Página 1 dos resultados de 4951 itens digitais encontrados em 0.075 segundos

Passagens híbridas: relações de gênero e pentecostalismo.; Hybrid passages: gender relations and Pentecostalism.

Francisco, Crislaine Valeria de Toledo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2002 PT
Relevância na Pesquisa
115.87%
Esta pesquisa tem como tema a configuração das relações de gênero nas igrejas pentecostais, mediante um olhar mais atento às esferas familiar e sexual. Entender como homens e mulheres interagem neste grupo religioso, como ressignificam seus papéis sociais em família e em relação à própria igreja e como a instituição religiosa se coloca neste processo são aspectos que constituem o problema do trabalho. A nossa proposta é a de que tanto o processo de construção de ressignificações subjetivas por parte das mulheres e homens pentecostais a partir de sua conversão/ adesão religiosa, quanto seus reflexos na realidade objetiva, podem ter como fonte uma diversidade de formas de apropriação dos repertórios heterogêneos de bens e mensagens disponíveis, gerando “hibridações”. Assim, entendendo esse processo enquanto “passagens” entre diversas sub-culturas, justificamos o título do trabalho: Passagens Híbridas: relações de gênero e pentecostalismo.; The subject of this research is the configuration of gender relations in Pentecostal Churches, with a special attention to familiar and sexual spheres. Our aim is to understand first how both men and women interact in this specific religious group, second how they re-signify their social role in the family and in the church and...

Anarquismo e relações de género: o olhar anarquista do início do século XX

Gama, Olinda da Conceição de Jesus
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
115.98%
Mestrado em História Moderna e Contemporânea; A presente dissertação tem como preocupação central analisar e interpretar a «arquitetura mental» dos anarquistas do início do século XX sobre relações e poder de género. A concretização deste desígnio desenvolve-se através da análise do discurso e da presença de temas sobre as relações e poder de género em publicações de tendência anarquista. Foram consideradas as publicações A Sementeira, Guerra Social e O Protesto, no período compreendido entre 1908 e 1919, submetidas a um procedimento sistemático de registo e análise dos respetivos conteúdos. Tendo por referência os princípios enunciados pelos teóricos anarquistas, nomeadamente no que respeita à horizontalidade nas relações sociais, à denúncia e resistência às manifestações de poder e de autoridade, à enfática defesa que assumem da independência, autonomia e autodeterminação individual, nos diferentes planos da vivência pessoal e social, procedeu-se a um estudo das posições e argumentação expressas na imprensa e da sua relação com os princípios de doutrina defendidos pelo pensamento anarquista. As duas questões principais que orientaram o nosso estudo foram as seguintes: (a) Existirá congruência ou consonância entre os pressupostos doutrinários do anarquismo e a abordagem das relações de género exposta e defendida na imprensa? (b) O olhar dos libertários que escrevem na imprensa portuguesa no início do século XX incorpora...

Escola de formação de "professoras": as relações de gênero no currículo superior de educação física

Silveira,Viviane Teixeira; Rigo,Luiz Carlos; César,Maria Rita de Assis; Pardo,Eliane Ribeiro
Fonte: Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte Publicador: Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
115.88%
As relações de gênero continuam sendo um tema recorrente no campo da Educação Física. Nesse sentido, este artigo teve como objetivo investigar como as relações de gênero estiveram presentes na emergência e na consolidação do currículo da Escola Superior de Educação Física da Universidade Federal de Pelotas (ESEF/UFPel). A metodologia utilizada para realizar a pesquisa foi a História Oral. Assim, através da coleta de cinco (5) depoimentos orais, de fontes históricas escritas (jornais, atas e documentos avulsos) e de um suporte teórico pós-estruturalista, concluímos que a emergência da ESEF/UFPel e as suas práticas curriculares nos anos de 1970 e 1980 estiveram atreladas a discursos e a práticas que reiteraram a maximização das diferenças entre os sexos, entre homens e mulheres.

Diferença e igualdade nas relações de gênero: revisitando o debate

Araújo,Maria de Fátima
Fonte: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Publicador: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
115.91%
Este artigo retoma o histórico debate sobre a diferença e a igualdade e as mudanças ocorridas nas relações de gênero sob o impacto do feminismo, da crise da masculinidade e demais transformações econômicas, sociais e culturais em curso. Toma como referência os estudos de gênero que buscam compreender os processos de produção de novas formas de subjetividade masculina e feminina, distanciadas dos tradicionais estereótipos de gênero. Conclui que tais mudanças apontam para a possibilidade concreta da construção de relações de gênero mais democráticas, ideal perseguido desde a modernidade, no casamento e na família, em que o direito à igualdade e o respeito à diferença são as pedras angulares.

Sexualidade e conjugalidade: a redefinição das relações de gênero na França contemporânea

Bozon,Michel
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
115.86%
Um laço novo se estabeleceu entre sexualidade e vida conjugal nas últimas décadas do século XX. Tradicionalmente o direito à atividade sexual era adquirido com o estatuto de sujeito casado; hoje em dia, o intercâmbio sexual passou a ser o motor interno da conjugalidade. No entanto, esta inversão não gerou uma transformação completa das relações de gênero. A análise das mudanças dos comportamentos na França contemporânea mostra sem dúvida uma aproximação das trajetórias sexuais femininas e masculinas, e o desenvolvimento dum valor de reciprocidade entre parceiros. Mas o exame mais preciso do confronto dos homens e das mulheres nas várias etapas do intercâmbio sexual sugere a permanência de uma divergência de gênero: tanto a socialização adolescente como o curso da vida conjugal continuam sustentando interpretações muito assimétricas da sexualidade, nas quais o desejo feminino tem menos legitimidade do que o masculino.

Entre femininos e masculinos: negociando relações de gênero no campo político

Bonetti,Alinne de Lima
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
125.91%
A análise da prática política cotidiana de um grupo de Promotoras Legais Populares - mulheres das camadas populares porto-alegrenses formadas no curso de capacitação em Direitos Humanos das Mulheres - permite perceber os diferentes atributos de gênero que sua participação no contexto político de Porto Alegre revela. Estas mulheres negociam e produzem contextualmente novas relações de gênero num campo político constituído por atributos culturalmente associados ao masculino, seja no embate entre diferentes femininos, seja na apropriação e atualização de atributos masculinos. A partir da etnografia junto a este grupo de mulheres, este texto traz uma reflexão sobre como a sua prática política engendra diferentes relações de gênero no contexto político de Porto Alegre.

Jogos de gênero: o recreio numa escola de ensino fundamental

Cruz,Tânia Mara; Carvalho,Marília Pinto de
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
115.87%
Baseado em pesquisa etnográfica realizada em 2001 numa escola pública de São Paulo, este artigo trata das relações de gênero entre crianças de 7 a 10 anos, especialmente durante os recreios. Focamos as interações conflituosas entre os sexos, buscando revelar as múltiplas nuances dos jogos de poder que ações aparentemente similares escondiam. Ao articular o conceito de conflito a significados simultaneamente lúdicos e de agressividade, passamos a compreendê-lo como "jogos de gênero", um dos modos possíveis de sociabilidade nas relações entre meninos e meninas.

Uma análise da dinâmica do poder e das relações de gênero no espaço organizacional

Cappelle,Mônica Carvalho Alves; Melo,Marlene Catarina de Oliveira Lopes; Brito,Maria José Menezes; Brito,Mozar José de
Fonte: Fundação Getulio Vargas/Escola de Administração de Empresas de São Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas/Escola de Administração de Empresas de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
115.94%
A elaboração do presente artigo objetivou promover uma discussão de cunho teórico acerca das relações de poder e gênero nas organizações. Para tanto, procurou-se extrapolar as limitações das abordagens que defendem a centralidade e a soberania do poder, mediante a adoção das concepções de poder relacional e de circuitos de poder que permitem reconhecer seus efeitos nas relações e interações entre indivíduos e nas práticas e discursos organizacionais que promovem e reforçam as assimetrias de gênero. A perspectiva adotada admite a existência de pontos de adesão e resistência ao poder, capazes de legitimar ou negar sua ação, entendendo as organizações como espaços em que homens e mulheres articulam suas relações por meio de movimentos de negociação, contestação e de luta de acordo com interesses em jogo. Neste trabalho, portanto, as relações de gênero são percebidas como mecanismos e práticas sociais que são instituídos e instituem ações e comportamentos.

Ekodidé Relações de gênero no contexto dos afoxés de culto nagô no Recife

Monteiro de Souza, Ester; Selma Ferreira Albernaz, Lady (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.91%
O presente estudo buscou compreender as relações e as concepções de gênero que se estabelecem no contexto dos afoxés do Recife e a sua interface com as religiões afrobrasileiras, sobretudo com o candomblé de culto nagô. Para tanto, focou a observação nas relações internas dos grupos e destes com outras organizações sociais. Os afoxés são grupos artístico-culturais fundados nas doutrinas religiosas dos cultos afrobrasileiros. A partir de sua relação com os terreiros, os grupos prestam devoção aos orixás, tendo-os como guias e recebem os cuidados religiosos de um Babalorixá e/ou Yalorixá. No seu ciclo de apresentações, o carnaval é um momento de dar visibilidade aos aspectos e valores sociais que compõem as bases da cultura africana no Brasil, onde os afoxés se inserem. Destacam-se a música, a dança, o vocabulário, os símbolos, os gestos, as vestimentas e demais elementos que circunscrevem estes grupos e fazem deles uma representação do candomblé na rua. Das observações realizadas, foi possível identificar que, do ponto de vista das relações de gênero no afoxé elas são informadas pelos preceitos das religiões africanas. Por um lado, o resultado é tentar impedir posições de poder para as mulheres...

As relações de gênero nas políticas públicas deeducação no município de Belo Jardim-PE: silêncio ou desvelamento?

Santos Araújo de Sousa, Bernardina; Angela da Silva Aguiar, Márcia (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.87%
Este trabalho investiga as principais políticas de educação no Brasil, em Pernambuco e em Belo Jardim, entre 1995 e 2002, focalizando as relações de gênero nos documentos que as representam. Além disso, foram analisadas narrativas de gestoras, técnicas, professores e professoras das séries iniciais da rede municipal de ensino de Belo Jardim, tendo como foco as aproximações e entendimento destes e destas a respeito das referidas políticas. As elaborações teóricas de que são exemplos os trabalhos de Louro (2003), Scott (1990), Toscano (2000) e Viana e Umbehaum (2004) contribuem para a teorização que guia a construção do objeto e a análise dos dados. A análise documental contemplou leis, planos, programas e diretrizes para a (re)estruturação da política curricular de Belo Jardim. Procurou-se estabelecer um diálogo entre estes documentos e o seu contexto histórico. A relação entre os momentos históricos no período estudado e a expressão política dos documentos aponta para uma forte vinculação entre a configuração política da sociedade, os instrumentos de regulação social e suas repercussões nas micro dimensões do cotidiano. Dentre os documentos analisados, os Parâmetros Curriculares Nacionais -PCNs...

Relações de gênero em famílias heterossexuais de classe média da Cidade do Recife : sobre discursos e posicionamentos

Botelho Cursino, Rafaella; de Araújo Menezes-Santos, Jaileila (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.97%
Esta pesquisa teve como objetivo investigar, nas práticas discursivas de homens e mulheres de classe média da cidade do Recife, que vivem em união estável, com pelo menos um filho da anterior e/ou atual relação, os discursos e posicionamentos referentes à vida conjugal, à divisão das tarefas domésticas e ao cuidado com os filhos. Localiza-se no campo de estudos de gênero e família e apresenta como abordagem teórico-metodológica norteadora a Análise Crítica do Discurso, que tem como influências as ideias pós-estruturalistas. Ela privilegia o papel do Discurso em processos sociais mais amplos de legitimação e poder, objetivando identificar padrões de linguagem com práticas sociais com eles relacionadas. A revisão da literatura traz para o debate que a sociedade brasileira, especialmente as classes médias urbanas, tem vivenciado, nos últimos anos, um acelerado processo de transformações socioeconômicas e culturais. Dentre os variados fatores, destacam-se a modernização econômica do país, a sofisticação do mercado de consumo, da comunicação de massa, a influência do movimento feminista, a redução da família, o ideal individualista e igualitário, a ampliação da educação superior, entre outros. Esses fenômenos têm proporcionado mudanças nos padrões culturais e sociais de homens e mulheres...

As multifaces do patriarcado : uma análise das relações de gênero nas famílias homoafetivas

Pereira de Almeida, Janaiky; Salazar Uchôa, Roberta (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.93%
A dissertação, que apresentamos, tem como objetivo proporcionar reflexões sobre a forma como o patriarcado se expressa para além da relação de dominação-exploração do homem sobre a mulher, desvendando como este sistema permeia a organização familiar homoafetiva. A partir do entendimento de que o patriarcado é um sistema estruturador das relações de gênero na sociedade atual, buscamos analisar em que aspectos as famílias homoafetivas reproduzem os modelos vivenciados na família burguesa heterossexual. Sobre este objetivo nossa pesquisa se configurou de natureza qualitativa e foi efetivada por meio da realização de entrevistas com famílias homoafetivas, compostas tanto por mulheres como por homens, residentes na região metropolitana de Recife, Estado de Pernambuco. Para orientar nossa análise acerca das relações patriarcais de gênero elegemos alguns elementos primordiais a serem observados no percurso das entrevistas, sendo eles: a divisão das atividades domésticas no interior da organização familiar, a monogamia e a interlocução entre projeto individual e projeto coletivo. Com a realização da pesquisa foi possível observar que há uma reprodução das relações patriarcais de gênero no interior desta organização. Isto se reflete tanto pelo fato da busca por uma legitimidade na sociedade...

Economia solidária e relações de gênero na agricultura familiar: o caso do grupo produtivo mulheres decididas a vencer

Momo, Denise Cristina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
115.91%
The Women s experiences in the private sphere under the work s field changes the family relationship allowing them more freedom, autonomy and independence. The inequalities, socially built, homemade women s obligations results in discrimination, difficult to insert and recovery on female s job in a job s market, including low salary if compared with men s and difficult to services access in addiction a difficult daily life and in domestic sphere. The women s organisation in productive groups or economically solidary enterprises (ESE) torn possible the social economically organisations and politicians to promote deep changes in a domestically e socially relationship, positioning, for example, women s in publics areas and in the rout of emancipation. The objective of this search are understand men and women relationship in the family agriculture s field starts insert women in economically solidary enterprises (ESE) on Mulunguzinho s settlement (Mossoró/RN). The theoretical framework is inspirited Economical Solidary concept kind division s job and women s empowerment. This search had a qualitative character and exploration through case s study on Mulheres decididas a vencer s group. The secondary information was create through theoretical framework and information collected through semi-structured interviews based in interviews applied for women and yours respective husbands by criterion for women participation on productive activities of beekeeping culture of goat and sheep. This study turns possible conclude that the women s participations in productive groups in solidary economical change significantly their life and their family life. The group s organisations process...

A construção de um estilo de vida: família e relações de gênero na participação do projeto ético-político renovado

Magalhães Filho, José Rômulo de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
125.82%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Este estudo busca articular três temas distintos: pentecostalismo, relações de gênero e família a partir da interpretação de dois conceitos complementares: estilo de vida e projeto ético político. O universo estudado foi a Igreja Presbiteriana Renovada de Aracaju e seus membros e liderança surgem como sujeitos desta pesquisa. As informações coletadas no espaço virtual e no material institucional, aliadas às observações de campo e às entrevistas, somam-se ao referencial teórico lido e sistematizado para a construção deste texto e defesa do seguinte argumento central: há um estilo de vida renovado, marcado pela definição clara dos papéis exercidos pelo homem e pela mulher que se impõe como parte de um projeto ético-político pentecostal. Assim, este texto discute a prática da supremacia masculina e sua manifestação nas celebrações e nos materiais institucionais desta igreja pentecostal neoclássica. Ainda aponta quais os elementos fundantes do chamado estilo de vida renovado e discute a influência das concepções de masculino e feminino na formação deste estilo de vida. Ao avaliar o projeto ético-político desta comunidade pentecostal percebeu-se que há um movimento de construção de uma sociedade fundamentada em princípios conservadores e que tem como fundamento e valores a obediência...

As relações de gênero no trabalho: uma análise da inserção das mulheres e homens na rede de fast food

Joffer, Suzana da Cunha
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
115.88%
The purpose of this study was investigate the sexual division of the work in a chain of fast food, in Natal, RN. These aspects were analyzed with the ways of organization of the work, being made a case study. The main objective of this survey was to analyze the influence of gender relations in the insertion of men and women in the job market and to analyze the question of feminine submission in the professional world. These questions were analyzed considering the current period of the worldwide capitalism, from the characteristics of productive process and the growth of the service sectors. The research was made with a group of workers on the production sectors; attendance, management and human resources at restfood store, where six clerks were interviewed. Through our research, it is possible to perceive the permanence of the sexual division at the job in the interior of the productive processes at Restfood, that puts the woman in a subordinate position in relation to the man. This result can be confirmed if we considerate that the women, on this chain of food, occupy in first place the function of waitress and on this, trere s no functional progression, while her workmates (the men) for occupying other functions can progress inside the company. It was also evidenced that in a context of globalization of the capital...

Faca sem ponta, galinha sem pe, homem com mulher : relações de genero nas brincadeiras de meninos e meninas na pre-escola

Daniela Finco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
106.02%
Relações de gênero nas brincadeiras entre meninos e meninas de 4 a 6 anos, de uma Escola Municipal de Educação Infantil de Campinas, SP - este é o foco desta pesquisa, que compreende as crianças como atores e atrizes dos processos sociais, como portadores e portadoras de história, reproduzindo e produzindo cultura. O estudo discute as formas de brincadeiras de meninos e meninas, buscando questionar o fato "natural' de que meninos e meninas possuem papéis e comportamentos pré-determinados. Apresenta uma reflexão sobre a troca de papéis nas brincadeiras, fazendo uma discussão sobre os brinquedos considerados "certos" e "errados" para cada sexo. A análise discute os resultados de outras pesquisas e questiona quando afirmam que meninos e meninas demonstram comportamentos, preferências, competências, atributos de personalidade mais apropriados para o seu sexo, seguindo, desde bem pequenos, as normas e padrões estabelecidos. Desse modo, o estudo propõe-se a tratar o tema das relações de gênero de uma perspectiva diferenciada, na tentativa de um olhar não "aduItocêntrico", observando atentamente as transgressões dos papéis sexuais nos momentos de brincadeira, possibilitando enxergar novas formas de ser menino e de ser menina. Ao buscar contextualizar as condições em que ocorrem essas relações...

As relações de gênero e a história produzida pelo Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina

Schroeder, Rosa Maria; Universidade do Estado de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1996 POR
Relevância na Pesquisa
115.84%
Analisa os artigos inseridos na primeira fase da revista do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, no período de 1902 à 1920, na perspectiva das relações de gênero. Constata o silêncio das vozes femininas, alem de verificar que a presença das mulheres, nesses textos, decorre das ações masculinas e não das suas realizações pessoais.

REPRESENTAÇÕES E RELAÇÕES DE GÊNERO NOS GRUPOS PENTECOSTAIS; Representations and Gender Relations in Pentecostal Groups

Machado, Maria das Dores Campos; Universidade Federal do Rio de Janeiro
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 POR
Relevância na Pesquisa
115.84%
http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2005000200012O objetivo deste artigo é realizar um balanço das principais transformações ocorridas nos últimos 15 anos no sistema de gênero hegemônico no pentecostalismo. Inicialmente, procuro apresentar o perfil demográfico e socioeconômico dos pentecostais. Em seguida, discuto as conseqüências da opção religiosa dos homens e das mulheres e chamo atenção para os limites do processo de reconfiguração das subjetividades femininas e masculinas no interior das comunidades. O exame das tendências de crescimento do sacerdócio feminino e da participação política das mulheres pentecostais complementa esta análise e ajuda no entendimento das ambivalências na revisão das representações e relações de gênero nesses grupos religiosos.; The objective of this article is to conduct an evaluation of the main changes produced throughout the last fifteen years in the hegemonic gender system of pentecostalism. After presenting the demographic and socio-economic profile of Pentecostals, I discuss the consequences of religious choice for men and women , and the limits of the rearrangement process of female and male subjectivities inside the communities. The growth trends of female priesthood and the political participation of pentecostal women are also analysed...

Relações de gênero e violência nos seringais do Alto Jurui - Acre (1870-1945); .

Wolff, Cristina Scheib; Professora do Departamento de História da Universidade Federal de Santa Catarina.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1997 POR
Relevância na Pesquisa
115.93%
Este texto procura analisar as relações entre violência e gênero na sociedade dos seringais do Alto Juruá, Acre. Esta sociedade era atravessada pela violência em praticamente todos os níveis de relações sociais. A violência física era uma característica da autoridade, do controle, mas também da resistência e da revolta: assumia o papel de uma linguagem, utilizada entre patrão e seringueiro, entre patrão e "regatão" (comerciante ambulante), entre homens e mulheres, adultos e crianças, e também horizontalmente. Por outro lado, o monopólio da violência era reivindicado pelo estado que se instalou na regido a partir de 1904, especialmente através da ação judicial e policial. A análise de processos judiciais parece indicar que, em grande parte dos casos que chegaram a constituir processos, violência e papéis de gênero estavam relacionados, afinal, as relações de gênero são relações de poder e a violência liga-se, conforme Hanna Arendt, com vantagem ao poder.; This paper aims at analysing the relations between violence and gender in the society of Alto Jurud rubber estates, in Acre/ Brazil. Violence was present in almost all levels of social relations of this society. Physical violence was a characteristic of authority and social control and also resistance and revolt: it assumes the role of a language used between the owners of rubber estates and rubber tappers; owners and itinerant river traders; men and women; adults and children and horizontally too. On the other hand...

Perceptions about gender relations and sexual division of labor for people with disabilities; Percepciones acerca de las relaciones de género y de la división sexual del trabajo para personas con deficiencia; Percepções acerca das relações de gênero e da divisão sexual do trabalho para pessoas com deficiênciadoi:10.5007/1807-1384.2011v8n1p158

Moreira, Lilian Barros; Universidade Federal de Lavras; Soares Onuma, Fernanda Mitsue; Universidade Federal de Lavras; Naves Mafra, Flávia Luciana; Universidade Federal de Lavras; Alves Cappelle, Mônica Carvalho; Universidade Federal de Lavras; Souza Ol
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa Empírica de Campo; ; Formato: application/pdf
Publicado em 11/07/2011 POR
Relevância na Pesquisa
115.98%
Contemporary society has discussed the idea of “diversity”, and among its possibilities, the insertion of people with disabilities (PWDs) in organizations has been often discussed in organizational studies. Although disability appears to be no longer an uncomfortable subject to be discussed, it is still a very delicate issue to be talked about. In addition to it, gender relations and sexual division of   labor are not solved issues when work is involved. This work was carried out with the objective of understanding the perceptions of PWDs about gender relations and sexual division of  labor. We argue that both this perception and its origin are connected to the subjectivity. The research was conducted in a hospital, where five people were interviewed. The interviews were analyzed through the method of content analysis. They did not show explicitly the interviewees’ perception of unequal gender relations, but this was noticed through the method of observation. The interviewees’ view of gender relations was found to be full of social stereotypes. Finally, questions were asked that intended to lead the reader to a deeper reflection about sexual division of labor, disability and prejudice in the organizational environment.; Frente a las diversas posibilidades que abarcan el tema de la diversidad...