Página 1 dos resultados de 1153 itens digitais encontrados em 0.065 segundos

Condutas adotadas por técnicos de enfermagem após ocorrência de erros de medicação; Conducts adopted by nursing technicians after the occurrence of medication errors; Conductas adoptadas por técnicos de enfermería después de ocurrir errores de medicación

SANTOS, Jânia Oliveira; SILVA, Ana Elisa Bauer de Camargo; MUNARI, Denize Bouttelet; MIASSO, Adriana Inocenti
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.77%
OBJETIVO: Identificar e analisar as condutas adotadas por técnicos de enfermagem após a ocorrência de erros de medicação. MÉTODOS: Estudo descritivo, de abordagem qualitativa, realizado com 23 técnicos de enfermagem de um hospital de ensino de Goiânia-GO. Os dados foram coletados através de entrevistas semi-estruturadas gravadas e analisadas segundo os pressupostos de Bardin. RESULTADOS: Os resultados evidenciaram duas categorias: tomando condutas relacionadas à comunicação do erro (ao médico, à enfermeira, registrando no prontuário e não comunicando o erro) e adotando condutas direcionadas ao paciente (observação do paciente, monitorização e minimização das consequências). CONCLUSÃO: Ressalta-se a necessidade de que as instituições de saúde adotem uma cultura de transparência em relação aos erros de medicação, com a criação de políticas e padronizações para notificação, divulgação e fortalecimento de medidas preventivas.; OBJECTIVE: To identify and to analyze the adopted conducts by nursing technicians after the occurrence of medication errors. METHODS: Is a descriptive and qualitative study, conducted with 23 nursing technicians, in the University Hospital in Goiania, GO. The data were collected through structured interviews that were recorded and then analyzed according to Bardin concepts. RESULTS: The analysis produced two categories: adopting conducts related to informing the error (to doctors...

Indicadores para avaliação de qualidade do gerenciamento de recursos humanos em enfermagem; Evaluation of quality indicators for human resources management in nursing; Indicadores para evaluación de la calidad en la administración de los recursos humanos en enfermería

KURGANCT, Paulina; MELLEIRO, Marta Maria; TRONCHIN, Daisy Maria Rizatto
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
116.07%
Estudo qualitativo, cujo objetivo foi resgatar, junto a docentes de administração em enfermagem, os significados constitutivos de indicadores de qualidade de gerenciamento de recursos humanos em enfermagem. Participaram dez docentes de uma instituição de ensino pública do Município de São Paulo. A coleta de dados foi realizada através de entrevistas semi-estruturadas e analisadas segundo Bardin. Os achados apontaram para as categorias Dimensão Institucional e Profissional, sendo que na primeira predominou a política de recursos humanos e a participação nos processos decisórios. Na segunda, constatou-se satisfação no trabalho e o absenteísmo. Os indicadores apontados deverão ser aplicados e validados, para a sua consolidação.; This is qualitative study aiming to retrieve with the academic professors of the nursing administration, the constitutive criteria of quality indicators of human resources management in Nursing. Ten academic professors of a public teaching institution, in the city of São Paulo, took part of this study. Data collection was performed by means of semi -structured interviews and analyzed according to Bardin. The results pointed out to the Institutional and Professional categories. In the first category...

A problemática da elaboração da escala mensal de enfermagem; Difficulties of preparing the monthly nursing schedule; La problemática de la elaboración del rol mensual de enfermería

SOUZA, Geórgia Pereira Silveira; FREITAS, Genival Fernandes de; PRADO, Cláudia; LEITE, Maria Madalena Januário; PEREIRA, Irene Mari
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Relatório
POR
Relevância na Pesquisa
125.76%
O objetivo deste estudo foi discutir a complexidade da elaboração da escala mensal de enfermagem no Estágio Curricular de Administração em Enfermagem, em uma unidade de internação de um hospital público de ensino, do Município de São Paulo. Partiu-se da proposição de que a elaboração da escala mensal constituiu-se em uma série de ações articuladas com o reconhecimento do quadro de funcionários, levantamento dos dados necessários para caracterização da clínica, comparação dos dados com a literatura e estruturação de uma proposta de ação, que foram discutidas com as enfermeiras da unidade. Esta vivência possibilitou a reflexão a respeito do empoderamento e compreensão dessas profissionais sobre os fatores intervenientes na realização dessa atividade gerencial. Permitiu, ainda, evidenciar a importância do diagnóstico das necessidades da unidade, confrontando-o com a realidade institucional, visando a possíveis ações resolutivas frente aos problemas identificados; The objective of this study was to discuss the complexity of preparing the monthly nursing schedule during the Nursing Administration course, in an inpatient unit of a public teaching hospital, in São Paulo. We started from the position that the preparation of a monthly schedule consisted of a series of coordinated actions which required: recognition of staff...

Satisfação no trabalho: indicador de qualidade no gerenciamento de recursos humanos em enfermagem; Job Satisfaction: a quality indicator in nursing human resource management; Satisfacción en el trabajo: indicador de calidad en el gerenciamiento de recursos humanos en enfermería

Siqueira, Vera Thânia Alves; Kurcgant, Paulina
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
135.99%
Estudo descritivo que aborda a satisfação no trabalho de enfermeiros gerentes e assistenciais nos Serviços de Hematologia e Hemoterapia de um hospital público da cidade de São Paulo. Objetivou identificar fatores geradores de satisfação no trabalho de enfermeiros gerentes e assistenciais e subsidiar os resultados para a construção de indicadores para avaliação da qualidade do gerenciamento de recursos humanos em Enfermagem. Os componentes do trabalho foram: autonomia, interação, status profissional, requisitos do trabalho, normas organizacionais e remuneração. Participaram do estudo 44 enfermeiros. O instrumento de coleta foi o questionário Índice de Satisfação Profissional (ISP). Concluindo, este estudo permitiu identificar que o grupo assistencial foi o mais satisfeito, com ISP 10,5; o gerencial totalizou 10,0. Quanto à satisfação com a atividade atual, 88,9% dos enfermeiros gerentes disseram estar satisfeitos, assim como 90,9% dos assistenciais. Para os dois grupos, a autonomia foi o componente de maior nível de satisfação profissional.

Identificação das intervenções de enfermagem na Atenção Primária à Saúde: parâmetro para o dimensionamento de trabalhadores; The identification of nursing interventions in primary health care: a parameter for personnel staffing; Identificación de las intervenciones de enfermería en la atención primaria de salud: parámetro para el dimensionamiento de trabajadores

Bonfim, Daiana; Gaidzinski, Raquel Rapone; Santos, Flávia Monique; Gonçales, Camila de Souza; Fugulin, Fernanda Maria Togeiro
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.79%
Na Atenção Primária à Saúde (APS) o quadro de trabalhadores de enfermagem é planejado de forma empírica, gerando distorção entre a alocação e a real necessidade das unidades de saúde. O objetivo deste trabalho foi identificar as intervenções de enfermagem na APS para subsidiar o dimensionamento dos trabalhadores. Foram utilizadas as seguintes fontes: revisão bibliográfica em bases de dados no período de 1999-2009; observação em campo em Unidade de Saúde da Família; levantamento em prontuários de famílias; mapeamento das atividades em intervenções de enfermagem segundo a taxonomia Nursing Interventions Classification e validação dessas intervenções. Identificaram-se 169 atividades: 11 atividades associadas; 5 pessoais; e 153 de cuidados diretos e indiretos que foram mapeadas e validadas em 7 domínios, 15 classes e 46 intervenções da NIC. O estudo possibilitou o reconhecimento das práticas de enfermagem na APS por meio de uma linguagem padronizada, subsidiando a sua aplicação na construção de instrumentos para a identificação da carga de trabalho.

"Recursos humanos de enfermagem na rede hospitalar do município de Uberaba-Minas Gerais" ; "Nursing staff in the hospitals network of Uberaba-Minas Gerais"

Iwamoto, Helena Hemiko
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
126.06%
A área de enfermagem tem vivenciado algumas problemáticas relativas a recursos humanos, entre elas: escassez de enfermeiros, insatisfação no trabalho e alta rotatividade nos serviços.Este estudo descritivo teve como objetivos: descrever a distribuição das diferentes categorias de trabalhadores de enfermagem segundo variáveis demográficas e de inserção no emprego na rede hospitalar do município de Uberaba-Minas Gerais; mensurar e descrever a rotatividade desses trabalhadores. O estudo foi realizado em 11 hospitais, sendo um público, seis privados e quatro filantrópicos. A população constituiu-se de todos os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem que, no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2003, antiveram vínculo empregatício nos hospitais estudados. As variáveis demográficas estudadas foram: sexo e idade; aquelas de inserção no emprego: regime de contrato, jornada semanal, tempo de trabalho e rendimento médio. A rotatividade foi verificada aplicando-se indicadores globais: taxas de admissão (TA) e de desligamento (TD), taxa líquida de substituição (TLS), permanência média no emprego (em anos); e específicos: tempo mediano de trabalho dos demitentes (em meses) e curva de sobrevivência no emprego. Os dados foram coletados mês a mês...

Indicadores de qualidade no gerenciamento de recursos humanos em enfermagem

Lima,Antônio Fernandes Costa; Kurganct,Paulina
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
126.06%
Este estudo resgata junto a seis enfermeiras que desenvolvem atividades gerenciais os significados que consideram constitutivos de indicadores de qualidade no gerenciamento de Recursos Humanos em Enfermagem. Os dados obtidos por meio de entrevistas possibilitaram a construção de duas categorias: Atividades Gerenciais - constituídas pelas Unidades de Significado (US) Educação Permanente/Continuada; Organização do trabalho/Participação na tomada de decisão; Dimensionamento de pessoal/Tempo para reposição de vagas e Recursos Humanos - com as US Absenteísmo; Rotatividade; Formação/Titulação/Produção Científica; Acidentes de Trabalho/Doenças Ocupacionais/Licenças e Satisfação/Insatisfação no Trabalho. As narrativas das colaboradoras possibilitaram o resgate de informações que permitiram a identificação de novos elementos constitutivos de indicadores de qualidade de gerenciamento de Recursos Humanos em Enfermagem e referendaram o uso de indicadores já consagrados.

Os recursos humanos de enfermagem da perspectiva da força de trabalho: análise da produção científica

Silva,Leide Irislayne Macena da Costa e; Peduzzi,Marina
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
146.07%
Trata-se de pesquisa sobre recursos humanos em enfermagem, particularmente na perspectiva da força de trabalho, com os objetivos de identificar a produção científica nacional sobre recursos humanos em enfermagem; analisar, particularmente, as publicações sobre força de trabalho de enfermagem; e elaborar uma série histórica sobre a composição e a distribuição dessa força de trabalho no país. A pesquisa bibliográfica foi realizada nas bases de dados LILACS, PeriEnf, DEDALUS, BDENF, PAHO, MS, ADSAUDE, ENSP, FSP, TEXTOC, SIDORH e nos Catálogos do CEPEn, no período de 1958 a 2001. Identificaram-se 469 publicações, 345 (73,6%) com o descritor recursos humanos de enfermagem, 79 (16,8%) e 45 (9,6%) respectivamente com os unitermos força de trabalho de enfermagem (FTE) e mercado de trabalho de enfermagem. Observa-se uma concentração da produção na segunda metade dos anos 80 e toda a década de 90.

Satisfação no trabalho: indicador de qualidade no gerenciamento de recursos humanos em enfermagem

Siqueira,Vera Thânia Alves; Kurcgant,Paulina
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
125.95%
Estudo descritivo que aborda a satisfação no trabalho de enfermeiros gerentes e assistenciais nos Serviços de Hematologia e Hemoterapia de um hospital público da cidade de São Paulo. Objetivou identificar fatores geradores de satisfação no trabalho de enfermeiros gerentes e assistenciais e subsidiar os resultados para a construção de indicadores para avaliação da qualidade do gerenciamento de recursos humanos em Enfermagem. Os componentes do trabalho foram: autonomia, interação, status profissional, requisitos do trabalho, normas organizacionais e remuneração. Participaram do estudo 44 enfermeiros. O instrumento de coleta foi o questionário Índice de Satisfação Profissional (ISP). Concluindo, este estudo permitiu identificar que o grupo assistencial foi o mais satisfeito, com ISP 10,5; o gerencial totalizou 10,0. Quanto à satisfação com a atividade atual, 88,9% dos enfermeiros gerentes disseram estar satisfeitos, assim como 90,9% dos assistenciais. Para os dois grupos, a autonomia foi o componente de maior nível de satisfação profissional.

Análise da produção científica sobre recursos humanos de enfermagem no Brasil

Costa e Silva,Leide Irislayne Macena da; Peduzzi,Marina
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
146.06%
OBJETIVOS: Identificar a produção científica nacional sobre recursos humanos de enfermagem (RHE), analisá-la e estabelecer categorias para sua classificação. MÉTODOS: Estudo bibliográfico, de 1986 a 2003, em ampla variedade de bases de dados RESULTADOS: Do total de 539 produções obteve-se, após refinamento, um conjunto de 162 publicações com resumos disponíveis, completos e pertinentes ao tema. A análise mostrou a predominância da abordagem de RHE da perspectiva da administração e gerenciamento de enfermagem, com 60 (37%) publicações; do trabalho e das práticas de enfermagem, 45 (28%) publicações, e da educação e formação profissional, 39 (24%). CONCLUSÕES: A pesquisa permitiu validar a tipologia das vertentes de investigação sobre RHE adotada, a atualização do estado da arte sobre o tema, no país, e a elaboração de planilha eletrônica com a produção científica identificada a ser disponibilizada por meio eletrônico para consulta pública.

Indicadores de qualidade no gerenciamento de recursos humanos em enfermagem: elementos constitutivos segundo percepção de enfermeiros

Vieira,Ana Paula Mirarchi; Kurcgant,Paulina
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
126.04%
OBJETIVO: Analisar os significados que os enfermeiros atribuem aos indicadores de qualidade de gerenciamento de recursos humanos e resgatar os elementos de essencialidade constitutivos do processo de gerenciamento de recursos humanos para a construção de indicadores de avaliação em saúde. MÉTODO: Foram entrevistados dois enfermeiros do serviço de educação continuada. RESULTADOS: As entrevistas foram analisadas segundo a análise temática e os excertos foram agrupados em três categorias: dimensionamento de pessoal, que alberga as unidades de significado quantitativo de pessoal, qualitativo de pessoal e capacitação de pessoal; a categoria treinamento e desenvolvimento composta pelas unidades de significado número de horas de treinamento de pessoal, Investimento financeiro no treinamento de pessoal e existência de um cronograma de treinamento; e a categoria desempenho pessoal/profissional constituída pelas unidades de significado absenteísmo, número de licenças médicas, rotatividade de pessoal e satisfação/insatisfação no trabalho. CONCLUSÃO: As unidades de significado resgatadas e suas respectivas categorias forneceram subsídios significativos para a construção de indicadores de qualidade no gerenciamento de recursos humanos em enfermagem.

Indicadores de qualidade no gerenciamento de recursos humanos em enfermagem; Quality indicators of human resources in nursing; Indicadores de calidad en la administración de recursos humanos en enfermería

LIMA, Antônio Fernandes Costa; KURGANCT, Paulina
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
136.11%
Este estudo resgata junto a seis enfermeiras que desenvolvem atividades gerenciais os significados que consideram constitutivos de indicadores de qualidade no gerenciamento de Recursos Humanos em Enfermagem. Os dados obtidos por meio de entrevistas possibilitaram a construção de duas categorias: Atividades Gerenciais - constituídas pelas Unidades de Significado (US) Educação Permanente/Continuada; Organização do trabalho/Participação na tomada de decisão; Dimensionamento de pessoal/Tempo para reposição de vagas e Recursos Humanos - com as US Absenteísmo; Rotatividade; Formação/Titulação/Produção Científica; Acidentes de Trabalho/Doenças Ocupacionais/Licenças e Satisfação/Insatisfação no Trabalho. As narrativas das colaboradoras possibilitaram o resgate de informações que permitiram a identificação de novos elementos constitutivos de indicadores de qualidade de gerenciamento de Recursos Humanos em Enfermagem e referendaram o uso de indicadores já consagrados.; This study will delineate with six nurses developing administrative activities, the meanings concerning quality indicators of Human Resources Management in Nursing. Data were obtained by means of interviews which allowed the construction of two categories: Administrative Activities - consisted of Meaning Units (MU) Permanent/Continuing Education; Labor Organization/ Decision-making participation; Dimensioning personnel/Time to replace vacancies and Human Resources - with the MU Absenteeism; Job Rotation Employees; Scientific Education/Title/Production; Labor Accident Reports/Occupational Diseases/Leave of Absence and Labor Satisfaction/ Dissatisfaction. The nurse's reports allowed us to rescue important information to identify new constitutive elements of management quality in nursing human resources and confirmed the use of well-known indicators.; Este estudio viene recuperar junto a seis enfermeras que desarrollan actividades gerenciales...

Dimensionamento de enfermagem hospitalar: modelo OPAS/OMS; Sizing hospital nursing staffs: PAHO/WHO model; Dimensiones de la enfermería hospitalaria: modelo de LA OPAS/OMS

VITURI, Dagmar Willamowius; LIMA, Solange Moreira; KUWABARA, Cleuza Catsue Takeda; GIL, Roseli Broggi; ÉVORA, Yolanda Dora Martinez
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
116.09%
O dimensionamento de recursos humanos em enfermagem tem sido ampla e intensamente discutido nos vários âmbitos que envolvem a complexidade do atendimento às necessidades de saúde da população. O objetivo do estudo é dimensionar a enfermagem de um hospital universitário público do Paraná, segundo metodologia proposta pela Rede de Observatórios de Recursos Humanos em Saúde do Brasil. Mediante aplicação da metodologia foi possível dimensionar o quadro de pessoal ideal e comparar com o real, contemplando aspectos de estrutura, processo e especificidades da clientela. Constata-se um déficit de 118 enfermeiros e 204 funcionários de enfermagem de nível médio em relação ao ideal. Espera-se que o presente estudo possa promover discussões entre os enfermeiros do serviço no sentido de aproximá-los do tema e das variáveis que envolvem o dimensionamento de pessoal, pois, atuando diretamente na assistência, possuem condições de avaliar continuamente os recursos disponíveis, subsidiando os estudos desta natureza.; Dimensioning nursing human resources has been widely and intensely discussed in the various spheres which involve the complexity of attending the population's health care needs. The objective of this study is to dimension the nursing staff at a Brazilian public university hospital in Paraná according to the methodology proposed by the Brazilian Human Health Resources Observatory Network. In doing so...

Caracterização de pacientes de unidade de internação psiquiátrica, segundo grau de dependência do cuidado de enfermagem; Characterization of patients in psychiatric hospitalization units according to the degree of dependence on nursing care; Caracterización de pacientes de unidad de internación psiquiátrica, según grade de dependencia de cuidados de enfermería

OLIVEIRA, Roselena Pechoto de; LAUS, Ana Maria
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.8%
Este estudo teve por objetivo caracterizar o grau de dependência em relação ao cuidado de enfermagem dos pacientes internados na unidade de psiquiatria de um hospital de ensino, utilizando um instrumento para classificação do nível de dependência em enfermagem psiquiátrica. Foram classificados 11,07 pacientes/dia na enfermaria de psiquiatria (EPQU) e 7,76 pacientes/dia na enfermaria de psiquiatria de internação breve (EPIB), sendo a taxa média de ocupação dos leitos nestas unidades de 79,1% e 86,3%, respectivamente. Houve predominância de pacientes do sexo feminino (55,8%) e da faixa etária entre 20 a 30 anos (34,8%). O grau discreto de cuidado de enfermagem prevaleceu tanto na EPQU (62,7%) como na EPIB (61,8%). A investigação possibilitou conhecer as demandas de cuidados de enfermagem dessa clientela e forneceu elementos que apontaram para a necessidade de novos estudos referentes à composição do quadro de pessoal de enfermagem para esta unidade.; The objective of this study was to characterize the degree of dependence in relation to nursing care of patients hospitalized in a Psychiatric Unit of a teaching hospital, using the Instrument to Classify the Level of Dependence in Psychiatric Nursing. In total, 11.07 patients/day were classified in the Psychiatric Ward (EPQU) and 7.76 patients/day in the brief intervention Psychiatric Ward (EPIB). The average rate of bed occupancy in these units was 79.1% and 86.3%...

Ausência dos trabalhadores de enfermagem em um hospital escola; Absenteeism of nursing workers in a school hospital; Ausencias de trabajadores de enfermería en un hospital-escuela

LAUS, Ana Maria; ANSELMI, Maria Luiza
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
116.07%
As ausências da equipe de enfermagem preocupam os gerentes das instituições, uma vez que repercutem no quantitativo de recursos humanos, interferindo assim na qualidade da assistência prestada à clientela. Este estudo, descritivo e retrospectivo, identificou o percentual e os tipos de ausências previstas e não-previstas de trabalhadores de enfermagem em um hospital-escola, entre abril de 2001 e março de 2002. Os dados foram coletados a partir de consulta às escalas e relatórios de freqüência mensal junto ao Centro de Recursos Humanos. As ausências previstas alcançaram valores de 40% para folgas semanais, 3,9% para feriados e 9% para férias. Os percentuais de ausências não-previstas para a categoria enfermeiro variaram de 0 a 46,3%, com predominância de ausências por licenças-gestante e acidentes de trabalho. Para técnicos/auxiliares de enfermagem, os valores variaram de 0,5% a 11,6% e os tipos foram licenças-saúde e licenças médicas pelo Instituto Nacional de Seguridade Social.; Absenteeism in the nursing team worries the institutions' managers, because they reflect on the human resources quantitative aspects, interfering in the quality of healthcare provided to the clientele. This descriptive, retrospective study identified the percentage and the types of expected and non-expected absences of nursing workers in a school hospital...

Planejamento de recursos humanos de enfermagem: desafio para as lideranças

Magalhães,Ana Maria Muller de; Riboldi,Caren de Oliveira; Dall'Agnol,Clarice Maria
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
156.01%
Propõe-se um ensaio das questões que envolvem o planejamento de recursos humanos de enfermagem na área hospitalar em nossa realidade, abordando possíveis temas para futuras pesquisas. Traça-se uma retrospectiva da evolução das pesquisas sobre dimensionamento de pessoal no país e a incorporação de novos instrumentos para avaliação da carga de trabalho com base no grau de dependência dos pacientes e nas ações de cuidado. Discute-se o impacto do quantitativo e qualitativo de recursos humanos nos resultados assistenciais e o papel das lideranças na adequação do quadro de pessoal, com vistas a fornecer um atendimento seguro, livre de riscos aos pacientes e suas famílias, buscando um modelo de gestão das práticas de saúde na perspectiva do cuidado complexo.

Planejamento de recursos humanos de enfermagem : desafio para as lideranças; Planning human resources in nursing : challenge for the leadership; Planificación de recursos humanos en enfermería : desafio para el liderazgo

Magalhães, Ana Maria Müller de; Riboldi, Caren de Oliveira; Dall'Agnol, Clarice Maria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
126.08%
Propõe-se um ensaio das questões que envolvem o planejamento de recursos humanos de enfermagem na área hospitalar em nossa realidade, abordando possíveis temas para futuras pesquisas. Traça-se uma retrospectiva da evolução das pesquisas sobre dimensionamento de pessoal no país e a incorporação de novos instrumentos para avaliação da carga de trabalho com base no grau de dependência dos pacientes e nas ações de cuidado. Discute-se o impacto do quantitativo e qualitativo de recursos humanos nos resultados assistenciais e o papel das lideranças na adequação do quadro de pessoal, com vistas a fornecer um atendimento seguro, livre de riscos aos pacientes e suas famílias, buscando um modelo de gestão das práticas de saúde na perspectiva do cuidado complexo.; This study proposes an essay of issues involving human resources planning in nursing in the hospital sector in our current reality, discussing possible topics for future research. This is a retrospective of the evolution of research on determining the number of staff in Brazil, and the incorporation of new instruments to evaluate the work load based on the degree of dependency of the patients and actions in care. The impact of the quantity and quality of human resources on the results of care is discussed...

Nursing human resources from the perspective of workforce: an analysis of the scientific production; Los recursos humanos en enfermería desde la perspectiva de la fuerza de trabajo: análisis de la producción científica; Os recursos humanos de enfermagem da perspectiva da força de trabalho: análise da produção científica

Silva, Leide Irislayne Macena da Costa e; Peduzzi, Marina
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2005 POR
Relevância na Pesquisa
146.13%
Este estudio es una investigación sobre recursos humanos en enfermería, particularmente en la perspectiva de la fuerza de trabajo, realizado con los objetivos de identificar la producción científica nacional sobre recursos humanos en enfermería; analizar, particularmente, las publicaciones sobre fuerza de trabajo de enfermería; y elaborar una serie histórica sobre la composición y la distribución de esa fuerza de trabajo en el país. La investigación bibliográfica fue realizada en las bases de datos LILACS, PeriEnf, DEDALUS, BDENF, PAHO, MS, ADSAUDE, ENSP, FSP, TEXTOC, SIDORH y en los Catálogos del CEPEn, en el período de 1958 al 2001. Se identificaron 469 publicaciones, 345 (73,6%) con el descriptor recursos humanos de enfermería, 79 (16,8%) y 45 (9,6%) respectivamente con los unitérminos fuerza de trabajo de enfermería (FTE) y mercado de trabajo de enfermería. Se observa una concentración de la producción en la segunda mitad de los años 80 y toda la década del 90.; Trata-se de pesquisa sobre recursos humanos em enfermagem, particularmente na perspectiva da força de trabalho, com os objetivos de identificar a produção científica nacional sobre recursos humanos em enfermagem; analisar, particularmente, as publicações sobre força de trabalho de enfermagem; e elaborar uma série histórica sobre a composição e a distribuição dessa força de trabalho no país. A pesquisa bibliográfica foi realizada nas bases de dados LILACS...

Job Satisfaction: a quality indicator in nursing human resource management; Satisfação no trabalho: indicador de qualidade no gerenciamento de recursos humanos em enfermagem; Satisfacción en el trabajo: indicador de calidad en el gerenciamiento de recursos humanos en enfermería

Siqueira, Vera Thânia Alves; Kurcgant, Paulina
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/02/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
126.02%
This descriptive study addresses the job satisfaction of nurse managers and clinical nurses working at the Hematology and Hemotherapy Services of a public hospital in São Paulo. The study objectives were to identify the factors that caused job satisfaction among nurse managers and clinical nurses, and support the results in the development of indicators to evaluate the quality of nursing human resource management. The components of the study were: autonomy, interaction, professional status, job requirements, organizational norms and remuneration. Participants were 44 nurses. Data were collected using a Job Satisfaction Index (JSI) questionnaire. In conclusion, this study permitted the identification of the clinical nurse group, which was the most satisfied, with a JSI of 10.5; the managerial group scored 10.0. Regarding the satisfaction levels in regards to the current activity, 88.9% of the nurse managers reported feeling satisfied, as did 90.9% of clinical nurses. For both groups, autonomy was the component with the highest level of professional satisfaction.; Estudio descriptivo que aborda la satisfacción laborar de enfermeros gerentes y asistenciales en Servicios de Hematología y Hemoterapia de hospital público de São Paulo-Brasil. Objetivó identificar factores generadores de satisfacción en el trabajo de enfermeros gerentes y asistenciales y que los resultados respalden la construcción de indicadores para evaluación de calidad del gerenciamiento de recursos humanos en Enfermería. Los componentes del trabajo fueron: autonomía...

Dotação segura para a prática de enfermagem: operacionalidade do conceito e o seu impacto nos resultados

Freitas,Maria João Baptista dos Santos de; Parreira,Pedro Miguel Dinis
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra - Unidade de Investigação em Ciências da Saúde - Enfermagem Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra - Unidade de Investigação em Ciências da Saúde - Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
116.04%
Contexto: a necessidade de adequação dos recursos de enfermagem às reais necessidades dos clientes em cuidados de enfermagem constitui uma das preocupações dos gestores em saúde pela influência que exerce na qualidade e segurança dos cuidados prestados. Daí que tenha surgido o conceito de dotação segura em enfermagem que, além de contemplar o número de enfermeiros, valoriza também as suas competências e o contexto de prestação de cuidados. Objetivos: analisar as diferentes formas de operacionalização do conceito de dotação segura e o seu impacto nos resultados obtidos ao nível dos clientes, enfermeiros e organizações de saúde. Metodologia: revisão da literatura sobre a investigação desenvolvida entre 2000 a 2011 sobre as temáticas: dotação de enfermagem, métodos de cálculo de dotação, rácios em enfermagem e impacto da dotação segura. Conclusão: não existe evidência de um método universal pois nenhum dos métodos de cálculo de dotação integra a diversidade inscrita nas diferentes facetas do conceito, não incorporando o dinamismo necessário para se adaptar aos diferentes contextos. Implicações para a enfermagem: a dotação segura de enfermagem é um fator determinante para a qualidade dos cuidados prestados ao cliente e tem impacto nos resultados obtidos para os prestadores e para as organizações.