Página 1 dos resultados de 2233 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Estudo comparativo dos achados mamográficos após radioterapia intra-operatória com feixe de elétrons (IORT) e radioterapia externa (RT) em pacientes com câncer de mama em estádio inicial submetidas a tratamento conservador; Mammography findings following IORT or RT for breast cancer treatment

Carvalho, Barbara Pace Silva de Assis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
O tratamento conservador do câncer de mama é hoje uma realidade em pacientes com estádio inicial da doença. Estudos randomizados demonstraram a importância da radioterapia após a cirurgia conservadora do câncer de mama. A radioterapia externa (RT) envolve 5 a 6 semanas de radioterapia com uma dose total de 50Gy, e um reforço de 10Gy no leito cirúrgico. A radioterapia intra-operatória com feixe de elétrons (IORT) tem se mostrado uma alternativa factível e viável em relação à RT e consiste na aplicação de dose única de 21 Gy no leito tumoral, durante o procedimento cirúrgico. Objetivo: Comparar os achados mamográficos encontrados em pacientes submetidas à RT com aqueles encontrados em pacientes submetidas à IORT. Pacientes e Métodos: De janeiro de 2004 a dezembro de 2007 foram comparados os achados mamográficos, em seguimento de 12 e 24 meses, de 30 pacientes submetidas à IORT e de 30 pacientes submetidas à RT após a cirurgia conservadora do câncer de mama. A média de idade das pacientes foi de 64 anos no grupo IORT e de 54 anos no grupo RT , ambos grupos apresentando tamanho tumoral menor que 3 cm. Resultados: Os dados do estudo demonstram que, apesar de se encontrar mais edema, distorção arquitetural...

Impacto orofacial da radioterapia de cabeça e pescoço; Orofacial impact of head and neck radiotherapy

Ribas, Priscila Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
A radioterapia de cabeça e pescoço quando direcionada às glândulas salivares, articulação temporomandibular e músculos da mastigação, provoca sequelas na cavidade oral muitas vezes irreversíveis. Objetivo: Comparar a saúde oral, condição periodontal e função mandibular, antes e após a radioterapia da região de cabeça e pescoço. Métodos: Vinte e seis pacientes com diagnóstico de tumores malignos de cabeça e pescoço foram avaliados 30 dias antes, 30 e 90 dias após a radioterapia. A avaliação orofacial incluiu: avaliação dentária, periodontal e função mandibular. Também foram observadas as características gerais como tipo histológico do tumor e dose de radioterapia. Resultados: A idade média da amostra foi de 58 anos, sendo que 21 indivíduos (80,76%) eram do gênero masculino. Observamos um aumento do número de dentes cariados, entre a primeira e terceira avaliação (2,08±2,31 vs 4,19±3,41, p0,001) e um aumento do número de dentes perdidos (14±6,34 vs 14,46±6,23, p=0,006) e obturados (2,04±3,38 vs 2,73±3,54, p=0,004) a partir da segunda avaliação, provavelmente pelo preparo oral da radioterapia. Noventa dias após o término do tratamento radioterápico, observamos diminuição da inserção clínica periodontal (3...

Perfil da expressão imunoistoquímica de HER-2, NF-kB e IKK em câncer de colo uterino tratado com radioterapia; Immunohistochemical expression of HER-2, NF-B and IKK in patients with cervical cancer treated with radiation therapy

Baiocchi Neto, Glauco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
INTRODUÇÃO: O tratamento padrão do câncer do colo uterino é a histerectomia radical para doença inicial e quimio-radioterapia para doença avançada. A radioterapia após a histerectomia radical tem impacto em ganho de sobrevida caso hajam fatores de risco histopatológicos para recidiva. Portanto, a busca de marcadores preditores de radiossensibilidade torna-se importante para a individualização do planejamento terapêutico. O HER-2/ErbB-2 faz parte da família de proteínas ErbB que formam um grupo de receptores de membrana e tem um papel crítico no controle de diversas funções celulares básicas como diferenciação, proliferação, migração e sobrevida celular. A ação do NF-B na carcinogênese pode ocorrer através da regulação da apoptose e controle do ciclo celular. Para ativação do NF-B é necessário a enzima quinase IKK e a atividade do NF-B foi relacionada com resistência tumoral a quimioterapia e radioterapia. A via PI3K/Akt mediada pela hiperexpressão de HER-2 pode estar envolvida na ativação do NF-B. Os objetivos foram: a) avaliar os padrões de expressão imunoistoquímica de HER-2, NF-B-p65, NF-B-p50 e IKK em pacientes portadores de câncer do colo uterino submetidos à radioterapia; b) avaliar o status do gene HER2 através de FISH; c) avaliar o papel da expressão imunoistoquímica de NF-B-p65...

Avaliação do índice de dano celular em pacientes diagnosticadas com câncer de mama em tratamento com radioterapia através das técnicas de micronúcleo e ensaio cometa

Trindade, Fernanda Rocha da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Introdução: Toda a exposição à radiação ionizante envolve um benefício e um risco inerente. O tratamento com radioterapia utiliza feixes de alta energia que tem como finalidade destruir o tumor, atingindo também áreas adjacentes e podendo causar dano celular, não visível macroscopicamente. Objetivos: O objetivo principal deste projeto é avaliar o índice de dano em células nucleadas do sangue periférico de pacientes diagnosticadas com câncer de mama em tratamento com radioterapia, através das técnicas de micronúcleo e ensaio cometa. O objetivo específico é avaliar a percepção de risco e coerção de pacientes diagnosticadas com câncer de mama em relação ao seu tratamento com radioterapia. Métodos: A metodologia consiste em dois sub-estudos, um com delineamento longitudinal, do tipo estudo de casos incidentes, composto por pacientes com câncer de mama em tratamento no Serviço de Radioterapia. Foram realizadas quatro coletas de sangue em diferentes momentos para a realização das duas técnicas: (1) antes do início do tratamento, (2) na segunda semana, (3) no final e (4) aproximadamente um mês após o seu término. O segundo sub-estudo, com delineamento transversal, foi realizado no período antes do tratamento radioterápico. As pacientes que foram submetidas à radioterapia foram pareadas com outro grupo de participantes voluntárias que não têm diagnóstico de câncer e nem indicação de radioterapia. Cada sub-estudo foi formado por 18 indivíduos do sexo feminino...

Sistema de cálculo para determinação do tempo de exposição em radioterapia veterinária

Ramos Junior, Wantuir Carlos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Radiotherapy in veterinary practice is already known and widely distributed in large specialized centers of developed countries. In early 2000, there were about 30 radiotherapy equipment specifically designed for the veterinary clinic in the United States. In Brazil, the veterinary radiotherapy is still confined to research in universities, where most of the procedures is radiation therapy performed with superficial x-ray machines, with a voltage between 50 and 150 kVp, focus-distance surface (DFS) between 20,0cm and 40,0cm. As that occurs in human medicine, new research strengthens the development and prospects for the use of radiotherapy as a safe option for treating cancer in animals. This paper presents a methodology for calculating the exposure time for superficial radiotherapy procedures in veterinary medicine for small animals (dogs and cats). The dosimetric parameters of X-rays are determined using a spreadsheet tool for Microsoft Office Excel, developed in this paper for a device Dermopan 2, Veterinary Hospital of UNESP in Araçatuba. Using the worksheet helps the veterinarian to determine the time of exposure to radiation determined for each clinical case, optimize the workflow for professionals in veterinary radiotherapy procedures...

Qualidade de vida e toxicidade aguda da radioterapia em mulheres com cancer ginecologico : um estudo de coorte prospectivo

Ana Francisca Vaz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
Investigar a incidência da toxicidade aguda da radioterapia, avaliar a qualidade de vida (QV) e identificar os preditores da QV em uma coorte de mulheres com câncer ginecológico. Métodos: Conduziu-se um estudo de coorte prospectivo em que foram incluídas 107 mulheres com câncer cervical ou endometrial e idade entre 18 e 75 anos. Foram inelegíveis mulheres com história de irradiação pélvica prévia. A radioterapia foi realizada no aparelho de megavoltagem acelerador linear 10 MV ou no aparelho de cobaltotererapia utilizando a técnica de quatro campos. Para pacientes com diâmetro pélvico antero-posterior menor que 17cm foi usada a técnica de campos paralelos e opostos (anterior e posterior). A dose total média em pelve foi de 44,9 Gy, em frações diárias 1,8-2,0 Gy, cinco vezes por semana. Pacientes em estádio IIB-IV receberam reforço de dose em paramétrios de 7,20-14,40 Gy e aquelas com comprometimento em linfonodos paraórticos e inguinais receberam dose de 25,20-45 Gy nessa região. Para a braquiterapia, foram realizadas de 4 a 5 inserções no aparelho de alta taxa de dose Nucletron-microselectron, com intervalo semanal entre as inserções e dose de 4-8 Gy. Dezenove pacientes foram tratadas com radioterapia e quimioterapia concomitante e 40 com cirurgia (Wertheim-Meigs...

Qualidade de vida e eventos adversos após a radioterapia em mulheres com câncer ginecológico : um estudo de coorte prospectivo; Quality of life and adverse events after radiotherapy in gynecologic cancer survivors : a cohort study

Ana Francisca Vaz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.34%
Objetivos: Investigar a frequência de eventos adversos antes e após a radioterapia, a proporção de mulheres sexualmente ativas, avaliar a qualidade de vida (QV) e identificar seus preditores em uma coorte de mulheres com câncer ginecológico. Métodos: Estudo de coorte prospectivo com 107 mulheres com câncer ginecológico (colo do útero ou endométrio), idade (21 a 75) anos, tratadas com radioterapia, 89 (teleterapia e braquiterapia) 10 (braquiterapia) 8 (teleterapia) no Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti CAISM/UNICAMP. A QV foi avaliada através do questionário da Organização Mundial da Saúde - (WHOQOL-breve), antes da radioterapia (T0), 4 meses (T1), 1ano (T2) e 3 anos (T3) após o tratamento. Os eventos adversos após a radioterapia foram graduados de acordo com a escala Common Terminology Criteria Adverse Event (CTCAE) v 3.0. Os escores de QV foram avaliados através do teste de Wilcoxon pareado e os seus preditores identificados por meio de regressão linear. Utilizou-se o teste de McNemar para avaliar as diferenças entre as frequências de sintomas sexuais e da menopausa, e da proporção de mulheres sexualmente ativas após a radioterapia em relação à avaliação inicial. Resultados: A mediana da idade das participantes antes da radioterapia foi 60 anos. O domínio meio ambiente e a saúde geral eram os mais comprometidos antes da radioterapia. Dor (49...

Estudo prospectivo da incidência de trismo induzido por radioterapia em pacientes com carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço; A prospective study of radiation-induced trismus in patients with head and neck squamous cell carcinoma

Gustavo Kiyosen Nakayama
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
Pacientes em tratamento para o câncer de cabeça e pescoço frequentemente apresentam sequelas bucais oriundas da radioterapia. Neste contexto, o trismo pode gerar dificuldade de alimentação, perda de peso, dificuldade de fala, déficit de higiene bucal e diminuição da qualidade de vida. Este estudo teve como objetivo determinar a incidência de trismo induzido pela radioterapia em pacientes que foram tratados por carcinoma espinocelular (CEC) de cabeça e pescoço. Trinta pacientes foram divididos em 3 grupos; Grupo 1: Pacientes submetidos ao tratamento por meio de radioterapia modalidade bidimensional (RDT2D); Grupo 2: Pacientes submetidos ao tratamento por meio de radioterapia modalidade tridimensional (RDT3D) e Grupo 3 (controle). Medições prospectivas de abertura bucal foram realizadas semanalmente durante o tratamento e em dois períodos após a conclusão da radioterapia por meio da escala TheraBite®, seguindo os critérios de Dijkstra et al., 2006 e Kent et al., 2008. Foi identificada incidência global de 35% de trismo dentre os 20 pacientes com CEC de cabeça e pescoço, sendo de 30% nos pacientes tratados por RDT2D e de 40% naqueles tratados por RDT3D. Nenhum paciente do grupo controle desenvolveu trismo. A topografia tumoral mais frequentemente associada ao trismo foi a orofaringe...

Efeito da imobilização na radioterapia do cancro do pulmão

Silva, Lina Márcia Custódio da
Fonte: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Publicador: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
Mestrado em Radiações Aplicadas às Tecnologias da Saúde. Área de especialização: Terapia com Radiações.; A precisão e reprodutibilidade do posicionamento tornou-se um dos principais objectos de interesse desde o desenvolvimento da Radioterapia conformacional a 3D. Quando realizamos tratamentos de grande precisão, como Radioterapia estereotáxica fraccionada extracraneana, este assunto é também de grande importância. O objectivo deste estudo é avaliar três sistemas de posicionamento e imobilização (apoio de pulmão, colchão de vácuo e Body Pro- Lok™) no que diz respeito à sua capacidade de reprodutibilidade do posicionamento e minimização dos erros intrafracção. Estes dados podem ser usados para optimizar o posicionamento dos pacientes que realizem Radioterapia estereotáxica fraccionada extracraneana ou Radioterapia conformacional a 3D. Os movimentos interfracção e intrafracção de 9 pacientes (11 lesões) que realizaram Radioterapia estereotáxica extracraneana fraccionada, imobilizados com apoio de tórax (3), colchão de vácuo (6) e Body Pro- Lok™ (2), foram analisados. Foram realizadas imagens recorrendo ao equipamento On Board Imager-OBI. Para cada grupo, foi calculado separadamente o movimento interfracção e intrafracção para o tumor e paciente. O movimento interfracção do tumor é bastante semelhante para os três sistemas. O movimento intrafracção do tumor é ligeiramente maior para o apoio de pulmão (3.0 mm) em relação aos outros sistemas (2.4 mm...

Influência do tratamento de radioterapia na qualidade de vida dos doentes com cancro de mama

Monsanto, Fátima; Lança, Cristina; Sá, Ana Cravo; Coelho, Carina Marques; Carolino, Elisabete
Fonte: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Publicador: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
RESUMO: Introdução – A evolução tecnológica permitiu uma deteção precoce do cancro e, consequentemente, uma abordagem terapêutica mais eficaz e efetiva, resultando no aumento da sobrevida dos doentes. Assim, pretende-se avaliar a influência da radioterapia na qualidade de vida dos doentes com cancro da mama. Metodologia – 47 participantes que efetuaram radioterapia no Centro Hospitalar Barreiro-Montijo preencheram os dois questionários, o EORTC QLQ-C30 e o QLQ-BR23, antes de iniciar radioterapia e no último dia do tratamento. Os resultados foram analisados através do programa informático SPSS, versão 19.0. Resultados – Observou-se um ligeiro decréscimo na qualidade da saúde global no segundo momento de avaliação. Verificou-se uma diminuição nas escalas sintomática e funcional no segundo momento de avaliação. Em relação ao questionário QLQ-BR23, na escala sintomática, observou-se uma diminuição nos efeitos secundários resultantes da radioterapia no último momento de avaliação. Discussão dos Resultados – Os resultados obtidos no questionário QLQ-C30 revelam que a avaliação global da saúde dos doentes não é influenciada pelo tratamento de radioterapia. Em relação ao questionário QLQ-BR23...

Impacto da radioterapia na qualidade de vida dos doentes com metastização cerebral

Fernandez, Gonçalo da Silva, 1981-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
Tese de mestrado, Cuidados Paliativos, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2014; INTRODUÇÃO: A avaliação da Qualidade de Vida (QdV) nos doentes com metástases cerebrais tem vindo a ser reconhecida como um importante objetivo complementar da terapêutica oncológica. O objetivo primário deste estudo foi avaliar a evolução da QdV em doentes com metastização cerebral após tratamentos de radioterapia. MATERIAL E MÉTODOS: Foram incluídos os doentes com diagnóstico de metástases cerebrais e proposta de radioterapia holocraniana no nosso instituto, durante o ano de 2010. Questionários de avaliação de QdV foram entregues antes dos tratamentos (T0), após 1 mês (T1) e após 3 meses (T2) do término da radioterapia holocraniana. O teste de Wilcoxon com ajustamento para comparações múltiplas foi usado para a deteção de diferenças significativas nos diferentes itens de QdV. Para avaliação cognitiva dos doentes, recorreu-se ao Minimental Status Examination (MMSE). RESULTADOS: Trinta e nove doentes com diagnóstico de metástases cerebrais completaram os questionários da EORTC QLQ-C30/BN-20 independentemente. A idade mediana foi de 59,9 anos (de 37 a 81 anos). Os nossos resultados reportaram diferenças significativas entre a avaliação inicial (T0) e os 3 meses após radioterapia holocraniana (T2) na deterioração nas dimensões de “Saúde global e QdV” (p=0...

Avaliação do impacto de uma intervenção em gestão do stress em pacientes sujeitos a radioterapia e em situação de fadiga oncológica : um estudo quase experimental

Deep, Cláudia Alexandra Ferreira de Carvalho Ng
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
Dissertação de Doutoramento apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; RESUMO: A intervenção em gestão do stress cognitivo-comportamental (IGSCC) composta por reestruturação cognitiva, treino em estratégias de coping e relaxação muscular é apontada por parte da Comunidade Científica como eficaz na redução da fadiga oncológica (FO). No entanto, esta opinião não é consensual e parte da investigação argumenta que a terapia cognitivo-comportamental não reestrutura a experiência da crise, durante o tratamento de radioterapia. A FO, altamente debilitante, é suportada por parte dos doentes oncológicos e surge como resultado do processo oncológico (doença e tratamentos). Manifesta-se em exaustão física, mental, emocional e social, impactando a qualidade de vida. A sua etiologia é patopsicofisiológica, com vários factores correlacionados: crenças disfuncionais, estados emocionais com significativa ansiedade, depressão e stress, baixa percepção e satisfação com o suporte social, baixa qualidade de vida e limitada resiliência. Este estudo procura avaliar o impacto da IGSCC, durante a radioterapia, sobre a FO, contribuindo para uma maior compreensão deste constructo tão complexo. É um estudo longitudinal...

Prevenção da xerostomia e da mucosite oral induzidas por radioterapia com uso do laser de baixa potência

Lopes,Carlos de Oliveira; Mas,Josepa Rigau I; Zângaro,Renato Amaro
Fonte: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem Publicador: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
OBJETIVO: Verificar se o uso do laser de InGaAlP com comprimento de onda de 685 nm pode reduzir a incidência de xerostomia, gravidade da mucosite oral e da dor associada à mucosite em pacientes portadores de câncer de cabeça e pescoço submetidos a radioterapia. MATERIAIS E MÉTODOS: Sessenta pacientes portadores de carcinoma de cabeça e pescoço foram submetidos a radioterapia com dose diária de 1,8 a 2,0 Gy e dose final de 45 a 72 Gy. O volume salivar foi medido nos dias um, 15, ao final do tratamento e após 15 e 30 dias, e a mucosite oral em avaliações semanais. Vinte e nove pacientes se submeteram a radioterapia sem laser e 31 foram submetidos a radioterapia e laser com dose diária de 2 joules/cm² em pontos pré-determinados da mucosa oral e glândulas parótida e submandibular. RESULTADOS: No grupo submetido a radioterapia e laser, a incidência de mucosite (p < 0,001) e dor (p < 0,016) foram significativamente menores e o volume salivar se manteve maior (p < 0,001) durante e após o tratamento. CONCLUSÃO: Os pacientes submetidos à associação de radioterapia e laser tiveram menor incidência de xerostomia, mucosite oral e dor quando comparados ao grupo de radioterapia sem laser, com resultados com significância estatística.

Neoadjuvant Radiotherapy and Hormonotherapy in Locally Advanced Breast Cancer: State of the Art; Radioterapia e Hormonoterapia a Título Neoadjuvante no Carcinoma Localmente Avançado da Mama: Estado da Arte

Padilha, Marisa; Serviço de Radioterapia. Instituto Português de Oncologia de Coimbra. Coimbra. Portugal.; Henriques, Mónica; Serviço de Radioterapia. Instituto Português de Oncologia de Coimbra. Coimbra. Portugal.; Guardado, Maria João; Serviço de
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; review; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Introduction: Breast cancer is a health problem of great magnitude. In recent years we have seen an increasing incidence anddecreasing mortality from this disease due to implementation of campaigns for early diagnosis and the effectiveness of existing treatments.For more than a century that we know the evidence that growth and development of some tumours depends in part on hormonalstimuli, and the purpose of hormone therapy to prevent the hormonal stimulation of cell proliferation, decreasing the plasma levels ofdifferent hormones. Radiotherapy which uses a controlled ionizing radiation for therapeutic purposes, it is one of the fundamental modalitiesin the treatment of cancer. According to the international guidelines these modalities of treatment, radiotherapy and hormonetherapy, can be used in the treatment of breast cancer both within the neoadjuvant, adjuvant or palliative treatment.Objectives: Obtain data to support or not the use of concomitant radiotherapy and neoadjuvant hormone therapy instead to neoadjuvantechemotherapy in post menopausal patients diagnosed with locally advanced breast cancer and positive hormone receptors.Methods: Bibliographic search in MEDLINE databases, and evidence based review databases, using the MeSH terms: Radiotherapy...

Radioterapia complementar sem reforço no tratamento conservador por cancer de mama : impacto na recidiva local

Luiz Fernando Andrade Feijo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
Objetivo: Avaliar as taxas de recidiva local após o tratamento cirúrgico conservador de câncer de mama em mulheres submetidas à radioterapia complementar sem reforço. Pacientes e métodos: Foi realizado um estudo de coorte reconstituído com 128 pacientes portadoras de câncer de mama estádios I e 11,que foram tratadas com cirurgia conservadora e radioterapia sem reforço, no período de janeiro de 1989 a dezembrode 1996, no Setor de Mastologia do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM) da Universidade Estadualde Campinas (UNICAMP).A cirurgia da mama foi a quadrantectomiacom axilectomia,seguida de radioterapiacom 25 frações diárias de 2Gy ou 1,8Gy, cinco dias por semana. As pacientes receberam dose total de 50 ou 45Gy, respectivamente. Foi considerada recidiva local a presença de carcinoma (invasivo ou ductal in situ), confirmado através de exame anátomo-patológico, na mama tratada em qualquer momento do período de seguimento. As pacientes foram estudadas segundo os seguintes critérios: faixa etária, tamanho do tumor, presença de gânglios linfáticos axilares comprometidos e intervalo entre a data da cirurgia e a data do início da radioterapia. A análise estatística foi realizada utilizando Curvas de Kaplan Meyer para apresentar as taxas de recidivas locais e os testes de Log Rank...

Tratamiento del cáncer de próstata con radioterapia externa factores pronóstico /

Sancho Pardo, Gemma
Fonte: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf
Publicado em //2008 SPA; SPA
Relevância na Pesquisa
37.3%
Títol obtingut de la portada digitalitzada; Consultable des del TDX; El cáncer de próstata es el más frecuente en el varón y la tercera causa de muerte por cáncer en España. Su historia natural es incierta. La prostatectomía radical sigue siendo el tratamiento de elección en los estadios localizados. La radioterapia es un tratamiento curativo alternativo a la prostatectomía radical y el tratamiento de elección en los tumores localmente avanzados. El mejor conocimiento de los factores pronóstico permite individualizar y optimizar los tratamientos con radioterapia. Pacientes y Método: Se han revisado 981 paciente con cáncer de próstata localizado tratados con radioterapia externa con intención radical en el Hospital de la Santa Creu i Sant Pau entre 1979-1999. Edad media: 68.5 años. Estadio: 24% T1, 45% T2, 29% T3, 1% T4 y 1% N+. En 12% Gleason desconocido, 13% ≤ 4, 60% ≤ 7 y 15% > 7. Un 17% de los pacientes sin PSA inicial, 4% < 4 ng/ml, 32% 4-10 ng/ml, 24% >10-20 ng/ml y 23% > 20 ng/ml. Grupo de riesgo: 20% bajo, 28% intermedio, 27% alto y 25% no clasificables. Un 58% realizó hormonoterapia. 30% de los pacientes se trataron con cobaltoterapia y 70% con fotones de 18 MV. Dosis media próstata: 70 Gy. En 673 pacientes se ha valorado el control bioquímico según la definición propuesta por ASTRO. Para la valoración de la toxicidad se han utilizado las escalas de la RTOG. Resultados: *Respuesta a la radioterapia: 18% no respondieron a la radioterapia. Existe una diferencia estadísticamente significativa entre el valor medio del PSA nadir del grupo de pacientes que presentaron fallo bioquímico y el del grupo sin fallo bioquímico (1.12 vs 0.65 ng/ml; p< 0.001). Un PSA nadir ≥ 1 ng/ml se asocia con mayor probabilidad de presentar fallo bioquímico (p=0.013)...

A experiência da radioterapia oncológica para os pacientes: um remédio-veneno; La experiencia de los pacientes sometidos a radioterapia oncológica: una medicina-veneno; The oncologic radiotherapy experience for patients: a poison-drug

Muniz, Rosani Manfrin; Zago, Marcia Maria Fontão
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2008 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
37.34%
O estudo objetivou compreender a experiência da radioterapia oncológica para os pacientes. A abordagem da antropologia interpretativa e o método etnográfico nortearam a investigação. Foram informantes dez pacientes de ambos os sexos, na faixa etária de 34 a 80 anos, acompanhados durante o tratamento radioterápico. Os dados foram coletados por entrevistas semi-estruturadas, observação participante e levantamento em prontuários. A análise dos discursos dos informantes possibilitou a identificação das unidades de significado: o encontro com a radioterapia, o corpo como veículo de ação da radioterapia e as práticas alternativas de cuidado aliviando os efeitos do tratamento. Compreende-se, aqui, que a experiência da radioterapia oncológica significou para esses pacientes a necessidade de se submeterem a uma terapêutica com característica de remédio-veneno, que causa temor, mas que era necessária se a meta fosse a cura ou mesmo a sobrevivência ao câncer.; El estudio tuvo como objetivo comprender la experiencia de los pacientes sometidos a radioterapia oncológica. El abordaje de la antropología interpretativa y el método etnográfico orientaron la investigación. Los participantes del estudio fueron diez pacientes de ambos sexos...

Estenosis de la anastomosis vesicouretral tras prostatectomía radical y radioterapia postoperatoria

Muñoz,D.; Vicens,A.; García-Montes,F.
Fonte: Actas Urológicas Españolas Publicador: Actas Urológicas Españolas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/05/2011 SPA
Relevância na Pesquisa
37.3%
Objetivo: conocer la incidencia de la estenosis de la anastomosis vesicouretral en pacientes con cáncer de próstata tratados con prostatectomía radical. El objetivo secundario fue analizar si la radioterapia postoperatoria incrementa el riesgo de presentar una estenosis de la anastomosis. Material y métodos: se revisaron retrospectivamente las historias de los pacientes sometidos a prostatectomía radical como tratamiento primario entre enero 2000 y diciembre del 2008, con un seguimiento clínico mínimo de 12 meses. Del total de pacientes 258 cumplían los requisitos anteriores. De ellos 25 (9,6%) recibieron radioterapia postoperatoria, 12 (48%) de forma adyuvante y 13 (52%) de rescate. La edad media de los pacientes irradiados fue 64 (46-77) años. La mediana del PSA pre-radioterapia fue 2,3 (0,04-26,1) ng/ ml. El tiempo medio entre la cirugía y la radioterapia fue 17,4 (3-72) meses. La dosis media administrada fue 68 (58-70) Gy. El seguimiento medio fue 50,5 (15-117) meses. Resultados: de 25 pacientes prostatectomizados que recibieron radioterapia 4 (16%) desarrollaron estenosis de la anastomosis vesicouretral. El tiempo medio desde la finalización de la radioterapia hasta la aparición de la estenosis fue de 4 meses (1-22). Por otro lado...

Radioterapia estereotáctica

Aristu,J.J.; Ciérvide,R.; Guridi,J.; Moreno,M.; Arbea,L.; Azcona,J.D.; Ramos,L.I.; Zubieta,J.L.
Fonte: Anales del Sistema Sanitario de Navarra Publicador: Anales del Sistema Sanitario de Navarra
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/01/2009 SPA
Relevância na Pesquisa
37.3%
La radioterapia con técnica estereotáctica es una modalidad de radioterapia externa que utiliza un sistema de coordenadas tridimensionales independientes del paciente para la localización precisa de la lesión. También se caracteriza porque los haces de irradiación son altamente conformados, precisos y convergentes sobre la lesión que hacen posible la administración de dosis muy altas de radioterapia sin incrementar la irradiación de los órganos o estructuras sanas adyacentes. Cuando el procedimiento se realiza en una sesión de tratamiento se denomina radiocirugía y si se administra en varias sesiones se denomina radioterapia estereotáctica. Se precisa de sistemas de fijación e inmovilización del paciente especiales (guías o marcos estereotácticos) y dispositivos de radioterapia capaces de generar haces muy conformados (acelerador lineal, gammaknife, cyberknife, tomoterapia, ciclotrones). La radioterapia estereotáctica moderna utiliza marcas radioopacas intratumorales o sistemas de imágenes de TAC incluidos en el dispositivo de irradiación, que permiten una precisa localización de las lesiones móviles en cada sesión de tratamiento. Además, los avances tecnológicos hacen posible coordinar los movimientos de la lesión en la respiración con la unidad de radioterapia (gaiting y tracking) de forma que pueden estrecharse al máximo los márgenes y por lo tanto excluir un mayor volumen de tejido sano La radiocirugía está indicada principalmente en lesiones cerebrales benignas o malignas menores de 3-4 centímetros (malformaciones arteriovenosas...

Radioterapia y cirugía como tratamiento integrado en adenocarcinoma de endometrio estadio II-B

Pezzetti,Lucía; Suárez,Carmen María; Medina,Sheila; Peña,Josepmilly; Mijares,Alirio; Muñoz,José
Fonte: Casa publicadora Ateproca C.A Publicador: Casa publicadora Ateproca C.A
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 ES
Relevância na Pesquisa
37.3%
OBJETIVO: El objetivo del presente trabajo fue el de establecer la diferencia estadística, con relación a sobrevida global e intervalo libre de enfermedad en pacientes con carcinoma endometrial clasificadas como estadio II-B, tratadas en el servicio de ginecología del Hospital “Padre Machado” unas con radioterapia preoperatoria más cirugía y otras que fueron tratadas con cirugía más radioterapia posoperatoria. MÉTODOS: Se incluyen 23 pacientes con carcinoma endometrial clasificadas como estadio II-B, vistas y tratadas entre 1990 - 2001; a 15 de las pacientes, se les practicó cirugía más radioterapia posoperatoria, y a 8 de las pacientes radioterapia externa más braquiterapia preoperatoria y luego cirugía. El tratamiento quirúrgico para ambos grupos fue el denominado “protocolo de endometrio”. RESULTADOS: La edad promedio fue 60 años. La dosis promedio de radioterapia externa fue 50 Gy para el grupo con radioterapia posoperatoria y de 70 Gy para aquellas con radioterapia preoperatoria. La tasa de recurrencia y sobrevida global fue del 20 % y 86,67 % respectivamente, en pacientes con tratamiento quirúrgico primario, en comparación con el 12,5 % y 87,5 %, de aquellas tratadas con radioterapia preoperatoria. CONCLUSIÓN: No hubo diferencia estadísticamente significativa entre ambos grupos...