction in employment level during a recession? And during expansions? Are those SMEs with more fragile business or large firms with more employees? The theoretical discussion is still an open debate...