Página 1 dos resultados de 678 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Análise das volatilidades dos mercados brasileiros de renda fixa e renda variável no período 1986 - 2006; Study of the volatility of the fixed income market and the stock market in Brazil in a period of 1986-2006

Rossetti, Nara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.68%
O presente trabalho tem como objetivo analisar a volatilidade dos mercados de renda fixa e renda variável no Brasil, no período de março de 1986 até fevereiro de 2006, por meio do CDI (Certificado de Depósito Interfinanceiro) e IRF-M (Índice de Renda Fixa de Mercado), como indicadores do mercado de renda fixa, e o IBOVESPA (Índice da BOVESPA), como indicador de renda variável. Por meio da comparação da volatilidade destes ativos é possível observar se há coincidência temporal entre os dois mercados, em relação aos picos de volatilidade devido, principalmente, a influência de variáveis macroeconômicas. Tal análise é importante para que os gestores de portfólios, que tomam decisões de como alocar os investimentos, conheçam o histórico e o corrente relacionamento entre as volatilidades dos dois mercados. As volatilidades do mercado de renda fixa e do mercado de renda variável foram calculadas por meio do desvio padrão anual dos retornos mensais e por meio de um modelo GARCH(1,1). Os resultados mostram que, no Brasil, durante o período analisado, os dois mercados apresentaram: períodos coincidentes de picos de volatilidade, grande mudança no padrão comportamental das volatilidades após a implantação do Plano Real e pouca estabilidade na relação entre as volatilidades.; This work aims to study the volatility of the fixed income market and the stock market in Brazil...

Análise da volatilidade dos mercados de renda fixa e renda variável de países emergentes e desenvolvidos no período de 2000 a 2011; Analysis of volatility of fixed income market and stock market of emerging and developed countries in the period 2000-2011

Rossetti, Nara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.66%
O presente trabalho analisou as volatilidades dos mercados de renda fixa e variável de onze países, sendo eles: Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul (neste país apenas renda fixa), Argentina, Chile, México, Estados Unidos, Alemanha e Japão no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2011. Os indicadores utilizados para representar cada mercado foram os índices dos mercados de ações e as taxas de juros interbancárias. Para tanto, o estudo se utilizou de modelos de heterocedasticidade condicional auto-regressiva: ARCH, GARCH, EGARCH, TGARCH e PGARCH, verificando quais destes processos eram mais eficientes para modelagem da volatilidade dos mercados dos países da amostra. Esta pesquisa também verificou qual dos modelos (ARIMA ou modelos GARCH e suas extensões) conseguiria prever melhor as séries de tempo analisadas. Além disso, por meio dos índices de correlação, covariância e causalidade Granger, foram comparados os retornos e a volatilidade do mercado de ações entre os países BRIC, entre os países latinos americanos e entre os países desenvolvidos e o Brasil. Os resultados sugerem que a volatilidade, tanto do mercado de renda fixa quanto do mercado de renda variável, é mais bem modelada por processos GARCH assimétricos (EGARCH e TGARCH)...

Análise de investimentos de renda variável : uma ponte entre a teoria e a prática

Ventura, Claudio Lins
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
46.23%
O trabalho aborda os conceitos de análise de investimentos de renda variável. Sintetiza a teoria de análise de investimentos e identifica os pontos de controvérsia na literatura.

A variabilidade temporal da incerteza no mercado ácionário brasileiro e a relação entre os retornos do mercados de renda fixa e renda variável

Valdujo, Cássio Hanna
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
46.54%
Estudamos a possibilidade de que medidas de incerteza no mercado acionário estejam relacionadas com a variação temporal da correlação entre os retornos dos mercados de renda fixa e renda variável. Encontramos evidências de uma relação direta entre as medidas de volatilidade e a correlação futura dos retornos dos mercados estudados. Além disso, percebemos que o retorno do mercado de renda fixa tende a ser maior (menor) em comparação ao do mercado de renda variável quando a volatilidade deste apresenta variações maiores (menores) e em dias em que o volume de operações é inexplicavelmente alto (baixo). Nossos resultados sugerem que incertezas do mercado acionário têm influência no apreçamento do mercado de renda fixa, trazendo implicações de efeitos de cross-market pricing na gestão de recursos.

Fundos de ações com benchmark em renda fixa mais do que compensam o investidor relativamente aos fundos com benchmark em renda variável?

Moraes, Gustavo de Paula
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Este trabalho estuda o diferencial de retorno entre fundos de ações com benchmark em índices de renda fixa e fundos de ações com benchmark em índices de renda variável. A escolha de um índice de renda fixa como benchmark para um FIA, em média tende a ser pior para o cotista, pois gera um potencial de ganho financeiro para o gestor não associado ao real valor por ele criado. Portanto, como a remuneração dos gestores através da taxa de performance depende em parte do benchmark escolhido, fundos com benchmark em renda fixa deveriam apresentar melhores desempenhos a fim de compensarem seus cotistas por este custo. Os resultados encontrados sugerem que os gestores de fundos com benchmark em renda fixa obtêm um retorno líquido de taxas de performance e administração superior para seus cotistas e também apresentam uma menor correlação com o Índice Bovespa.; This paper analyses the difference between returns of equities funds that have fixed-income index as benchmark and equities funds that have stocks index as benchmark. The choice of a fixed-income index as benchmark for an equities fund on average tends to be worst for the investor as it creates a potential financial recompense for the fund manager that is not associated with its performance. So...

Expectativa do Retorno da Classe de Renda Variável no Brasil

Mori, Enzo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.23%
Este trabalho busca descobrir qual modelo (CAPM e Grinold e Kroner) é o melhor para estimar o futuro retorno do índice Bovespa, ex-ante. Não foi utilizado o índice completo, mas uma versão simplificada do índice utilizando as 25 maiores posições do índice ao longo de todos os trimestres desde 2000 até 2013. Este grupo já representava mais de 60% do índice. No final foi observado que o modelo CAPM conseguiu apresentar o melhor poder de explicação tanto na relação retorno observado e esperado, quanto nas medidas de erro absoluto. O único modelo que o Grinold e Kroner apresentaram um melhor resultado foi no erro percentual absoluto médio.

POP – Proteção do Investimento com Participação, um produto “conservador” no mercado de renda variável

Franceschi, Marcelo Augusto de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Em 2007, a Bolsa de Valores de São Paulo lançou o POP – Proteção do Investimento com Participação, produto de renda variável constituído de ações e opções de compra e venda dessas mesmas ações, combinados na proporção certa para oferecer proteção ao capital investido e participação em potenciais ganhos. O objetivo dessa nova alternativa de investimento foi atrair investidores avessos ao risco, principalmente, aqueles que costumam investir em renda fixa. Passados dois anos e meio do seu lançamento, o produto não alcançou o sucesso esperado, o que se comprova no número de negócios realizados e no volume negociado. O presente trabalho, de caráter exploratório, além de abordar as características e o funcionamento do produto, busca explicações para a baixa aceitação do mercado e compara a sua rentabilidade a aplicações no mercado de ações, em caderneta de poupança e em cinco fundos de renda fixa. Pode-se afirmar que a baixa adesão ao produto está relacionada a uma série de fatores, entre eles, a relativa complexidade da aplicação, devido a sua estrutura diferenciada, a estratégia de marketing pouco atrativa e insuficiente para esclarecer as dúvidas dos investidores, o desinteresse das corretoras em comercializar o produto e a baixa liquidez das opções de ações com prazos mais longos. Quanto ao comparativo de rentabilidade...

Desigualdade de renda no espaço intra-urbano : análise da evolução na cidade de Porto Alegre no período 1991-2000

Silva, Elvis Vitoriano da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.49%
Esta dissertação analisou a divisão social do espaço residencial intra-urbano a partir da sua relação com a desigualdade de renda. Utilizou-se como caso de estudo a cidade de Porto Alegre no período 1991-2000. A segmentação do espaço residencial urbano envolve a distribuição desigual dos poderes e direitos sobre a localização das moradias nas cidades, o que gera consequências significativas e duradouras nas características do tecido urbano, na formação de preços dos imóveis e no encontro entre grupos socialmente distintos. Duas hipóteses foram consideradas no presente estudo: a primeira hipótese associa a concentração de renda no espaço urbano à polarização socioespacial das áreas residenciais, nesta leitura os espaços residenciais estariam sofrendo um processo de homogeneização de renda combinado à redução dos espaços de classe média, esta hipótese aponta para a emergência de uma cidade dualizada entre ricos e pobres; a segunda hipótese associa a concentração de renda no espaço urbano ao aumento da seletividade e à fragmentação espacial das áreas residências dos estratos mais ricos, simultaneamente estaria ocorrendo o aumento da heterogeneidade dos espaços residenciais de classe média e dos pobres. Utilizou-se a variável renda do responsável por domicílio extraída do banco de dados dos Censos Demográficos de 1991 e 2000. O nível de desagregação da variável utilizada foi o setor censitário. As medidas de desigualdade de renda e de seletividade residencial utilizadas foram: índice de Gini...

Análise de fundos de investimento em ações através de índices de comparação de desempenho

Kornalewski, Ângelo César
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.23%
O presente trabalho teve como objetivo apresentar uma análise dos resultados obtidos por fundos de investimento em ações disponíveis ao pequeno e médio investidor, e administrados pelos principais bancos de varejo do mercado brasileiro. Essa análise apresentará aos investidores uma visão sobre a performance dos fundos, por meio dos principais índices de comparação de desempenho conhecidos pelo mercado. Realizou-se o estudo em períodos com diferentes características: um marcado por uma grande alta dos mercados de renda variável e outro marcado por uma maior instabilidade. Para isso, foram comparados os desempenhos passados de nove fundos de investimento em ações, observando o período entre fevereiro de 2004 a fevereiro de 2010. Foram utilizados os índices de Sharpe, Jensen, Modigliani e Treynor para comparação de desempenho.

Globalização e desigualdade interna de renda : avaliação para o período de 1980 a 2007 a partir da elaboração e aplicação de um modelo causal para 95 países

Tarragó, Eduardo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
A presente dissertação se propôs a avaliar por meio da elaboração de um modelo causal, com a utilização de análise de regressão múltipla, a relação entre globalização e desigualdade interna de renda em 95 países a partir de dados secundários referentes aos anos de 1980 e 2007. As variáveis independentes envolvidas são a variação no Índice de Globalização KOF, nas dimensões econômica, social e política, a variação no PIB per capita, a variação no Consumo de Energia per capita e Coeficiente de Gini no momento inicial. A variável dependente é a variação da desigualdade de renda no mesmo período. O universo da pesquisa compreende, em sua maioria, países com PIB acima de 10 bilhões de dólares (2007) e população acima de 2 milhões de pessoas (2007). O estudo problematiza a relação entre globalização e desigualdade interna de renda por meio de contribuições teóricas de Karl Marx, Zygmunt Bauman e Immanuel Wallerstein. A partir de pesquisas empíricas recentes sobre o tema, foi elaborado o modelo que serviu de instrumento de avaliação desta relação com os dados disponíveis, aplicado aos países em grupos de acordo com o PIB em 2007 (periféricos semiperiféricos e centrais). O modelo apresentou-se aplicável para um intervalo de 39% a 55% das variações observadas pelo conjunto das variáveis. Foi possível concluir que a variação da globalização...

Estratégia de pares aplicada nos setores de siderurgia e financeiro do IBOVESPA

Nunes, Nicolas Gil Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.31%
Com um cenário que oferece cada vez taxas menores em investimentos livres de risco (Renda Fixa) o investidor brasileiro fica cada vez mais interessado em investimentos que lhe proporcione retornos interessantes. Fica claro aqui então o papel fundamental que a Renda Variável, possui na construção do patrimônio do investidor. Porém no meio de tantas opções de investimento, é necessário decidir qual o mais interessante. Este trabalho propôs, testar sobre a ótica fraca a eficiência da estratégia de pares aplicadas aos setores de Siderurgia e Financeiro do Ibovespa no ano de 2011. O trabalho utilizou a base de dados fornecidos pela Bovespa para montar os pares, bem como as ferramentas utilizadas na tomada de decisão. Através dos dados obtidos, procurou-se definir quais os melhores pares para investir se é possível montar a estratégia, analisar a estratégia de acordo com técnicas financeiras e quais foram os resultados que advieram da escolha destes pares.; Amid an environment that offers less and less return from risk-free assets (fixed income), the Brazilian investor is tempted to search for higher-yield investments. Thus it seems clear the role of ‘Variable Income’ assets in building up someone’s portfolio.I n this matter it is truly important...

A Remuneração variável como fator para a instabilidade dos mercados financeiros

Veloso, Artur Antonio Ribeiro
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 83 p.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Economia; O presente trabalho visa analisar se a remuneração variável de analistas e executivos financeiros pode contribuir para a formação de eventos extremos nos mercados acionários. A hipótese norteadora é de que a elevação da parcela da renda variável na remuneração total dos agentes financeiros os incentivariam a realizar sistemáticas elevações nos preços das ações, que poderia levar a formação de eventos extremos, tais como bolhas econômicas. Com o intuito de avaliar tal hipótese, utilizou-se a modelagem computacional baseada em agentes para reproduzir dinâmicas características dos mercados financeiros. Os resultados da análise permitiram observar que a variação do percentual da participação da renda variável na composição da renda total dos agentes financeiros, como suposto, pode levar os mercados financeiros a apresentar uma maior incidência de eventos extremos.; The present study aimed to elucidate whether the variable remuneration of executives and financial analysts may lead to the formation of extreme events in the stock markets. The guiding hypothesis is that the increase the share of variable income in total remuneration of financial agents encouraged them to carry out systematic increases in stock prices...

Uma análise de desempenho dos fundos multimercado com renda variável e com alavancagem no Brasil durante o período entre 2002-2007

Rocco, Lucas Urbano
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 55 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.23%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Este trabalho parte de uma revisão bibliográfica dos autores mais importantes e dissertações sobre os fundos de investimento, analisando o desempenho dos Fundos Multimercado com renda variável e com alavancagem no período de 2002 a 2007, foi elaborada uma análise dividida em duas janelas temporais com condições distintas de mercado, a volatilidade dos anos de 2002 e 2003 e o mercado otimista do período entre 2004 e 2007. A modalidade foi escolhida por ser a que mais se aproxima das características dos tradicionais Hedge funds americanos. A amostra, após a exclusão de fundos exclusivos, e divisão dos fundos entre de investimento tradicional para o de investimento em cotas de outros fundos, com intuito comparativo, consistiu em 128 fundos. A análise de desempenho ajustado ao risco com o índice Sharpe que indicou um desempenho superior para os fundos de investimentos em cotas nas duas janelas analisadas e no período total, nos resultados anuais os fundos de cotas foram superiores em quatro dos seis anos pesquisados, não foram evidenciados influência do PL em relação aos resultados de rentabilidade e do próprio indicador...

Efeito número de filhos na distribuição condicional da renda familiar : uma aplicação de variáveis instrumentais para estimar o efeito quantílico de um tratamento

Nunes da Silva, Everton; Katarina Telles de Novaes Campello, Ana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.61%
Esta dissertação visa investigar o impacto da criação de um terceiro filho na renda dos pais, que será denominada como renda familiar nesta dissertação. O impacto em questão é estimado em vários pontos da distribuição condicional da variável resposta (rendimento da família) por meio de uma variante da regressão quantílica denominada efeito quantílico de um tratamento (Abadie et al, 1998 e 2002). A grande maioria dos trabalhos se detém sobre o efeito médio de um tratamento, enquanto que o método utilizado neste estudo nos dá uma visão mais completa, posto que o mesmo estima este efeito na distribuição condicional da variável resposta e não apenas na sua média condicional. Com este método são estimadas regressões correspondentes ao diversos quantis condicionais de interesse da variável dependente, ao invés de uma única regressão para a média. Assim, se existirem assimetrias na relação entre a variável dependente e covariáveis, estas serão captadas. A estimação dos diversos quantis também nos dá uma idéia da forma da distribuição condicional da variável resposta, o que não é possível de se obter com a estimação de apenas uma curva, a média condicional, no caso da regressão de mínimos quadrados ordinários. Outra questão importante abordada neste trabalho refere-se a endogeneidade presente na relação entre o número de filhos (fecundidade) e os rendimentos da família. Grupos de controle e tratamento...

Investimento estrangeiro em renda variável e taxa de câmbio: relações no período 1999-2012 para a economia brasileira

Matos, Mírian da Silva
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.46%
Os fluxos de capitais externos para investimento em carteira no Brasil tem se elevado nos últimos anos. Na década de 1990 o investimento estrangeiro foi predominantemente para renda fixa, e seu influxo exerceu influências sobre o câmbio. Na década seguinte este foi superado pelo investimento para renda variável. O objetivo deste trabalho é verificar se existe uma relação entre investimento estrangeiro em renda variável e taxa de câmbio, considerando as influências que exercem simultaneamente com Ibovespa e diferencial da taxa de juros. A análise compreende a mudança do regime cambial para flutuante em 1999 até 2012, subdividido em três períodos em que se identificou haver quebras de tendência.A metodologia empregada foi a de Vetores Auto-Regressivos (VAR) por considerar todas as variáveis como endógenas, em função umas das outras sobre seus valores defasados. Os resultados para o VAR e o teste de causalidade de Granger apontam para uma relação de causalidade da bolsa sobre o câmbio nos períodos de queda do Ibovespa, mas estes coeficientes ainda são inferiores aos do diferencial de taxa de juros.; Capital flows for portfolio investment in Brazil has risen in recent years. In the 1990s foreign investment was predominantly to fixed income...

Estudo visando a previsibilidade do melhor momento para comprar ou vender ações, utilizando-se a análise gráfica como ferramenta na tomada de decisão, com uma amostra aleatória simples de empresas listadas na bolsa de valores de São Paulo, que atuam em diferentes setores da economia

Pirolla, Samara Leffa
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Monografia de Curso de Pós-graduação Lato Sensu
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.31%
Monografia apresentada ao Setor de Pós Graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC, para obtenção do título de especialista em Gerência Financeira.; As opções de investimento no mercado dividem-se em dois grupos sob o aspecto da rentabilidade, o de renda fixa e o de renda variável. A maioria das pessoas aplica suas reservas onde percebe maior segurança, portanto, escolhem investir em taxa fixa. Talvez o receio em diversificar no mercado, aconteça por falta de conhecimento. Partindo dessa necessidade foi levantado um estudo bibliográfico e em websites, que viessem a explanar sobre a Análise Técnica, uma ferramenta que auxilia investidores no processo decisório de compra e venda de ações nas Bolsas de Valores com a obtenção de lucros. A ferramenta se constitui do desenho gráfico sobre os preços das ações de determinado ativo num dado período de tempo. Sobre o gráfico formado, procura-se indicadores técnicos, que devem ser capazes de prever a direção que seguirá o ativo em análise. Como resultado da pesquisa identificou-se que a Análise Técnica é capaz de prever o comportamento do mercado.

Fluxos migratórios, desemprego e diferenciais de renda; Texto para Discussão (TD) 657: Fluxos migratórios, desemprego e diferenciais de renda

Ramos, Carlos Alberto; Araújo, Herton
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
36.57%
O objetivo do artigo é chamar a atenção sobre a importância do desemprego aberto como variável capaz de ajudar a explicar os fluxos migratórios entre as unidades da Federação. Na literatura sobre o caso brasileiro, a movimentação de pessoas entre os espaços é explicada a partir dos diferenciais de renda. Esse tipo de abordagem apresenta uma certa fragilidade teórica, já que não leva em consideração as probabilidades de se encontrar emprego nas áreas com maior desenvolvimento relativo. Os dados evidenciam justamente que, à exceção das áreas de fronteira, os espaços com maior renda per capita são aqueles que apresentam as maiores taxas de desemprego. Não obstante não ter sido levada em consideração nos estudos sobre migração, na literatura econômica existe uma certa tradição dos modelos que levam em consideração tanto o nível relativo de renda como a taxa de desemprego. No artigo, utilizamos um modelo desse tipo, conhecido como modelos Harris- Todaro, para estimar a pertinência de introduzir, além da renda, a taxa de desemprego como variável capaz de ajudar a entender os fluxos migratórios no Brasil. Utilizando as PNADs de 1992 e 1996, além da Contagem Populacional, os resultados encontrados parecem ser alentadorés. A esperança de renda...

Filhos e renda familiar : uma aplicação do efeito quantílico de tratamento

Campêlo, Ana Katarina; Silva, Everton Nunes da
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
36.61%
Pesquisas sobre as conseqüências da decisão de ter filhos na renda e na oferta de trabalho são complicadas pelo fato de a fecundidade ser uma variável endógena, o que pode introduzir um viés no estimador convencional. Para estimar o efeito daquela decisão de forma mais adequada, usamos neste artigo a abordagem recentemente proposta por Abadie, Angrist e Imbens (1998 e 2002), denominada efeito quantílico de tratamento (EQT). Esse estimador utiliza a preferência dos pais por ter filhos de sexos diferentes como uma variável instrumental, permitindo variações nas estimativas ao longo dos quantis da distribuição da renda familiar. O EQT pode ser usado para determinar como uma intervenção afeta a distribuição da variável resposta para indivíduos cuja característica de reação ao tratamento é afetada pela variável instrumental. Essa técnica também tem a vantagem de ser consistente com os resultados obtidos pela regressão quantílica convencional quando o tratamento é exógeno. As estimativas do EQT com os dados da PNAD para o Brasil revelam que há diferenças importantes, entre os diversos quantis, no efeito da renda familiar sobre a decisão de ter filhos. Os resultados apontam para uma redução que varia entre 14% e 18% nos quantis considerados da distribuição de renda...

ANÁLISE DE ESTILO DE FUNDOS IMOBILIÁRIOS NO BRASIL; ANALYSIS OF STYLE REAL ESTATE FUNDS IN BRAZIL FROM PERIOD 2011 TO 2015

Scolese, Daniel; Bergmann, Daniel Reed; Silva, Fabiana Lopes da; Savoia, José Roberto Ferreira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa Empírica; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 21/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.52%
Os Fundos Imobiliários (FIIs) são veículos de investimentos que reúnem investidores cujo objetivo é aplicar seus recursos em ativos de cunho imobiliário. As ofertas públicas dos fundos de investimento imobiliário vêm crescendo ano a ano, e a negociação de suas cotas, embora ainda baixa, também vem apresentado crescimento constante, tornando o investimento em fundos imobiliários uma opção bastante acessível e satisfatória para os investidores de qualquer porte. Assim, este trabalho tem por objetivo investigar o retorno dos fundos de investimentos imobiliários, buscando identificar seu estilo e, consequentemente, seu comportamento frente aos índices do mercado financeiro brasileiro do segmento de renda fixa, de renda variável e do segmento imobiliário. Para tanto, a metodologia adotada neste estudo foi a aplicaçao de um modelo de regressão linear múltipla, cujas variáveis analisadas foram o retorno dos fundos de investimento imobiliário em função dos índices do merado financeiro dos segmentos de renda fixa, de renda variável e do segmento imobiliário, para o período de 2011 a 2013. O estudo concluiu que mesmo que o fundo imobiliário esteja naturalmente lastreado a um ativo real, considerado com um ativo seguro e com baixa volatilidade...

INVESTIMENTO ESTRANGEIRO EM RENDA VARIÁVEL E TAXA DE CÂMBIO: RELAÇÕES NO PERÍODO 1999-2012 PARA A ECONOMIA BRASILEIRA

Mattos, Mirian da Silva; Mestre em Economia pelo PPGE-PUCRS. Banco do Brasil.; de Moraes, Gustavo Inácio; Professor do PPGE-PUC-RS
Fonte: Editora UFPR Publicador: Editora UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/05/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.46%
Os fluxos de capitais externos para investimento em carteira no Brasil tem se elevado nos últimos anos. Na década de 1990 o investimento estrangeiro foi predominantemente para renda fixa, e seu influxo exerceu influências sobre o câmbio. Na década seguinte este foi superado pelo investimento para renda variável. O objetivo deste trabalho é verificar se existe uma relação entre investimento estrangeiro em renda variável e taxa de câmbio, compreendendo as influências que exercem simultaneamente com Ibovespa e diferencial da taxa de juros, no período iniciado com a liberação do câmbio para flutuante em 1999, até 2012. Os resultados para o vetor auto regressivo e o teste de causalidade de Granger apontam para uma relação de causalidade da bolsa sobre o câmbio nos períodos de queda do Ibovespa, mas estes coeficientes ainda são inferiores aos do diferencial de taxa de juros.