Página 1 dos resultados de 1327 itens digitais encontrados em 0.134 segundos

Estudo de resistência da bactéria Escherichia Coli a antibióticos em infecções urinárias na população da Região Autónoma da Madeira

Oliveira, Maria João Chaves Pereira de
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 28/04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.01%
As infecções do tracto urinário (ITU) são doenças infecciosas comuns e distinguem-se em dois grandes grupos: o das infecções do tracto urinário superior e o das infecções do tracto urinário inferior. O principal agente etiológico envolvido nas ITU é a bactéria Escherichia coli (E. coli), representando 80-95% dos invasores do tracto urinário na população em geral. É mais comum entre os adultos do sexo feminino, principalmente com actividade sexual, embora as crianças, mulheres grávidas e idosos também apresentam grande susceptibilidade. Paralelamente, a problemática da resistência aos antimicrobianos é um tema actual e muito debatido internacionalmente. Como tal, o presente estudo teve como principal objectivo contribuir para a identificação fiável da bactéria E. coli em infecções urinárias bem como a determinação do seu perfil de resistência a antibióticos. Os dados apresentados referem-se a um estudo efectuado entre Outubro de 2008 e Junho de 2009 no Laboratório de Análises Clínicas Castro Fernandes – MMC. Foram analisadas 6522 amostras de urina, das quais 390 corresponderam a uroculturas positivas. Verificou-se que o sexo feminino tem uma maior propensão para infecções urinárias...

Pesquisa de genes de resistência a antimicrobianos em filés de tilápia comercializados no município de São Paulo-SP; Search for antimicrobial resistance genes in tilapia fillets commercialized in São Paulo city SP

Bordon, Vanessa Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86.13%
IIntrodução A utilização excessiva de antimicrobianos na medicina humana, veterinária e agricultura resultou no aparecimento da resistência bacteriana. Este fenômeno gera problemas de saúde pública que podem resultar na reemergência de doenças infecciosas. O uso de antibióticos, principalmente de forma profilática, tornou-se prática na aquicultura, como ocorre no Brasil, onde a regulamentação para o uso de medicamentos veterinários é ineficiente. Além disso, há evidências da transferência de organismos resistentes para humanos por meio do consumo de produtos de origem animal, quando, durante a fase de criação e produção destes foram administrados antibióticos. Objetivo Pesquisar a ocorrência de genes de resistência a antibióticos em filés de tilápia comercializados em supermercados do município de São Paulo SP. Material e Métodos Foram coletadas 10 amostras de filé de tilápia e realizada a pesquisa de coliformes termotolerantes como indicadores das condições higiênico-sanitárias do alimento. Em seguida, as amostras foram inoculadas em Caldo Lúria 0,5 por cento e o DNA total das bactérias cultivadas nesse meio foi extraído por meio de choque térmico para pesquisa de genes de resistência aos antibióticos -lactâmicos e tetraciclinas pela PCR. Os genes identificados pela PCR foram confirmados pelo sequenciamento. Resultados Em 100 por cento das amostras analisadas o resultado para coliformes termotolerantes foi < 3 NMP.g-1. Na pesquisa de genes de resistência a -lactâmicos...

Perfil de resistência a antibióticos em isolados de doentes oncológicos

Alexandre, Joana Isabel Ferreira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.08%
Cerca de 25 a 50% dos doentes internados são sujeitos a terapias antibióticas. O uso excessivo e durante longos períodos de tempo de antibióticos associado à toxicidade dos mesmos causam efeitos adversos muito significativos tais como emergência de microrganismos resistentes, aumento da morbilidade e mortalidade, aumento das infecções associadas e, também, aumento dos custos associados à prestação de cuidados de saúde. A resistência aos antibióticos em meio hospitalar é uma ameaça para a saúde pública e compromete o tratamento apropriado dos doentes infectados, especialmente em doentes oncológicos. Com o presente trabalho pretendeu-se identificar quais os microrganismos mais comuns envolvidos na infecção hospitalar e os seus perfis de resistência aos antibióticos. Os microrganismos foram recolhidas de doentes oncológicos do internamento do IPOCFG, E.P.E., durante o período de Setembro de 2009 a Fevereiro de 2010, E.coli foi o microrganismo mais isolado (16,0%), seguido por Staphylococcus coagulase negativa (13,4%), Pseudomonas aeruginosa (12,8%), Staphylococcus aureus (12,8%), Candida spp. (9,1%), Enterococcus faecalis (9,1%), Klebsiella pneumoniae (7,0%) e Proteus mirabilis (5,9%). A infecção foi mais prevalente em homens do que em mulheres e a média de idades da população em estudo foi 62...

Antibiotic resistance in Escherichia coli isolates from different sources; Resistência a antibióticos em isolados de Escherichia coli de diferentes fontes

Alves, Marta Salgueiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
96.14%
A descoberta e produção de antibióticos foi um grande avanço para a medicina na primeira metade do século passado. No entanto, as bactérias adaptaram-se rapidamente desenvolvendo mecanismos de resistência aos antibióticos cuja disseminação é facilitada pela transferência horizontal de genes. Hoje em dia a resistência a antibióticos constitui um problema de saúde pública sendo detectada não só a nível clínico, mas também em ambientes naturais, com particular destaque para os ambientes aquáticos. As ilhas das Berlengas são uma reserva natural. No entanto tem sido detectada poluição associada a contaminação fecal na água da praia. Estudos anteriores concluíram que a principal origem desta contaminação são as fezes de gaivotas existentes na ilha. O objectivo principal deste estudo foi analisar o perfil de resistência a antibióticos de isolados de Escherichia coli obtidos da água da praia da ilha das Berlengas, de fezes de gaivotas e do único efluente de águas residuais de origem humana existente na ilha. Com isto, pretende-se avaliar o risco para a saúde pública da contaminação fecal da água e confirmar a origem dessa poluição. Foi também objectivo deste trabalho identificar marcadores associados a resistência a antibióticos que contribuam para descriminar as fontes de poluição fecal. Neste sentido procedeu-se à classificação dos 414 isolados de E. coli das diferentes fontes de acordo com os principais grupos filogenéticos (A...

Detection of antibiotic resistant bacteria on hands and mobile phones; Deteção de bactérias resistentes a antibióticos nas mãos e telemóveis

Danen, Ana Petronella Vasconcelos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
86.07%
Mobile phones are daily used and in a frequent manner. There is no awareness in the general public of their potential to be a reservoir of specific bacteria. The use of touch screen mobile phones is exponentially growing and the hospital outbreaks with touch screens as contamination source is more frequently being registered. Touch screens are not perceived as a method of transmission of potentially pathogenic and antibiotic resistant bacteria, thus posing as a health risk due to being overlooked in terms of disinfection standards in healthcare settings. Bacteria are acquiring resistance to various antibiotics, possibly becoming multiresistant such as HA-MRSA. This poses a public health risk when faced with the possibility that these bacteria can adhere and remain on mobile phones over a great length of time. These devices may serve as vector of transmitting bacteria to their owners and third parties. This is even more preoccupying when individuals are healthcare professionals. This study aimed to identify and quantify the bacteria present on mobile phones and the hands of their users. The bacteria were submitted to antibiotic screening and MRSA were selected and genotypically characterized, and the SCCmec element typified. Bacillus spp. was detected in 7.5% of the individuals and in 28% of the mobile phones...

Diversidade microbiana, suscetibilidade a antibióticos e fatores de virulência em Enterococcus spp.

Santos, Verónica Soares, 1988-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
86.01%
Tese de mestrado. Biologia (Microbiologia Aplicada). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2012; Durante muitos anos os enterococos foram considerados inofensivos para o homem. No entanto, atualmente são considerados patogénicos emergentes, devido à sua elevada resistência a antibióticos e produção de fatores de virulência. No presente estudo, foi avaliada a presença e a diversidade de Enterococcus spp. em amostras recolhidas numa queijaria, num matadouro de suínos e num hipermercado. Utilizando metodologias fenotípicas e moleculares, um total de 149 isolados foi obtido, a partir de amostras de alimentos, de águas e de superfícies. De seguida, para a avaliação da diversidade microbiana da coleção em estudo, foi aplicada a técnica de PCR-fingerprinting. Os perfis obtidos foram analisados utilizando o software BioNumerics e a construção de dendrogramas permitiu a seleção de 71 isolados como representantes da coleção, 38 pertencentes à espécie E. faecalis, oito E. faecium, um E. durans e um E. casseliflavus, sendo que 23 permaneceram por identificar. Para estimar o potencial de patogenicidade dos isolados em estudo, estes foram avaliados quanto ao nível de suscetibilidade a agentes antimicrobianos (19 antibióticos) e presença de fatores de virulência (adesinas...

Diversidade filogenética e resistência a antibióticos em aeromonas spp. isoladas de suínos abatidos para consumo e de alheiras

Fontes, Maria da Conceição Medeiros de Castro
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
86.04%
Tese de Doutoramento em Ciências Veterinárias; Espécies do género Aeromonas são consideradas agentes etiológicos de várias doenças que afectam o Homem, sendo algumas consideradas microrganismos patogénicos emergentes de origem alimentar. Por outro lado o aparecimento de multiresistência, a alguns antibióticos utilizados na prática clínica, entre estirpes de Aeromonas, tem sido referido por vários autores. Este trabalho visa contribuir para o conhecimento da diversidade filogenética de Aeromonas em suínos abatidos para consumo e em alheiras, bem como determinar o perfil de resistência a diferentes classes de antibióticos e conhecer os determinantes genéticos associados à resistência aos antibióticos ß-lactâmicos. Desenvolveu-se ainda um método baseado no gene 16S rRNA para a detecção de Plesiomonas shigelloides, em amostras de carcaças de suínos e avaliou-se a eficácia de uma metodologia semelhante, já desenvolvida por outros autores, na detecção de Aeromonas spp. Na mesma matriz. De um modo geral registámos uma grande diversidade de Aeromonas spp., tendo sido detectadas as espécies A. hydrophila, A. bestiarum, A. salmonicida, A. caviae, A. media, A. veronii, A. allosaccharophila, A. simiae e A. aquariorum...

Proteomica aplicada ao estudo da resistencia a antibioticos em estirpes de Escherichia coli isoladas de animais selvagens

Pinto, Luís Carlos Rodrigues Carvalho
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.02%
Dissertação de Mestrado em Genética Molecular, Comparativa e Tecnológica; A resistência a antibióticos tem vindo a sofrer um aumento considerável nos últimos anos, constituindo-se como um problema crescente de saúde pública. Este facto surge associado a mecanismos genéticos, como a transferência horizontal de genes, que levam à detecção de estirpes bacterianas comensais e patogénicas em diferentes organismos de origem doméstica e selvagem. Este trabalho consistiu na análise proteómica de estirpes de Escherichia coli comensais multiresistentes isoladas de animais selvagens. Após a caracterização a nível monodimensional, por SDS-PAGE, de estirpes resistentes a antibióticos beta-lactâmicos, foi depois possível obter perfis proteicos bidimensionais (IEF x SDS-PAGE). Para a obtenção destes perfis, foi fundamental a aplicação e optimização de técnicas de extracção, solubilização, equilibração e limpeza de amostras. Como resultado, foi possível obter géis bidimensionais bem diferenciados que levaram à sequenciação de proteínas por espectrometria de massa (MALDI-TOF) que, correlacionando esses dados com as bases de dados bioinformáticas permitiu identificar e caracterizar as proteínas presentes. Da sequenciação dos polipéptidos resultou a identificação de proteínas relacionadas com serótipos de carácter patogénico e virulento de E. coli...

Caracterização fenotípica e genotípica da resistência a antibióticos em Enterococcus spp. isolados de tracto intestinal de coelhos (Oryctolagus cuniculus)

Coimbra, Antónia Maria Monteiro Paiva
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.18%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica; Os antibióticos utilizados em ambiente de produção animal, para além de serem empregues no tratamento de infecções bacterianas, são também utilizados como agentes profilácticos e como promotores de crescimento. O uso inapropriado em animais, de compostos com estruturas similares aos usados em humanos, muita das vezes contribui para um acréscimo das resistências bacterianas, tornando estas moléculas menos profícuas no tratamento de infecções animais e humanas. O aparecimento de estirpes bacterianas com múltipla resistência aos agentes antibacterianos em animais de produção, é preocupante, pela possível passagem dos microrganismos ou dos seus genes de resistência aos humanos através da cadeia alimentar. Em cunicultura, as doenças infecciosas são um factor limitante do potencial produtivo e consequentemente da rentabilidade de uma exploração. Os isolados bacterianos analisados no presente trabalho provieram de um estudo que pretendeu avaliar efeitos da inclusão de diferentes teores de manano-oligossacaridos (Bio-Mos®: MOS 1; MOS 1.5; MOS 2) na dieta de coelhos a partir do 32º dia, comparando os resultados com um controlo negativo (sem aditivos) e um controlo positivo (com um antibiótico promotor de crescimento: APC...

Resistência aos Antibióticos em Neisseria Gonorrhoeae - Passado, Presente e Futuro

Tavares, E; Fernandes, C; Borrego, MJ; Rodrigues, A; Cardoso, J
Fonte: Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
86.08%
Introdução: A resistência aos antibióticos em Neisseria gonorrhoeae tem-se revelado um importante problema de saúde pública mundial, estando a levantar grandes dificuldades em termos de opções terapêuticas em alguns países. Objectivo: Rever o panorama (nacional e internacional) da resistência aos antibióticos em Neisseria gonorrhoeae. Material e Métodos: Pesquisa de artigos em revistas nacionais e internacionais (estas últimas com indexação na Pubmed/Medline e redigidas em inglês). Utilizaram-se como palavras chave: “Neisseria gonorrhoeae antibiotic resistance”. Resultados: As cefalosporinas de terceira geração (ceftriaxone e cefixima), associadas ou não à azitromicina, substituíram as fluoroquinolonas como fármacos de primeira linha no tratamento da gonorreia. Os relatos de resistência às cefalosporinas são ainda relativamente escassos; contudo, o aumento da concentração inibitória mínima (CIM), traduzido pela diminuição da sensibilidade a esta classe de antibióticos, tem vindo a ser regularmente descrita. Por outro lado, a resistência à azitromicina foi relatada em vários países. Em Portugal, já foram reportados casos de Neisseria gonorrhoeae resistentes à azitromicina mas não às cefalosporinas. Porém...

Resistência aos Antibióticos em Neisseria Gonorrhoeae - Passado, Presente e Futuro

Tavares, E; Fernandes, C; Borrego, MJ; Rodrigues, A; Cardoso, J
Fonte: Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
86.08%
Introdução: A resistência aos antibióticos em Neisseria gonorrhoeae tem-se revelado um importante problema de saúde pública mundial, estando a levantar grandes dificuldades em termos de opções terapêuticas em alguns países. Objectivo: Rever o panorama (nacional e internacional) da resistência aos antibióticos em Neisseria gonorrhoeae. Material e Métodos: Pesquisa de artigos em revistas nacionais e internacionais (estas últimas com indexação na Pubmed/Medline e redigidas em inglês). Utilizaram-se como palavras chave: “Neisseria gonorrhoeae antibiotic resistance”. Resultados: As cefalosporinas de terceira geração (ceftriaxone e cefixima), associadas ou não à azitromicina, substituíram as fluoroquinolonas como fármacos de primeira linha no tratamento da gonorreia. Os relatos de resistência às cefalosporinas são ainda relativamente escassos; contudo, o aumento da concentração inibitória mínima (CIM), traduzido pela diminuição da sensibilidade a esta classe de antibióticos, tem vindo a ser regularmente descrita. Por outro lado, a resistência à azitromicina foi relatada em vários países. Em Portugal, já foram reportados casos de Neisseria gonorrhoeae resistentes à azitromicina mas não às cefalosporinas. Porém...

Coliformes fecais em águas de esgoto: I. Resistência a antibióticos, metais pesados e colicinogenia

Dias,José Cavalcante de Albuquerque Ribeiro; Vicente,Ana Carolina Paulo; Hofer,Ernesto
Fonte: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde Publicador: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1987 PT
Relevância na Pesquisa
85.84%
Análise bacteriológica de ordem qualitativa foi desenvolvida em duas estações de tratamento de esgoto da cidade do Rio de Janeiro no período de 1984 a 1985. A pesquisa considerou o isolamento e a identificação de 540 culturas de Escherichia coli, advindas de afluentes e efluentes. Estudou-se a resistência a oito antimicrobianos (sulfadiazina, estreptomicina, tetraciclina, cloranfenicol, canamicina, ampicilina, ácido nalidíxico e gentamicina) e a três metais pesados (sulfato de cobre, cloreto de mercúrio e sulfato de zinco), além da colicinogenia. Foi possivel a detecção de percentuais até 95 para culturas isoladas dos efluentes com marcadores genéticos, contrapondo-se com taxas ao redor de 70% para aquelas provindas dos afluentes.

Bacterias resistentes a antibióticos en aguas grises como agentes de riesgo sanitario

Nuñez,Lidia; Tornello,Carina; Puentes,Noel; Moretton,Juan
Fonte: Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas Publicador: Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 ES
Relevância na Pesquisa
86.09%
La eliminación y disposición final de las aguas residuales originadas por las actividades domésticas constituye un importante problema sanitario en áreas urbanas densamente pobladas. En muchas zonas del Gran Buenos Aires las aguas grises se eliminan en zanjas a cielo abierto cuyo riesgo potencial no ha sido adecuadamente cuantificado. El objetivo de este trabajo fue evaluar la prevalencia de bacterias resistentes y el perfil de resistencia a antibióticos, en muestras de aguas grises de canales localizados en la zona de Ingeniero Budge Provincia de Buenos Aires. Se determinó por el método de dilución en agar la prevalencia de bacterias heterotróficas, bacterias Gram-negativas resistentes a antibióticos betalactámicos y enterococos vancomicina resistentes en aguas grises. Se determinó el género y la especie y se estableció el perfil de resistencia frente a otros antibióticos. De todos los antibióticos ensayados, la mayor prevalencia de bacterias heterotróficas resistentes se detectó con la cefalotina (19%) y ampicilina (8%). Con respecto, a las bacterias Gram-negativas, la mayor prevalencia de resistencia está dada por los coliformes frente a ampicilina (34%) y cefalotina (17%). Se detectó un 38% de enterococos con bajo nivel de resistencia a vancomicina. Los aislamientos multirresistentes se identificaron como Escherichia coli...

Resistance to last-resort antibiotics in natural environments; Resistência a antibióticos de último recurso em ambientes naturais

Tacão, Marta Cristina Oliveira Martins
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
96.17%
Last-resort antibiotics are the final line of action for treating serious infections caused by multiresistant strains. Over the years the prevalence of resistant bacteria has been increasing. Natural environments are reservoirs of antibiotic resistance, highly influenced by human-driven activities. The importance of aquatic systems on the evolution of antibiotic resistance is highlighted from the assumption that clinically-relevant resistance genes have originated in strains ubiquitous in these environments. We hypothesize that: a) rivers are reservoirs and disseminators of antibiotic resistance; b) anthropogenic activities potentiate dissemination of resistance to last-resort antibiotics. Hence, the main goal of the work is to compare the last-resort antibiotics resistome, in polluted and unpolluted water. Rivers from the Vouga basin, exposed to different anthropogenic impacts, were sampled. Water quality parameters were determined to classify rivers as unpolluted or polluted. Two bacterial collections were established enclosing bacteria resistant to cefotaxime (3rd generation cephalosporin) and to imipenem (carbapenem). Each collection was characterized regarding: phylogenetic diversity, antibiotic susceptibility, resistance mechanisms and mobile genetic elements. The prevalence of cefotaxime- and imipenem-resistant bacteria was higher in polluted water. Results suggested an important role in the dissemination of antibiotic resistance for Enterobacteriaceae...

Phenotypical tests to detect antibiotic resistance genes; Testes fenotípicos para detetar genes de resistência a antibióticos

Rodrigues, Ana Catarina Mesquita Montes
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
96.04%
A disseminação da resistência a antibióticos é um grave problema de saúde pública que está a tomar proporções com efeitos difíceis de controlar. Nos últimos anos tem-se verificado que esta disseminação está associada com o fluxo de elementos genéticos móveis, como os integrões, os plasmídeos ou os transposões. Associados a estas estruturas, surgem frequentemente genes que codificam para beta-lactamases, cuja expressão confere resistência a antibióticos frequentemente usados na prática clínica. A causa desta disseminação ainda não é totalmente conhecida, contudo especula-se que possa estar associada ao uso de antibióticos, muitas vezes excessivo ou indevido. É um fenómeno atual, o facto de grande parte da população mundial estar envelhecida. Uma consequência óbvia deste facto, é o aumento de população envelhecida infetada com estirpes resistentes, o que dificulta a caracterização dos backgrounds genéticos existentes no hospital, visto este tipo de pacientes ter uma afluência ao hospital muito elevada. O recurso a testes fenotípicos, de resposta rápida e barata, em laboratórios hospitalares, torna-se cada vez mais necessário. Tendo por base a crescente necessidade de obtenção de resultados que levem a um tratamento mais direcionado...

Resistência a antibióticos em Enterococcus spp. e Escherichia coli de equinodermes: um problema ambiental e de saúde pública

Marinho, Catarina Andreia Moreira
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.12%
Dissertação de Mestrado em Genética Molecular Comparativa e Tecnológica; A resistência aos antibióticos representa um problema de saúde pública, que tem provocado uma crescente preocupação devido ao desenvolvimento e disseminação de múltiplas resistências a estes agentes. Este trabalho teve por objetivo avaliar o papel dos equinodermes do Arquipélago dos Açores (Arbacia lixula, Holothuria mammata, Holothuria sanctori, Sphaerechinus granularis, Paracentrotus lividus), como reservatórios de Enterococcus spp. e Escherichia coli resistentes a antibióticos. Estas bactérias podem atuar como reservatório de genes de resistência a antibióticos, que podem ser transmitidos para outras bactérias patogénicas e, assim, representar um problema à escala mundial. Os equinodermes são animais costeiros com um papel ecológico importante na cadeia alimentar das comunidades marinhas. Estes animais, além de representarem uma nova fonte de biomoléculas ativas, começam a ser alvo da pesca comercial, devido ao emergente consumo humano. A prevalência e os mecanismos implicados na resistência aos antibióticos foram avaliados em Enterococcus spp. e Escherichia coli isoladas de um total de 250 amostras fecais de equinodermes...

Patrones de resistencia a antibióticos de enterococos aislados de aguas estuarinas

Baldini,M.; Selzer,P.
Fonte: Revista argentina de microbiología Publicador: Revista argentina de microbiología
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 ES
Relevância na Pesquisa
86.06%
La llegada al ambiente de bacterias antibiótico-resistentes compromete su calidad higiénico sanitaria. Se analizó la prevalencia de diferentes especies de Enterococcus en aguas del estuario de Bahía Blanca y sus patrones de resistencia a los antibióticos. Se identificaron bioquímicamente 103 aislamientos . Para evaluar la resistencia a antibióticos se implementó la técnica de difusión en agar utilizando discos de vancomicina (Van 30 µg), gentamicina (GenH 120 µg), estreptomicina (StrH 300 µg), teicoplanina (T 30 µg), ampicilina (Am 10 µg) y ciprofloxacina (CIP 5 µg), según normas del Clinical and Laboratory Standards Institute. Se identificaron siete especies de Enterococcus; Enterococcus faecium y Enterococcus faecalis resultaron ser las más frecuentes. El 1,9% de los enterococos presentó resistencia de alto nivel a los aminoglucósidos y no hubo aislamientos con resistencia simultánea a StrH y GenH. El 12,6% de los aislamientos resultó resistente a CIP. No se detectaron resistencias a los glucopéptidos, ni a la Am. El 34% de los aislamientos fue sensible a todos los antibióticos probados. Tradicionalmente, la vigilancia de la dispersión de resistencias bacterianas se realiza con microorganismos de muestras clínicas. Los hallazgos de este trabajo constituyen un dato relevante para el control de cepas resistentes...

Resistencia bacteriana a antibióticos en el Hospital San Juan de Dios, 1995-1999

Boza-Cordero,Ricardo; Barrantes-Valverde,Edith
Fonte: Acta Médica Costarricense Publicador: Acta Médica Costarricense
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2001 ES
Relevância na Pesquisa
86.13%
Justificación: La resistencia a antibióticos por parte de bacterias patógenas es un grave problema mundial. Su control ha sido difícil pero deben hacerse todos los esfuerzos por realizarlo. Conocer la epidemiología en las diferentes regiones y países se constituye en parte importante de este control. Este estudio se llevóa cabo con el fin de analizar el comportamiento de la resistencia en el hospital San Juan de Dios, centro de atención nacional de adultos de aproximadamente 700 camas. Materiales y métodos: El estudio se basóen los datos obtenidos en los años 1995-1999 ya que en 1995 se inició el empleo de equipo automatizado VITEK® en este hospital. Se analizaron 2817 aislamientos de cocos Gram positivos (CGP) y 7626 de bacilos Gram negativos (BGN) obtenidos de todos los sitios anatómicos y fluidos corporales. Por ser un estudio retrospectivo, no se pudo definir cuáles aislamientos provenían de infecciones intra o extrahospitalarias. Resultados: Staphylococcus aureus fue el CGP más frecuentemente aislado, mientras que el BGN más frecuente fue Escherichia coli. En más de 90% de los estafilococos aislados se demostróresistencia a la penicilina. La resistencia a la oxacilina en S.aureus se incrementóde 35% en 1995 a 52% en 1999 mientras que en los estafilococos coagulasa negativa...

Resistencia a antimicrobianos y presencia de plásmidos en cepas de Escherichia coli aisladas de aguas residuales crudas y tratadas por lagunas de estabilización con fines de reuso en agricultura.

Zambrano,J. L.; Botero,L.; Cavazza,M. E.; Avila,M.
Fonte: Organo Oficial de la Sociedad Venezolana de Microbiología. Publicador: Organo Oficial de la Sociedad Venezolana de Microbiología.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 ES
Relevância na Pesquisa
85.99%
Se determinó resistencia a antibióticos y presencia de plásmidos en cepas de Escherichia coli recuperadas de aguas crudas y tratadas de un sistema de lagunas de estabilización. Se determinó la resistencia a los siguientes antibióticos: ácido nalidíxico (Na), ampicilina (A), amikacina (Ak), cloranfenicol (C), carbenicilina (Cb), trimetoprim (Tr), tobramicina (Tb), tetraciclina (T), gentamicina (G) y kanamicina (K). La extracción de plásmidos se realizó por el método de lisis alcalina. El 81,25% de las cepas de aguas crudas fueron resistentes a A, el 68,75% a T, el 46,87% a Cb, el 12,50% a Tr y el 3,12% a C y a Tb. En el 83,87% de las cepas de aguas tratadas, fueron resistentes a A, el 16,12% a Tr y a T, el 12,9% a Cb y el 3,22% a Ak, C y Tb. El 100% de las cepas fueron sensibles a Na, G y K. El orden de resistencia en las muestras crudas y tratadas fue: A > Tb >Tr > Cb > Ak = C = Tb y A > T > Cb > Tr > C = Tb, respectivamente. El 16,12% y el 34,2% de las cepas de aguas residuales crudas y tratadas, respectivamente, presentaron resistencia a más de tres antimicrobianos. La presencia de plásmidos se detectó en el 87,10% de las cepas de aguas crudas y en el 90,62% de la cepas de aguas tratada. Las cepas de E. coli aisladas a la salida del sistema de tratamiento presentaron plásmidos y resistencia a 7 de 10 antimicrobianos...

Resistencia a antibióticos y epidemiología molecular de Shigella spp. en el nordeste argentino

Merino,Luis A.; Hreñuk,Gabriela E.; Ronconi,María C.; Alonso,José M.
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 ES
Relevância na Pesquisa
86.05%
OBJETIVOS: Evaluar la resistencia a antibióticos de cepas de Shigella spp. aisladas de muestras de heces en el nordeste argentino y caracterizarlas desde el punto de vista de su epidemiología molecular. MÉTODOS: Se estudiaron 132 aislamientos de Shigella spp. obtenidos de las heces de igual número de pacientes con diarrea que asistieron a diferentes laboratorios privados y estatales de las provincias del Chaco y Corrientes, Argentina, durante el período de 1998 a 2002. Cada cepa se caracterizó según su serotipo, su resistencia a 13 antibióticos individuales o combinados y su sensibilidad a las piocinas. A 52 cepas seleccionadas en función de sus perfiles de susceptibilidad antimicrobiana se les determinaron la dotación plasmídica mediante lisis alcalina y las secuencias repetitivas palindrómicas extragénicas mediante la amplificación de segmentos repetitivos de ADN con la reacción en cadena de la polimerasa (REP-RCP). Se aplicó la prueba de ji al cuadrado para comparar proporciones. El nivel de significación estadística fue de 0,05. RESULTADOS: Shigella flexneri fue la especie más frecuente (78%), seguida de S. sonnei (22%). En general, la resistencia de S. flexneri a los antibióticos estudiados fue mayor que la de S. sonnei y esta diferencia fue estadísticamente significativa (P <0...