Página 1 dos resultados de 2182 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Determinantes da rentabilidade dos capitais próprios de empresas do índice Euronext 100

Garnacho, Ariana Daniela do Canto
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
No processo de gestão das empresas, a obtenção de rentabilidade considera-se um dos objetivos empresariais mais relevantes a ter em conta, no sentido de permitir a subsistência das empresas e potenciar o seu crescimento. Atualmente, a gestão de empresas encontra-se mais voltada para a geração de riqueza para os sócios e acionistas, pelo que, a gestão contemporânea, é agora desafiada a desenvolver novas estratégias e novas medidas de sucesso empresarial para concretizar esta pretensão. Neste sentido, torna-se imperativo, para a gestão, analisar aquela que é, preferencialmente, considerada a medida de excelência da rentabilidade auferida pelos sócios e acionistas – a rentabilidade dos capitais próprios. Partindo deste pressuposto, procedeu-se à recolha de informação disponível numa base de dados online relativa a 67 empresas pertencentes ao índice Euronext 100. A essa informação recolhida é aplicada a metodologia econométrica de regressão Ordinary Least Squares, com o objetivo de identificar os indicadores com maior poder explicativo da rentabilidade dos capitais próprios dessa amostra de empresas. Os resultados permitem identificar algumas variáveis com impacto estatístico mais significativo na variação da rentabilidade dos capitais próprios. A rentabilidade do ativo...

Análise comparativa da rentabilidade do setor bancário privado atuante no Brasil no período de 1997 a 2004 ; Comparative analyses of the return on equity from the private banking sector that operates in Brazil in the period from 1997 to 2004

Gregorio, Jaime
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/11/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
O objetivo desta dissertação foi investigar se a Rentabilidade sobre o Patrimônio Líquido (ROE) do setor bancário privado atuante no Brasil foi maior do que a dos setores não-financeiros privados no período de 1997 a 2004. Partiu-se de uma comparação geral para comparações mais detalhadas a fim de se chegar a respostas mais consistentes e verificar se o que vale para o todo vale para as partes que o compõem. Considerou-se tanto o ROE legal quanto o ROE ajustado pelos efeitos da inflação. Analisou-se também a rentabilidade dos cinco maiores bancos privados brasileiros comparativamente a seus pares de países desenvolvidos selecionados. Por fim, foi analisado se a rentabilidade auferida pelo setor bancário privado foi maior do que seu custo de capital próprio, ou seja, se seu spread econômico foi positivo.Utilizou-se, como medida para comparação, a média dos ROE’s e o seu desvio padrão. Para estimação do custo do capital próprio foi utilizado o CAPM tendo como benchmark as taxas dos EUA adaptadas ao risco Brasil. Os resultados da pesquisa evidenciaram que, na média, a rentabilidade do setor bancário privado foi maior do que a dos setores não-financeiros privados e apresentou menor volatilidade, tanto pelo ROE legal quanto pelo ROE ajustado pelos efeitos da inflação...

Análise econômico-financeira setorial: estudo da relação entre liquidez e rentabilidade sob a ótica do modelo dinâmico; Sectorial economical-financial analysis: relationship study between liquidity and profitability under the dynamic model's optics

Sato, Sonia Sanae
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
Este trabalho teve como propósito apresentar e analisar a relação entre liquidez e rentabilidade das empresas sob a ótica do modelo dinâmico. Para tanto, recorreu-se à revisão bibliográfica do modelo dinâmico que foi introduzido no Brasil pelo professor francês Michel Fleuriet que atuou na década de 70 na Fundação Dom Cabral. Este modelo que tem como objetivo analisar o investimento em capital de giro e sua administração, além de retomar o tema da liquidez permitiu avaliar a tomada de decisões das empresas, bem como revelar diretrizes para o futuro a partir da reclassificação do balanço patrimonial e isolamento de três variáveis chaves - a necessidade de capital de giro (NCG), o capital de giro (CDG) e o saldo de tesouraria (ST) - cuja combinação culminou na identificação de seis tipos de estruturas financeiras. Deste modo o modelo dinâmico, mudou o enfoque da análise tradicional voltada para o aspecto de solvência e descontinuidade dos negócios, para uma análise dinâmica voltada para a real situação de liquidez da empresa e integrada a sua dinâmica operacional. Assim, para fins de avaliação da liquidez, esta pesquisa optou pela utilização do modelo dinâmico e para a avaliação da rentabilidade foram utilizados os indicadores tradicionais de rentabilidade: margem líquida (ML)...

Gerenciamento do capital de giro e excesso de rentabilidade da empresa

Gama, Fabíola Paiva
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.24%
O objetivo principal do presente trabalho é determinar de que forma o capital de giro se relaciona com o excesso de rentabilidade de uma empresa ante a média do setor a que pertence. Analisa-se o efeito combinado dos três principais componentes do capital de giro (estoque, contas a receber e contas a pagar) — por meio do ciclo financeiro e do capital de giro líquido — e os efeitos isolados deles sobre o excesso de rentabilidade — por meio dos prazos médios de renovação dos estoques, de recebimento e de pagamento. Além disso, testou-se se o grau de endividamento e as oscilações na taxa de juros influenciam conjuntamente os investimentos em capital de giro das empresas e o excesso de rentabilidade. Do banco de dados Economática, foram extraídos dados de todas as empresas listadas, entre 2004 e 2011, na BM&FBOVESPA (Brasil), na BMV (México) e na BCBA (Argentina). Adotou-se o método de estimação econométrica de painel e, para a escolha entre os modelos de efeito fixo ou aleatório, foi utilizado o teste de Hausman. Para o Brasil, verificou-se a existência de uma relação negativa entre investimento em capital de giro e excesso de rentabilidade. Por outro lado, os prazos médios de renovação de estoques, de recebimento e de pagamento se mostraram pouco significativos nas estimações quando analisados individualmente. Subentende-se...

Análise do endividamento e da rentabilidade das empresas pertencentes à região do basalto do estado do Rio Grande do Sul, período 1994 à 2001

Coser, Mario
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Este estudo tem por objetivo a análise do endividamento e da rentabilidade das empresas, pertencentes à Região do Basalto do Estado do Rio Grande do Sul, após o Plano Real. A pesquisa tem como propósito conhecer o comportamento do endividamento e da rentabilidade das empresas no período de 1994 à 2001; se vêm aumentando, diminuindo ou mantendo-se estável. Também, identificar aspectos de gestão praticados pelos administradores de empresas da região e sua relação com o endividamento e ou rentabilidade. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva com caráter essencialmente quantitativo. Para testar as hipóteses da pesquisa, utilizou-se como tratamento estatístico as análises da correlação, regressão e variância. Concluiu-se, com o estudo que o endividamento e a rentabilidade das empresas, vêm mantendo-se estável no período pós Plano Real. Com relação às práticas de gestão utilizadas pelos administradores da região; verifica-se, que não tem relação com o endividamento e a rentabilidade das empresas.

Rentabilidade do cliente em agência empresarial

Maruiti, Márcia Cristina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
No final da década de 90, os bancos brasileiros começaram a abrir agências bancárias específicas para atender alguns segmentos do mercado. Foram criadas agências especializadas no atendimento a pessoas físicas com alto poder aquisitivo, agências especializadas no atendimento a médias e grandes empresas e agências especializadas no atendimento a órgãos do Governo. No presente trabalho, teve-se como objetivo verificar se a criação de uma dessas agências proporcionou aumento na rentabilidade que cada cliente proporciona ao Banco do Brasil, através de coleta de dados da rentabilidade gerada por cliente, disponíveis no Banco, na época de sua migração e comparando com a rentabilidade que o cliente gerou em maio/2007. Dos dados coletados, 75% dos clientes apresentaram um incremento na rentabilidade dada ao Banco, numa proporção equivalente ao índice de satisfação dos clientes do conjunto das agências especializadas no atendimento a médias e grandes empresas localizadas nos estados da região Sul do Brasil, mostrando que a personalização do atendimento a esses clientes teve como conseqüência num bom índice de satisfação no atendimento e refletiu financeiramente para o Banco na forma de maior rentabilidade por cliente.

Rentabilidade e relacionamento : uma análise em clientes pessoa jurídica de uma agência bancária

Souza, Thiago Adamczuk de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Este trabalho tem como objetivo principal estudar o relacionamento percebido de clientes pessoa jurídica de uma agência de varejo correntistas do Banco Alfa, confrontando com a rentabilidade que apresentam ao banco. Para atingir esse objetivo foi feita uma revisão da literatura a respeito de temas como o marketing de relacionamento e algumas variáveis que o compõe e também do tema rentabilidade de clientes. Posteriormente foi feito um levantamento da rentabilidade dos clientes, com dados extraídos do sistema que mede a rentabilidade do Banco Alfa, para fazer uma separação dos mesmos de acordo com a sua rentabilidade em clientes de alta rentabilidade, média rentabilidade e baixa rentabilidade. Foi feita uma pesquisa caracterizada como um estudo qualitativo, do tipo descritivo. A principal técnica de coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas em profundidade com empresas de alta, média e baixa rentabilidade. Os resultados foram analisados pelas variáveis propostas por Wilson e Vlosky (1997) que são: dependência, nível de comparação com fornecedores alternativos, investimentos no relacionamento, trocas de informação, confiança e comprometimento, através da técnica de análise de conteúdo, preconizada por Bardin (2010).

ANÁLISE DOS ÍNDICES DE RENTABILIDADE DO SISTEMA BANCÁRIO BRASILEIRO APÓS A CRISE FINANCEIRA DE 2008

Godinho, Tiago Tessarolo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 47 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.15%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; A crise financeira mundial de 2008 ainda afeta o setor financeiro e os bancos comerciais do Brasil e dos Estados Unidos da América. A fundamentação teórica apresenta os principais fatos que precederam a eclosão da crise do subprime. O presente estudo tem como objetivo evidenciar o impacto nos indicadores de rentabilidade dos cinco maiores bancos brasileiros (no quesito patrimônio líquido) através dos índices ROA (Rentabilidade sobre o Ativo), ROE (Rentabilidade sobre o Patrimônio Líquido), OTA (Índice de Operações de Tesouraria) e ECR (Índice de Eficiência de Crédito). Também compara-se os índices ROA e ROE dos cincos maiores bancos norte-americanos com os bancos brasileiros analisados. No estudo conclui-se que o índices de rentabilidade apurados sofreram impacto da crise financeira mundial de 2008. Ainda evidencia-se que os cinco maiores bancos norte-americanos foram mais afetados do que os cinco maiores bancos brasileiros, porém, a recuperação dos bancos dos EUA vem se mostrando mais rápida e eficiente.

Privatizar ou não? Eis a questão: um estudo empírico sobre a rentabilidade das empresas de economia mista e empresas privadas listadas na Bovespa no período de 1995 a 2007

Nossa,Silvania Neris; Gonzaga,Rosimeire Pimentel; Nossa,Valcemiro; Ribeiro Filho,José Francisco; Teixeira,Aridelmo José Campanharo
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
O objetivo deste trabalho foi verificar se a rentabilidade das empresas de economia mista é diferente da rentabilidade das empresas privadas, levando-se em consideração o tamanho das empresas e o custo da dívida. Foram analisadas as empresas listadas na Bovespa, compreendendo o período de 1995 a 2007. Os dados foram coletados no software Economática. Assim, procurou-se responder à seguinte questão: as empresas brasileiras de economia mista têm desempenho similar ao das empresas privadas? Para o teste da hipótese empregou-se regressão com dados em painel utilizado como proxy: para a rentabilidade, o Lair (lucro antes do imposto de renda); para o tamanho, o log de ativo; e, para o custo de captação de recursos, o custo da dívida (Kd). No que se refere à diferenciação de rentabilidade entre empresas de economia mista e empresas de economia privada, os resultados encontrados corroboram os achados de estudos anteriores. Observou-se neste estudo que tanto o tamanho quanto o custo da dívida estão relacionados à rentabilidade das empresas, mas o fato de a empresa brasileira ser de economia mista ou privada não interfere em sua rentabilidade.

Relação entre concentração e rentabilidade no setor bancário Brasileiro

Dantas,José Alves; Medeiros,Otávio Ribeiro de; Paulo,Edilson
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
O estudo da rentabilidade bancária envolve duas linhas de discussão: (1) a performance dos bancos é importante para garantir a solidez da instituição e a estabilidade do sistema e (2) rentabilidade elevada pode indicar comportamento oportunista dos bancos, associado a um mercado concentrado. O propósito deste estudo é avaliar a evolução do grau de concentração da indústria bancária no Brasil e verificar se há relação entre o nível de rentabilidade das instituições e o grau de concentração do setor, utilizando ativos totais, operações de crédito e depósitos bancários, entre janeiro/2000 e dezembro/2009. Tendo como benchmark os parâmetros das autoridades antitruste brasileiras, não foram encontradas evidências de concentração no setor, embora o indicador de concentração tenha aumentado substancialmente a partir do final de 2008. Utilizando os parâmetros considerados nos EUA, foi constatado que, no final do período analisado, os indicadores mostram uma situação de "concentração moderada". Como um segundo objetivo do trabalho, foram testadas hipóteses baseadas no paradigma estrutura - conduta - performance, que pressupõe que menor competição decorrente de maior concentração resultaria em maior rentabilidade das instituições. Os resultados não corroboram as hipóteses em nenhuma das combinações de testes realizadas...

Impactos das estratégias de fusão e aquisição na rentabilidade dos bancos adquirentes: uma aplicação dos modelos de intervenção no setor bancário brasileiro

Pessanha,Gabriel Rodrigo Gomes; Calegario,Cristina Lelis Leal; Sáfadi,Thelma; Ázara,Leiziane Neves de
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Nas últimas décadas, tem-se observado uma intensificação das transformações culturais, sociais, políticas e principalmente econômicas. Inegavelmente, a globalização proporcionou uma crescente integração entre os mercados e, consequentemente, um acirramento concorrencial entre as organizações. Essa nova ordem competitiva vigente denota a necessidade de as organizações reestruturarem suas estratégias e repensarem seu modelo de negócio. É necessário que as empresas foquem suas estratégias no mercado global, e, para isso, fatores como porte e escala tornam-se decisivos para a prática de tais estratégias. Nesse cenário, os processos de fusões e aquisições (F&A) são empregados como uma estratégia de crescimento frequentemente adotada pelas organizações. Nesse contexto de acirramento concorrencial, as organizações vêm buscando, cada vez mais, alternativas externas para a criação de valor para os acionistas. Tendo em vista o volume de transações de fusões e aquisições envolvendo empresas brasileiras no setor bancário, torna-se relevante verificar os impactos ocorridos em empresas que participaram desses processos, com o propósito de entender a importância dessa estratégia de crescimento nos resultados das instituições financeiras. A partir da relevância do tema e da importância de conhecer os resultados econômico-financeiros dos processos de fusão e aquisição...

Investigação da rentabilidade de clientes: um estudo no setor hoteleiro do Nordeste

Leitão, Carla Renata Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa Multi-institucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis; Mensuração Contábil Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa Multi-institucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis; Mensuração Contábil
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
This study presents an investigation about customer profitability in the hotel industry. It exposes the hotel industry´s history and its managerial environment, besides its importance to the society and economy, considering the increasement of the hotel industry. It realizes a literature survey about the customer profitability, emphasizing the informations that are necessary to measurement. In order to perceive the hotel reality, a questionnaire was applied in some hotels classified as middle and great size. It has covered five Brasilian Northeast states. The objective of the research is to investigate the existence of an individual measurement to the customer profitability, through the hotel´s information systems. The results reveal that 81,6% of the sampled hotels do not evaluate the individual profitability obtained with the customers , while 18,4% do it. Although, 85,8% recognize the importance of the electronic system that supplies this information for decisions. Finally, it concludes that the informations about individual customer profitability may provide a good opportunity to the hotel maximize your customer relationships; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; O presente estudo trata da rentabilidade de clientes...

O impacto do ciclo de exploração na rentabilidade das empresas portuguesas: um estudo empírico

Valadas, João Carlos Martins
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
Mestrado em Gestão - MBA; O objectivo do presente trabalho consiste em estudar, de forma empírica, a existência de uma eventual relação inversa entre necessidades de fundo de maneio, medida pelo ciclo financeiro de exploração, e rentabilidade, não só do activo como também dos capitais próprios. Para o efeito é utilizada uma amostra de 4.616 empresas, inseridas em 20 sectores de actividade, com referência ao período de 1996 a 2002, recolhida junto da Central de Balanços do Banco de Portugal. Utilizando a correlação de Pearson e a análise de regressão (univariada e múltipla), a par da estatística descritiva, os resultados obtidos permitem verificar que: i) a extensão do ciclo financeiro de exploração está negativamente relacionada com as medidas de rentabilidade; ii) a intensidade destas relações está muito associada à conjuntura económica; iii) o efeito positivo da contracção das necessidades de fundo de maneio na rentabilidade advém fundamentalmente de uma redução do activo, com particular destaque para a rubrica das existências; iv) existe uma relação negativa entre os recursos cíclicos de exploração e a rentabilidade do activo, sugerindo que as empresas menos rentáveis demoram mais tempo a pagar aos seus fornecedores; v) a relação entre as variáveis em questão é sensível aos factores distintivos de cada indústria; vi) existe uma relação inversa entre o factor dimensão e o impacto da gestão do ciclo financeiro de exploração na rentabilidade do activo.; The purpose of this study is to empirically investigate the relationship between the firm's efficiency of managing the working capital requirements (measured by net trade cycle - NTC) and the return (measured by ROA and ROE). Using a sample of 4.616 firms covering the period 1996 - 2002...

A rentabilidade das indústrias nacionais de cortiça: na ótica da gestão de tesouraria.

Dias, Mafalda Maria Resende
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
Dissertação de Mestrado Apresentado ao Instituto de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Contabilidade e Finanças, sob orientação de Mestre Adalmiro Álvaro Malheiro de Castro Andrade Pereira.; A atual conjuntura económica tem vindo a exigir às empresas uma incessante eficiência quanto à gestão do fundo maneio. Assim, a gestão do fundo maneio constitui uma das funções mais importantes dentro de uma empresa, que visa financiar o ciclo de exploração da empresa sem comprometer o seu funcionamento normal e a sua atividade. Neste âmbito importa distinguir as indústrias das restantes empresas. As indústrias apresentam um prazo médio de existências bastante elevado, originando um montante elevado de ativos correntes. Porém, em contrapartida apresentam prazos médios de recebimento e pagamento mais curtos, que exigem das entidades organizacionais um esforço contínuo na gestão de liquidez que permita honrar os seus compromissos a curto prazo e com a maior rentabilidade possível. O objetivo deste estudo é analisar o impacto da gestão do fundo maneio na rentabilidade operacional das empresas, utilizando para o efeito uma amostra das indústrias do sector da cortiça em Portugal. Os dados obtidos reportam um painel de 987 observações respeitantes a 329 empresas para o período de tempo 2010-2012...

Usando redes Bayesianas para a previsão da rentabilidade de empresas

L'Astorina, Humberto Carlos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
O presente trabalho emprega Redes Bayesianas para a previsão da rentabilidade de empresas. Define-se como rentabilidade superior as empresa que obtiveram retorno para os acionistas classificados acima de 81,5% em relação às demais. Adota-se a metodologia de seleção dos indicadores proposta por Sun e Shenoy (2007), que seleciona as variáveis explicativas segundo suas correlações com a variável classificadora. Obtêm-se, ao final, dois modelos sendo o primeiro com dois estados de classificação de empresas, superior e inferior; o segundo com três estados (superior mediano e inferior). Assim como Sun e Shenoy (2007), tenta-se validar o modelo Bayesiano com a regressão logística. Constata-se que não é possível afirmar que as média das taxas de sucesso dos dois modelos sejam diferentes ao se prever rentabilidade superior, entretanto a regressão tem melhor desempenho ao se prever rentabilidade baixa. A variável mais significativa tanto para o primeiro quanto para o segundo modelos foi a classificação atual da empresa, ou seja, empresas que figuram em um determinado ano no estado de rentabilidade superior são as mais propensas a repetir o resultado do que as demais. Os resultados apontam taxas de acerto que vão de 14...

Relação entre concentração e rentabilidade no setor bancário Brasileiro; A study on the relationship between concentration and profitability in the Brazilian banking industry

Dantas, José Alves; Medeiros, Otávio Ribeiro de; Paulo, Edilson
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
O estudo da rentabilidade bancária envolve duas linhas de discussão: (1) a performance dos bancos é importante para garantir a solidez da instituição e a estabilidade do sistema e (2) rentabilidade elevada pode indicar comportamento oportunista dos bancos, associado a um mercado concentrado. O propósito deste estudo é avaliar a evolução do grau de concentração da indústria bancária no Brasil e verificar se há relação entre o nível de rentabilidade das instituições e o grau de concentração do setor, utilizando ativos totais, operações de crédito e depósitos bancários, entre janeiro/2000 e dezembro/2009. Tendo como benchmark os parâmetros das autoridades antitruste brasileiras, não foram encontradas evidências de concentração no setor, embora o indicador de concentração tenha aumentado substancialmente a partir do final de 2008. Utilizando os parâmetros considerados nos EUA, foi constatado que, no final do período analisado, os indicadores mostram uma situação de "concentração moderada". Como um segundo objetivo do trabalho, foram testadas hipóteses baseadas no paradigma estrutura - conduta - performance, que pressupõe que menor competição decorrente de maior concentração resultaria em maior rentabilidade das instituições. Os resultados não corroboram as hipóteses em nenhuma das combinações de testes realizadas...

Relação trimestral de longo prazo entre os indicadores de liquidez e de rentabilidade: evidência de empresas do setor têxtil; Relación trimestral de largo plazo entre los indicadores de liquidez y de rentabilidad: evidencia de empresas del sector textil; Quarterly long-term relation between liquidity and profitability indicators: evidence from textile companies

Pimentel, Renê Coppe; Lima, Iran Siqueira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Neste artigo, analisa-se a relação temporal de longo prazo entre os indicadores de liquidez e rentabilidade para um grupo de empresas abertas do setor têxtil brasileiro, com dados trimestrais entre março de 1995 e março de 2009. As hipóteses do trabalho são de que existe relação temporal positiva entre os indicadores de liquidez e rentabilidade nos médio e longo prazos, ou seja, uma baixa liquidez pode deteriorar uma alta rentabilidade, ou vice-versa, e é possível verificar uma tendência geral para causalidade de Granger entre os indicadores. Os resultados sugerem que existe relação temporal positiva e mostram que as empresas apresentam causalidades de Granger em sentidos diferentes (tanto no sentido rentabilidade-liquidez como no sentido liquidez-rentabilidade). Assim, apesar do inter-relacionamento de longo prazo, não foi possível estabelecer uma relação única sobre a direção da causalidade.; En este artículo se analiza la relación temporal de largo plazo entre los indicadores de liquidez y rentabilidad para un grupo de empresas del sector textil brasileño, con datos trimestrales entre marzo 1995 y marzo 2009. Las hipótesis de este estudio son: 1) existe una relación temporal positiva entre los indicadores de liquidez y rentabilidad en el mediano y en el largo plazos...

A INFLUÊNCIA DA LIQUIDEZ NA RENTABILIDADE DAS EMPRESAS LISTADAS NO ÍNDICE BOVESPA

zago, carine; Universidade do Oeste do Paraná - UNIOESTE; Mello, Gilmar Ribeiro de; Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE
Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - ACCOUNTING DEPARTMENT Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - ACCOUNTING DEPARTMENT
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; pesquisa teórico-empírica Formato: application/pdf
Publicado em 05/09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
A administração financeira objetiva garantir um melhor e eficiente processo de captação e alocação de recursos de capital, a mesma abrange tanto a problemática da escassez de recursos, quanto a realidade operacional e a prática da gestão financeira das empresas. Assim para que a corporação faça uma avaliação do desempenho financeiro, são realizadas duas análises constantemente: o risco da liquidez e o retorno do capital investido pela empresa. Portanto o objetivo deste trabalho é verificar a influência da liquidez na rentabilidade das empresas listadas no índice Bovespa, no ano de 2011. Para a construção do referencial teórico utilizou-se da pesquisa bibliográfica para verificar a relação da liquidez e da rentabilidade, utilizou-se também da técnica estatística denominada de regressão múltipla. A amostra foi escolhida de forma intencional, sendo composta pelas empresas componentes da carteira teórica do índice Bovespa (IBOVESPA) em maio de 2012, totalizando 62 empresas. A pesquisa foi realizada tendo como referência as demonstrações financeiras publicadas em 2012 referentes ao ano de 2011, disponíveis no site da BM&FBOVESPA, as quais foram a base para os cálculos das variáveis liquidez geral...

The impact of the strategy of credit in the liquidity and yield: an analysis of the department stores of the sector of retailing; O impacto da estratégia de crédito na liquidez e rentabilidade: uma análise das lojas de departamentos do setor de comércio varejista

Lobato, Fernanda Tavares Rezende; Universidade Federal de Uberlândia; Silva, Ana Paula; Universidade Federal de Uberlândia; Ribeiro, Karem Cristina de Sousa; Universidade Federal de Uberlândia
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 04/02/2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
The present research has for objective to demonstrate to the impact of the credit policy in the liquidity indicators and yield of the department stores of the sector of retailing. For this, it was analyzed the average collection period (PMR), rates of overall liquidity, current, dry and immediate, the turn of the asset, the liquid edge, the yield of the asset and of the equity of Globex Utilidades S.A., of the Lojas Americanas S.A. and of the Cia. Brasileira de Distribuição. As for the methodology, the study can be regarded as descriptive, a time that interprets and records the influence of the credit policies of the companies examined in their liquidity ratios and profitability. It was found that, for the three companies examined, the credit policies and conditions of sales taken directly influence liquidity and profitability. Strategies lending more flexible, almost always resulted in lower liquidity and lower profitability. Most of the analysis showed no trade-off between liquidity and profitability, it indicating that credit policies are more liberal, as evidenced by increased of the PMR of the three companies in the period under review, have been not translated into real gains for firms, undermining the maximizing shareholder value.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-8069.2009v6n12p11 A presente pesquisa tem por objetivo demonstrar o impacto da política de crédito nos indicadores de liquidez e rentabilidade das lojas de departamentos do setor de comércio varejista. Para isso...

Evidências Empíricas sobre a Rentabilidade dos Ativos dos Bancos no Brasil antes da Crise Americana do Subprime

Vinhado, Fernando da Silva
Fonte: UFPB Publicador: UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
Segundo a visão pós-keynesiana, defendida por Tobin (1982), os ativos dos bancos são divididos basicamente entre aqueles de natureza defensiva, representados fundamentalmente por títulos financeiros, com característica de maior liquidez e menor rentabilidade, e as operações de crédito, que são ativos não defensivos com perfil de oferecer menor liquidez e maior rentabilidade. Com base nessa visão e a partir de dados organizados em painel, contemplando 71 instituições financeiras que atuaram no Brasil entre 2000 e 2008, no presente artigo foi utilizada a técnica econométrica do método dos momentos generalizados em sistema (GMM-SYS) a fim de analisar empiricamente a influência de variáveis macro e microeconômicas sobre a rentabilidade de ativos dos bancos no país, tanto em títulos financeiros quanto em operações de crédito. Os exercícios econométricos propostos, que objetivaram melhorar a compreensão em relação à formação da rentabilidade dos ativos dos bancos no mercado bancário brasileiro, permitiram identificar aspectos como a persistência nos níveis de rentabilidade, a nacionalidade e personalidade jurídica dos bancos mais rentáveis por tipo de ativo, a influência do tamanho da instituição e do nível de capitalização sobre a rentabilidade dessas aplicações...