Página 1 dos resultados de 54 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Auxiliares Clínicos de diagnóstico no rastreio de Cancro Oral

Rodrigues, Cláudia Sofia Brás
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
26.46%
Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária; O Cancro Oral é um conjunto de neoplasias malignas da cavidade oral que matam milhões de pessoas a cada ano e está classificada como a sexta doença mais fatal em todo o mundo, sendo descrito o carcinoma espinocelular como o mais comum na cavidade oral presente em 90% de todos os Cancros Orais. Os principais factores de risco do Cancro Oral descritos na literatura científica são: o tabaco, o álcool, a idade e, mais recentemente, o vírus do papiloma humano (HPV). As localizações de maior impacto de transformação maligna das neoplasias são o pavimento da boca e a língua. Nesta medida, as organizações de saúde têm promovido rastreios do Cancro Oral, afim de baixar as taxas de incidência e morte por esta doença. Para a realização do rastreio do Cancro Oral como padrão ouro até a actualidade é realizado a história clínica e exame clínico do paciente, no entanto, recentemente tem-se apostado em outros auxiliares clínicos adjuvantes para além dos convencionais em que o método utilizado na identificação e na diferenciação de lesões potencialmente malignas e lesões malignas é a autofluorescência (VELscope Vx e Identafi 3000 Ultra) ou a quimiluminescência (Orascoptic DK...

População residente de um hospital psiquiátrico: que saúde visual?

Poças, Ilda; Ferreira, Andreia F. T.; Lourenço, Maria João A.; Vasco, Helena; Abrantes, Inês; Mendes, Paula; Araújo, Marta
Fonte: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Publicador: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /11/2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.81%
Introdução - Numa tentativa pioneira em Portugal de avaliar o estado da visão dos pacientes residentes de um Hospital Psiquiátrico, foi nosso objectivo identificar alterações visuais existentes nesta população, passíveis de comprometer o funcionamento do sistema visual e com repercussões negativas nas actividades da vida diária; caracterizar e corrigir ametropias; relacionar as patologias encontradas com a medicação e seleccionar! encaminhar os utentes para consulta de oftalmologia. Métodos - Foram examinados 254 pacientes residentes num Hospital Psiquiátrico de Lisboa, com idade compreendida entre os 25 e os 92 anos de idade, com diagnóstico no âmbito da saúde mental, capacidade de deslocação e alguma autonomia. Na recolha de dados foi utilizado o protocolo de observação do rastreio visual, tendo sido avaliados os seguintes parâmetros: Acuidade visual, Estudo refractivo; Função sensório-motora; Visão cromática; Segmento anterior; Tensão ocular. O rastreio foi composto por duas fases: uma primeira fase para identificação das alterações visuais, com 254 residentes e uma segunda fase, com 100 residentes, para correcção das ametropias diagnosticadas e prescrição óptica. Os resultados foram sujeitos a uma análise estatística descritiva e inferencial através do programa SPSS. Resultados - A maioria dos pacientes era do sexo masculino (64...

Relação entre competências e prática profissional dos ortoptistas integrados nos programas de rastreio visual infantil

Lança, Carla Costa
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /01/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.65%
O presente estudo teve em vista estimar e analisar a possível relação entre as competências profissionais e as práticas dos Ortoptistas nos Programas de Rastreio Visual Infantil, com o objectivo de identificar e descrever as competências essenciais destes profissionais da saúde. Para o efeito, foi elaborado um quadro teórico apoiado na literatura, a partir do qual se definiram 3 dimensões de análise: Competências Sistémicas (ST), Competências Interpessoais (IP) e Competências instrumentais (IT). Com o recurso a uma entrevista colectiva específica conhecida por Focus Group, foi auscultada a percepção de um painel de especialistas sobre as competências profissionais que devem possuir os Ortoptistas que desempenham funções nos Programas de Rastreio Visual Infantil. Complementarmente, através de um inquérito por questionário, foi recolhida a percepção dos Ortoptistas sobre as competências profissionais que consideram possuir e a forma como as utilizam na sua prática profissional. As dimensões do questionário apresentaram a seguinte consistência interna: (ST)=0,916; (IP)=0,949; (IT)=0,892. Os resultados dos coeficientes de correlação de Spearman, sugerem a existência de uma correlação positiva moderada entre as competências profissionais e sua aplicação na prática profissional (r(ST)=0...

Contributo para a validação da escala de avaliação de competências dos ortoptistas no rastreio visual infantil

Lança, Carla Costa; Carolino, Elisabete
Fonte: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Publicador: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /05/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.73%
Neste estudo de investigação foi analisada a estrutura factorial do questionário de “Competências dos Ortoptistas no Rastreio Visual Infantil - CORVI” e construída uma escala de avaliação de competências no rastreio visual infantil. Questionário CORVI é um questionário específico de autopreenchimento constituído por 47 itens, apresentados sob a forma de afirmações, agrupados por 3 dimensões analíticas de análise adaptadas do Tuning Educacional Structures in Europe (2004): competências sistémicas, competências interpessoais e competências instrumentais. Os itens que o constituem permitem identificar a percepção dos inquiridos sobre as competências que consideram possuir para a prática profissional do rastreio visual infantil. Este questionário foi submetido a validação facial e a pré-teste. A consistência interna foi analisada com recurso à Reliability Analysis com análise do índice alpha de Cronbach (α). Obtiveram-se bons valores de consistência interna para todas as dimensões de análise “Competências Sistémicas” (α = 0,916), “Competências Interpessoais” (α = 0,949) e “Competências Instrumentais” (α = 0,892).

Diagnostic performance of visual screening tests in the elderly

Lança, Carla Costa; Carolino, Elisabete
Fonte: Numerical Analysis and Applied Mathematics Publicador: Numerical Analysis and Applied Mathematics
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /09/2011 ENG
Relevância na Pesquisa
46.28%
The aging of Portuguese population is characterized by an increase of individuals aged older than 65 years. Preventable visual loss in older persons is an important public health problem. Tests used for vision screening should have a high degree of diagnostic validity confirmed by means of clinical trials. The primary aim of a screening program is the early detection of visual diseases. Between 20% and 50% of older people in the UK have undetected reduced vision and in most cases is correctable. Elderly patients do not receive a systematic eye examination unless a problem arises with their glasses or suspicion vision loss. This study aimed to determine and evaluate the diagnostic accuracy of visual screening tests for detecting vision loss in elderly. Furthermore, it pretends to define the ability to find the subjects affected with vision loss as positive and the subjects not affected with the same disease as negative. The ideal vision screening method should have high sensitivity and specificity for early detection of risk factors. It should be also low cost and easy to implement in all geographic and socioeconomic regions. Sensitivity is the ability of an examination to identify the presence of a given disease and specificity is the ability of the examination to identify the absence of a given disease. It was not an aim of this study to detect abnormalities that affect visual acuity. The aim of this study was to find out what´s the best test for the identification of any vision loss.

Competências dos ortoptistas no rastreio visual infantil

Lança, Carla Costa
Fonte: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Publicador: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.73%
A identificação das competências profissionais do Ortoptista no contexto do rastreio visual infantil não se encontra suficientemente suportada em estudos de investigação. Que relação existe entre as competências e a prática destes profissionais? Qual a relação entre a aquisição das competências e a sua exequibilidade no contexto de trabalho? Que guias de orientação e que competências essenciais no campo de acção do rastreio visual infantil? Objectivo do estudo: analisar a relação entre as competências profissionais e a prática do Ortoptista no Rastreio Visual Infantil.

Children visual screening protocol: validation by a focus group panel of experts

Lança, Carla Costa
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /09/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
36.24%
Screening programs, particularly the inclusion of specific orthoptic tests to detect visual abnormalities, varies among countries. This study aims to: 1) describes expert perception of issues related with children visual screening; 2) identify specific orthoptic tests to detect visual abnormalities in children visual screening.

Alterações na grelha de Amsler na presença de catarata adquirida

Cassandra, Cleide; Morais, Rúben; Poças, Ilda; Pereira, Bruno
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.53%
Objectivos - Identificar a existência de alterações na Grelha de Amsler (GA) em indivíduos com catarata, comparados com um grupo de controlo sem catarata. Investigar a utilidade do teste da GA na complementação de informação relativamente a opacidades dos meios transparentes. Metodologia - Amostra de 171 indivíduos: 82 portadores de catarata bilateral (Grupo 1), e 89 sem catarata para o grupo de controlo (Grupo 2). Avaliou-se a acuidade visual (AV) monocular para longe e binocular para perto, GA, reflexos pupilares, teste de reflexo vermelho e oftalmoscopia. Definiu-se como variável dependente a catarata e como variáveis independentes, as restantes variáveis referidas anteriormente. Estudo de caso controlo, descritivo e correlacional. Resultados - Idade média 72,16 ± 6,50 anos, com 46,8% do género masculino e 53,2% do género feminino. Utilizam correcção óptica, 84,15% no Grupo 1 e 85,39% no Grupo 2. A média de AV para longe foi superior no Grupo 2 (Grupo 1 foi de 0,50 ±0,25 e no Grupo 2 foi de 0,63 ±0,29. Relativamente ao fundo ocular (FO) no Grupo 1 foram detectados 20,73% de casos alterados, 13,41% normais e 65,85% dos casos foi impossível realizar o exame. No Grupo 2 os valores foram de 28,09%, 38,20% e 33...

Boas práticas no rastreio visual infantil

Ferreira, João; Lança, Carla Costa; Oliveira, Manuel; Quintino, Wilson
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.8%
A perda de visão, causada por ambliopia (0.3%‐4%) e seus fatores de risco como estrabismo (2.1%‐4.6%) e erros refrativos não corrigidos (5%‐7.7%), representa um importante problema de saúde pública. O rastreio visual pré‐escolar é, assim, essencial para a deteção de ambliopia e fatores ambliogénicos (refrativos e estrábicos). Os programas de rastreio visual variam na sua aplicação em muitos países em toda a Europa e não se avalia sistematicamente a eficácia dos mesmos. Por esse motivo, é necessária discussão e reflexão sobre a temática: 1. Quais os programas de rastreio mais apropriados para fornecer um correto e atempado tratamento? 2. Será que os programas de rastreio são adequados para reduzir as desigualdades em saúde e o custo para os sistemas de saúde? Objetivo do estudo - Identificar práticas de referência no âmbito do rastreio visual infantil.

O ortoptista nos cuidados de saúde primários: contributo para uma referenciação de qualidade

Ferreira, João; Quintino, Wilson; Lança, Carla Costa; Oliveira, Manuel
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.51%
Deficiência visual é um problema de saúde mundial que afeta 285 milhões de pessoas, 39 milhões apresentam cegueira e 246 milhões apresentam baixa visão. 65% das pessoas com baixa visão e 82% das pessoas cegas das pessoas apresentam mais de 50 anos de idade. Estima-se que cerca de 80% dos casos sejam preveníveis ou tratáveis. 20% da população residente em Portugal é idosa - mais de dois milhões de pessoas com 65 anos. 21% de pessoas vivem sozinhas em Portugal, maioria delas idosas, e geralmente no interior do país. 50% dos indivíduos submetidos a programas de rastreio visual apresentam alterações reversíveis da função visual, especialmente por não terem o erro refrativo corrigido ou por terem cataratas (deficiência visual reversível). 200.000 pessoas apresentam hipertensão ocular, das quais 1/3 sofre de glaucoma; 6.000 pessoas apresentam cegueira irreversível por glaucoma (esta doença pode ser prevenida através de assistência oftalmológica adequada); 15.000 diabéticos estarão em risco de cegar por retinopatia e maculopatia diabética (pode ser prevenida ou tratada, através de fotocoagulação da retina por laser e/ou por vitrectomia); 35.000 pessoas sofrem de baixa de visão: doenças da retina e da coroideia...

As implicações de problemas visuais no processo de aprendizagem escolar das crianças

Fernandes, Mariana Abreu
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.45%
Este trabalho tem como principal objetivo evidenciar a necessidade e a importância, de efetuar, com regularidade, nas escolas, rastreios às crianças para a deteção de eventuais problemas visuais. Deste modo, numa primeira parte, referem-se os problemas visuais mais comuns em crianças, tais como: erros refrativos (miopia, hipermetropia, astigmatismo), ambliopia, problemas na visão binocular e acomodativos (estrabismo, forias). A segunda parte reporta-se aos efeitos dos problemas visuais na autoestima e no relacionamento das crianças. Também neste capítulo são abordados os problemas no processamento da informação visual e os seus principais sinais, sintomas e associação desses problemas com os alunos que têm necessidades educativas especiais. Numa terceira e última parte do trabalho, faz-se referência à importância dos professores na deteção de problemas visuais nos seus alunos e do seu papel nos países em desenvolvimento, uma vez que estão incumbidos de medir a AV e detetar sinais através da observação externa. Neste capítulo é ainda feita referência a alguns rastreios e a sua importância na deteção precoce de problemas visuais nas crianças. Também é expressa a diferença de realidades entre os rastreios nos países desenvolvidos e nos países em desenvolvimento. Conclusão Os rastreios visuais na infância têm elevada importância...

A saúde visual das crianças de um concelho alentejano: um projecto de intervenção precoce

Poças, Ilda; Entradas, S.; Farinha, A.
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.29%
A visão possui um elevado significado no desenvolvimento infantil. A deficiência visual acarreta um impacto negativo na criança no que respeita à sua educação e integração social. No universo populacional existem globalmente cerca de 1 milhão e 500 mil crianças cegas e 19 milhões com algum tipo de deficiência visual, abrangendo a faixa etária dos 0 aos 14 anos. De acordo com a Direcção Geral de Saúde Portuguesa, estima-se a prevalência de 1,00 a 2,5% de ambliopia entre as crianças, em Portugal, constituindo uma das 3 principais causas de hipovisão monocular. Por isso, a prevenção primária e detecção precoces são cada vez mais importantes na redução das taxas de incidência de patologias oculares. A redução dos casos evitáveis de deficiência visual nas crianças alentejanas, é um objectivo importante da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), promovendo acções de rastreio visual para o diagnóstico, a referenciação e o encaminhamento precoces. O Alentejo, região do centro-sul de Portugal, é a maior região de Portugal, com 31.551 km2 de área e 757.190 habitantes. Moura é um concelho do Baixo Alentejo, com 958,46 km2 e 15.167 habitantes e 15,83% são crianças dos 0 aos 14 anos. Objectivos do estudo: detectar factores ambliogénicos e caracterizar o estado visual das crianças nascidas em 2009 e que frequentam os jardins-de-infância (JI) públicos...

Retinopatia diabética: a importância do rastreio

Entradas, Sara; Poças, Ilda; Azevedo, Filipa; Farinha, António
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
A Diabetes Mellitus (DM) apresenta elevados níveis de glicémia, associados ao descontrolo metabólico de hidratos de carbono, lípidos e proteínas, resultando em deficiência da secreção de insulina, provocando surgimento de patologias, nomeadamente visuais, como a Retinopatia Diabética (RD), caracterizada por alterações graduais e progressivas na microcirculação retiniana. Para prevenção, devem ser realizados rastreios oculares regulares e conhecerem-se sinais e sintomas, factores de risco e o tratamento para minimizar danos irreversíveis, como baixa visão ou cegueira. Objectivos: Caracterizar a DM e a RD, os factores de risco e os sintomas. Abordar os exames a efectuar e a importância da realização de rastreios visuais.

Importância do rastreio visual precoce nas crianças: impacto nos cuidados de saúde secundários

Lameirinha, Jorge de Almeida
Fonte: Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.71%
Tendo como ponto de partida os objectivos do Programa Nacional para a Saúde da Visão 2004-2010 relativos à prevenção primária e à detecção precoce das alterações oftalmológicas, a tese de mestrado do Ortoptista Jorge Lameirinha sob o tema “Importância do Rastreio Visual Precoce nas Crianças: Impactos nos Cuidados de Saúde Secundários” procura abrir um campo de reflexão e validação de como é feita a detecção precoce de alterações oftalmológicas e a respectiva referenciação dos cuidados de saúde primários para a consulta de especialidade hospitalar. De forma a enquadrar a saúde visual infantil, identificar a importância da sua vigilância e dos critérios de referenciação de alterações oftalmológicas entre diferentes níveis de cuidados de saúde em Portugal – nível primário e secundário -, considerou-se pertinente para efeitos de investigação proceder-se à análise de um universo circunscrito no tempo e no espaço. Esta investigação parte da observação e análise de (1) um universo de 845 crianças com idades compreendidas entre os 0 e os 14 anos que realizaram um rastreio visual na consulta de oftalmologia pediátrica do Hospital de São Bernardo – Centro Hospitalar de Setúbal -...

Estudo piloto para validação de um Protocolo de Rastreio Oftalmológico Infantil em Cuidados de Saúde Primários

Pinto, Fátima; Rodrigues, Sandra; Pessoa, Bernardete; Coelho, Pedro Pinto
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
26.61%
Objectivo: Aferição de um protocolo de Rastreio Oftalmológico Infantil organizado e realizado numa consulta de Pediatria de ambulatório, com o intuito de serem referenciadas à consulta de Oftalmologia as crianças que dela realmente necessitam.Material e Métodos: Análise comparativa com base num estudo prospectivo de uma população de 423 crianças observadas na consulta de Pediatria num Centro de Saúde urbano entre Abril de 2004 e Agosto de 2005. A amostra, de conveniência e consecutiva, foi constituída por crianças levadas à consulta programada de Vigilância Infantil da Pediatria de um Centro de Saúde urbano, sem qualquer queixa, aparentemente saudáveis e sem doença oftalmológica diagnosticada. Todas as crianças foram submetidas a rastreio oftalmológico, segundo um protocolo estruturado pela Pediatria e que incluiu exame ocular externo; reflexo vermelho pupilar; testes de cover e Hirschberg; movimentos oculares, reflexos pupilares fotomotores, acuidade visual e estereopsia. Deste grupo inicial foi seleccionado, de forma leatória simples, um subgrupo de 158 crianças para reavaliação pela especialidade de Oftalmologia de um Hospital Central Universitário que colaborou no estudo desconhecendo por completo os resultados da observação pediátrica.Resultados: Compareceram à Consulta de Oftalmologia 101 crianças das 158 que concordaram participar no estudo. Na consulta de Pediatria houve suspeita de alteração oftalmológica em 22 crianças. Verificaram-se 13 casos de baixa acuidade visual/acuidade visual assimétrica...

Rastreio Oftalmológico Infantil nos Cuidados Primários*

Pinto, Fátima; Guerra, Isabel; Maia, Íris; Rodrigues, Sandra
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
26.57%
Introdução: Aimportância da detecção de anomalias oculares em idade pediátrica reside na susceptibilidade deste grupo etário para desenvolver perda permanente e irreversível da visão central (ambliopia), que poderá ser evitada se precocemente identificada e tratada.Objectivo: Avaliação da saúde visual das crianças que frequentam a consulta de Pediatria de um Centro de Saúde urbano.Metodologia: Análise descritiva dos registos da aplicação de um protocolo de Rastreio Oftalmológico Infantil, previamente elaborado e validado, numa amostra de crianças observadas na consulta de Pediatria de um Centro de Saúde urbano. Foram critérios de exclusão a presença de sintomatologia oftalmológica, doença sistémica com manifestação ocular, seguimento numa consulta especializada de Oftalmologia e ausência de colaboração. Foram avaliados os parâmetros sexo, idade, exame ocular externo, transparência dos meios ópticos, alinhamento ocular, acuidade visual de longe e de perto, visão estereoscópica e alteração oftalmológica com potencial ambliogénico.Resultados: Das 704 crianças estudadas, com idades compreendidas entre 1 mês e 15 anos, suspeitou-se de patologia oftalmológica em 182 (25,9%): anomalia do exame ocular externo em 8; leucocória em 1; estrabismo em 39; diminuição da acuidade visual em 147; e má visão estereoscópica em 60. Em 78 (11...

Visual screening in children.; Rastreio visual em crianças.

da Silva, O A; Serviço de Oftalmologia, Faculdade de Medicina, Hospital de Santa Maria, Lisboa.; Henriques, J; Pinto, F; Neves, C
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/1991 POR
Relevância na Pesquisa
36.32%
The Early Visual Screening (EVS) before verbal communication and, certainly, before one year old, is essential to prevent strabismus and/or amblyopia. We consider the PREFERENTIAL LOOKING (PL) for visual acuity determination and screening of the amblyopia and the PHOTOREFRACTION (VIDEO-REFRACTION: VPR-1) for refractive screening, adequated methods for Early Visual Screening. We suggest that these two technics are used as EVS methods, four times in childhood (newborn, 6-8 weeks, 6-8 months, 18-24 months) performed by an Ophthalmologist at a Pilot Health Center of the National Health Service. The classic methods of visual screening such as: child's reaction to the eye occlusion, pursuit movements, STYCAR balls and miniature toys, Cover test, Hirschberg test, red fundus reflex, anterior segment examination, each of these used according to the child's age, must be performed by an Ophthalmologist. We think they are a positive alternative until we are able to use the PREFERENTIAL LOOKING and VIDEO-REFRACTION in Early Visual Screening. In the kindergarten and primary school the ASTENOPIC complaints due to hipermetropia, minor astigmatism and convergent deficit as well as chronic inflammation of the anterior segment eyelids and anexus, can be related with poor school performance more than with strabismus or myopia.(ABSTRACT TRUNCATED AT 250 WORDS); The Early Visual Screening (EVS) before verbal communication and...

A questão visual na oftalmologia pediátrica da região de Lisboa

Serôdio, Ana Maria Ribeiro Lopes
Fonte: Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.84%
RESUMO: Na parte inicial incluem-se algumas notas sucintas com base no panorama científico,histórico e cultural da visão considerada segundo três abordagens - o olho (o olho humano na especificidade da sua posição filogenética, elemento anátomo-funcional básico do sistema visual ao qual o cérebro pertence), os olhos (unidades gémeas essenciais do rosto na sua actividade consensual e conjugada da binocularidade), o olhar (carregado de expressão psicológica e o seu efeito sobre o observador, sinal para o comportamento e criador de sentimentos, sedimentado em obras de arte e em formas de superstição dos povos). Segue-se a apresentação de um estudo descritivo transversal, como contribuição para o conhecimento do estado de saúde visual da população infantil da região de Lisboa e determinar factores que o influenciam. Entre Outubro de 2005 e Agosto de 2006 examinaram-se 649 crianças com idade inferior a 10 anos da Consulta de Oftalmologia Pediátrica dos Serviços de Assistência Médico-Social do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas (SAMS). Colheram-se dados respeitantes a mais de 250 variáveis primárias que cobriram a maior parte dos itens do exame oftalmológico habitual. Na análise dos dados teve-se especialmente em conta a idade...

As implicações de problemas visuais no processo de aprendizagem escolar das crianças

Fernandes, Mariana Abreu
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.45%
Este trabalho tem como principal objetivo evidenciar a necessidade e a importância, de efetuar, com regularidade, nas escolas, rastreios às crianças para a deteção de eventuais problemas visuais. Deste modo, numa primeira parte, referem-se os problemas visuais mais comuns em crianças, tais como: erros refrativos (miopia, hipermetropia, astigmatismo), ambliopia, problemas na visão binocular e acomodativos (estrabismo, forias). A segunda parte reporta-se aos efeitos dos problemas visuais na autoestima e no relacionamento das crianças. Também neste capítulo são abordados os problemas no processamento da informação visual e os seus principais sinais, sintomas e associação desses problemas com os alunos que têm necessidades educativas especiais. Numa terceira e última parte do trabalho, faz-se referência à importância dos professores na deteção de problemas visuais nos seus alunos e do seu papel nos países em desenvolvimento, uma vez que estão incumbidos de medir a AV e detetar sinais através da observação externa. Neste capítulo é ainda feita referência a alguns rastreios e a sua importância na deteção precoce de problemas visuais nas crianças. Também é expressa a diferença de realidades entre os rastreios nos países desenvolvidos e nos países em desenvolvimento. Conclusão Os rastreios visuais na infância têm elevada importância...

O estado visual das crianças dos jardins de infância do concelho de Moura

Entradas, Sara; Poças, Ilda; Azevedo, Filipa; Farinha, António
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.17%
A prevenção primária/detecção precoce são cada vez mais importantes na redução das taxas de incidência de patologia ocular. De acordo com a DGS, estima-se a prevalência de ambliopia de 1,00 a 2,5% de ambliopia entre as crianças, em Portugal, constituindo uma das 3 principais causas de hipovisão monocular. O Ortoptista desenvolve um papel activo nos Cuidados de Saúde Primários, através de rastreios escolares, contribuindo para o diagnóstico precoce. Objectivo do estudo - Detectar factores ambliogénicos e caracterizar o estado visual das crianças nascidas em 2009 e que frequentam o total dos jardins-de-infância do concelho de Moura.