Página 1 dos resultados de 720 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

As reformas trabalhista e sindical no Brasil nos Governos Cardoso e Lula : conflitos e consensos

Dal Molin, Naiara
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.31%
A longevidade da estrutura sindical brasileira de viés corporativista e as reformas neoliberais realizadas na América Latina e no Brasil a partir dos anos 1990 têm suscitado o debate sobre a necessidade de realização das reformas trabalhista e sindical. O objetivo do trabalho é analisar as propostas de reformas trabalhista e sindical nos governos Cardoso e Lula e os conflitos e consensos provocados nessas discussões envolvendo, especialmente, governo e trabalhadores. A pesquisa incluiu a análise sistemática das alterações ocorridas nas legislações que regulam as relações individuais (trabalhistas) e coletivas (sindicais) do trabalho nos governos Cardoso e Lula e analisou a posição das centrais sindicais: Central Única dos Trabalhadores, Central Geral dos Trabalhadores e Força Sindical sobre as reformas, constantes da documentação oficial das centrais e das falas de seus dirigentes. O resultado das reformas levou a maiores alterações na legislação trabalhista do que na legislação sindical, como decorrência do empenho do governo Cardoso em realizar a reforma trabalhista, essencial ao programa mais amplo de reforma do Estado, e do frágil consenso em torno da reforma sindical no governo Lula, que não permitiu sua aprovação. O estudo permite concluir que a manutenção da estrutura sindical brasileira...

Os governos de Alfonso López Pumarejo : estado e reformas econômicas e sociais na Colômbia

Mora Toscano, Óliver Marcel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.47%
A gestão de governo do estadista colombiano Alfonso Lopez Pumarejo é considerada como uma das mais destacadas do século XX na Colômbia. Lopez governou a Colômbia durante dois períodos. O primeiro, entre 1934 e 1938, e o segundo, entre 1942 e 1945. O período mais relevante foi o primeiro pelo o conjunto de transformações propostas e realizadas. Durante seu segundo período enfrentou grandes limitações que impediram continuar sua intencionalidade reformista. Esta tese tem como objetivo fundamental o analise das reformas econômicas e sociais propostas e implementadas pelo governo lopista, especificamente as reformas constitucionais de 1936 e 1945, a agrária, tributária, educativa e trabalhista. Elas representaram uma intencionalidade de modernizar as relações econômicas e sociais existentes naquela época na Colômbia. Essa intencionalidade utilizou como instrumento principal a transformação do Estado e do marco legal e jurídico sobre o qual fundamentava-se a atuação desse Estado.; La gestión de gobierno del estadista colombiano Alfonso López Pumarejo es considerada como una de las más destacadas del siglo XX en Colombia. López gobernó Colombia durante dos períodos. El primero, entre 1934 y 1938, y el segundo...

A "esquerda catolica" e a Ação Popular (AP) na luta pelas reformas sociais (1960-1965); The "left catholic" and the Ação Popular (AP) in the fight for the social reforms (1960-1965)

Fabio Pires Gavião
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
56.35%
Este texto busca analisar a construção e performance da ?esquerda católica? e da organização Ação Popular (AP) na luta pelas reformas sociais no Brasil no período de 1960 a 1965; dentro do contexto político que vai do final do governo JK ao Golpe de 1964. Por meio de uma abordagem centrada principalmente numa análise do discurso político, segundo as sugestões teóricas do historiador J. G. A. Pocock, e na noção de campo político elaborada pelo sociólogo Pierre Bourdieu; essa pesquisa permitiu criticar algumas interpretações constantes na bibliografia especializada sobre o tema, principalmente no que toca as matrizes políticas e filosóficas dessa militância. Trabalhamos com documentos internos das organizações e com depoimentos de ex-militantes da ?esquerda católica? (Juventude Universitária Católica ? JUC, AP, Partido Democrata Cristão ? PDC e o jornal Brasil, Urgente). Os depoimentos de alguns de seus principais dirigentes permitiram a composição de memórias da organização e consolidação da AP na cidade de São Paulo nos anos de 1961 e 1962 até o contexto imediatamente posterior ao Golpe de 1964. Nossa análise evidenciou a participação da ?esquerda católica? e da AP ao lado de outras organizações e movimentos sociais que lutaram pela realização das chamadas reformas de base...

Políticas da comunicação : reformas e continuidades

Sousa, Helena
Fonte: Universidade do Minho. Instituto de Ciências Sociais. Departamento de Ciências da Comunicação Publicador: Universidade do Minho. Instituto de Ciências Sociais. Departamento de Ciências da Comunicação
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2000 POR
Relevância na Pesquisa
46.23%
Este capítulo analisa as mais importantes reformas do sistema mediático e comunicacional em Portugal, desde o período revolucionário de 1974-75. Considerando que as mais importes reformas nas comunicações e nos media desde o 25 de Abril foram levadas a cabo durante os governos de Cavaco Silva, este trabalho problematiza os impasses ao tempo de António Guterres. Tendo chegado ao poder após a introdução de reformas entendidas como irreversíveis, o primeiro governo de António Guterres procurou essencialmente acompanhar as medidas desenvolvidas pela União Europeia e melhorar instrumentos legais e entidades reguladoras. Vendo-se obrigado a operar num meio reformado pelos governos anteriores e sem vontade política para inverter tendências, o governo socialista não procurou dilatar o seu espaço de manobra e, apesar da intensa actividade política que tem rodeado esta arena, os problemas criados pela apressada liberalização dos mercados e pelas privatizações ficaram - em alguns casos - por resolver.

Governação, reformas do Estado e políticas de educação de adultos em Portugal : pressões globais e especificidades nacionais, tensões e ambivalências

Antunes, Fátima
Fonte: Revista Crítica de Ciências Sociais Publicador: Revista Crítica de Ciências Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.02%
Neste texto, toma‑se o desenvolvimento do dispositivo de reconhecimento, validação e certificação de competências como mote para debater opções na reforma do Estado quanto ao seu envolvimento na provisão do bem‑estarsocial. Argumenta‑se que o Estado português, em consonância com horizontes reformistas da matriz sociopolítica de governação e do Estado gestionário, criou uma oferta pública de educação e formação de adultos desvinculada de um sistema público, que passa pela contratualização e pela fundação de um quase‑mercado e coloca sob contingência direitos sociais e humanos de produtores e de beneficiários do serviço público. O percurso estudado é marcado por tensões entre uma política social multidimensional e uma política para/segundo a economia, de cariz qualificacionista, particularista e compensatório. A dinâmica em curso afirma a educação, o Estado e a governação como terrenos de luta, conflituais e contraditórios, em que têm lugar a acção e o enfrentamento políticos.

Recent reforms in French and German family policies

Fagnani, Jeanne; Math, Antoine
Fonte: Editora Mundos Sociais Publicador: Editora Mundos Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 ENG
Relevância na Pesquisa
36.42%
Este artigo analisa se as reformas recentemente introduzidas nas políticas da família, tanto em França como na Alemanha, estão a direccionar os dois países para uma convergência. A Alemanha tem introduzido mudanças drásticas, especialmente um novo subsídio de licença parental, enquanto a França, por seu lado, optou por uma abordagem mais gradual que se tem traduzido por um reforço da promoção das suas políticas de conciliação trabalho-família juntamente com um aumento continuado da oferta de serviços de cuidados a crianças durante a última década. Apesar de um aumento na oferta global de equipamentos de cuidados a crianças, a Alemanha continua atrás da França neste domínio, fenómeno que pode ser parcialmente explicado por uma combinação de obstáculos institucionais, a persistência de normas sociais no que diz respeito aos cuidados a crianças com idades inferiores a três anos e uma procura excessiva. Defendemos que os principais motores para uma mudança paradigmática na Alemanha têm sido as preocupações com as consequências do declínio da fertilidade, da falta de trabalhadores qualificados e, segundo um estudo da OCDE, o desvanecimento de certezas sobre a educação infantil. Em França...

Envelhecimento e políticas sociais em tempos de crise

Capucha, Luís
Fonte: Mundos Sociais Publicador: Mundos Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /01/2014
Relevância na Pesquisa
46.28%
O envelhecimento das populações no topo da estrutura etária é resultado da relação entre políticas sociais e longevidade, a qual não deixa porém de gerar novos desafios para a sustentabilidade dos sistemas de pensões e de saúde. A resposta a esses desafios tem vindo a assumir a forma de políticas de austeridade que não poupam os idosos. O recuo da qualidade das políticas sociais tem vindo a degradar as condições de vida das pessoas e a ofender os seus direitos, sem resolver o problema do financiamento do estado. A alternativa poderá passar por reformas que tomem o estado como um investimento e como fator de crescimento e bem-estar.; The ageing of the populations at the top of the age structure is a result of the relationship between social policies and longevity, and is posing new challenges to the sustainability of health and pension systems. The response to these challenges has been taking the shape of austerity policies that are not sparing the elderly. This backwards step in the quality of social policies has been degrading people’s living conditions and harming their rights, without resolving the problem of how to finance the state. An alternative may entail reforms that see the state as an investment and a factor for growth and well-being.; Le vieillissement des populations au sommet de la structure des âges est le résultat du rapport entre politiques sociales et longévité...

Reformas sociais da 1ª República

Vaz, Maria Máxima
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em /12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.28%
Tese de Doutoramento em História Contemporânea; Esta tese tem como objectivo conhecer e analisar as leis de carácter social publicadas durante a Primeira República Portuguesa. Não existindo estudos sobre a totalidade destas leis, a maior parte do texto foi produzido com base em fontes documentais. A caracterização das épocas e dos grupos sociais, bem como a sua composição, estão fundamentadas com transcrições de textos de historiadores especializados neste período e nestas matérias. O trabalho foi dividido de acordo com os órgãos do poder que produziram os vários textos legislativos, pelo que temos: . Decretos emanados do Governo Provisório em 1910/1911; . Leis aprovadas pelo parlamento, durante os anos de 1913/1915; . Decretos do Governo no ano de 1919. As fontes principais a partir das quais foi feito este trabalho, foram os Diários das sessões da Assembleia Nacional Constituinte, da Câmara dos Deputados e da Câmara dos Senadores bem como os próprios textos legislativos. No caso da lei do descanso semanal e do horário dos menores e das mulheres, foram feitas consultas aos Diários das sessões da Câmara dos Senhores Deputados da monarquia, nas quais foram apresentados e debatidos projectos sobre estas duas leis. No texto estão declarados os contributos desses projectos para a lei publicada pelo Governo Provisório no caso do descanso semanal e para a lei do horário dos menores e das mulheres publicada em 1915. O estudo acompanha todo o processo pelo qual passou uma lei...

Conflitos sociais e interações comunicativas nas reformas sociais da América Latina

Martinic,Sergio
Fonte: Fundação Carlos Chagas Publicador: Fundação Carlos Chagas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2001 PT
Relevância na Pesquisa
46.35%
O artigo analisa as dificuldades e os conflitos políticos que afetam o delineamento e os processos de implementação das reformas sociais na América Latina, focalizando em especial as áreas de educação e da saúde. Descreve problemas de execução e conseqüências institucionais das mudanças propostas, modos de gestão, formas de interação e tensões entre os diferentes grupos de interesse envolvidos. A análise baseia-se em resultados de estudos de caso realizados entre 1998 e 1999, no âmbito do Programa Reformas Sociais em Educação e Saúde na América Latina, patrocinado pelo BID e pelo CIID, do Canadá e coordenado pelo Cide e pelo llades, do Chile.

1964: o golpe contra as reformas e a democracia

Toledo,Caio Navarro de
Fonte: Associação Nacional de História - ANPUH Publicador: Associação Nacional de História - ANPUH
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.25%
Busca-se argumentar neste artigo que o movimento político-militar de abril de 1964 representou, de um lado, um golpe contra as reformas sociais que eram defendidas por setores progressistas da sociedade brasileira e, de outro, um golpe contra a incipiente democracia política nascida em 1945.

Por que reformas administrativas falham?

Rezende,Flávio da Cunha
Fonte: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Publicador: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2002 PT
Relevância na Pesquisa
46.23%
Políticas de reforma administrativa são reconhecidas como casos típicos de políticas públicas que freqüentemente não atingem seus propósitos. A experiência aponta para um esforço continuado de governos no sentido de implementar "novas políticas" para lidar com os crônicos problemas de performance dos aparatos burocráticos. As reformas administrativas são formuladas e, rapidamente, descontinuadas, modificadas, ou abandonadas. A literatura internacional reconhece e fornece um amplo conjunto de explicações para tal fenômeno. Este artigo fornece uma explicação adicional, focalizada na impossibilidade de cooperação dos atores estratégicos para o ajuste fiscal e a mudança institucional. Discutimos também como tal fenômeno ocorreu no caso da implementação da reforma administrativa pelo Ministério da Administração Federal e da Reforma do Estado no período entre 1995 e 1998 no Brasil. A análise revela que o MARE obteve cooperação dos atores estratégicos no interior da burocracia para o ajuste fiscal, enquanto a mudança institucional não obteve o mesmo êxito. Este apoio diferenciado levou o MARE à sua extinção e, posteriormente, na transformação da política de reforma do Estado quatro anos depois de sua criação. Esse caso ilustra com clareza o argumento e lança...

A primeira encruzilhada da democracia brasileira: os casos de Rui Barbosa e de Joaquim Nabuco

Lynch,Christian Edward Cyril
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.42%
O advento do discurso liberal-democrático no Brasil ocorreu no momento em que as forças oligárquicas reuniram elementos para contestar a preeminência da Coroa sobre as estruturas políticas imperiais. A promoção da abolição da escravatura pela Coroa, contudo, gerou um curto-circuito na forma como, até então, liberalismo e democracia vinham sendo articulados. Nesse sentido, o contraste entre as posturas de Rui Barbosa e de Joaquim Nabuco é exemplar. A partir de uma perspectiva universalista normativa, Rui Barbosa seguiu a cartilha doutrinária liberal, correndo o risco de entregar o poder às oligarquias, ao passo que, por meio de uma análise sociológica, Nabuco preconizou o "despotismo esclarecido" da Coroa, capaz, segundo ele, de quebrar o poder oligárquico e implementar as necessárias reformas sociais. No presente artigo, a partir do recurso direto à documentação primária, analisa-se tal debate, não tanto para esmiuçar as diferenças entre os dois políticos, considerados em suas personalidades individuais, mas para ilustrar uma questão mais ampla, que remonta ao percurso da construção da democracia brasileira. A comparação entre os discursos de Rui Barbosa e Joaquim Nabuco ilustra o dilema entre priorizar reformas políticas e priorizar reformas sociais...

O trabalho profissional dos(as) assistentes sociais no INSS pós as contra-reformas da Previdência Social

Barbosa, Thalyta Mabel Nobre
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.42%
The present research study the work professional of the Social worker in the National Institute of Social Security of Rio Grande do Norte s State, especially about the working terms, the demands and working process of Social worker in consequence of the limits established with disorganization of his institutional space derived of the Counter-Reforms of the State and of Social Security. In decade of 1990 there was in Brazil adhesion to the neoliberal politics what configured a new organization of work and a new performance of the State. Inside this context, it was accomplished the Counter-Reforms with emphasis in the privatizations, reform of the Social Security and of the device of the Brazilian State, among other actions. Particularly, in Social Service reforms brought profound consequences for the Social workers of INSS, among it: reduction of professionals and in his institutional space. This study situates the Social Worker of Social Security in front of the contemporary modifications in the world of work as well as in front of the consequences come upon of the Counter-Reforms implemented and executed by the neoliberal governments in the country of way the of frame and to enter to the globalized world and the new order of the capital. From the qualitative research based in the critical and dialectic theoreticianmethodological perspective that study the phenomena from your relations...

Capacidades institucionales y ejecución de políticas sociales: Programas de salud y nutrición materno-infantil en Argentina y Chile (1930-2000); Institutional Capacities and Social Policy Implementation: Maternal Child Health and Nutrition Programmes in Argentina and Chile (1930-2000); Capacidades institucionais e execução de políticas sociais: Programas de saúde e nutrição materno-infantil na Argentina e no Chile (1930-2000)

Idiart, Alma
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2013 SPA
Relevância na Pesquisa
46.41%
Este artículo compara los programas de salud materno-infantil en Argentina y Chile, prestándole especial atención a las características institucionales de largo plazo y las tendencias neoliberales presentes en la organización de las reformas sociales de las décadas de 1980 y 1990. Objetivo: Llevar a cabo un estudio comparativo sobre las transformaciones de los programas de salud y nutrición materno-infantil, teniendo en cuenta tres aspectos conectados entre sí: las políticas sociales, las capacidades institucionales y la ejecución de políticas. Metodología: El análisis documental realizado en este artículo se enmarca en el modelo de fuerza estructural de Carmelo Mesa-Lago y en el modelo de la estructura centrada en el estado de Theda Skocpol. Conclusiones: A pesar de la relativa similitud en los lineamientos de las políticas de salud aplicadas en ambos países, los contrastes en las características institucionales a largo plazo (los programas chilenos abordaron la salud materno-infantil de forma más eficiente que los argentinos) representan la mayor parte de la variación en el proceso general de aplicación de las reformas y el desempeño de las políticas de salud materna e infantil.; This article compares maternal child health and nutrition programmes in Argentina and Chile...

Pragmatic policy in Brazil: the political economy of incomplete market reform; Texto para Discussão (TD) 1035: Pragmatic policy in Brazil: the political economy of incomplete market reform; Política pragmática no Brasil: a política econômica das incompletas reformas orientadas para o mercado

Pinheiro, Armando Castelar; Bonelli, Regis; Schneider, Ben Ross
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
EN-US
Relevância na Pesquisa
36.36%
Os últimos 20 anos foram, como se sabe, um período de grandes transformações econômicas, políticas, institucionais e sociais no Brasil. Desde a primeira metade dos anos 1990 a economia foi progressivamente aberta, tanto ao comércio quanto ao investimento estrangeiro, diversas grandes empresas produtivas foram privatizadas, regulações de preços foram revogadas e um novo marco regulatório foi sendo gradualmente erigido. Exceto pela liberalização comercial, que já estava praticamente finalizada nos moldes originalmente propostos já em meados dos anos 1990, as demais reformas foram aceleradas após o Plano Real. A consolidação da estabilidade de preços e as reformas orientadas para o mercado, por sua vez, requeriam mudanças institucionais. Entre essas se incluem o fortalecimento da concorrência e a criação de agências reguladoras, bem como a aprovação de nova legislação para promover a disciplina fiscal, melhorar a regulação do mercado financeiro e proteger os consumidores. Este trabalho focaliza esse processo gradual e fracamente coordenado de redução da presença do Estado na economia. Detém-se, em especial, na análise dos papéis da ideologia, do policy packaging e do pragmatismo na implementação das reformas; no grau em que elas avançaram; em quão bem elas foram implementadas; e em se o processo de redução da intervenção estatal veio para ficar. Argumenta que o pragmatismo — entendido como uma conduta que enfatiza a motivação e as consequências práticas como guias para a ação — foi a principal força impulsionadora das reformas. Em contraste com outros países da América Latina...

Pragmatic Policy in Brazil : the Political Economy of Incomplete Market Reform; Discussion Paper 132 : Pragmatic Policy in Brazil: the Political Economy of Incomplete Market Reform; Política pragmática no Brasil : a política econômica das incompletas reformas orientadas para o mercado

Pinheiro, Armando Castelar; Bonelli, Regis; Schneider, Ben Ross
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Discussion Paper
EN-US
Relevância na Pesquisa
36.36%
Os últimos 20 anos foram, como se sabe, um período de grandes transformações econômicas, políticas, institucionais e sociais no Brasil. Desde a primeira metade dos anos 1990 a economia foi progressivamente aberta, tanto ao comércio quanto ao investimento estrangeiro, diversas grandes empresas produtivas foram privatizadas, regulações de preços foram revogadas e um novo marco regulatório foi sendo gradualmente erigido. Exceto pela liberalização comercial, que já estava praticamente finalizada nos moldes originalmente propostos já em meados dos anos 1990, as demais reformas foram aceleradas após o Plano Real. A consolidação da estabilidade de preços e as reformas orientadas para o mercado, por sua vez, requeriam mudanças institucionais. Entre essas se incluem o fortalecimento da concorrência e a criação de agências reguladoras, bem como a aprovação de nova legislação para promover a disciplina fiscal, melhorar a regulação do mercado financeiro e proteger os consumidores. Este trabalho focaliza esse processo gradual e fracamente coordenado de redução da presença do Estado na economia. Detém-se, em especial, na análise dos papéis da ideologia, do policy packaging e do pragmatismo na implementação das reformas; no grau em que elas avançaram; em quão bem elas foram implementadas; e em se o processo de redução da intervenção estatal veio para ficar. Argumenta que o pragmatismo — entendido como uma conduta que enfatiza a motivação e as conseqüências práticas como guias para a ação — foi a principal força impulsionadora das reformas. Em contraste com outros países da América Latina...

A PRIMEIRA ENCRUZILHADA DA DEMOCRACIA BRASILEIRA: OS CASOS DE RUI BARBOSA E DE JOAQUIM NABUCO

Lynch, Christian Edward Cyril; UFF
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 21/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
O advento do discurso liberal-democrático no Brasil ocorreu no momento em que as forças oligárquicasreuniram elementos para contestar a preeminência da Coroa sobre as estruturas políticas imperiais. Apromoção da abolição da escravatura pela Coroa, contudo, gerou um curto-circuito na forma como, atéentão, liberalismo e democracia vinham sendo articulados. Nesse sentido, o contraste entre as posturas deRui Barbosa e de Joaquim Nabuco é exemplar. A partir de uma perspectiva universalista normativa, RuiBarbosa seguiu a cartilha doutrinária liberal, correndo o risco de entregar o poder às oligarquias, aopasso que, por meio de uma análise sociológica, Nabuco preconizou o “despotismo esclarecido” da Coroa,capaz, segundo ele, de quebrar o poder oligárquico e implementar as necessárias reformas sociais. Nopresente artigo, a partir do recurso direto à documentação primária, analisa-se tal debate, não tanto paraesmiuçar as diferenças entre os dois políticos, considerados em suas personalidades individuais, mas parailustrar uma questão mais ampla...

Joaquim Nabuco e o 'ethos' Brasílico: Reformas sociais, modernidade e o inacabamento da nação brasileira

Costa, Jean Carlo de Carvalho
Fonte: REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - POLÍTICA & TRABALHO Publicador: REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - POLÍTICA & TRABALHO
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
56.21%
Esse Artigo tem por objetivo ressaltar a importância do pensamento de Joaquim Nabuco (1849-1910) na contemporaneidade, enquanto discurso que presentifica, ainda hoje, uma agenda democrática, guiada por inquietações em torno das idéias de progresso, liberdade e educação, elementos basilares da consolidação de uma nação cidadã. Ora, não é exagero afirmar que o pensamento social brasileiro, bem como seus principais intérpretes, vem ganhando atenção crescente, desde a década de 1990, não apenas em círculos acadêmicos como também do público mais geral, isso sendo realizado de forma crítica e reflexiva. O discurso abolicionista de Nabuco, mas não apenas ele, exerceu papel de destaque na importância atribuída ao papel central na consolidação das reformas sociais necessárias à configuração final de uma nação moderna, fundando, do ponto de vista moderno, a narrativa que, ainda hoje, impregna o pensamento nacional, confirmando o indício de que existe uma comunidade de imaginação que insiste em se perguntar sobre o que nos conforma, auxiliando a compreender o porquê de nós termos nos tornado isso que hoje somos. O argumento central, nesse sentido, é ressaltar, a princípio, a relevância do papel do discurso dos intelectuais na constituição de uma agenda democrática e...

Envelhecimento e políticas sociais em tempos de crise

Capucha,Luís
Fonte: Editora Mundos Sociais Publicador: Editora Mundos Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.09%
O envelhecimento das populações no topo da estrutura etária é resultado da relação entre políticas sociais e longevidade, a qual não deixa porém de gerar novos desafios para a sustentabilidade dos sistemas de pensões e de saúde. A resposta a esses desafios tem vindo a assumir a forma de políticas de austeridade que não poupam os idosos. O recuo da qualidade das políticas sociais tem vindo a degradar as condições de vida das pessoas e a ofender os seus direitos, sem resolver o problema do financiamento do estado. A alternativa poderá passar por reformas que tomem o estado como um investimento e como fator de crescimento e bem-estar.

Desempenho da democracia e reformas políticas: O caso português em perspectiva comparada

Freire,André
Fonte: Editora Mundos Sociais Publicador: Editora Mundos Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2003 PT
Relevância na Pesquisa
46.12%
Este artigo analisa comparativamente o apoio dos portugueses ao sistema político democrático. Três conclusões fundamentais sobre o caso português sustentam a ideia da necessidade de reformas no sistema de representação política. Primeiro, há uma forte adesão dos cidadãos aos princípios básicos da democracia. Segundo, há um forte criticismo face à classe política, uma insatisfação crescente com o desempenho da democracia e um elevado afastamento face ao poder. Terceiro, o perfil evolutivo e as causas do abstencionismo eleitoral indicam que não estamos perante efeitos de normalização da democracia.