Página 1 dos resultados de 3944 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

"Investigações sobre o controle neuromotor do músculo reto do abdome" ; INVESTIGATIONS ABOUT THE NEUROMOTOR CONTROL OF THE RECTUS ABDOMINIS MUSCLE

Marchetti, Paulo Henrique
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.02%
O músculo reto do abdome é um importante músculo da parede abdominal, responsável pela estabilização e função da coluna, tanto em atividades atléticas quanto em atividades cotidianas. Entretanto, pouco se conhece sobre o controle neuromotor de tal estrutura em atividades voluntárias, como os exercícios abdominais, e como as diferentes tarefas agem na ativação segmentada das porções musculares do músculo reto do abdome. Em geral, a presente dissertação teve como objetivo investigar o controle neuromotor do músculo reto do abdome em diferentes tarefas voluntárias através de quatro experimentos. O primeiro experimento teve como objetivo descrever as características morfológicas do músculo reto do abdome, em particular sua área de secção transversa, ao longo do comprimento longitudinal do músculo, utilizando as imagens do projeto homem visível (NLM). O segundo experimento objetivou o mapeamento dos pontos motores para cada porção muscular. O terceiro experimento investigou o controle neuromotor das diversas porções musculares em tarefas isométricas de baixa intensidade. E por fim, o quarto experimento investigou o comportamento das porções musculares em diferentes tarefas isométricas em condição de fadiga neuromuscular. Baseado nos experimentos apresentados neste estudo pode-se concluir que o músculo reto do abdome é uma estrutura extremamente complexa em sua arquitetura...

Avaliação de qualidade de vida dos pacientes submetidos à cirurgia de amputação abdominoperineal do reto com colostomia abdominal ou colostomia perineal

Oliveira, Janaina Zambon de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 88 f.
POR
Relevância na Pesquisa
35.99%
Pós-graduação em Pesquisa e Desenvolvimento (Biotecnologia Médica) - FMB; O aumento considerável de pessoas no mundo acometidas por câncer, associado ao prolongamento da vida, em decorrência das avançadas tecnologias utilizadas no tratamento, reforça a importância de se utilizar a qualidade de vida como uma medida importante dos tratamentos realizados. Para os pacientes com câncer de reto, com tumores muito próximos aos esfíncteres anais ou envolvendo essas estruturas, a amputação abdominoperineal do reto continua sendo o principal tratamento. Como alternativa à colostomia abdominal para pacientes selecionados, a colostomia perineal, segundo a técnica de Alcino Lázaro, tem sido empregada com resultados satisfatórios. No entanto, esses pacientes terão que realizar a auto irrigação para o resto da vida, garantindo a continência intestinal. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar as complicações cirúrgicas e a qualidade de vida dos pacientes submetidos à amputação abdominoperineal do reto com colostomia abdominal, ou com colostomia perineal que se auto irrigam, seguindo um novo método de irrigação e avaliar a eficácia desse novo método. Foi realizado um estudo transversal, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital do Câncer de Barretos...

Analise eletromiografica dos musculos reto abdominal e obliquo externo, em crianças na faixa etaria de 08 a 10 anos

Antonio Carlos de Moraes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/05/1993 PT
Relevância na Pesquisa
35.92%
O objetivo deste trabalho foi estudar através da eletromiografia os músculos reto abdominal -porções supra e infra-umbilical; oblíquo externo - porções anterior e posterior, em crianças na faixa etária de 08 a 10 anos, praticantes de ginástica artística e ginástica rítmica desportiva em nível de treinamento e de aprendizado, durante a execução de exercícios abdominais na posição de decúbito dorsal, no solo e com prancha. As crianças foram divididas em dois grupos, sendo, Grupo I - 10 crianças treinadas, e Grupo II - 19 crianças de aprendizado. As integrantes do Grupo I treinam em média 5 vezes por semana e as do Grupo 11 treinam 2 vezes por semana. Os exercícios analisados foram: solo - elevação das pernas a 30 cm, 20 cm e 10 cm de altura com joelhos flexionados a 90 graus; flexão do tronco mantendo-se as pernas elevadas e joelhos flexionados; flexão do tronco com rotação homo e heterolateral do tronco com as pernas elevadas e joelhos flexionados. Prancha - flexão do tronco com joelhos flexionados a 90 graus sobre prancha inclinada 30 cm, 20 cm e 10 cm; flexão do tronco com rotação do tronco homo e heterolateral com joelhos flexionados em prancha inclinada 30 cm, 20 cm e 10 cm. Os resultados mostraram que a porção supra-umbilical do músculo reto abdominal apresentou potenciais de ação mais intensos que a porção infra-umbilical; os potenciais de ação mais intensos ocorreram na flexão do tronco e na flexão do tronco com rotação homo e heterolateral. A porção anterior do músculo oblíquo externo apresentou potenciais de ação mais intensos que a porção posterior; os potenciais de ação mais intensos ocorreram na flexão do tronco e na flexão do tronco com rotação heterolateral. Em ambos os músculos...

Anastemose mecanica e manual em reto extraperitoneal comparativo em cães

Flavio Antonio Quilici
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/1988 PT
Relevância na Pesquisa
35.96%
É objeto de controvérsia na literatura a escolha da técnica cirúrgica nas anastomoses baixas no reto extraperitoneal. O desenvolvimento da anastomose circular mecânica, por grampeamento, tem possibilitado estender-se a ressecção anterior aos segmentos retais mais baixos com preservação do mecanismo esfincteriano. O real valor desse procedimento, entretanto, e seu adequado posicionamento na metodologia cirúrgica, não estão ainda bem estabelecidos. Este estudo comparativo randomizado entre as anastomoses mecânica e manual no reto de cães abaixo da reflexão peritoneal permitiu a elaboração deste trabalho. Para isso, submeteram-se vinte animais à retocolectomia, efetuando-se a reconstrução do trânsito intestinal por dois métodos: em um grupo de dez caes, pela sutura mecânica, e, em outro, pela manual. As suturas foram avaliadas aos cinco e, aos quinze dias do pós-operatório, com especial atenção à concentração do, tecido colágeno na linha de sutura, além dos exames macro e microscopico e das complicações atribuíveis as anastomoses. A análise desse estudo permitiu concluir: (1) a avaliação macroscópica da cicatrização não revelou diferença significativa entre as duas anastomoses; (2) no quinto dia do pós-operatório...

Implicações oncológicas do número de linfonodos examinados em peças de excisão total do mesorreto de pacientes com câncer do reto tratados com radioquimioterapia neoadjuvante

Lobato, Luiz Felipe de Campos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
35.96%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós- Graduação em Ciências Médicas, 2013.; INTRODUÇÃO: Recomenda-se que no mínimo doze linfonodos sejam examinados em peças cirúrgicas de pacientes com adenocarcinoma colorretal submetidos à ressecção cirúrgica com intenção curativa. Tal recomendação tem como objetivo evitar o subestadiamento e garantir a adequabilidade da ressecção e do exame anátomo-patológico. No entanto, não é incomum o encontro de um número reduzido de linfonodos em peças de excisão total do mesorreto de pacientes inicialmente tratados com terapia neoadjuvante. OBJETIVO: Investigar o poder prognóstico do número de linfonodos examinados e da razão linfonodal metastática em pacientes com câncer de reto tratados com rádio-quimioterapia neoadjuvante seguida de excisão total do mesorreto. MÉTODOS: Um banco de dados de câncer colorretal de uma única instituição foi utilizado para identificar pacientes com câncer de reto estadiamento clínico II e III tratados com terapia neoadjuvante seguida de excisão total do mesorreto entre os anos de 1997-2007. Os pacientes foram classificados em dois grupos de acordo com o número de linfonodos identificados nas peças cirúrgica: ≥ 12 linfonodos vs. < 12 linfonodos. Os grupos foram comparados em relação aos dados demográficos...

Estudo de válvulas artificiais no cólon esquerdo após amputação abdominoperineal parcial do reto mais colostomia perineal, em cães

Siqueira,Sávio Lana; Lázaro-da-Silva,Alcino; Reis,Otávio Augusto Fonseca; Fantauzzi,Rodrigo Santana; Silva Jr.,Otávio de Melo; Sales,Paulo Guilherme de Oliveira
Fonte: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED Publicador: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
35.92%
RACIONAL: Ao longo do tempo, estudou-se a escolha da colostomia perineal como a forma de se evitar a colostomia abdominal após cirurgia de amputação abdominoperineal. A colostomia perineal associada a um mecanismo frenador das fezes vem sendo estudada há vários anos com resultados satisfatórios. OBJETIVO: Investigação, em cães, da valvuloplastia cólica aplicada à amputação abdominoperineal do reto mais colostomia perineal e a discussão dos resultados obtidos na avaliação clínica e histopatológica. MATERIAL E MÉTODOS: O modelo experimental desta pesquisa foi desenvolvido no cólon de cães. Foram operados 65 animais, dos quais 10 constituíram o grupo-piloto, 15 o grupo-controle e os 40 demais foram separados em três grupos. O grupo 1 para observação de 10 dias; o grupo 2 em pós-operatório de 20 dias; e o grupo 3 de 30 dias. Os cães foram submetidos a amputação abdominoperineal parcial do reto com colostomia perineal associada à seromiotomia circunferencial, extramucosa em cólon esquerdo (exceto nos dos grupos-controle). RESULTADOS: Através de acompanhamento e estudo post-mortem, foi possível verificar fezes sólidas a montante das válvulas, evidenciando-se o eficiente mecanismo frenador das mesmas. A análise histológica das válvulas mostrou neoproliferação conjuntiva com fibrose em toda a área seccionada da serosa e das camadas musculares...

Avaliação da dose no reto em pacientes submetidas a braquiterapia de alta taxa de dose para o tratamento do câncer do colo uterino

Oliveira,Jetro Pereira de; Rosa,Luiz Antonio Ribeiro da; Batista,Delano Valdivino Santos; Bardella,Lúcia Helena; Carvalho,Arnaldo Rangel
Fonte: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem Publicador: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi desenvolver um sistema dosimétrico termoluminescente capaz de avaliar as doses administradas ao reto de pacientes submetidas a braquiterapia de alta taxa de dose para o tratamento do câncer do colo uterino. MATERIAIS E MÉTODOS: O material termoluminescente utilizado para a avaliação da dose no reto foi o LiF:Mg,Ti,Na na forma de pó. O pó foi separado em pequenas porções de 34 mg, que foram acomodadas em um tubo capilar. Este tubo foi colocado em uma sonda retal, que era introduzida no reto da paciente. RESULTADOS: As doses administradas ao reto de seis pacientes submetidas a braquiterapia de alta taxa de dose para o tratamento do câncer do colo uterino foram avaliadas com dosímetros termoluminescentes e apresentaram boa concordância com os valores planejados, com base em duas radiografias ortogonais da paciente, imagens ântero-posterior e lateral. CONCLUSÃO: O sistema de dosimetria termoluminescente utilizado no presente trabalho é simples e de fácil utilização quando comparado a outros métodos de dosimetria do reto. Ele mostrou-se eficiente na avaliação da dose no reto de pacientes submetidas a braquiterapia de alta taxa de dose para o tratamento do câncer do colo uterino.

Câncer do reto médio: avaliação do procedimento cirúrgico

Silva,José Hyppólito da; Formiga,Galdino José Sitonio; Horta,Sergio Henrique Couto; Rossoni,Marssoni Deconto; Albino,Pedro Antônio
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/1999 PT
Relevância na Pesquisa
35.96%
A conduta no tratamento cirúrgico do câncer do reto médio é ainda controversa. Vários procedimentos cirúrgicos foram avaliados, retrospectivamente, em noventa doentes operados durante o período de fevereiro de 1990 a junho de 1997. Deste total, 43 (47,7%) doentes eram do sexo feminino e 47 (52,3%) do masculino. A idade variou entre 20 e 90 anos, com média de 60,2 anos. Os principais sintomas e sinais foram puxo e tenesmo, hematoquesia e emagrecimento. O tempo decorrido desde o início dos sintomas até o diagnóstico variou de dois a 24 meses, com média de 7,5 meses. A amputação abdômino-perineal do reto foi realizada em 17 doentes (18,8%) e a complicação mais freqüente foi a deiscência da ferida perineal, em 47% dos casos. Um doente (1,1 %) foi submetido a proctocolectomia total, evoluindo sem intercorrências. A operação de Hartmann foi feita em 26 doentes (28,8%), ocorrendo 7,6% de morbidade e 7,6% de mortalidade, em virtude de complicações clínicas. Em 26 doentes (28,8%), foi realizada ressecção anterior seguida de anastomose. Em dez (11,1%), foi realizada anastomose manual e não houve complicações. Nos outros 16 (17,7%) foi feita anastomose mecânica, havendo três deiscências e um óbito, relacionado a complicações clínicas. Em oito doentes (8...

Câncer do reto baixo: radioterapia pré-operatória, excisão total perirretal e acesso videolaparoscópico

Reis Neto,José Alfredo dos; Quilici,Flávio Antonio; Cordeiro,Fernando; Reis Júnior,José Alfredo dos; Kagohara,Odorino H.
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/1999 PT
Relevância na Pesquisa
35.92%
Foram estudados e analisados de forma prospectiva os resultados obtidos em 24 pacientes portadores de câncer do reto baixo (tumores situados entre a linha pectínea e os 4cm acima da mesma) operados por via laparoscópica. Somente foram avaliados pacientes portadores de adenocarcinoma, independentemente da idade, do sexo ou da raça do paciente. A observação macroscópica e anatômica dos espécimens extirpados por via laparoscópica permitiu concluir que é possível realizar-se uma excisão total do mesorreto (excisão total perirretal) com as mesmas definições descritas por Heald:l.2 a excisão total perirretal foi obtida em 91,3% dos pacientes operados por via laparoscópica. Em paciente algum registrou-se a ruptura da massa tumoral ou contaminação celular pélvica intra-operatória. A extensão de ressecção linfonodal foi similar à obtida por via laparotômica, com uma média de 12 linfonodos dissecados por espécimen, com um grau de positividade no tecido perirretal de 33,3 % dos pacientes, proporção esta que chega a 72,7% se analisados os pacientes portadores de tumores Dukes C e a 100% para os tumores com baixo grau de diferenciação celular. A proporção de positividade (número de linfonodos com metástases em relação ao número de linfonodos extirpados) variou de um mínimo de 11...

Fechamento precoce das colostomias em pacientes com trauma do reto: um estudo prospectivo e casualizado

Carreiro,Paulo Roberto Lima; Silva,Alcino Lázaro da; Abrantes,Wilson Luiz
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2000 PT
Relevância na Pesquisa
35.92%
Foi feito um estudo prospectivo e casualizado de 35 pacientes portadores de colostomias devido a lesões traumáticas do reto admitidos no Hospital Jõao XXIIII no período de novembro de 1994 a junho de 1997. O objetivo foi avaliar os resultados do fechamento precoce das colostomias nestes pacientes. Após o atendimento inicial, os pacientes foram sorteados de acordo com o número do registro de admissão em dois grupos: os do grupo 1 (N = 14) foram submetidos ao fechamento precoce da colostomia programado para o 10º dia pós-operatório do tratamento da(s) lesão(ões) e os do grupo 2 (N = 21) submetidos ao fechamento tardio da colostomia, programado para oito semanas após a operação inicial. Nos dois grupos, o restabelecimento do trânsito intestinal somente foi realizado após o fechamento da lesão retal confirmado por um estudo radiológico contrastado. Houve um predomínio de pacientes jovens, do sexo masculino e vítimas de traumatismo penetrante. Todos eram portadores de uma colostomia em alça. A taxa global de complicações após o fechamento das colostomias foi de 25,7%, com a infecção de ferida operatória sendo a complicação mais freqüente (17,1%). No grupo 1, as complicações ocorreram em 35,7% dos casos e...

Valor do enema de bário com duplo contraste no diagnóstico da endometriose do reto e sigmóide

Ribeiro,Helizabet Salomão Abdalla Ayroza; Ribeiro,Paulo Augusto Ayroza Galvão; Rodrigues,Francisco César; Donadio,Nilson; Auge,Antônio Pedro Flores; Aoki,Tsutomu
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
35.92%
OBJETIVO: avaliar a sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e valor preditivo negativo do enema de bário com duplo contraste (EBDC) para o diagnóstico da endometriose do reto e sigmóide. MÉTODOS: estudo transversal prospectivo que incluiu 37 pacientes com quadro clínico suspeito de endometriose profunda. As pacientes foram submetidas ao EBDC de acordo com a técnica padrão descrita na literatura. Em seguida, foram submetidas à laparoscopia. Os exames foram realizados e seus resultados e imagens foram interpretados e comparados com base na avaliação histológica. A análise estatística foi realizada pela análise de associação (teste do χ2) e análise de concordância (teste de Kappa). RESULTADOS: a média de idade das pacientes estudadas foi de 35,8±4,4 anos (faixa de 28 a 48 anos), sendo 85,6% brancas e 14,4% negras. A endometriose profunda foi confirmada por laparoscopia e pelo exame histológico em todas as pacientes estudadas. A endometriose intestinal foi confirmada histologicamente em 27 mulheres (72,9%). O EBDC demonstrou sinais radiológicos sugestivos de infiltração intestinal por endometriose em 24 mulheres (64,9%) e ausência de sinais em 13 mulheres (35,1%). A sensibilidade do método foi de 87...

Expressão proteica do gene HOXA10 e dos receptores de estrogênio e progesterona no epitélio, estroma e tecido muscular liso perilesional de endometriose do reto-sigmoide

Zanatta,Alysson; Serafini,Paulo César
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
35.92%
INTRODUÇÃO: A patogênese da endometriose profunda (EPF) é incerta. O fator de transcrição homeobox A10 (HOXA10) regula a conferência de identidade tecidual de útero ao ducto paramesonéfrico indiferenciado. HOXA10 é expresso em endometriose ovariana, peritoneal, pulmonar e reto-vaginal, relacionando-o à patogênese da endometriose. Estradiol e progesterona ativam a transcrição do gene HOXA10. Nesse estudo, avaliamos a expressão proteica de HOXA10, das isoformas α (ER-α) e β (ER-β) dos receptores de estrogênio, e do receptor de progesterona AB (PR-AB) e sua isoforma B (PR-B) na lesão (LES) e no tecido muscular liso perilesional (TMLP) de endometriose de reto-sigmoide (ERS), durante as fases proliferativa e secretora do ciclo. MÉTODOS: Amostras de LES e TMLP de ERS de 18 pacientes (9 operadas em cada fase) foram agrupadas em blocos de microarranjos de tecidos (tissue microarray). Após preparação imunoistoquímica, avaliamos as amostras por microscopia ótica (MO) e por um software específico, a análise morfométrica (AM). RESULTADOS: HOXA10 foi expresso no estroma de LES de ERS durante a fase secretora. ER-α e ER-β foram expressos em glândulas e estroma de LES e TMLP de ERS durante ambas as fases do ciclo. PR-AB e PR-B foram expressos em glândulas e estroma de LES de ERS durante ambas as fases do ciclo. A expressão de HOXA10 correlacionou-se diretamente com PR-AB e PR-B na ERS. Não houve correlação entre ER-α e ER-β com HOXA10...

Tumor carcinóide de reto

Mangueira,Patrícia Alves; Fernandes,Gabriella Oliveira; Primo,Carlúcio Cristino; França,Marco Aurélio Viana; Maia,Hilton Pereira; Costa,José Hermes Gomes
Fonte: Cidade Editora Científica Ltda Publicador: Cidade Editora Científica Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
35.96%
OBJETIVO: estudar o tratamento e a evolução de 7 casos de tumor carcinóide de reto. PACIENTES E MÉTODO: análise retrospectiva do prontuário de 7 pacientes atendidos no Hospital Geral de Goiânia e Instituto de Coloproctologia de Goiânia. RESULTADOS: 7 casos de tumor carcinóide de reto foram diagnosticados incidentalmente durante colonoscopias realizadas por indicações diversas. Em todos os casos foram realizadas polipectomias endoscópicas. Análises histológicas e imunohistoquímicas evidenciaram tumor carcinóide em todos os casos. Realizada retossigmoidectomia anterior em dois casos, devido a comprometimento da camada muscular da mucosa e excisão local transanal em um caso, devido a evidência de neoplasia atípica. O seguimento médio foi de 28 meses com evolução satisfatória em todos os casos. CONCLUSÃO: Os 7 pacientes com tumor carcinóide de reto estudados foram inicialmente tratados com ressecção endoscópica, tendo evolução satisfatória e mantendo-se livres de doença no período de seguimento.

A exenteração pélvica para o câncer de reto: avaliação dos fatores prognósticos de sobrevida em 27 pacientes operados

Costa,Sergio Renato Pais; Teixeira,Alexandre Chartuni Pereira; Lupinacci,Renato Arioni
Fonte: Cidade Editora Científica Ltda Publicador: Cidade Editora Científica Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
35.96%
OBJETIVO: Identificar os fatores prognósticos de sobrevida dos pacientes submetidos à exenteração pélvica no tratamento curativo do câncer de reto (no Estádio T4 e na recidiva pélvica isolada). MÉTODOS: Os dados completos de 27 pacientes submetidos a esse tipo de operação por adenocarcinoma de reto entre Janeiro de 1996 a Junho de 2006 foram avaliados. Foram estudados diversos fatores prognósticos epidemiológicos, cirúrgicos e histológicos por meio de análise multivariada. RESULTADOS: A mortalidade pós-operatória foi de 7 % (n=2) enquanto a morbidade global foi de 55 % (n=15). A média de sobrevida global foi de 38 meses. A sobrevida global foi maior nos tumores T4 do que nas recidivas pélvicas (47 X 26 meses). Somente o comprometimento linfonodal (N+) foi fator prognóstico negativo na análise multivariada. CONCLUSÃO: A exenteração pélvica para o tratamento do câncer de reto apresenta alta morbidade e considerável mortalidade. Deve ser indicada nos tumores T4, principalmente quando não há disseminação linfonodal.

Fatores prognósticos e sobrevida no adenocarcinoma primário de reto

Müssnich,Heloisa Guedes; Moreira,Luis Fernando; Gus,Pedro; Pimentel,Marcelo; Simon,Tatiana; Santos,Marcelo Bellon Dos
Fonte: Cidade Editora Científica Ltda Publicador: Cidade Editora Científica Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
35.92%
OBJETIVO: Avaliar a sobrevida e fatores clínico-patológicos relacionados ao adenocarcinoma de reto. METODOLOGIA: Foram revisados 112 prontuários de pacientes com adenocarcinoma de reto quanto a: idade, sexo, antígeno carcino-embriônico, curabilidade da cirurgia, seguimento, recidiva, sobrevida e histopatologia do tumor. Para análise da sobrevida, utilizou-se o método de Kaplan-Meyer. Nas análises bivariada e estratificada, P <0,05 foi significativo. No modelo multivariado, utilizou-se um IC de 90%. RESULTADOS: O seguimento mediano foi de 35,27 meses (14,5 - 57,63). A sobrevida em 5 anos foi de 51%. Sessenta e quatro pacientes (57%) apresentaram recidiva; 45 (40%) faleceram da neoplasia; 68% dos tumores estendiam-se até os tecidos perirretais; e 67 pacientes tinham linfonodos positivos (30% em cada, N1 e N2). Quatorze pacientes eram estágio D; 55, C1 e C2; 15, B2; e 28, B1 e A. O risco de óbito aumentou entre os casos com: estágios avançados, tumores mais invasivos e menos diferenciados, envolvimento linfonodal (N2>N1) e recidiva. A classificação de Dukes e a diferenciação tumoral foram fatores prognósticos independentes, bem como a penetração do tumor na parede retal e o comprometimento linfonodal, quando excluída a classificação histopatológica. CONCLUSÃO: Além da diferenciação tumoral...

Tratamento cirúrgico do câncer da porção distal do têrço inferior do reto pela ressecção anterior ultrabaixa e interesfinctérica com anastomose coloanal por videolaparoscopia

Ramos,José Reinan; Mesquita,Ronaldo Machado; Valory,Eduardo A.; Santos,Felipe
Fonte: Cidade Editora Científica Ltda Publicador: Cidade Editora Científica Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
35.96%
OBJETIVO: Identificar as complicações pós-operatórias, a duração da internação hospitalar, os resultados funcionais clínicos, e os resultados oncológicos num seguimento médio de 2,5 anos nos pacientes com câncer do reto distal submetidosà ressecção anterior ultrabaixa e interesfinctérica com anastomose coloanal por videolaparoscopia. CASUÍSTICA E MÉTODOS: De um total de 491 pacientes operados pelo acesso videolaparoscópico, foram selecionados para esse estudo prospectivo 13 doentes , nove do sexo feminino,com câncer da porção distal do reto inferior entre os 172 pacientes com câncer do reto.Nenhum tumor T4 ou com resposta completa à quimiorradioterapia foi selecionado. A quimiorradioterapia neo-adjuvante foi aplicada em 8 doentes. RESULTADOS: A taxa de complicaçãos pós-operatória foi de 23,1%., sendo de 7,7% o índice de fístula anastomótica. A mortalide foi nula. A alta hospitalar ocorreu até o 7° dia de pós-operatório para 8 pacientes (61,5%), 4 dos quais no quinto dia.. O número médio de linfonodos por peça foi 13. A margem distal média foi de 1,5 cm. A margem circunferencial foi positiva em um caso (7,7%). Evacuação fracionada foi relatada por 11 pacientes (91%) e incontinência fecal por 5 pacientes (41%). Onze pacientes (84%) estão satisfeitos com a operação. Um paciente continua ileostomizado (7...

Manometria Anorretal no Divertículo de Reto

Martinez,Carlos Augusto Real; Palma,Rogério Tadeu; Crepaldi Filho,René; Rezende Júnior,Hermínio Cabral de; Nonose,Ronaldo; Margarido,Nelson Fontana
Fonte: Cidade Editora Científica Ltda Publicador: Cidade Editora Científica Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
Divertículo localizado no reto é um achado excepcional, estimando-se que existam pouco mais de 50 casos publicados. A doença apresenta aspectos controversos, quanto a ser de origem congênita ou adquirida. Recentemente, distúrbios defecação vêm sendo relacionado à maior possibilidade do desenvolvimento da doença. Contudo, até a presente data, as alterações manométricas em portadores de divertículo do reto ainda não foram estudadas. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo é demonstrar os resultados de estudo eletromanométrico anorretal, realizado em dois doentes portadores divertículo do reto. CASUÍSTICA E MÉTODO: Um homem e uma mulher, com 56 e 58 anos, respectivamente, foram submetidos à colonoscopia, enema opaco, ultrassonografia endorretal e ressonância magnética da pelve, para confirmação e documentação diagnóstica de divertículo localizado no reto. Os enfermos foram submetidos à eletromanometria anorretal com cateter de oito canais sob perfusão de água a 0,3 ml/min/canal, através de sistema de infusão capilar pneumático e hidráulico. RESULTADOS: O resultado dos exames em ambos os doentes mostrou perfil pressórico esfincteriano normal, tanto em repouso, como em contração voluntária máxima...

Carcinoma espinocelular de reto: relato de caso

Lopes,Juliana Magalhães; Salem,Juliana Barreto; Balsamo,Flávia; Sobral,Hernán Augusto Centurión; Sarmanho,Letícia; Formiga,Galdino José Sitonio
Fonte: Cidade Editora Científica Ltda Publicador: Cidade Editora Científica Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
35.96%
O Carcinoma Espinocelular de Reto é entidade extremamente rara e seu comportamento biológico permanece desconhecido. O tratamento pode variar entre radio e quimioterapia isoladamente ou complementar ao tratamento cirúrgico. Relatamos caso de carcinoma espinocelular de reto superior, tratado com radio e quimioterapia, com regressão total da lesão.

Tumores neuroendócrinos do cólon e reto: experiência do Instituto Nacional do Câncer no Brasil

Cesar,Daniel; Zanatto,Renato Morato; Silva,Marcus Vinícius Motta Valadão da; Golçalves,Rinaldo; Mello,Eduardo Linhares Riello de; Jesus,José Paulo de
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
35.99%
RACIONAL: Os tumores neuroendócrinos (TNEs) são raros e compreendem apenas 0,49% de todas as neoplasias malignas. A maioria acomete o trato gastrointestinal. OBJETIVO: Analisar os fatores demográficos, características clinicopatológicas, tratamento empregado, fatores prognósticos e resultados oncológicos relacionados aos TNEs colorretais. MÉTODOS: No período compreendido entre 1996 e 2010 foram tratados 174 pacientes. Destes, 34 localizavam-se no cólon e reto. Foram analisados fatores demográficos, estadiamento, os procedimentos terapêuticos aplicados e seus resultados. No seguimento todos os pacientes foram acompanhados acima de três anos com exames de imagem, dosagem de 5-HIIA urinário, cromogranina-A sérica e fosfatase ácida prostática. RESULTADOS: A média de idade no diagnóstico foi de 54,5 anos (22-76), com predominância do sexo feminino (64,7%). Dos 12 com TNEs de cólon, um (8,3%) foi classificado como estádio IA; um (8,3%) em IB; três (25%) em IIIB e sete (58,4%) em IV. Dos 22 pacientes com TNEs de reto, seis (27,3%) foram classificados como estádio IA; quatro (18,2%) em IB; três (13,6%) em IIIA; um (4,5%) em IIIB e oito (36,4%) em IV. Dos TNEs de reto, nove (41%) foram tratados com ressecção endoscópica...

Amputação do reto convencional x laparoscópica no tratamento do câncer do reto distal após quimioirradiação neoadjuvante: resultados de estudo prospectivo e randomizado; Conventional approach x laparoscopic abdominoperineal resection for rectal cancer treatment after neoadjuvant chemoradiation: results of a prospective randomized trial

Araujo, Sergio Eduardo Alonso; Sousa Jr, Afonso Henrique da Silva e; Campos, Fábio Guilherme Caserta Marysael de; Habr-Gama, Angelita; Dumarco, Rodrigo Blanco; Caravatto, Pedro Paulo de Paris; Nahas, Sergio Carlos; Silva, José Hyppólito da; Kiss, Desid
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 ENG
Relevância na Pesquisa
36.06%
OBJETIVO: Comparar os resultados de eficácia e segurança do emprego da operação de amputação do reto por via laparoscópica e por via convencional no tratamento cirúrgico de pacientes com câncer do reto distal que apresentaram resposta incompleta a quimioirradiação pré-operatória. MÉTODO: Vinte e oito pacientes com adenocarcinoma de reto distal foram randomizados para se submeter à amputação do reto por via laparoscópica ou à amputação do reto por via convencional. Treze pacientes submeteram-se à amputação do reto por via laparoscópica e 15 à amputação do reto por via convencional. RESULTADOS: Não houve diferença significativa (p; OBJECTIVE: The aims of this study were to evaluate the safety and efficacy of laparoscopic abdominoperineal resection compared to conventional approach for surgical treatment of patients with distal rectal cancer presenting with incomplete response after chemoradiation. METHOD: Twenty eight patients with distal rectal adenocarcinoma were randomized to undergo surgical treatment by laparoscopic abdominoperineal resection or conventional approach and evaluated prospectively. Thirteen underwent laparoscopic abdominoperineal resection and 15 conventional approach. RESULTS: There was no significant difference (p