Página 1 dos resultados de 13993 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Desenvolvimento motor. Indicadores bioculturais e somáticos do rendimento motor em crianças de 5/6 anos

Lopes, Vítor P.
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.76%
Com este trabalho pretendemos avaliar a influência de alguns factores biológicos (somáticos) e do envolvimento na capacidade de rendimento motor em crianças de 5/6 anos de idade, e estudar a diferença entre sexos no rendimento motor em função das variáveis biológicas e do envolvimento. Depois de identificarmos algumas variáveis do envolvimento (21 variáveis) referidas na literatura como factores importantes do rendimento e desenvolvimento motor das crianças, procedemos à sua avaliação numa amostra de 181 crianças, 84 do sexo feminino com 6,118 anos e 97 do sexo masculino com 6,070 anos. Fez-se também a medição de algumas variáveis somáticas (peso, altura, diâmetros biacromial e bicristal, comprimento do membro superior, perímetros braquial e geminal e pregas adiposas: tricipital; subescapular; suprailíaca; abdominal e geminal). A avaliação do rendimento motor foi realizada através das tarefas: salto em comprimento com impulsão simultânea dos pés; lançamento da bola de ténis; corrida de velocidade (20m) e uma prova de equilíbrio estático. Através da análise da regressão múltipla com o método de selecção das variáveis passo a passo (setpwise regressions), tendo como variáveis dependentes o rendimento motor em cada habilidade testada e como variáveis independentes as variáveis somáticas e as variáveis do envolvimento...

Orientações dos objetivos, emoções de realização e rendimento escolar

Silva, Francisca Tavares
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.76%
A motivação académica e o rendimento escolar dos alunos são mediados por variáveis de natureza cognitiva e afetiva, cuja complexidade exige o aprofundamento dos processos que viabilizem a promoção de estratégias de ensino-aprendizagem conducentes ao envolvimento dos alunos no processo de aprendizagem e consequente sucesso escolar. A investigação no âmbito da psicologia da educação tem vindo a apontar a orientação dos objetivos e as emoções de realização como constructos centrais para a compreensão da motivação em contexto escolar. Assim, esta dissertação de mestrado em Supervisão Pedagógica e Formação de Formadores propõe-se analisar a relação entre aqueles constructos e o rendimento escolar numa amostra de 358 adolescentes de ambos os sexos, do 7º, 8º e 9º anos de escolaridade, recolhida em três escolas portuguesas do ensino não público. Procedeu-se a um estudo quantitativo não experimental e correlacional a partir dos dados recolhidos com a administração das versões portuguesas de algumas escalas do Patterns of Adaptative Learning (PALS) e do Achievement Emotions Questionnaire (AEQ), tendo-se operacionalizado o indicador do rendimento escolar através da média das notas do 1º período (2012-2013) nas disciplinas de Língua Portuguesa...

Inovação financeira e consumo : a hipótese do rendimento permanente

Duarte, Joshua Dias
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.78%
Tomando em linha de conta a crescente importância de inovações financeiras nos últimos anos torna-se relevante explicar qual o impacto das mesmas sobre o consumo. Recorrendo à hipótese do rendimento permanente tentamos criar uma ponte entre a inovação financeira e o consumo através do efeito que esta exerce sobre as restrições de liquidez numa dada economia. A estimação inicial de um modelo por variáveis instrumentais não lineares permite-nos testar a existência de excesso de sensibilidade do consumo ao rendimento. Numa segunda fase incluímos nas nossas estimações uma variável representativa de restrições de liquidez e avaliamos em que medida a sua inclusão aproxima o comportamento do consumo daquilo postulado pela hipótese do rendimento permanente. Num último passo procuramos responder à questão central do nosso trabalho. Uma estimação de modelos com threshold é empregue com vista a clarificar qual o impacto que a inovação financeira pode ter ao iniciar uma mudança de regime quer no consumo quer na própria restrição de liquidez. Concluímos que a hipótese do rendimento permanente não se verifica para Portugal, Itália, Suécia e França. Encontramos também indícios de que o excesso de sensibilidade do consumo ao rendimento se fica a dever a restrições de liquidez...

Ferrugem asiática da soja: relações entre o atraso do controle químico, rendimento, severidade e área foliar sadia de soja (Glycine max L. Merril); Asian soybean rust: relationship between delay of chemical control, yield, severity and healthy leaf area of soybean (Glycine max L. Merril)

Calaça, Helen Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.8%
O controle da ferrugem asiática é altamente dependente do tratamento com fungicidas. A decisão do momento correto da aplicação é fundamental para a eficiência do tratamento, visto que atrasos na efetuação do controle podem torná-lo tão ineficaz quanto à ausência de aplicações. O dano provocado pela ferrugem asiática é decorrente da redução da área foliar, devido à destruição do tecido vegetal e desfolha precoce. Tendo em vista a influência que o atraso no controle tem sobre a ferrugem asiática, e esta sobre a folhagem das plantas de soja, o dano pode ser melhor compreendido com o uso de variáveis que captem modificações na área foliar do hospedeiro. Com os objetivos de avaliar o efeito do atraso no controle da ferrugem asiática sobre o rendimento e os componentes do rendimento, a duração (HAD), a absorção da área foliar sadia (HAA) de plantas de soja e sobre a severidade da doença e examinar as relações entre o rendimento de soja com a duração, absorção da área foliar sadia e severidade da ferrugem asiática, foram conduzidos cinco experimentos no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Agrícola da Arysta LifeScience, em Pereiras-SP. Os experimentos envolveram um tratamento preventivo e tratamentos que corresponderam a atrasos crescentes na efetuação do controle químico. As relações entre os parâmetros citados acima foram avaliadas por meio de testes de comparação de médias (LSD) e regressões lineares e não lineares (p<=0...

Políticas publicas do esporte no Brasil : razões para o predomínio do alto rendimento

Bueno, Luciano
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
36.76%
Esta tese tem por tema o estudo da evolução da Política Pública do Esporte no Brasil. Seu objeto de estudo é o predomínio do esporte de alto rendimento. Para tanto, define as três categorias de manifestação esportiva com as quais trabalha: esporte de alto rendimento, esporte educacional e esporte participativo. Igualmente apresenta a estrutura teórica a ser utilizada, a Advocacy Coalition Framework – ACF, que se utiliza de estrutura de crenças e valores formatada pelo autor para o estudo do campo esportivo, tratado pela ACF com um subsistema ou área específica de política publica. Procurando melhor embasar o estudo, a tese resgata os principais conceitos históricos e sociológicos relacionados ao campo do esporte e reforça a interação deste com os aspectos sociais, econômicos e políticos. Em seguida, aborda a gênese do esporte e sua vinda ao Brasil, no início do século passado, passando pela criação das entidades desportivas e apresentando as razões de seus conflitos de interesses. Ainda nesta parte, aborda a discussão sobre os valores e contra valores que permearam a discussão entre intelectuais a favor e contra o desenvolvimento do esporte. No período do Estado Novo a tese discute as razões que levaram o Estado a intervir no setor esportivo e a estruturá-lo institucionalmente com o Decreto Lei 3.199...

Comparação entre o ensino tradicional e o ensino tradicional com reforço por modulos, com enfase na possivel influencia de valores e caracteristicas socio-economicas no rendimento escolar

Freire, Vanda Lima Bellard
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.76%
O objetivo deste trabalho foi analisar a utilização do ensino por módulos, utilizado como reforço de ensino, em Física e em Matemática, por alunos da lª série (2ºgrau) da Rede de Ensino Estadual do Rio de Janeiro. Pretendeu-se avaliar a utilização dessa metodologia a nível de rendimento dos alunos, e, também, relacioná-la à cosmovisão (tratada em termos de níveis de consciência, segundo Reich - 1970) e à situação sócio-econômica desses alunos (segundo escala de Guidi e Duarte, 1969).O estudo teve caráterexperimental, sendo constituídos grupos experimentais e de controle em quatro colégios estaduais dos municípios de Valença, Friburgo e Rio de Janeiro. Foram aplicados os seguintes instrumentos: a) testes diagnóstico e pós-testes, em Física e em Matemática, aos dois grupos de cada colégio; b) escalas destinadas a classificação dos alunos dos grupos experimentais em níveis de consciência e em classes sociais. Pretendeu-se estabelecer relação entre o rendimento obtido em Física e em Matemática e: a) metodologia utilizada; b) níveis de consciência apresentados pelos alunos; c) classificação sócio-econômica desses alunos. Os resultados obtidos evidenciaram que: 1) o rendimento obtido pelos alunos dos grupos experimentais de cada colégio...

Crescimento e rendimento da soja por estrato do dossel em resposta à competição intraespecífica

Rambo, Lisandro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.76%
A modificação do arranjo de plantas altera a competição intraespecífica pelos recursos disponíveis para o crescimento e rendimento de grãos da soja. O experimento foi conduzido na Estação Experimental Agronômica da UFRGS, em Eldorado do Sul, RS, na estação de crescimento 2000/01, objetivando avaliar como o arranjo de plantas modifica a competição intraespecífica e de que forma isto se reflete no crescimento, no potencial de rendimento (PR) e no rendimento de grãos da soja e seus componentes por estrato do dossel. Utilizou-se a cultivar ‘BRS 137’ (semiprecoce) em semeadura direta. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com parcelas sub-subdivididas e quatro repetições. Os tratamentos constaram de regimes hídricos (irrigado e não irrigado), espaçamentos entre linhas (20 e 40 cm) e populações de plantas (20, 30 e 40 plantas/m2). A irrigação aumentou a taxa de enchimento de grãos e, como conseqüência, o peso do grão, resultando em maior PR no início do enchimento de grãos (R5) e rendimento de grãos na maturação (R8). O arranjo de plantas com 20 cm, independente da população, apresentou, em média, maior PR em R5 em relação ao arranjo com 40 cm, o que também foi verificado no estrato médio do dossel. Verificou-se também diminuição linear no PR com o aumento da população de plantas...

Modelagem Markoviana da precipitação pluvial diária e simulação do rendimento esperado de soja no município de Cruz Alta (RS)

Nishijima, Toshio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.78%
O agronegócio da soja, caracterizado como investimento em atividade produtiva, envolve problemas de incertezas com o comprometimento definitivo de recursos, com a impossibilidade de reverter decisões tomadas e, também, com o esforço de prever a renda a ser obtida com a colheita. A questão relevante para o sojicultor é como avaliar o rendimento esperado de grãos em um contexto de incertezas, base para o cômputo da taxa de retorno do investimento na produção de soja. Este trabalho teve como objetivo estabelecer uma metodologia que associa um modelo estocástico de precipitação a um modelo de predição do rendimento da cultura de grãos de modo a permitir a atribuição de probabilidades aos rendimentos esperados de soja. Foram utilizados dados meteorológicos diários referentes à precipitação pluvial, temperatura máxima, mínima e média do ar, umidade relativa do ar, radiação solar global e velocidade do vento a 2 metros, bem como o rendimento de soja de Cruz Alta(RS) do período 1/1/1975-31/12/1997 A precipitação pluvial diária foi ajustada à cadeia de Markov de primeira ordem e dois estados e na função gama com variação sazonal para os meses de outubro a abril. Os resultados indicaram que a metodologia associando a geração de séries de precipitação pluvial...

Crescimento e rendimento da soja em resposta a épocas de semeadura e arranjo de plantas

Gubiani, Ézio Itamar
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.78%
O crescimento e o rendimento da soja são influenciados por fatores ambientais como fotoperíodo, temperatura, precipitação pluvial, umidade e fertilidade do solo. Considerando a variação destes fatores durante a estação de crescimento e a influência que eles têm sobre o desempenho da soja, os objetivos deste experimento foram verificar o efeito de três épocas de semeadura no crescimento, potencial de rendimento, rendimento de grãos e seus componentes. E também qual o melhor arranjo de plantas para potencializar o desempenho da soja, pela variação no espaçamento entre fileiras e na população de plantas. O experimento foi conduzido na Estação Experimental Agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (EEA/UFRGS), em Eldorado do Sul, RS, durante a estação de crescimento 2003/2004. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com parcelas sub-subdivididas e quatro repetições. Os tratamentos consistiram de épocas de semeadura (15 de outubro, 15 de novembro e 17 de dezembro), espaçamento entre fileiras (20 e 40 cm) e populações de plantas (20, 30, 40 e 50 plantas.m-2). O rendimento médio de grãos foi de 3514 kg.ha-1, sendo influenciado pela época de semeadura, com o maior rendimento em novembro. O potencial do rendimento foi determinado pela contagem de estruturas reprodutivas (flores e legumes). Em R2...

Alterações na relação fonte-demanda no rendimento de grãos e crescimento da soja

Sperb, Daniel Fagundes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.78%
A relação fonte-demanda rege a distribuição de assimilados pelas partes da planta e determina o potencial de rendimento (PR) da soja. Variações no ambiente da lavoura e na condição fisiológica das plantas alteram esta relação e ocasionam alterações no PR. O objetivo deste trabalho foi avaliar modificações no PR, rendimento de grãos, componentes do rendimento e no crescimento da soja, pela remoção total e instantânea da fonte (RTIF) e redução do espaçamento entre fileiras. O experimento foi conduzido na Estação Experimental Agronômica da UFRGS, Eldorado do Sul, RS, em 2003/2004, com a cultivar RS 7- Jacuí (ciclo médio, determinada) em semeadura direta. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com parcelas sub-subdivididas e quatro repetições. Os tratamentos foram: RTIF em cinco estádios de desenvolvimento (V6-sexto nó; V9- nono nó; R2- floração; R4- legumes desenvolvidos e R5- início do enchimento de grãos) e dois espaçamentos entre fileiras (20 e 40 cm). O PR, avaliado em R2, foi reduzido com a RTIF em V6 e V9. A RTIF reduziu o PR, avaliado em R5, quando realizada em R4 O rendimento médio de grãos do experimento foi 3080kg/ha. A redução do espaçamento aumentou o rendimento de grãos pelo incremento de legumes por área...

Aumento do rendimento de grãos da soja com o manejo de plantas daninhas e espaçamento entre fileiras

Saraiva, Luis Artur Tonelotto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.76%
A utilização de práticas de manejo indicadas e a implementação de novas técnicas de cultivo são necessárias para potencializar o desempenho da soja em busca de rendimentos elevados. Os objetivos desse trabalho foram determinar o potencial de rendimento, rendimento de grãos, componentes do rendimento e variáveis associadas ao crescimento da soja, sob interferência de plantas daninhas, modificação do arranjo de plantas, em níveis de adubação. O experimento foi conduzido na Estação Experimental Agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (EEA/UFRGS), em Eldorado do Sul, RS, no ano agrícola 2002/2003. O delineamento experimental utilizado blocos ao acaso, com parcelas sub-subdivididas e quatro repetições. Os tratamentos constaram de manejo de plantas daninhas (com e sem controle), espaçamentos entre fileiras (20 e 40 cm) e níveis de adubação (sem adubação, metade da indicação e a dose indicada). O potencial de rendimento foi determinado a partir da contagem do número de flores em R2 e legumes em R5, que não mostrou diferença entre os fatores analisados. O rendimento médio de grãos foi de 4.058 kg.ha-1, sendo influenciado pelo manejo de plantas daninhas e espaçamento entre fileiras. Os componentes do rendimento apresentaram comportamento diferenciado dentro do manejo de plantas daninhas e espaçamento entre fileiras...

Rendimento de grãos da soja em função do arranjo de plantas; Soybean yield response to plant arrangement

Rambo, Lisandro; Costa, Jose Antonio; Pires, Joao Leonardo Fernandes; Parcianello, Geovano; Ferreira, Felipe Gutheil
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.78%
A identificação do arranjo de plantas que resulte em menor competição intraespecífica permite melhor aproveitamento dos recursos disponíveis para o crescimento e rendimento de grãos da soja. O experimento foi conduzido na Estação Experimental Agronômica da UFRGS em Eldorado do Sul, RS, na estação de crescimento 2000/01, objetivando avaliar como o arranjo de plantas de soja modifica a competição intraespecífica e de que forma isto se reflete no rendimento de grãos e seus componentes. Utilizou-se a cultivar ‘BRS 137’ (semiprecoce, determinada) em semeadura direta. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com parcelas sub-subdivididas e quatro repetições. Os tratamentos constaram de dois regimes hídricos (irrigado e não irrigado); dois espaçamentos entre linhas (20 e 40cm), e três populações de plantas (20, 30 e 40 plantas.m-2). O rendimento de grãos foi afetado pela irrigação e pela interação espaçamento e população. O tratamento irrigado (5015kg.ha-1) apresentou rendimento de grãos 18% superior ao não irrigado (4253kg.ha-1). A maior taxa de enchimento de grãos (TEG), que resultou no maior peso do grão, explica o maior rendimento obtido no tratamento irrigado. O arranjo de plantas que proporcionou maior rendimento de grãos foi a associação do espaçamento de 20 cm com a população de 20 plantas.m-2...

Estimativa do potencial de rendimento por estrato do dossel da soja, em diferentes arranjos de plantas; Yield potential estimated by soybean canopy stratum in response to plant arrangement

Rambo, Lisandro; Costa, Jose Antonio; Pires, Joao Leonardo Fernandes; Parcianello, Geovano; Ferreira, Felipe Gutheil
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.86%
O potencial de rendimento da soja pode ser modificado pelo arranjo de plantas. Esta alteração pode resultar da contribuição diferenciada dos estratos do dossel para a determinação do potencial. O experimento foi conduzido na Estação Experimental Agronômica da UFRGS, em Eldorado do Sul, RS, na estação de crescimento 2000/01, objetivando avaliar o potencial de rendimento em três estratos do dossel da soja em função da modificação do arranjo de plantas, em dois regimes hídricos. Utilizou-se a cultivar ‘BRS 137’, em semeadura direta. Os tratamentos constaram de níveis de irrigação (irrigado e não irrigado); espaçamentos entre linhas (20 e 40cm), e populações de plantas (20, 30 e 40 plantas m-2). Estimou-se o potencial de rendimento no início do enchimento de grãos (R5), admitindo-se que todas as flores se transformassem em legumes e que todos os legumes presentes neste estádio atingissem a maturação, formando grãos e contribuindo para o rendimento. O dossel foi divido em três estratos, por dois planos paralelos ao solo, determinando-se o potencial de rendimento e o rendimento de grãos nas três seções do dossel. O tratamento irrigado apresentou maior potencial de rendimento da planta inteira em R5 (14976kg ha-1) e rendimento de grãos em R8 (maturação) que o não irrigado (12148kg ha-1)...

Articulação entre formação académica e desporto de alto rendimento: estudo realizado com atletas de basquetebol

Silva, Paulo Carlos Ferreira da
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.8%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Educação Física, nos Ensinos Básico e Secundário; Conhecendo a exigência intrínseca à prática de desporto de alto rendimento e à formação académica, importa investigar quais as principais contingências que decorrem do seu exercício em simultâneo. Este trabalho de investigação pretendeu aquilatar junto das alunas-atletas quais as dificuldades que estas vivenciam no seu dia-a-dia, que estratégias utilizam e que soluções apontam para articular, com sucesso, a formação académica com a prática de desporto de alto rendimento. O presente estudo teve o seu enfoque em dez atletas em percurso de alto rendimento, do género feminino, com presença regular nas seleções nacionais de basquetebol. As referidas atletas, durante o ensino secundário, frequentaram os Centros de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Basquetebol e, neste momento, são simultaneamente estudantes do ensino superior e jogadoras da Liga Feminina. As suas idades estão compreendidas entre os 18 e os 23 anos. O estudo desenvolvido é de carater qualitativo, sendo a recolha de dados efetuada através de entrevistas semiestruturadas. A técnica de análise de dados utilizada foi a análise de conteúdo. As principais conclusões mostram que: i) a frequência durante o ensino secundário de um Centro de Alto Rendimento foi crucial para a sua formação e performance desportiva; ii) as medidas de apoio mais usadas durante o ensino secundário foram a justificação de faltas...

Avaliação pelo P300 de crianças com e sem epilepsia e rendimento escolar

VISIOLI-MELO,JUCELEI F.; ROTTA,NEWRA TELLECHEA
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2000 PT
Relevância na Pesquisa
36.78%
Dificuldade de aprendizagem é situação comum em crianças com epilepsia. Distúrbios da inteligência têm sido associados com epilepsia. O potencial cognitivo (P300) é um adjunto clínico para mensurar neurofisiologicamente o processo cognitivo. Foram estudadas 99 crianças com 10 anos a 11 anos e 11 meses. Do Grupo I, sem epilepsia, faziam parte 64 crianças, das quais 32 com bom rendimento e outras 32 com mau rendimento escolar. Do Grupo II, com epilepsia, faziam parte 35 crianças, sendo 21 com bom rendimento escolar e 15 com mau rendimento escolar. Não foi encontrada diferença significativa na latência do P300 entre os dois grupos. Quando foram estratificados segundo o desempenho escolar, as crianças do Grupo I, com bom rendimento escolar, apresentaram latência do P300 de 336 ms e as com mau rendimento escolar, latência de 382 ms; as crianças do Grupo II, com bom rendimento escolar, apresentaram latência do P300 de 363 ms e as com mau rendimento escolar, latência de 400 ms, com diferença significativa. Essa diferença estava localizada entre as crianças não epilépticas com bom desempenho escolar e as com mau desempenho escolar, epilépticas ou não.

RENDIMENTO DE GRÃOS, ÍNDICE DE COLHEITA E COMPONENTES DO RENDIMENTO DE TRÊS CULTIVARES DE ARROZ IRRIGADO

Paranhos,Juçara Terezinha; Marchezan,Enio; Dutra,Luiz Marcelo Costa
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1991 PT
Relevância na Pesquisa
36.78%
RESUMO O experimento foi conduzido em solo classificado como Planos-solo da Unidade de Mapeamento Vacacaí, no ano agrícola de 1986/87, no Campus da Universidade Federal de Santa Maria-RS. O objetivo do trabalho foi relacionar o rendimento de grãos, componentes do rendimento e índice de colheita de três cultivares de arroz irrigado (EEA 406, BLUEBELLE e BR-409), e que apresentam características morfológicas distintas quanto ao potencial de rendimento. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com cinco repetições, sendo que os tratamentos foram constituídos pelas três cultivares. Os maiores rendimentos de grãos foram alcançados pelas cultivares BR-IRGA 409 e EEA 406, equivalentes entre si. A cultivar BLUEBELLE teve o menor rendimento de grãos, não diferindo estatisticamente da EEA 406. A BR-IRGA 409 é mais eficiente no transporte de fotoassimilados para os grãos (índice de colheita) que as demais cultivares, as quais apresentaram a mesma eficiência. Houve baixa relação entre os dados de índice de colheita e rendimento de grãos para as três cultivares. Os dados de componentes do rendimento não descreveram adequadamente os rendimentos de grãos obtidos pelas cultivares, por causa, principalmente, de erros quanto ao tamanho da amostra utilizada.

Rendimento corporal e composição química do filé da viola (Loricariichthys anus)

Britto,Aline Conceição Pfaff de; Rocha,Cleber Bastos; Tavares,Rafael Aldrighi; Fernandes,João Morato; Piedras,Sérgio Renato Noguez; Pouey,Juvêncio Luís Osório Fernandes
Fonte: Universidade Federal de Goiás Publicador: Universidade Federal de Goiás
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.8%
A viola é atualmente a espécie de peixe de maior valor econômico da Lagoa Mangueira e, tendo em vista este fato, o objetivo deste trabalho foi analisar seu rendimento corporal e a composição química do filé. Quarenta animais capturados na Lagoa Mangueira foram divididos em dois grupos de 20 animais cada. O peso apresentou uma variação de 128 a 190g no grupo A e de 234 a 293 g no grupo B. A avaliação biométrica foi realizada no Laboratório de Ictiologia da UFPEL, onde os animais foram medidos em comprimento e peso, sendo utilizadas para o cálculo de rendimento corporal. Foram avaliados o rendimento de carcaça, rendimento de cabeça, rendimento visceral, rendimento da pele, rendimento de tronco limpo e rendimento de filé. A análise de composição química foi realizada com filé seco, para se obter os resultados de proteína, extrato etéreo, cinzas e umidade, e na matéria natural para se obter o teor de ácidos graxos. O peso dos animais influencia no rendimento de carcaça. O filé da viola é considerado magro, com alto teor de proteína e maior quantidade de ácidos graxos insaturados em comparação aos saturados.

Autoconfiança e rendimento desportivo: estudo longitudinal numa equipa de futebol profissional

Neves, Ana Sofia Ferreira
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.78%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; São objectivos deste trabalho: explorar a acção da variável individual autoconfiança estado vivida durante a época competitiva (ao longo de 17 jogos) do Campeonato Nacional, de um grupo de 23 futebolistas seniores, nos seus níveis de rendimento (objectivo e subjectivo) e sua competência psicológica (autoconfiança traço); analisar as relações entre as diferentes medidas de rendimento (objectivo e subjectivo). Para o efeito, num momento pré competitivo, os atletas responderam ao questionário PODIUM individual (Abrantes, 2005). Durante a competição o rendimento objectivo foi avaliado por meio de observação directa, tendo sido calculados rácios de rendimento para cada atleta, por jogo. Após a competição, os jogadores preencheram o questionário “Questionário Pós Competitivo” (Cruz, 1991; cit por Almeida, 2003), onde avaliaram subjectivamente o seu rendimento. De igual forma, os treinadores preencheram um questionário pós competitivo - “Avaliação dos treinadores” – (Ebbeck e Weiss, 1988) onde avaliaram subjectivamente o rendimento de cada jogador em cada jogo. Num momento neutro os jogadores preencheram o “Inventário de Competências Psicológicas para o Desporto – Forma R5” (ICPD) (Cruz e Viana...

Yield in sawnwood and quantification of residues for three tropical species.; RENDIMENTO EM MADEIRA SERRADA E QUANTIFICAÇÃO DE RESÍDUOS PARA TRÊS ESPÉCIES TROPICAIS

Biasi, Cândido Pietro; Rocha, Márcio Pereira da
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 04/05/2007 POR
Relevância na Pesquisa
36.78%
The purpose of this work was to evaluate the yield in sawnwood and the generation of residues from sawing of the following species: cedrinho (Erisma uncinatum), cambará (Qualea albiflora) and itaúba (Mezilaurus itauba). Logs of three species were sawed in four diametric classes, ranging from 31 to 70 cm, using the same sawing methods. The yield in sawnwood as well as the volume of residues were determined. yield in sawnwood didn’t show statistic differences between diametrical classes for the three studied species. The cedrinho and itaúba species showed a higher yield in the diametric classes from 51 to 60 cm. On the other hand, itaúba species showed the tendency to increase the yield in sawnwood with the increasing of logs’ diameter. Although presenting no statistic differences, the species that showed the better yield in sawnwood was the cambará. The itaúba species presented lesser yield, and so, high generation of residues. The logs of larger diameter of cedrinho and itaúba presented defects that resulted in yield reduction. In terms of the residues’ generation, only the itaúba was statistically different from the others species.; Este trabalho teve o objetivo de avaliar o rendimento em madeira serrada e geração de resíduos no desdobro das espécies cedrinho (Erisma uncinatum)...

GRAIN YIELD AND YIELD COMPONENTS BY SOYBEAN CANOPY STRATUM IN RESPONSE TO PLANT ARRANGEMENT AND WATER AVAILABILITY; RENDIMENTO DE GRÃOS DA SOJA E SEUS COMPONENTES POR ESTRATO DO DOSSEL EM FUNÇÃO DO ARRANJO DE PLANTAS E REGIME HÍDRICO

RAMBO, Lisandro; COSTA, José Antonio; PIRES, João Leonardo Fernandes; PARCIANELLO, Geovano; FERREIRA, Felipe Gutheil
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/2005 ENG
Relevância na Pesquisa
36.8%
Plant arrangement that allow better plant distribuition in the area results in larger grain yield. This increase might be the result of diferential contribution of canopy strata for yield determination. The experiment was performed at Agronomic Experimental Estation of the Universidade Federal do Rio Grande do Sul, in Eldorado do Sul, Rio Grande do Sul, Brazil, in the 2000/01 growing season. The objectives were to evaluate grain yield and yield components by stratum of soybean canopy in different plant arrangements, under two water availability. Tested cultivar was BRS 137 (early, determinate), in no-till planting. Treatments arrangements were split-splitplot randomized complete-block design, with four replications. Water availability (irrigate and no irrigated), row spacing (20 and 40 cm) and population levels (20, 30 and 40 plants.m-2) were tested. Grain yield and yield components, by soybean canopy stratum, were determined in samples of ten plants, in sequence in the row, in each sub-subplot. Grain yield was incresead by irrigation and was detected interaction between row spacing and plant population. Plant arrangememnt of 20 cm row spacing and population of 20 plants.m-2 resulted in greater grain yield. There was a linear decrease in grain yield with the increase in population...