Página 1 dos resultados de 22 itens digitais encontrados em 0.090 segundos

Universidade e universitários indígenas na internet : inclusões e exclusões no âmbito da representação; University and indigenous students on the internet : inclusions and exclusions in the field of representation

Marcia Elenita França Niederauer
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66%
A pesquisa aqui descrita visou investigar a forma como o ingresso e a participação de alunos indígenas no ensino superior é representada pelo site da Universidade de Brasília, confrontando-a com a forma com que sites indígenas os apresentam. Essa investigação partiu do princípio de que são com base no sistema dominante de representação acerca de grupos minoritários que são formuladas políticas públicas voltadas para esses grupos, tais como as de cotas e de reserva de vagas no ensino superior. Outra premissa da qual esta pesquisa partiu é a de que a internet é um dos espaços cruciais dos embates contemporâneos em torno da representação. Para tanto, analiso um corpus formado por textos selecionados no portal UnB e em sites mantidos por universitários ou organizações civis indígenas, valendo-me primordialmente de categorias de análise propostas por Kress e van Leeuwen (2006), van Leeuwen (1997) e Thompson (2002). Por meio do paralelo entre os textos que formam o corpus, esta tese buscou examinar se a forma como a universidade representa esse grupo, cujo protagonismo fora historicamente inviabilizado na esfera de atividades acadêmicas, contribui para os esforços que povos indígenas e universidade têm empreendido...

Sorteios e representação democrática; Choice by lot and democratic representation

Miguel, Luis Felipe
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
65.93%
Diferentes propostas de reintrodução da escolha por sorteio como forma de preencher funções políticas são estudadas. A seleção aleatória de legisladores ou governantes reduziria o impacto do poder econômico, permitiria uma representação mais fidedigna de grupos minoritários ou desprovidos de recursos políticos e promoveria o rodízio entre governantes e governados, impedindo a cristalização de uma elite oligárquica. No entanto, haveria perda de continuidade legislativa e, em especial, de responsividade dos governantes em relação aos governados. Apesar de suas debilidades, as propostas são úteis como forma de compreender os problemas da representação eleitoral e identificar suas causas. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT; Different proposals for the reintroduction of choice by lot as a way of performing political functions are studied. Selecting legislative or governing positions by chance would reduce the impact of economic power, would allow a more trustworthy representation of minority groups, and would prevent the rise of an oligarchy. However, there would occur a loss of legislative continuity and, specially, of accountability of the governing towards the governed. Despite their weak points those proposals are useful for a better understanding of the problems of electoral representation and for detecting their causes.

Dominação e exclusão : representações sociais sobre minorias raciais e étnicas

Cabecinhas, Rosa; Amâncio, Lígia
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2004 POR
Relevância na Pesquisa
35.89%
Apresentação efectuada no Congresso Português de Sociologia, 5, Braga, 2004.; Nesta comunicação apresentamos dois estudos em que investigámos as representações sociais acerca de grupos minoritários. No primeiro, analisámos as noções de ‘raça’ e de ‘grupo étnico’ dos jovens portugueses e averiguámos quais os ‘grupos étnicos’ mais significativos. No segundo, investigámos o conteúdo e o consenso dos auto- e hetero-estereótipos de jovens portugueses e angolanos. Os resultados do primeiro estudo demonstraram que a maior parte dos jovens não problematiza as noções de ‘raça’ e de ‘grupo étnico’, considerando-as como conceitos objectivos explicativos das assimetrias sociais. Os ‘grupos étnicos’ são vistos como possuindo características intrínsecas, imutáveis e muito marcadas, que os distinguem da maioria ou da cultura dominante. Da análise das respostas ressalta ainda a centralidade da cor da pele na categorização dos grupos sociais. No segundo estudo, constatámos que os portugueses evitam caracterizar os angolanos com traços muito negativos e, em alguns casos, caracterizam-nos com traços mais positivos do que aqueles que atribuem ao seu próprio grupo. No entanto, as dimensões mais valorizadas nas sociedades ocidentais (autonomia...

Cultura Surda: a bandeira de um povo dentro de outro

Pereira, Joana Moredo
Fonte: UCEditora Publicador: UCEditora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
45.78%
Desconstruir a representação da pessoa Surda como indivíduo inacabado, inferior e incapacitado pela falta da audição permite apresentar ao público ouvinte uma realidade totalmente inversa, rica e surpreendente. Afinal, a pessoa Surda com “S” maiúsculo é alguém com um sentido de pertença a uma comunidade minoritária, orgulhoso falante de uma língua que se move no espaço e desenha ideias, opiniões e sentires que nos chegam pelos olhos. Afinal, os espaços onde estes indivíduos se movem detêm valores e padrões comportamentais próprios – a cultura Surda, a bandeira que a comunidade Surda empunha na constante luta pelo acesso à igualdade de direitos. Apresentamos a fundo os resultados deste estudo qualitativo, onde se analisa o papel da Língua Gestual Portuguesa (LGP) e da cultura Surda na forma como se iniciam as relações de amor, campo fértil para manifestações linguísticas e culturais. Inquirimos 10 jovens Surdos sobre o modo como pensam a amizade e o amor romântico e os dados recolhidos revelaram posições de soberbo interesse quanto à escolha de amigos ou parceiros românticos. O requisito máximo é uma atitude de abertura para com a diversidade e de respeito para com a cultura Surda, os seus valores e língua.; ABSTRACT - Dismantling the idea that a Deaf person is somehow an unfinished...

Preconceito contra homossexuais e representações sociais da homossexualidade em seminaristas católicos e evangélicos

Pereira, Cícero Roberto; Torres, Ana Raquel Rosas; Pereira, Annelyse; Falcão, Luciene Campos
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
35.86%
Este trabalho analisa as relações entre o preconceito contra os homossexuais e as representações sociais sobre a homossexualidade. Trata-se de um estudo correlacional com 374 estudantes de teologia (207 evangélicos e 167 católicos) que responderam um questionário sobre crenças e atitudes em relação aos homossexuais. Os resultados indicam duas formas de expressão do preconceito: sutil e flagrante. O preconceito sutil está relacionado com a crença numa natureza biológica e psicossocial e com a descrença numa representação ético-moral da homossexualidade. O preconceito flagrante está relacionado com a descrença na natureza biológica e psicossocial e com uma representação ético-moral. A hipótese de que as representações sociais sobre a natureza dos grupos minoritários estão na base do preconceito e da discriminação é corroborada.

Arquitectura, pintura e cromoterapia: pontos de contacto, influências e vantagens de relação

Almeida, Carina Andreia Antunes
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
35.78%
No âmbito da conclusão de Mestrado integrado no curso de Arquitectura, o trabalho em questão pretende estabelecer uma relação entre a Pintura, Arquitectura e Cromoterapia, fazendo uma análise da relação existente entre estas três áreas, bem como da forma como se relacionam e agem influentemente umas sobre as outras, desde os tempos mais primórdios até á actualidade e ainda explorar a cromoterapia no âmbito da arquitectura visto que é uma temática mais recente e relativamente pouco abordada. Desta forma é necessária uma análise indo á origem destes três campos, estabelecendo pontos de contacto e inter-relações. Por outro lado, é feito um estudo da cor em todas as suas vertentes, bem como uma abordagem sobre a inibição no uso da cor no acto projectual – provavelmente fruto de uma formatação pelo branco, ou consequência do desconhecimento neste campo – aprofundando este tema e tentando esmiuçar o fenómeno cromático na arquitectura. A cor, tem portanto um papel decisivo e central na presente dissertação, uma vez que está relacionada com os três temas e/ou áreas que aborda (pintura, arquitectura, cromoterapia), e podendo ser um factor de identidade, bem como um elemento caracterizador e qualificativo de uma cultura...

A (in)justiça relativa da acção positiva – A influência do género na controvérsia sobre as quotas baseadas no sexo

Santos, Maria Helena; Centro de Investigação e Intervenção Social, Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, Lisboa; Amâncio, Lígia; Centro de Investigação e Intervenção Social, Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Em
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
35.78%
Perante a sub-representação dos membros de alguns grupos minoritários e das mulheres, a nível mundial, em diversos órgãos de decisão, como é o caso da política, têm sido criadas medidas de acção positiva, com o objectivo de se promover a igualdade. Contudo, estas têm suscitado enorme controvérsia, dividindo opiniões. O presente artigo teórico pretende identificar, na literatura, as principais razões desta controvérsia, dando particular destaque à percepção de justiça. Propõe, como contributo para este debate, a articulação dos estudos de género com os da percepção da justiça (recorrendo às teorias da justiça distributiva, procedimental e da privação relativa), de modo a procurar elucidar alguns dos argumentos regularmente usados pelos detractores das medidas de acção positiva, como é o caso do argumento do mérito. Esta articulação revelou-se importante para uma melhor compreensão da controvérsia sobre as quotas baseadas no sexo e destinadas a promover a igualdade entre mulheres e homens.

Preconceito contra homossexuais e representações sociais da homossexualidade em seminaristas católicos e evangélicos

Pereira,Cícero Roberto; Torres,Ana Raquel Rosas; Pereira,Annelyse; Falcão,Luciene Campos
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
35.86%
Este trabalho analisa as relações entre o preconceito contra os homossexuais e as representações sociais sobre a homossexualidade. Trata-se de um estudo correlacional com 374 estudantes de teologia (207 evangélicos e 167 católicos) que responderam um questionário sobre crenças e atitudes em relação aos homossexuais. Os resultados indicam duas formas de expressão do preconceito: sutil e flagrante. O preconceito sutil está relacionado com a crença numa natureza biológica e psicossocial e com a descrença numa representação ético-moral da homossexualidade. O preconceito flagrante está relacionado com a descrença na natureza biológica e psicossocial e com uma representação ético-moral. A hipótese de que as representações sociais sobre a natureza dos grupos minoritários estão na base do preconceito e da discriminação é corroborada.

Grupos excluídos no discurso da mídia: uma análise de discurso crítica

Martins,André Ricardo Nunes
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP Publicador: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
55.84%
Este trabalho considera o processo discursivo nos meios de massa, em especial a forma como grupos minoritários são representados nos textos de notícias, no contexto do processo de democratização no Brasil. O foco recai sobre questões como discriminação e formas de representação no discurso da mídia, meios de massa e democracia. O trabalho analisa seis exemplos de textos dos jornais em seus aspectos lingüísticos e na relação com a realidade social mais abrangente de acordo com os princípios da Análise de Discurso Crítica.

Sorteios e representação democrática

Miguel,Luis Felipe
Fonte: CEDEC Publicador: CEDEC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
55.95%
Diferentes propostas de reintrodução da escolha por sorteio como forma de preencher funções políticas são estudadas. A seleção aleatória de legisladores ou governantes reduziria o impacto do poder econômico, permitiria uma representação mais fidedigna de grupos minoritários ou desprovidos de recursos políticos e promoveria o rodízio entre governantes e governados, impedindo a cristalização de uma elite oligárquica. No entanto, haveria perda de continuidade legislativa e, em especial, de responsividade dos governantes em relação aos governados. Apesar de suas debilidades, as propostas são úteis como forma de compreender os problemas da representação eleitoral e identificar suas causas.

Convivendo com a alteridade : representações sociais sobre o aluno com deficiência no contexto da educação inclusiva

de Mendonça Vasconcellos, Karina; de Fátima de Souza Santos, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
65.97%
Vivemos um período de conturbadas mudanças sociais geradas no bojo de um novo projeto de Brasil e de mundo, no qual a inclusão social e a valorização da diversidade têm sido importantes bandeiras de luta. Nesta nova conjuntura social, o projeto da escola inclusiva pressupõe que o acesso de todos à escola é um importante meio para garantir a equidade de direitos e reduzir as diferenças sociais fundadas na exclusão de grupos minoritários. Nossas escolas, então, têm se tornado um lugar privilegiado de encontros de múltiplas alteridades e encontramo-nos diante da imposição da convivência com um grupo historicamente excluído: as pessoas com deficiência. O que acontece, então, nos planos psicológico e social num encontro deste tipo? A Teoria das Representações Sociais é um instrumental teórico consistente para a abordagem deste fenômeno, visto que analisa as teorias do senso comum, sentidos construídos coletivamente que norteiam comportamentos, justificando-os e permitindo a comunicação social. Este trabalho visou compreender as representações sociais compartilhadas por professores e alunos sobre o aluno com deficiência no contexto da escola com proposta inclusiva. Para tanto, utilizou-se uma abordagem plurimetodológica que incluiu a técnica de associação livre...

Liberdade de expressão e discurso do ódio na representação político-partidária brasileira

Lopes, Ana Paula Veiga
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Monografia Graduação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
45.78%
Resumo: Este estudo analisa o papel da liberdade de expressão no cenário político-partidário brasileiro, bem como sobre a possibilidade de sua limitação em face de outros direitos e garantias constitucionalmente tutelados. Em especial, abordou-se a atuação do Partido Social Cristão (PSC), notório por sua política proselitista e conservadora. Tendo em vista que tal postura frequentemente tem como finalidade desqualificar grupos minoritários e privá-los de seus direitos, levanta-se a hipótese de que o conteúdo veiculado pelo referido partido coincide com a definição de discurso do ódio. Em que pese a controvérsia, adota-se a doutrina de que o discurso do ódio não se encontra protegido pela liberdade de expressão

A autorrepresentação da diversidade social – diferença - e a luta pela reinserção social: uma análise do documentário carts of darkness; The self-representation of social diversity difference - and the struggle social reintegration: an analysis of documentary carts of darkness

Paiva, Lara Lima de Oliveira; Mendonça, Maria Luiza Martins de
Fonte: Simone Antoniaci Tuzzo Publicador: Simone Antoniaci Tuzzo
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.15%
v.13, n.1, p. 44-57, jan./jul. 2010.; From an intense search for the multi ples identi ti es in the “post-modern” era as well as the symbolic fi ght for the individual’s social inclusion, this study proposes a cinema discourse analysis of the Canadian documentary “Carts of Darkness”, as an appropriate tool to help the minor groups emancipate.; A partir da busca desenfreada pela(s) identidades(s) na era pós-moderna e na luta pela inserção social dos indivíduos, esse estudo se propõe a fazer uma análise do discurso cinematográfico do documentário canadense Carts of Darkness, como ferramenta estratégica para dar voz, na sociedade, aos grupos minoritários na busca de sua emancipação.

Mídia e diversidade cultural : a representação de grupos minoritários na cinematografia canadense; Media and cultural diversity: the representation of minority groups in Canadian cinema

Mendonça, Maria Luiza Martins de
Fonte: Simone Antoniaci Tuzzo Publicador: Simone Antoniaci Tuzzo
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
65.78%
v. 11, n. 2, p. 228-239, jul./dez. 2008.; This text is part of a research that aims to contribute to better understand the role of cultural diversity and difference in the media productions may offer to the process of cultural enrichment and to the democratization of the social relations. We believe that in the contemporary societies, where the logic of the spectacle spreads out to the social relations, media visibility may produce relevant forms of recognition and legitimacy of the differences.; Este trabalho é parte de uma pesquisa mais extensa que tem por objetivo contribuir para uma melhor compreensão do papel que a presença da diversidade e da diferença nas produções midiáticas pode trazer para os processos de enriquecimento cultural e de democratização das relações sociais. Parte-se do princípio que nas sociedades contemporâneas, em que a lógica do espetáculo se estende para a esfera das relações sociais, a visibilidade midiática implica alguma forma de reconhecimento e de legitimação das diversidades.

Arquitectura, pintura e cromoterapia: pontos de contacto, influências e vantagens de relação

Almeida, Carina Andreia Antunes
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
35.78%
No âmbito da conclusão de Mestrado integrado no curso de Arquitectura, o trabalho em questão pretende estabelecer uma relação entre a Pintura, Arquitectura e Cromoterapia, fazendo uma análise da relação existente entre estas três áreas, bem como da forma como se relacionam e agem influentemente umas sobre as outras, desde os tempos mais primórdios até á actualidade e ainda explorar a cromoterapia no âmbito da arquitectura visto que é uma temática mais recente e relativamente pouco abordada. Desta forma é necessária uma análise indo á origem destes três campos, estabelecendo pontos de contacto e inter-relações. Por outro lado, é feito um estudo da cor em todas as suas vertentes, bem como uma abordagem sobre a inibição no uso da cor no acto projectual – provavelmente fruto de uma formatação pelo branco, ou consequência do desconhecimento neste campo – aprofundando este tema e tentando esmiuçar o fenómeno cromático na arquitectura. A cor, tem portanto um papel decisivo e central na presente dissertação, uma vez que está relacionada com os três temas e/ou áreas que aborda (pintura, arquitectura, cromoterapia), e podendo ser um factor de identidade, bem como um elemento caracterizador e qualificativo de uma cultura...

Conferências nacionais e políticas públicas para grupos minoritários; Texto para Discussão (TD) 1741: Conferências nacionais e políticas públicas para grupos minoritários

Pogrebinschi, Thamy
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.23%
Experiências democráticas participativas como as conferências nacionais de políticas públicas vêm contribuindo significativamente para a inclusão de grupos que historicamente não tiveram seus interesses representados no processo político brasileiro. Isso seria particularmente verdadeiro no caso de grupos sociais minoritários organizados em torno do compartilhamento de uma identidade cultural, seja ela pautada por definições de gênero, raça, orientação sexual, ou outro modo de vida compartilhado que impõe demandas por políticas específicas, como é o caso das pessoas com deficiências e dos idosos. O objetivo deste artigo é mostrar que a representação política desses grupos no Poder Executivo, através da formulação de políticas públicas, e no Poder Legislativo, através da proposição de leis que as consolidam, tem sido impulsionada, nos últimos anos, pelas conferências nacionais.; 45 p. : il.

Conferências Nacionais: atores, dinâmicas participativas e efetividade; National Conferences: participatory dynamics, actors and effectiveness

Avritzer, Leonardo (Org.); Souza, Clóvis Henrique Leite de (Org.)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
PT-BR
Relevância na Pesquisa
45.78%
Discute a questão da participação social nas Conferências Nacionais. A primeira parte é composta por capítulos que buscam a compreensão da forma de funcionamento das conferências, contribuindo com a caracterização deste tipo peculiar de processo participativo de escala nacional. Clóvis Souza, Isadora Cruxên, Paula Lima, Joana Alencar e Uriella Ribeiro delimitam características destes processos em Conferências típicas e atípicas: um esforço de caracterização do fenômeno político. Clóvis Souza mapeia os objetivos declarados nos atos normativos de conferências em A que vieram as conferências nacionais? Uma análise dos objetivos dos processos realizados entre 2003 e 2010. Cláudia Faria e Isabella Lins sintetizam a dinâmica deliberativa em diferentes níveis conferenciais com Conferências locais, distritais e municipais de saúde: mudança de escala e formação de um sistema participativo e deliberativo de políticas públicas. Alfredo Ramos aborda aspectos peculiares da interação nas conferências em Conferência Nacional de Política para as Mulheres: interações discursivas e implicações para a legitimidade epistêmica. A segunda parte apresenta trabalhos com informações preciosas a respeito do perfil dos participantes das conferências e das possíveis consequências da abertura à participação nestes processos nacionais de formulação de políticas públicas. Leonardo Avritzer identifica tendências destes processos com Conferências nacionais: ampliando e redefinindo os padrões de participação social no Brasil. Eleonora Cunha aponta o potencial inclusivo das conferências em Conferências de políticas públicas e inclusão participativa. Débora Almeida trata das implicações da inclusão de sujeitos políticos nestes espaços públicos em Representação política e conferências: os desafios da inclusão da pluralidade. Na terceira parte...

Da gênese ao funcionamento de uma Comissão Permanente na Câmara dos Deputados.

Santos, Thais Teixeira
Fonte: Brasília : Câmara dos Deputados, Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Publicador: Brasília : Câmara dos Deputados, Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 19 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.78%
Analisa a formação de uma Comissão Permanente no âmbito da Câmara dos Deputados. Avalia-se desde a criação, incluindo motivações políticas e institucionais, até o efetivo funcionamento deliberativo da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência na Câmara dos Deputados, além da estrutura organizacional necessária para isso.

Rose: an island of stereotypes on Lost; Rose: uma ilha de estereótipos em Lost

de Almeida, Rogério; Pelegrini, Christian H.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 11/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
65.78%
This paper is the result of research made on Geifec and has as a goal to analyze the modes of representation of the character Rose Nadler, from the American series Lost. Woman, African-American, close to 60s, overweight, Rose is in the intersection of a series of minority groups and her presence occurs as an overlapping of unusual stereotypes in the series. The theoretical references use the contributions of Mazzara (1998) and Mittell (2010) and the methodology takes the apparitions of the character in the first three seasons of the series, with images and dialogues transcriptions.; Este artigo é resultado de pesquisas realizadas pelo Geifec (Grupo de Estudos sobre Itinerários de Formação em Educação e Cultura) e tem por objetivo a análise das formas de representação da personagem Rose Nadler, da série americana Lost. Mulher, negra, próxima dos 60 anos, acima do peso, Rose está na intersecção de uma série de grupos minoritários, e sua presença na tela incorre na sobreposição de estereótipos pouco comuns na série. O referencial teórico toma por base as contribuições de Mazzara (1998) e Mittell (2010), e a metodologia parte do levantamento das aparições da personagem Rose ao longo das três primeiras temporadas da série...

Moralizing, normalizing or absent teachers – how children’s fiction represents differences; Professoras moralizadoras, normalizadoras ou ausentes - a literatura infantil retratando as diferenças

Kirchof, Edgar Roberto; Ulbra; Silveira, Rosa Maria Hessel; Ulbra e Ufrgs
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 19/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
56.06%
Due to a increase of children’s fiction addressing the subject of ‘differences’ in the last few years in the Brazilian context, this study proposes a reflection on the way these books represent differences related to minority groups and gender. The analyses are focused on the character roles that are played by the teacher as she/he is faced with differences. Ten books published in Brazil by different authors and publishing houses between 2004 and 2008 were analyzed. The main argument of the analyses is based on the assumption that the increase of the issue of ‘difference’ in recent Brazilian children’s books is in accordance with various state policies relating to minorities rights, on the one hand, and to a broad development of criticism of children’s fiction from the 1970s until the present day as to stereotypical representation of gender and minority groups in the British and North-American context, on the other hand.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7917.2008v13n2p56Em face da proliferação, no Brasil, nos últimos anos, de livros voltados ao público infantil cuja principal temática é a questão da diferença, o presente artigo propõe uma reflexão sobre a maneira como diferenças ligadas a grupos minoritários e a gênero são representadas em livros infantis. As análises centram-se nos papéis desempenhados pela personagem-professora ao ser confrontada com a diferença e são realizadas a partir de 10 livros publicados no Brasil...