Página 1 dos resultados de 1395 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Religiosidade e fatores associados: um estudo com residentes na cidade de Itajubá, Minas Gerais; Religiosity and associated factors: a study of residents in Itajubá, Minas Gerais

Dias, Ewerton Naves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.4%
As relações entre religiosidade e saúde têm sido cada dia mais estudadas e as evidências têm apontado que as práticas religiosas e espirituais podem ser associadas com melhor saúde física, maior longevidade, melhor saúde mental e a um maior apoio social. Todavia, ainda são poucos os estudos que investigam esse fenômeno principalmente na realidade brasileira. O objetivo desse estudo foi analisar a associação entre a religiosidade e as características sociodemográficas e de saúde das pessoas residentes na cidade de Itajubá-MG. Trata-se de um estudo observacional, do tipo transversal, com abordagem quantitativa. A população do estudo foi composta de 600 residentes na cidade de Itajubá, Minas Gerais, de ambos os sexos, na faixa etária de 20 ou mais. O tipo de amostragem foi não-probabilístico, estratificado, proporcional por faixa etária e sexo dos residentes da cidade. As variáveis utilizadas para o estudo foram as características sociodemográficas e de saúde. Para a avaliação da religiosidade foi utilizado o instrumento Índice de Religiosidade da Universidade de Duke DUREL (alfa de Cronbach 0,75). Os resultados apontaram que 90,8% dos entrevistados referiram praticar alguma religião. A filiação religiosa católica foi a mais frequente com (67...

Comportamento sexual e religiosidade : um estudo com jovens brasileiros

Cerqueira-Santos, Elder
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.49%
O objetivo desta pesquisa foi investigar a relação entre comportamentos sexuais de risco e religiosidade entre jovens brasileiros de nível socioeconômico baixo. A pesquisa foi dividida em dois estudos: transversal (em São Paulo, Porto Alegre, Recife e Campo Grande) e longitudinal (em Porto Alegre). Participaram 4078 jovens com idades entre 14 e 24 anos, 46,5% masculino e 53,5% feminino, vivendo em situação de pobreza. Foi utilizado um instrumento auto-aplicável e confidencial de 109 questões. Os dados foram coletados em escolas e ONGs de forma coletiva. Foram desenvolvidas duas escalas, uma medindo religiosidade e outra comportamento de risco sexual (um indice composto por idade da primeira relação sexual, uso de camisinha, uso de métodos contraceptivos, abuso sexual e gravidez). A média de idade dos jovens participantes foi de 16,14 anos (SD=1,83) e não foi encontrada diferença entre moças e rapazes. Os resultados indicam que 97,2% são heterossexuais e 46,8% já tiveram a primeira relação sexual. A média de idade para o debute sexual foi de 14,24 anos (SD=0,60). A média do escore de comportamento de risco sexual foi de 0,60 (SD 0,60) com diferença significativa entre moças e rapazes (t=8,99; p<0,001), com média mais elevada para as moças (0...

Religiosidade, crenças e atitudes em idosos deprimidos : em um serviço de saude mental de São Paulo, Brasil; Beliefs and atituds in depression elderley : of mental health service in San Paolo, Brazil

Claudia Drucker
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
Objetivos: Descrever crenças, valores e representações a respeito da depressão e religiosidade em 44 pacientes idosos deprimidos de um serviço de saúde mental em São Paulo/ Brasil. Metodologia: Os dados foram analisados por procedimentos estatísticos descritivos e análise de conteúdo de variáveis sobre depressão, vulnerabilidade e religiosidade. Resultados: Houve correlação entre depressão e um menor poder aquisitivo do indivíduo (p=0,02). Os julgamentos auto-referentes e autocríticos foram mais importantes que os de senso-comum na formação de crenças depressivas. A leitura religiosa foi mais freqüente entre pacientes não deprimidos (p=0,001). A oração configurou-se como a atividade religiosa de maior incidência (95,5%/ N=42). Os idosos apresentaram uma motivação religiosa com características mais intrínsecas que extrínsecas (Md=23,5). Houve uma associação significativa entre a motivação intrínseca e aumento de religiosidade (p=0,01), ocorrido nos últimos dez anos e com motivos principalmente atribuídos à vivência de eventos estressantes. Conclusão: Verificou-se que os idosos deprimidos têm uma qualidade de vida social e econômica pior que os não deprimidos, e que utilizam como comportamento antidepressivo um aumento ou mudança na religiosidade. A tendência para desenvolver julgamentos mais autocríticos entre os idosos deprimidos pode estar associada a uma maior vulnerabilidade cognitiva do indivíduo. A religiosidade intrínseca e a leitura religiosa podem ser indicadores de fatores protetores para a depressão em idosos

Significados de religiosidade segundo idosos residentes na comunidade : dados do PENSA; Attitudes toward religiosity among community dwelling elderly: data from PENSA

Marcelo Cardoso de Santana
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
Objetivo: Foi conduzido um estudo de levantamento envolvendo idosos residentes na comunidade, com 65 a 103 anos de idade, investigando sua crença religiosa e a importância e os significados por eles atribuídos à religiosidade. Método: Os dados pertenciam ao banco de dados de uma pesquisa sobre condições de velhice bem-sucedida desenvolvido numa cidade brasileira de médio porte. Entre os 956 idosos da amostra, 361 (71% mulheres; idade média = 71,6 anos e DP=8,3) responderam questões sobre sua crença religiosa, e sobre a importância e os significados atribuídos à religiosidade. Os principais temas derivados da análise de conteúdo foram submetidos à análise estatística comparando-os às outras variáveis. Resultados: A maioria eram católicos e atribuíram alto valor à religiosidade em suas vidas. Os principais temas associados à religiosidade foram: fonte de significado existencial, expressão de tradição cultural, regulador moral, e estratégia de enfrentamento. Não foram observadas diferenças estatisticamente significativas devidas a gênero e à idade, com exceção de religião como estratégia de enfrentamento, mais freqüente entre as mulheres, e de religião como expressão de tradição cultural, mais citado pelos católicos. As principais associações apontadas pela análise de correspondência foram: ser católico...

A influência da religiosidade do cliente no trabalho clínico, na perspectiva dos psicólogos

Henning, Martha Caroline
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2009.; A pesquisa teve como objetivo caracterizar a influência da religiosidade dos clientes no trabalho clínico, na perspectiva dos Psicólogos. O estudo de natureza exploratório-descritivo se desenvolveu sob a perspectiva da metodologia qualitativa e realizou-se com 13 psicólogos clínicos, sendo a coleta de dados efetuada através de entrevista semi-estruturada em seus ambientes de trabalho. Utilizou-se o modelo de análise categorial temática de conteúdo, proposta por Bardin (1977), e os critérios de homogeneidade, recorrência e exaustividade. Os resultados da análise foram sistematizados em 04 categorias, as quais representam as regularidades e aspectos diferenciais presentes nos dados, e que tentaram abarcar a dinâmica e complexidade da prática profissional dos participantes, no que diz respeito à influência da religiosidade de seus clientes nos processos de psicoterapia e análise. Constatou-se que embora com informações escassas ou imprecisas obtidas em suas formações acadêmicas, esses profissionais apresentam-se atualmente com concepções formadas sobre o tema...

Religiosidade e espiritualidade em oncologia : um estudo sobre as concepções de profissionais de saúde

Gobatto, Caroline Amado
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2012.; É crescente o interesse em investigar a influência da religiosidade e da espiritualidade no manejo do estresse em geral e de outras condições adversas, como doenças crônicas e seus respectivos tratamentos. Especificamente, denomina-se como enfrentamento religioso/espiritual a adoção de estratégias cognitivas ou comportamentais que utilizam religião e/ou fé. Em Oncologia, muitos trabalhos apontam correlações com apoio social, bem-estar e estratégias adaptativas dos pacientes. Todavia, ainda que em menor proporção, estudos têm relacionado piores índices de qualidade de vida ao maior uso de estratégias avaliadas como prejudiciais. Sendo assim, realizou-se uma pesquisa exploratória com o objetivo de conhecer as concepções de profissionais de saúde da área oncológica acerca da associação entre saúde, religiosidade e espiritualidade. Na primeira etapa, participaram 85 profissionais da saúde, das seguintes categorias: assistente social (n = 1); biólogo (n = 1); enfermeiros (n = 2); fisioterapeutas (n = 3); fonoaudiólogos (n = 2); médicos (n = 17); nutricionistas (n = 16); odontólogo (n = 1)...

Espiritualidade e religiosidade das pessoas idosas : consequências para a saúde e bem-estar

Silva, Célia Maria Jordão Simões
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em /10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.36%
A produção científica tem demonstrado que a espiritualidade, religiosidade das pessoas idosas é benéfica para a saúde e bem-estar, ou seja, para a qualidade de vida. Com base no enunciado, optou-se por estudar o tema espiritualidade, religiosidade das pessoas idosas: consequências para a saúde e bem-estar no âmbito da disciplina de Enfermagem. Os objectivos da investigação foram: estudar a relação entre a espiritualidade, religiosidade das pessoas idosas na saúde e bem-estar; identificar o possível valor preditivo das variáveis espiritualidade, religiosidade e sócio-demográficas (idade, sexo, estado civil, habilitações literárias, residência) na saúde e bem-estar; fundamentar a intervenção de enfermagem no cuidado espiritual e religioso à pessoa idosa. O estudo seleccionado para a pesquisa foi observacional (descritivo-analítico) e transversal, o instrumento de investigação «questionário sócio-demográfico, BMMRS (Brief Multidimensional Measurement of Religiousness/Spirituality, traduzido e adaptado culturalmente para português Europeu) e SF-36 (versão 1.0, Portuguesa, da Medical Outcomes Trust/MOT)» e a amostra não probabilística acidental constituída por 600 idosos do Distrito de Leiria, sendo: a idade média 78...

A relação entre a religiosidade e ansiedade perante a morte na velhice

Lopes, Pedro Miguel Macedo Pinto Garcia
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.36%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013; O presente trabalho tem como finalidade o estudo da relação entre a religiosidade e a ansiedade perante a morte, com base numa amostra de 382 indivíduos com idades superiores a 60 anos. Esta investigação foi composta por três objetivos: 1) Analisar a religiosidade em função de seis variáveis demográficas: o género, a idade, a escolaridade, a rede de apoio familiar e social, a parentalidade (número de filhos) e a existência, ou não, de confidente; 2) Efetuar a análise da ansiedade perante a morte, em função das mesmas variáveis demográficas utilizadas na análise da religiosidade; 3) Verificar qual a relação existente entre a religiosidade e a ansiedade perante a morte. Para tal foram utilizados quatro instrumentos: O questionário de práticas religiosas (QPR); O questionário de crenças baseado no System of Belief Inventory (SBI-15R) de Holland e colaboradores (1998); O questionário de Santa Clara sobre a força da fé religiosa (SCSOF) elaborado por Plante e Boccaccini (1997) e adaptado por Gonçalves e Fagulha; O questionário de ansiedade face à morte...

Personalidade e religiosidade/espiritualidade (R/E)

Alminhana,Letícia Oliveira; Moreira-Almeida,Alexander
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
CONTEXTO: Embora existam muitos estudos relacionando o contexto religioso com a saúde física e mental, há poucas pesquisas sobre a interface entre religiosidade/espiritualidade (R/E) e personalidade. OBJETIVOS: O objetivo principal foi revisar as evidências empíricas de investigações sobre a relação entre religiosidade, espiritualidade e personalidade. MÉTODOS: Foi realizado um levantamento da produção acadêmica por meio das bases de dados virtuais: PubMed e PsychInfo, com artigos indexados até janeiro de 2008 e utilizando as combinações: "personality and spiritu*" e "personality and religio*" Além disso, foram pesquisados os artigos presentes em uma metanálise sobre o tema. RESULTADOS: Alta Religiosidade está associada a baixo Psicoticismo e a alta Amabilidade e Conscienciosidade. Conscienciosidade em adolescentes pode ser um preditor significante para a maior religiosidade na adultez jovem. E a dimensão de Religiosidade é mais provável candidata a residir além dos cinco grandes fatores de personalidade. CONCLUSÃO: A crença em uma dimensão de Religiosidade, em uma realidade transcendente ou em um Deus pessoal, em alguns casos, parece não possuir correspondências entre quaisquer dos cinco fatores de personalidade. Isso parece indicar que a R/E seja um potencial sexto fator de personalidade que não está presente nos modelos de personalidade atuais.

Religiosidade e qualidade de vida em pessoas com HIV

Medeiros,Bruno; Saldanha,Ana Alayde Werba
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
Este estudo objetivou investigar a relação entre religiosidade e qualidade de vida em pessoas com vírus da imunodeficiência humana, já que a religiosidade tem sido considerada relevante nesse contexto. Participaram do presente estudo 90 pacientes soropositivos ao vírus da imunodeficiência humana de um hospital de referência em João Pessoa no estado da Paraíba, sendo 56% do sexo masculino. Foram utilizados os instrumentos da Avaliação da World Health Organization Quality of Life Assessment Questionnaire-bref, quatro questões sobre religiosidade do World Health Organization Quality of Life Assessment Questionnaire-100 e o questionário de atitude religiosa. Foram realizadas análises descritivas e bivariadas, bem como uma análise de regressão linear múltipla (stepwise), a fim de se verificarem as variáveis que melhor explicariam a qualidade de vida nessa amostra. Ficou demonstrado que houve relação entre religiosidade e qualidade de vida entre os pacientes, ressaltando-se que a dimensão da religiosidade se relacionou com os domínios psicológico, social e ambiental de qualidade de vida, o que se manifestou de forma semelhante entre os pacientes sintomáticos. Percebe-se a importância da religiosidade no contexto da saúde e enfrentamento de doenças.

Religiosidade e problemas com o álcool: um estudo de caso

Xavier,Marlon
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
Este estudo buscou analisar a relação entre os fatores problemas com o álcool e religiosidade. Para tanto, foi utilizado um estudo de caso único, composto por narrativas biográficas e sonhos do sujeito, um homem de mais de 50 anos. A partir desse material, buscou-se verificar como os fatores se manifestavam consciente e inconscientemente, seguindo a teoria e a metodologia de interpretação de C. G. Jung. Conscientemente, a religiosidade manifestou-se através da crença no espiritismo e no que Jung chama de religio; inconscientemente, através de uma religiosidade que chamamos de dionisíaca. O estudo demonstra que as diferentes formas de religiosidade manifestas pelo sujeito apresentaram relações complexas com os problemas com o álcool - desde incitação ao beber e acirramento dos problemas relacionados até possibilidades de resolução dos problemas. As relações do sujeito com os valores coletivos que incentivam o consumo de álcool também foram objeto de estudo. Conclui-se que a religiosidade, de maneira geral, contribuiu para uma relativização na percepção desses valores, fortalecendo uma compreensão mais individual do problema com o álcool. O estudo propõe, ainda, maior atenção ao fator religiosidade na pesquisa sobre álcool.

Religiosidade e sentimento de solidão em idosos

Costa, Fernanda Vial
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.45%
Introdução: A viuvez é uma situação especial, não planejada, que provoca tristeza, sentimento de solidão e adaptação a novos papéis. Nesse sentido a religiosidade pode ser uma estratégia de enfrentamento para superar tais dificuldades.Objetivo: verificar a associação entre o sentimento de solidão e a religiosidade em idosos viúvos. Método: estudo transversal e quantitativo com uma amostra de 200 idosos viúvos com idade ≥ 60 anos que frequentam o ambulatório do Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUCRS. Os instrumentos utilizados foram a escala de solidão da Universidade da Califórnia de Los Angeles, a Escala de Frequência de Práticas Religiosas e a Escala de Religiosidade Intrínseca / Extrínseca.Resultados: O nível de solidão da amostra foi considerado alto tendo uma média de 48,4±4,6. Para a estimativa da escala da solidão, os resultados indicaram que, (36,7%) das variações ocorridas no escore da escala da solidão podem ser explicadas pela renda, pois quanto maior a renda maior o nível de solidão. Ainda foi encontrado significância na correlação entre solidão e sexo, mostrando que viúvos demonstram maior satisfação social do que viúvas. A maior parte dos idosos apresentou tendência à religiosidade intrínseca 25...

Os construtos religiosidade, espiritualidade e saúde mental sob a luz das terapias cognitivo-comportamentais

Silva, Juliana Assunção da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.36%
A associação entre os construtos religiosidade, espiritualidade e saúde mental pode ser encontrada em diversos momentos da história humana. Ao se referir à noção de saúde mental (promoção do bem-estar, prevenção de transtornos mentais, tratamento e reabilitação daqueles que os desenvolvem), os conceitos de religiosidade e espiritualidade podem ser frequentemente mencionados em função das relações históricas entre os três conceitos. Religiosidade e espiritualidade se referem à relação humana com o transcendente envolvendo crenças, práticas e simbologias específicas mediadoras dessa relação e embora possam ser usadas como sinônimos, até mesmo no campo acadêmico, apresentam diferenças entre si. Religiosidade pode ser definida como um sistema organizado de crenças, práticas, rituais e símbolos facilitadores ligados à aproximação do homem ao sagrado, de maneira formal e sistematizada, enquanto a espiritualidade, ainda que envolva uma busca individual para o entendimento de questões sobre a vida, seu significado e a relação com o sagrado, podem ou não levar ao desenvolvimento de rituais religiosos e a uma estrutura religiosa comunitária específica. Esta pesquisa teve como objetivo, a partir da revisão da literatura nacional e internacional...

A depressão e a religiosidade em doentes hemodialisados

Saraiva, Matilde Maria Cardoso Freitas
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.4%
Tese de Mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014; A saúde mental nos doentes em diálise e os fatores que a influenciam e a protegem foram ainda pouco estudados em Portugal. Vários estudos noutros países têm sugerido que a religiosidade pode ser um fator protetor relativamente à ocorrência de sintomatologia depressiva em doentes crónicos. O presente estudo é descritivo-correlacional e tem como principal objetivo avaliar as relações entre sintomatologia depressiva e religiosidade numa amostra clínica de doentes insuficientes renais em programa regular de hemodialise. Concomitantemente, pretende-se estudar a influência de algumas variáveis sociodemográficas e clinicas (estado civil, viver sozinho, tempo em diálise) sobre a ocorrência de sintomatologia depressiva. No estudo participaram 37 indivíduos, 22 do sexo masculino e 15 do sexo feminino, com idade média de 61.25, em hemodialise num Hospital da região de Setúbal. Como instrumentos de medida utilizou-se a versão portuguesa da Escala de Depressão do Centro de Estudos Epidemiológicos CES-D (Gonçalves & Fagulha, 2003) para avaliar a sintomatologia depressiva. O grau de religiosidade foi avaliado com a versão portuguesa da escala Systems of Belief Inventory (SBI-15R) (Holland et al....

Tradição e fé : memórias e histórias de uma religiosidade popular na Paraíba do século XX; Tradition and faith : memories and histories of a popular religiousnesness in 20th. century Paraíba

Silvana Vieira de Sousa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
As expressões de cultura de tradição oral têm sido estudadas sob perspectivas distintas, desde as que estabelecem uma relação de inferioridade frente às expressões de tradição escrita ou as que lhe atribui uma autonomia e pureza de sentido. Nesse estudo, Os contos populares, os folhetos e os sermões de frei Damião, como exemplos dessas expressões de cultura de tradição oral, constituem-se em textos que informam sobre uma história de religiosidade popular na Paraíba do século XX. Busco, ao longo desse estudo, contextualizar esses textos na época e na realidade sócio-cultural e religiosa da Paraíba. O foco central desse trabalho, portanto, é o que e como essas expressões contam sobre a religiosidade de leitores e ouvintes de contos populares, de folhetos e de sermões. O objetivo é analisar a perspectiva de composição dessa religiosidade, caracterizá-la, rastreando o conjunto das crenças que a constituem, a tradição oral em que se apresenta, explicitando seus vieses, sua natureza. Assim, tomadas como corpus documental, essas expressões nos possibilitam um corte temático subscrito ao mundo das práticas culturais e sociais expressivas pela questão da oralidade. A religiosidade popular como temática é um recorte dentre outras possibilidades que essas expressões culturais apresentam. A leitura que faço dessas expressões tomadas em um conjunto define desde já o que elas apresentam em comum: contam histórias com valores religiosos morais e com propósitos pedagógicos. Os modos de contar essas histórias também se assemelham: constituem-se a partir do uso de um mesmo quadro de situações e atitudes. Nesse sentido...

O acolhimento da religiosidade na psicoterapia : reflexões a partir de uma experiência clínica

Lima, Antonio Paulo Pinheiro
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.4%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2013.; A religiosidade é parte significativa na vida cotidiana da grande maioria dos brasileiros, constituindo-se como um cenário no qual se desenrolam práticas tanto de comunhão e solidariedade quanto de conflitos e intolerância. No plano pessoal, as experiências de contato com o numinoso também podem ser fonte tanto de integração quanto de desorganização psíquica. Diante desse contexto, a psicologia não pode se furtar a prestar sua contribuição. Entretanto, os psicólogos muitas vezes não possuem recursos para oferecer um acolhimento autêntico para as vivências religiosas dos seus pacientes. O presente trabalho teve como objetivo propor algumas condições teóricas, metodológicas, vivenciais e éticas para que se possa acolher a religiosidade na psicoterapia. Para tanto, realizamos um estudo de caso na perspectiva construtiva interpretativa acerca de uma experiência clínica na qual o psicoterapeuta se dispôs a acolher, a partir da hipnoterapia, a religiosidade da paciente. Os principais referenciais teóricos para o estudo foram a epistemologia qualitativa, a etnopsiquiatria...

Contribuições da religiosidade para qualidade de vida do idoso

Souza, Charles Ribeiro de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.36%
Esse estudo é pertinente aos significativos advindos da influência da religiosidade na velhice para melhor qualidade de vida. O objetivo geral dessa pesquisa foi analisar e compreender o fenômeno da religiosidade e seus benefícios na vida do idoso. Os dados para construção da revisão de literatura foram coletados a partir de consulta a livros, teses, revistas atuais, artigos, revisões de literatura, publicações e pesquisas científicas, selecionados nas seguintes bases eletrônicas: Bvs, Indexpsi, Lilacs, Pepsic e Scielo, por meio dos unitermos: religiosidade, religião, espiritualidade, envelhecimento, idosos, qualidade de vida, coping (enfrentamento) e saúde. A pesquisa empírica segue por pressupostos metodológicos qualitativos. Os dados foram analisados qualitativamente pela Análise de Conteúdo de Bardin. O estudo foi realizado na cidade de Goiânia - GO, com amostra composta por 7 participantes, com idade entre 67 e 83 anos. Utilizou-se ficha de dados sociodemográficos, e questionário semi-estruturado. Constatou-se religiosidade vinculada a entidade religiosa. Migração de (85%) do catolicismo o para outras religiões de filosofïa cristã. As práticas religiosas pessoais como oração, leitura da Bíblia são fundamentais para sustento da religiosidade. Idosos religiosos possuem facilidade para agregação social...

Religiosidade e saúde mental de imigrantes de um CAPS do DF: percepção dos psicólogos

Silva, Rita de Cássia da
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.4%
Este trabalho teve como proposito investigar empiricamente as relações entre religiosidade e saúde mental do imigrante na percepção dos psicólogos de um CAPS II de uma cidade satélite do DF. Apresenta algumas considerações sobre a psicologia da religião, cujo foco é a relação do sujeito com sua religiosidade e a percepção de alguns estudiosos na distinção entre religião, religiosidade e espiritualidade. Descrevem-se também os princípios dos novos modelos de saúde mental e suas implicações para a atuação dos psicólogos que aí atuam e seus respectivos desafios. A pesquisa empregou o método qualitativo fenomenológico, através de entrevistas semiestruturadas realizadas com cinco psicólogos que trabalham no referido CAPS com tempo de atuação entre sete a onze anos. Os resultados apontaram que os profissionais consideram que a religiosidade tem papel importante na saúde mental. Apontam de um lado a dimensão da esperança e da rede social, mas, por outro tendem a atribuir uma relação patológica da religiosidade com a saúde mental, mediante ao fato dos temas religiosos serem manifestos nos delírios. A pesquisa aponta para novas perspectivas de investigação; por exemplo, se seria a religião ou a religiosidade responsável pelos delírios...

Profissionais de saúde mental e religiosidade: a percepção de si e de seus pacientes

Garcia, Brenner Moreira
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.4%
Em geral o tema da religiosidade não tem sido tratado nas disciplinas de formação de psicólogos e psiquiatras. Esta é uma situação bastante paradoxal, pois na prática, estes profissionais sempre se deparam com a presença do fenômeno religioso no atendimentos a seus pacientes. Por outro lado, a literatura sobre as relações entre religiosidade e saúde mental não é unânime em relação às possíveis correlações positivas ou negativas. De fato, durante muitas décadas predominaram modelos que tendiam a patologizar a experiência religiosa, sendo que recentemente estes modelos têm sido revistos, voltando-se para o estudo da religiosidade como fator de resiliência ou coping. Neste contexto pode-se perguntar sobre o modo como os profissionais de saúde têm percebido a própria religiosidade e a de seus pacientes no contexto da saúde mental. Este trabalho teve o intuito de contribuir nesta direção, por meio de uma pesquisa exploratória realizada em Brasília. Foram sujeitos desta investigação quatro profissionais, sendo duas psicólogas e dois psiquiatras, os quais foram entrevistados em seus próprios locais de trabalhos. As entrevistas semi-estruturadas foram conduzidas conforme a perspectiva fenomenológica e posteriormente transcrita na íntegra. Sobre o material transcrito...

Personalidade e religiosidade/espiritualidade (R/E); Personality and religiousness/spirituality (R/E)

Alminhana, Letícia Oliveira; Moreira-Almeida, Alexander
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.36%
CONTEXTO: Embora existam muitos estudos relacionando o contexto religioso com a saúde física e mental, há poucas pesquisas sobre a interface entre religiosidade/espiritualidade (R/E) e personalidade. OBJETIVOS: O objetivo principal foi revisar as evidências empíricas de investigações sobre a relação entre religiosidade, espiritualidade e personalidade. MÉTODOS: Foi realizado um levantamento da produção acadêmica por meio das bases de dados virtuais: PubMed e PsychInfo, com artigos indexados até janeiro de 2008 e utilizando as combinações: "personality and spiritu*" e "personality and religio*" Além disso, foram pesquisados os artigos presentes em uma metanálise sobre o tema. RESULTADOS: Alta Religiosidade está associada a baixo Psicoticismo e a alta Amabilidade e Conscienciosidade. Conscienciosidade em adolescentes pode ser um preditor significante para a maior religiosidade na adultez jovem. E a dimensão de Religiosidade é mais provável candidata a residir além dos cinco grandes fatores de personalidade. CONCLUSÃO: A crença em uma dimensão de Religiosidade, em uma realidade transcendente ou em um Deus pessoal, em alguns casos, parece não possuir correspondências entre quaisquer dos cinco fatores de personalidade. Isso parece indicar que a R/E seja um potencial sexto fator de personalidade que não está presente nos modelos de personalidade atuais.; BACKGROUND: Although there are many studies linking the religious context with fisical and mental health...