Página 1 dos resultados de 13 itens digitais encontrados em 0.070 segundos

Dinâmica espaço-temporal das áreas variáveis de afluência da bacia do córrego do Cavalheiro; Spatio-temporal dynamics of variable source areas of Cavalheiro's watershed

Silva, Michel Metran da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
65.73%
As áreas variáveis de afluência (AVAs) são dinâmicas, apresentando expansão das áreas saturadas durante os eventos de chuva, geralmente próximas aos cursos d'água e, no momento que a chuva cessa, estas áreas saturadas se contraem. O escoamento superficial ocorre nessas áreas devido ao excesso de saturação, provocado pelo aumento do volume d'água armazenado no perfil de solo e, extravasamento nas áreas com solos rasos, próxima aos rios. Dessa forma, faz-se necessário quantificar o processo de escoamento superficial para a correta delimitação das AVAs. A utilização dos modelos hidrológicos para essa finalidade teve início após legislação estadunidense que define níveis máximos permitidos para poluição difusa. Diversos modelos foram desenvolvidos para quantificar a entrada de poluentes nos corpos hídricos, entretanto não havia maneira precisa de localizar as áreas variáveis de afluência, sendo estas as mais propensas a carrear os contaminantes. Somente através da utilização de modelos hidrológicos distribuídos foi possível considerar o componente espacial, ou seja, a localização exata da ocorrência dos processos hidrológicos, e sua inter-relação com uso de solo e tipo de solo, permitindo testar diferentes cenários avaliando quais áreas convertidas em florestas contribuiriam para maior ganho de serviços ecossistêmicos relacionados à manutenção de recursos hídricos. Portanto...

Classificação de espécies arbóreas em função da tolerância ao alagamento e preparo de solo para restauração de florestas paludosas; Tree species classification based on flooding tolerance and soil preparation for the restoration of wetlands

Bettinardi, Mariana Luzia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
55.74%
A água é um bem necessário a toda a humanidade, à agricultura e às indústrias. É o bem mais escasso atualmente e será muito mais nos próximos anos. A proteção dos recursos hídricos para garantia do bem-estar da humanidade torna-se essencial e com isto a restauração florestal de nascentes e áreas ciliares é alvo de projetos em todo o mundo. As áreas hidrologicamente sensíveis (AHS) dentro da bacia hidrográfica são as porções mais importantes neste contexto, no entanto, devido à saturação hídrica do solo ocasionada pela dinâmica do lençol freático, a sua recuperação é dificultada desestimulando pesquisas e ações de restauração. Diante desta lacuna, este estudo teve o objetivo de buscar estratégias para a restauração florestal de AHS. Para isso foi testado em viveiro a tolerância a diferentes níveis de saturação hídrica de 15 espécies típicas de ambientes alagados e uma espécie não típica como controle. As espécies foram avaliadas quanto ao crescimento em altura, diâmetro à altura do solo, sobrevivência, desenvolvimento de respostas morfológicas e possível associação destas com as taxas de crescimento. Foi feita uma análise de agrupamento que classificou e agrupou as espécies de acordo com cinco níveis de tolerância ao alagamento...

Definição de parâmetros para a proteção de nascentes em propriedades rurais : município de Rolante/RS

Haas, Marcelo Batista
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
86.19%
Este trabalho tem como foco de estudo as nascentes de água em propriedades rurais, e justifica-se pela importância e atualidade da temática envolvendo os conflitos de uso e preservação dos recursos hídricos. Principalmente, em situações onde as nascentes são as únicas fontes de água de famílias e, ainda, devido a sua contribuição para os cursos d’água e, consequentemente, para as bacias hidrográficas. Importância, também, expressada e perceptível através da discussão atual, envolvendo diferentes atores e posicionamentos, acerca das determinações legais para a conservação/preservação dessas áreas de nascentes. Nesse sentido, cabe destacar que esse estudo surge a partir da execução de um Projeto Ambiental visando à recuperação e proteção de nascentes da sub-bacia hidrográfica do rio Rolante, no município de Rolante, Rio Grande do Sul (RS). Nele os produtores rurais, por adesão voluntária, participaram de atividades de recuperação da vegetação nativa da Área de Preservação Permanente – APP – no entorno das nascentes e do cercamento dessa área em suas propriedades. Segundo o Código Florestal brasileiro, de 1965, todas as nascentes são iguais, independente de sua posição, determinando um raio mínimo de 50 metros no entorno delas. Contudo...

A agricultura e a preservação ambiental : o caso das nascentes do rio Erval Novo, Bom Progresso – RS

Notzold, Antonio Carlos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
25.89%
Este trabalho tem como foco o estudo das nascentes do rio Erval Novo localizado na Colônia Brasil em Bom Progresso – RS. Fazer um relato do histórico local e as transformações que houve ao seu entorno com o modelo de desenvolvimento agrícola adotado, com grandes áreas desmatadas em busca de uma maior produtividade , independente dos impactos causados ao meio ambiente. Esse modelo de agricultura fez com que houvesse grande assoreamento do rio e desmatamento da mata ciliar do mesmo. Verificar junto aos agricultores qual a sua visão dos impactos causados ao rio e o conhecimento sobre as normas ambientais e a partir disso ver ações que possam ser executadas para uma maior recuperação da mata ciliar e também do rio Erval Novo. Mostrar ações que já estão sendo tomadas pelas entidades publicas e civis para a recuperação do rio Erval Novo, devido a sua importância para abastecimento no meio rural e no meio urbano. Desta forma, buscar uma relação de respeito entre desenvolvimento das atividades econômicas nas propriedades rurais, a proteção ambiental e o equilíbrio ecológico.

Avaliação da técnica 3Mtm Petrifilm tm para análises microbiológicas em água de consumo humano na região de Campinas; Evaluation of 3Mtm Petrifilm tm technique for human drink water analysis in Campinas region

Cristina de Abreu Constantino
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
55.84%
No Brasil, a Portaria MS nº. 518/2004 do Ministério da Saúde estabelece, entre outros parâmetros, a análise de coliformes totais, termotolerantes ou Escherichia coli (E. coli) e de bactérias heterotróficos para análise de água para consumo humano, em toda e qualquer situação, incluindo fontes individuais como poços, minas e nascentes. A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) avalia métodos para diferentes aplicações ambientais, entre outras, para análise de água potável, que se aprovados, são publicados como métodos oficiais no Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater. Este manual recomenda muitos princípios de reações e métodos para análise de água potável e é muito importantes que se compreendam as limitações e benefícios destes métodos antes de utilizá-los, para garantir a segurança e qualidade microbiológica da água de consumo humano. Os métodos convencionais de análise microbiológica de água para consumo humano requerem um mínimo de 24 horas de incubação, seguidos por procedimentos de confirmação dos resultados positivos, que duram entre 24-48 horas, o que gera uma demanda de métodos mais rápidos de análise. O uso das Placas 3M¿ Petrifilm¿ não está aprovado pela EPA...

Os Recursos hídricos e os planos diretores municipais na Bacia do Rio Itajaí-Açu

Grando, Taiana Vieira
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 203 p.| il., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
55.8%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2011; A Política Nacional de Recursos Hídricos - Lei nº 9.433/1977 - enfatiza nas diretrizes gerais a necessidade da articulação entre gestão de recursos hídricos com a do uso do solo. O Estatuto da Cidade - Lei nº 10.257/2001 - incorpora conteúdos relacionados ao debate ambiental no desenvolvimento urbano. Ambas se articulam e formam um cenário com duas unidades de planejamento, os territórios municipais e as Bacias hidrográficas, e dois importantes instrumentos, os Planos Diretores e os Planos de Bacia. Esta pesquisa analisa a importância de discutir-se a água (localização dos mananciais, captação, qualidade e tratamento) e demais aspectos de saneamento básico (esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais e de resíduos sólidos) nos Planos Diretores Municipais, bem como de articular a gestão municipal no âmbito da Bacia hidrográfica, através de vínculos fortes com o Comitê de Bacia Hidrográfica e seu respectivo Plano de Recursos Hídricos, com vistas à construção de uma gestão integrada. Foram estudados os municípios de Rio do Sul...

Diagnóstico sócio-ambiental do entorno da Estação Ecológica de Águas Emendadas (DF)

Berlinck, Christian Niel
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
PT_BR
Relevância na Pesquisa
45.73%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2008.; O crescimento desordenado dos núcleos urbanos e o aumento das áreas destinadas à agropecuária têm provocado a redução e fragmentação dos ambientes naturais no Bioma Cerrado, com conseqüente pressão sobre as Unidades de Conservação da Natureza (UC) e as demais áreas protegidas. Este cenário não é diferente no Distrito Federal e em suas UC, onde destaca-se a Estação Ecológica de Águas Emendadas (ESEC-AE) com seu entorno antropizado, ainda sem Plano de Manejo (PM) e Zona de Amortecimento (ZA), que necessita de um programa de recuperação ambiental para restabelecer sua conexão com as demais áreas naturais. Neste sentido, esta tese objetivou desenvolver uma metodologia de elaboração de diagnóstico sócio-ambiental, pautada em técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto, visando compatibilizar a proteção de remanescentes de Cerrado com as atividades econômicas, tendo como estudo de caso a ESEC-AE. A partir dos resultados obtidos com a análise da evolução da cobertura e uso da terra entre os anos de 1984 e 2005, constatou-se que existe uma tendência de crescimento desordenado das áreas urbanas de Planaltina (DF) e Planaltina de Goiás (GO) em direção a esta Unidade. Este crescimento...

O papel das nascentes no abastecimento de populações rurais difusas na Mata Pernambucana

Oliveira Neto, Antônio Ferreira de; Braga, Ricardo A. P. (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
136.17%
A crise mundial em torno da escassez dos recursos naturais, especialmente dos recursos hídricos, tem preocupado governantes, comunidade científica e sociedade de modo geral. A busca por soluções que possam minimizar os efeitos causados pela falta desses recursos e suas consequências para as populações mundiais, tornou-se um grande desafio a ser superado através da implementação de novas políticas que promovam o desenvolvimento com equidade. Preocupada com essas questões, a Organização das Nações Unidas propôs os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, cuja Meta 10 estabelece, até 2015, a redução, pela metade, da população mundial sem acesso a fontes seguras de água e saneamento básico. O Brasil, através de sua Política de Saneamento Básico, apresentou melhorias entre 2000 e 2010, porém, não foram suficientes para diminuir as desigualdades regionais no acesso às condições adequadas. Na zona rural da Mata Pernambucana, 60% da população é abastecida através de poços ou nascentes, carros-pipa ou água de chuva. Este trabalho tem por objetivo analisar o papel das nascentes no abastecimento de água das populações rurais difusas em assentamentos de reforma agrária desta Região, através de estudo de caso nos assentamentos Serra Grande e Divina Graça...

Caracterização florística, fitossociologica e pedológica de um trecho de floresta ripária dos campos gerais do Paraná

Oliveira, Emerson Antonio de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
55.73%
A florística e a fitossociologia de um trecho conservado de floresta ripária do rio Quebra-perna, próximo de suas nascentes, na porção oriental dos Campos Gerais, sobre o arenito Fumas, foram estudadas através da instalação de 62 parcelas de amostragem da vegetação arbórea distribuídas em três compartimentos da floresta, geomorfológica elou estruturalmente distintos, quais sejam, a planície aluvionar, as áreas de contato com a Estepe (bordadura) e as encostas, inter-relacionando os fatores geopedológicos com os parâmetros fitossociológicos destes ambientes. A floresta aluvial, com um único estrato, constituída fundamentalmente por Sebastiania commersoniana e Calyptranthes concinna, as quais respondem por 66,5% do VI total da comunidade, apresenta-se sobre um material de origem recente (NEOSSOlO FLÚViCO Tb Eutrófico típico), desenvolvido a partir de deposições de sedimentos aluvio-coluvionares, de alta fragilidade, com a morfogênese superando a pedogênese o solo apresenta um soterramento recente de cerca de 50 cm. As bordaduras constituem-se de Myrcia breviramis, Myrceugenia sp., Araucaria angustifolia, Myrcia multiflora e Cinnamomum sellowianum, responsáveis por 52,6% do VI total, com um ou dois estratos...

Caracterização física, estrutural e da diversidade floristica de fragmentos florestais na alta bacia do Rio Araguaia; Physical, structural and floristic diversity of forest fragments in the upper basin of the Rio Araguaia

CABACINHA, Christian Dias
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Ciencias Ambientais; Ciências Agrárias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Ciencias Ambientais; Ciências Agrárias
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.8%
The upper Araguaia river basin region has been transformed by rapid and intensive human occupation processes that began in the 1970s, and now the landscape is highly fragmented. Remnant forests are surrounded by cotton and soybean plantations and pasture. They continue to be subjected to degradation and little is known about their ecological integrity. The objective of this research is increase knowledge of the remnant forest flora and provide support for public conservation and recovery policies for these remnant forests. This research consists of four chapters. The first chapter assessed fragmentation patterns under the assumption that intensive land occupation and agriculture compromised landscape structure and forest conservation in the basin. The second chapter assessed whether remnant forest tree size class structure differed from undegraded forests. The third chapter investigated whether forest remnants situated in close proximity to Emas National Park and incorporated into The Emas-Pantanal Biodiversity Corridor had higher species diversity than other remnants. The fourth chapter showed that species diversity was correlated with and vegetation indices obtained from satellite images, due to the indices sensitivity to changes in vegetation structure. These indices could be used in the future to highlight priority areas for conservation and in devising recovery policies. The major conclusions of this research are that the ecological integrity of remnant forests in the Upper Araguaia River Basin is compromised...

Zoneamento ambiental da área de expansão urbana da Caldas Novas – GO: procedimentos e aplicações

Costa, Rildo Aparecido
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
45.73%
Este trabalho objetivou entender a dinâmica do meio físico urbano de Caldas Novas – GO, e sua relação com o uso e ocupação. Para tanto foram caracterizados os atributos do meio físico relacionados ao substrato rochoso e materiais inconsolidados, à profundidade freática, à declividade, à precipitação média anual na escala de 1:25.000, seguindo-se os conceitos do mapeamento geotécnico voltados para o planejamento, proteção e recuperação ambiental. Utilizou-se os níveis sugeridos por Zuquette (1987), que estabelece quatro etapas de abordagem para o mapeamento geotécnico. Como produto final elaborou-se um mapa de zoneamento ambiental com vistas a orientação do uso e ocupação do meio físico onde se acham representados as aptidões, as restrições e os conflitos de uso. Também elaborou-se um mapa de orientação ao uso e ocupação, com o objetivo de proporcionar a aplicação direta por órgãos públicos, planejadores e profissionais que atuam no meio físico. Foi constatado, através dessa pesquisa, que o uso e ocupação em Caldas Novas são realizados de forma desordenada, sem respeitar as limitações impostas pelo meio físico local, principalmente aquelas relacionadas ao lençol freático pouco profundo e materiais inconsolidados pouco espesso. Soma-se a isso...

As condições sócio-ambientais de áreas de preservação permanente na zona urbana de Uberlândia: aspectos paisagísticos e sociais

Borges, David Jackson Vieira
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
65.9%
Por degradação ambiental entende-se qualquer atividade que direta ou indiretamente prejudique o meio ambiente, em seus múltiplos aspectos. O objetivo desta pesquisa foi realizar um diagnóstico sobre as condições ambientais das Áreas de Preservação Permanente (APPs) junto às nascentes e margens dos córregos localizados na zona urbana de Uberlândia (MG) e avaliar a percepção da população que vive no entorno destas áreas, quanto à situação e importância das mesmas. O enfoque metodológico utilizado foi quali -quantitativo, analisando-se os dados coletados estatísticamente, mas discutindo-os também sob a forma narrativa descritiva. O referencial teórico utilizado versou sobre a ecologia de paisagem e a percepção ambiental. Foram realizadas visitas de campo, nas quais levantou-se dados sobre a paisagem local e com a aplicação de formulário estruturado junto a população que vive no entorno das áreas, avaliou-se a percepção desses indivíduos, investigando suas opiniões, atitudes e valores em relação as APP’s investigadas. Para avaliar a situação ambiental em que se encontram as APP´s investigadas utilizou-se da metodologia de Mapeamento de Biótopos e do método de Matriz de Interação. De acordo com os resultados obtidos conclui-se que as nascentes e margens dos córregos de Uberlândia se encontram nas categorias de degradação média e alta...

Campanha 'Y Ikatu Xingu : governança ambiental da região das nascentes do Xingu (Mato Grosso, Brasil); 'Y Ikatu Xingu Campaign : Xingu headwaters environmental governance (Mato Grosso, Brazil)

Rosely Alvim Sanches
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
45.92%
A região das nascentes do rio Xingu (17 milhões hectares, Mato Grosso) traz um cenário desafiador para a governança ambiental na Amazônia. Apesar de profundamente alterada nos últimos 50 anos pelas políticas nacionais desenvolvimentistas e, consequentemente, pela perda de 5 milhões de hectares de florestas e cerrados, esta problemática permitiu a visibilidade nacional e internacional dessa região e dos povos do Parque Indígena do Xingu. As mudanças na qualidade de água, denunciadas pelos indígenas, foram motivadoras para a construção social da Campanha `Y Ikatu Xingu, articulada entre organizações públicas e privadas pelo Instituto Socioambiental, em prol de uma missão: a proteção e recuperação das nascentes do Xingu. O objetivo desta tese é analisar a governança ambiental da bacia hidrográfica do rio Suiá-Miçu (BHSM), por meio das ações desencadeadas pela Campanha `Y Ikatu Xingu. Esta bacia abrange 2,3 milhões de hectares de superfície e compreende parte do território tradicional indígena do povo K?sêdjê. Os fundamentos teóricos e metodológicos desta tese estão ancorados na Teoria dos Comuns e no arcabouço do IAD (Institutional Analisis and Devolpment), para verificar a hipótese da Campanha como uma forma eficaz de governança dos recursos comuns. Foram investigados os eventos históricos internacionais e as políticas públicas nacionais que tiveram impacto sobre as dinâmicas de ocupação da bacia da BHSM. Além disso...