Página 1 dos resultados de 21 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Estudo do rotacismo : variação entre consoantes líquidas

Costa, Luciane Trennephol da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.52%
Nesta dissertação, analisamos um fenômeno encontrado entre as consoantes líquidas, classe fonológica que agrupa as consoantes laterais e vibrantes. Nos contextos de ataque complexo e coda silábica pode ocorrer a substituição de uma líquida por outra. Estudamos neste trabalho a realização de uma líquida vibrante por uma líquida lateral, como, por exemplo, a realização de [ πραντα ] por [ πλαντα ] e denominamos este fenômeno de Rotacismo. Usamos os pressupostos teóricos da Teoria dos Traços Fonológicos Distintivos para retratar a problemática representacional das líquidas nas línguas, adotando uma proposta para ilustrar o rotacismo. Também fazemos uso da Teoria da Variação laboviana para analisar dados de fala, descrevendo a realização do fenômeno e seus possíveis fatores condicionadores. Apresentamos neste trabalho evidências de registros do rotacismo em gramáticas históricas, em trabalhos descritivos e em alguns textos de português antigo com o objetivo de atestar o caráter persistente do fenômeno na história da língua portuguesa. Como resultados da nossa pesquisa em dados de fala, constatamos que o rotacismo é uma regra variável que depende do contexto silábico em que ocorre e que está condicionada por fatores sociais...

O /R/ em posição de coda silábica no falar campineiro; The /R/ in the syllable coda position in the Campinas native accent

Cândida Mara Britto Leite
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
17.88%
Este trabalho, desenvolvido no âmbito da Sociolingüística, é resultado de uma pesquisa que buscou investigar a variação e as atitudes relacionadas a um segmento lingüístico do falar campineiro: o /R/ em posição de coda silábica. A hipótese que norteou a pesquisa é que o rótico está em um estado mais avançado, se comparado a outras cidades do interior paulista, no que se refere ao enfraquecimento desse segmento, tendendo à vocalização ou ao apagamento. Esse enfraquecimento seria o responsável pela impressão, de oitiva, dos informantes que julgam pronunciar uma variante de /R/ avaliada como "intermediária" e indicada como característica do falar campineiro. A partir dessa proposição, busca-se analisar o processo de variação lingüística do /R/ em posição de coda silábica medial e final que parece ocorrer em Campinas e investigar as atitudes lingüísticas, nos termos de Schlieben-Lange (1993), procurando descrever os estereótipos e as atitudes relacionados à variável lingüística em questão. Para tanto, o corpus selecionado é composto por dados de doze informantes naturais de Campinas. Esses dados foram coletados mediante entrevista semi-diretiva e através da leitura de palavras e sentenças. Foram realizadas análises auditivas e acústicas do rótico com o intuito de verificar quais as variantes que concorrem em posição de coda silábica. Essas análises poderiam fornecer informações para que se possa compreender os depoimentos dos informantes campineiros. Os resultados alcançados nesta pesquisa mostram que há variação lingüística do rótico e que a variante mais freqüente é o /R/ caipira. Esse resultado contraria a alegada existência de um /R/ característico do falar campineiro; This sociolinguistic work investigates the variation and social attitudes related to a linguistic segment of Campinas native accent: /R/ in syllabic coda position. The hypothesis that guided this research is that the rhotic is in a more advanced state than in other cities in the countryside of São Paulo as regards its attenuation...

Os róticos do português falado em Brasília por crianças de 03 a 07 anos de idade

Bueno, Luciene Fernandes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
18.11%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2013.; Este estudo pretende descrever a distribuição dos róticos do Português Brasileiro na fala de sete crianças brasilienses de 03 a 07 anos de idade, em fase natural de aquisição de sua variedade linguística. As amostras de fala infantil foram coletadas por gravador digital acoplado a um microfone, em sala sem ruídos. Foram utilizadas gravuras contextualizadas do instrumento proposto por Yavas, Hernandorena e Lamprecht (2004), além de cenas em sequência para a nomeação e formação de narrativas. Os dados foram analisados de forma qualitativa – perceptual e acústica – com o auxílio do software livre PRAAT, segundo a localização do rótico na palavra: posição intervocálica, início absoluto, grupo consonântico (GC) e codas. A distribuição segmental dos róticos foi contextualizada sob a ótica estruturalista de Trubetzkoy (1949), a partir da qual foram identificados dois fonemas róticos, o ‘r-forte’ e o ‘r-fraco’, que se opõem somente em posição intervocálica. Para as demais posições, tem-se o arquifonema /R/ resultante da neutralização...

As consoantes róticas no português brasileiro com notas sobre as róticas das variedades de Goiânia, Goiatuba e Uberlândia

Lima, Márcia Maria de Oliveira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
17.52%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2013.; Este trabalho tem por objetivo apresentar as realizações dos fonemas róticos do Português Brasileiro com base em um levantamento bibliográfico de trabalhos publicados sobre o tema. A esse panorama acrescentam-se notas sobre as realizações desses fonemas na fala de indivíduos das cidades de Goiânia/GO, Goiatuba/GO e Uberlândia/MG. Essas notas decorrem de uma análise preliminar de dados coletados em pesquisa de campo. A metodologia dessa pesquisa consistiu na coleta de dados por meio de gravações seguidas por transcrição fonética para a sistematização dos dados. Os resultados da análise corroboram a existência de dois fonemas róticos distintos, o r-forte e o r-fraco, em posição intervocálica. Por outro lado, nas demais posições, ataque, coda e grupo consonântico não há oposição entre esses fonemas, o que, segundo alguns autores, caracteriza uma neutralização da oposição e a ocorrência de arquifonemas. No panorama das róticas do Português Brasileiro, a realização mais frequente do r-fraco, assim como da rótica em grupo consonântico é o tepe. Quanto ao r-forte, está se generalizando a realização como fricativa velar ou glotal...

Português europeu e galego: estudo fonético e fonológico das consoantes em rima medial

Garcia González, Marcos
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
16.83%
Tese de mestrado em Linguística Portuguesa apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2008; Os diferentes segmentos que podem ocupar a periferia direita da sílaba em português parecem apresentar funcionamentos divergentes, devido à relação que podem ter quer com o núcleo homossilábico, quer com o ataque da sílaba seguinte. O objectivo desta dissertação centra-se na análise de diferentes propriedades fonéticas e fonológicas dos segmentos que podem ocupar o limite direito da sílaba, na variedade standard do português europeu, e num dialecto ocidental do galego. Com este fim, foram realizadas gravações de falantes nativos das duas variedades; analisaram-se acusticamente as propriedades dos segmentos referidos, contrastando-as com as análises fonológicas propostas na literatura. Em termos teóricos, realizou-se uma revisão bibliográfica de anteriores trabalhos sobre fonética e fonologia que lidassem com as sequências objecto de estudo nas diferentes variedades do português, em particular, e noutras línguas, em geral. Com base nos dados fonéticos obtidos, realizou-se uma análise fonológica para cada um dos sistemas com base no modelo da Teoria da Optimidade, observando as semelhanças e divergências entre eles. A análise proposta no presente trabalho explica...

A magnetic resonance imaging-based articulatory and acoustic study of “retroflex” and “bunched” American English ∕r∕

Zhou, Xinhui; Espy-Wilson, Carol Y.; Boyce, Suzanne; Tiede, Mark; Holland, Christy; Choe, Ann
Fonte: Acoustical Society of America Publicador: Acoustical Society of America
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/2008 EN
Relevância na Pesquisa
16.83%
Speakers of rhotic dialects of North American English show a range of different tongue configurations for ∕r∕. These variants produce acoustic profiles that are indistinguishable for the first three formants [Delattre, P., and Freeman, D. C., (1968). “A dialect study of American English r’s by x-ray motion picture,” Linguistics 44, 28–69; Westbury, J. R. et al. (1998), “Differences among speakers in lingual articulation for American English ∕r∕,” Speech Commun. 26, 203–206]. It is puzzling why this should be so, given the very different vocal tract configurations involved. In this paper, two subjects whose productions of “retroflex” ∕r∕ and “bunched” ∕r∕ show similar patterns of F1–F3 but very different spacing between F4 and F5 are contrasted. Using finite element analysis and area functions based on magnetic resonance images of the vocal tract for sustained productions, the results of computer vocal tract models are compared to actual speech recordings. In particular, formant-cavity affiliations are explored using formant sensitivity functions and vocal tract simple-tube models. The difference in F4∕F5 patterns between the subjects is confirmed for several additional subjects with retroflex and bunched vocal tract configurations. The results suggest that the F4∕F5 differences between the variants can be largely explained by differences in whether the long cavity behind the palatal constriction acts as a half- or a quarter-wavelength resonator.

Subglottal resonances of adult male and female native speakers of American English

Lulich, Steven M.; Morton, John R.; Arsikere, Harish; Sommers, Mitchell S.; Leung, Gary K. F.; Alwan, Abeer
Fonte: Acoustical Society of America Publicador: Acoustical Society of America
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /10/2012 EN
Relevância na Pesquisa
16.83%
This paper presents a large-scale study of subglottal resonances (SGRs) (the resonant frequencies of the tracheo-bronchial tree) and their relations to various acoustical and physiological characteristics of speakers. The paper presents data from a corpus of simultaneous microphone and accelerometer recordings of consonant-vowel-consonant (CVC) words embedded in a carrier phrase spoken by 25 male and 25 female native speakers of American English ranging in age from 18 to 24 yr. The corpus contains 17 500 utterances of 14 American English monophthongs, diphthongs, and the rhotic approximant [ɹ] in various CVC contexts. Only monophthongs are analyzed in this paper. Speaker height and age were also recorded. Findings include (1) normative data on the frequency distribution of SGRs for young adults, (2) the dependence of SGRs on height, (3) the lack of a correlation between SGRs and formants or the fundamental frequency, (4) a poor correlation of the first SGR with the second and third SGRs but a strong correlation between the second and third SGRs, and (5) a significant effect of vowel category on SGR frequencies, although this effect is smaller than the measurement standard deviations and therefore negligible for practical purposes.

Retroflex Versus Bunched in Treatment for Rhotic Misarticulation: Evidence From Ultrasound Biofeedback Intervention

Byun, Tara McAllister; Hitchcock, Elaine R.; Swartz, Michelle T.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 01/12/2014 EN
Relevância na Pesquisa
16.83%

As realizações de /R/ rm coda silábica na comunidade de Porto da Rua, litoral norte de Alagoas : análise lingüística e sociolinguística; The performances of /R/ in coda in the community of Porto da Rua, in the northern coast of Alagoas : linguistic analysis and sociolinguistics

Santos, Jeylla Salomé Barbosa dos
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.83%
In the light of the Theory of Variation and Change and Generative Phonology, in this study, aims to investigate the performance of a segment /R/ in the community of Porto da Rua (in the northern coast of Alagoas). The phonetic environment in which this realization occurs was determined, as well as the influence of extralinguistic factors analysed. The corpus for this research consisted of 48 informants among men and women born in the community. The categorization of data and statistical analysis were done using the package VARBRUL. Data were coded according to linguistic and social groups of factors (GF). The results indicated that the variant under study may be undergoing a process of linguistic change, since those responsible for spreading the informants are not in school and age over 50 years. Data collection was done through recordings with spontaneous narratives. The objective is thus to study the correlation between linguistic phenomena and stratified external variables (gender, age and education).; Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Alagoas; À luz da Teoria da Variação e Mudança e da Fonologia gerativa, pretendeu-se, neste estudo, investigar a realização de um segmento /R/ na comunidade de Porto da Rua (litoral norte de Alagoas). Determinamos o ambiente fonético em que essa realização ocorre e verificamos a influência de fatores extralinguísticos. O corpus para a pesquisa constituiu-se de dados de fala...

Aquisição das consoantes róticas no português brasileiro e no espanhol: um estudo comparativo

Oliveira, Carolina Cardoso
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
16.83%
Esta tese de doutorado descreve a aquisição das consoantes róticas do Português e do Espanhol, em todas as posições que estes segmentos podem ocupar em ambas as línguas, ou seja, o ‘r-forte’ em posição de onset simples (absoluto e medial) e o ‘r-fraco’ em posição de onset simples (medial), onset complexo e coda (medial e final). Os dados são de crianças monolíngües com desenvolvimento fonológico normal e idade entre 2:0 e 4:2 anos, pertencentes aos Bancos de Dados AQUIFONO e CHILDES. Considerando que a literatura ainda apresenta posicionamentos diferenciados quanto ao status fonológico dos segmentos róticos, o presente trabalho pretende discutir a aquisição dos ‘r’s enfocando as estratégias de reparo utilizadas pelas crianças, bem como observar as variáveis lingüísticas e a variável extralingüística que influenciam na aquisição. Para realizar a análise dos dados fez-se uso da Teoria da Sílaba e do Acento. Os dados utilizados foram submetidos à análise estatística pelo conjunto de programas que fazem parte do Pacote VARBRUL.; This Doctoral Dissertation describes the L1 acquisition of rhotic consonants in Portuguese and Spanish, in all syllable positions that may be occupied by these segments in both languages...

Aquisição fonológica atípica do português brasileiro: evidências sobre complexidade dos sistemas fonológicos de crianças com desvio fonológico

Henrich, Vanessa
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
16.83%
Este trabalho pretendeu verificar com uma amostra de 111 inventários fonológicos de crianças com desvio fonológico se todas as hipóteses do Modelo Implicacional de Complexidade de Traços – MICT (MOTA, 1996) se confirmam, como se espera. Trata-se de um estudo quantitativo do tipo transversal descritivo, no qual os dados foram analisados estatisticamente pelo programa Statistical Package for Social Sciences (SPSS). O estudo diz respeito especificamente à aquisição de consoantes, no primeiro momento verificou-se o status dos segmentos em cada um dos inventários fonológicos, no sentido de estarem adquiridos, em aquisição ou ausentes. Feito isso, estabeleceu-se uma comparação com os resultados desta amostra com os resultados da amostra de Mota (1996). Verificou-se, de modo geral que as expectativas do MICT foram confirmadas, com exceção da ordem de aquisição das consoantes róticas. A vibrante, realizada como fricativa, isto é, [x], emerge mais precocemente do que o tepe, diferente do que estava previsto no MICT. No entanto, foi observado que as crianças que ainda estão adquirindo a vibrante, muitas vezes a substituem por uma líquida ou glide, sugerindo que embora seja pronunciada como fricativa, figura como alofone da vibrante. Outras ocorrências divergentes encontradas constituem apenas variações esperadas.; This research has a sample of 111 phonological inventories of children with phonological deviation. It intended to verify if all hypothesis of Modelo Implicacional de Complexidade de Traços – MICT (MOTA...

A semivocalização das líquidas na fala de crianças com desvio fonológico evolutivo

Ramos, Ananda
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
18.45%
Este trabalho tem como principal objetivo explicar o processo da semivocalização das líquidas na fala de crianças com desvio fonológico evolutivo. A amostra deste estudo é constituída por dados de 63 crianças oriundos do Banco de Dados VALDEF, o qual integra dados de fala de crianças com desvio fonológico evolutivo com idade entre 5 e 10 anos. Submetidos os dados ao programa estatístico Goldvarb-X, os resultados sugerem que o tipo de líquida, o sexo, o grau de severidade e os contextos seguinte e precedente têm papel na semivocalização das líquidas. A explicação para as substituições de líquidas por glides foi guiada pelas propostas de Bisol (1994; 2010) e Walsh (1995), que atribuem às líquidas características vocálicas. Agregada a estas propostas, o presente estudo configura as líquidas como segmentos complexos, por apresentarem em sua constituição interna um nó vocálico, a que está associado o nó de ponto de articulação secundário, entendendo-se esse como o nó que domina o traço flutuante . A partir dessa interpretação explicam-se as substituições de líquidas por glides no processo de aquisição linguagem por criança com desvio fonológico evolutivo.; This paper´s main objective is to explain the semivocalization process of the rhotic consonants in the speech of children with developmental phonological disorders. The sample used in this analysis is composed by 63 children from the VALDEF Data Base...

Influências interlinguísticas na fala e na escrita de crianças bilíngues falantes do português e do Hunsrückisch: consoantes oclusivas, fricativas e róticas

Martins, Rosemari Lorenz
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
17.52%
Esta tese tem como tema central as influências interlinguísticas que envolvem consoantes oclusivas, fricaticas e róticas do português brasileiro (PB) na fala e na escrita de crianças bilíngues, falantes do Hunsrückisch (HR) e do PB, em fase de aquisição da escrita, das zonas rural e urbana da cidade de Morro Reuter/RS. Desse tema decorreram duas questões de pesquisa: (i) em que medida a criança em fase de aquisição da escrita apoia-se em sua própria fala ao escrever? (ii) o bilinguismo é a única causa para as trocas ortográficas verificadas entre crianças bilíngues? Para contribuir com a discussão relativa a essas questões, estabeleceu-se como objetivo geral investigar as trocas relativas às consoantes oclusivas, fricativas e róticas na fala e na escrita de crianças bilíngues a partir dos processos de a)sonorização, b)dessonorização, c)neutralização e d)potencialização. Pretendeu-se, também, identificar o papel de contextos linguísticos e a influência do tempo de escolaridade, do sexo e da zona de moradia dos informantes (rural e urbana) em cada um dos processos. Para tanto, investigou-se a fala e a escrita de 36 crianças bilíngues, do 1º, 2º e 3º anos do Ensino Fundamental da cidade de Morro Reuter/RS...

On the status of the feature rhotic in some languages of the north-west of Australia

McGregor, William
Fonte: University of New England, Department of Linguistics Publicador: University of New England, Department of Linguistics
Tipo: Parte de Livro Formato: 22 pages
Relevância na Pesquisa
16.83%

Produção oral e escrita dos róticos em Arroio do Padre (RS): avaliando a relação português/pomerano com base na fonologia gestual; Oral and written production of róticos in Arroio do Padre (RS): evaluating the relationship Portuguese / Pomeranian based on gestural phonology

Silva, Felipe Bilharva da
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Centro de Letras e Comunicação; Programa de Pós-Graduação em Letras; UFPel; Brasil Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Centro de Letras e Comunicação; Programa de Pós-Graduação em Letras; UFPel; Brasil
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
16.83%
From the nineteenth century on, Rio Grande do Sul was one of the Brazilian states where immigrants from Europe and Asia arrived, looking for work and a home in the South-American nation. The landing of these foreign folk led to the creation of numerous linguistic and cultural islands in Brazil, where it is possible to observe a multilingual environment that has passed from one generation to the next. Based on the bilingualism still existing in those colonized areas, this paper aims at investigating the influence of Pomeranian – an immigration language spoken in the ancient European region of Pomerania – on the perception and speech and writing production of rhotics during the acquisition stage of the written language. Students in 2nd, 3rd, 4th and 6th grade were interviewed; thirteen bilingual students from Arroio do Padre – BA group –, eighteen monolingual students from Arroio do Padre – MA group –, and thirty seven students from Pelotas – MP control group – amounting to 68 subjects. Data on speaking, writing and perception were collected in order to analyze potential mutual influences between them. For the collection of speech data, the children had to create a story based on the nonverbal book Can’t catch me! (FOREMAN...

Aboriginal linguistics 1 (preliminary pages)

Evans, Nicholas; Johnson, Steve
Fonte: University of New England, Department of Linguistics Publicador: University of New England, Department of Linguistics
Tipo: Livro Formato: 4 pages
Relevância na Pesquisa
16.83%
CONTENTS: Redefining Pama-Nyungan: towards the prehistory of Australian languages / Barry J. Blake, page 1. Arguments for Pama-Nyungan as a genetic subgroup, with particular reference to initial laminalization / Nicholas Evans, page 91. Men's and women's dialects / Jean F. Kirton, page 111. Yanyuwa: 'Men speak one way, women speak another' / John Bradley, page 126. Nasal Cluster Dissimilation and constraints on phonological variables in Gurindji and related languages / Patrick McConvell, page 135. On the status of the feature rhotic in some languages of the north-west of Australia / William McGregor, page 166. Formalizing Yir-Yoront lenition / Barry Alpher, page 188. The status of classifiers in Kugu Nganhcara nominals / Steve Johnson, page 198. Review: Francesca Merlan: Ngalakan grammar, texts and vocabulary / Nicholas Evans, page 204.

Aquisição dos roticos em crianças com queixa fonoaudiologica; The acquisition of rhotic sounds in children with so called deviant phonological systems

Luciana Lessa Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.88%
O objetivo deste estudo foi investigar o processo de aquisição dos róticos por crianças com queixa fonoaudiológica relacionada ao sistema fônico. Foram coletados dados de fala de dois sujeitos com dificuldades de pronúncia de sons róticos. O quadro de referência teórico adotado na análise foi a Fonologia Gestual (Fonologia Articulatória 'FAR ' proposta por Browman e Goldstein, 1992, na versão denominada Fonologia Acústico-Articulatória ' FAAR ' proposta por Albano, 2001). Os resultados permitiram observar a presença de contrastes fônicos nas produções de fala dos sujeitos que, por meio de análise de outiva, foram classificadas como: (a) omissão do tap [R]; e (b) substituição tanto do tap [R] quanto da aproximante retroflexa [?] pela semivogal [j]. Esse achado permitiu confirmar a existência de contrastes fônicos encobertos durante o processo de aquisição do sistema fônico, ou seja, contrastes já em andamento na fala dos sujeitos que ainda não são perceptíveis para o ouvinte. Esses resultados trouxeram, portanto, importantes contribuições para a área de pesquisa sobre Aquisição Fonológica e, conseqüentemente, para a prática clínica relativa a crianças com queixa fonoaudiológica relacionada ao sistema fônico. Tais contribuições foram possíveis devido à metodologia e análise dos dados baseados em princípios da FAAR...

A resistencia de traços do dialeto caipira : estudo com base em atlas linguisticos regionais brasileiros; The resistance of features of brazilian caipira dialect : study based on brazilian regional linguistic atlases

Vandersi Sant'Ana Castro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
16.83%
O dialeto caipira, descrito por Amadeu Amaral em 1920, era falado na antiga província de São Paulo até por volta do final do século XIX. Conforme Amaral, o dialeto, que teve grande vigor, vai perdendo terreno a partir das últimas décadas do século XIX, em conseqüência das profundas alterações que se verificam no meio social, estando “condenado a desaparecer em prazo mais ou menos breve” (Amaral 1920 / 1982: 42). A previsão de Amaral, todavia, não parece ter se concretizado. Em 1974, Rodrigues (1974) atesta a vitalidade do dialeto na região de Piracicaba. Retomando essa linha de investigação, nosso estudo procura verificar a presença de traços fonéticos e lexicais do dialeto caipira em Minas Gerais e no Paraná, com base nos dados do Esboço de um atlas lingüístico de Minas Gerais (Ribeiro et alii 1977) e do Atlas lingüístico do Paraná (Aguilera 1994). As duas áreas são relevantes para essa investigação pela sua proximidade geográfica com São Paulo e pelas relações históricas que envolvem os paulistas no processo de povoamento desses dois Estados vizinhos. Quanto ao nível fonético, nosso estudo se concentrou em cinco variantes: o “r caipira” ou retroflexo em final de sílaba e em posição intervocálica; o rotacismo da lateral em final de sílaba e em encontro consonantal; o apagamento do /r/ em final de palavra; a iotização da lateral palatal; a redução da proparoxítona. Quanto ao nível lexical...

Development of [ɹ] in young, Midwestern, American children

McGowan, Richard S.; Nittrouer, Susan; Manning, Carol J.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /02/2004 EN
Relevância na Pesquisa
16.83%
Beginning at the age of about 14 months, eight children who lived in a rhotic dialect region of the United States were recorded approximately every 2 months interacting with their parents. All were recorded until at least the age of 26 months, and some until the age of 31 months. Acoustic analyses of speech samples indicated that these young children acquired [ɹ] production ability at different ages for [ɹ]'s in different syllable positions. The children, as a group, had started to produce postvocalic and syllabic [ɹ] in an adult-like manner by the end of the recording sessions, but were not yet showing evidence of having acquired prevocalic [ɹ]. Articulatory limitations of young children are posited as a cause for the difference in development of [ɹ] according to syllable position. Specifically, it is speculated that adult-like prevocalic [ɹ] production requires two lingual constrictions: one in the mouth, and the other in the pharynx, while postvocalic and syllabic [ɹ] requires only one oral constriction. Two lingual constrictions could be difficult for young children to produce.

Levantamento das omissões ortográficas na escrita infantil

Cruz, Regina Célia Fernandes; Universidade Federal do Pará
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Artigo de convidado" Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
16.83%
RESUMO: Este trabalho tem como objeto de estudo as omissões ortográficas recorrentes na escrita infantil. Como suporte teórico para esta pesquisa, utilizou-se o trabalho de Chacon (2010) e Amaral et al. (2011), pioneiros na aplicação da metodologia aqui adotada. Os dados analisados – 6.840 – foram coletados em uma escola pública da periferia de Belém (PA). Para a obtenção dos dados, foi solicitado aos 93 sujeitos desta pesquisa, todos alunos dos 3º e 4º ano do Ensino Fundamental, que escrevessem nomes de frutas ou de animais durante um bingo simulado. O corpus obtido compreende a produção escrita de 63 vocábulos, sendo 41 nomes de frutas e 22 de animais. Esses vocábulos-alvo possuem sílabas com os tipos de coda previstos no sistema português, a saber, preenchida por: a) rótico /R/; b) por lateral /l/; c) por nasal /N/; d) por soante /S/; assim como por e) ausência total de fonema na coda (vazia). Constatou-se um percentual de 59% de omissões ortográficas em relação à escrita canônica. Considerando apenas as omissões ortográficas, 87% ocorrem justamente nas sílabas com coda preenchida, das quais se registrou uma grande concentração de omissões nas sílabas com coda preenchida por /N/ (57%), o que demonstra um alto grau de dificuldade das crianças em relação às regras ortográficas. PALAVRAS-CHAVE: aquisição da escrita; escrita infantil; Língua Portuguesa. ABSTRACT: This work deals with omissions on written productions of children who are in elementary school...