Página 1 dos resultados de 14 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

Representação no campo do traumático: a enfermidade grave na infância e o impacto sobre o desenvolvimento; Representation in the Field of Trauma: a serious illness childhood

Queiroz, Flávia Cristina Amaro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.12%
O presente trabalho teve como objetivo investigar a dinâmica psíquica de crianças vítimas de uma enfermidade grave e a possibilidade de permitir maior mobilidade da dinâmica psíquica dessas crianças por meio da técnica lúdica e do trabalho de busca de representabilidade, a partir da premissa de que a enfermidade grave na infância é uma situação traumática dentre tantas outras possíveis. Delineamos, para tal entendimento, um percurso que se inicia nas primeiras inscrições psíquicas e na construção de representações e, em seguida, apresentamos a maneira como uma situação traumática pode fragilizar a mente. Enfatizamos a possibilidade de representação, mediante as intervenções psicanalíticas, partindo do princípio de que é por intermédio da condição simbólica que o indivíduo se desenvolve. Realizamos um estudo teórico-clínico de duas crianças que foram submetidas à operação para correção de cardiopatia congênita e, consequentemente, internação em unidade de terapia intensiva. O estudo consistiu de intervenções psicanalíticas que privilegiaram o oferecimento de um continente com rêverie, com uma proposta de acompanhar a criança no confronto com questões que fogem da esfera de representações...

A musica na escola : um privilegio dos especialistas? - concepções dos professores sobre o talento musical e a musica na escola e a representação grafica do som de crianças de 3 a 6 anos de idade

Ana Maria Paes Leme Carrijo Abrahão
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
35.97%
A presente pesquisa pretende discutir a importância das atividades musicais para o trabalho com crianças no cotidiano da escola. Apresenta uma avaliação qualitativa intitulada rede semântica natural proposta por Figueroa, González e Solís (1981) sobre a concepção dos professores de educação infantil e ensino fundamental 1º e 2º ciclos de talento musical e a importância da música no ambiente escolar. Os resultados confirmam o julgamento, muito freqüente, do privilégio de poucos ?dotados? de talento nato para o fazer musical e revela um reconhecimento das contribuições da música para o desenvolvimento cognitivo, afetivo, social e motor das crianças, embora as concepções dos professores sobre a música na escola não apresentem categorias que envolvam a prática musical como o cantar, tocar ou fazer música. Esses resultados provocaram algumas necessidades. Para tanto, pretendeu-se conhecer o processo de construção das noções musicais em crianças de educação infantil e propor um caminho de reflexão sobre as possibilidades musicais comum a todos. Assim, o estudo apresenta o registro gráfico do som realizado por crianças de 3 a 6 anos de idade que visa analisar à luz da psicologia genética o processo de representação gráfica do som e sua relação com a natureza da inteligência. Foram propostas duas observações...

Imagens do Egito Antigo

Raquel dos Santos Funari
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
45.79%
A dissertação estuda como os alunos brasileiros percebem o Egito antigo. O estudo começa por discutir os conceitos de Egiptologia e Egiptomania, tal como tratado na literatura recente internacional e brasileira. Para entender o tema, dois questionários foram elaborados, o primeiro para compreender como os estudantes vêm o tema antes do contato formal com o antigo Egito na escola. O segundo questionário é usado após o estudo do tema, quando os alunos já estudaram o Egito antigo em sala de aula. É possível concluir que há influências da mídia, mas a educação formal é responsável por uma compreensão mais abrangente do tema; The thesis studies how Brazilian pupils perceive ancient Egypt. The study starts by discussing the concepts of Egyptology and Egyptomania, as recently explored by both international and Brazilian authors. To understand the subject, two surveys were devised, the first one to understand the knowledge about the subject by students before formal contact with ancient Egypt in the school. A second survey is carried out after the study of the subject, when pupils had learnt about ancient Egypt. It is possible to conclude that there are influences from the media, but that formal education is responsible for a much broader understanding of the subject

Sindromes depressivas e aposentadoria : a consequencia da tomada do sujeito como representação mercadologica no limite da educação

Luciane Orlando Raffa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
25.83%
A premissa básica do estudo foi a de que as doenças depressivas acometem de forma reativa o aposentado em virtude de suas atitudes e comportamentos serem orientados para o trabalho, principalmente pela educação formal, que, por sua vez, teria sedimentado de sorte indiscutível a formação destas atitudes e comportamentos nos indivíduos em tenra idade, admoestando quaisquer produções de outra ordem na vida tardia. E partindo do pressuposto que a ausência do trabalho, em menor ou maior grau, aponta para o desenvolvimento de sintomas depressivos e sua possível relação com a educação formal, perguntou-se em que nível o ensino escolar tem orientado a motivação dos sujeitos para o trabalho, tendo em vista que nas últimas décadas assistiram-se grandes transformações no modo de acumulação capitalista que, inclusive, reorientaram as políticas educacionais no Brasil. Assim sendo, verificou-se por meio de pesquisa bibliográfica que existe uma alta prevalência de síndromes depressivas em sujeitos aposentados, cujos sintomas nem sempre são traduzidos em um quadro de depressão típico, dificultando o diagnóstico e o tratamento, elevando os custos dos serviços públicos, depreciando a renda familiar e, conseqüentemente...

Crianças leitoras entre praticas de leitura; Reader children among reading practices

Maria Betanea Platzer
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
65.92%
O presente trabalho visa a investigar o envolvimento de crianças com a leitura em seu cotidiano por meio de suas práticas e representações. Algumas questões são apresentadas neste estudo: De que forma ocorre o encontro entre objetos de leitura e seus leitores? Movido por quais expectativas, interesses e necessidades dos leitores? Quais modalidades de leitura são praticadas e escolhidas pelas crianças? Em que medida e de que forma a leitura é mediada por outros leitores? Quais apropriações e rituais são mais freqüentes e presentes para essas crianças? Para tanto, apoiamo-nos em pesquisas acadêmicas desenvolvidas no campo da leitura, especialmente sob a perspectiva da História Cultural. Os dados foram coletados por meio de diversos procedimentos metodológicos, dentre eles, questionários distribuídos a aproximadamente 60 crianças entre 10 e 11 anos de idade, residentes no município de Araraquara, interior de São Paulo; desse total, posteriormente, entrevistamos 10 crianças. Diferentes temáticas puderam ser contempladas por meio deste estudo, tais como: impressos que circulam e leituras que se repetem entre as crianças, envolvendo suas finalidades; rituais de leitura; apropriação de diferentes gêneros textuais; relação leitura e tecnologia digital e...

Flexão nominal e nominalizações agentivas e instrumentais em crianças com perturbações específicas do desenvolvimento da linguagem: estudo de caso comparativo

Oliveira, Ana Cristina Fernandes
Fonte: Escola Superior de Saúde Publicador: Escola Superior de Saúde
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.11%
Mestrado em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem na Criança, área de especialização em Terapia da Fala e Perturbações da Linguagem; No âmbito da língua portuguesa, a existência de dificuldades morfológicas nas crianças com Perturbações Específicas do Desenvolvimento da Linguagem (PEDL) constitui um objeto de estudo que tem merecido escassa atenção. Todavia, é consensual a literatura realizada para outras línguas, demonstrando a existência de dificuldades ao nível da morfologia flexional. Apesar de ser unânime a existência de dificuldades de flexão verbal, a flexão nominal tem sido alvo de controvérsias: alguns autores defendem a existência de dificuldades na realização do plural por parte desta população, enquanto outros afirmam que não existem evidências de dificuldades neste domínio. Comparativamente com a morfologia flexional, a morfologia derivacional apresenta-se como a grande lacuna na descrição dos défices morfológicos nas crianças com PEDL. Por serem escassos os estudos referentes a esta temática, são poucos os dados relativos a crianças com PEDL que permitam corroborar, convincentemente, a hipótese da organização modular da morfologia no léxico mental. Esta hipótese defende que os processos de derivação e flexão são representados independentemente no léxico...

O modelo touchpoint: O nascimento da relação, em conjunto com os pais: A utilização do modelo e a sua relação com as representações maternas da parentalidade, estilos de vinculação maternos e interacção: Diferenças ou semelhanças?

Duarte, Sílvia Isabel Prazeres
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
25.94%
Dissertação de mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica; O presente estudo tem como objectivo a compreensão e aprofundamento de questões subjacentes ao modelo Touchpoint (Brazelton, anos 70), em sujeitos que frequentam consultas pediátricas. Pretende-se: 1) Analisar o estilo de vinculação parental e a sua relação com o estilo de interacção com a criança; 2) Analisar as expectativas e a percepção parental do que é ser pai, com e sem modelo TP; e 3) Estudar se existem diferenças entre o estilo de interacção estabelecido com e sem modelo TP. Os Touchpoints são um modelo do desenvolvimento infantil perspectivado em torno de momentos chave que enfatiza a prevenção através dos cuidados antecipatórios e da construção de relações de aliança entre os pais e os profissionais. É um meio de integração no sistema de cuidados em torno da criança, em conjunto com os pais. Desta forma, pretende-se compreender de que forma o conhecimento veiculado é assimilado pelos pais. Ou seja, se estes terão um melhor conhecimento dos seus filhos, nomeadamente no que se refere ao desenvolvimento. Pretende-se averiguar, ainda, as relações existentes entre as várias variáveis. Na tentativa de compreender o impacto do modelo Touchpoint na interacção entre pais e filhos...

Flexão Nominal e nominalizações agentivas instrumentais em crianças com perturbações específicas do desenvolvimento da linguagem. Estudo de caso comparativo

Oliveira, Ana Cristina Fernandes
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa ; Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico de Setúbal Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa ; Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico de Setúbal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.07%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem na Criança, área de especialização em Terapia da Fala e Perturbações da Linguagem; No âmbito da língua portuguesa, a existência de dificuldades morfológicas nas crianças com Perturbações Específicas do Desenvolvimento da Linguagem (PEDL) constitui um objeto de estudo que tem merecido escassa atenção. Todavia, é consensual a literatura realizada para outras línguas, demonstrando a existência de dificuldades ao nível da morfologia flexional. Apesar de ser unânime a existência de dificuldades de flexão verbal, a flexão nominal tem sido alvo de controvérsias: alguns autores defendem a existência de dificuldades na realização do plural por parte desta população, enquanto outros afirmam que não existem evidências de dificuldades neste domínio. Comparativamente com a morfologia flexional, a morfologia derivacional apresenta-se como a grande lacuna na descrição dos défices morfológicos nas crianças com PEDL. Por serem escassos os estudos referentes a esta temática, são poucos os dados relativos a crianças com PEDL que permitam corroborar...

A dimensão metarepresentativa da brincadeira de faz-de-conta

Sperb,Tania Mara; Conti,Luciane de
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1998 PT
Relevância na Pesquisa
15.85%
A habilidade para metarepresentar de 14 tríades de crianças com média de idade de 5 anos e 2 meses foi investigada nas formas como as crianças iniciam o faz-de-conta e em como as relacionam com os termos mentais que empregam. Cada tríade brincou por 10 minutos numa sala da pré-escola. As verbalizações das crianças foram transcritas e codificadas segundo categorias de termos mentais e de formas de iniciar o faz-de-conta. As formas "planejada" e "entender o faz-de-conta no outro" foram as mais utilizadas pelas crianças, relacionando-se de forma decrescente com as categorias de termos mentais " expressão de desejo", dirigindo a interação", "modulação de asserção", "expressão de estado mental", sendo diferentes para meninos e meninas. Discute-se os resultados, considerando-se o isomorfismo entre a representação subjacente ao emprego dos termos mentais e à brincadeira de faz-de-conta.

Concepções infantis sobre inclusão de crianças com deficiência: um estudo a partir do brincar

Menezes Freitas, Rachel; Isabel Patricio de Carvalho Pedrosa, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
35.91%
Esse estudo visa examinar as concepções de crianças sem deficiência, de 5 a 6 anos, matriculadas na Educação Infantil, sobre a inclusão social de crianças com deficiência. Alguns conceitos pertinentes à Psicologia do Desenvolvimento Infantil serviram de instrumento teórico para análise dos resultados tais como, interação social, imitação, representação, comunicação não verbal e reprodução interpretativa, perpassando contextos teóricos de diversos autores que, entretanto, compartilham a perspectiva interacionista. Trabalhos especializados sobre inclusão de crianças com deficiência na escola também foram fontes inspiradoras para análise. Participaram da pesquisa oito crianças com deficiência, dos Grupos IV e V, que frequentavam um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), da cidade de Recife-PE. Além delas, integraram a amostra as outras crianças que pertenciam ao mesmo grupo do CMEI. Ao todo foram seis grupos observados, sendo três do turno da manhã e três do turno da tarde. As deficiências das crianças eram de diversos tipos: Deficiências Múltiplas (Deficiência Mental e Baixa Visão); Síndrome de Down; Paralisia Cerebral, Síndrome de West; surdez profunda; e baixa visão. As crianças foram observadas em local preparado para a realização de uma brincadeira de escolinha com material disponibilizado para seu manuseio...

Estudo sobre a resolução de problemas verbais aritmeticos nas series iniciais

Fernanda de Oliveira Soares Taxa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/1996 PT
Relevância na Pesquisa
35.94%
Este trabalho teve como objetivo estudar procedimentos na Resolução de Problemas Verbais Aritméticos, em crianças das séries iniciais do 10 Grau da Escola Pública. Pela perspectiva construtivista, com base na Teoria de Piaget, procurou-se analisar questões pertinentes à construção de uma correta representação mental e à Resolução de Problemas verbais de estrutura multiplicativa levando-se em consideração o papel das abstrações e a utilização de material concreto de apoio.Constatou-se que, na solução de problemas, ainda que não seja por meio de uma estratégia mais elaborada como aquela exigida pela escola, é fundamental o papel das representações internas do sujeito nos processos cognitivos. Os dados mostraram que as crianças constroem uma representação interna do problema, conseguem selecionar e utilizar estratégias, informais e diferenciadas (contagem, aditiva e multiplicativa), explicitando algumas vezes de maneira mais correta, outras vezes menos correta, os cálculos que realiza para a resolução de problemas aritméticos. O uso de material concreto revelou-se como uma possibilidade de grande interesse para a intervenção do professor no auxílio aos alunos, tendo em vista a solução de problemas; The aim of this work is to study the procedures of verbal-arithmetical problems resolution in elementary school students from public schools. Regarding the construtivistic point of view...

Trabalho infantil: representações sociais nos media

Macedo, Joana de Negrier Almeida e
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 25/05/2011 POR
Relevância na Pesquisa
25.86%
Dissertação de Mestrado em Sociologia das Organizações e do Trabalho; O trabalho infantil é um fenómeno global que viola direitos fundamentais das crianças prejudicando a sua saúde e o seu desenvolvimento mental, físico, social e moral para além de as privar de frequentar a escola ou as obrigar a um abandono precoce. Nesta tese para além do enquadramento conceptual e jurídico essencial à delimitação do fenómeno propomo-nos analisar a representação social do trabalho infantil nos media portugueses durante o ano de 2008 com base nas categorias seleccionadas designadamente “Região”, “Sexo”, “Idade” e “Sector de Actividade”. Para o efeito utilizámos uma metodologia “mista” quantitativa e qualitativa. As principais conclusões deste estudo apontam para o seguinte: tendencial sazonalidade da prestação, associada às férias escolares; dominância no trabalho no domicílio e no trabalho artístico; predominância do grupo etário dos 14 aos 17 anos; maior incidência no Norte do território; valoração social negativa.; Child labour is a global phenomenon that violates fundamental rights of children arming their health and their mental, physical, social and moral as well as depriving them from attending school or forcing them to an early exit. In this thesis beyond the conceptual framework and legal framework essential to defining the phenomenon we will consider the social representation of child labour in the Portuguese media over the years of 2008 based on the selected categories such as "Region"...

A dimensão metarepresentativa da brincadeira de faz-de-conta; The metarepresentative dimension of pretense

Sperb, Tania Mara; Conti, Luciane de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1998 POR
Relevância na Pesquisa
16%
A habilidade para metarepresentar de 14 tríades de crianças com média de idade de 5 anos e 2 meses foi investigada nas formas como as crianças iniciam o faz-de-conta e em como as relacionam com os termos mentais que empregam. Cada tríade brincou por 10 minutos numa sala da pré-escola. As verbalizações das crianças foram transcritas e codificadas segundo categorias de termos mentais e de formas de iniciar o faz-de-conta. As formas "planejada" e "entender o faz-de-conta no outro" foram as mais utilizadas pelas crianças, relacionando-se de forma decrescente com as categorias de termos mentais " expressão de desejo", dirigindo a interação", "modulação de asserção", "expressão de estado mental", sendo diferentes para meninos e meninas. Discute-se os resultados, considerando-se o isomorfismo entre a representação subjacente ao emprego dos termos mentais e à brincadeira de faz-de-conta.; Children's different forms of starting pretend play and their relation with ways of using mental terms were investigated in 14 triads (M: 5.2 years). Each triad played for 10 minutes in a preschool room and their verbalizations were transcribed and coded according to categories of mental terms and forms of starting pretend play. "Planned" and "understanding pretend in the other" were children's most utilized forms of starting pretense. They related in a decreasing way...

The metarepresentative dimension of pretense; A dimensão metarepresentativa da brincadeira de faz-de-conta

Sperb, Tania Mara; Conti, Luciane de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1998 POR
Relevância na Pesquisa
16%
A habilidade para metarepresentar de 14 tríades de crianças com média de idade de 5 anos e 2 meses foi investigada nas formas como as crianças iniciam o faz-de-conta e em como as relacionam com os termos mentais que empregam. Cada tríade brincou por 10 minutos numa sala da pré-escola. As verbalizações das crianças foram transcritas e codificadas segundo categorias de termos mentais e de formas de iniciar o faz-de-conta. As formas "planejada" e "entender o faz-de-conta no outro" foram as mais utilizadas pelas crianças, relacionando-se de forma decrescente com as categorias de termos mentais " expressão de desejo", dirigindo a interação", "modulação de asserção", "expressão de estado mental", sendo diferentes para meninos e meninas. Discute-se os resultados, considerando-se o isomorfismo entre a representação subjacente ao emprego dos termos mentais e à brincadeira de faz-de-conta.; Children's different forms of starting pretend play and their relation with ways of using mental terms were investigated in 14 triads (M: 5.2 years). Each triad played for 10 minutes in a preschool room and their verbalizations were transcribed and coded according to categories of mental terms and forms of starting pretend play. "Planned" and "understanding pretend in the other" were children's most utilized forms of starting pretense. They related in a decreasing way...