Página 1 dos resultados de 7426 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

As Pupilas do Senhor Reitor um retrato das mulheres na sociedade portuguesa do início da 2º metade do século XIX

Pereira, Maria de Jesus Antunes
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.43%
Dissertação de Mestrado em Estudos Portugueses Multidisciplinares apresentada à Universidade Aberta; Às mulheres, ao longo dos tempos, foram atribuídos papéis, funções e características que ainda hoje contribuem fortemente para definir e identificar mentalidades e modos de vida, seguindo um padrão social tradicional de distinção do feminino e do masculino. Neste trabalho de investigação e reflexão, através do olhar e da escrita de Júlio Dinis, procuramos identificar retratos de mulheres portuguesas da segunda metade do século XIX, num contexto rural e de elevado índice de analfabetismo. Em As Pupilas do Senhor Reitor, Júlio Dinis, um escritor politicamente e culturalmente comprometido com o seu tempo, isto é, com os ideais e os valores do liberalismo e da burguesia em ascensão, apresenta-nos uma aldeia, em plena Regeneração, com as suas contradições e expetativas. Numa sociedade em mudança, Júlio Dinis reflete sobre o amor e papel da mulher na sociedade e na família e defende a instrução e o trabalho como meios primordiais para obter a ascensão social e económica, sem ruturas sociais. Para além de Margarida, a protagonista, e apesar da ausência da mulher mãe, as mulheres são figuras centrais no romance dinisiano. Mas...

História agrária do Espírito Santo no século XIX: a região de São Mateus; Agricultural history of Espírito Santo in the nineteenth century: São Mateus

Côgo, Anna Lúcia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.5%
A história agrária de São Mateus (ES) no século XIX é o tema central deste estudo, no qual partimos do pressuposto geral de que o núcleo mateense, localizado na região norte espírito-santense, teve papel relevante na conformação das estruturas agrárias do Espírito Santo neste período, quando apresentou especificidades importantes no conjunto das atividades agrícolas regionais, especializando-se na produção da farinha de mandioca para exportação, cuja atividade proporcionou um expressivo movimento comercial no seu porto fluvial. Procuramos inicialmente situar São Mateus no contexto mais amplo da história agrária capixaba, fornecendo os traços gerais dos processos históricos verificados nos três principais núcleos produtivos da província (Itapemirim ao sul, Vitória ao centro e São Mateus ao norte), visando caracterizar as estruturas agrárias existentes no Espírito Santo no século XIX, realçando suas especificidades regionais e destacando São Mateus neste processo. Para melhor situar nosso objeto de estudo e abordar temáticas imbricadas no evolver da história agrária regional, analisamos os aspectos ligados às condições de infraestrutura da província, principalmente as vias de comunicações terrestres...

As construções concessivas no português brasileiro do século XIX; The concessive constructions in the Brazilian Portuguese of the 19th century

Salgado, Erika
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.53%
Nesta dissertação, apresenta-se um estudo descritivo das construções concessivas, consideradas como complexos subordinativos, em jornais brasileiros do século XIX. Os dados foram colhidos em materiais editados para os estudos do Projeto Para História do Português Brasileiro (PHPB), mais precisamente em cartas de leitores e de redatores de jornais oitocentistas do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Pernambuco, Bahia e Minas Gerais. Num primeiro momento, foram analisados o grau de formalidade e o gênero dos textos em questão. Em seguida, numa perspectiva funcionalista, buscou-se descrever, analisar e explicar o comportamento das construções concessivas, levando-se em conta: o tipo de conector concessivo utilizado, o valor das construções contrastivas, a correlação modo-temporal, a posição das orações no complexo concessivo, a possibilidade de inversão na ordem das orações, os domínios de leitura, o jogo da polaridade, os tipos de predicação nas duas orações do complexo concessivo. Elementos extra-lingüísticos como o tipo de autor das cartas e o período do século em que foram elaboradas também foram levados em consideração para composição da análise. Desse modo, a descrição do uso das construções concessivas no século XIX tem o propósito de contribuir para os estudos sobre a história do Português Brasileiro.; This dissertation introduces a descriptive study of the concessive constructions...

Crônicas de Raul Pompéia: um olhar sobre o jornalismo literário do século XIX; Chronicles of Raul Pompéia: a look on the literary journalism of 19th century

Vianna, Márcia Aparecida Barbosa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.43%
Este trabalho acadêmico propõe um olhar sobre as crônicas do autor Raul Pompéia, jornalista político, conhecido por seu romance O Ateneu , clássico da Literatura Brasileira, entretanto pouco reconhecido por suas publicações na imprensa periódica nacional do século XIX, principalmente nos folhetins, durante os anos de 1880-1894, época em que contribuiu intensamente com a publicação de seus escritos, como observador dos fatos e dos acontecimentos do cotidiano do povo brasileiro. Faremos uma análise da poética vigente em suas crônicas, cuja riqueza da linguagem reflete o autor literário, jornalista e consequentemente historiador, uma vez que o ato da escrita fez parte da vida do cronista, e tornou-se um espelho da sociedade brasileira do final do século XIX, nas páginas da Revista Ilustrada, do Diário de Minas, do jornal O Farol, do O Estado de São Paulo, do Jornal do Comércio, da Gazeta de Not ícias e da Gazeta da Tarde.; This paper proposes an academic look at the chronicles of Raul Pompéia, a political journalist , famous for his novel O Ateneu , classic of Brazilian literature, but little known by its national periodical publications in the press of the 19th century, especially in serials, during the years of 1880-1894...

Ler, Escrever, Contar e se Comportar: a Escola Primária como Rito do Século XIX Português (1820-1910); Read, write, count and behave: the primary school as a nineteenth century Portuguese rite (1820-1910)

Boto, Carlota Josefina Malta Cardozo dos Reis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/09/1997 PT
Relevância na Pesquisa
66.5%
Tendo por objetivo o estudo da escola portuguesa no período compreendido entre 1820 e 1910, procuramos a identificação de aspectos concernentes à interface entre as práticas escolares e o debate social sobre as mesmas. Por essa trilha metodológica, propusemo-nos a historiar o cotidiano, pressupondo nele uma história dos atores que vivem a escola; que agenciam o dia-a-dia escolar. Além disso, tínhamos a intenção de entrelaçar esse ensaio da escola que passou com as representações postas no imaginário pedagógico da sociedade portuguesa na referida época. Por ser assim, pretendíamos verificar a intersecção entre os modos como a sociedade percebia o fenômeno da instrução e os procedimentos realmente adotados para o ensino, com a finalidade de reconstruir pela escrita alguns aspectos que pontuaram o universo simbólico acerca da educação em Portugal de um século atrás. A escola primária era, em Portugal do século XIX (1820-1910), um ritual entre gerações. À infância, era suposto o reconhecimento escolar da tradição do povo e do passado do país. À infância seria também entregue o futuro. Cabia, portanto, à escola a projeção desse futuro, a exemplo do passado. Compreender a sociedade portuguesa do período exigiria então o reconhecimento desse intervalo entre passado e futuro; essa mudança de temporalidade representada pelos anos de escola. A escola era uma forma...

Nos labirintos da liberdade: das alforrias na lavoura cacaueira (Ilhéus-BA, 1810-1850) à discussão historiográfica acerca das manumissões no Brasil do século XIX; In the labyrinths of freedom: from manumissions in cocoa farming (Ilheus-BA, 1810-1850) to the historiographical discussion of manumissions in Brazil during the nineteenth century

Andrade, Marcelo Loyola de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.43%
Esta pesquisa trata do estudo da prática das alforrias no Brasil durante o século XIX. Partindo da análise de uma realidade particular, ou seja, as cartas de alforrias lançadas nos Livros de Notas do Tabelionato de Ilhéus (BA), entre 1810 e 1850, empreendemos uma discussão sobre a historiografia acerca das manumissões na referida centúria. A documentação atinente à vila de Ilhéus encontra-se no Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) e em microfilme no Centro de Documentação e Memória Regional (CEDOC) da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Utilizamos como fontes complementares testamentos, inventários post mortem, registros de escrituras públicas, correspondências da Câmara de Ilhéus e a lista de classificação dos escravos para serem libertos pelo fundo de emancipação, disponíveis nos aludidos arquivos. O objetivo principal deste estudo consiste em ressaltar as particularidades do fenômeno das alforrias na localidade dentro do período assinalado e, posteriormente, oferecer uma discussão historiográfica sobre o comportamento das manumissões no Brasil ao longo do século XIX, incorporando nas análises dos dados os resultados da nossa pesquisa empírica e atentando, principalmente, para os aspectos relacionados com o perfil dos alforriados e das alforrias...

Traduzir a gastronomia: análise das ementas da corte portuguesa, do final do século XIX até à implantação da República

Louchet, Chantal Marie Joelle
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
Este trabalho surgiu de uma vontade de voltar a dar à cultura portuguesa uma parte da sua história na sua própria língua visto as ementas da corte serem redigidas em francês no final do século XIX. De igual forma, a riqueza da linguagem culinária usada na construção das ementas, com todas as suas especificidades próprias da época e da cultura gastronómica do seculo XIX, foi um elemento determinante na escolha deste trabalho. É de realçar o aspeto da reversão para língua portuguesa de todo um habitus cultural entretanto desaparecido. Os textos de partida são escritos na língua francesa, o francês sendo na altura a “langue reine des menus historiques”1 na aristocracia europeia. Vem-nos logo à mente a seguinte pergunta: «Porque é que as ementas da corte portuguesa eram redigidas numa outra língua que não a língua vernácula?» Como o mencionou Jean-Pierre Poulain2, a gastronomia francesa teve essa capacidade de se impor como modelo às elites de outros espaços culturais. É interessante perceber a razão da minha escolha pois não se trata apenas de um trabalho de tradução, mas também da clarificação de toda uma parte cultural visível nas ementas. A ementa pode ser interpretada como um testemunho da vida da corte...

A sustentabilidade do plano de pensões do Montepio Geral no século XIX. O contributo do matemático Daniel Augusto da Silva

Martins, Ana Patrícia
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
Resumo alargado da comunicação proferida no XXXI Encontro da Associação Portuguesa de História Económica e Social, Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, 18 e 19 de Novembro de 2011; Dos montepios de sobrevivência portugueses que no século XIX operavam em Lisboa, o Montepio Geral era, sem dúvida, o mais próspero. Criado em 1840, sob o nome Montepio Literário, propõe-se socorrer os sócios em caso de perda de emprego, sendo a mais significativa das assistências o proporcionar pensões de sobrevivência às famílias após o seu falecimento. Ao longo do século XIX mantiveram-se esses fins, acrescentando-se outras abrangências que de igual modo observavam os princípios de mutualidade característicos dessas associações. Em meados da década de 1860 afirmam-se receios sobre a sua estabilidade financeira, duvidando-se da capacidade de garantir os encargos futuros apesar do prodigioso crescimento verificado por um quarto de século.

Cálculo Actuarial em Portugal no século XIX – usos e desusos

Martins, Ana Patrícia
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.49%
Resumo alargado da comunicação proferida no 25.º Seminário Nacional de História da Matemática, Universidade de Coimbra, Junho de2012; Um dos pilares da Ciência Actuarial é a Teoria das Probabilidades e o contributo de Edmund Halley, em 1693, no uso da tábua de mortalidade de Breslau para calcular anuidades vida é considerado um marco, por aplicar o conceito de probabilidade a questões envolvendo a vida humana. Ainda na 1.ª metade do século XVIII estavam estabelecidos os princípios da Ciência Actuarial que fundamentavam fundos de pensões ou companhias de seguros no ramo Vida. Em Portugal, as primeiras seguradoras Vida são criadas em 1835 e 1845 – a Fidelidade e a Providência – e os primeiros fundos de pensões surgem nos montepios de sobrevivência, de que foi pioneiro o Montepio Geral, em 1840. Durante todo o século XIX as bases sobre que se estabeleceram essas instituições não eram as correctas e a maior parte acabou por se extinguir. Nesta comunicação destacamos alguns contributos no uso dos correctos princípios do Cálculo Actuarial, desde finais do século XVIII, com José Maria Dantas Pereira, até finais do século XIX, com Luís Feliciano Marrecas Ferreira. Entre os dois, Claúdio Adriano da Costa e Daniel Augusto da Silva. À excepção dos contributos do matemático Daniel da Silva...

A heráldica em Portugal no século XIX: sob o signo da renovação

Seixas, Miguel Metelo de
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
ISSN ONLINE 2182-2999; A heráldica em Portugal no século XIX: sob o signo da renovação. Os fenómenos revolucionários do século XIX tiveram profundos reflexos sobre a heráldica portuguesa. Por intervenção governativa, a renovação envolveu tanto os emblemas dinásticos e estatais, como os dos municípios, não só de um ponto de vista formal, mas também pela alteração do seu impacto como cultura visual. Em simultâneo, a heráldica de família e a eclesiástica decaíram, em favor da heráldica associativa, militar, comercial e imaginária. O saber da armaria declinou na razão inversa da aplicação da heráldica às formas literárias, artísticas, propagandísticas e publicitárias da sociedade contemporânea. O século XIX foi crucial para a renovação da heráldica portuguesa.

Traçado de uma história: ficção e realidades nas narrativas hispanoamericanas do século XIX

Andrade, Brenda Carlos de; Cordiviola, Alfredo Adolfo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
66.49%
As narrativas do século XIX se inserem numa encruzilhada, que, repetidas vezes, se instaura na história das Américas: o estabelecimento do lugar do intelectual e seu papel na sociedade. Ao tomar para si o papel de interferência direta na realidade, de agente explícito de uma mudança histórica, os intelectuais do período instauram ou retomam um problema que parece interligado às histórias da América: o engajamento “literário”, num sentido restrito, e do intelectual, num sentido mais amplo. O contexto histórico social desse século propiciou e cultivou um relativo apelo entre a figura do intelectual engajado, proporcionando produções que não se prendem a gêneros literários específicos nem se prendem à categoria literária como a concebemos hoje em dia, mas que, entretanto, transitam em vários campos validando a ideia de organização pelo discurso. Por outro lado, a própria presença de diversos intelectuais no campo político evidencia, também, que o processo de engajamento vai além das fronteiras do escrito – se a literatura tem um papel que vai além da fruição, o intelectual precisa assumir mais papéis que o de “simples” escritor. No caso específico do período determinado para estudo...

Reverências à vida terrena e post-mortem (Caicó-RN, século XIX)

Araújo, Marta Maria de; Medeiros Neta, Olivia M. de; Figueiredo, Franselma
Fonte: Revista HISTEDBR On-Line Publicador: Revista HISTEDBR On-Line
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
ARAÚJO, M. M. ; Olivia M. de Medeiros Neta ; FIGUEIREDO, Franselma. Reverências à vida terrena e post-mortem (Caicó-RN, século XIX). Revista HISTEDBR On-line, v. 33, p. 179-193, mar. 2009; Ao longo dos séculos XVII, XVIII e XIX, a escrituração de testamentos acrescida, por vezes, de carta de consciência e de autos de contas, era uma prática cultural usualmente exercitada em Portugal e por extensão no Brasil e em Caicó (Rio Grande do Norte), por aqueles segmentos detentores de bens materiais e igualmente simbólicos. Concentrando-se nos testamentos de dois testadores (uma mulher e um homem, solteiros: D. Joaquina Maria do Nascimento e Sr. Gonçalo Correia da Silva), nascidos no município que hoje se denomina Caicó e, igualmente, circunscrição da Freguesia da Gloriosa Senhora Sant’Ana do Seridó, no século XIX, a investigação objetivou interrogar as atitudes devocionais ordinárias e o modus vivendi concernente às (suas) sociabilidades formativas, pela interlocução da história da leitura de Roger Chartier (2001), entendida como portadora de uma sucessão de apropriações variadas, com o território da história social, de conformidade com Ernest Labrousse (1973), que reflete as intersecções entre cultura material e cultura mental. Os indícios...

O século XIX e o Centro Histórico do Rio Grande

Antochevis, Eliza Furlong
Fonte: Universidade Federal de Pelotas Publicador: Universidade Federal de Pelotas
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
O trabalho apresentado tem por objetivo abordar o desenvolvimento das atuais ruas Riachuelo e Marechal Floriano, situadas no centro histórico da cidade do Rio Grande, durante o século XIX. Inicialmente foi realizada uma apresentação da cidade, relatando desde as justificativas da fundação do Presídio e Povoação do Rio Grande de São Pedro, em 1737, até a sua consolidação como cidade no século XIX. Juntamente com fontes iconográficas são utilizados relatos de viajantes estrangeiros que ajudaram a recriar a imagem das duas principais ruas da cidade no período proposto. Em um segundo momento, através de fotografias da época, é apreciada a evolução da arquitetura nas vias antigamente chamadas Rua da Praia e Rua da Boa vista. Embora de forma simplificada, suas edificações seguiram o restante do país, representando a corrente luso-brasileira. O ecletismo aparece tardiamente, no final do século XIX, em poucos exemplares.; Sem bolsa

Aquelas leituras formadoras de culturas (Caicó-RN, século XIX)

Figueiredo, Franselma Fernandes de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
La lecture faite du livre Seridó − XIXème siècle (Fazendas & livros), des historiens Medeiros Filhos et Faria, a été ce qui a déclenché l écrit de cette thèse de doctorat. La lecture intensive de ce livre a conduit au corpus documentaire de la recherche (livres scolaires, religieux et laïques, chronique, discours, documents ecclésiastiques, inventaires, testaments, mémoires d'enfance, articles journalistiques, rapports), et aussi au corpus du référentiel théorico-méthodologique de l'histoire culturelle de la lecture, en correspondance avec Roger Chartier et Robert Darnton. Dans la rigueur de l'écriture de la thèse, la recherche relative à la thématique lecture et absorptions culturelles nous a menés à définir comme objet d'étude les pratiques culturelles appropriées pertinemment aux lectures faites, entendues, murmurées, de nombreuses fois répétées et mémorisées, de livres scolaires imprimés, religieux et laïques qui circulaient à Caicó, dans les années mille huit cents. En vue de la lecture intensive et de l'extensive, l'objectif est d analyser, d'une part, des indices d'absorptions ou appropriations culturelles des enseignements de ces pratiques de lecture et, d'autre part, les entrelacements des enseignements relatifs à l'oralité...

Título em inglês; A colocação pronominal na literatura brasileira do século XIX

Schei, Ane
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/08/2003 POR
Relevância na Pesquisa
66.53%
This paper describes some aspects of clitic pronoun placement in the 19th century literary Brazilian Portuguese. This description is then compared with today's Brazilian Portuguese and 19th century European Portuguese. We find that the clitic pronoun placement of 19th century Brazilian literature shows more resemblance to European Portuguese than to the Brazilian Portuguese of the late 20th century.; Este artigo descreve alguns aspectos da colocação pronominal na língua literária brasileira do século XIX. Essa colocação é depois comparada com a do português brasileiro de hoje e com a do português europeu do século XIX. Verifica-se que a colocação pronominal na literatura brasileira do século XIX se parece mais com a portuguesa da mesma época do que com a brasileira do fim do século XX.

El contexto europeo de formación y actuación en el pasaje del siglo XIX al siglo XX; The european context of action and training in the passage of the 19th to the 20th Century; O contexto europeu de formação e atuação na passagem do século XIX para o XX

Cerasoli Júnior, Umberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
Este artículo tiene como objetivo presentar el modelo de actuación y formación del actor, adoptado en Europa a fines del siglo XIX, para entender el contexto del ambiente teatral contra el cual los principales renovadores teatrales del siglo XX se opusieron. En el final de este artículo, destacamos, de modo sucinto, las contribuciones que François Delsarte, Émilie Jacques-Dalcroze y el Teatro Oriental ofrecieron para esta renovación.; This article aims to present the model of performance and training of the actor adopted in Europe at the end of the 19th Century, in order to contextualize the theatrical atmosphere against which the main othernormative theater of the 20th Century protested. In the end, we stand out, briefly, the contributions that François Presença, Émilie Jacques Dalcroze and the Oriental Theater offered for this renewal.; Este artigo tem como objetivo apresentar o modelo de atuação e formação do ator adotado na Europa no final do século XIX, para contextualizar o ambiente teatral contra o qual os principais renovadores teatrais do século XX se insurgiram. Na parte final, destacamos, sucintamente, as contribuições que François Delsarte, Émilie Jacques-Dalcroze e o Teatro Oriental ofereceram para essa renovação.

Fonética e fonologia em gramáticas portuguesas do século XIX: terminologia, técnicas e contextos para a descrição; Phonetics and phonology in Portuguese grammars of the nineteenth century: terminology, techniques, and contexts for the description.

Rodrigues, Julia de Crudis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.49%
Esta dissertação teve como principal meta analisar a metalinguagem utilizada por gramáticos portugueses do século XIX para descrever a fonética e a fonologia da língua. As obras oitocentistas que compõem nosso corpus são: Couto e Melo (1818), Soares Barbosa (1822), Constâncio (1831), Caldas Aulete (1864), Coelho (1868) e Coelho (1891). Partimos da metodologia de Swiggers (2010), que propõe sete parâmetros classêmicos que organizam as relações possíveis tanto entre metatermos, quanto deles com aspectos contextuais em que as obras estejam inseridas. Nossos estudos nos levaram a sete metatermos fundamentais para a compreensão do estudo de fonética e fonologia em obras descritoras do português naquele período: som, letra, voz, vogal, consoante, nasal e oral. Fez parte, também, de nossa pesquisa, um estudo comparativo entre estas obras do século XIX e três obras do século XVI, momento inicial dos estudo gramaticais em Portugal: Oliveira (1536), Barros (1540) e Leão (1576). Como resultados, acreditamos ter demonstrado que, ainda que haja certa persistência e manutenção de aspectos da tradição gramaticográfica portuguesa, é possível observar mudanças significativas no modo de descrição dos gramáticos oitocentistas...

Hotéis paulistanos: das razões da hospedagem urbana na cidade de São Paulo e as notícias em almanaques e memoriais do século XIX; São Paulo hoteles: las razones de la vivienda urbana en la ciudad de São Paulo y las noticias en almanaques y conmemorativo del siglo XIX; São Paulo hotels: the reasons for urban housing in the city of São Paulo and the news in almanacs and memorials of the nineteenth century

Cavenaghi, Airton José
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
This article, besides valorize the existing production related to the history of hospitality in the city of São Paulo, discusses the dissemination of lodging facilities in Sao Paulo by the use of Almanacs and Memorials published during the nineteenth century. Analyzes the information disclosed by these vehicles of information and also provides different methodological guidelines for the interpretation of this existing documentation, the use of techniques historiographical research and analysis. It thereby aims to demonstrate that the history of hospitality in the city of São Paulo is part of the whole analytical linked to a possible readings everyday shaped by the cultural imagination of the period. Therefore seeking to open a line of interpretive work necessary to realize the hotel in Sao Paulo by the interpretation of its meanings as institutions formed in the logic of a memory and a historical identity.; Este artículo, además de valorizar la producción existente relacionado con la historia de la hospitalidad en la ciudad de São Paulo, habla de la difusión de las facilidades de alojamiento en Sao Paulo por el uso de Almanaques y conmemorativo publicado en el siglo XIX. Analiza la información revelada por estos vehículos de información y también ofrece diferentes orientaciones metodológicas para la interpretación de esta documentación existente...

Da instrução à educação do corpo: o caráter público da educação física e a luta pela modernização do Brasil no século XIX (1880-1915)

Herold Junior, Carlos
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 21/10/2005 POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
O objetivo deste trabalho é analisar os debates sobre a criação da disciplina escolar de educação física no Brasil, fomentada publicamente e com caráter obrigatório. O estudo deteve-se em obras produzidas entre 1880 e 1915. Tendo como pressuposto a íntima relação entre as especificidades do debate brasileiro com as questões mais amplas do capitalismo mundial, buscou-se entender como elas condicionaram e foram condicionadas pelos debates educativos em relação à educação física. Essa dialética relação entre geral e específico foi posta neste estudo para tematizar o pensamento educacional referente a dois aspectos: a consideração da educação física em sua relevância social e as preocupações metodológicas que a possibilitassem exercer esse papel. Pôde-se notar como a educação física fora debatida enquanto um dos pontos principais para a solvência das crises oriundas das reordenações da sociedade brasileira no período. Verificou- se, também, uma intensa preocupação dos professores e defensores dessa modalidade educativa em atribuir às suas atividades um caráter educativo bem mais amplo do que o mero corolário anátomo-fisiológico. Por fim, foi interessante observar que, apesar dessas idéias terem sua base na realidade histórica brasileira e mundial do século XIX e XX...

DIALOGUES BETWEEN LITERATURE AND JOURNALISM IN ANGOLA, IN THE TURNING OF THE CENTURY XIX TO XX; DIÁLOGOS ENTRE LITERATURA E JORNALISMO EM ANGOLA NA PASSAGEM DO SÉCULO XIX AO XX

Jacob, Sheila Ribeiro; Universidade Federal Fluminense
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.53%
In this work we will broach the beginning of the journalism in Angola, in the 19th century, and its importance to the promotion and incentive to the literature that started to be produced by then. We will see the dialogue between both movements such in the 19th century, with the actuation of Alfredo Troni and Cordeiro da Matta, as in the 20th century, when writers took as inspiration the press generation of the previous century.; Neste artigo abordamos o início do jornalismo em Angola, no século XIX, e a sua importância para a divulgação e o incentivo à literatura que começava a ser produzida então. Veremos o diálogo entre ambos os movimentos, tanto no século XIX, com a atuação de Alfredo Troni e Cordeiro da Matta, quanto no século XX, quando romancistas tomaram como inspiração a geração da imprensa do século anterior.