Página 1 dos resultados de 34 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Propriedades mecânicas da sínfise púbica e do ligamento cruzado anterior de ratas prenhes e não-prenhes sob ensaio mecânico de tração; Mechanical properties of pubic sinfisis and anterior cruciate ligament from pregnancy mices and non pregnancy under traction trial

Ferreira, Fernando Borges
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
67.95%
Os ligamentos são estruturas estabilizadoras estáticas das articulações e desempenham um papel importante na junção mecânica. Podem ser influenciadas por fatores de diversas naturezas, inclusive adaptações sofridas durante o período puerperal. Na gravidez existem grandes modificações hormonais que preparam o organismo materno para o desenvolvimento do embrião e feto, bem como para a parturição. Assim, sob ação hormonal os ligamentos e a sínfise púbica têm suas características mecânicas alteradas preparando a mãe para o parto. Este trabalho teve por objetivo caracterizar mecanicamente as modificações sofridas na sínfise púbica e no ligamento cruzado anterior do joelho, durante a gestação e na fase final. Para o estudo foram utilizadas 44 ratas da raça Wistar, com massa corporal inicial média de 301.1 / 8,1g e idade aproximada de 100 dias. Os animais foram divididos em três grupos experimentais: o grupo controle, grupo prenhez I e o grupo prenhez II. Para constituição do grupo prenhez I e II, fêmeas férteis foram acasaladas com machos e o coito foi comprovado pela presença de espermatozóides no lavado vaginal obtido da fêmea. Confirmando a prenhez, os animais foram mantidos em gaiolas até o décimo sexto dia para o grupo prenhez I e sacrificados...

Utilização da ressonância magnética para o planejamento radioterápico dos tumores de colo de útero; Magnetic resonance imaging in the radiation treatment planning of uterine cervix cancers

Justino, Pitagoras Baskara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.61%
OBJETIVOS: Verificar o índice de erros geográficos no planejamento radioterápico convencional de pacientes com carcinoma de colo uterino por meio da ressonância magnética (RM); comparar os dados de estadiamento da FIGO pelos exames físico e de RM e avaliar o estudo do Raio-X contrastado de reto na previsão do erro geográfico. MATERIAIS E MÉTODOS: Oitenta pacientes com diagnóstico histológico de carcinoma espinocelular de colo uterino, com indicação de radioterapia, foram analisadas. Após o estadiamento clínico (FIGO), foi realizada ressonância magnética da pelve e estas imagens comparadas aos campos clássicos de radioterapia, técnica de 4 campos em tijolo. Considerou-se erro geográfico, quando o volume alvo não foi englobado pelos campos, com margens mínimas de 1cm. Os dados de exame físico e RM foram comparados. RESULTADOS: Entre as 80 pacientes analisadas, os limites clássicos dos campos não foram adequados em 45 (56%). Os limites críticos foram as bordas anterior (1/3 anterior da sínfise púbica) ou posterior (limite em S2-S3) dos campos laterais de irradiação. Evidenciou-se grande discrepância entre o exame físico e a RM no que se refere à análise de informações para o estadiamento. Na maioria das vezes...

Identificação e localização de proteoglicanos/glicosaminoglicanos e do colageno tipo VI na sinfise publica do camundongo durante a prenhez : analise ultra-estrutural, imunohistoquimica e bioquimica

Monica de Campos Pinheiro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.94%
A sínfise púbica é uma articulação não sinovial, do tipo anfiartrose, que conecta os dois ossos púbicos através de um disco fibrocartilaginoso. Durante a prenhez, a sínfise púbica de camundongos passa por numerosas modificações estruturais, facilitadas por hormônios, a fim de permitir a passagem dos fetos pelo canal de parto. Essas modificações incluem um aumento da flexibilidade dessa articulação e a transformação do disco fibrocartilaginoso em um ligamento interpúbico flexível e elástico. O desenvolvimento do ligamento interpúbico envolve o aumento da biossíntese dos componentes da matriz extracelular, principalmente colágeno, proteoglicanos e glicosaminoglicanos e a mudança na relação entre síntese e degradação dos mesmos. Levando-se em consideração que o tumover destes componentes na sínfise de camundongos foi caracterizado por estudos bioquímicos e de microscopia de luz, pouco se sabe a respeito dos aspectos ultra-estruturais e histoquímicos de componentes da matriz extracelular, tais como os proteoglicanos e o colágeno tipo VI, bem como das interações entre as diferentes macromoléculas extracelulares. Esses aspectos são importantes porque podem ajudar a entender as relações entre os diferentes componentes da matriz extracelular nesse modelo. Nesse sentido...

Caracterização das fibras do sistema elastico e da plasticidade celular na sinfise pubica do camundongo durante a prenhez, parto e pos-parto : estudo pela microscopia de luz e eletronica de transmissão

Suzana Guimarães Moraes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/08/2001 PT
Relevância na Pesquisa
47.94%
A sínfise púbica é um tipo de articulação ligeiramente móvel localizada na confluência dos ossos pubianos, unindo-os através de coxins de cartilagem hialina. A estabilidade apresentada por essa articulação é alterada durante a gestação, período em que tanto a cérvix uterina como toda a cavidade pélvica, inclusive a sínfise, devem se adaptar proporcionando um parto normal. A separação da sínfise púbica fibrocartilaginosa do camundongo na prenhez depende de sua transformação em um ligamento extensível, processo este que envolve o aumento da biossíntese da matriz extracelular (MEC), principalmente colágeno, proteoglicanos e glicosaminoglicanos e a mudança na relação entre síntese e degradação dos mesmos. Na sínfise de camundongo o tumover destes componentes foram estimados por estudos bioquímicos e de microscopia de luz; porém pouca atenção tem sido dada aos aspectos ultra-estruturais e histoquímicos, tão pouco encontramos relatos sobre os componentes do sistema elástico e a plasticidade celular. O presente trabalho teve por objetivo conhecer a distribuição das fibras do sistema elástico e caracterizar o imunofenótipo e aspectos ultra-estruturais de células envolvidas na formação e involução do ligamento interpúbico na sínfise púbica de camundongos...

Estudo bioquimico e histoquimico do acido hialuronico no tecido interpublico de camundongo durante a prenhez, parto e pos-parto

Eduardo Anselmo Garcia
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.92%
O tecido interpúbico no camundongo é conhecido pelas rápidas adaptações sofridas devido as novas demandas impostas durante a prenhez, parto e pós-parto. O desenvolvimento de um ligamento interpúbico é explicado em parte pelas modificações observadas na hidratação deste tecido, assim como, pela presença de Ácido Hialurônico (AH). O presente estudo focou-se na presença do AH na sínfise púbica, uma vez que pouco se sabe a respeito do seu papel durante as modificações sofridas neste período. A localização e quantificação do AH, por meio de uma sonda específica para AH, foi feita em amostras de sínfises púbicas de camundongos virgens, com 12 a 18 dias de prenhez, no dia do parto (D19) e durante o 3° e 5° dia pós-parto. A análise quantitativa fluorométrica indicou um aumento gradual no AH do tecido interpúbico durante a prenhez, seguido de uma diminuição já presente no dia do parto. A análise histoquímica demonstrou a presença de AH na matriz extracelular deste tecido assim como dentro das células. Baseado nestes resultados, pudemos demonstrar a provável participação do AH em três processos. Quando encontrado na matriz extracelular, o AH contribui para a formação de uma estrutura flexível, de consistência rígida...

Expressão espaço-temporal de marcadores de poliferação e morte celular na sinfise pubica de camundongo durante a prenhez, parto e pos-parto

Adriano Mora Veridiano
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
67.72%
Uma dramática mudança na sínfise púbica de camundongos é observada no final da prenhez. Recentemente demonstramos que estas mudanças na sínfise púbica durante a prenhez, parto e pós-parto estão diretamente associadas com componentes da matriz extracelular principalmente colágeno, fibras do sistema elástico, proteoglicanos e glicosaminoglicanos. A remodelação tecidual envolve um equilíbrio dinâmico entre proliferação celular e morte celular programada assim como as alterações nos componentes estruturais da matriz extracelular. Deste modo, é importante considerar estes dois comportamentos celulares quando investigamos os mecanismos que regulam a remodelação do tecido interpúbico; durante o seu crescimento ao final da prenhez, parto e subseqüente involução no período pós-parto. A proliferação e a morte celular programada foram identificadas por detecção imunohistoquímica, PCNA e TUNEL respectivamente os índices de proliferação e morte celular foram determinados por analises morfométricas. Os nossos resultados demonstraram que a proliferação celular foi intensa durante o período de formação do ligamento, entre os 015 e 018 de prenhez. Entretanto, no 019, dia do parto, ocorre uma queda abrupta dos índices de o 5dpp. As análises quantitativas de morte celular...

Detecção de metaloproteinases da familia das gelatinases e de seus inibidores no ligamento interpubico do camundongo, durante a prenhez; Detection of metalloproteinases of the gelatinases family and their inhibitors in the interpubic ligament of the mouse, during pregnancy

Renata Giardini Rosa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.81%
Durante a prenhez de alguns roedores ocorre um acentuado processo de remodelação da sínfise púbica (SP). No camundongo, esta articulação fibrocartilaginosa é gradativamente formada por um tecido conjuntivo fibroso, resultando no ligamento interpúbico (LI) entre os coxins de cartlagem na etapa final da prenhez. Logo após o parto, este ligamento é rapidamenteremodelado e o espaço entre os ossos púbicos se fecha por volta do quinto dia pós-parto. Sabe-se que o hormônio relaxina facilita o crescimento e remodelação dos órgãos do trato reprodutor feminino, alterando a regulação dos processos bioquímicos envolvidos na remodelação da matriz extracelular (MEC) do útero gravídico e da cérvice. Porém pouco se conhece sobre a sínfise em relação ao envolvimento de metaloproteinases (MMPs) nessa remodelação. Assim como, da participação de células inflamatórias, que poderiam estar envolvidas no processo de remodelaçãoda sínfise púbica do camundongodurantea prenhez. Neste estudo, foram utilizadas sínfises de camundongos virgens e ligamento interpúbico de animais prenhes para a detecção de MMPsin vivo e in vitro (explante de 24 horas). As MMPs da família das gelatinases (MMP-2 e MMP-9) foram caracterizadas pela zimografia e por meio de ensaios imunohistoquímicos...

Caracterização molecular das fases de separação, relaxamento e remodelação da sínfise púbica do camundongo, durante a prenhez, parto e pós-parto; Molecular characterization of separation, relaxation and remodeling of the mouse pubic symphysis during pregnancy, partum and postpartum

Renata Giardini Rosa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
68.12%
A remodelação que a sínfise púbica (SP) sofre durante a prenhez, parto e pós-parto é um dos eventos importantes para o parto normal, e ocorre no trato reprodutor feminino como útero, cérvice uterina e sínfise púbica em alguns mamíferos. Durante a prenhez de alguns roedores ocorre um acentuado processo de remodelação da sínfise púbica (SP). No camundongo, esta articulação fibrocartilaginosa é gradativamente modificada, formando o ligamento interpúbico (LI) da etapa final da prenhez. Logo após o parto, este ligamento é rapidamente remodelado e o espaço entre os ossos púbicos se fecha, por volta do quinto dia pós-parto. Contudo, alterações no metabolismo celular durante o relaxamento da sínfise púbica do camundongo durante a prenhez, parto e pós-parto não foram extensivamente estudadas. Neste trabalho, foram utilizadas sínfises de camundongos virgens (V) e de animais prenhes como também no pós-parto. Os experimentos evidenciaram que as enzimas Metaloproteinases (MMPs) -2, -9, Tissue Inhibitors of Metalloproteinases (TIMPs) -1, -2 assim como as catepsinas B e K foram detectadas em todos os dias estudados. Por meio do Western Blotting foi observado que a MMP-8 teve sua maior expressão protéica no (12º Dia de prenhez) D12...

Avaliação morfológica, bioquímica e molecular da elastogênese em tecidos adultos no modelo da sínfise púbica de camundongos durante e após a prenhez; Morphological, biochemical and molecular evaluation of the elastogenesis in the adult tissues of the mouse pubic symphysis during and after pregnancy

Sílvio Roberto Consonni
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
67.86%
A organização das fibras elásticas envolve a síntese e a deposição de moléculas em uma sequência altamente regulada para assegurar as características elásticas nos estágios iniciais do desenvolvimento. Durante e prenhez, os tecidos pélvicos ricos em fibras elásticas se alteram para permitir um parto seguro e essa remodelação é essencial para o parto normal. A sínfise púbica de camundongos também remodela em um processo controlado por hormônios. Este fenômeno compreende a "transformação" da fibrocartilagem em um ligamento interpúbico (LIp) seguido por seu relaxamento antes do parto. Após o primeiro parto, o processo de retorno ocorre e assegura a homeostase dos tecidos pélvicos. Ainda, alterações no suporte dos órgãos pélvicos foram descritas em animais geneticamente modificados para proteínas envolvidas na elastogênese como a lysyl oxidase-like 1 (LOXL1), fibulina-3 e 5. Como ligamentos são as principais estruturas de suporte dos órgãos pélvicos, o objetivo deste estudo foi avaliar a elastogênse no desenvolvimento do LIp durante a prenhez de camundongos. Assim, camundongos selvagens C57Bl/06 e deficientes em fibrilina-1 virgens, prênhes e no pós-parto foram estudados usando microscopia de luz convencional...

O papel do óxido nítrico na remodelação do ligamento interpúbico ao final da gestação; The role of nitric oxide in remodeling of the interpubic ligament late pregnancy

Camila Fernandes Moro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.72%
Ao final da gestação, a sínfise púbica de camundongo passa por um profundo relaxamento para favorecer a passagem dos fetos durante o parto. Este evento envolve a reabsorção dos ossos púbicos, a diferenciação celular e a remodelação da fibrocartilagem que culmina na formação e relaxamento do ligamento interpúbico. Estes acontecimentos estão sob a influência do estrógeno, da progesterona e da relaxina. A remodelação do ligamento interpúbico ocorre, principalmente, por ação das metaloproteinases, que podem ser ativadas por diversos indutores, como o óxido nítrico (NO). Ele é um dos agentes que contribuem para o amolecimento cervical no momento do parto. Tendo em vista tal fenômeno, este trabalho teve por objetivo investigar o papel do gás NO na remodelação da sínfise púbica durante a gestação. Este gás é produzido pela óxido nítrico sintase e de acordo com sua concentração no tecido, pode induzir a proliferação ou a morte celular programada. Para avaliar o efeito do NO na remodelação do ligamento interpúbico, foram utilizados camundongos fêmeas no 18° e 19° dias de gestação. Fêmeas virgens formaram o grupo controle. As sínfises e/ou ligamentos interpúbicos foram coletados, processados e caracterizados pela coloração do Tricrômico de Masson. Utilizou-se anticorpo monoclonal específico para a proteína iNOS (óxido nítrico sintase induzível) para evidenciar sua distribuição nos tecidos interpúbicos tanto pela imunoistoquímica (microscopia de luz) quanto pela imunocitoquímica (microscopia eletrônica). Para a quantificação do NO foi utilizada a reação calorimétrica de Griess. Nos ensaios de imunoistoquímica...

Estudo do comportamento biomecânico e da expressão galectina-3 e comp, biomarcadores do turnover de tecidos articulares da sínfise púbica de camundongos durante a prenhez e pos-parto; Study of biomechanical behavior and expressiom galectin-3 and comp, biomarkers turnover of tissue joint of pubic symphysis of mice during pregnancy and postpartum

Monica Maria Moreira da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
67.63%
Em camundongos, a sínfise púbica (SP) é metabolicamente ativa durante a prenhez. As adaptações orquestradas por hormônios e a sobrecarga mecânica imposta na sínfise, que gradualmente dá lugar ao ligamento interpúbico (Lip) e ao seu "relaxamento" no final da prenhez permitem a passagem da prole pelo canal do parto. Tais modificações oferecem oportunidade para estudo de remodelação de tecidos semelhantes às que ocorrem nas disfunções e distopias do assoalho pélvico feminino. Estudaram-se características morfológicas, imunohistoquímica das proteínas Galectina-3(GAL3) e CartilageOligomericProtein Matrix (COMP) e o comportamento biomecânico, na SP de camundongos fêmeas adultas jovens, durante a primeira prenhez e após o parto por meio de técnicas histológicas convencionais, imunohistoquímica, microscopia de luz, eletrônica de transmissão e varredura. Nas análises da organização fibrilar utilizou-se transformada rápida de Fourier (FFT) e do comportamento biomecânico ensaio destrutivo de tração uniaxial em máquina de testes universal com velocidade constante e força progressiva nas SP/Lip de camundongos C57BL6 grupos: (NP-controle), 12, 15 e 19 dias (d) após a verificação do plug vaginal e no 30, 50 e 100dias após o parto (dpp). No ensaio de tração uniaxial...

Influência da depleção de macrófagos na remodelação da sínfise púbica de camundongos C57BL6 durante o final da prenhez e o pós-parto; Influence of macrophage depletion in pubic symphysis remodeling of C57BL6 mice during late pregnancy and postpartum

Bianca Gazieri Castelucci
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
67.53%
A sínfise púbica (SP) faz parte do conjunto de elementos do sistema musculoesquelético que oferece suporte aos órgãos pélvicos. Em alguns animais, como camundongos e cobaias, esta junção fibrocartilaginosa passa por drásticas modificações hormonalmente reguladas durante a prenhez, resultando no afastamento dos ossos púbicos e na formação de um ligamento elástico (LiP) que facilita a passagem dos fetos durante o parto. Assim como o LiP, a cérvice uterina (CV) também sofre extensa remodelação durante a prenhez e ambos apresentam similaridades no que diz respeito à composição tecidual, proliferação celular e regulação por relaxina e hormônios esteroides. Embora alguns achados relacionem o relaxamento da SP da e CV à ativação de uma resposta pró-inflamatória sem a participação de granulócitos, a participação de outros leucócitos no remodelamento da SP durante o parto e pós-parto ainda não foi devidamente investigada em camundongos. Com a finalidade de caracterizar aspectos que envolvem a participação de leucócitos neste remodelamento realizamos o presente estudo visando à caracterização morfológica e análise da expressão gênica destas células durante o relaxamento (dias 12, 18 e 19ddg) e a remodelamento da SP no pós-parto (dias 1 e 3dpp) associadas à depleção de monócitos/macrófago. A análise morfológica demonstrou a presença de monócitos/macrófagos...

Avaliação ultra-sonográfica e urodinâmica em pacientes com incontinência urinária

Sartori,Marair Gracio Ferreira; Bergamo,Carlos Alberto Salles; Martins,Sérgio Brasileiro; Takano,Cláudia; Girão,Manoel João Batista Castello; Baracat,Edmund Chada; Lima,Geraldo Rodrigues de
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1999 PT
Relevância na Pesquisa
27.21%
Objetivos: avaliar a concordância entre os diagnósticos urodinâmico e ultra-sonográfico de incontinência urinária, bem como correlacionar as variáveis de ambos os exames. Metodologia: Foram selecionadas 381 pacientes com perda de urina, entre as atendidas no Setor de Uroginecologia e Cirurgia Vaginal da Disciplina de Ginecologia da Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo. Todas foram submetidas a estudo urodinâmico, seguindo a padronização da Sociedade Internacional de Continência, e ultra-sonografia do colo vesical, com transdutor endovaginal de 6 MHz. No estudo urodinâmico, medimos a pressão máxima de fechamento uretral (PMFU) e obtivemos o diagnóstico etiológico da perda de urina. As mulheres foram agrupadas segundo o diagnóstico urodinâmico em incontinência urinária de esforço, instabilidade do detrusor e incontinência urinária mista. Na ultra-sonografia, foram avaliados a posição do colo vesical em relação à borda inferior da sínfise púbica e sua mobilidade e os diâmetros da uretra e do colo vesical. Resultados: 1) o colo vesical, quando em repouso, esteve mais freqüentemente acima da borda inferior da sínfise púbica e, durante o esforço, abaixo ou na sua altura nos três grupos; 2) a mobilidade do colo vesical foi semelhante nos grupos; 3) não houve correlação significante entre PMFU e diâmetro da uretra e do colo vesical...

Estudo comparativo por ressonância magnética de púbis entre atletas e sedentários assintomáticos

Branco,Rodrigo Castelo; Fontenelle,César Rubens da Costa; Miranda,Leandro Marques; San Junior,Yonder Archanjo Ching; Vianna,Evandro Miguelote
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
OBJETIVO: Comparar os achados na ressonância magnética do púbis de atletas profissionais de futebol, sem histórico ou clínica de pubalgia, com sedentários também assintomáticos, determinando a prevalência de alterações compatíveis com sobrecarga púbica. MÉTODOS: Dezenove atletas profissionais de futebol, sem queixas álgicas na região púbica, e 17 sedentários, também assintomáticos, foram submetidos à ressonância magnética do púbis. Os resultados dos exames foram analisados quanto à presença de alterações degenerativas, edema medular ósseo e tendinopatia, comparando ambos os grupos estudados. RESULTADOS: Foi encontrada alta prevalência de edema ósseo e tendinopatia, bem como alterações degenerativas da sínfise púbica no grupo de atletas, encontrando-se valores maiores de odds ratio e risco relativo, com significância estatística na população estudada. CONCLUSÃO: Atletas profissionais de futebol apresentam maior risco de desenvolver alterações na região púbica, evidenciadas na ressonância magnética, se comparados a indivíduos sedentários. Estes achados não são obrigatoriamente causa de pubalgia, estando provavelmente relacionados a esforço intenso.

Imunolocalização de galectina-3 na sinfise pubica de camundongos durante a prenhez e pos-parto; Immunolocalization of galectin-3 in mouse public symphysis during pregnancy and post-partum

Maria Amalia Cavinato Nascimento
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
57.84%
É reconhecido que a sínfise púbica de algumas espécies de mamíferos, incluindo camundongos, passa por transformações estruturais durante a prenhez e no período pós-parto. Estas transformações incluem o surgimento de um ligamento interpúbico e o amolecimento deste tecido nos dois últimos dias antes do parto. Este ligamento permite a separação dos ossos púbicos, garantindo a passagem segura do feto pelo canal de parto. Após o parto ocorre a involução deste ligamento. Ambos os períodos de remodelação tecidual envolvem grandes modificações da matriz extracelular e de seus componentes, bem como um balanço entre proliferação e morte celular programada. A galectina-3, uma lectina animal com especificidade de ligação por ß-galactosídeos, é uma proteína amplamente distribuída entre diferentes tipos de células e tecidos, podendo ser encontrada dentro das células tanto no núcleo quanto no citoplasma, ou ainda na superfície celular ou no espaço extracelular. Através de interações específicas com diversos ligantes intra e extracelulares, a galectina-3 participa de numerosos processos fisiológicos e patológicos, como por exemplo, desenvolvimento, reações imunes, controle do ciclo celular, apoptose e metástase. Este estudo teve como objetivo localizar a expressão de galectina-3 nas populações celulares que compõem esta articulação durante o período de prenhez...

A abordagem global do Fisioterapeuta na dor pélvica no pós-parto

Sancho, Maria
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.53%
O presente estudo de caso surge no âmbito da prática clínica privada, na área de intervenção da fisioterapia na saúde da mulher, em particular na intervenção multifactorial em sequelas após parto. Iremos descrever e analisar o processo da fisioterapia aplicado a uma mulher de 34 anos com dor lombar/pélvica a qual teve início três semanas após o parto do seu terceiro filho. Este sintoma considerado como principal, que levou à procura dos cuidados de fisioterapia, além das implicações ao nível da estrutura e função, tinha um grande impacto no desempenho de actividades, pela dificuldade em realizar movimentos livremente, especificamente passar da posição de sentado para de pé e na marcha. O impacto na participação social era também considerável, em particular na capacidade de prestar os cuidados necessários ao seu bebé. Além desta queixa, a utente apresentava ainda dor ao nível da zona do períneo, perdas de urina sempre que tosse e dificuldades na amamentação. Todos os problemas referidos pela utente, são muito frequentes nas mulheres após o parto, tendo estes tendencialmente uma resolução natural nas duas a três primeiras semanas, pelo que, a maioria das mulheres não recorre a ajuda para os resolver. No entanto...

Definição do nível da junção ureterovesical pela tomografia computadorizada

Freire Filho,Edison de Oliveira; Leão,Alberto Ribeiro de Souza; Capobianco,Júlia; Szejnfeld,Jacob; D'Ippolito,Giuseppe
Fonte: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem Publicador: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.86%
OBJETIVO: Definir o nível da implantação ureteral na bexiga através da tomografia computadorizada. MATERIAIS E MÉTODOS: Através de tomografia computadorizada da pelve com contraste endovenoso de 46 pacientes (31 homens e 15 mulheres) com idade entre 18 e 45 anos, com pelo menos um dos ureteres contrastado pelo contraste excretado, medimos as distâncias do meato ureteral até o teto acetabular e a borda superior da sínfise púbica, além do volume da bexiga. Utilizamos o teste t de Student para avaliar se houve diferenças estatísticas entre grupos. RESULTADOS: O nível da implantação ureteral na bexiga foi, em média, 10,6 ± 8,1 mm abaixo do teto acetabular e, em média, 29,7 ± 9,5 mm acima da borda superior da sínfise púbica. Nos pacientes com volume de repleção vesical menor que 200 ml e maior ou igual a 200 ml os níveis da implantação ureteral na bexiga foram, em média, 11,6 ± 7,3 mm e 10,2 ± 8,4 mm abaixo do teto acetabular (p = 0,61) e, em média, 28,3 ± 7,3 mm e 30,3 ± 10,2 mm acima da borda superior da sínfise púbica (p = 0,52), respectivamente, e nos pacientes do sexo masculino e feminino foram, em média, 11,8 ± 8,0 mm e 8,3 ± 8,0 mm abaixo do teto acetabular (p = 0...

Estudo morfológico da sínfise púbica de ratos e camundongos durante a gravidez; Morphological study of rats and mice pubic symphysis during pregnancy

Guerra, Flávia da Ré; Junior, Wagner Costa Rossi; Esteves, Alessandra; Junior, Valdemar Antônio Paffaro
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
67.53%
O objetivo desse estudo foi avaliar as diferenças existentes na sínfise púbica de camundongos e ratos fêmeas, grávidas e não grávidas, descrevendo as alterações morfológicas ocorridas na articulação com a finalidade de entender os movimentos apresentados pela articulação ao longo da gestação. Para tal, as sínfises foram coletadas de camundongos fêmeas grávidas no 6º, 12º e 18º dias de gestação, e nas ratas com 18 dias de gestação. Foram fixadas em paraformoldeído e a seguir descalcificadas em solução de Morse. Na sequência, as peças foram incluídas em parafina. Cortes de 7 micrômetros foram realizados e corados em Picrosirius e Resorcina-Fucsina. A coloração com Picrosirius evidenciou em camundongos fêmeas virgens a presença de fibras grossas de colágeno diferente dos outros grupos de camundongos, os quais apresentaram fibras finas. A análise de fibras elásticas mostrou que, com o decorrer da gestação, estas aumentam em espessura e número. Em ratas com 18 dias de gestação foi observado o aparecimento de tecido conjuntivo fibroso no disco de cartilagem hialina, aumentando assim, o espaço inter-púbico e modificando a estrutura de sincondrose encontrada nos animais virgens. Observou-se também aumento no diâmetro e quantidade de fibras elásticas em relação às ratas virgens. Podemos concluir que a articulação de camundongos fêmeas grávidas passam por transformações estruturais qualitativas e quantitativas ao longo da gravidez. Em ratas prenhas...

Pubalgia como uma das causas de dispareunia

Schuroff,Ademir; Pedroni,Marco; Deeke,Mark; Valério,Josieano; Vargas,Maria; Locks,Renato; Brandão,Raphael
Fonte: Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.9%
Objetivo: Relatar uma série de casos de mulheres portadoras de dispareunia, que não apresentavam causas ginecológicas ou emocionais e tiveram como diagnóstico diferencial a pubalgia. Métodos: Foram avaliadas 15 mulheres com idade entre 20 e 64 anos, média 33,1anos, estas apresentavam como queixa principal a dispareunia. Realizou-se história e exame físico, radiografias de pelve e ressonância nuclear magnética nos casos com radiografias normais. Após o diagnóstico foi indicado tratamento com antiinflamatório (cox 2), fisioterapia e infiltração com corticoesteróide nos casos refratários. Após 60 dias, avaliou-se as pacientes quanto a adesão ao tratamento e resultado clínico. Resultados: Na avaliação inicial constatou-se que 66,7% das pacientes eram sedentárias, 26,6% apresentavam cirurgia ginecológica prévia, 46,7% tinham história gestacional prévia e 66,7% apresentavam alterações radiográficas na sínfise púbica. Após 60 dias verificou-se que 73,3% realizaram o tratamento proposto, destas, 36,3% necessitaram infiltração com corticoesteróide. Na avaliação quanto à dispareunia, 80% se disseram curadas ou com melhora parcial. Na comparação entre os resultados obtidos após 60 dias e as variáveis em questão no estudo Fisher...

Osteomielite da sínfise púbica

Pinho,André; Veludo,Vitorino; Freitas,Joana; Carvalho,Manuel; Serdoura,Francisco; Pinto,Rui
Fonte: Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
67.69%
A osteomielite da sínfise púbica é uma entidade rara. O diagnóstico é, com frequência, atrasado e não raramente confundido com outras entidades não infeciosas. Os autores apresentam o caso clínico de um homem com febre e dor abdominal baixa irradiada para a coxa esquerda interpretado inicialmente como uma hidrosadenite. Com a persistência do quadro de infeção identificou-se uma destruição da sínfi se púbica. Foi submetido a desbridamento com ressecção das plataformas articulares. Após desbridamento inicial recidiva da infeção com necessidade de fasciotomias dos compartimentos anterior e medial da coxa direita e revisão do desbridamento da sinfi se. Devemos estar atentos para a possibilidade da existência de uma osteomielite da sínfi se nos quadros de persistência de dor na região pré púbica. O diagnóstico precoce e orientação terapêutica correta permite controlar a doença de forma eficaz.