Página 1 dos resultados de 158 itens digitais encontrados em 0.051 segundos

COMPOSIÇÃO E DIVERSIDADE NO CERRADO DO LESTE DE MATO GROSSO DO SUL, BRASIL

Lima,Renato Augusto Ferreira de; Rando,Juliana Gastaldello; Barreto,Klaus Duarte
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
86.52%
Neste estudo, avaliaram-se a composição e diversidade no Cerrado em três áreas do Leste de Mato Grosso do Sul, uma das regiões mais ameaçadas e menos estudadas do Cerrado brasileiro. Para tanto, levantaram-se as espécies vasculares em trilhas percorridas em diferentes fisionomias desse bioma, com enfoque especial para as espécies arbustivas e arbóreas. Adicionalmente, nas áreas de Cerrado sensu stricto foram instaladas 30 parcelas de 10 x 3 m, nas quais foram amostrados apenas indivíduos lenhosos > 1 m de altura. No geral, foram levantadas 220 espécies, 150 gêneros e 65 famílias de diferentes formas de vida, incluindo espécies consideradas raras nos Cerrados brasileiros e possíveis novas ocorrências nos Cerrados de Mato Grosso do Sul. A riqueza de espécies arbustivas e arbóreas no Cerrado sensu stricto foi alta (79-101 espécies por área). Houve baixa similaridade florística entre as áreas estudadas, de modo que apenas 50 espécies foram comuns a todas elas. O estudo da vegetação lenhosa por meio de parcelas (total de 651 indivíduos e 105 espécies) revelou uma diferença na riqueza média...

Riqueza de esp?cies e uso de h?bitats por mam?feros terrestres de m?dio e grande porte no alto rio Marmelos, Manicor? (AM)

MELO, Ana Ely Esteves de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.44%
A aus?ncia de um consenso sobre as prioridades de conserva??o de mam?feros e a escassez de invent?rios completos dificultam a??es eficazes de conserva??o dessas esp?cies na Amaz?nia. Dentro desse contexto, a regi?o do rio Marmelos no munic?pio ao sul do Amazonas, ainda pouco conhecida e amea?ada por explora??o madereira e expans?o agropecu?ria, ? priorit?ria para a realiza??o de invent?rios. Dessa forma foi realizado no per?odo de 26 de julho a 10 de setembro de 2004 um estudo objetivando identificar a riqueza e uso de habitats por mam?feros terrestres de m?dio e grande porte na regi?o do alto rio Marmelos, ao sul do estado do Amazonas. Para tanto, foram empregados m?todos indiretos (registro de pegadas) e diretos (avistamento) em um esfor?o amostrai que totalizou 228 km percorridos em transec??es lineares. Nas quatro forma??es vegetais amostradas (mata aberta, mata densa, savana parque e campo cerrado) foi registrado um total de 50 esp?cies, sendo 36 atrav?s de observa??es diretas ou de pegadas. Destas esp?cies, 12 s?o listadas pela IUCN. O m?todo de pegadas registrou o maior n?mero de esp?cies e de forma mais r?pida. A maior fra??o (45%) das esp?cies registradas apresentou um comportamento generalista, utilizando tanto os habitats florestais como as forma??es abertas...

Efeito das clareiras de a??o petrol?fera sobre a composi??o de Drosophilidae (Diptera) na Bacia do Rio Urucu, Coari-Amazonas

FURTADO, Ivaneide da Silva
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.52%
Os drosofil?deos s?o indicadores das condi??es do ecossistema em rela??o aos efeitos do desmatamento das florestas tropicais ?midas, atuando indiretamente como ferramentas para a cria??o de estrat?gias de conserva??o dos grandes biomas. Foi conduzido um estudo na ?rea petrol?fera do Urucu - Am, com o intuito de comparar a riqueza e diversidade de esp?cies de drosofil?deos entre os habitats de clareiras artificiais (jazidas), naturais e floresta cont?nua. No per?odo de 2003 a 2005 foram realizadas tr?s excurs?es, nas quais foram utilizadas armadilhas contendo isca de banana fermentada. Para tal, foram utilizados 33 s?tios: 11 clareiras naturais, 16 clareiras artificiais e seis transectos em floresta cont?nua. Al?m disto, foi testada experimentalmente no campo a capacidade de nove esp?cies desenvolverem-se nos dos habitats estudados. Foram capturados 7.652 insetos, dentre os quais 4.354 pertencentes ? ordem Diptera (56,90%), distribu?dos em 24 esp?cies de Drosophilidae, pertencentes a dois subg?neros: Sophophora e Drosophila. O padr?o de abund?ncia das esp?cies foi diferente entre os habitats. O subgrupo willistoni representou 60,54% do total de drosofil?deos, mais concentrado nas ?reas de mata (79,09%). O segundo subgrupo mais abundante foi ananassae...

Composi??o e riqueza de esp?cies de anuros (Amphibia) em fragmentos florestais no Lago de Tucuru?, Par?

LIMA, Janaina Reis Ferreira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.67%
A perda e fragmenta??o de habitats representam s?rios riscos ? manuten??o das esp?cies de anfibios na Amaz?nia. Neste estudo, determinamos a composi??o, a riqueza e abund?ncia das esp?cies de anuros em fragmentos florestais nas Zonas de Prote??o da Vida Silvestre (ZPVS) estabelecidas no Lago de Tucuru?, leste do Par?. Os anuros foram amostrados atrav?s de transectos em doze fragmentos de diferentes tamanhos distribu?dos igualmente entre as duas ZPVS, uma na margem direita (ZPVS-D) e outra na margem esquerda (ZPVS-E) do Lago. Os animais foram registrados atrav?s dos m?todos de procura ativa e armadilhas de intercepta??o e queda. De janeiro a julho de 2005 registramos 2370 indiv?duos de 35 esp?cies de anuros. Destas esp?cies, 30 foram encontradas na ZPVS-E (13 exclusivas) e 22 na ZPVS-D (cinco esp?cies exclusivas). Sete estimadores de riqueza de esp?cies foram obtidos com o aux?lio do Programa EstimateS?. Para a maioria dos estimadores, as curvas de acumula??o de esp?cies tenderam a uma certa estabilidade. Entretanto, as estimativas de riqueza de esp?cies variaram entre os estimadores, sendo a estimativa Bootstrap a mais baixa (38 esp?cies) e Jackknife a mais alta (45 esp?cies). A combina??o das esp?cies de anuros observadas neste estudo com nove esp?cies registradas na Cole??o Herpetol?gica do Museu Paraense Em?lio Goeldi...

Efeito do uso do h?bitat sobre a comunidade de Gerromorpha (Heteroptera) em uma ?rea de transi??o Amaz?nia-cerrado, Mato Grosso, Brasil

WANZELER, Elaine Cristina de Miranda
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.42%
Os Heteroptera aqu?ticos e semi-aqu?ticos consistem em tr?s infra-ordens monofil?ticas, os Gerromorpha, Nepomorpha e Leptopodomorpha. No Brasil, existe um n?mero bastante reduzido de literatura sobre este grupo, onde o estado de Minas Gerais concentra o maior n?mero de estudos. Este trabalho objetivou determinar o efeito da intensidade de uso da terra sobre a comunidade de heter?pteros aqu?ticos, infra-ordem Gerromorpha. A ?rea de estudo est? localizada na Fazenda Tanguro, estado do Mato Grosso, em uma faixa de transi??o entre os biomas Amaz?nia e Cerrado. Foram realizadas quatro expedi??es nos meses de maio e julho, nos anos de 2006 e 2007. As coletas foram realizadas ao longo de seis riachos de primeira ordem localizados em tr?s ?reas diferentes: campo de soja, pastagem e mata cont?nua. Foram encontrados 5 fam?lias, 19 g?neros, 36 esp?cies e 13 morfoesp?cies de Gerromorpha. As curvas m?dias de acumula??o de esp?cies para cada uma das tr?s ?reas de estudo n?o atingiram a ass?ntota ao final da adi??o de amostras, mas demonstraram uma clara tend?ncia a estabiliza??o, sugerindo que um aumento do esfor?o amostral aproximaria o n?mero de esp?cies observadas da realidade do local de estudo. Embora a cobertura vegetal tenha sido significativamente diferente entre as tr?s ?reas estudadas (ANOVA...

A fauna de califor?deos e sarcofag?deos (Insecta, Diptera) das matas e clareiras com diferentes coberturas vegetais da base de extra??o petrol?fera, Bacia do Rio Urucu, Coari, Amazonas

SOUSA, Jos? Roberto Pereira de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.54%
Este trabalho foi realizado na base de extra??o petrol?fera, bacia do rio Urucu, Coari, Amazonas, nos meses de abril, junho e outubro de 2007, em 16 ?reas, sendo 12 de clareiras e quatro de matas, categorizadas em quatro ambientes (C1,C2,C3 e MT) conforme o tipo de cobertura vegetal. O objetivo do mesmo foi estudar a composi??o, abund?ncia, riqueza e diversidade de Calliphoridae e Sarcophagidae (Insecta, Diptera) como tamb?m avaliar a possibilidade destes t?xons serem utilizados como par?metros para avalia??o do estado de recupera??o vegetal das ?reas de clareiras. Foram coletados 7.215 califor?deos (tr?s subfam?lias, oito g?neros e 16 esp?cies), sendo que as esp?cies Chloroprocta idioidea (Robineau-Desvoidy,1830) (88,06%) e Paralucilia adespota Dear,1985 (4,35%) foram as mais abundantes. Os padr?es de abund?ncia de califor?deos n?o diferiram entre os ambientes, por?m os ambientes foram distintos em rela??o a riqueza estimada e diversidade, formando dois grupos (C1-C2) e (C3-MT). A an?lise de ordena??o (escalonamento multidimensional n?o-m?trico) demonstrou que os ambientes diferiram entre si, como tamb?m uma maior semelhan?a entre C1-C2 e entre C3-MT, em rela??o ? estrutura de comunidades de califor?deos. Na fam?lia Sarcophagidae foram coletados 3.547 esp?cimes...

Composi??o, riqueza e abund?ncia de esp?cies de anf?bios na regi?o do m?dio rio Xing?

LIMA, Amanda Andr?
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.44%
Este estudo teve como objetivo inventariar a fauna de anf?bios nos diferentes h?bitats da regi?o do M?dio Rio Xingu. Para tanto, foram selecionadas seis localidades, sendo as amostragens realizadas em tr?s incurs?es, entre novembro de 2007 e mar?o de 2008, totalizando 48 dias. Foram identificados seis tipos de h?bitats na regi?o amostrada: floresta de terra-firme, floresta sazonalmente alag?vel (v?rzea), margem do rio, ?pedral?, lagoa e ?rea alterada. Para a coleta de dados foram utilizadas duas metodologias: armadilhas de intercepta??o e queda e procura ativa. As armadilhas foram instaladas apenas nas ?reas de floresta de terra-firme, enquanto a procura ativa foi empregada em todos os tipos de h?bitats identificados. As amostragens resultaram no registro de 56 esp?cies de anf?bios e outras oito esp?cies foram identificadas e registradas em estudos anteriores na ?rea. A diversidade e riqueza de esp?cies foram maiores na localidade Caracol, onde predominou a floresta de terra-firme, e menor na localidade Ilha Grande, dominada por floresta sazonalmente alag?vel. Foram registrados nove modos reprodutivos na ?rea de estudo, sendo todos observados na floresta de terra-firme e apenas tr?s nos ?pedrais?, o que parece refletir a baixa heterogeneidade ambiental dessa ?rea. Para comparar as localidades estudadas foram realizadas duas an?lises de similaridade...

Mam?feros de m?dio e grande porte do Parque Nacional das nascentes do Rio Parna?ba, Brasil

LIMA, Marcela Guimar?es Moreira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.54%
O Parque Nacional das Nascentes do Rio Parna?ba est? localizado na divisa dos Estados do Piau?, Maranh?o, Tocantins e Bahia. Para verificar a composi??o, riqueza, abund?ncia relativa e padr?o de atividade da mastofauna de m?dio e grande porte do Parque, bem como a utiliza??o das fitofisionomias presentes na ?rea por essas esp?cies, foi realizado um invent?rio utilizando armadilhas-fotogr?ficas, entrevistas semi-estruturadas e m?todos complemetares de amostragem. Foi registrado um total de 37 esp?cies de mam?feros de m?dio e grande porte, distribu?dos em 14 fam?lias e sete ordens. Vinte dessas esp?cies foram registradas por meio de armadilhas-fotogr?ficas, 16 por meio de avistamentos e vest?gios (rastros, fezes e carca?as), e todas por meio de entrevistas com moradores da regi?o. O estimador de riqueza n?oparam?trico Jackknife1 calculou 22 esp?cies (D.P. ? 1,41) para o Parque. Quanto ?s fitofisionomias, apenas mata de galeria e cerrado sensu stricto apresentaram diferen?a significativa quanto ? riqueza e abund?ncia relativa. Dentre as esp?cies registradas no Parque, as raposas Cerdocyon thous e Lycalopex vetulus foram as mais abundantes, respectivamente. Quanto ao uso do habitat, somente Cerdocyon thous e Mazama gouazoubira apresentaram diferen?a significativa entre as fitofisionomias...

Efeito da altera??o do h?bitat sobre assembleias de peixes em igarap?s afogados da Amaz?nia oriental

SOUSA, H?ngara Le?o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.51%
Os ecossistemas aqu?ticos de ?gua doce constituem sistemas complexos que est?o sendo expostos a uma variedade de perturba??es. Na regi?o Amaz?nica, o uso dos recursos e ocupa??o da terra tem alterado a estrutura f?sica do h?bitat desses ambientes, especialmente os de pequeno porte (conhecidos como igarap?s), influenciando a estrutura e composi??o de suas comunidades. V?rios estudos e programas de avalia??o t?m sido desenvolvidos a fim de verificar como essas altera??es afetam as comunidades bi?ticas, atrav?s de caracter?sticas do h?bitat que se mostram mais sens?veis ?s perturba??es. Nesse contexto, o objetivo desse estudo foi mensurar e descrever atributos do h?bitat de igarap?s afogados e verificar como as assembleias de peixes respondem aos diferentes n?veis de integridade f?sica apresentados por esses igarap?s. Para isso, testamos a hip?tese de que ambientes estruturalmente mais ?ntegros suportam uma ictiofauna mais diversa do que ambientes impactados, em virtude destes apresentarem uma diminui??o na complexidade ambiental. O estudo foi realizado em 34 igarap?s, sendo 17 situados dentro do territ?rio da Floresta Nacional de Caxiuan?, e 17 em seu entorno, localizados pr?ximos aos centros urbanos dos munic?pios de Portel e Melga?o (PA). O processo de urbaniza??o encontra-se em expans?o na regi?o...

Effects of marginal vegetation removal on Odonata communities

CARVALHO, Fernando Geraldo de; PINTO, Nelson Silva; OLIVEIRA JUNIOR, Jos? Max Barbosa de; JUEN, Leandro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
96.35%
OBJETIVOS: Com o intuito de avaliar os efeitos de mudan?as na integridade ambiental sobre os indiv?duos da comunidade de Odonata da sub-bacia do rio Borecaia, testamos a hip?tese de que a riqueza de Anisoptera seria afetada positivamente pela remo??o da vegeta??o; por outro lado, a riqueza Zygoptera seria prejudicada em virtude de suas necessidades ecofisiol?gicas; M?TODOS: Selecionamos 10 riachos de ordens similares, seis classificados como preservados e quatro como alterados. Riachos classificados como preservados apresentaram valores do ?ndice valores de Integridade Habitat (HII) acima de 0.70 e mata continua nas duas margens com uma largura m?nima de 70 metros. Cada ponto foi amostrado tr?s vezes em dias diferentes. O efeito de remo??o de vegeta??o sobre a riqueza foi avaliada utilizando Jackknife de primeira ordem; RESULTADOS: A diminui??o da integridade f?sica (mensurada com o IIH) dos c?rregos n?o exerceu efeito significativo sobre a riqueza estimada para a Ordem Odonata. Por?m, a riqueza estimada de Anisoptera apresentou uma rela??o inversa com a integridade (r2 = 0.485; p = 0.025), mostrando que com o aumento da integridade houve uma redu??o na sua riqueza de esp?cies; DISCUSS?O: Como um padr?o geral, Anisoptera apresenta maiores valores de riqueza em locais alterados; por outro lado...

Fungos por?ides (Agaricomycetes) na Floresta Nacional de Caxiuan?: fenologia e rela??o com o substrato, topografia e fatores micrometeorol?gicos

MEDEIROS, Priscila Sanjuan de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.49%
O estudo foi desenvolvido em um dos s?tios do Programa de Biodiversidade da Amaz?nia (PPBio) localizado na Floresta Nacional de Caxiuan? (PA) e teve como objetivos: apresentar os fungos por?ides com ?nfase nos novos registros; analisar a rela??o destes fungos com o substrato lenhoso e examinar a associa??o entre vari?veis micrometeorol?gicas (temperatura do ar, umidade relativa e pluviosidade) durante um ano, em rela??o ?s vari?veis ambientais produzidas pela topografia, com a riqueza, densidade, e a fenologia destes fungos. Foram identificadas 76 esp?cies de fungos por?ides, distribu?das em 27 g?neros e cinco fam?lias. Cerrena sclerodepsis, Phellinus dependens e Trametes pavonia representam primeiro registros para o estado do Par?. A esp?cie Microporellus iguazuensis ? citada pela primeira vez para o Brasil e ? apresentada a proposi??o de uma de nova esp?cie para a ci?ncia denominada Microporellus hirsuta. A maioria das esp?cies foi considerada rara e apresentou prefer?ncia por substratos nos primeiros est?gios de decomposi??o. O n?mero de ocorr?ncias de basidioma e de esp?cies de fungos foi maior em troncos de plantas das fam?lias Caesalpinaceae, Sapotaceae, Annonaceae, Mimosaceae e Lecythidaceae, respectivamente, e em substrato com di?metro menor. Era esperado que as diferen?as no microclima gerado por diferentes altitudes...

Efeito da convers?o de floresta amaz?nica de terra firme em planta??o de palma de dend? (Elaeis guineensis jacq.) sobre a fauna de mam?feros de m?dio e grande porte

MARIA, Susanne L?cia Silva de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.47%
Neste estudo verificamos o efeito da convers?o de ?reas de floresta amaz?nica de terra firme em planta??o de palma de dend? sobre a riqueza, composi??o e abund?ncia de mam?feros de m?dio e grande porte. Tamb?m avaliamos algumas modifica??es ambientais sofridas pela convers?o de floresta em palma que pudessem influenciar na estrutura da comunidade de mam?feros, considerando vari?veis como a abertura de dossel, a densidade de sub-bosque e a altura da serrapilheira. Os habitats de floresta e palma diferiram na abertura de dossel e na altura de serrapilheira, mas n?o houve influencia com rela??o ? densidade de sub-bosque. N?o houve efeito da diferen?a de habitats sobre a riqueza de esp?cies, entretanto, este efeito foi evidenciado na composi??o e abund?ncia de esp?cies de mam?feros de m?dio e grande porte. As esp?cies mais afetadas foram as arbor?colas, como os primatas e os sciur?deos e as menos afetadas parecem ser as esp?cies on?voras e generalistas terrestres, como algumas esp?cies de can?deos. A planta??o de palma de dend? pode ser uma matriz perme?vel para grande parte da fauna de mam?feros de m?dio e grande porte, entretanto, a disposi??o dos fragmentos florestais em rela??o ? matriz, pode influenciar nesta permeabilidade e isto deve ser levado em considera??o na estrat?gia de plantio.

Efeito da monocultura de palma de dend? (Elaeis guineensis Jacq.) sobre a fauna de pequenos mam?feros n?o-voadores na Amaz?nia

LIMA, Renata Cec?lia Soares de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.46%
Neste estudo foi avaliado o efeito da planta??o de palma de dend? (Elaeis guineensis Jacq.) sobre a riqueza, composi??o e abund?ncia da fauna de pequenos mam?feros n?o- voadores em ?reas de Floresta Amaz?nica. Diferen?as estruturais entre plantio de palma e floresta foram quantificadas atrav?s de par?metros ambientais como abertura de dossel, densidade de sub-bosque e altura da serapilheira, e relacionadas aos padr?es de composi??o e abund?ncia da comunidade deste grupo da mastofauna. Ao todo foram registradas 23 esp?cies de pequenos mam?feros n?o-voadores, sendo 10 marsupiais e 13 roedores. Destas, 10 esp?cies foram registradas exclusivamente em planta??es de dend? e quatro foram registradas somente em floresta. A altura da serapilheira e abertura de dossel tiveram maior influ?ncia sobre o agrupamento das amostras entre os habitats. A planta??o de palma de dend? teve efeito positivo sobre a riqueza de esp?cies de pequenos mam?feros, mas n?o afetou a abund?ncia total das esp?cies. Entretanto, mudou a composi??o de esp?cies e a abund?ncia das popula??es. Al?m da forma??o dos ?empilhamentos? nas planta??es de palma de dend?, que parecem fornecer abrigo, prote??o contra predadores e recursos para os pequenos mam?feros n?o-voadores a disposi??o dos fragmentos florestais entremeados com as ?reas de plantio provavelmente favoreceu a ocorr?ncia e deslocamento desta fauna atrav?s do plantio de palma...

Padr?es de distribui??o da avifauna em ?rea de Ec?tono Cerrado-Caatinga no Nordeste do Brasil

GON?ALVES, Gabriela Silva Ribeiro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.6%
Ec?tono ? a zona de transi??o entre sistemas ecol?gicos adjacentes, que possui um conjunto de caracter?sticas definido pela for?a das intera??es entre os sistemas, tendo muitos mecanismos e fatores que podem afetar a diversidade, sendo o ambiente apontado como o principal respons?vel pela estrutura??o da comunidade. Nosso objetivo foi identificar os padr?es da diversidade de aves em ?reas de ec?tono envolvendo a Caatinga e o Cerrado no Nordeste do Brasil, verificando quais vari?veis ambientais podem explicar a varia??o de esp?cies dessas ?reas. No estado do Piau? foram estabelecidas 24 localidades, divididas em 4 transectos que perpassam Cerrado/ec?tono/Caatinga, em cada localidade foram feitos 15 pontos de censo por raio fixo, amostrados nos meses de abril e maio de 2014. Em nosso estudo foi demonstrado que o Cerrado possui maior riqueza, ec?tono riqueza intermedi?ria e a Caatinga uma menor riqueza, havendo no ec?tono presen?a de esp?cies mais generalistas e tolerantes encontradas em ambas as ?reas adjacentes, n?o havendo esp?cies que sejam exclusivas de ?reas ecotonais, podendo ser reflexo da grande variedade de microhabitats nessas ?reas, algumas esp?cies end?micas de Caatinga tamb?m foram encontradas dentro da regi?o ecotonal, estando estas restritas ?s manchas t?picas de seu bioma...

Baetidae (Insecta, Ephemeroptera) em c?rregos do cerrado matogrossense sob diferentes n?veis de preserva??o ambiental

SOUZA, Hilton Marcelo de Lima; CABETTE, Helena Soares Ramos; JUEN, Leandro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
106.54%
O efeito dos diferentes n?veis de preserva??o ambiental de c?rregos de 1? a 4? ordens sobre a riqueza, abund?ncia, similaridade na composi??o de Baetidae (Ephemeroptera) e o potencial das esp?cies como bioindicadoras foram investigados em uma regi?o de cerrado matogrossense. Um total de vinte esp?cies/morfoesp?cies foi catalogado dentre as 1752 ninfas amostradas, sendo reportado dois novos registros de esp?cies para o pa?s. Os valores do ?ndice de Integridade de H?bitat (HII) obtidos foram categorizados para ambientes degradados, alterados e conservados. A riqueza de esp?cies foi diferente entre os locais, sendo maior em ambientes alterados. A abund?ncia foi maior entre ambientes conservados e alterados, sendo significantemente diferente dos locais degradados. A an?lise NMDS indicou que locais conservados e alterados apresentam similaridade de composi??o de esp?cies, diferindo dos locais degradados. Quatro esp?cies demonstraram rela??o positiva com o aumento dos valores do HII. Baetidae apresentou esp?cies indicadoras de ambientes com diferentes n?veis de preserva??o, sendo Zelusia principalis Lugo-Ortiz & McCafferty, 1998 e Baetodes sp. indicadoras de ambientes conservados e Aturbina nigra Salles, Boldrini & Shimano, 2011, Callibaetis sp. 2...

Efeito da fragmenta??o florestal sobre a estrutura da comunidade de drosofil?deos (Diptera) no extremo sul da Amaz?nia

SANTOS, Ronildon Miranda dos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.5%
Perturba??es ambientais freq?entemente provocam altera??es na estrutura da paisagem e na diversidade faunistica. Dados referentes ao hist?rico de degrada??o, estrutura ambiental e coleta de esp?cies foram obtidas em 30 fragmentos florestais de v?rios tamanhos nos munic?pios de Alta Floresta e Apiac?s, sul da Amaz?nia, com o intuito de examinar como a comunidade de Drosophilidae responde ? altera??o florestal. Os resultados mostraram grande heterogeneidade entre os fragmentos florestais, por?m a diversidade de esp?cies foi semelhante entre os maiores e mais conservado e os menores com alto grau de degrada??o. Um total de 10.692 indiv?duos de Drosophilidae, divididos em 62 t?xons, foram coletados. N?o foi observada rela??o entre tamanho dos fragmentos florestais e diversidade de esp?cies. Entretanto, a abertura do sub-bosque foi uma das vari?veis ambientais que mais contribuiu para a diminui??o da diversidade. A estimativa de riqueza de esp?cies para a regi?o ficou em tomo de 100 esp?cies. A estrutura de abund?ncia das comunidades foi mais similar entre os fragmentos florestais do que a composi??o de esp?cies. Cerca de 34% da riqueza total esteve restrita ? borda florestal e 19% ao centro dos remanescentes, 47% das esp?cies foram comuns a ambos os habitats. Algumas esp?cies de drosofilideos responderam a um gradiente de dist?ncia matriz-centro florestal. O. maierkolliana...

O uso da fauna cineg?tica e o consumo de prote?na animal em comunidades rurais na Amaz?nia oriental: Reserva Extrativista Tapaj?s/Arapiuns Par? - Brasil

SILVA, Alexandre Fernandes de Souza e
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.12%
A ca?a e a pesca s?o exemplos cl?ssicos de explora??o de recursos naturais pelo homem, uma vez que estas atividades v?m sendo desenvolvidas desde a pr?-hist?ria e, para algumas comunidades, continua sendo fonte de alimento t?o importante quanto era para nossos antepassados. A pesca e outros produtos oriundos do extrativismo vegetal t?m sido alvo constante de pesquisas para atender o mercado industrial, em detrimento dos estudos de etnoconserva??o. Em conseq??ncia desse desinteresse institucional e de outros fatores pol?ticos intr?nsecos, pouco se sabe sobre a biologia, a ecologia, a etologia e principalmente sobre a intensidade de explora??o da fauna cineg?tica nos tr?picos. H? uma grande lacuna sobre estudos que tratam da dieta de popula??es tradicionais na Amaz?nia, sobretudo aqueles que discorrem sobre a import?ncia econ?mica e nutricional da atividade de ca?a e sua correla??o com a conserva??o da vida silvestre. Este Estudo de Caso orientou-se para realizar a caracteriza??o da fauna cineg?tica explorada por fam?lias extrativistas nas comunidades Amin? e Solim?es na Reserva Extrativista do Tapaj?s/Arapiuns - PA, nas duas esta??es do ano (chuva e seca), al?m de revelar par?metros nutricionais da atividade de ca?a na dieta prot?ica daquelas fam?lias. Os dados de abund?ncia relativa (biomassa) para as esp?cies registrada nas duas comunidades estudadas mostram que Dasyprocta leporina (cutia) se revelou como a esp?cie mais pressionada. Quando comparados os ?ndice de Biomassa (IB) entre as fontes de prote?nas animal e entre as comunidades estudadas...

Efeito da fragmenta??o e o isolamento da paisagem na riqueza e composi??o de esp?cies de lagartos no Reservat?rio de Tucuru?, Par?

LIMA, Crisalda de Jesus dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.65%
Apesar de v?rios trabalhos publicados para a regi?o tropical demonstrando o efeito da fragmenta??o florestal e o isolamento da paisagem na comunidade bi?tica, a maioria destes, foi realizada em regi?es continentais. Os impactos da fragmenta??o e o isolamento da paisagem resultante da cria??o de reservat?rios artificiais de usinas hidrel?tricas ainda s?o pouco estudados na Amaz?nia. Este estudo foi realizado em fragmentos ('ilhas") remanescentes de floresta ombr?fila, formadas pela constru??o da Hidrel?trica de Tucuru?, no estado do Par? com o objetivo de comparar as ilhas nas duas margens do reservat?rio em rela??o ao tamanho total, tamanho da ?rea nuclear (core area) , forma geom?trica (total de borda balanceado pela ?rea da ilha) e grau de isolamento a fim demonstrar o papel das mesmas para a conserva??o da biota local e em escala local avaliar a riqueza, abund?ncia e composi??o de esp?cies da comunidade de lagartos em 12 "ilhas" do reservat?rio em rela??o ao tamanho, grau de isolamento e posi??o das ilhas no reservat?rio. Para o estudo em escala da paisagem foram escolhidas 199 ilhas nas duas margens no limite da ?rea de Prote??o Ambiental de Tucuru? usando imagem de sat?lite de 2005. O tamanho das ilhas analisadas varia de 3 a 1768 hectares ...

Composi??o e riqueza de esp?cies de anf?bios anuros em tr?s diferentes habitat em um agrossistema no Cerrado do Brasil central

CAMPOS, Vitor Azarias; ODA, Fabr?cio Hiroiuki; JUEN, Leandro; BARTH, Adriane; DARTORA, Aline
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
126.61%
A plasticidade adaptativa tem sido postulada como um fator importante para explicar a distribui??o e abund?ncia de esp?cies em habitat com diferentes n?veis de varia??o ambiental e a heterogeneidade ambiental tem sido apontada como respons?vel pela manuten??o, aumento ou diminui??o da diversidade. Neste trabalho, determinamos o efeito da periodicidade e estrutura do habitat sobre a riqueza e composi??o de esp?cies em tr?s diferentes habitat: c?rrego (P1), po?as tempor?rias (P2) e represa permanente (P3) em um agrossistema no Cerrado do Brasil central. Nove expedi??es de campo foram realizadas entre outubro de 2005 e abril de 2007. Os m?todos de amostragem por encontro visual e procura auditiva foram utilizados para o registro das esp?cies. Foram registradas 19 esp?cies de anuros pertencentes a quatro fam?lias: Bufonidae (uma esp?cie), Hylidae (nove esp?cies), Leptodactylidae (cinco esp?cies) e Leiuperidae (quatro esp?cies). Maior riqueza e a abund?ncia foram registradas nas lagoas tempor?rias (P2), que diferiram significativamente do c?rrego (P1) e da represa permanente (P3). Dendropsophus nanus, Hypsiboas raniceps e Leptodactylus chaquensis apresentaram forte associa??o com o s?tio P2. Os s?tios P2 e P3 apresentaram maior diferencia??o entre si na composi??o de esp?cies...

Similaridade e riqueza de comunidades de aves em unidades de conserva????o e parques de uso m??ltiplo no Distrito Federal

Mendon??a, J??rio Saraiva Furtado de; Dias, Raphael Igor da Silva Corr??a
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.46%
O Cerrado vem sendo impactado pelo r??pido crescimento da ocupa????o humana, o que ocasiona a fragmenta????o dos habitats presentes no mesmo. Para avaliar a avifauna que ocorre nos fragmentos de Cerrado dentro dos limites do Distrito Federal, sete ??reas foram selecionadas, das quais foram analisadas a riqueza e a similaridade de comunidades de aves. Foi avaliado se a riqueza ?? influenciada pelo tamanho da ??rea, dist??ncia at?? a ??rea mais pr??xima e o n??vel de prote????o. Nesse trabalho, foram avaliadas comparativamente tr??s Unidades de Prote????o Integral e duas de Prote????o Parcial, al??m de dois Parques de Uso M??ltiplo. No total foram registradas 431 esp??cies de aves, representando mais da metade da riqueza de esp??cies para o bioma Cerrado. A an??lise de similaridade mostrou que existe uniformidade nas esp??cies de aves em fragmentos protegidos assim como fragmentos sem prote????o tamb??m apresentaram similaridade na composi????o das aves. O modelo linear generalizado demonstrou que todas as vari??veis analisadas apresentaram influ??ncia significativa na riqueza de aves. Dentre as vari??veis analisadas, foi poss??vel observar maior influ??ncia do n??vel de prote????o na riqueza de esp??cies observadas. Esse trabalho mostra a import??ncia da conserva????o dos diferentes fragmentos protegidos ou n??o...