Página 1 dos resultados de 3 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Exploração das Ligações Via Ferryboat entre o Continente e as Ilhas: Estudo de Viabilidade do Serviço de Transporte

Quintal, Hugo
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 26/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.59%
Este projecto centra-se na análise da viabilidade de uma ligação regular de transporte marítimo de mercadorias e passageiros entre Portugal Continental e as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, por meio de um navio ferryboat, no sentido de apoiar as decisões a tomar relativamente à criação ou não destas linhas de transporte marítimo. Este estudo foi realizado na Região Autónoma da Madeira, ocorrendo por iniciativa própria do autor e motivado pelo seu conhecimento da realidade insular e pela reivindicação por parte dos habitantes e empresas insulares para a criação de uma ligação com estas características. Tratando-se de um estudo exploratório com vista à criação de um novo serviço, e sendo, portanto, uma realidade pouco estudada, procedeu-se ao levantamento de informação relevante: qualidade e quantidade de mercadorias a transportar, movimento de passageiros previsto, itinerários, tempos de viagem, escolha de navios, etc. Com a confrontação dos dados recolhidos com os objectivos propostos, foram determinados os custos fixos e variáveis das ligações em estudo e a possível aceitação do mercado. A análise efectuada permitiu concluir que as ligações são viáveis, tendo-se, no entanto...

A política de coesão da União Europeia para o periodo 2014-2020 e as regiões ultraperiféricas: o caso da Região autónoma da Madeira

Barreto, Zélia Liduina Caires
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 24/01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
26.43%
Tese de Mestrado em Gestão e Políticas Públicas; A Região Autónoma da Madeira, enquanto Região Ultraperiférica (RUP), tem beneficiado do apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), ao abrigo da política de coesão da União Europeia (UE). Este trabalho propôs-se identificar a forma de apoio da UE à Madeira, e a esta enquanto RUP, no âmbito da proposta de Regulamento do FEDER para o período de programação financeira 2014-2020, comparativamente ao Regulamento do FEDER, no período de programação 2007-2013. Concluiu-se que as alterações substanciais relacionam-se com o alinhamento da política de coesão com a Estratégia Europa 2020 e com a classificação da Madeira como região mais desenvolvida. Constatou-se uma mudança no paradigma de desenvolvimento da RAM, por um lado, em decorrência das orientações europeias e, por outro lado, em consequência das condicionantes do Programa de Ajustamento Económico de Portugal e do Programa de Ajustamento Económico e Financeiro da Madeira. A estratégia de desenvolvimento da Madeira para o horizonte 2020 compreende a intervenção do FEDER nas áreas da competitividade da economia, do desenvolvimento sustentável, da investigação, do desenvolvimento tecnológico e da inovação. Na perspetiva da europeização das políticas públicas regionais...

Sistemas de Controlo de Gestão nas PMEs dos Açores e seus determinantes

Medeiros, Miguel Botelho Tomé de
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.97%
Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais; O presente trabalho empírico tem por finalidade identificar os fatores determinantes da adoção e do grau de utilização dos Sistemas de Controlo de Gestão (SCG) por parte das PME?s dos Açores, fazendo a ponte entre a Teoria da Contingência e a Teoria Institucional, em geral, e entre a incerteza da envolvente e a formação do diretor financeiro, em particular. Com base em dados recolhidos através de um inquérito por questionário, foi-nos possível corroborar as conclusões de estudos anteriores, bem como alargar o campo da literatura existente, nomeadamente por forma a abranger contextos até então inexplorados, como é o caso das Regiões Ultraperiféricas. Os resultados sugerem que, por um lado, a globalização, e por outro, a dupla insularidade dos Açores, produzem efeitos antagónicos na incerteza percecionada pelos gestores, com consequentes ramificações nos SCG adotados. De igual modo, os baixos índices de formação nas áreas de CG por parte dos diretores financeiros, derivada da escassez de oferta de ensino existente na região e dos custos acrescidos com a deslocação e manutenção em centros de ensino fora do arquipélago, explica a reduzida utilização dos SCG pelas PME?s açorianas. Apesar da originalidade e dos vários contributos teórico-práticos que o presente estudo proporciona...