Página 1 dos resultados de 36 itens digitais encontrados em 0.058 segundos

Políticas públicas para o patrimônio cultural na América Latina: a experiência brasileira e equatoriana e o papel do Banco Interamericano de Desenvolvimento; Public policies for the cultural heritage in Latin America: Brazilian and Ecuadorian experience and the role of the Inter-American Development Bank

Pozzer, Marcio Rogerio Olivato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
75.78%
As reformas orientadas para o mercado realizadas no Brasil e no Equador a partir da década de 1980 e de 1990 diminuíram os gastos públicos e os recursos humanos das organizações nacionais de patrimônio cultural. Para suprir a demanda por tais recursos, surgiu, na arena política do patrimônio cultural, o agente financeiro internacional. Nesse contexto, esta dissertação busca compreender a relação de poder e as formas como são feitas as escolhas políticas entre os órgãos de patrimônio nacionais e a instituição multilateral que financia diversas políticas públicas culturais. Para tanto, partiu-se da experiência de dois países latino-americanos, o Brasil e o Equador, analisando em que medida os órgãos nacionais desobrigaram-se da realização das políticas públicas para o setor, sofrendo ingerência dos organismos financeiros internacionais. Estabeleceu-se como objeto de estudo três organizações o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), no Brasil, e o Instituto Nacional de Patrimonio Cultural (Instituto de Patrimônio Cultural) (INPC), no Equador e recorreu-se à pesquisa bibliográfica, documental e de campo, bem como a entrevistas com gestores dos órgãos estudados. Confirmou-se a hipótese de que o processo de enfraquecimento das instituições nacionais de patrimônio cultural contribuiu decisivamente para que se retirasse...

Imprensa e neoliberalismo no Brasil (1995-1998)

Vanderlei Souza Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
55.82%
A presente dissertação tem como objeto de estudo a posição política e ideológica da revista Veja no período de 1995 a 1998, primeiro governo FHC, considerado o momento de consolidação da política neoliberal no Brasil. Examinamos a relação da revista com o neoliberalismo e a sua contribuição para a aplicação da ideologia neoliberal à situação brasileira. Procedemos à caracterização da imprensa segundo a teoria política e das peculiaridades do gênero revista de informação e opinião. Com o propósito de localizar a pesquisa no contexto político mais geral e na conjuntura política brasileira, realizamos um estudo sobre a ideologia neoliberal e sua aplicação no Brasil. As reflexões teóricas de Antonio Gramsci sobre a conquista e manutenção da hegemonia nas sociedades capitalistas, suas distinções entre a sociedade civil e a sociedade política e a identidade funcional entre os dois planos do Estado em sentido amplo, orientaram a análise. A imprensa nas sociedades capitalistas foi definida por Gramsci como aparelho privado de hegemonia que pertence ao plano da sociedade civil e funciona como um braço do Estado, atuando na formação do consenso em torno do projeto político que representa os interesses da classe dominante e dirigente...

Politicas educacionais e movimento sindical docente : reformas educativas e conflitos docentes na educação basica paranaense

Ivania Marini Piton
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
35.91%
A tese busca a análise e a compreensão das políticas educacionais e do movimento docente na Educação Básica Paranaense entre os anos 1995 a 2002, período em que o Estado do Paraná foi governado por Jaime Lerner em dois mandatos consecutivos. A partir da análise do contexto mundial, nacional e estadual, trata das refOImas educativas e dos conflitos docentes em tal período, avaliando as forças de sustentação e de contestação das reformas. As reformas educativas se deram no contexto da reestruturação capitalista, conduzi das pelo neoliberalismo que, enquanto normatizador econômico da atual fase da globalização atua no contexto social amplo e de forma específica nos sistemas educativos. Tais reformas se deram sob pressão das instituições multilaterais de financiamento: BM (BIRD) e BID e graças à submissão do governo às racionalidades do capital transnacional. A tese examina os efeitos das políticas neoliberais e de seus aliados - o neoconservadorismo e a ideologia pós-moderna, na função social da escola (nos processos de conhecimento e construção da cidadania ativa) e no movimento sindical docente. Apresenta, ainda, como os modelos e ideologias da atual fase do capitalismo buscam mercantilizar a educação...

Vulnerabilidade financeira da economia brasileira a choques externos: análise do ano de 1994 ao segundo trimestre de 2004

Frederico, Fátima Terezinha
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 74 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.82%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Uma das conseqüências da forma como os países em desenvolvimento estão inseridos na economia internacional tem se caracterizado pelo contágio que sofrem das crises externas. Eles são atingidos principalmente pelo tipo de relação de dependência por capitais que mantêm com os países centrais, resultando assim numa crescente vulnerabilidade financeira externa a estas crises. Para verificarmos esta dependência usaremos na análise algumas variáveis indicadoras da vulnerabilidade econômica brasileira num período em que ela passou por fortes mudanças. Neste período que iremos analisar, que inicia em 1994, ano de implantação do Plano Real, e vai até o segundo trimestre de 2004, houve intensificação das reformas orientadas para o mercado, com um extraordinário crescimento da abertura econômica através da liberalização do comércio e do mercado financeiro. Com esta abertura os capitais privados voltaram ao país e possibilitaram um novo padrão de financiamento, permitindo ao Brasil implantar e manter um plano de estabilização, após várias tentativas frustradas e traumáticas. A equipe econômica usou para a estabilização de preços política monetária e o controle da taxa de câmbio. A primeira serve como instrumento regulador...

Os caminhos da reforma na Argentina e no Brasil

Palermo,Vicente
Fonte: CEDEC Publicador: CEDEC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 PT
Relevância na Pesquisa
55.67%
As dinâmicas políticas das reformas orientadas para o mercado, no Brasil e na Argentina, são caracterizadas por um dilema, evidenciado em ambos os países pelas emendas de reeleição, entre manter a estabilidade das regras institucionais (e colocar em risco a coalizão reformista) e manter a estabilidade da coalizão reformista (e fragilizar as regras institucionais).

Empresariado e estratégias de desenvolvimento

Diniz,Eli; Boschi,Renato R.
Fonte: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Publicador: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
65.79%
Este trabalho consiste em uma análise das estratégias de desenvolvimento na percepção de correntes representativas do empresariado industrial após as reformas orientadas para o mercado, tendo em vista a redefinição ocorrida no papel dos atores econômicos ante o Estado e o contexto internacional com os processos de privatização e abertura comercial. A primeira parte focaliza os principais aspectos das mudanças que afetaram a estrutura produtiva brasileira, sobretudo o volume das transações que alteraram o peso relativo dos investimentos estrangeiros em face do capital doméstico. Outro aspecto estrutural, destacado na segunda parte, consiste na reconfiguração da estrutura de representação de interesses, que passou a operar predominantemente no marco da adesão voluntária e da operação de incentivos seletivos. Finalmente, a terceira parte concentra-se nas propostas acerca de vias alternativas de desenvolvimento por parte das lideranças empresariais e na formação de possíveis coalizões capazes de sustentar diferentes estratégias.

Construindo hegemonia: democracia e livre mercado (atuação do NED e do CIPE na América Latina)

Minella,Ary Cesar
Fonte: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos Publicador: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
55.8%
A partir da constatação da existência de conexões entre as associações de representação de classe dos bancos na América Latina, que se denominou rede transassociativa, o trabalho analisa a conexão dessa rede com organizações constituídas nos Estados Unidos para atuar politicamente ao redor do mundo. O foco é o Center for International Private Interprise (CIPE), constituído em 1983, vinculado à Câmara de Comércio dos Estados Unidos, e que promove reformas políticas e econômicas orientadas para o mercado. É uma das quatro organizações centrais do National Endowement for Democracy (NED), entidade financiada pelo governo daquele país. Examina-se especialmente o caso da Argentina e do Peru. Constata-se como a relação dessas entidades com organizações latino-americanas constitui uma base estrutural para o processo de construção de hegemonia de caráter neoliberal e como se articula com o sistema financeiro. O procedimento metodológico inclui a pesquisa bibliográfica e documental.

Como se explica o neoliberalismo no Brasil? uma análise crítica dos artigos publicados na Revista Dados

Massimo,Lucas
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.05%
O artigo analisa a produção bibliográfica publicada pela revista Dados acerca da implantação das reformas orientadas para o mercado no Brasil, durante os anos 1990, com vistas a mapear as diferenças e as semelhanças entre as explicações predominantes nesse periódico. A análise foi realizada por meio da confecção de fichas de leitura para isolar a estrutura lógica da argumentação de cada artigo analisado. A grade de leitura discerniu os seguintes elementos estruturantes: (i) o problema e pergunta de pesquisa; (ii) o objeto; (iii) os objetivos e conclusões, e por fim, (iv) a tese de cada artigo. Por meio do enquadramento de 38 artigos foi possível constituir três famílias de argumentos: a primeira ressalta os argumentos sociológicos, identificando três explicações para as quais a causa das reformas encontra-se na sociedade brasileira. A segunda reúne duas explicações pragmáticas, que postulam a inexorabilidade das reformas orientadas para o mercado. A terceira constitui-se por duas explicações institucionalistas, que procuram nas instituições políticas a causa para a implantação das reformas neoliberais. O artigo revela que as análises das reformas neoliberais no Brasil foram realizadas a partir de dados empíricos ricos e diversificados...

Cidadania como consumo ou cidadania como agência: uma comparação entre as reformas de democratização da Bolívia e do Brasil

Oxhorn,Philip
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
65.79%
A primeira parte do artigo examina dois modelos opostos de cidadania, no contexto da América Latina: a cidadania como consumo, que reflete as consequências da influência de reformas orientadas para o mercado sobre os padrões de representação, no âmbito dos direitos políticos universais; e a cidadania como agência, que reflete o surgimento de formas alternativas de participação através da sociedade civil, bem como o seu potencial impacto sobre os padrões de representação política. A segunda parte discute o potencial da cidadania como agência, contrastando o impacto da Lei de Participação Popular da Bolívia com o Orçamento Participativo de Porto Alegre, no Brasil.

Ensino profissional e educa????o b??sica : estudo de caso da implanta????o de um Curso t??cnico na Modalidade de Jovens e Adultos (PROEJA); Vocational Education and basic educatiom : case study of implementing process of Technology course for Adult Education (PROEJA).

IVO, Andressa Aita
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Educa????o; Programa de P??s-Gradua????o em Educa????o; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Educa????o; Programa de P??s-Gradua????o em Educa????o; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
45.75%
Este estudo tem como objetivo identificar os desafios na implanta????o e implementa????o do Programa Nacional de Integra????o da Educa????o Profissional com a Educa????o B??sica na Modalidade de Jovens e Adultos (PROEJA) no contexto de desenvolvimento desta modalidade de ensino no Conjunto Agrot??cnico Visconde da Gra??a (CAVG). A disserta????o apresenta um breve panorama das pol??ticas educacionais e das reformas pelas quais o Estado vem passando e dos novos paradigmas de gest??o baseados no discurso neoliberal que penetram no campo educacional. Apresenta o PROEJA como um programa de Educa????o de Jovens e Adultos que busca se diferenciar por meio de uma proposta educacional de curr??culo integrado que valorize os saberes culturais, sociais e profissionais trazidos pelos alunos. O texto analisa as pol??ticas curriculares do PROEJA com base em alguns conceitos e teoriza????es de Stephen Ball, referentes a mercado, gest??o, performatividade e ao ciclo de pol??ticas que servem de fundamenta????o te??rica para a an??lise dos dados. A pesquisa adota pressupostos da abordagem qualitativa para investigar o caso de implanta????o do curso t??cnico de N??vel M??dio em Vestu??rio na modalidade PROEJA, do Conjunto Agrot??cnico Visconde da Gra??a (CAVG)...

Texto para discuss??o 9: administra????o p??blica gerencial: estrat??gia e estrutura para um novo Estado

Bresser-Pereira, Luiz Carlos
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Texto para Discuss??o
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
85.78%
Na d??cada de 80, logo depois da eclos??o da crise de endividamento internacional, o tema que prendeu a aten????o de pol??ticos e economistas em todo o mundo foi o ajuste estrutural ou, em termos mais anal??ticos, o ajuste fiscal e as reformas orientadas para o mercado. Nos anos 90, embora o ajuste estrutural permane??a entre os principais objetivos, a ??nfase deslocou-se para a reforma do Estado, particularmente para a reforma administrativa. A quest??o central hoje ?? como reconstruir o Estado ??? como redefinir o novo Estado que est?? surgindo em um mundo globalizado; N??mero de p??ginas: 28 p.; Gest??o Estrat??gica; Texto apresentado ?? Assembl??ia Geral Resumida das Na????es Unidas, Nova York, abril de 1996, e ao Semin??rio sobre a Reforma do Estado na Am??rica Latina e Caribe, patrocinado pelo Banco lnteramericano de Desenvolvimento e organizado pelo Minist??rio da Administra????o e Reforma do Estado. Bras??lia, 16 e 17 de maio de 1996; Luis Carlos Bresser Pereira foi Ministro da Administra????o Federal e Reforma do Estado; A s??rie Texto para discuss??o divulga artigos em fase de pr??-publica????o, com o objetivo de fomentar o debate direto entre o leitor e o autor

Avances y retos para el perfeccionamiento de la institucionalidad laboral en América Latina

Weller, Jürgen
Fonte: CEPAL - Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe Publicador: CEPAL - Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe
ES
Relevância na Pesquisa
46.05%
Versión en portugués disponible en Biblioteca; La generación de empleo sigue siendo un imperativo de la política económica, puesto que el bienestar de las familias depende de su cantidad y calidad. En el quinquenio 2004-2008 América Latina registró altas tasas de crecimiento económico, las más elevadas en cuarenta años, lo que ha tenido efectos positivos en la generación de empleo. En cambio, en períodos de escasa expansión económica, el incremento del empleo ha sido exiguo en cantidad y precario en calidad. Sin embargo, el crecimiento económico no es lo único que incide en las condiciones del empleo.Los tres pilares de la institucionalidad laboral –es decir, las regulaciones de las relaciones individuales y colectivas del trabajo, la protección contra el desempleo y las políticas activas del mercado de trabajo– también desempeñan un papel fundamental, dado que influyen en la dinámica y las características de la oferta laboral, en la cantidad y calidad de los puestos de trabajo que se generan, en la eficiencia de los procesos de búsqueda de empleo y contratación, así como en las condiciones y perspectivas de las personas que quedan sin empleo.El debate sobre la institucionalidad laboral, tanto en el ámbito académico como en el político...

Alianzas público-privadas para una visión estratégica del desarrollo

Moguillansky, Graciela; Devlin, Robert
Fonte: CEPAL Publicador: CEPAL
ES
Relevância na Pesquisa
35.98%
Incluye Bibliografía; Como región, América Latina y el Caribe (en lo sucesivo América Latina) no ha obtenido históricamente buenos resultados económicos. Desde la era colonial, pese a rachas episódicas de crecimiento registradas por algunos países, la región ha tenido que contemplar que sucesivos países la dejaran atrás en términos de PIB per cápita; muchos de ellos, cuya situación era de extrema pobreza, pasaron a ocupar los peldaños más altos en la escala de ingresos mundiales. Un país latinoamericano, Argentina, ha gozado de la distinción de figurar entre los países más ricos del mundo a comienzos del siglo XX, pero en décadas subsiguientes se dio el hecho sorprendente de que se deslizó en forma sostenida hasta alcanzar la poco descollante condición de país de ingreso medio. En la última mitad del siglo XX el fortalecimiento y el mejoramiento de la calidad de la inserción internacional de un país ha sido un pilar significativo para que pudiera participar con éxito en un proceso de cerrar la brecha de ingresos con respecto a los países ricos (en adelante a este proceso lo denominaremos de equiparación" ). En ese contexto el desarrollo de la exportación ha sido un instrumento importante para estimular la inversión...

O novo cenário laboral latino-americano: regulaçao, proteçao e políticas ativas nos mercados de trabalho

Fonte: CEPAL Publicador: CEPAL
PT
Relevância na Pesquisa
36.08%
Prólogo de Alicia Bárcena; Incluye Bibliografía; A geração de emprego continua sendo um imperativo da política econômica, posto que o bem-estar das famílias depende de sua quantidade e qualidade. No quinquênio 2004-2008 a América Latina registrou altas taxas de crescimento econômico, as mais elevadas em 40 anos, o que teve efeitos positivos na geração de emprego. Em compensação, em períodos de escassa expansão econômica, o aumento do emprego foi exíguo em quantidade e precário em qualidade. No entanto, o crescimento econômico não é o único que incide na quantidade e na qualidade do emprego.Os três pilares da institucionalidade trabalhista, isto é, as regulações das relações individuais e coletivas de trabalho, a proteção contra o desemprego e as políticas ativas do mercado de trabalho, também desempenham um papel fundamental, dado que influem na dinâmica e nas características da oferta de trabalho, na quantidade e qualidade dos postos de trabalho gerados e na eficiência dos processos de busca de emprego e contratação, assim como nas condições e perspectivas das pessoas que ficam sem emprego.O debate sobre a institucionalidade trabalhista...

Is market-oriented reform producing a "two-track" Europe? Evidence from electricity and telecommunications; ¿Están generando las reformas orientadas hacia el mercado una Europa de “dos velocidades”? Evidencia para los casos de la electricidad y las telecomunicaciones

Clifton, Judith Catherine; Díaz Fuentes, Daniel; Fernández Gutiérrez, Marcos; Revuelta López, Julio
Fonte: MPRA Publicador: MPRA
Tipo: info:eu-repo/semantics/workingPaper; publishedVersion
ENG
Relevância na Pesquisa
45.88%
ABTRACT. The European Commission has formally recognised that adequate provision of basic household services, including energy, communications, water and transport, is key to ensuring equity, social cohesion and solidarity. Yet little research has been done on the impact of the reform of these services in this regard. This article offers an innovative way to explore such questions by analysing and contrasting stated and revealed preferences on citizen satisfaction with and expenditure on two services, electricity and telecommunications, in two large countries, Spain and the United Kingdom. In telecommunications, but to a much lesser extent in electricity, we find evidence that reform has led to a “two-track” Europe, where citizens who are elderly, not working or the less-educated behave differently in the market, with the result that they are less satisfied with these services than their younger, working, better-educated, counterparts.; RESUMEN. La Comisión Europea ha establecido que la adecuada provisión de servicios básicos para los hogares, tales como la energía, las telecomunicaciones, el agua y el transporte, es clave para garantizar la equidad, la cohesión social y la solidaridad. Sin embargo, son escasas las investigaciones que han analizado el impacto de las reformas de estos servicios focalizando en dichos aspectos. Este artículo ofrece una aproximación innovadora para explorar estas cuestiones...

Pragmatic policy in Brazil: the political economy of incomplete market reform; Texto para Discussão (TD) 1035: Pragmatic policy in Brazil: the political economy of incomplete market reform; Política pragmática no Brasil: a política econômica das incompletas reformas orientadas para o mercado

Pinheiro, Armando Castelar; Bonelli, Regis; Schneider, Ben Ross
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
EN-US
Relevância na Pesquisa
156.21%
Os últimos 20 anos foram, como se sabe, um período de grandes transformações econômicas, políticas, institucionais e sociais no Brasil. Desde a primeira metade dos anos 1990 a economia foi progressivamente aberta, tanto ao comércio quanto ao investimento estrangeiro, diversas grandes empresas produtivas foram privatizadas, regulações de preços foram revogadas e um novo marco regulatório foi sendo gradualmente erigido. Exceto pela liberalização comercial, que já estava praticamente finalizada nos moldes originalmente propostos já em meados dos anos 1990, as demais reformas foram aceleradas após o Plano Real. A consolidação da estabilidade de preços e as reformas orientadas para o mercado, por sua vez, requeriam mudanças institucionais. Entre essas se incluem o fortalecimento da concorrência e a criação de agências reguladoras, bem como a aprovação de nova legislação para promover a disciplina fiscal, melhorar a regulação do mercado financeiro e proteger os consumidores. Este trabalho focaliza esse processo gradual e fracamente coordenado de redução da presença do Estado na economia. Detém-se, em especial, na análise dos papéis da ideologia, do policy packaging e do pragmatismo na implementação das reformas; no grau em que elas avançaram; em quão bem elas foram implementadas; e em se o processo de redução da intervenção estatal veio para ficar. Argumenta que o pragmatismo — entendido como uma conduta que enfatiza a motivação e as consequências práticas como guias para a ação — foi a principal força impulsionadora das reformas. Em contraste com outros países da América Latina...

Pragmatic Policy in Brazil : the Political Economy of Incomplete Market Reform; Discussion Paper 132 : Pragmatic Policy in Brazil: the Political Economy of Incomplete Market Reform; Política pragmática no Brasil : a política econômica das incompletas reformas orientadas para o mercado

Pinheiro, Armando Castelar; Bonelli, Regis; Schneider, Ben Ross
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Discussion Paper
EN-US
Relevância na Pesquisa
156.21%
Os últimos 20 anos foram, como se sabe, um período de grandes transformações econômicas, políticas, institucionais e sociais no Brasil. Desde a primeira metade dos anos 1990 a economia foi progressivamente aberta, tanto ao comércio quanto ao investimento estrangeiro, diversas grandes empresas produtivas foram privatizadas, regulações de preços foram revogadas e um novo marco regulatório foi sendo gradualmente erigido. Exceto pela liberalização comercial, que já estava praticamente finalizada nos moldes originalmente propostos já em meados dos anos 1990, as demais reformas foram aceleradas após o Plano Real. A consolidação da estabilidade de preços e as reformas orientadas para o mercado, por sua vez, requeriam mudanças institucionais. Entre essas se incluem o fortalecimento da concorrência e a criação de agências reguladoras, bem como a aprovação de nova legislação para promover a disciplina fiscal, melhorar a regulação do mercado financeiro e proteger os consumidores. Este trabalho focaliza esse processo gradual e fracamente coordenado de redução da presença do Estado na economia. Detém-se, em especial, na análise dos papéis da ideologia, do policy packaging e do pragmatismo na implementação das reformas; no grau em que elas avançaram; em quão bem elas foram implementadas; e em se o processo de redução da intervenção estatal veio para ficar. Argumenta que o pragmatismo — entendido como uma conduta que enfatiza a motivação e as conseqüências práticas como guias para a ação — foi a principal força impulsionadora das reformas. Em contraste com outros países da América Latina...

COMO SE EXPLICA O NEOLIBERALISMO NO BRASIL? UMA ANÁLISE CRÍTICA DOS ARTIGOS PUBLICADOS NA REVISTA DADOS

Massimo, Lucas; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
65.95%
O artigo analisa a produção bibliográfica publicada pela revista Dados acerca da implantação das reformasorientadas para o mercado no Brasil, durante os anos 1990, com vistas a mapear as diferenças e as semelhançasentre as explicações predominantes nesse periódico. A análise foi realizada por meio da confecção de fichas deleitura para isolar a estrutura lógica da argumentação de cada artigo analisado. A grade de leitura discerniu osseguintes elementos estruturantes: (i) o problema e pergunta de pesquisa; (ii) o objeto; (iii) os objetivos e conclusões,e por fim, (iv) a tese de cada artigo. Por meio do enquadramento de 38 artigos foi possível constituir três famílias deargumentos: a primeira ressalta os argumentos sociológicos, identificando três explicações para as quais a causadas reformas encontra-se na sociedade brasileira. A segunda reúne duas explicações pragmáticas, que postulam ainexorabilidade das reformas orientadas para o mercado. A terceira constitui-se por duas explicaçõesinstitucionalistas, que procuram nas instituições políticas a causa para a implantação das reformas neoliberais. Oartigo revela que as análises das reformas neoliberais no Brasil foram realizadas a partir de dados empíricos ricose diversificados...

A questão do investimento no Setor Elétrico Brasileiro: reforma e crise; A questão do investimento no Setor Elétrico Brasileiro: reforma e crise

de Araújo, João Lizardo
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2009 POR
Relevância na Pesquisa
55.82%
Brazil is presently going through its worse electricity supply crisis in fifty years. This happens after seven year efforts of market-oriented reforms, and inevitably raises the issue of whether the design and rhythm of the reform have been correct. The roots of the present crisis lie in a long period of underinvestment dating from the eighties; sector reforms were aimed at correcting this situation, but have been unsuccessful thus far. This article discusses the causes of this failure and attempts a way out of the present problems. The present crisis requires an emergency answer, but also a long term policy. I argue that such a policy must be based upon the acknowledgement that electricity demand in Brazil will tend to grow fast for the foreseeable future and that sector reform must be based upon dynamic rather than static efficiency. Furthermore, the large Brazilian hydropower system requires special treatment if we are to have investment in hydro and in thermal plants.; O Brasil está passando por sua pior crise de suprimento de eletricidade nos últimos cinqüenta anos. Esta ocorre após sete anos de esforços de reformas orientadas para o mercado, e levanta a questão inevitável de se o desenho e o ritmo da reforma foram corretos. As raízes da crise atual estão num longo período de sub-investimento a partir dos anos oitenta; as reformas do setor visaram corrigir esta situação...

Empresariado industrial, representação de interesses e ação política: trajetória histórica e novas configurações doi: 10.5007/2175-7984.2010v9n17p101; Industrial entrepreneurs, interest representation and political action: historical trajectories and new configurations doi: 10.5007/2175-7984.2010v9n17p101

Diniz, Eli; Universidade Federal do Rio de Janeiro
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2010 POR
Relevância na Pesquisa
55.74%
O presente artigo tem por objetivo analisar os principais momentos da trajetória política do empresariado industrial  brasileiro. Partindo dos primórdios da industrialização brasileira nos anos 30, procura-se caracterizar a atuação do setor  empresarial em face das várias fases do capitalismo industrial e dos vários modelos de desenvolvimento, desde a industrialização  substitutiva de importações, passando pelo nacional-desenvolvimentismo, as reformas orientadas para o mercado, até o momento atual caracterizado pela transição para um novo modelo.; The goal of the present article is to analyze major moments in the political trajectory of Brazilian industrial entrepreneurs. Starting  from the early days of Brazilian industrialization in the 1930s, we seek to characterize the entrepreneurial sector’s action as it faces different stages of industrial capitalism and varying models of development: from import-substitution and national development stages to market-oriented reform and the current phase of transition to a new model.