Página 1 dos resultados de 34 itens digitais encontrados em 0.043 segundos

Impacto no turismo da Região Demarcada do Alto Douro Vinhateiro, após a classificação de Património Mundial da Humanidade pela UNESCO

Sousa, Carlos Alberto Fernandes de
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.53%
Região do Alto Douro Vinhateiro (ADV), classificada como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO desde 14 de Dezembro de 2001, encontra-se constituída por treze concelhos ao longo das encostas do rio Douro e seus afluentes, Varosa, Corgo, Távora, Tordo e Pinhão. Aquando da sua classificação, as expectativas geradas foram elevadas, esperando-se por exemplo um aumento da atracção turística, impulsionada por uma maior divulgação e visibilidade da região, pretendendo-se ainda que a mesma fosse a alavanca do desenvolvimento económico para a região. Deste modo com o presente trabalho pretendeu-se verificar e analisar o impacto no turismo, após a atribuição de classificação de Património Mundial da Humanidade, por parte da UNESCO, à região Demarcada do Alto Douro Vinhateiro. O estudo recaiu sobre um período de transição entre, o antes e o após a classificação de Património Mundial da Humanidade da região Demarcada do Alto Douro Vinhateiro, com vista a verificar o impacto que esta provocou nesse período. Para tal calcularam-se alguns indicadores da actividade turística, no período compreendido entre 1995 e 2009. Os resultados obtidos revelaram que se registaram aumentos pouco significativos, nomeadamente a nível da permanência média e da Taxa de crescimento média anual (TCMA) de dormidas nos estabelecimentos hoteleiros. Apesar da pequena variação da TCMA...

Impacto no turismo da região demarcada do Alto Douro vinhateiro, após a classificação de Património Mundial da Humanidade pela Unesco

Sousa, Carlos; Monte, Ana Paula; Fernandes, Paula O.
Fonte: ESG-IPCA Publicador: ESG-IPCA
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
76.18%
Com o presente trabalho pretendeu-se analisar o impacto no turismo, após a atribuição de classificação de Património Mundial da Humanidade, por parte da UNESCO, à região Demarcada do Alto Douro Vinhateiro (ADV). O estudo recaiu sobre o cálculo de alguns indicadores da atividade turística, para o período de 1995-2009. Os resultados obtidos revelaram que se registaram aumentos pouco significativos. Assinalar a variação acentuada entre 1998 e 2000 que poderá estar associada ao evento da EXPO98 e à forte divulgação que o país sofreu nesse evento; na oferta, entre 1999 a 2003, poderá estar relacionado com a classificação da região pela UNESCO; na procura, o índice de preferência mostrou que o ADV ainda não é o destino preferido pelos turistas. A partir de 2005 os indicadores sofrem uma variação positiva mais significativa, resultado provável de um trabalho de maior divulgação desenvolvido pelas entidades locais e pelo próprio Turismo de Portugal.

Impacto no turismo da região demarcada do Alto Douro vinhateiro, após a classificação de Património Mundial da Humanidade pela Unesco

Sousa, Carlos; Monte, Ana Paula; Fernandes, Paula O.
Fonte: ESG-IPCA Publicador: ESG-IPCA
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
76.18%
Com o presente trabalho pretendeu-se analisar o impacto no turismo, após a atribuição de classificação de Património Mundial da Humanidade, por parte da UNESCO, à região Demarcada do Alto Douro Vinhateiro (ADV). O estudo recaiu sobre o cálculo de alguns indicadores da atividade turística, para o período de 1995-2009. Os resultados obtidos revelaram que se registaram aumentos pouco significativos. Assinalar a variação acentuada entre 1998 e 2000 que poderá estar associada ao evento da EXPO98 e à forte divulgação que o país sofreu nesse evento; na oferta, entre 1999 a 2003, poderá estar relacionado com a classificação da região pela UNESCO; na procura, o índice de preferência mostrou que o ADV ainda não é o destino preferido pelos turistas. A partir de 2005 os indicadores sofrem uma variação positiva mais significativa, resultado provável de um trabalho de maior divulgação desenvolvido pelas entidades locais e pelo próprio Turismo de Portugal.

Quintas do Douro : as arquitecturas do vinho do Porto

Fauvrelle, Natália; Rosas, Lúcia
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
96.06%
Análise da arquitectura das quintas da Região Demarcada do Douro, tendo em conta a Arquitectura Civil, Arquitectura da Paisagem e a arquitectura de Produção, tendo em conta que esta é uma arquitectura rural e de produção.

Os museus na região demarcada do Douro em 2002

Soeiro, Teresa
Fonte: Porto : Universidade do Porto. Faculdade de Letras. GEHVID-Grupo de Estudos de História da Viticultura Duriense e do Vinho do Porto Publicador: Porto : Universidade do Porto. Faculdade de Letras. GEHVID-Grupo de Estudos de História da Viticultura Duriense e do Vinho do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
75.94%

A importância dos cavalheiros da indústria na internacionalização do Douro : the leading case : the Symington Family Estates

Antunes, Filipe Miguel Carvalho Pereira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 18/02/2011 POR
Relevância na Pesquisa
86.18%
Dissertação de mestrado em Economia, Mercados e Políticas Públicas; A Symington Family Estates, empresa média de cariz familiar, produtora de vinho do Porto e Douro DOC, consegue e mantém, numa economia global e homogeneizada, uma posição no plano da internacionalização que se pauta pela qualidade e diferenciação do produto que oferece. O objectivo foi tentar encontrar as razões de sucesso da empresa no panorama da Região Demarcada do Douro, europeu e mundial, num sector tão competitivo. Desde os primórdios da sua bela história, a Symington Family Estates sempre se antecipou no tempo, em particular na área da enologia e viticultura, o que lhe permitiu granjear e consolidar, ao longo dos séculos, o número um no ranking mundial dos vinhos do Porto; é também a empresa mais galardoada a nível mundial em competições internacionais, ano após ano. A sábia combinação de uma gestão profissional com a linha sucessória, que vai a caminho da quinta geração, parece constituir um dos pilares do sucesso da empresa líder de mercado. A Symington Family Estates é sinónimo de desenvolvimento e competitividade territorial ao impulsionar uma salutar concorrência com os competidores locais e internacionais. A entrada para União Europeia...

Vulnerabilidade da Região Demarcada do Douro às alterações climáticas e efeitos sobre o ciclo vegetativo da videira : o caso do Moscatel Galego

Machado, Carina Isabel da Silva
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
96.23%
Dissertação de mestrado em Geografia (área de especialização em Planeamento e Gestão do Território); Diversos estudos apontam para uma subida demasiado acentuada da temperatura média global, a partir de 1980. A Região Demarcada do Douro (RDD), com um clima mediterrâneo, é uma das principais áreas em Portugal cuja economia agrícola se subordina às condições do clima, e onde os riscos associados a uma alteração climática poderão ter consequências irreversíveis. No presente estudo pretendeu-se analisar a tendência climática na RDD, nas últimas décadas, e as respectivas consequências para a produção vitícola na região. Deste modo, investigaram-se eventuais variações significativas no potencial climático vitícola da RDD (com base na aplicação de três índices bioclimáticos) e a sua influência sobre o ciclo fenológico da videira, mais especificamente para a casta Moscatel Galego. Para isso, estudou-se a série temporal de 1976 a 2009 dos dados relativos à precipitação e à temperatura do ar, nas estações meteorológicas de Pinhão e Régua, do Instituto de Meteorologia (IM). Estabeleceu-se a tendência linear das temperaturas médias, mínimas médias e máximas médias mensais, o regime provável da precipitação...

Statistical downscaling of air temperature in the Douro Valley for agronomic applications

Ribeiro, Andreia Filipa Silva
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 ENG
Relevância na Pesquisa
86.24%
Tese de mestrado em Ciências Geofísicas (Meteorologia), apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2013; Agronomic activities are very dependent on local climatic conditions. The vineyard in particular is very sensitive to temperature, which significantly affects the composition of grapes and hence the final quality of the produced wine. In a climate change context knowledge of future temperature variability is important to minimize impacts and promote adaptation measures often entailing high costs. However, given the local character of agronomic activities, temperature projections are required at very small spatial scales, and downscaling of climate variables is therefore required. In this thesis temperature data from the high resolution (9km) meteorological model WRF and reanalysis data from ERA-interim are analyzed. Statistical downscaling techniques are applied to the ERA-interim data in order to obtain local temperature estimates for the wine producing region of the Douro valley. Several bioclimatic indices based on downscaled temperature are further calculated in order to evaluate the climatic potential of the Douro Wine Region.; No contexto das alterações climáticas os impactos da variabilidade da temperatura têm sido um dos principais objectos de estudo ao longo do último século. A prática vitícola...

Caracterização fisiológica e agronómica de diferentes estratégias culturais para minimizar o stress estival em vitis vinifera L. na Região Demarcada do Douro

Pereira, José Manuel Moutinho
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
136.37%
Tese de Doutoramento em Engenharia Agrícola; Este trabalho teve como objectivo: comparar o comportamento vegetativo e vitícola das videiras situadas em cotas extremas duma parcela de vinha “ao alto”; estudar a influência que a grandeza da superfície foliar exposta e/ou a presença de partículas de calda bordalesa pode ter nesse comportamento, em particular no compromisso fotossíntese-transpiração e avaliar as implicações fisiológicas da orientação NW-SE das linhas de plantação das mesmas videiras. Os ensaios decorreram na Região Demarcada do Douro, em 1995, 1996 e 1997. No capítulo 1 - - faz-se uma breve reflexão aos aspectos essenciais que motivaram o presente estudo, salientando-se o modo de implantação e condução da vinha duriense nas últimas décadas e certos conhecimentos locais de natureza empírica. No capítulo 2 - - procurou-se, num primeiro ponto, caracterizar a Região Demarcada do Douro nos domínios institucional, geográfico, geológico, microclimático e fitossociológico; num segundo e terceiro ponto dentificaram-se alguns meca-nismos fisiológicos de resposta das videiras ao efeito do stress hídrico, luminoso e térmico e referiram-se algumas práticas culturais que podem ser mais adequadas à viticultura de regiões onde esses tipos de stress são mais frequentes...

Dinâmica de Água no Solo e Consumo Hídrico na Agricultura: Um Estudo de Caso em Vinha na Região Demarcada do Douro

Morgadinho, Maria Cristina O’Donnell Coelho Teixeira
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.37%
Dissertação de mestrado em clima e alterações climáticas; A cultura da vinha reveste-se de grande importância para Portugal, sendo uma das actividades com maior relevância na economia nacional e em particular na Região Demarcada do Douro. Por outro lado, a agricultura é uma actividade muito exigente em água e mesmo em culturas como a vinha tem vindo-se a converter áreas de sequeiro para regadio. Esta situação toma ainda maior acuidade, num cenário de alterações climáticas, com a água a ser um bem cada vez mais escasso. Assim, impõe-se a necessidade de uma gestão sustentável deste recurso, numa área como a vitivinicultura do Douro, com o seu clima quente e seco. O objectivo principal desta dissertação consistiu em estudar a dinâmica de água no solo e determinar a utilização de água pela vinha durante o período de Verão, de forma a promover uma gestão de água sustentável. Pretendeu-se, assim, numa vinha localizada na Granja, Alijó (Região Demarcada do Douro): (i) monitorizar o teor de água no solo, em profundidade e em termos temporais; (ii) calcular a evapotranspiração (ET) da cultura no período de maior demanda evaporativa atmosférica e (iii) avaliar a eficiência do uso de água. A propriedade em que se insere o estudo (latitude: 41° 15 N; longitude: 7° 28’ W...

Um Paradoxo no Cluster de Vinho: Vantagens e Desvantagens da Região Demarcada do Douro sobre a Inovação

Matos, Ligia Aparecida Inhan
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.46%
Dissertação de Mestrado em Gestão; Este trabalho tem como objetivo equacionar as vantagens e desvantagens que os empresários percebem ao estarem na rede de negócios da Região Demarcada do Douro. A globalização provocou a abertura do mercado internacional para todos os países, independentemente do seu desenvolvimento industrial, gerando produtos similares e, no caso do mercado de vinho, excesso de oferta. Desta forma, a partir de 1992, a União Europeia procurou incentivar os recursos da denominação de origem e da indicação geográfica como meios de valorizar os produtos dos países de forma a diferenciá-los dos concorrentes, somando-lhes o valor agregado da tradição da produção e da região. Portugal, desde o século XVIII, instituiu uma região específica para a produção de vinhos tradicionais e com isso, além de já se beneficiar do valor da região, criou todas as condições, definidas pelos autores acadêmicos, para a criação de um cluster. Assim, ao longo do tempo, essa região foi se impregnando de valores intrínsecos, tais como, o terroir, a tradição e a qualidade regulada por instituições normativas. Após a abertura das fronteiras econômicas de Portugal com a adesão à União Europeia...

Avaliação da sustentabilidade ao nível da exploração agrícola. Aplicação do modelo RISE na Região Demarcada do Douro

Vicente, Ricardo Silva
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
96.18%
Mestrado em Engenharia Agronómica - Instituto Superior de Agronomia; The present study was aimed at testing the application of RISE model (Response-Inducing Sustainability Evaluation) in the assessment of sustainability of grapevine farms in the Douro Demarcated Region, in Portugal. RISE is a tool for a holistic assessment of farm sustainability based on twelve indicators – Energy, Water, Soil, Biodiversity, N&P Potential Emissions, Plant Protection, Waste, Economic Stability, Economic Efficiency, Local Economy, Working Conditions and Social Security – developed in Bern, Switzerland, by the Swiss College of Agriculture. It has been applied in more than 400 farms, in about 15 countries, all over the world, from the small mixed farms in Kenya and Armenia to the typical Swiss and Canadian dairy farms. In this study, RISE was applied for the first time in grapevine crops. Nine farms were selected to test the model, from members of ADVID (Association for the Development of Douro Viticulture), a major farmers association in Douro region. In six out of the nine studied farms, the model was only partially tested, due to missing data on the five socio-economic indicators. The results are discussed and practical suggestions for improving sustainability of grapevine farms in the region are presented.

Paradoxo de inovação no cluster do vinho: o caso da região demarcada do Douro

Inhan,Ligia; Ferreira,João; Marques,Carla; Rebelo,João
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
136.33%
Este artigo tem por principal objetivo analisar a problemática da inovação no âmbito do cluster de uma região vitivinícola europeia tradicional (Região Demarcada do Douro - Portugal), caracterizada pelo chamado modelo vitivinícola do terroir, uma estrutura econômica suportada por um elevado número de viticultores, pequenas e médias empresas vinícolas e elevada regulação ao longo de toda a cadeia produtiva, em que, claramente, emerge a questão da tradição versus inovação. A pesquisa utilizou o método Grounded Theory, e os resultados evidenciam uma concordância de as empresas permanecerem numa região tradicional, cuja legislação dificulta as inovações radicais, mas que, concomitantemente, assegura os valores da qualidade. Verifica-se uma transferência de valores tradicionais de um produto específico, o vinho do Porto, para os novos produtos lançados recentemente no mercado; e, simultaneamente, uma transferência do valor agregado do vinho do Porto para o valor do vínculo da família com o processo produtivo e com as terras da Região Demarcada do Douro.

Efeito do caulino e da orientação das linhas de plantação no comportamento fisiológico da videira

Pinheiro, Rafael Corrêa
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.28%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Agronómica; Em Portugal a fileira vitivinícola tem uma elevada importância económica, social e cultural, sendo a Região Demarcada do Douro (RDD) uma das regiões vitícolas mais importantes do mundo. Esta região, para além de ser caracterizada pela severidade do período estival, é também particularmente vulnerável aos impactos das alterações climáticas. A grande variabilidade nos padrões de precipitação aliada à evapotranspiração e aos eventos climáticos extremos previstos podem conduzir a alterações na fenologia da videira e na produção e qualidade das colheitas. Assim sendo, é cada vez mais importante a adoção de práticas culturais que permitam ao viticultor adaptar as culturas aos stresses hídrico, térmico e luminoso e /ou mitigar os seus efeitos. Na RDD algumas técnicas culturais, como a rega, para além de se encontrarem impedidas ou restringidas legalmente não são técnica ou economicamente viáveis, sendo necessário encontrar outras medidas. No presente estudo pretendeu avaliar-se o efeito da aplicação de caulino como agente foto e termoprotetor das folhas e o tipo de orientação (N-S ou E-W) que mais favorece a atividade fisiológica e produtiva da videira...

O modelo Inov@douro como rede de cooperação de suporte ao turismo e à viticultura na Região Demarcada do Douro

Cunha, Carlos Filipe Campos Rompante da
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
146.29%
Tese de Doutoramento em Informática; O valor da informação tem atingido um patamar que em muitos casos supera o dos recursos naturais, o que tem conduzido à introdução de práticas inovadoras nos diversos setores de atividade, aumentando a capacidade competitiva das organizações que os compõem. O processo de introdução de tecnologia no setor agrícola, que deu origem à denominada agricultura de precisão, por diversas singularidades, nas quais se destacam razões de literacia, territoriais, topográficas e culturais, demonstra-se um ambiente fértil para o desenvolvimento de soluções de base tecnológica. As diferenças que encontramos de país para país e mesmo de região para região, demonstram que não existe uma abordagem unificada no sector agrícola. A Região Demarcada do Douro (RDD), é uma das maiores singularidades ao nível mundial, no paradigma da agricultura; desde logo pela sua topografia única e pelas técnicas ancestrais de cultivo que permanecem nos dias de hoje. Esta tese propõe um modelo conceptual e tecnológico baseado na cooperação interorganizacional que pode servir a viticultura e o turismo na RDD — o modelo Inov@douro. Este materializa uma rede de cooperação e define uma abordagem para a viticultura sustentada no pilar da geração de conhecimento e da ubiquidade...

Impacto da NCRF 27 no capital próprio das cooperativas vitivinícolas da região demarcada do Douro

Gonçalo, Vítor Manuel de Vasconcelos
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
96.25%
Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Contabilidade e Finanças, sob orientação de Professora Doutora Ana Maria Alves Bandeira, e Professora Doutora Deolinda Maria Moreira Aparício Meira; Nota: 18 valores; Em Portugal as cooperativas estão sujeitas ao mesmo normativo contabilístico que as demais entidades do setor privado, designadamente as sociedades comerciais, não obstante tratar-se de entidades sem fins lucrativos. Tal facto dificulta a comparabilidade da informação financeira destas entidades com as restantes. O principal problema prende-se com o disposto no parágrafo (§) 10.º da Norma Contabilística e de Relato Financeiro 27 (NCRF 27), que sustenta que a apresentação do capital social cooperativo seja efetuada como passivo em vez de instrumento de capital próprio, dado que este é reembolsável em caso de saída do cooperador. Esta circunstância tem um forte impacto na continuidade e solvência das cooperativas. Neste contexto, pretende-se, através da análise dos efeitos que a aplicação NCRF 27 teria nas cooperativas vitivinícolas da Região Demarcada do Douro (RDD), alertar para as consequências negativas...

O Comportamento de consumo de Vinho do Porto dos portugueses – recomendações para o aumento da procura interna

Barros, Rita Isabel Morais
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.13%
Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Marketing Digital, sob orientação de Doutor António Correia de Barros; O Vinho do Porto é um elemento-chave que define a cultura portuguesa projetando-a a nível internacional. Este vinho licoroso, de aromas intensos, está pensado para a exportação; contudo, sendo produzido na Região Demarcada do Douro, em Portugal, merece um lugar de destaque no panorama nacional. Este estudo visa perceber o comportamento de consumo do consumidor português de Vinho do Porto, bem como os fatores influenciadores da frequência de consumo deste vinho. Pretende-se ainda sugerir recomendações para o aumento da procura interna do produto. Realizou-se uma revisão bibliográfica do sector de Vinho do Porto em Portugal e do consumidor português deste vinho. Posteriormente realizou-se uma entrevista exploratória que clarificou a questão de investigação e ajudou à idealização das hipóteses de investigação. Seguidamente, lançaram-se questionários online e presenciais à população portuguesa residente em Portugal Continental e Arquipélagos, com idade igual ou superior a 16 anos. Este estudo concluiu que o consumidor português de Vinho do Porto é do sexo feminino e jovem...

Estrutura fundiária, mão de obra e tecnologia na viticultura Duriense: um estudo das dinâmicas locais recentes.

Rebelo, Vasco Manuel Casal
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.24%
Dissertação de Mestrado em Extensão e Desenvolvimento Rural; As transformações registadas na Europa no post-guerra verificaram-se também em Portugal, embora com um certo desfasamento temporal e com uma dimensão específica. Boa parte dessas transformações observadas no espaço nacional foram condicionadas pelos processos de mudança operados na Europa saída da guerra, caracterizados pela industrialização e tercearização da economia, e que estiveram na origem do enorme êxodo populacional das zonas rurais. A transferência de mão-de-obra do sector agrário para outros sectores de actividade e dos meios rurais para os urbanos teve como consequência uma diminuição da população rural e em especial da força de trabalho agrária. O êxodo rural e a consequente rarefação de mão-de-obra e aumento de salários, induziu uma mudança tecnológica acompanhada duma mudança estrutural ao nível das explorações agrárias. Identificar as formas e conteúdos das dinâmicas recentes observadas nas explorações vitícolas durienses, no que concerne à sua estrutura e à adopção de técnicas e tecnologias poupadoras de mão-de-obra, constitui o objectivo central deste estudo. Foi utilizada como metodologia uma abordagem ao nível da aldeia...

A importância da gestão de eventos de comunicação na promoção da região turística do Alto Douro Vinhateiro: o caso da Meia Maratona do Douro Vinhateiro

Pinto, Rui Miguel Rodrigues
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.25%
Dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação, Variante de Relações Públicas e Publicidade; A presente dissertação de mestrado aborda a importância da realização da Meia Maratona do Douro Vinhateiro na promoção da região turística do Alto Douro Vinhateiro. Deste modo, a dissertação que de seguida se apresenta é composta por uma componente teórica onde são definidos e contextualizados conceitos e temáticas ligadas ao tema, assim como por um estudo de caso acerca da importância da Meia Maratona do Douro Vinhateiro em comunicar a região do Alto Douro Vinhateiro, ao nível da atração de novos clientes e fidelização de clientes. A realização de eventos vem-se assumindo como uma ferramenta cada vez mais preponderante na comunicação e divulgação de mensagens direcionadas a um determinado público-alvo, tendo a capacidade de mobilizar as massas em torno de um conceito. A Meia Maratona do Douro Vinhateiro é já uma referência no que toca à realização de eventos na região do Alto Douro Vinhateiro, sendo esta a região demarcada mais antiga do mundo, considerada Património Mundial pela UNESCO em 2001. No seio da sua riqueza e do seu património realça-se a natureza e beleza da sua paisagem, assente sobre socalco...

Terroir da Região Demarcada do Douro: um estudo de caso

Felgar,Carolina; Magalhães,Nuno; Ruão,Paulo; Oliveira,Manuel
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
96.17%
Na Região Demarcada do Douro (RDD), sub-região do Cima Corgo, num conjunto de propriedades vitivinícolas da margem Sul do rio Douro, havia uma percepção empírica de que os vinhos provenientes de áreas distintas tinham também um caracter distinto e que essas áreas poderiam constituir diferentes terroir. Foi implementado um trabalho em duas áreas próximas, onde havia indicações empíricas da produção de vinhos com características diferentes, e postas sobre observação um conjunto numeroso de videiras das castas ‘Touriga Franca', ‘Touriga Nacional' e ‘Tinta Roriz' com os objetivos de determinar as características de produção e dos mostos de cada uma das castas, a suas adaptabilidades aos locais específicos e determinar a possibilidade de definir os terroir baseando-se nas características de produção e dos mostos. Foram medidas as produções individuais de cada videira e a respectiva lenha de poda. Os mostos foram sujeitos a caracterização química. As áreas de produção podem ser consideradas como terroir, as castas mostraram comportamento distinto em cada uma delas e há necessidade de adaptar a gestão dos copados e solos a cada local e casta.