Página 1 dos resultados de 1238 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Recursos educativos digitais no apoio à aprendizagem de estudantes do ensino superior

Morais, Carlos; Miranda, Luísa; Alves, Paulo
Fonte: Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental Publicador: Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
66.51%
Com este artigo apreciou-se a importância atribuída à utilização de recursos educativos digitais, bem como a frequência de utilização desses recursos a partir de dados obtidos por questionário, numa amostra de estudantes do ensino superior. Aprofundou-se o conceito de recurso educativo digital e apresentaram-se os resultados da avaliação da importância dos recursos educativos digitais no apoio à aprendizagem de estudantes de licenciatura, em aspetos associados a estratégias de aprendizagem, motivação e tarefas de aprendizagem. Concluiu-se que a maioria dos sujeitos da amostra atribuiu grande importância a todos os aspetos apreciados, tendo-se verificado diferenças significativas entre os estudantes de 1.º ano e os de 2.º ano, relativamente ao item estudar individualmente, tendo-lhe atribuído maior importância os de 2.º ano. A frequência de utilização dos recursos educativos digitais foi analisada relativamente a diversos recursos, sendo os mais utilizados, muitas vezes ou sempre, por mais de metade dos sujeitos da amostra, motores de pesquisa, redes sociais e sites de vídeo. Comparando os resultados por grupos de estudantes há diferenças significativas, entre os grupos de 1.º ano e de 2.º ano...

Recursos educativos abertos na aprendizagem da matemática no ensino básico

Morais, Carlos; Miranda, Luísa
Fonte: Associação para a Educação Matemática Elementar Publicador: Associação para a Educação Matemática Elementar
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
A aprendizagem da matemática no ensino básico exige a procura de estratégias suportadas por tecnologias e recursos atuais e inovadores que façam parte da época em que vivemos e do mundo tecnológico em que os alunos se encontram. Neste artigo defendemos a aprendizagem da matemática nos diversos contextos de aprendizagem, contextos informais, não formais e formais, admitindo que a matemática aprendida em cada contexto de aprendizagem pode contribuir para a melhoria das aprendizagens nos outros contextos. Consideramos que a utilização de recursos educativos abertos (REA) nos vários contextos de aprendizagem constitui um elemento fundamental para apoiar a aprendizagem da matemática. Apresentamos exemplos de repositórios e de sites com recursos educativos digitais e a exploração de um REA no âmbito da matemática, ao nível do ensino básico.

A utilização de recursos educativos digitais no ensino superior a distância : a perceção do estudante e o modo como utiliza os recursos digitais para fins educativos

Barros, Daniela Melaré Vieira; Francisco, Maria Cristina Amado
Fonte: Universidade Aberta; LE@D Publicador: Universidade Aberta; LE@D
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.46%
A educação de nível superior a distância, na atualidade, é indissociável das tecnologias e da informação por ela acedida. O interesse em investigar o modo como os estudantes desta modalidade de aprendizagem atuam perante a facilidade em aceder a informação disponível em suporte tecnológico, nomeadamente de recursos educativos digitais, permite estabelecer padrões educativos e conducentes a reflexões sobre metodologias educacionais. Com esta premissa, a presente investigação foi realizada com estudantes de primeiro ciclo de nível superior da Universidade Aberta, na caraterização que estes fazem do uso das tecnologias e da informação acedida tecnologicamente, de forma a estruturarem os seus conhecimentos nas diferentes áreas para obtenção do grau de licenciatura, na modalidade a distância. A metodologia adotada foi qualitativa e quantitativa e os instrumentos utilizados foram a aplicação de um questionário disponibilizado eletronicamente. Os resultados da análises permitiram identificar caraterísticas e interpretá-los com base em teorias de autores especialistas na área abrangente da educação pelo digital.; The higher distance education, in actuality, is inseparable from the technology and information accessed through it. The interest in investigating how students of this type of work before learning the ease in accessing the information available in electronic technology...

Recursos educativos abertos na aprendizagem da matemática no ensino básico

Morais, Carlos; Miranda, Luisa
Fonte: Associação para a Educação Matemática Elementar (AEME) Publicador: Associação para a Educação Matemática Elementar (AEME)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
A aprendizagem da matemática no ensino básico exige a procura de estratégias suportadas por tecnologias e recursos atuais e inovadores que façam parte da época em que vivemos e do mundo tecnológico em que os alunos se encontram. Neste artigo defendemos a aprendizagem da matemática nos diversos contextos de aprendizagem, contextos informais, não formais e formais, admitindo que a matemática aprendida em cada contexto de aprendizagem pode contribuir para a melhoria das aprendizagens nos outros contextos. Consideramos que a utilização de recursos educativos abertos (REA) nos vários contextos de aprendizagem constitui um elemento fundamental para apoiar a aprendizagem da matemática. Apresentamos exemplos de repositórios e de sites com recursos educativos digitais e a exploração de um REA no âmbito da matemática, ao nível do ensino básico.; CIEC - Centro de Investigação em Estudos da Criança, UM (UI 317 da FCT)

Identificação de Fatores Facilitadores da Utilização de Recursos Educativos Digitais pelos Professores: A Perspetiva de Especialistas num Estudo e-Delphi

Castro, Cornélia; Andrade, António; Lagarto, José
Fonte: RINACE Publicador: RINACE
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.54%
Este estudo exploratório e descritivo procurou determinar empiricamente o grau de concordância, através de um questionário e-Delphi que decorreu em três etapas com 40 participantes de instituições de ensino superior e outras, relativamente aos fatores facilitadores do uso de recursos educativos digitais pelos professores do ensino básico e secundário. Os participantes foram cooptados em universidades públicas e privadas e em outras instituições, em áreas de conhecimento relacionadas com a educação, nomeadamente em investigação, na utilização das tecnologias e da informática em particular. Os resultados obtidos indicam algum grau de concordância na comunidade de participantes na investigação sobre os fatores facilitadores da utilização de recursos educativos digitais pelos professores. Estes resultados preliminares desafiam-nos a desenvolver o mesmo estudo junto dos professores do ensino básico e secundário, de forma a confrontar as perspetivas das duas comunidades que desempenham um papel preponderante na área da educação em Portugal. Pretende-se, desta forma, apresentar um contributo para que a prática da adoção e utilização de recursos educativos digitais nas escolas portuguesas seja sustentada.; This exploratory and descriptive study aimed to evaluate empirically the degree of agreement...

Integração de recursos educativos abertos num modelo pedagógico de ensino-aprendizagem

Pereira, Paulo Manuel de Matos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.43%
Esta investigação nasceu da motivação em promover a criação, utilização e divulgação de Recursos Educativos Abertos (REA) num Agrupamento de Escolas, envolvendo escolas e professores de ciclos diferentes, na expectativa de testar e validar a utilização de REA num modelo de ensinoaprendizagem, orientado para a inovação tecnológica e curricular. Definindo como ponto de partida diferentes disciplinas/professores, implementou-se um conjunto de actividades conducentes à criação de Recursos Educativos Abertos (REA) suportadas, sempre que possível, em ferramentas FLOSS, adequadas para o efeito. Adoptou-se uma metodologia de investigação-acção, com um duplo objectivo: agir sobre a comunidade de professores e alunos, aumentando ao mesmo tempo o seu conhecimento, bem como o do investigador. Foi uma actividade desenvolvida de forma cooperativa, maioritariamente por grupos de professores e envolvendo também alunos, de forma a transformar uma determinada realidade do processo de ensino aprendizagem, mediante uma actuação prático/ reflexiva sobre ela, com o objectivo final da sua inclusão num Modelo Pedagógico de Aprendizagem mais actual, passível de implementação em outros Agrupamentos de Escolas Nacionais e baseado na produção e partilha de Recursos Educativos Abertos (REA). ABSTRACT: This research aims to answer the question: why not promote the creation...

Portal das Escolas - Recursos Educativos Digitais para Portugal: Estudo Estratégico

Ramos, J.L.P.
Fonte: gepe Publicador: gepe
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
O presente estudo enquadra-se no eixo Conteúdos do Plano Tecnológico da Educação, aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros nº 137/2007, de 18 de Setembro. O eixo Conteúdos pretende aumentar a disponibilização de recursos educativos digitais de qualidade às comunidades educativas, envolvendo os diversos actores educativos na respectiva produção e avaliação. O estudo propõe uma estratégia para a concretização daquele objectivo, bem como os procedimentos necessários à respectiva execução. O estudo inclui uma componente empírica, que consiste no diagnóstico da situação em Portugal, o inventário de recursos educativos digitai e o estudo de iniciativas internacionais neste domínio. Finalmente é apresentada e discutida uma proposta de concepção e desenvolvimento do Portal das Escolas.

Recursos educativos digitais: reflexões sobre a prática

Ramos, José
Fonte: Ministério da Educação e Ciência/DGIDC Publicador: Ministério da Educação e Ciência/DGIDC
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.46%
O texto propõe uma reflexão acerca da ligação entre a existência de software e de recursos educativos digitais de qualidade e os processos efetivos de integração das tecnologias na escola, no currículo e na sala de aula. Esta ligação é o ponto de partida para uma incursão no território conceptual e prático no campo do software e dos recursos educativos digitais, abordando aspetos como o estado atual do conceito e a necessidade de o reinventar, a quantidade e qualidade de recursos, as metodologias de conceção e desenvolvimento, os repositórios e a organização dos recursos e, finalmente, propondo uma reflexão sobre as práticas de criação de recursos educativos digitais.

Recursos educativos digitais potencialmente inovadores ou oportunidades de acrescentar valor à aprendizagem

Ramos, José
Fonte: Edições Loyola, S. Paulo, Brasil Publicador: Edições Loyola, S. Paulo, Brasil
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
66.38%
Este texto tem como ponto de partida uma reflexão sobre a criação e o uso de recursos educativos digitais (de agora em diante apenas designados por recursos), destacando aqueles recursos que incorporam de forma intrínseca determinadas características de qualidade, quer ao nível da sua dimensão tecnológica quer ao nível da sua dimensão educativa e científica, tornando-os potencialmente inovadores no que diz respeito à possibilidade de mudança das práticas educativas dos professores, proporcionando uma oportunidade única de acrescentar valor às aprendizagens dos estudantes. Esta necessidade acaba por conduzir ao desenvolvimento e aprofundamento do conceito de recurso educativo digital até agora aceite, de uma forma geral, pela comunidade educativa e científica. Uma boa parte do uso de recursos na escola, corresponde a necessidades de preparação das lições por parte dos professores (elaboração de fichas e textos de trabalho, exercícios), a necessidades de uso na sala de aula, em especial as apresentações eletrónicas, pesquisa na Internet, bem como a necessidades de prover aos alunos exercícios de avaliação da aprendizagem. No entanto, os recursos disponíveis, pelo poder computacional que incorporam, podem contribuir de uma forma muito poderosa para a qualidade das experiências e situações de aprendizagem a que os estudantes estão expostos...

Integração dos recursos educativos digitais no 1º ciclo do ensino básico: uma realidade ou uma utopia

Correia, Matilde Maria Pereira dos Reis Krohn da Silva
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.36%
O presente trabalho “Integração dos Recursos Educativos Digitais no ensino do 1º ciclo: uma realidade ou uma utopia?” visa contribuir para um melhor conhecimento do desenvolvimento das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), pois estas provocaram algumas alterações, sobretudo na forma e maneira de educar e ensinar, no método ensino aprendizagem. As TIC entraram na escola e por lá vão continuar, temos então de refletir na melhor forma de tirar o máximo partido das suas potencialidades, em especial das pedagógicas. A utilização dos Recursos Educativos Digitais (RED) pode revolucionar a aprendizagem dos alunos, através da criação de ambientes de aprendizagem dinâmicos, inovadores e motivadores, centrados no aluno, proporcionando o desenvolvimento de competências essenciais para preparar os alunos para a vida ativa. O impacto da utilização dos RED na atividade docente é enorme, pois exige grande capacidade de adaptação por parte dos docentes a esta nova realidade, no entanto os desafios são aliciantes. Maioria dos estudos (Silva, 2004; Costa, 2008) revelam que um dos principais obstáculos à integração dos RED no processo ensino aprendizagem, prende-se com a falta de formação nesta temática. Este trabalho de investigação...

Organização do espaço e dos recursos educativos em contextos de infância

Frias, Ana Margarida
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.48%
O presente projeto de investigação que intitulei “Organização do espaço e dos recursos educativos em contexto de infância: Conceções e práticas das educadoras de infância” remete, como o seu título indica, para a temática da organização do espaço e dos recursos educativos. O objetivo principal que orientou o desenvolvimento do projeto foi compreender e interpretar as conceções e o sentido pedagógico que as educadoras atribuem à organização do espaço e dos materiais, enquanto recursos educativos. A um mesmo tempo, este estudo tem também como intencionalidade, melhorar os espaços existentes nas salas de creche e jardim de infância de forma a criar maiores desafios e experiências nas aprendizagens realizadas pelas crianças. Do ponto de vista metodológico, este projeto de investigação foi pensado no âmbito do paradigma interpretativo, através da metodologia qualitativa em educação, sendo por isso induzido e foi desenvolvido numa abordagem da Investigação-Ação. Foi necessário fazer opções metodológicas de recolha e análise de informação, mas também de intervenção e por sua vez, da sua interpretação. As fontes de recolha de informação consideradas mais adequadas para este estudo foram a observação participante e inquérito por entrevista. A análise da informação foi realizada através da análise de conteúdo e da interpretação. Os contextos de estudo foram as salas das instituições onde decorreram os dois estágios...

Recursos educativos para uma aprendizagem autónoma e significativa. Algumas características essenciais

Costa, Fernando Albuquerque; Viana, Joana; Cruz, Elisabete
Fonte: Universidade de A Coruña Publicador: Universidade de A Coruña
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
Com a crescente oferta de oportunidades de ensino e aprendizagem formais através da Internet, passa a ser crítico o desenvolvimento de materiais de suporte a uma aprendizagem mais flexível e autónoma por parte de quem aprende. O desenvolvimento desse tipo de materiais, não deixando de constituir uma novidade para a maior parte dos agentes educativos, veio introduzir novos desafios em termos de concepção e realização de recursos de apoio à aprendizagem, embora se possa capitalizar muito do conhecimento metodológico sobre o ensino e a aprendizagem que ocorre em contextos de educação e formação presenciais.A concepção de materiais e recursos educativos que cumpram a função de ajudar uma aprendizagem autónoma e significativa é pois uma questão de grande actualidade e pertinência nos dias de hoje, justificando-se, por isso, a breve reflexãoaqui apresentada. Dito de outra maneira e uma vez que a aprendizagem é, em última análise, uma construção individual, parece-nos fazer sentido questionar dois aspectos essenciais quando se trata de conceber materiais de apoio: o que significaaprender de forma autónoma e quais os elementos nucleares a ter em conta na estruturação e organização de recursos e materiais de suporte a uma aprendizagem aberta...

Perspetivas de qualidade sobre recursos educativos digitais

Proença, Sandra Cristina de Almeida, 1978-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
Dissertação de mestrado, Educação (Área de Especialização em Educação e Tecnologias Digitais), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2014; A presença das TIC nos diversos quadrantes da sociedade é uma realidade incontornável. A sua integração na educação é atualmente uma exigência e uma necessidade permanente. Os profissionais na área da educação, conscientes das vantagens pedagógicas da sua integração curricular, têm estado nos últimos anos comprometidos na melhoria da qualidade do ensino. O recurso aos chamados Recursos Educativos Digitais (RED) tem sido uma das estratégias pela qual os professores têm optado no processo de inovação pedagógica. A facilidade de acesso à Web e com a mudança do paradigma da mesma assistimos a uma grande produção e publicação de RED, dispersos na Web e ao dispor de todos os interessados. Parece-nos relevante a realização de um estudo que procure compreender os parâmetros de qualidade tidos em conta pelos produtores e utilizadores destes recursos. Assim, no embasamento teórico, tentámos compreender não só a noção e evolução do conceito de RED, como as suas principais características e potencialidades educativas. Procurámos ainda compreender os parâmetros de qualidade e os processos de avaliação dos mesmos. Na componente metodológica optámos pela realização de entrevistas do tipo focus group a três especialistas na produção e utilização de RED: alunos...

A Utilização de Recursos Educativos Digitais na Sala de Aula: Um Componente Fundamental no Ensino?

Franco, Catarina da Costa Couto
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
O presente estudo baseia-se numa pesquisa sobre a utilização de Recursos Educativos Digitais (RED) na escola, com o objectivo de compreender em que medida a sua integração pode promover novos contextos de aprendizagem. Na primeira parte, faz-se uma abordagem dos processos e mudanças na educação, estando em foco as políticas educativas, a formação de professores, o conhecimento, a construção e implementação de RED nas aulas. Ao longo do trabalho são abordadas algumas problemáticas educativas actuais e conceitos relativos ao processo ensino/aprendizagem, com o intuito de tentar responder à questão de partida deste trabalho, “A Utilização de Recursos Educativos Digitais na Sala de Aula: Um Componente Fundamental no Ensino?“. Foi elaborado um inquérito sobre esta temática, ao grupo docente da Escola Básica da Costa da Caparica onde decorreu a Prática de Ensino Supervisionada, com intuito de saber quão frequente são utilizados RED nas suas aulas, a opinião sobre as potencialidades destes recursos e qual o comportamento e receptividade dos alunos face aos RED. Na segunda parte do trabalho, são apresentados e analisados os dados referentes aos inquéritos efectuados. Na terceira e quarta parte do trabalho, descrevem-se as actividades realizadas...

Los recursos educativos electrónicos: perspectivas y herramientas de evaluación

Pinto,Maria; Gomez-Camarero,Carmen; Fernández-Ramos,Andrés
Fonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG Publicador: Escola de Ciência da Informação da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 ES
Relevância na Pesquisa
66.36%
Los recursos electrónicos con fines educativos están cada vez más presentes en los procesos de enseñanza-aprendizaje actuales, y por tanto, en las colecciones digitales de las bibliotecas. Ante su proliferación y heterogeneidad cada vez mayor se ha planteado como una necesidad para la comunidad universitaria definirlos y establecer un conjunto de criterios claros y relevantes de evaluación que permitan determinar la calidad de los mismos. En este trabajo se analizan las principales definiciones sobre recursos educativos electrónicos de cara a su acotación, se revisan las diferentes perspectivas para la evaluación de su calidad a través de la literatura científica, y se revisan las principales herramientas utilizadas para valorarlos. Finalmente, se presenta EVALUAREED, un instrumento diseñado para analizar y medir la calidad de los mismos, enfocado para ser utilizado por la comunidad universitaria, incluidas las bibliotecas.

Criterios para la evaluación de la usabilidad de los recursos educativos virtuales: un análisis desde la alfabetización en información

Marzal, Miguel Ángel; Calzada Prado, Javier; Vianello Osti, Marina
Fonte: Tom Wilson Publicador: Tom Wilson
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2008 SPA
Relevância na Pesquisa
66.36%
Introducción. Para que el aprendizaje en entornos virtuales resulte realmente significativo, deben darse dos condiciones básicas: disponer de competencias relacionadas con la alfabetización en informaicón y, en especial, disponer de criterios adecuados para evaluar contenidos digitales. Método. El principal objetivo de este trabajo es presentar un modelo de evaluación de la usabilidad de recursos educativos, desarrollado desde el punto de vista cognitivo del procesamiento de la información así como de las competencias esperadas en los estudiantes. Análisis. El método utilizado para desarrollar el modelo ha sido la revisión de literatura y categorización de criterios de usabilidad relevantes. Resultados. Un modelo de evaluación para contenidos educativos digitales habrá de considerar los siguientes criterios: Captación (relacionada con el mecanismo cognitivo de la atención), Fidelidad (relacionado con la percepción y Capacidad Alfabetizadora (ligada a la memoria). Conclusions. Las Ciencias de la Documentación pueden desempeñar un papel relevante en distintas áreas: diseño de instrumentos adecuados para la gestión de contenidos educativos, implementación del constructivismo desde su perspectiva y para sus propios propósitos...

Desarrollo de un esquema de metadatos para la descripción de recursos educativos: el perfil de aplicación MIMETA

Marzal, Miguel Ángel; Calzada Prado, Javier; Cuevas Cerveró, Aurora
Fonte: CSIC Publicador: CSIC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2006 SPA
Relevância na Pesquisa
66.41%
Como resultado de los trabajos de los proyectos DOTEINE y IACORIE, cuyo objetivo es el desarrollo de instrumentos de organización y recuperación informativa aplicables al ámbito educativo, se define un perfil de aplicación para la descripción de recursos educativos que serán albergados en un repositorio dirigido a los diferentes niveles educativos. Para ello, se revisan en primer lugar los principales conceptos relacionados con los metadatos educativos y se analizan los principales esquemas, tanto estándares como especificaciones y perfiles de aplicación empleados en varios proyectos de bibliotecas digitales educativas para, a continuación, presentar el esquema adoptado así como las conclusiones que se han alcanzado, entre las que se encuentran el predominio de los estándares LOM y Dublin Core y la identificación de cinco categorías semánticas que recogen características propias del dominio educativo.

Software livre para a criação de recursos educativos digitais destinados a mobile learning

Garcês, Emanuel Filipe Fernandes, 1982-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.49%
Tese de Mestrado, Educação (Especialidade em Educação e Tecnologias Digitais), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2014; A tecnologia digital evolui de uma forma extremamente rápida, esta velocidade tem transportado o conhecimento a quase todos recantos do planeta. A educação, como um dos pilares da sociedade tem tido por isso que adaptar-se e tirar partido da evolução aproveitando as vantagens da globalização e minimizando as suas desvantagens Um dos desenvolvimentos das últimas décadas, os Recursos Educativos Digitais, são atualmente criados e utilizados pelos diversos intervenientes no processo de aprendizagem, recorrendo a ferramentas específicas para a criação dos mesmos. No entanto, a criação de Recursos Educativos Digitais, destinados a dispositivos móveis, de momento não é um processo simples ou intuitivo, sendo necessário um esforço consciente, particularmente na aquisição de conhecimentos ligados à área da programação para conseguir desenvolver com sucesso conteúdos passíveis de serem utilizados num dispositivo móvel. Este trabalho pretendeu de uma forma científica apoiar o desenvolvimento de uma aplicação que consiga responder a esta necessidade. Para o fazer deu-se início a um processo que permita confirmar a existência desta necessidade e em conjunto com aqueles que produzem Recursos Educativos Digitais...

The role of information-documentation in development cooperation: open educational resources in e-learning processes; El protagonismo de la Información-Documentación en cooperación al desarrollo: los recursos educativos abiertos en los procesos de e-learning.; O protagonismo da informação-documentação na cooperação ao desenvolvimento: os recursos educativos abertos nos processos de e-learning

Bolaños Mejías, Carmen; Bueno de la Fuente, Gema; Melo Alves, Fernanda
Fonte: UFPB Publicador: UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
Above all universities teach and why, if they cooperate in the development, one of the things they do best is teach and transmit their teaching experiences. The e-learning, becoming more common because of its flexibility and adaptability, provides opportunities to exchange knowledge and advantages in organizing cooperation projects with developing countries. Around this mode of teaching have developed three cooperation projects between the Universidade Eduardo Mondlane in Mozambique and Spanish Universities Distance Education and Carlos III de Madrid, whose results are reported here. The Library and Information Science is very attached to e-learning, to undertake technological literacy in the use of platforms and knowledge transfer mechanisms. But above all the finality with open educational resources, the production and use should be enhanced. So, the partner countries are not limited to being consumers. Instead, they are to achieve the capacity to become creators of shared resources.; Sobre cualquier otra actividad que realizan, las universidades enseñan. De forma que, cuando cooperan al desarrollo, una de las cosas que mejor saben hacer es enseñar y transmitir sus experiencias docentes. La modalidad del e-learning, cada vez más común por su flexibilidad y adaptabilidad...

Os recursos educativos e a utilização das TIC no Ensino Secundário na Matemática

Ricoy,María Carmen; Couto,Maria João V. S.
Fonte: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.39%
A problemática subjacente ao estudo considera que a integração de recursos educativos de tipologia diversa, assim como a evidência da sua quantidade, revela uma forma de atuar da qual derivam, entre outros aspetos, as estratégias didáticas que envolvem o processo formativo. Por este motivo, neste estudo, pretende-se principalmente descobrir quais são, em geral, os recursos utilizados no Ensino Secundário e, em particular, na disciplina de Matemática, assim como conhecer os relativos às TIC. Trata-se de uma investigação por estudo de caso, tendo-se utilizado o questionário como instrumento para a recolha de dados, envolvendo 97 alunos do Norte de Portugal. Como conclusão, ressalta-se que os recursos educativos mais utilizados nas diferentes disciplinas continuam a ser os manuais e as fichas de trabalho, apesar de não motivarem os alunos. A mesma realidade está patente nas aulas de Matemática, usando-se apenas pontualmente algum outro recurso, como a calculadora gráfica, os computadores e a Internet.