Página 1 dos resultados de 9240 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Regulação económica no sector das águas : promoção da concorrência e sustentabilidade tarifária

Martins, Maria Rita Vieira
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado Formato: aplication/PDF
POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
O presente trabalho debruça-se sobre o modelo português de regulação do sector das águas, pretendendo contribuir para aprofundar o debate sobre as alterações de regulação e de reestruturação daquela indústria com vista à promoção de níveis mais elevados de eficiência. Aos problemas comuns à escala internacional, como a natureza vital e escassa do recurso, em Portugal acrescem dificuldades organizacionais e estruturais. Em conjunto, todas estas condicionantes repercutem-se em pressões sobre as estruturas tarifárias, razão pela qual a definição e a aplicação de uma política tarifária racional emergem como as questões de fundo por resolver. Com o intuito de analisar o grau de adequação do modelo de regulação às exigências de uma tal política, centra-se a atenção, em primeiro lugar, na análise da estrutura de custos dos operadores locais da indústria da água, por intermédio da estimação de funções de custo multiproduto. Daqui resultam os seguintes critérios de eficiência para orientação da política de regulação, pela estrutura de mercado. Parece ser vantajosa a aglomeração de pequenos e médios sistemas municipais tanto de abastecimento como de abastecimento e drenagem e tratamento de águas residuais. No caso dos maiores operadores...

A influência da perceção da vinculação aos pais no uso de estratégias de regulação emocional em adolescentes

Duarte, Mariana Sofia Lourenço
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.9%
A vinculação é um dos fatores inerentes ao desenvolvimento humano, inicia-se na infância e prolonga-se ao longo do ciclo vital. A regulação das emoções representa uma habilidade fundamental para a interação social, influenciando o comportamento e a expressão emocional. É esperado que a qualidade da vinculação esteja relacionada com uso de estratégias de regulação emocional e neste sentido, procurámos verificar a influência da vinculação parental no uso de estratégias de regulação emocional em adolescentes. No presente estudo foram utilizados dois questionários, a Escala de Vinculação aos Pai IPPA- R (Machado & Figueiredo, 2008) e o Questionário de Regulação das Emoções- REQ- 2 (Machado & Pardal, 2012) numa amostra constituída por 185 adolescentes (58.9% raparigas e 41.1% rapazes) com idades compreendidas entre os 12 e os 15 anos (M=13.00; DP=0.808). Procedeu-se aos estudos correlacionais, verificandose que valores superiores de vinculação segura (Comunicação e Proximidade e Confiança mútua e Compreensão) relacionam-se com uma maior utilização de estratégias funcionais, enquanto valores superiores de vinculação insegura (Afastamento e Rejeição) relacionam-se com a adoção de estratégias disfuncionais de regulação emocional. As raparigas pontuam mais alto que os rapazes na dimensão Afastamento e Rejeição...

O estudo da psicopatologia numa perspectiva transdiagnóstica da regulação emocional

Dinis, Alexandra Margarida Borges
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.95%
Nos últimos anos, assiste-se a um interesse crescente pelo estudo da regulação emocional devido à relevância que esta pode assumir na compreensão da natureza e no tratamento da psicopatologia. Neste âmbito, a conceptualização da regulação emocional como um importante factor transdiagnóstico tem vindo a reunir consenso entre teóricos, clínicos e investigadores. De entre os diversos processos de regulação emocional, a ruminação, a aceitação/evitamento experiencial, o mindfulness, a auto-compaixão e os esquemas emocionais, têm vindo a ganhar um lugar de destaque, e são diversos os estudos que procuram compreender melhor a natureza da relação que cada um destes processos estabelece com variadas formas de psicopatologia. É no contexto desta diversidade de constructos/processos de regulação emocional que o presente projecto de investigação foi estruturado. Os dez estudos empíricos que integram a presente dissertação foram delineados com o intuito de contribuírem para uma melhor compreensão dos processos de regulação emocional, nomeadamente, no que concerne ao seu papel enquanto factores protectores ou, pelo contrário, enquanto factores de risco associados ao desenvolvimento e manutenção da psicopatologia. O Estudo I e II tiveram como objectivos adaptar...

O papel moderador de algumas características sociodemográficas na relação entre inteligência emocional e perfil de regulação emocional: um estudo com trabalhadores portugueses

Sá, Tânia Portelada de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.9%
As emoções podem ser vistas como processos que estão presentes na nossa vida e podem ser definidas como um conjunto de reações cognitivas que ajudam o indivíduo a responder a determinados desafios ou oportunidades do meio (Levenson, 1994). O estudo centrado na análise e compreensão do modo como os indivíduos regulam e controlam as suas emoções nos variados contextos e em particular no trabalho, assim como das consequências dessa gestão no seu próprio comportamento e no dos outros com os quais interagem é algo a que a Psicologia tem procurado dar resposta. Neste sentido, o objetivo deste estudo é testar o papel moderador de algumas variáveis sociodemográficas dos trabalhadores (o género, a idade, a escolaridade e a formação prévia disponibilizada pelas organizações onde trabalham sobre emoções), na relação entre a inteligência emocional e as estratégias de regulação emocional usadas pelos trabalhadores nas interações sociais (perfil de regulação emocional). De modo a cumprir este objetivo, foram utilizadas as escalas Emotion Regulation Profile-Revised de Nelis, Quoidbach, Hansenne e Mikolajczak (2011), adaptada numa versão reduzida de Gondim et al. (in press) – que avalia a regulação emocional; e a Medida de Inteligência Emocional...

Regulação econômica e escolhas de práticas contábeis: evidências no mercado de saúde suplementar brasileiro; Economic regulation and accounting choice: evidences from Brazilian health maintenance organizations

Cardoso, Ricardo Lopes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/11/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.9%
A presente pesquisa investiga os impactos da regulação econômica nas escolhas de práticas contábeis. Buscando identificar a relação existente, são apresentadas pesquisas em gerenciamento da informação contábil (de resultado e do balanço patrimonial) e as teorias econômicas da regulação. Em seguida, são apresentadas as evidências empíricas de como a regulação econômica incentiva a adoção de determinadas práticas contábeis. Nesse mister, é apresentada a regulação financeira exercida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) sobre as entidades operadoras de planos de assistência à saúde (OPS), também chamadas de planos de saúde. Essa regulação financeira consiste no acompanhamento, pela ANS, da situação econômico-financeira das OPS. A ANS compara os índices calculados a partir das informações contábeis recebidas, eletronicamente, das OPS, com parâmetros estabelecidos a priori. Se determinada OPS não atender, satisfatoriamente, os parâmetros, fica sujeita ao afastamento de seus administradores de suas funções e até à liquidação de seus ativos. Por fim, as teorias da regulação e do gerenciamento da informação contábil são revisitadas à luz da Nova Economia Institucional...

Os conceitos de regulação em saúde no Brasil; The concepts of health regulation in Brazil

Oliveira, Robson Rocha de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.97%
Neste trabalho foram identificados os conceitos de regulação em saúde empregados na literatura científica nacional sobre gestão em saúde. Foi elaborada uma tipologia para o conceito de regulação utilizando os conceitos de regulação de outras disciplinas (ciências da via, direito, economia, sociologia e ciência política). Essa tipologia baseou-se no agrupamento das ideias que fundamentam a concepção da regulação naquelas disciplinas. Das diferen-tes ideias relacionadas ao emprego dos conceitos de regulação, destaca-ram-se quatro como fundamentais, quais sejam: controle, equilíbrio, adaptação e direção. A partir dessa tipologia, os conceitos de regulação identificados nos artigos científicos nacionais foram classificados e analisados. Considera-se que a discussão do conceito de regulação em saúde está relacio-nada com a compreensão da inserção do Estado no setor saúde, ou seja, o papel que o Estado exerce nesse setor. Os conceitos de regulação em saúde apresentam uma variedade de significados, abordagens e finalidades. O tema da regulação em saúde está conexo ao da reforma política e administrativa do Estado. No entanto, o que diferencia esses conceitos de regulação é justamente a definição de diferentes formas de intervenção do Estado. Por fim...

A regulação descentralizada da governança corporativa: uma análise da criação dos segmentos de listagem do mercado organizado de valores mobiliários administrado pela Bovespa

Ribeiro, Victor Bourroul Holloway Ribeiro
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.97%
O presente trabalho tem como objetivo analisar pela perspectiva da regulação descentralizada a criação dos segmentos de listagem do mercado de valores mobiliários administrado pela Bovespa. O objetivo de analisar a criação dos segmentos de listagem inclui a descrição do fenômeno para apontar fatores que levaram as companhias e controladores a alterarem seus comportamentos e a construção de um argumento normativo formulado a partir do reconhecimento desses fatores. No debate sobre regulação da Governança Corporativa, o conceito de regulação normalmente assume uma definição centrada no Estado. Grande parte da análise da criação dos segmentos de listagem do mercado administrado pela Bovespa seguiu essa perspectiva. A criação dos segmentos de listagem, então, foi classificada como um fenômeno autorregulatório, privado e de mercado. Dessa análise seguiu a formulação de um argumento normativo, o qual prescreveu o uso da autorregulação a atores que visassem estabelecer regras específicas de Governança Corporativa. Contudo, a perspectiva da regulação descentralizada questionou o pressuposto da centralidade do Estado no conceito de regulação. A perspectiva da regulação descentralizada sustentou que não só atores estatais estão cada vez mais envolvidos com atores não estatais em complexas colaborações e delegações para o exercício da regulação...

Papel do sistema AI-3/epinefrina/norepinefrina na regulação da expressão gênica de Escherichia coli enteropatogênica atípica; Role of AI-3/epinephrine/norepinephrine system in atypical enteropathogenic Escherichia coli gene expression

Fernanda Maria Franzin
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.93%
Escherichia coli enteropatogênica atípica (aEPEC) faz parte de um grupo de patógenos capazes de formar um tipo de lesão em células epiteliais denominada Attaching and Effacing (A/E). Os genes requeridos para a formação da lesão A/E estão localizados em uma ilha de patogenicidade denominada Locus of Enterocyte Effacement (LEE). A regulação da expressão dos genes de LEE é um processo complexo e envolve inúmeros fatores e vias regulatórias, incluindo o sistema de quorum sensing AI- 3/Epinefrina/Norepinefrina. O sensor histidina-quinase QseC é responsável por detectar AI-3 produzido por outras bactérias e epinefrina/norepinefrina produzidas pelo hospedeiro e iniciar uma cascata regulatória que induz a expressão de genes de virulência. Para avaliar o papel desse sistema na regulação de fatores de virulência de aEPEC, um mutante para o gene qseC foi gerado e analisado a nível transcricional e fenotípico quanto a sua motilidade, capacidade de secretar proteínas e induzir lesão A/E, na presença e/ou ausência do sinal epinefrina. Ensaios de qRT-PCR demonstraram níveis transcricionais diminuídos para LEE e para os genes flhD, fliC e nleA no mutante, sugerindo que QseC regula a expressão desses fatores de virulência. Ensaios de motilidade...

Regulação em saúde: um diálogo com o princípio da equidade

Cechinel, Caroline
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 230 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2014.; A gestão em saúde é um dos pilares para o desenvolvimento de um sistema de saúde de qualidade que responda efetivamente às demandas da população. Como ferramenta desse processo de gestão, a Regulação em Saúde tem por funções primordiais o encaminhamento do usuário às ações e serviços de saúde adequados as suas necessidades assistenciais, em consonância com a otimização na alocação e distribuição dos recursos financeiros disponibilizados pelo Estado. Assim, facilita a disponibilização de ações e serviços de assistência à saúde, preferencialmente àqueles que se apresentarem em situações prioritárias, indo ao encontro do princípio doutrinário do SUS da equidade. Este estudo objetivou identificar a relação do princípio da equidade e a realização das ações do serviço de Regulação em Saúde em um município de grande porte localizado no sul do país. A pesquisa foi realizada no setor de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde de um município de grande porte do sul do país. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa...

Auto-avaliação da escola : regulação de conformidade e regulação de emancipação

Simões, Graça Maria Jegundo, 1961-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
Tese de doutoramento, Educação (Administracão e Política Educacional), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2011; Esta tese é o produto de uma investigação naturalista, realizada em três escolas secundárias públicas de uma mesma cidade, focalizada nas suas práticas de avaliação interna, procurando compreender a sua relação com a regulação social da educação, numa perspectiva construtivista da análise das políticas públicas, que considera tanto o contexto da sua formulação como o da sua execução. A metodologia assentou num dispositivo de entrevistas colectivas, correspondentes a supostos núcleos de regulação de cada escola, envolvendo docentes, alunos, encarregados de educação e auxiliares de acção educativa; aos Presidentes dos Conselhos Executivos foram também feitas entrevistas, mas individualmente. A natureza qualitativa e a feição etnográfica foram ainda vincadas pela opção analítica e interpretativa de pôr em diálogo directo e transparente as palavras dos actores entrevistados e as da investigadora, o que se consuma e revela na apresentação em colunas do estudo empírico. Estando as práticas de avaliação associadas a referenciais pós-burocráticos, de regulação pelos resultados e com uma gramática muito neo-liberal centrada na racionalização económica...

Relações entre a regulação emocional, a regulação da satisfação das necessidades psicológicas, o bem-estar/distress psicológicos e a sintomatologia

Telo, Catarina Isabel Freitas
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.93%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012; À luz do Modelo de Complementaridade Paradigmática compreende-se que o indivíduo, ao percepcionar um estímulo interno ou externo, activa esquemas psicológicos que dão significado à experiência emocional e consequentemente proporcionem um funcionamento emocional adequado. O sistema emocional é o processo que permite a regulação da satisfação dos sete pares de necessidades psicológicas dialécticas, propostas no modelo, através de um processo contínuo de negociação e balanceamento das sete polaridades, promovendo o bem-estar psicológico. Por sua vez, um funcionamento não adaptativo do sistema emocional culmina na não regulação da satisfação das necessidades, podendo-se transformar em distress ou cristalizar em sintomatologia. Apresenta-se um estudo de relações entre cinco variáveis, de modo a explorar as associações entre as mesmas, com maior incidência na Regulação Emocional, na Regulação da Satisfação das Necessidades, Bem-Estar e Distress Psicológicos, Sintomatologia e Alexitimia. O estudo contou com 429 participante através de uma plataforma on-line. Os resultados vão ao encontro o que é proposto no Modelo de Complementaridade Paradigmática...

A Responsabilidade Social da Empresa no Quadro da Regulação Europeia

Mendes, Maria Pereira da Silva Velez
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.9%
A RSE surge como desafio às empresas, assumindo -se enquanto possível alternativa aos modelos de regulação e gestão empresarial, na medida em que coloca as pessoas (consumidores e empregados) e o ambiente no centro e no mesmo patamar dos resultados estritamente económicos. Trata-se de uma forma de responsabilidade de natureza e cariz radicalmente diferentes dos modelos clássicos de regulação empresarial. Cumpre defini -la e caracterizá-la, como uma forma de auto-regulação empresarial nos dive rsos domínios da actuação empresarial com repercussões no meio bio -físico e social envolventes. Apesar da crescente publicação de artigos académicos sobre múltiplas vertentes do tema e das diferentes abordagens e perspectivas revela -se interessante proceder a uma análise transdisciplinar do mesmo, sem prejuízo de um enfoque privilegiado na substância, nos processos e nos mecanismos de regulação. Inseridas no universo da regulação económica, particularmente como uma forma integrada de auto-regulação, as políticas empresariais de RSE traduzem-se em compromissos voluntários assumidos pelas empresas e efectivados por recurso a mecanismos de soft law, não raras vezes focando campos tradicionalmente abrangidos pela regulação pública. Questiona-se a natureza destes instrumentos de soft law...

Relação entre a percepção do envolvimento parental e a regulação para a aprendizagem em alunos do 5º e 6º anos de escolaridade

Pereira, Joana Sofia Ferreira Dias
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.9%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; De modo a analisar as relações existentes entre a percepção que os alunos têm do envolvimento parental na escolaridade e a regulação para a aprendizagem, foi realizado um estudo quantitativo de carácter correlacional e comparativo, onde participaram 218 estudantes do 5º e 6º anos de escolaridade de uma escola pertencente a um agrupamento de escolas em Setúbal. Foram utilizados três instrumentos. Um avalia a percepção do envolvimento parental “Os meus pais e a minha escolaridade”, o outro avalia a percepção dos “Sentimentos/atitudes em relação ao envolvimento parental na escolaridade”, e por último, a regulação dos alunos para a aprendizagem “Porque é que faço as coisas?”. Os dados evidenciaram a existência de diferenças significativas na relação entre a percepção do envolvimento parental e a regulação para a aprendizagem. Alunos com maior percepção de envolvimento parental apresentam maiores níveis de regulação intrínseca. Nas relações existentes entre a percepção do envolvimento parental e o desempenho académico (número de reprovações) verificou-se também a existência de diferenças significativas. Quanto maior o número de reprovações...

Os processos de autonomia e descentralização à luz das teorias de regulação social

Castro Ramos, Maria Conceição
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2001 POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
Tese de Doutoramento em Ciências da Educação, área de Educação e Desenvolvimento; Como se opera a regulação dos Sistemas Educativos nas sociedades contemporâneas, no quadro das democracias avançadas, face a uma pesada herança dos modelos burocráticos de organização e administração e à prática secular de regulação administrativa? Para tentar trazer alguns esclarecimentos novos a esta questão que hoje se coloca com pertinência à governabilidade das políticas sociais, procura-se analisar o caso português das políticas públicas de Educação, à luz das teorias de regulação social. Este objectivo tornou necessária várias abordagens dos processos de autonomia e de desconcentração/descentralização à escala do espaço nacional e regional autónomo. A abordagem histórico-administrativa permitiu caracterizar o modelo tradicional e identificar os traços dominantes da regulação orgânica e funcional dos modelos dogmáticos weberianos. A leitura crítica da inovação e mudança, à luz das macro teorias de mudança social, bem como das correntes de pensamento da ciência política, das ciências da educação e da administração e gestão tornaram possível apreender a emergência de um quadro dinâmico de regulação das políticas educativas. A análise da intencionalidade política de actores políticos confirmou a configuração de um modelo que admite a participação social como instrumento de regulação. O tratamento interactivo do conjunto de dados obtidos pela análise documental e pelo inquérito por entrevista...

Regulação da auditoria em sistemas bancários: análise do cenário internacional e fatores determinantes

Dantas,José Alves; Costa,Fábio Moraes da; Niyama,Jorge Katsumi; Medeiros,Otávio Ribeiro de
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.92%
Este estudo empírico-analítico tem por objetivos promover uma comparação dos níveis de regulação da atividade de auditoria em instituições bancárias e avaliar a relação entre esse grau de regulação e características dos sistemas bancários nacionais. Utilizou-se uma base de dados mantida pelo Banco Mundial, contendo pesquisa realizada junto a autoridades supervisoras e regulatórias bancárias nacionais de 172 países. Por meio de estatísticas descritivas, foi constatado que o nível mais elevado de regulação é registrado nas nações mais desenvolvidas e nos países do Oriente Médio, Norte da África, Europa e Ásia Central. Também foi constatado que o Brasil apresenta grau de regulação superior à média verificada internacionalmente. Quanto aos testes realizados, por meio de regressão, para avaliar a relação entre o nível de regulação de auditoria e características do setor bancário, foi evidenciado que há mais requerimentos para a atuação dos auditores nos países em que o crédito doméstico provido pelo setor bancário é maior e onde os bancos são mais rentáveis. Por outro lado, há menor regulação nos países em que há maior participação de bancos estatais no sistema financeiro e onde há mais restrições à atuação das instituições bancárias. Não foi confirmada a hipótese de associação positiva entre grau de concentração do setor bancário e o nível de regulação da atividade de auditoria. Por fim...

O efeito da regulação trabalhista e tributária nos investimentos no Brasil

Ferretti,Renata Cardoso; Funchal,Bruno
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.92%
O objetivo deste estudo é avaliar o efeito da regulação trabalhista e tributária no investimento interno (formação bruta de capital fixo) e externo (fluxo de entrada de investimento estrangeiro direto). Assim, buscou-se fornecer evidências empíricas dos efeitos da legislação trabalhista e tributária sobre os investimentos e as estratégias de negócios no Brasil. Estudos nesse campo se justificam pelo fato de a regulação ter impacto substancial na atividade econômica dos agentes, porque, apesar de razões econômicas, sociais e políticas serem usadas para justificar a regulação, raramente alguma evidência empírica é utilizada como base ou justificativa para regulação (ALMEIDA; CARNEIRO, 2005). O foco no Brasil é relevante por ser um dos países mais regulados do mundo no âmbito trabalhista e tributário, apresentando baixo enforcement (BOTERO et al., 2004), já que a rigidez dessas legislações pode ser um fator interferente no baixo desempenho e investimentos das empresas e no crescimento econômico do país. Para investigar o efeito da regulação trabalhista e tributária no investimento interno e externo, foram aplicados testes por meio do método de Regressão Quantílica (RQ). Para efeito de análise comparativa...

POLÍTICAS DE REGULAÇÃO NA EDUCAÇÃO: UMA ANÁLISE DA ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA EM CICLOS EM GOIÂNIA NO PERÍODO DE 1998-2008; Policies of regulation in Education : An analysis of the school s organization in cycles in Goiânia within the period of 1998 and 2008

MUNDIM, Maria Augusta Peixoto
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Educação; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Educação; Ciências Humanas
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.9%
Linked to the State and Educational Policies Research Line of the Post-graduation Program in Education of Universidade Federal de Goiás (UFG), the organization of schools in cycles in Goiânia is analyzed in this thesis from the perspective of the processes of regulation of the educational policies undertaken in Brazil, starting mainly in the 1990 s. Based on the analyses of the social regulation carried out on the economy field and the political sociology and having as reference the methodological-theoretical frame developed by Marks and fertilized by Gramsci, it was aimed to understand the constitutional determinations of the organization of the school in cycles in Goiânia and questioned in which way they correspond to the processes of regulation of the educational policies or, in the other hand, they can mean a counterpoint to the hegemonic processes of regulation in progress. The investigation in local extent demanded, in addition to the bibliographic research, a process which involved document analysis, interviewing and applying questionnaires in 15 schools. The data obtained from the questionnaires received statistics treatment through the electronic program SPSS - Statistical Package for The Social Sciences. Taking the organization of the school in cycles as a policy in the strict meaning of the state s action...

Análise do mercado de serviços de regulação de frequência secundária e terciária no sistema eléctrico português

Damião, João Micael Oliveira
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2015 N/A
Relevância na Pesquisa
36.92%
Os operadores das redes de transporte (ORT) enfrentam desafios cada vez maiores e mais imprevisíveis. A forte penetração de energias renováveis e a liberalização do mercado de energia eléctrica dão origem a uma maior volatilidade na produção de energia eléctrica e a desencontros entre produção e consumo, passíveis de acontecer no decorrer da operação do sistema eléctrico. Os serviços de sistema são um complemento aos mercados de energia eléctrica e caracterizam-se como sendo uma segurança necessária ao bom funcionamento do sistema pois é através destes que é feito o equilíbrio entre geração e consumo em tempo real e assim feita a regulação de frequência da rede eléctrica. Com o presente trabalho pretende-se fazer uma análise aprofundada do que são os serviços de sistema para regulação de frequência, nomeadamente sobre a regulação secundária e a regulação terciária bem como abordar a regulamentação que as fundamenta. Será também aprofundado o funcionamento do mercado de serviços de sistema para regulação de frequência em Portugal e oencadeamento cronológico deste com o mercado diário e com as diversas sessões intradiárias do Mercado Ibérico de Electricidade (MIBEL). Serão ainda referidos diversos serviços de sistema noutros países europeus em comparação com Portugal. Para apoio a esta análise desenvolveu-se uma ferramenta em Matlab®que permita visualizar sob a forma de gráficos as ofertas dos agentes de mercado participantes através das suas unidades físicas (grupos geradores)...

A percepção do envolvimento parental na regulação da aprendizagem

Vilar, Joana Rita Louro
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.9%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; Com o intuito de analisar a relação entre a percepção do envolvimento parental na escolaridade e a regulação dos alunos para a aprendizagem, foi realizado um estudo quantitativo de carácter comparativo, onde participaram 88 alunos do 1º ciclo a frequentar o 4º ano de escolaridade, de duas escolas da região de Setúbal. Foram utilizadas duas escalas, uma que avalia a percepção do envolvimento parental “Os meus pais e a escola” e outra que avalia a regulação dos alunos para a aprendizagem “Porque é que faço as coisas?”. Os dados evidenciaram diferenças significativas ao nível da regulação para a aprendizagem em função da percepção de envolvimento parental na escolaridade, do género e do nível socioeconómico. Alunos com maior percepção de envolvimento parental na escolaridade apresentam níveis de regulação mais intrínsecos e mais externos comparativamente com alunos com percepção intermédia de envolvimento parental na escolaridade. Quanto ao género, verifica-se que as raparigas apresentam uma regulação mais autónoma para a aprendizagem comparativamente com os rapazes. Nas dimensões da regulação para a aprendizagem verifica-se que os rapazes apresentam níveis de regulação mais introjectados. Quanto ao nível socioeconómico são os alunos com um nível socioeconómico menos favorecido que apresentam níveis de regulação mais intrínsecos face aos alunos com um nível socioeconómico mais favorecido. Verificaram-se ainda diferenças significativas ao nível da percepção de envolvimento parental na escolaridade em função do nível socioeconómico. Alunos com um nível socioeconómico mais favorecido percepcionam mais positivamente o envolvimento dos pais na escolaridade...

A regulação do setor de infra-estrutura econômica: uma comparação internacional; Texto para Discussão (TD) 684: A regulação do setor de infra-estrutura econômica: uma comparação internacional

Villela, Annibal V.; Maciel, Cláudio S.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
36.92%
Este trabalho apresenta as experiências regulatórias nos Estados Unidos, no Reino Unido e em três países da América Latina - Argentina, Chile e México. A regulação básica, isto é, os mecanismos usados pela sociedade para limitar a discrição regulatória (leis, instituições legislativas e executivas, etc.), cria o marco a partir do qual a regulação detalhada (regras de tarifação, ingresso de novas firmas, interconexão, etc.) deverá ser feita. Desse conjunto, a regulação do acesso às redes é fundamental, mas ainda tropeça na relutância dos proprietários em aceitá-la. O regulador britânico partilha seu poder com outros órgãos, o que não ocorre nos EUA. Todavia, a interferência do Judiciário dos EUA é muito intensa. Em particular, o movimento crescente de fusões e takeovers, principalmente nos EUA, acaba diminuindo a função da regulação específica, e aumentando a dos órgãos de regulação antitruste. Os reguladores britânicos e estadunidenses dão publicidade aos estudos de revisão de preços e outras providências ou informam aos grupos interessados as mudanças nas regras e diretrizes. Na Argentina e no Chile, há divisão de poderes regulatórios que podem enfraquecer a eficiência regulatória. A dotação de fontes de recursos independentes às agências tem-se revelado uma das maneiras de evitar a captura da agência regulatória pelas empresas reguladas ou por grupos políticos de pressão. As experiências relatadas mostraram que os critérios da taxa de retorno ou do preço máximo aplicados pelo regulador têm...