Página 1 dos resultados de 2893 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Efeito da adição de butirato de sódio, propionato de cálcio ou monensina sódica no concentrado inicial sobre parâmetros ruminais e de desenvolvimento do rúmen de bezerros leiteiros; Effect of inclusion of sodium butyrate, calcium propionate or sodium monensin in the starter feed on ruminal parameters and forestomach development in dairy calves

FERREIRA, Lucas Silveira; BITTAR, Carla Maris Machado; SANTOS, Vanessa Pillon dos; MATTOS, Wilson Roberto Soares; PIRES, Alexandre Vaz
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
O objetivo neste trabalho foi avaliar o efeito da inclusão de butirato de sódio, monensina sódica ou propionato de cálcio no concentrado inicial sobre parâmetros ruminais e de desenvolvimento do trato digestório superior de bezerros leiteiros. Quinze bezerros holandeses recém-nascidos foram fistulados no rúmen e alojados em baias individuais até a décima semana de vida, com livre acesso a água, alimentados com leite (4 L/dia), em duas refeições, e concentrado à vontade contendo butirato de sódio (0,15%), monensina sódica (30 ppm) ou propionato de cálcio (0,15%). A partir da quarta semana de vida dos animais, antes e 2 horas após a alimentação da manhã, foram realizadas colheitas semanais de fluido ruminal para determinação do pH, da concentração de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) e N-amoniacal. Ao completar 10 semanas, os animais foram abatidos para avaliação do crescimento do trato digestório superior. O pH ruminal apresentou diferenças, tanto entre horários quanto entre os aditivos utilizados no concentrado inicial. As concentrações de AGCC totais, bem como de cada ácido graxo, não foram afetadas pelos aditivos. Entretanto, o horário de colheita teve efeito sobre todos os parâmetros, exceto a concentração molar de ácido acético. O peso total do trato digestório superior...

Effects of dietary energy and nitrogen supplements on rumen fermentation and protozoa population in buffalo and zebu cattle; Efeitos de suplementos energéticos e nitrogenados na dieta sobre a fermentação e a população de protozoários no rúmen de búfalos e bovinos zebuínos

FRANZOLIN, Raul; ROSALES, Fabrício Pini; SOARES, Weber Vilas Bôas
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.29%
The effects were assessed of two energy sources in concentrate (ground grain corn vs. citrus pulp) and two nitrogen sources (soybean meal vs. urea) on rumen metabolism in four buffaloes and four zebu cattle (Nellore) with rumen cannula and fed in a 4 × 4 Latin square design with feeds containing 60% sugar cane. Energy supplements had no effect on the rumen ammonia concentration in cattle, but ground grain corn promoted higher ammonia level than citrus pulp in buffalo. Urea produced higher ammonia level than soybean meal in both animal species. On average, the buffaloes maintained a lower rumen ammonia concentration (11.7 mg/dL) than the cattle (14.5 mg/dL). Buffaloes had lower production of acetic acid than cattle (58.7 vs. 61.6 mol/100 mol) and higher of propionic acid (27.4 vs. 23.6 mol/100 mol). There was no difference in the butyric acid production between the buffaloes (13.6 mol/100 mol) and cattle (14.8 mol/100 mol) and neither in the total volatile fatty acids concentration (82.5 vs. 83.6 mM, respectively). The energy or nitrogen sources had no effect on rumen protozoa count in either animal species. The zebu cattle had higher rumen protozoa population (8.8 × 10(5)/mL) than the buffaloes (6.1 × 10(5)/mL). The rumen protozoa population differed between the animal species...

The role of pH on the survival of rumen protozoa in steers; Importância do pH na sobrevivência de protozoários no rúmen de bovinos

FRANZOLIN, Raul; DEHORITY, Burk A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.36%
In order to study the effect of pH on defaunation in the rumen, four rumen fistulated steers were fed a basal roughage diet for a 4-week adaptation period followed by 17 weeks of feeding with three diets and two feeding levels of high concentrate diet. Rumen outflow fluid rate was evaluated in both ration levels. Rumen protozoa population was monitored weekly and when animals became defaunated, protozoa were reinoculated with rumen contents from one of the faunated steers. At every two weeks, during all the experimental period, rumen pH was measured in all animals at 0, 4, 8 and 12 h after feeding. It was observed an individual animal influence on the establishment and maintenance of the rumen ciliate protozoa population. In all sampling times, mean rumen pH values were higher in faunated steers than in the defaunated ones. No differences were observed in rumen outflow fluid rates between the two ration levels. Extended periods of low rumen pH are probably more detrimental to the survival of ciliate protozoa in the rumen than other factors.; Com o objetivo de estudar efeito do pH sobre a defaunação no rúmen, quatro novilhos fistulados no rúmen foram alimentados com uma dieta basal com volumoso por um período de quatro semanas...

Sensory acceptability of raw and extruded bovine rumen protein in processed meat products

CONTI-SILVA, Ana Carolina; SILVA, Maria Elisabeth Machado Pinto e; AREAS, Jose Alfredo Gomes
Fonte: ELSEVIER SCI LTD Publicador: ELSEVIER SCI LTD
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.2%
The use of bovine rumen protein (raw and extruded) as a replacement for extruded soy protein concentrate in three meat products (pork sausage, chicken hamburger, and kibbe) was investigated. Similarity between rumen and soy protein meat products was assessed using triangle tests and sensory acceptability evaluated by consumer panelists using a nine-point hedonic scale. The addition of raw rumen protein was detected in all meat product types tested, while extruded rumen protein was only detected in kibbe. The addition of raw rumen protein decreased the acceptability of pork sausage aroma and flavor, but improved kibbe appearance, texture and overall acceptability. The addition of extruded rumen protein reduced the acceptability of chicken hamburger texture, but improved pork sausage flavor. Replacement of soy protein by bovine rumen protein is feasible based upon sensory results, but depended upon its form and the type of meat product to which it was added. (C) 2011 Elsevier Ltd. All rights reserved.; FAPESP (Fundacao de Amparo a Pesquisa do Estado de Sao Paulo)[02/13178-8]

Efeito da extrusão termoplástica nas características físico-químicas e nutricionais do rúmen bovino e sua aplicação na alimentação humana; Thermoplastic extrusion effects on physical-chemical and nutritional properties of bovine rumen and its application in human feed.

Silva, Ana Carolina Conti e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.39%
Introdução. O rúmen bovino constitui um subproduto de abatedouro por ser rejeitado sensorialmente e culturalmente. Apesar disso, representa uma ótima fonte protéica, sendo desejável seu aproveitamento integral na alimentação humana. Objetivo geral. Desenvolver um produto à base de rúmen bovino, avaliando suas características físico-químicas e nutritivas e sua aplicação em alimentos. Metodologia. O rúmen bovino foi desengordurado a frio e extrusado em extrusora de rosca única. Utilizou-se a Metodologia de Superfície de Resposta para verificação dos efeitos da extrusão sobre as propriedades funcionais do rúmen: capacidade de retenção de água, capacidade de emulsificação, estabilidade da emulsão, solubilidade da proteína e hidrofobicidade da superfície protéica. Foi avaliada a composição nutritiva do rúmen (composição centesimal, colesterol, perfil de ácidos graxos e sua qualidade protéica através da composição de aminoácidos e digestibilidade real em ratos). Três produtos cárneos (lingüiça toscana, hambúrguer de frango e quibe) foram fabricados com extrusado ou com farinha de rúmen, analisados sensorialmente e comparados com produtos cárneos contendo extrusado de concentrado protéico de soja. Resultados. A capacidade de emulsificação...

Desenvolvimento ponderal, características da carcaça e eficiência da nutrição energética e protéica no metabolismo ruminal de búfalos e produção de gases in vitro; Growth rate, carcass characteristics and efficiency of nutritional energy and protein metabolism in rumen of buffalo and gas production in vitro

Alves, Teresa Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
Com o objetivo de estudar a espécie bubalina quanto ao desempenho de machos bubalinos do nascimento ao abate em regime de pastejo e as características de carcaça em dois pesos de abate, assim como o metabolismo ruminal de dietas com diferentes níveis de proteína e energia e a produção de gases in vitro, o presente trabalho apresenta-se avaliações feitas em quatro partes. A parte 1 foi realizada com búfalos em crescimento criados à pasto, do nascimento até atingirem dois pesos distintos de abate (517 e 568 kg). Avaliações do desempenho foram realizadas com medição do peso vivo, perímetro torácico, altura de cernelha e comprimento corporal e as avaliações das características da carcaça e carne com determinação do rendimento de carcaça quente e fria, perda no resfriamento, peso da gordura, peso do fígado, temperatura e pH da carcaça, área de olho de lombo, espessura de gordura subcutânea, marmorização, maciez e coloração. A segunda parte avaliou dietas com três níveis de proteína (9%, 12% e 15%) no metabolismo ruminal. Os Itens analisados foram: consumo de nutrientes, pH, amônia e ácidos graxos voláteis no rúmen e degradabilidade in situ. Na parte 3, foram avaliadas dietas com dois níveis de proteína (9 e 15%) e dois de energia (65 e 69% NDT) no metabolismo ruminal. Além dos Itens avaliados na parte 2 foram ainda analisados a digestibilidade com uso de marcador...

Óleos essenciais de plantas brasileiras como manipuladores da fermentação ruminal in vitro; Essential oils from Brazilian plants as in vitro rumen fermentation modifiers

Araujo, Rafael Canonenco de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
Na tentativa de reproduzir os benefícios ruminais dos ionóforos, pesquisadores exploram as propriedades antimicrobianas dos compostos secundários dos vegetais. Técnicas in vitro de produção de gás são amplamente utilizadas nas etapas iniciais de pesquisa. Óleos essenciais são compostos hidrofóbicos, sendo comum sua diluição com etanol em experimentos in vitro. Etanol é metabolizado no ambiente ruminal, havendo principalmente produção de acetato. No primeiro experimento, o objetivo foi avaliar o efeito de 10, 100 e 1000 µL de etanol em 75 mL de fluido ruminal tamponado, correspondendo a 0,13; 1,3 e 13,3 µL/mL, respectivamente. As inclusões de 100 e 1000 µL de etanol alteraram a fermentação ruminal in vitro. A dose de 10 µL não afetou a fermentação, exceto pela tendência (P < 0,10) de aumento na produção de gás ou na concentração de valerato ao se incubar feno ou dieta de alto concentrado, respectivamente. Sugere-se a utilização da menor dose possível de etanol (0,13 µL/mL). O segundo experimento trata do uso de brancos (frascos sem substrato, contendo somente inóculo ruminal e meio de incubação) em experimentos in vitro para se estimar as produções líquidas de gás e metano (CH4), assim como a degradação líquida da matéria orgânica incubada. Foi demonstrado que aditivos ruminais (monensina...

Sequenciamento do microbioma do rúmen de ovinos utilizando a plataforma Ion Torrent (PGM); Sheep rumen microbiome sequencing using Ion Torrent (PGM) platform

Lopes, Lucas Dantas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.34%
Os micro-organismos que habitam o trato digestivo dos ruminantes têm uma profunda influência no desenvolvimento e funcionamento do animal hospedeiro. O rúmen abriga comunidades microbianas complexas dominadas por bactérias que participam de um processo eficiente de degradação dos materiais que compõem a parede celular vegetal. Por esta razão, o microbioma do rúmen representa uma fonte inexplorada de enzimas hidrolíticas com potencial aplicação na produção de combustíveis a partir da biomassa lignocelulósica. Nós usamos a plataforma Ion Torrent (PGM) para acessar o microbioma do rúmen de quatro animais da raça Santa Inês submetidos a uma dieta base. A fim de descrever a estrutura da comunidade microbiana no rúmen de ovinos e explorar o seu potencial como uma fonte de genes de degradação da biomassa, usamos a abordagem de sequenciamento do gene RNA ribossomal 16S (rRNA), utilizando Ion Tags, e a abordagem de sequenciamento metagenômico shotgun (DNA total), respectivamente. Além disso, medimos parâmetros químicos do ambiente do rúmen, relacionados a cada animal, incluindo pH, Degradabilidade da Matéria Orgânica (OMD), Produção total de Gás (GP) e Emissões de Metano (CH4), a fim de buscar correlações entre estas variáveis químicas e os grupos bacterianos. Em termos de estrutura da comunidade microbiana (bacteriana)...

Sensory acceptability of raw and extruded bovine rumen protein in processed meat products

Conti-Silva, Ana Carolina; Machado Pinto e Silva, Maria Elisabeth; Gomes Areas, Jose Alfredo
Fonte: Elsevier B.V. Publicador: Elsevier B.V.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 652-656
ENG
Relevância na Pesquisa
37.2%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Processo FAPESP: 02/13178-8; The use of bovine rumen protein (raw and extruded) as a replacement for extruded soy protein concentrate in three meat products (pork sausage, chicken hamburger, and kibbe) was investigated. Similarity between rumen and soy protein meat products was assessed using triangle tests and sensory acceptability evaluated by consumer panelists using a nine-point hedonic scale. The addition of raw rumen protein was detected in all meat product types tested, while extruded rumen protein was only detected in kibbe. The addition of raw rumen protein decreased the acceptability of pork sausage aroma and flavor, but improved kibbe appearance, texture and overall acceptability. The addition of extruded rumen protein reduced the acceptability of chicken hamburger texture, but improved pork sausage flavor. Replacement of soy protein by bovine rumen protein is feasible based upon sensory results, but depended upon its form and the type of meat product to which it was added. (C) 2011 Elsevier Ltd. All rights reserved.

Efeitos de rações com níveis crescentes de cana-de-açúcar em substituição à silagem de milho sobre a população de protozoários ciliados no rúmen de ovinos

Franzolin, Maria Helena Tieghi; Lucci, Carlos de Sousa; Franzolin, Raul
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1452-1457
POR
Relevância na Pesquisa
37.25%
Oito ovinos machos com fístulas ruminais foram delineados em dois quadrados latinos, em quatro períodos de 35 dias cada e quatro tratamentos, compreendendo níveis crescentes de cana-de-açúcar (CA) em substituição à silagem de milho (SM): A) 100% SM; B) 67% SM e 33% CA; C) 33% SM e 67% CA; e D 100% CA, para avaliação da população de protozoários ciliados no rúmen. As concentrações totais de protozoários ciliados no rúmen e de Entodinium diminuíram e os valores de pH do conteúdo ruminal aumentaram linearmente com o incremento das quantidades de cana-de-açúcar na ração. Não houve diferenças entre tratamentos para o volume ruminal e a taxa de passagem da fase líquida do rúmen.; Eight rumen fistulated rams were delineated in two Latin Squares in four periods of 35 days each and four treatments consisted of increasing levels of sugar cane (SC) in substitution to the corn silage (CS): A) 100% CS, B) 67% CS and 33% SC, C) 33% CS and 67% SC and D) 100% SC, to evaluate the population of ciliate protozoa in the rumen. The total concentrations of rumen ciliate protozoa and of Entodinium decreased and the values of pH of the ruminal content increased linearly as dietary sugar cane levels increased. No differences between treatments were observed for the rumen volume and the rumen liquid turnover rate.

Efeitos de Dietas com Diferentes Níveis de Fibra em Detergente Neutro e do Tamanho de Poros de Sacos de Náilon Incubados no Rúmen sobre a Fauna Ruminal em Bubalinos e Bovinos

Franzolin, Maria Helena Tieghi; Silveira, Antonio Carlos; Franzolin, Raul
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 716-723
POR
Relevância na Pesquisa
37.25%
Quatro bubalinos e quatro bovinos, fistulados no rúmen, foram distribuídos aleatoriamente a dois quadrados latinos (4 x 4) para avaliar os efeitos de rações com quatro níveis de FDN (54, 60, 66 e 72%) e de dois tamanhos de poros em sacos de náilon (53 e 100 mm) sobre a população de protozoários ciliados no conteúdo ruminal e dentro dos sacos incubados em diversos tempos. Não houve diferença nos diversos gêneros estudados e no total de protozoários nas amostras dos sacos de náilon entre 53 e 100 mm. As concentrações de Entodinium e de total de protozoários do conteúdo ruminal elevaram-se até o nível de 66% de FDN, com queda acentuada em 72% nos bubalinos, enquanto nos bovinos houve redução com o aumento de FDN na ração. Houve diferenças nas concentrações dos protozoários da subfamília Diplodiniinae, Epidinium e Dasytricha entre bubalinos e bovinos, dentro das amostras incubadas em sacos com poros de 53 mm. A concentração de Diplodiniinae aumentou com 72% de FDN na dieta em ambas as espécies animais. Os bubalinos apresentaram valores médios de pH e taxa de passagem do líquido ruminal mais elevados e volumes ruminais menores que os bovinos.; Four buffaloes and four cattle, rumen fistulated, were utilized in two Latin Square (4 x 4) to evaluate the effects of rations with increasing levels of NDF (54...

Tratamento orgânico de resíduos de rúmen bovino

Moreira, Marcela de Felicio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
The organic wastes need to be adequately managed, in order to avoid the environmental pollution and damage to the public health. So, this work aimed to study the composting process using two methods: manual and mechanized, for the treatment of bovine ruminal waste. This residue is generated in large proportions during the bovine slaughter process, and it can lead environmental degradation and contamination, or even damage to the public health, when not treated. For the initial adjustment of the composting parameters, it was incorporated the residue of coffee husks. The manual composting system was done by the manually aerated piles, while the mechanized composting system was done in a reactor coupled to a compressor that enabled the aeration of the system. The proportions used in both systems were: 90% bovine rumen (R) and 10% coffe husks (CC); 85% bovine rumen and 15% coffe husks; 80% bovine rumen and 20% coffe husks. The parameters determined during the monitoring of the composting process were: temperature, pH, moisture, organic matter, ash, organic carbon, Kjeldahl nitrogen and C/N ratio. The results obtained during the monitoring of the piles and reactors presented similar behavior, except for the parameters Kjeldahl nitrogen and C/N ratio. When compared to the “Instrução Normativa no 25 de 23/07/2009 do Ministério da Agricultura...

The role of pH on the survival of rumen protozoa in steers

Franzolin,Raul; Dehority,Burk A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 EN
Relevância na Pesquisa
37.28%
In order to study the effect of pH on defaunation in the rumen, four rumen fistulated steers were fed a basal roughage diet for a 4-week adaptation period followed by 17 weeks of feeding with three diets and two feeding levels of high concentrate diet. Rumen outflow fluid rate was evaluated in both ration levels. Rumen protozoa population was monitored weekly and when animals became defaunated, protozoa were reinoculated with rumen contents from one of the faunated steers. At every two weeks, during all the experimental period, rumen pH was measured in all animals at 0, 4, 8 and 12 h after feeding. It was observed an individual animal influence on the establishment and maintenance of the rumen ciliate protozoa population. In all sampling times, mean rumen pH values were higher in faunated steers than in the defaunated ones. No differences were observed in rumen outflow fluid rates between the two ration levels. Extended periods of low rumen pH are probably more detrimental to the survival of ciliate protozoa in the rumen than other factors.

Effects of 2-hydroxy-4(methylthio) butanoic acid isopropyl ester on rumen fermentation in cashmere goats

Feng,Yali; Cong,Yuyan; Deng,Hongwei; Guo,Dongxin; Liu,Haiying
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2013 EN
Relevância na Pesquisa
37.29%
The impact of dietary 2-hydroxy-4-(methylthio) butyric acid isopropyl ester (HMBi) on rumen fermentation in cashmere goats was investigated to determine the effect of this ester on cashmere production. Four healthy castrated Liaoning cashmere goats with permanent rumen cannulas were assayed for four periods. In each period, goats were fed a different diet: control diet (containing 0% MetaSmart (an HMBi product)), diet I (containing 0.85% MetaSmart), diet II (containing 1.27% MetaSmart) or diet III (containing 1.70% MetaSmart). Rumen pH, ammonia-N concentration, volatile fatty acid (VFA) concentrations and total protein concentration were determined after feeding in each period. Results showed that rumen pH significantly increased and rumen ammonia-N concentration significantly decreased when the diet was supplemented with 0.85%, 1.27% and 1.70% MetaSmart. Diets with 1.27% and 1.70% MetaSmart increased rumen total VFA concentration, and 3 hours post feeding all three HMBi diets increased acetic acid concentration. Rumen total protein concentration significantly increased in the goats fed 1.27% or 1.70% MetaSmart. Thus, diets supplemented with HMBi significantly affected rumen pH, ammonia-N concentration, VFA concentrations and total protein content. Dietary HMBi can promote rumen fermentation in cashmere goats.

Isolation and characterisation of tannin-resistant bacteria from the rumen of feral goats and camels.

Tjakradidjaja, Anita Sardiana
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012
Relevância na Pesquisa
37.33%
Low availability and poor nutrient quality of tropical grasses result in low levels of animal production. Browse/shrub legumes such as mulga (Acacia sp.) and calliandra (Calliandra calothyrsus) can be used as supplements to improve animal production. However, their utilisation is limited by the presence of antinutritional compounds, such as tannins. Tannins are polyphenolic compounds that are capable of binding other nutrients to form stable complexes. Tannins comprise hydrolysable (HT) and condensed tannins (CT) with CTs being the major form found in the legumes. Their concentration in feeds determines their effect on animal production. Low levels of tannin (< 40 g.kg DM⁻¹) protect feed protein from degradation by rumen microbes, thereby increasing the amount of protein passing through the rumen, and reducing the potential for bloat. However, high concentrations of tannin retard animal production through the inhibition of enzyme activities of some rumen bacteria, decreasing the availability of protein and fibre, and reducing feed intake. Tannins in high concentrations also bind nutrients such as protein and carbohydrates; tannin-protein or tannin-carbohydrate complexes are difficult to digest by rumen microbes or by enzymes secreted by ruminants in the gastrointestinal tract. This decreases the availability of protein and carbohydrate for the animals...

Influence of sward height and advancing season on rumen fermentation in Merino sheep grazing grass white clover pasture

Carro Travieso, Mª Dolores; Ranilla, María José; Giráldez, Francisco Javier; Mantecón, Ángel R.; González, Jesús Salvador
Fonte: Cambridge University Press; British Society of Animal Science Publicador: Cambridge University Press; British Society of Animal Science
Tipo: Artículo Formato: 7589422 bytes; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
37.22%
10 pages, 5 figures, 4 tables.; The study was carried out on a continuously stocked grass/white clover pasture, which was maintained at two sward heights: 3.5 cm (low; LSH) and 6.5 cm (high; HSH). Three oesophageal-cannulated and three other rumen-cannulated Merino sheep were allocated to each of the plots (LSH and HSH) in order to study the effects of sward height and advancing grazing season on rumen fermentation in grazing sheep. Three grazing periods (13 days) were considered: mid lune, late July anti early October. During each grazing period and after a preliminary period (7 days), samples of the grazed herbage and of grass hay were incubated in nylon bags in the rumen of each sheep for 0, 3, 6, 12, 24, 48, 72 and 96 h. On days 10 and 12 rumen fluid was sampled at the incubation time (11.00 h) and at 3, 6 and 12 h afterwards and pH, ammonia-nitrogen and volatile fatty acids (VFA) concentrations were determined. Sward height did not affect (P > 0.05) the degradation rate of dry matter (DM) and neutral-detergent fibre (NDF) from grazed herbage in ally of the considered periods. Animals grazing LSH presented higher (P < 0.05) DM and NDF effective degradabilities (DMED and NDFED, respectively) during October but no differences were found during June and July. HSH grazing animals presented lower (P < 0.05) degradation rates of DM and NDF from grass hay during lune and July than those found for LSH grazing sheep...

Efeito do padrão alimentar sobre a morfologia da parede ruminal de vacas e carneiros; Effect of the feeding pattern on rumen wall morphology of cows and sheep

Resende-Junior, João Chrysostomo de; Alonso, Luciano da Silva; Pereira, Marcos Neves; Magallanes, Maria Gabriela Roca; Duboc, Marcela Vieira; Oliveira, Edmarcos Correia de; Melo, Leandra Queiroz de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 ENG
Relevância na Pesquisa
37.26%
A manipulação nutricional da capacidade de absorção de ácidos graxos voláteis pela parede do rúmen pode ser uma estratégia para controlar acidose em vacas leiteiras. Objetivando induzir variação morfológica da parede do rúmen através da dieta e estabelecer marcadores morfológicos eficientes para epitélio ruminal, dois experimentos foram relizados. No experimento um, sete vacas com cânula ruminal foram alimentadas com concentrado uma ou quatro vezes ao dia por 19 dias seguidos por 72 horas de jejum. Papilas ruminais foram coletadas nos dias zero, quatro, 12 e 19 do período de tratamento e 24, 48 e 72 horas após o início do período de jejum. Baixa freqüência de alimentação concentrada foi associada a um aumento de insulina plasmática através do tempo (P=0,02) e a um maior (P=0,03) índice mitótico (IM), mas não afetou outros parâmetros morfológicos. No experimento dois, foram realizados dois ensaios não-simultâneos com três ovinos canulados no rúmen, os quais foram submetidos abruptamente a 72 horas de jejum. Papilas ruminais foram coletadas no final do período de alimentação e no final do jejum. O IM foi mais alto no período de alimentação do que no período de jejum (P<0,01), mas outros parâmetros morfológicos não foram capazes de responder à variação nutricional. Entres os marcadores morfológicos estudados o IM parece ser a melhor variável para avaliação da resposta morfológica do epitélio ao plano alimentar. A freqüência de alimentação concentrada pode ser usada para regular a morfologia das papilas ruminais.; Nutritional manipulation of the rumen wall volatile fatty acid absorption capacity can be a strategy to control ruminal acidosis in dairy cows. Aiming to induce morphological rumen wall variation through diet and to establish efficient papillae morphological markers 2 experiments were performed. In experiment 1...

Efeitos da Leucaena leucocephala (Lam.) de Wit sobre a concentração de protozoários ciliados no rúmen de ovinos; Effects of Leucaena leucocephala (Lam.) de Wit on concentration of ciliate protozoa in the rumen of sheep

Franzolin Neto, Raul; Franzolin, Maria Helena Tieghi; Velloso, Licio; Lima, Cesar Gonçalves de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/1988 POR
Relevância na Pesquisa
37.22%
Foram realizadas contagens totais e de cinco principais gêneros de protozoários ciliados do rúmen: Entodinium spp., Diplodinim spp., Epidinium spp., Dasytricha spp. e Isotricha spp., por mL de líquido ruminal em carneiros submetidos a dois experimentos inteiramente casualizados. No Exp. 1, cinco animais receberam apenas feno de leucena [( Leucaena leucocephala (Lam.) de Wit)] duas vezes ao dia (7:00 e 18:00 horas) e cinco foram alimentados quatro vezes ao dia (7:00; 13:00; 18:00 e 01:00 horas). No Exp. 2, nove destes animais foram sorteados em três tratamentos, com três repetições por tratamento, sendo: a) somente feno de capim de Rhodes (Chloris gayana kunth); b) 30 : 70 % e c) 60 : 40 % de feno de leucena mais feno de Rhodes, respectivamente. O aumento na freqüência de alimentação de duas para quatro vezes ao dia reduziu significativamente o número dos ciliados estudados, exceto para o gênero Epidinium spp., que não foi encontrado em nenhum animal. A substituição parcial do feno de capim de Rhodes pelo feno de leucena nos dois níveis 30 e 80% da M.S. não produziu diferenças significativas nas contagens total e diferencial dos protozoários, exceto para o gênero Dasytricha spp. que mostrou diminuição significativa CP ( 0...

Cronologia do aparecimento de protozoários ciliados no rúmen de bezerros do tipo “Mantiqueira” (Bos taurus L.) na região do Vale do Rio Paraíba, SP; Chronological establishment of ciliate protozoa in rumen of “Mantiqueira” calves (Bos taurus L.) from Paraiba Valley, SP

Nogueira Filho, José Carlos; Oliveira, Maria Ely Miserochi de; Veiga, João Silva Marcondes; Lucci, Carlos de Souza
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/1984 POR
Relevância na Pesquisa
37.25%
Realizando contagens de protozoários, por ml de suco ruminal, efetuadas em 115 bezerros do tipo “Mantiqueira”, com idade variando de 7 a 270 dias, pôde ser verificada a presença de espécies de cinco gêneros: Entodinium, Diplodinium, Epidinium, Isotricha e Dasytricha. Na sequência cronologia, o primeiro gênero identificado foi Entodinium, já no segundo mês de vida do hospedeiro, embora o pH do rúmen fosse 4,22 ± 0,12. As espécies de Diplodinium e Epidinium surgiram entre 91 e 120 dias, quando o pH do rúmen alcançou 5,75 ± 0,26. O gênero Isotricha apareceu na faixa etária de 121 a 150 dias, quando o pH atingiu a 5,98 ± 0,12; espécies de Dasytricha foram encontradas entre 184 a 270 dias, quando o pH do rúmen exibiu valores de 6,75 ±0,06. Cotejando estes resultados com os referidos na literatura, é possível concluir que, em bezerros do tipo “Mantiqueira”, é ligeiramente mais precoce o aparecimento de protozoários. De outro lado, é menos acelerado o desenvolvimento desses protozoários, com relação ao que se observa em bezerros da raça Holandesa.; Five protozoa species (Entodinium sp, Diplodinium sp, Epidinium sp, Isotricha sp and Dasytricha sp) were counted per mililiter of rumen content in 115 “Mantiqueira” calves aged from 7 to 270 days. Entodinium sp was the first protozoan to establish itself...

Fractional rate of degradation (k d) of starch in the rumen and its relation to in vivo rumen and total digestibility

Hvelplund,T.; Larsen,M.; Lund,P.; Weisbjerg,M.R.
Fonte: South African Journal of Animal Science Publicador: South African Journal of Animal Science
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 EN
Relevância na Pesquisa
37.22%
Fractional rate of degradation (kd) of fermentable nutrients in the rumen is an important parameter in modern feed evaluation systems based on mechanistic models. Estimates of kd for starch was obtained on 19 starch sources originating from barley, wheat, oat, maize and peas and treated in different ways both chemically and physically. The starch sources were fed in mixed diets together with grass silage and soya bean meal and allocated ad libitum to fistulated dairy cows. The starch content varied between 13 and 35% in ration dry matter for the different starch sources. The design was a series of cross-over experiments with two cows and two periods. Ruminal starch pool was estimated from rumen evacuation and starch flow was estimated by duodenal and faeces sampling. Fractional rate of rumen degradation was estimated from the equation [kd = rumen degraded/rumen pool] and rumen and total digestibility of starch from flow measurements. The relation between kd and rumen digestibility (RD) was estimated to [kd = 1.139 - 3.580*RD + 3.078*RD2; R2 = 0.45; valid for 0.580.81]. It is concluded that the relations between kd and starch digestibility can be used to estimate kd for feed table use from experiments where starch digestibility is known and within the range valid for the equations estimated.