Página 1 dos resultados de 23 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Prolapso da glândula da terceira pálpebra em cães

Menezes, Claudio Leonardo Montassieur de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
25.66%
O prolapso da glândula da terceira pálpebra (“olho de cereja”) é o distúrbio primário mais comum deste anexo oftálmico. Caracteriza-se pelo edema e inflamação da glândula, resultando em exposição desta no canto naso medial do olho. Esta condição afeta cães e gatos e sua etiologia envolve a fraqueza das bandas de tecido conectivo que unem a membrana nictitante aos tecidos periorbitais. Devido significativa colaboração da glândula à produção lacrimal, esta não deve ser excisada, o que pode levar ao desenvolvimento de ceratoconjuntivite seca. O tratamento de escolha é a cirurgia, na qual a glândula é reduzida, voltando à sua posição anatômica. Objetivou-se realizar, neste trabalho, revisão bibliográfica sobre o prolapso da glândula da terceira pálpebra, abordando algumas das técnicas de reposicionamento cirúrgico previamente descritas.; The third eyelid gland prolapse (“cherry eye”) is the most comon afection of this ophthalmic adnexa. It’s caracterized by gland’s oedhema and inflamation, resulting in it’s exposure in the naso medial canthus of the eye. This condition occurs in dogs and cats and his ethiology involves a weakness of the connective tissue bands that bind the membrana nictitans to the periorbital tissues. Due the significant contribution of the gland of the third eyelid to lacrimal production...

O uso denotado e conotado no ensino da língua portuguesa : o caso do bullying

Serafin, Bárbara Luzia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
25.66%
Este artigo se presta a fazer uma reflexão sobre o uso de determinados itens lexicais ou expressões da língua portuguesa, tanto na modalidade denotada quanto conotada, no que tange a situações comunicativas marcadas pela atitude de bullying. Para tanto, partiremos dos seguintes pressupostos teóricos: do conceito de significação lexical segundo (DE AZEREDO, 2008) e de denotação e conotação (CEREJA, 1999; CEGALLA,1994; DE AZEREDO, 2008). Na segunda parte do trabalho, analisaremos um conjunto de ocorrências de expressões de bullying recolhidas de oitiva em ambiente escolar, classificando-as de acordo com seu conteúdo semântico (ou seja, denotado ou conotado), bem como atentando para a produtividade de tais termos.

Potential of Brazilian eugenia myrtaceae - As ornamental and as a fruit crop

Donadio, L. C.; Moro, F. V.
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: 65-68
ENG
Relevância na Pesquisa
15.9%
Brazilian Myrtaceae comprises several genera of trees and shrubs used for ornamental and fruit production. In addition to the well known Guava, Pitanga and Jaboticaba, other species could be used for fruitculture, due the value and quality of their fruits and adaptation to some climate conditions mainly the subtropical one. Nine species of Eugenia were evaluated at Jaboticabal, located at 48° W and 21° S in São Paulo state in a germplasm bank. The average rain by year is 1431 mm and the temperature 22,2° C at an altitude of 575 m. The species are Eugenia klozschiana Berg. (Pero-do-campo), E. stipitata Mc Vaugh (Araça-boi), E. tomentosa Camb. (Cabeludinha), E. dysentherica DC. (Cagaita), E. brasiliensis Berg. (Grumixama), E.pitanga (Pitanga-anã), E. luchsnathiana Berg. (Pitomba), E. uvalha Camb. (Uvaia) and E. involucrata DC. (Cereja-do-rio-grande). The evaluations comprised tree development, fruit quality and leaf and flower morphological studies. The main results are: the trees of Pera-do-campo and Pitanga-anã are small shrubs of 1 to 2 m height, Araça-boi and Cabeludinha are small trees, 3 to 5 m high, and the other species are tall trees, with 5 to 10 m height. The species adapted well to the subtropical conditions, except for Araça-boi...

Caracterização de Puccinia psidii, identificação de mirtáceas diferenciadoras de raças fisiológicas e estudos anatômicos do limbo foliar relacionados à resistência

De Pieri, Cristiane
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiii, 171 f. : il. color.,gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
15.66%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Ciência Florestal - FCA; O fungo Puccinia psidii é o agente causal da doença conhecida como ferrugem. Esse patógeno ataca a cultura do eucalipto e, também, algumas espécies frutíferas da família Myrtaceae. Em áreas próximas a plantios comerciais de eucalipto podem ocorrer espécies frutíferas de mirtáceas. Se dentro dessas espécies estiver àquelas suscetíveis ao patógeno, essas servirão de fonte de inóculo para o eucalipto, sendo prejudicial para a exploração econômica da referida espécie. O estudo da variabilidade fisiólogica do patógeno P. psidii e sua relação com seu hospedeiro (no caso espécies de mirtáceas) é de suma importância para se traçar estratégias de controle e, também manejar de forma sustentável a doença na cultura do eucalipto e de mirtáceas frutíferas que são exploradas economicamente, como a goiabeira. Portanto, o projeto em questão visou o estudo da fisiologia do fungo P. psidii e sua relação com espécies frutíferas da família Myrtaceae. Especificamente, foi estudada a patogenicidade, em ambiente controlado, sobre dez espécies de mirtáceas, sendo Araçá do cerrado (Psidium cattleianum)...

Clipping 2012-10-outubro

Agecom, UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Imagem
Relevância na Pesquisa
15.66%
Clipping de 01/10/2012: UFSC / Vestibular 2013 / Inscrições / Processo seletivo 2013 / Pós-Graduação em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade na UFSC / MEC / Curso online Gênero e Diversidade na Escola – GDE / Instituto de Estudos de Gênero / Candidatos a bolsa-auxílio / UFSC / Joinville / Ministério da Educação – MEC / Programa Incluir / Acessibilidade de pessoas com deficiência / Diretora de desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior – Ifes, Adriana Rigon Weska / Instituto Nacional de Educação de Surdos – Ines / Ministério Público de Santa Catarina / Modernização do logotipo / Núcleo de Abordagem Sistêmica da UFSC / Símbolos oficiais / Procurador-Geral de Justiça de Santa Catarina / Lio Marcos Marin Clipping de 02/10/2012: Feira de livros da EdUFSC / CD Preparado em Curitiba: Sonatas e Interlúdio para Piano Preparado / Centenário de John Cage / Lançamento do livro Cage e a Poética do Silêncio / Alberto Heller / Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão / Livro Contos Gauchescos / Livro O Fantástico da Ilha de Santa Catarina / Inscrições / 1º Simpósio Internacional e 5º Simpósio Nacional de Literatura e Informática / Núcleo de Pesquisas em Informática...

Atividade moluscicida de princípios ativos de folhas de Lycopersicon esculentum (Solanales, Solanaceae) em Biomphalaria glabrata (Gastropoda, Planorbidae)

Leyton,Vilma; Henderson,Thomas O.; Mascara,Douglas; Kawano,Toshie
Fonte: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul Publicador: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
25.66%
Foram obtidos extratos aquosos e alcoólicos a partir de pó de folhas secas de tomateiro (Lycopersicon esculentum, Mill.) c.v. Cereja. Por extração metanólica e precipitação alcalina, foi obtido um produto que denominamos "glicoalcalóide esteroidal bruto" (GEb), no qual foi caracterizada a presença de tomatina. Em ensaios laboratoriais, os extratos aquosos, alcoólicos e o GEb apresentaram atividade moluscicida em Biomphalaria glabrata (Say, 1818). O "glicoalcalóide esteroidal bruto" apresentou alta atividade moluscicida (CL50 = 8,01 ppm e CL90 = 13,17 ppm), comparável à atividade da tomatina. Desovas de B. glabrata mostraram-se resistentes aos extratos testados. Os níveis de atividade moluscicida apresentados pelos diversos extratos e o GEb, apontam apenas o GEb como candidato para a continuação dos estudos visando a sua possível utilização em campo.

Produtividade biológica de genótipos de tomateiro em sistema hidropônico no outono/inverno

de Albuquerque Neto,Antonio AR; Peil,Roberta MN
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
15.93%
O crescimento da planta de tomateiro depende de numerosos fatores, entre os quais se podem mencionar o genótipo, a radiação solar global incidente, a temperatura, a nutrição, o suprimento de água e a concentração de CO2, que atuam conjuntamente em complexa interação. Este trabalho teve o objetivo de avaliar a produtividade biológica de sete genótipos de tomateiro em cultivo hidropônico, no ciclo de outono/inverno caracterizado por baixa disponibilidade de radiação solar global, enfocando aspectos vegetativos e produtivos, a partição dos fotoassimilados e a eficiência no uso da radiação fotossinteticamente ativa (PAR), a fim de definir o(s) mais promissor(es) para o cultivo em casa de vegetação no sul do Rio Grande do Sul. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados com 7 tratamentos (genótipos) e 3 repetições, com 6 plantas por parcela. Dos genótipos utilizados, cinco pertencem ao grupo dos minitomates: Tomate Cereja Pendente Yubi Feltrin® (hábito determinado), Cereja Vermelho ISLA®, Minitomate Pêra Amarelo TOP SEED®, Grape (não comercial), Flavor Top (não comercial). Além desses, estudaram-se os genótipos Tomate Santa Cruz Kada Gigante TOP SEED® e Tomate Gaúcho TOP SEED®. As avaliações foram produtividade (g m-2) de matéria fresca e seca de hastes...

Surto de babesiose cerebral em bovinos no Estado do Rio Grande do Sul

Antoniassi,Nadia Aline Bobbi; Corrêa,André Mendes Ribeiro; Santos,Adriana da Silva; Pavarini,Saulo Petinatti; Sonne,Luciana; Bandarra,Paulo Mota; Driemeier,David
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
25.72%
Descreve-se um surto de mortalidade em bovinos por Babesia bovis em abril de 2007, no Município de Picada Café, Rio Grande do Sul. Em um rebanho com 55 novilhas, 28 (50,9%) morreram em cinco dias. A doença iniciou vinte dias após o ingresso dos bovinos na propriedade. Os sinais clínicos incluíam febre, incoordenação, agressividade, anemia, petéquias nas mucosas e morte 1 á 2 dias após. Em 4 animais necropsiados, observaram-se palidez de mucosas, hemorragias múltiplas, esplenomegalia, fígado aumentado e alaranjado, vesícula biliar com parede edemaciada e contendo bile grumosa. Os rins estavam vermelho-escuros e a bexiga continha urina cor de vinho tinto. O encéfalo apresentou cor róseo-cereja externamente e ao corte, mais marcado no córtex telencefálico, cerebelo e corpo estriado, contrastando com a cor branca da substância branca. Na histologia havia nefrose hemoglobinúrica, necrose hepática paracentral, bilestase canalicular, congestão esplênica, além de congestão com grande quantidade de eritrócitos parasitados por estruturas compatíveis com Babesia bovis na região cortical do encéfalo, também observadas em esfregaços teciduais dessas regiões. A morte de 28 bovinos em 5 dias deveu-se, provavelmente...

Composição microbiana e ocratoxina a no café (Coffea arabica L.) submetido a diferentes tempos de espera antes da secagem

Pimenta,Carlos José; Vilela,Evódio Ribeiro
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
15.66%
Cafés (Coffea arabica. L) da cultivar Catuaí vermelho foram colhidos em 1º/7/1998 na região de Carmo do Rio Claro no Estado de Minas Gerais, onde se utilizaram frutos de um mesmo talhão contendo, em média, 53,89% de cereja, 23,14% seco/passa e 22,96% de frutos verdes. Após colhidos, os frutos foram separados em lotes com 180 litros de frutos para cada tempo de espera e divididos em três repetições com 60 litros de frutos cada uma; esses frutos foram ensacados em sacos de polietileno trançado e dispostos no terreiro por diferentes tempos, variando em 0,1,2,3,4,5,6 e 7 dias, após os quais se procedeu à secagem no próprio terreiro até os grãos atingirem de 11 a 13% de umidade. Em seguida, retirou-se uma quantidade suficiente de amostra para análises químicas e microbiológicas. A composição microbiana, com a elevação no tempo de espera para secagem, caracterizou-se por um aumento na infecção por Fusarium sp, Aspergillus niger e Aspergillus ochraceus nos frutos antes da secagem, diminuição da infecção por Cladosporium sp nos frutos e grãos, Penicillium sp e Fusarium sp nos grãos, com Penicillium sp, Aspergillus niger e Aspergillus ochraceus não mostrando variação definida nos grãos, porém, com valores elevados em ambos. Considerando-se os níveis de ochratoxina A...

Uso do algoritmo de Gower na determinação da divergência genética entre acessos de tomateiro do grupo cereja

Rocha,Mariella Camargo; Gonçalves,Leandro Simões Azeredo; Rodrigues,Rosana; Silva,Paula Renata Alves da; Carmo,Margarida Goréte Ferreira do; Abboud,Antonio Carlos de Souza
Fonte: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM Publicador: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
25.99%
A análise conjunta de variáveis qualitativas e quantitativas tem sido apontada como ferramenta útil na estimativa da divergência genética entre os acessos de uma coleção de germoplasma. O presente trabalho teve como objetivos caracterizar uma coleção de germoplasma de tomateiro do grupo cereja, com base em descritores qualitativos e quantitativos e utilizar o algoritmo de Gower na quantificação da divergência genética. Estudaram-se 40 acessos de tomateiro cereja, cultivados em manejo orgânico nas condições de Seropédica, Estado do Rio de Janeiro. Foram utilizados quatro descritores qualitativos relacionados aos frutos e nove descritores quantitativos. Os dados foram analisados de forma conjunta pelo algoritmo de Gower. Detectou-se variabilidade para coloração, formato e número de lóculos do fruto. A coloração vermelha foi observada em 25 acessos testados, registrando-se também a produção de frutos amarelos, laranjas e marrons. Para número de lóculos, foi registrada a ocorrência de frutos bi, tri, tetra e pluriloculares (com até sete lóculos). O método UPGMA foi o que obteve o maior coeficiente de correlação cofenética (0,80), observando-se a formação de sete grupos. Os grupos formados permitiram a distinção de frutos classificados como cereja e outros que não se adequaram a esta definição...

Polifenoloxidase, lixiviacao de potassio e qualidade de bebida do cafe colhido em quatro estadios de maturacao.

PIMENTA, C.J.; CHAGAS, S.J. de R.; COSTA, L.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.32, n.2, p.171-177, fev. 1997. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.32, n.2, p.171-177, fev. 1997.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
15.93%
Cafes (Coffea arabica L.) da cultivar Catuai foram colhidos na regiao de Lavras-MG, nos estadios de maturacao verde, verde cana, cereja e seco/passa, em quantidade de 60 kg de frutos de cada estadio. Foram retiradas amostras de, aproximadamente, 5 kg de cafe em coco, sendo em seguida submetidas a analises fisicas, fisico-quimicas, quimicas e qualitativas. Este trabalho teve como objetivo determinar a atividade da polifenoloxidase, a lixiviacao de K, a qualidade do cafe (bebida), e as relacoes entre estes parametros. Foram observados comportamentos bastante variados quanto aos teores destes constituintes nos diferentes estadios de maturacao dos graos; os frutos colhidos no estadio de maturacao cereja apresentaram maior atividade da polifenoxidase e baixos valores de lixiviacao de K; os graos colhidos verdes mostraram elevados valores de lixiviacao de K e baixa atividade de polifenoloxidase; os graos colhidos no estadio seco/passa e verde-cana se posicionaram com valores intermediarios nestes parametros analisados. A classificacao do cafe (bebida) com base na atividade da polifenoloxidase foi de nao-aceitavel (bebida "riada" e "rio") nos cafes colhidos verdes; os estadios de maturacao seco/passa e verde-cana foram classificados como fino (bebida "mole" e "apenas mole")e o estadio de maturacao cereja...

Propriedades funcionais e qualidade físico- química da cereja-do-rio-grande (eugenia involucrata dc.) In natura e processada na forma de geleia.

ARAUJO, V. F.; BIALVES, T. S.; VIZZOTTO, M.; KROLOW, A. C. R.; FERRI, N. M. L.; SILVEIRA, C. A. P.
Fonte: In: SIMPÓSIO DE SEGURANÇA ALIMENTAR, 4., 2012, Gramado. Retorno às origens: anais. Gramado: SBCTA-RS Regional, 2012. Publicador: In: SIMPÓSIO DE SEGURANÇA ALIMENTAR, 4., 2012, Gramado. Retorno às origens: anais. Gramado: SBCTA-RS Regional, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
25.9%
2012

Desempenho de cultivares de tomateiro em diferentes ambientes de cultivo e sistema ecológico de produção.

MARTINS, D. de S.; SCHUBERT, R. N.; ZANATTA, T.; MORAES, R. T. de; PEREIRA, C. V.; SCHWENGBER, J. E.; PEIL, R. M. N.
Fonte: CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 52., 2012, Salvador. Anais... Salvador: ABH, 2012. Publicador: CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 52., 2012, Salvador. Anais... Salvador: ABH, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
15.66%
O tomate é uma hortaliça de grande importância na mesa dos brasileiros, sendo que frutos produzidos de forma ecológica são preferidos e mais saudáveis. Para a produção exitosa de tomate neste sistema é necessária a utilização de cultivares adaptadas, dando-se preferência por aquelas de polinização aberta. A utilização de ambiente protegido tem viabilizado o cultivo do tomateiro em muitas regiões, com possibilidade de estender o período produtivo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade e a duração do ciclo de duas cultivares de tomateiro produzidas a campo e em ambiente protegido em sistema de produção de base ecológica. O experimento foi realizado na Estação Experimental Cascata (Embrapa Clima Temperado), Pelotas, Rio Grande do Sul. Foram avaliados dois genótipos ?Rose de Berne? e ?Maçã?. O controle de insetos e doenças foi baseado na legislação brasileira de orgânicos. Após cada colheita, os frutos foram pesados e classificados, e ao final do período experimental foi determinada a produção de frutos por planta, número e massa média de frutos, e duração total do ciclo. ?Maçã? produziu mais frutos que ?Rose de Berne? por ser do tipo cereja, porém a produtividade das duas não diferiu entre si nem entre ambientes...

Comparing methods of identify the appropriate sugar and pulp levels for fruit juice formulation: a consumer-driven approach.

BARROS-MARCELLINI, A. M.; FERREIRA, E. A. S.; DELIZA, R.; MARCELLINI, P. S.; MATTOS, C. T. G. B.; ROSENTHAL, A.
Fonte: In: PANGBORN SENSORY SCIENCE SYMPOSIUM, 10., 2013, Rio de Janeiro. Abstracts... [S.l.]: Elsevier, 2013. Ref. P2.2.001. Publicador: In: PANGBORN SENSORY SCIENCE SYMPOSIUM, 10., 2013, Rio de Janeiro. Abstracts... [S.l.]: Elsevier, 2013. Ref. P2.2.001.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
EN
Relevância na Pesquisa
25.66%
2013

Crescimento, fenologia e rendimento do tomateiro cereja em cultivo hidrop??nico; Growth, fenology and yield of cherry tomato crop in hydroponic cultivation

ROCHA, Marcelo de Queiroz
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agricultura familiar; Programa de P??s-Gradua????o em Sistemas de Produ????o Agr??cola Familiar; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agricultura familiar; Programa de P??s-Gradua????o em Sistemas de Produ????o Agr??cola Familiar; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.15%
The use of a new production system demand to know the behavior of cultures and establish the most appropriate management. It is necessary to understand the relationships that control the operation of the plant, and then understand the way in which these relations are dazzling together to result in final income. The growth dynamic, the fenological characterization and yield components of the red cherry tomato crop (Lycopersicon esculentum var. cerasiforme), cultivated in hydroponic system during summer-autumn 2008 crop season, were studied through two experiments conducted in plastic greenhouse, in the Campus of the Universidade Federal de Pelotas, RS. The first experiment was carried out to study the effect of different levels of ionic concentration of the nutrient solution on growth and yield components of cherry tomato (number of fruits, fruit mean weight and fruit yield). This experimental factor was assessed in four different levels: standard nutrient solution, containing 100% of the concentration of nutrients recommended by "Japan Horticultural Experimental Station", corresponding to an initial electrical conductivity (ECi) of 2,3 dS m-1, nutrient solution with reductions of 25 and 50% and with increment of 25% in the concentration of nutrients in relation to the standard solution...

Avaliação da estabilidade dos compostos bioativos de polpas de frutas nativas submetidas ao processo de irradiação; Evaluation of the stability of bioactive compounds in native fruit pulp exposed to irradiation process

Castelucci, Ana Carolina Leme
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
16.21%
O Brasil é um dos principais produtores de frutas, porém esta produção está pautada em frutas na maioria das vezes exóticas. Existe uma diversidade de frutas nativas brasileiras ainda desconhecidas e pouco exploradas. Tendo em vista a grande importância da Myrtaceae no que diz respeito à conservação da Mata Atlântica; o potencial econômico e nutricional da produção de polpa de frutas nativas; e considerando que o processamento de alimentos pode exercer efeitos sobre o nível de nutrientes, particularmente no que tange ao teor de compostos bioativos e sua atividade antioxidante, este trabalho teve como objetivo gerar conhecimento sobre a composição e capacidade antioxidante das polpas de frutas, com o intuito de ampliar seu consumo, potencial de comercialização e agregar valor as mesmas, bem como, avaliar o efeito da radiação gama nas propriedades bioativas, durante o período de armazenamento refrigerado das polpas e, por fim, a identificação e quantificação dos compostos fenólicos. As polpas de uvaia (Eugenia pyriformis Camb.), cambuci (Campomanesia phaea), feijoa (Acca sellowiana), grumixama (Eugenia brasiliensis) e cereja do rio grande (Eugenia involucrata), foram divididas em 5 lotes, 4 deles foram submetidos ao tratamento de irradiação (0...

Melhoramento da qualidade do cafe brasileiro : influencia de sistemas de produção e processamento sobre algumas caracteristicas da bebida

Jose Guilherme Cortez
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/07/1996 PT
Relevância na Pesquisa
16%
O café arábica brasileiro recebe descrições negativas das suas propriedades organoléticas no mercado internacional do produto, associando se suas características de "dureza" ou sabores "fenólicos, químicos ou rio" com o sistema de processamento por via seca, produzindo o chamado "café de terreiro". Os chamados" cafés despolpados" ou produzidos por via úmida, são geralmente descritos como possuindo" aromas e gostos agradáveis, doces, suaves e com acidez e corpo desejáveis". Estas diferenças referem-se mais à homogeneidade dos grãos colhidos, sendo exclusivamente maduros neste último sistema de processamento e normalmente contendo grãos em diversos estágios de maturação no sistema de processamento mais utilizado no Brasil. Um novo sistema de processamento dos grãos crus - o chamado cereja descascado - vem sendo utilizado cada vez mais nas propriedades cafeeiras do Brasil, combinando o uso de água para a separação dos grãos imaturos e sobremaduros e a retirada da casca dos grãos maduros (como no sistema por via úmida) com o imediato transporte para os locais de secagem, onde a rápida desidratação e a constante movimentação impedem a ocorrência de processos fermentativos prolongados e a conseqüente formação de gostos estranhos. Este trabalho descreve algumas características sensoriais dos cafés processados por este sistema...

Caracterização fenológica da videira cv. Itália (Vitis vinifera L.) sob diferentes épocas de poda na região norte do estado do Rio de Janeiro

Murakami,Kátia Regina Naomi; Carvalho,Almy Junior Cordeiro de; Cereja,Bruno Sales; Barros,Julio Cesar da Silva Monteiro de; Marinho,Cláudia Sales
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
35.72%
O experimento foi instalado no município de Cardoso Moreira, região Norte do Estado do Rio de Janeiro, durante o ano de 2001, com o objetivo de descrever a fenologia da videira 'Itália' e estimar a necessidade térmica em graus-dia (GD), sob diferentes épocas de poda (abril, maio, junho e julho). Avaliou-se o comportamento fenológico para os seguintes períodos: poda à gema algodão, gema algodão à brotação, brotação ao aparecimento da inflorescência, aparecimento da inflorescência ao florescimento, florescimento ao início da maturação e início da maturação à colheita. Foi determinada a soma térmica, em graus-dia, para o ciclo poda-colheita. A duração do ciclo foi de 138; 151; 150 e 157 dias para podas realizadas nos meses de abril, maio, junho e julho, respectivamente. A soma térmica necessária foi de 1727GD para poda realizada em abril, 1564GD para poda realizada em maio, 1702GD para poda realizada em junho e 1840GD para poda realizada em julho, utilizando-se de temperatura-base de 12ºC.

Ambientes e substratos na formação de mudas e produção de frutos de cultivares de tomate cereja

Costa,Edilson; Santo,Tiago LE; Silva,Arthur P; Silva,Luan E; Oliveira2,Letícia C; Benett3,Cleiton GS; Benett4,Katiane SS
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
25.94%
Avaliaram-se neste trabalho a emergência, desenvolvimento de mudas e produtividade de três cultivares de tomate cereja em diferentes ambientes protegidos e substratos. Foram utilizados uma estufa agrícola e telado de monofilamento de 50% de sombreamento, onde testaram-se os substratos 50% de rama de mandioca (M) + 50% de Vida Verde(r) (V); 50% de rama de mandioca + 50% de esterco bovino (B); 50% de ramas de mandioca + 50% de esterco aviário (A); 25% de rama de mandioca + 25% de Vida Verde(r) + 25% de esterco aviário + 25% de esterco bovino para as cultivares 'Pêra Amarela', 'Pêra Vermelha' e 'Carolina'. As melhores mudas foram produzidas nos substratos M+B e M+V+B+A atingindo índice de qualidade de 0,0069. Os dois ambientes são indicados para a formação de mudas, quando utilizada a mistura de M+V+B+A, com mudas de biomassa seca total de 0,0463 g. A cultivar 'Carolina' apresentou características de crescimento e vigor que podem indicá-la como a melhor cultivar, com a menor relação altura e diâmetro de 2,38. Os substratos que resultaram em melhores mudas também propiciaram maiores quantidades de frutos por planta e produtividade, com frutos de 23,11 g em média e diâmetro de 20...

Avaliação comparativa da qualidade físico-química de méis inspecionados e clandestinos, comercializados no estado do Rio de Janeiro, Brasil

Ribeiro, Roberta de Oliveira Resende; Programa de Pós-graduação Higiene Veterinária e Processamento Tecnológico de Produtos de Origem Animal – UFF.; da Silva, Carla; Programa de Pós-graduação Higiene Veterinária e Processamento Tecnológico de
Fonte: Universidade Federal Fluminense Publicador: Universidade Federal Fluminense
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; Artigo Original; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
25.72%
Com o objetivo de comparar a qualidade físico-química dos méis inspecionados com méis adquiridos no mercado informal,comercializados no estado do Rio de Janeiro, analisaram-se 35 amostras de méis, sendo 25 inspecionados e 10 clandestinos.Os parâmetros avaliados foram: fraude por adição de amido, açúcares redutores em glicose e não redutores em sacarose,hidroximetilfurfural, determinação da acidez e proteínas. Os resultados obtidos demonstraram que 100% das amostras dosméis clandestinos estavam fora dos parâmetros em pelo menos uma das análises, apresentando os seguintes resultados:70% das amostras demonstraram presença de amido; 30% encontravam-se abaixo dos padrões para proteína; na Prova deFiehe, 30% apresentaram coloração vermelho cereja e 30% coloração salmão; 50% estavam abaixo do limite para açúcaresredutores, 20% excederam os padrões para sacarose e 40% ultrapassaram a acidez estabelecida. Os resultados encontradosnos méis inspecionados foram mais satisfatórios, entretanto, apresentando alguns valores alterados: 12% positivos paraadição de amido, 12% positivos para HMF, sendo 4% com coloração vermelha, sugestiva de presença de açúcar invertido e8% com coloração salmão, que indica que o mel foi aquecido intensamente ou foi estocado por período prolongado emtemperatura elevada...