Página 1 dos resultados de 2269 itens digitais encontrados em 0.027 segundos

Peixes da Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins, bacias dos Rios Tocantins e São Francisco, com observações sobre as implicações biogeográficas das "águas emendadas" dos Rios Sapão e Galheiros; Fishes from the Serra Geral do Tocantins Ecological Station, Rio Tocantins and Rio São Francisco basins, with remarks on the biogeographical implications of the common headwater between the Rio Sapão and Rio Galheiros

LIMA, Flávio César Thadeo de; CAIRES, Rodrigo Antunes
Fonte: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Publicador: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
106.07%
Um levantamento preliminar da ictiofauna que ocorre na Estação Ecológica Serra Geral de Tocantins, situada no Sudeste do Estado do Tocantins e Noroeste do Estado da Bahia, é apresentado. A Estação Ecológica Serra Geral de Tocantins situa-se no divisor de águas entre as bacias do Rio São Francisco (Rio Sapão) e Rio Tocantins (bacias dos Rios Novo, Balsas e Manuel Alves). A cabeceira comum ou "água emendada" do Rio Sapão e Rio Galheiros, este um afluente do Rio Novo, situa-se no interior da estação e é considerada na literatura como uma possível área de intercâmbio ictiofaunístico entre a bacia do Rio São Francisco e a bacia do Rio Tocantins. Trinta e cinco espécies de peixes foram registradas dentro da Estação Ecológica Serra Geral de Tocantins e em seu entorno imediato, algumas delas desconhecidas da ciência e possivelmente endêmicas da região. Um total de 111 espécies de peixes foi registrado regionalmente (incluindo espécies de peixes registrados nos trechos do Rio Sapão e do Rio Novo/do Sono abaixo da estação). O acará Cichlasoma sanctifranciscense é aqui registrado pela primeira vez na bacia do Rio Tocantins. A ocorrência desta espécie, bem como do lambari Astyanax novae, no Rio Sapão e no Rio Novo/do Sono...

Impactos sócio-ambientais à margem do rio São Francisco: um estudo de caso; Social and environmental impacts the margin of São Francisco River: a case study

Santos, Regnaldo Gouveia dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2008 PT
Relevância na Pesquisa
95.97%
O presente estudo aborda a importante questão ambiental, muito discutida nos tempos atuais. O eixo de discussão enfatiza o contexto do impacto sócio-ambiental e sua previsão quanto às fases de realização e operação de empreendimentos hidroelétricos. O direcionamento da discussão trata, dentre outras circunstâncias, do entorno da barragem hidrelétrica Xingó passível de conseqüências, como o município de Porto da Folha/SE à margem do rio São Francisco. Para melhor contextualizar o episódio, versa-se, inicialmente, da geo-história e da natureza do lugar descrevendo-as de forma a evidenciar importantes ocorrências desde denominações local e regional até o espaço físico no ciclo do arroz. Depois, destaca-se a dinâmica natural na abordagem dos aspectos físico-naturais em conjunto com a dinâmica fluvial do São Francisco. O ciclo da cultura de arroz, quando e como das cheias e vazantes, engendrava o modo da comunidade ribeirinha sobreviver, assim, resultando a relação homem-natureza no lugar. Além disso, salienta-se a ligação dos traços culturais locais com o ciclo do arroz. Por fim, analisando o poder do Estado, no sistema democrático, foi avaliado o conjunto de ações governamentais em termos de efetividade e eficácia. Tal avaliação abrange tanto as políticas de mitigação dos impactos causados pelo controle de vazão do rio quanto a fiscalização sobre o sistema de meação.; This study is about the important environmental issue widely discussed in recent times. The central part of the discussion emphasizes on the context of the socioenvironmental impact and the forecasting regarding the realization and operation steps of hydroelectric developments. The direction of the discussion is about...

"Vamos lutar da forma que nós sabemos" : estudo etnográfico sobre a participação de representantes indígenas nos comitês de bacias hidrográficas no Brasil : os casos do comitê do Itajaí e do comitê São Francisco

Laigneau, Patrick
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96%
Este trabalho consiste na construção de um olhar sobre os comitês de bacias hidrográficas a partir de suas margens, numa perspectiva oriunda da antropologia póscolonialista. O foco está colocado na participação de representantes dos povos indígenas nesses comitês, que são instâncias deliberativas de elaboração de políticas de gestão da água. Dois exemplos são tratados a partir de um estudo etnográfico: o caso do Comitê do Itajaí (Santa Catarina) e o caso do Comitê do rio São Francisco. No primeiro caso, uma situação de conflito, a ausência dos representantes indígenas nas reuniões do Comitê do Itajaí e a mobilização por eles de outros modos de defender seus interesses, conduzem a conceber o Comitê como espaço social onde coexistem um conjunto de narrativas em tensão umas com as outras. A narrativa dos índios, neste contexto, inscreve-se de modo performático na narrativa dominante do Comitê do Itajaí. No segundo caso, os representantes dos povos indígenas reivindicam sua incorporação ao Comitê São Francisco em termos diferenciados dos demais membros. A análise deste processo de incorporação é realizada, não em termos de entrada dos índios num grupo preexistente, mas a partir de uma concepção dos comitês de bacias como espaços performaticamente constituídos pela atuação de seus membros.; Ce travail rend compte d’une tentative de construire un regard sur les comités de bassins hydrographiques depuis leurs frontières...

Rio dos currais: paisagem material e rede urbana do rio São Francisco nas capitanias da Bahia e Pernambuco

Arraes,Esdras
Fonte: Museu Paulista, Universidade de São Paulo Publicador: Museu Paulista, Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
105.88%
Considerado como eixo de penetração e de expansão dos domínios americanos de Portugal, o rio São Francisco apresentou, ao longo do período colonial, uma particular experiência de urbanização em sua região e uma paisagem material derivadas de diferentes "encontros culturais". Partindo dessa premissa, este ensaio busca interpretar, por meio das evidências materiais deixadas no território (caminhos, pousos, fazendas, igrejas e povoações de distintos níveis e perfis), as redes urbanas (eclesiástica e civil) do vale sanfranciscano, pertencente às capitanias da Bahia e Pernambuco. Com foco nos sertões dessas unidades administrativas, se propõe a descortinar a política de urbanização da Coroa lusitana implementada por meio da oficialização de núcleos urbanos, estrategicamente implantados no território, para o favorecimento do Estado português e da Igreja católica. Põe luz nos agentes, nas redes de relações e hierarquias sociais, verificando suas implicações econômicas, políticas e culturais na urbanização e na paisagem cultural do "rio dos currais".

Um rio são muitos: de aventura e antropologia Rio São Francisco

Lima,Roberto
Fonte: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2000 PT
Relevância na Pesquisa
105.9%
Este artigo tenta trazer a noção de aventura de volta ao campo da antropologia por meio da análise de cinco narrativas sobre o Rio São Francisco - Burton, Pierson, Cavalcanti, Cappio e Tarsia (e companhia). Tenta-se entender como a mimesis e a sedução ligam esses atores ao rio e ao leitor, de tal maneira que, ao mesmo tempo em que os autores constroem-se nas narrativas, eles - narradores e rio - hermeneuticamente jogam suas redes sobre o leitor.

A construção de um programa de revitalização na bacia do Rio São Francisco

Machado,Antonio Thomaz da Mata
Fonte: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
105.93%
A construção de um Programa de Revitalização da bacia do Rio São Francisco está em curso. Um decreto presidencial de 2001 e os Planos de Recursos Hídricos das bacias dos rios São Francisco e Velhas introduziram critérios e conceitos inovadores na definição de propostas para a recuperação hidroambiental de bacias hidrográficas. A polêmica em torno das obras de transposição de águas do Rio São Francisco e da implementação da lei das águas na bacia determina o processo de construção do programa. Ações e obras centradas em coleta, interceptação e tratamento de esgotos sanitários estão em andamento e alcançam grande extensão da bacia.

Resposta morfológica da foz do Rio São Francisco, devido à retenção de sedimentos nos reservatórios.

Bandeira, Jefferson Vianna; Farias, Eduardo Guilherme Gentil de; LorenzzettI, João Antonio; Salim, Lécio Hannas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
105.92%
Usando uma coleção de imagens de satélites obtida desde a década de 1980, mapas antigos e fotos aéreas, o trabalho descreve as mudanças morfológicas na foz do Rio São Francisco, nordeste do Brasil, causada pela retenção de sedimentos devido às diversas barragens construídas na sua bacia hidrográfica desde 1955. Apresentam-se resultados semi-quantitativos da regressão da linha de costa e a variação temporal de seu alinhamento, considerando a interface entre a vegetação e a areia como referência do processo erosivo.; Using a collection of satellite images obtained since the 1980 decade, historical maps and aerial photos, this paper describes morphological changes at the mouth of São Francisco River, north-eastearn Brazil, caused by retention of sediments due to the various dams constructed in its hydrographic basin since 1955. Semi-quantitative results of the regression of the coastline and the temporal variation of its alignment, considering the interface of the vegetation and the sand as reference of the erosive process, are presented.

O tempo das águas: ciclos de vida entre as margens do rio São Francisco, a Ilha das Pimentas - Pirapora/MG

Souza, Angela Fagna Gomes de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
95.98%
A elaboração deste trabalho parte da perspectiva de uma pesquisa interativa, caminhando entre a Geografia e a Antropologia. Esta proposta é decorrente da necessidade de abarcar novas visões, lançando um olhar curioso, penetrante, aberto a significados diferentes, articulando saberes e pessoas, informações e lugares. Como referência empírica o ‘lócus’ de investigação compreendeu a Ilha das Pimentas, localizada no rio São Francisco, nas proximidades do município de Pirapora-MG. Durante as pesquisas de campo o comportamento e memória dos moradores da ilha foram marcados pela interatividade entre o investigador e o investigado, observando o outro no seu lugar de vivência. Busquei analisar os saberes dos moradores da Ilha das Pimentas, tendo como objetivo principal compreender a identidade, os modos de vida e trabalho das pessoas que vivem e trabalham na ilha. Convivendo na simplicidade do cotidiano, nos seus pequenos lotes, os moradores fazem deste território um verdadeiro mosaico de cultura, com significados múltiplos que se traduz em uma dinâmica da vida em comunidade. A experiência dos moradores da ilha é singular, marcada por um profundo conhecimento das regras da natureza e um sentimento de afetividade destas pessoas com o rio São Francisco...

Ser, estar, permanecer: vínculos territoriais das gentes que povoam as margens e ilhas do Rio São Francisco

Souza, Angela Fagna Gomes de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
96.04%
Esta tese tem como objetivo principal analisar as identidades e territorialidades das gentes sanfranciscanas, com foco nas múltiplas categorias de sujeitos que hoje habitam as margens e ilhas do Rio São Francisco. Delimitamos como “lócus” de investigação o médio curso do rio, no trecho compreendido entre a cidade de Pirapora e a comunidade de Pau Preto, no município de Manga em Minas Gerais. Em nossa investigação tomamos como caminho metodológico a pesquisa qualitativa e a geoetnografia, na intenção de traçar um diálogo que nos aproximasse da realidade estudada, visando entender os sujeitos pesquisados a partir da compreensão “deles” sobre si mesmo. De início remontamos o processo histórico de formação da paisagem do Rio São Francisco ao longo dos anos, com destaque para os ciclos econômicos e o processo de povoamento de suas margens. Em seguida analisamos as categorias de sujeitos presentes ao longo do Rio São Francisco, no trecho delimitado na pesquisa, mapeando as ilhas e comunidades com o intuito de entender a relação destes sujeitos com o ambiente que os cercam. Por fim, discutimos o espaço de vivência, a representação cultural e a formação identitária dos moradores das ilhas e margens do rio com o ambiente em que vivem...

Conflitos pelo acesso e uso da água : integração do rio São Francisco com a Paraíba (eixo leste)

Brito, Franklyn Barbosa de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.05%
No Brasil, ao longo do tempo, quase sempre as lutas por terra antecederam as lutas por água. No entanto, neste momento, o conflito que mais se destaca na região Nordeste é o que envolve o a “Transposição do Rio São Francisco”, atualmente nominado de “Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional – PISF”. Este configura-se como o maior conflito hidroterritorial do Brasil. Por ser ainda pouco entendido em toda sua abrangência o PISF gera questionamentos, dúvidas, incertezas, indiferenças e temor. Também confronta diferentes análises a seu respeito, colocando frente a frente um conjunto de interesses antagônicos e convergentes, tanto público quanto privado. Contudo, apesar de inspirar críticas e polêmicas entre os diversos atores envolvidos, pelas conseqüências diretas e indiretas que provoca(rá), é importante considerar que este projeto trouxe novamente, depois de séculos, o Nordeste e o semiárido brasileiro ao debate nacional, cuja discussão aborda vários aspectos: hidroideológico de transposição versus integração; político, inclusive com conteúdo partidário e eleitoral; geopolítico, envolvendo Estados da federação; acadêmico, com especialistas se posicionando a favor ou contra o projeto; econômico...

Políticas públicas de poverty alleviation e a transposição do Rio são Francisco: a quem serve a transposição do Rio São Francisco?

Pagano, Luciana Maria Palma
Fonte: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Publicador: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Relevância na Pesquisa
96.04%
Essa dissertação objetivou examinar à luz da análise do discurso de vários atores entre eles governamental, estudiosos,técnicos e organizações não governamentais se o Projeto Transposição do Rio São Francisco seria então oportuno, no momento a melhor proposta alternativa sócio-ambiental-econômica para o semiárido; isto é, se termos de política pública é por si só um projeto preferencialmente voltado para a redução de pobreza (poverty alleviation), logo estruturante em termos de construção de uma sociedade economicamente viável, socialmente justa e ambientalmente sustentávelno semiárido. Metodologia. Objetivou-se construir um conhecimento analisando o “discurso”, a disposição e os termos utilizados pelo locutor, representativo ou com qualificação de representações sociais. Para a abordagem das representações sociais relacionadas aos objetivos desta dissertação, preferencialmente, optou-se pela análise do discurso a qual se constitui numa prática e um campo a lingüística e da comunicação especializado em analisar construções ideológicas presentes em um texto- produto da atividade discursiva; num contexto é a situação históricosocial de um texto. Resultados. A Análise do Discurso governamental...

Impactos do projeto de transposição do Rio São Francisco na agricultura irrigada no nordeste setentrional; Texto para Discussão (TD) 1573: Impactos do projeto de transposição do Rio São Francisco na agricultura irrigada no nordeste setentrional; Project impacts transposition of the São Francisco in irrigated agriculture in northern northeast

Castro, César Nunes de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.97%
Atualmente, grande soma de recursos do governo federal está sendo aplicada na implementação do Projeto de Integração da Bacia do Rio São Francisco com as Bacias do Nordeste Setentrional, mais conhecido como Projeto de Transposição do São Francisco. Esse projeto pretende aumentar a oferta hídrica para múltiplos usos em parte da região semiárida. Especificamente os estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte serão os beneficiários desse projeto. Entre os benefícios esperados, inclui-se a dinamização de alguns projetos de agricultura irrigada nessa região. Este estudo é composto de cinco seções. Além da introdução e da conclusão, na segunda aborda a questão do estágio atual de desenvolvimento da agricultura irrigada no Nordeste Setentrional. Com base nesse apanhado geral sobre a situação atual, foi possível na terceira seção discorrer sobre as perspectivas de desenvolvimento da agricultura irrigada nessa região a partir do aumento da oferta hídrica resultante do Projeto de Transposição. Na quarta seção, o enfoque recaiu sobre as limitações existentes ao desenvolvimento da agricultura.; 35 p. : il.

Ações do governo federal na área de influência do Projeto de Integração do Rio São Francisco com bacias hidrográficas do nordeste setentrional: uma avaliação dos investimentos nos municípios do plano de ação; Texto para Discussão (TD) 1965: Ações do governo federal na área de influência do Projeto de Integração do Rio São Francisco com bacias hidrográficas do nordeste setentrional: uma avaliação dos investimentos nos municípios do plano de ação; Federal government actions in the influence area of the Integration of the São Francisco River with Basins of Northern Northeastern Project: an investments assessment in the municipalities of the Action Plan

Viana, João Paulo
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
96.01%
Este documento apresenta uma avaliação dos investimentos federais nos municípios do Plano de Ação do Rio São Francisco (PASF), que abarca os 789 municípios (e oito estados) da área de influencia do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional – mais conhecido como Transposição do rio São Francisco – e da área do projeto de revitalização do São Francisco. Os investimentos realizados ate 2008 e planejados para os anos 2009 e 2010 pelas catorze entidades que responderam a uma consulta do Ministério da Integração Nacional sobre os investimentos na área do PASF totalizaram R$ 32,3 bilhões para os três períodos considerados. Pernambuco, Bahia e Minas Gerais foram os maiores beneficiários, com montantes estimados em R$ 7,2, R$ 6,9 e R$ 5,3 bilhões, respectivamente, ou 60% do valor total. Os investimentos realizados ate 2008 corresponderam a 54% do total informado (R$ 17,5 bilhões). Considerando um recorte temático, os investimentos em ações sociais, de apoio a produção, e de acesso a agua totalizaram respectivamente R$ 17,2 bilhões, R$ 9,6 bilhões e R$ 2,4 bilhões, com destaque para investimentos em transferência de renda, credito para a agricultura familiar e para a construção de sistemas de abastecimento e armazenamento de agua. Seguem...

The construction of a revitalization program for the São Francisco River watershed; A construção de um programa de revitalização na bacia do Rio São Francisco

Machado, Antonio Thomaz da Mata
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/01/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
105.98%
A construção de um Programa de Revitalização da bacia do Rio São Francisco está em curso. Um decreto presidencial de 2001 e os Planos de Recursos Hídricos das bacias dos rios São Francisco e Velhas introduziram critérios e conceitos inovadores na definição de propostas para a recuperação hidroambiental de bacias hidrográficas. A polêmica em torno das obras de transposição de águas do Rio São Francisco e da implementação da lei das águas na bacia determina o processo de construção do programa. Ações e obras centradas em coleta, interceptação e tratamento de esgotos sanitários estão em andamento e alcançam grande extensão da bacia.; The construction of a Program for Rehabilitation of river basin San Francisco is underway. A presidential decree of 2001 and the Plans of Water Resources of the river basins of the San Francisco and Velhas, introduced innovative concepts and criteria in the definition of proposals for the hidroambiental recovery of basins. The controversy surrounding the translation of waters of river of San Francisco and the implementation of the law of water in the basin determines the process of the programme. Activities and works focusing on the collection, interception and treatment of sewage are in progress and achieve great extension of the basin.

Redescription of the freshwater anchovy Anchoviella vaillanti (Steindachner, 1908) (Clupeiformes: Engraulidae) with notes on the distribution of estuarine congeners in the Rio São Francisco basin, Brazil

Loeb, Marina Vianna; Figueiredo, José Lima de
Fonte: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia. Publicador: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
105.97%
Anchoviella vaillanti (Steindachner, 1908) was described based on few specimens from the middle Rio São Francisco; however, several specimens of the species have been collected in recent decades. The range of morphological variation of A. vaillanti could thus be reassessed based on a larger number of specimens currently available in fish collections, and the species redescribed. Anchoviella vaillanti can be recognized among freshwater congeners by the relative position of the pelvic, dorsal and anal fins. Records of the species in ichthyological collections are restricted to the upper and middle portions of the Rio São Francisco basin, but the species might also occur in the lower Rio São Francisco. Comments on the distribution of the marine species of Anchoviella from the lower Rio São Francisco basin and an identification key including those species and A. vaillanti are provided.

POLITICAL, ECONOMICAL AND SOCIAL DYNAMICS OF SÃO FRANCISCO RIVER AND ITS VALLEY; A dinâmica política, econômica e social do rio São Francisco e do seu vale

Camelo Filho, José Vieira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
105.98%
O rio São Francisco sempre foi um canal importante de ligação entre o Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste, feita através da navegação fluvial. Estrategicamente, esse rio e seus afluentes contribuíram para o controle e o povoamento do interior, onde, ao longo da história, constituíram-se os grandes latifúndios e os pequenos minifúndios, ambos responsáveis pelo atraso econômico e social do Vale. Sua economia, até a primeira metade do século XX, foi ancorada na pecuária extensiva e na agricultura de subsistência. A posse ou acesso à terra, para a maioria da população, continua sendo um grande desafio para a sociedade. Nos últimos 50 anos, a água do Velho Chico tornou-se a maior riqueza do Vale e a matéria-prima mais importante para o seu desenvolvimento, que, efetivamente, iniciou com a geração de energia em Paulo Afonso. A partir das décadas de 1980 e 1990, o processo de irrigação se intensificou, em particular, visando a produção de frutas nos Perímetros de Irrigação de Petrolina e Juazeiro, Oeste da Bahia, e com Projeto Jaíba e Pirapora, em Minas Gerais. Contudo, nos últimos anos, o Projeto de Transposição de água do São Francisco para outras bacias hidrográficas do semi-árido vem ganhando destaque.; The São Francisco River was always an important linking channel among Brazil Northeast...

Um rio são muitos: de aventura e antropologia Rio São Francisco

Lima, Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/2000 POR
Relevância na Pesquisa
105.93%
Este artigo tenta trazer a noção de aventura de volta ao campo da antropologia por meio da análise de cinco narrativas sobre o Rio São Francisco - Burton, Pierson, Cavalcanti, Cappio e Tarsia (e companhia). Tenta-se entender como a mimesis e a sedução ligam esses atores ao rio e ao leitor, de tal maneira que, ao mesmo tempo em que os autores constroem-se nas narrativas, eles - narradores e rio - hermeneuticamente jogam suas redes sobre o leitor.; This article tries to bring back the notion of adventure to the anthropological field, through the analyses of five narratives about the São Francisco river - Burton, Pierson, Cavalcanti, Cappio and Tarsia (& partners) The article seeks to understand how mimesis and seduction join these actors to the river and to the reader, in such a way that, at the same time the authors construct themselves in the narrative, hermeneuticly they - storytellers and river - cast their nets over the reader.

METAIS PESADOS E QUALIDADE DA AGUA DO RIO SÃO FRANCISCO NO SEGMENTO ENTRE TRÊS MARIAS E PIRAPORA - MG: ÍNDICE DE CONTAMINAÇÃO

Ribeiro, Elizêne Veloso; Magalhães Junior, Antônio Pereira; Horn, Adolf Heinrich; Trindade, Wallace Magalhães
Fonte: Centro de Pesquisa Professor Manoel Teixeira da Costa - IGC - UFMG Publicador: Centro de Pesquisa Professor Manoel Teixeira da Costa - IGC - UFMG
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
95.99%
Este trabalho apresenta resultados da avaliação da qualidade da água na secção do Rio São Francisco no segmento entre Três Marias e Pirapora. Foram monitorados parâmetros físico-químicos e os elementos Zn, Cd, Pb, Cr, Co, Cu, Ba, Ni, Al, Mn, Ca, Mg e Fe durante um ano; as concentrações dos metais foram obtidas por leitura em ICP-OES. Vários elementos apresentaram altos níveis de contaminação nas áreas urbano-industriais de Três Marias e Pirapora. No segmento de influência rural entre os dois centros urbanos e a jusante de Pirapora, foram observadas alterações para os metais pesados (Cd, Cu, Cr, Co e Ni), que evidenciam a necessidade de um estudo de contaminação dos solos agrícolas, principalmente irrigados, na região. A variação sazonal marca a diferença da qualidade da água no segmento no que se refere aos metais em suspensão com maiores concentrações na estação chuvosa. O Índice de Contaminação foi definido pela razão entre a concentração encontrada e os limites ambientais da Resolução Conama 357/2005. Os resultados evidenciam a degradação da qualidade da água nos centros urbano-industriais, cujos altos Ic decorrem das elevadas concentrações de Zn, Cd, Cu, Cr e Ni. Chamam atenção principalmente os valores que foram obtidos para os metais dissolvidos devido à maior possibilidade de efeitos tóxicos.. Ressalta-se a necessidade de intervenção nas áreas de maior Ic adjacentes aos centros urbano-industriais visando a melhorar a qualidade da água e responder à população local que tem forte relação com o Rio São Francisco.Palavras-chave: Metais Pesados...

Povos indígenas e a luta em defesa do rio São Francisco; Indigenous Peoples and the Struggle in Defense of the São Francisco River

Arruda, Rinaldo Sérgio Vieira; PUC-SP
Fonte: Editora de Livros IABS Publicador: Editora de Livros IABS
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ;
Publicado em 23/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
96%
O objetivo deste artigo é refletir sobre como os povos indígenas habitantes do semiárido, especialmente da região do rio São Francisco, atuam em defesa da preservação deste rio em um momento em que o agronegócio avança e grandes obras como barragens e a construção do canal para a transposição de suas águas estão em execução, transformando a relação que estes possuem com aquele manancial e gerando vários conflitos socioambientais naquela região do país. Os Estudos de Impacto Ambiental – EIA - não levam em conta a dinâmica daqueles povos originários com a terra onde vivem e sua relação com o rio São Francisco. Baseados em levantamento bibliográfico sobre os conflitos advindos destes projetos, concluímos que tais empreendimentos repetem os erros do passado em relação a estes povos indígenas.; The objective of this article is to reflect about the indigenous people who live in the São Francisco river area and how they act in defense of its preservation. In a time that agribusiness is becoming stronger and dams and the canal to divert that river are in construction, many social and environmental conflicts have arisen in that region. The Environment Impact Studies do not take in account the dynamic of those indigenous peoples with their land and how they relate to the São Francisco river. Based on bibliographical research about the conflicts that come with those projects...

Retour dans la vallée du Rio São Francisco; ; Back to the Rio São Francisco valley; ;

Théry, Hervé
Fonte: Labor & Engenho; Labor & Engenho Publicador: Labor & Engenho; Labor & Engenho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 24/06/2015 FRA
Relevância na Pesquisa
96.02%
À l'occasion du IV ° séminaire itinérant franco-brésilien, "Villes et fleuve dans l'histoire du Brésil : rio São Francisco", le texte reprend des articles de 1978, 1980 et 1981, illustrés de photos de 1977 et de nouvelles cartes. La situation paradoxale de la vallée n'a pas beaucoup changé : bien qu’elle ait souvent été présentée comme l’une des régions les plus prometteuses du Brésil et qu’elle ait été prise en charge depuis près de 70 ans par des organismes de développement, la vallée du São Francisco reste l’une des zones les plus sous-développées du pays. L’histoire de son occupation rend compte en partie de cette situation : le São Francisco est le fleuve du sertão. Les tentatives de mise en valeur, depuis 1946, ont eu divers motifs, politiques en particulier, mais reposent aussi sur un certain mythe du "fleuve de l’unité nationale". De 1948 à 1967 la CVSF n’a pas obtenu de bons résultats, pour avoir reçu trop de tâches à mener. Depuis 1967 la Suvale puis la Codevasf ont concentré leur action sur quelques zones où leur activité principale est l’agriculture irriguée. Celle-ci est menacée dans son développement par les besoins en eau de la production hydroélectrique. La compétition pour l’usage de l’eau amène donc à reconsidérer l’avenir de la vallée...