Página 1 dos resultados de 828 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Efeito da quitosana e da radiação UV-C no controle de Guignardia citricarpa em laranja pós-colheita; Effect of chitosan and UV-C on the control of Guignardia citricarpa on postharvest orange

Rappussi-da-Silva, Maria Cristina Canale
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.66%
O Brasil é o maior produtor e exportador de suco de laranja, sendo esta uma das mais importantes atividades econômicas para o país. Os frutos são afetados pela mancha preta dos citros, causada por Guignardia citricarpa, que deprecia comercialmente os frutos, provoca queda prematura e eleva o custo de produção. Medidas alternativas ao controle químico clássico vêm sendo estudadas e, neste contexto, insere-se a indução de resistência. O presente trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos in vitro da quitosana e radiação UV-C sobre o crescimento micelial, germinação e formação de apressórios por G. citricarpa e a ação destes agentes abióticos no controle da doença em laranjas pós-colheita, sob armazenamento ambiente e refrigerado, estudando-se também mecanismos de resistência ativados no tecido vegetal em resposta ao tratamento de melhor eficiência. Para tanto, foram utilizadas as concentrações de 0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0 e 3,0% de quitosana e as doses de 0,52; 1,04; 3,13; 10,44 e 15,66 kJ.m-2 da radiação UV-C. A quitosana inibiu o crescimento micelial do fungo e estimulou a germinação e formação de apressórios, os quais se mostraram morfologicamente alterados. A UV-C não inibiu o crescimento micelial...

Interação entre quitosana e modelos de membrana celular: filmes de Langmuir e Langmuir-Blodgett (LB); Interaction between chitosan and cell membrane models: Langmuir and Langmuir-Blodgett (LB) films.

Pavinatto, Felippe José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.68%
Quitosana é um polissacarídeo usado em diversas aplicações biológicas, por exemplo, em liberação controlada de drogas, transfecção, aceleração da cicatrização de feridas e como agente bactericida, entre outras. Em todas essas aplicações, o polímero interage com tecidos e células. Entretanto, embora sua ação seja comprovada, os mecanismos de ação e a interação do polímero com células e biomembranas no nível molecular ainda não são conhecidos. Nesta tese de doutorado, filmes de Langmuir e Langmuir-Blodgett (LB) de lipídios foram usados como modelos de membrana celular para estudar em nanoescala a interação e os efeitos causados pela quitosana. Primeiramente, observou-se que a quitosana, um polieletrólito solúvel em pH ácidos, possui atividade superficial induzida na presença de um filme interfacial de lipídio, demonstrando que o polímero possui interação favorável com membranas. Após adsorver sobre as monocamadas, a quitosana expande as mesmas, o que ocorre apenas até uma determinada concentração de polímero, denominada concentração de saturação. A magnitude dessa expansão é menor para filmes compactos, o que sugere que a quitosana é parcialmente expulsa da interface, localizando-se na subsuperfície. Isso foi comprovado com o uso de filmes LB...

Estudos físico-químicos de O-carboximetilação de quitosana; Physico-chemical studies of O-carboxymethylation of chitosan

Silva, Daniella de Souza e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.67%
Modificações químicas são executadas com o objetivo de preparar derivados de quitosana com melhores propriedades, inclusive a solubilidade, ampliando as suas possibilidades de aplicação. Neste projeto, gládios de lulas foram utilizados para a extração de beta-quitina, a qual foi submetida ao processo de desacetilação assistida por irradiação de ultrassom de alta intensidade visando à produção de quitosana extensivamente desacetilada. A quitosana extensivamente desacetilada foi então submetida à reação de carboximetilação, visando à preparação de O-carboximetilquitosana. Foram estudados os efeitos da razão molar quitosana/ácido monocloroacético e do tempo sobre a reação de carboximetilação de quitosana e as características do produto obtido. As características estruturais e morfológicas das amostras geradas neste projeto, a saber, beta-quitina, quitosana e os produtos de carboximetilação de quitosana, foram determinadas pelo emprego de espectroscopias de ressonância magnética nuclear e no infravermelho, análise elementar, difração de raios X e microscopia eletrônica de varredura. Medidas de viscosidade foram empregadas para a determinação de massas molares médias viscosimétricas de quitina...

Blendas e filmes de quitosana/amido de milho: estudo da influência da adição de polióis, oxidação do amido e razão amilose/amilopectina nas suas propriedades; Chitosan/corn starch blends and films. Influence of polyol addition, starch oxidation and amylose/amylopectin ratio in their properties

Horn, Marilia Marta
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.66%
Os filmes de quitosana/amido são utilizados para preparação de sistemas biocompatíveis de liberação controlada, materiais de revestimento e filmes comestíveis. As propriedades reológicas, térmicas, mecânicas, de taxa de transmissão de vapor de água (WVP) e solubilidade foram avaliadas em função das mudanças estruturais do amido (gelatinizado ou oxidado), da adição de polióis (etilenoglicol, glicerol e sorbitol) e da razão amilose/amilopectina (73% e 100% amilopectina). Os ensaios de reologia mostraram que as blendas formadas por quitosana e amido (100% amilopectina) tiveram interações mais fortes quando comparadas com as blendas de quitosana/amido (73% amilopectina), tanto na forma oxidada quanto na forma gelatinizada. Os polióis causam mudanças nas redes tridimensionais formadas entre a quitosana e o amido, tanto quando se usa amido gelatinizado como quando se usa o amido oxidado. Os valores de G´ encontrados para as blendas preparadas com amido oxidado foram em todos os casos menores em relação às blendas preparadas com amido gelatinizado, indicando diferenças na estrutura do gel formado e também na organização dos seus componentes. Essas mudanças foram resultantes da associação que ocorre entre a quitosana e o amido oxidado que é diferente daquela que ocorre entre quitosana e amido gelatinizado. A oxidação do amido A termogravimetria mostrou que a razão amilose/amilopectina não influencia o perfil de perda de massa e a oxidação amido aumenta a quantidade de água nos filmes e também diminui a estabilidade térmica observada por Tonset. O glicerol é o poliol que provoca maiores mudanças no comportamento de perda de massa dos filmes...

Efeito de diferentes concentrações de quitosana na dieta de novilhos Nelore; Effect of different levels of chitosan in Nellore steers diet

Araújo, Ana Paula Chaves de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.64%
O objetivo do presente trabalho foi avaliar os efeitos de diferentes concentrações de quitosana nas dietas de novilhos Nelore canulados no rúmen sobre o consumo e digestibilidade aparente total da matéria seca e nutrientes, fermentação e síntese de proteína microbiana ruminal, concentrações de parâmetros sangüíneos, e os balanços de energia e de nitrogênio. Foram utilizados 8 novilhos canulados da raça Nelore. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em 2 quadrados latinos 4 x 4 balanceados e contemporâneos, para receber as seguintes rações experimentais: 1) Controle (Q0), composta por ração sem a inclusão de quitosana; 2) Q50, com a inclusão de 50 mg/kg de peso corporal de quitosana; 3) Q100, com a inclusão de 100 mg/kg de peso corporal de quitosana; e 4) Q150, com a inclusão de 150 mg/kg de peso corporal de quitosana. Diariamente foram realizadas pesagens das quantidades dos volumosos e concentrados fornecidos e das sobras de cada animal, para estimativa do consumo. As amostras de sobras, silagem e fezes foram coletadas do 15° ao 18° dias de cada período experimental, armazenadas em sacos plásticos em freezer à 20°C, e posteriormente submetidas a análises químico-bromatológicas dos principais nutrientes. Na determinação da digestibilidade aparente total dos nutrientes a quantidade total de matéria seca fecal excretada foi estimada pela concentração de fibra em detergente ácido indigestível (FDAi). As amostras de líquido ruminal foram coletadas no último dia de cada período...

Biomateriais binários de quitosana/amido e quitosana/gelatina em L-ácido lático; Chitosan/starch and chitosan/gelatin binary biomaterials solubilized in L-lactic acid

Denari, Nizia Sophia Mayer
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.73%
Derivada da quitina, a quitosana apresenta aplicações que variam desde a liberação controlada de fármacos, a filmes de revestimento comestível, biomaterial, lentes de contato. A utilização da beta-quitina para obter a quitosana é vantajosa, pois apresenta-se menos alergênica e mais reativa que a alfa-quitina. A combinação da quitosana com outros materiais pode proporcionar materiais com diferentes propriedades e neste trabalho foram estudadas as misturas de quitosana/gelatina e quitosana/amido, solubilizadas em L-ácido lático. Técnicas como FT-IR, termogravimetria, absorção de água, ensaios de DMA no modo tração e análises reológicas foram usadas em ambas as misturas nas proporções 2:1, 1:1 e 1:2. Os espectros FT-IR mostraram que nos géis e filmes ocorreu interação eletrostática entre os componentes. A termogravimetria mostrou que há diminuição da estabilidade térmica dos componentes quitosana e gelatina quando em presença do L-ácido lático, mas o amido pouco foi afetado pela presença do L-ácido lático. Para os filmes, tanto no caso de quitosana/gelatina quanto no caso quitosana/amido, as misturas mais estáveis termicamente são as que contêm maior quantidade de gelatina ou amido. Isso mostra que é favorável a adição de gelatina ou amido à quitosana quando se deseja maior resistência à temperatura. O aumento da concentração de gelatina ou amido nos filmes de quitosana em L-ácido lático aumentou a absorção de água...

Sintese e caracterização de membranas de quitosana para aplicação na regeneração de pele; Synthesis and characterization of chitosan membranes for application in skin regeneration

Paula Rulf Marreco Dallan
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.66%
A quitosana é um polissacarídeo atóxico, biocompatível e biodegradável, que possui propriedades antimicrobiana e cicatrizante e, em decorrência destas propriedades, apresenta grande potencial de uso na confecção de biomateriais. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi a realização de um estudo sistemático quanto à influência da concentração da solução de partida de quitosana no custo e nas características físicas (morfologia, espessura, grau de hidratação e cristalinidade), mecânicas (resistência mecânica e ductilidade) e biológicas (resistência à degradação enzimática, adesão e proliferação celular) de membranas densas de quitosana para uso no tratamento de queimaduras, bem como quanto ao efeito da substituição de parte da quitosana utilizada na formulação dos materiais por quitina e/ou glicerol. A influência da técnica de esterilização nas características das membranas sintetizadas (morfologia, espessura, propriedades mecânicas e citotoxicidade) foi avaliada utilizando-se três diferentes agentes de esterilização (etanol a 70%, óxido de etileno e radiação gama). O óxido de etileno foi aquele que apresentou os resultados mais promissores em termos de manutenção das características iniciais dos biomateriais sintetizados...

Montagem de equipamento, desenvolvimento, caracterização e aplicações médico-farmacológicas de nanofibras eletrofiadas à base de blendas de quitosana; Design and assembly of equipment, development, characterization and medical-pharmacological applications of electrospun nanofibers based on chitosan blends

Maria Trindade Marques Bizarria
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.67%
A obtenção de nanofibras de polímeros biocompatíveis, baseadas em quitosana, bem como a montagem de equipamento capaz de produzi-las, foi o principal objeto deste trabalho. Com este propósito, buscou-se de início reunir os dispositivos eletrônicos e mecânicos indispensáveis à prática da eletrofiação e um equipamento básico, de baixo custo, mas funcional foi construído. Com base na literatura, o ácido acético glacial a 90% em água deionizada foi o solvente utilizado para preparo das soluções de quitosana. Para viabilizar o processo da produção das nanofibras pela técnica da eletrofiação utilizaram-se blendas de soluções de quitosana com soluções de outros polímeros biocompatíveis em vez de soluções de quitosana pura. Assim, blendas de soluções de quitosana com soluções aquosas do poli(óxido de etileno) - PEO , bem como, com soluções aquosas de Poli(álcool vinílico) - PVA, em diversas proporções, foram eletrofiadas. O Poli(óxido de etileno) mostrou superior desempenho, como auxiliar na fiação da quitosana, permitindo a obtenção de fibras com até 80% de quitosana, e com diâmetros inferiores àqueles obtidos com as blendas de soluções de quitosana/PVA. A adição de um eletrólito (NaCl) às soluções blendas de quitosana/PEO proporcionou um processo fácil ininterrupto...

Membrana densa de quitosana contendo nanopartículas de cobre : caracterização e possíveis aplicações; Chitosan membrane containing copper nanoparticles : characterization and possible applications

Fernanda Condi de Godoi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PT
Relevância na Pesquisa
37.66%
Dentre os biopolímeros que têm maior capacidade em formar complexos metálicos, a quitosana (QUI) ocupa posição de destaque. Os materiais feitos de quitosana-metal podem ter aplicações em diferentes campos, tais como: na engenharia ambiental, na medicina, na catálise e até no desenvolvimento de biosensores. A quitosana pode atuar como um agente redutor e estabilizante de nanopartículas metálicas. O presente estudo aborda o tema que envolve o estudo de nanopartículas metálicas tendo como suporte quitosana. Escolheu-se como metal o cobre, pois a adsorção deste pela quitosana já é bem conhecida pela comunidade científica. Neste contexto, objetivou-se: (1) Sintetizar e caracterizar membrana QUI contendo nanopartículas de cobre; (2) avaliar o comportamento higroscópico e a (3) influência da presença de nanopartículas de cobre na adsorção de Cr(VI) e V(V) em membrana QUI. As nanopartículas de cobre foram sintetizadas pela reação de oxi-redução entre os cátions Cu(II), adsorvidos previamente à membrana de quitosana, e o agente redutor NaBH4. Verificou-se, por meio da técnica Espectroscopia de Absorção de Raios X Dispersiva (DXAS), que ao final do processo de redução as espécies de cobre eram compostas por 63% de Cu(0) e 37% de Cu(I). O comportamento higroscópico das membranas de quitosana com e sem cobre foi avaliado por curvas isotérmicas (25 °C) de sorção de água em equipamento DVS. As curvas foram analisadas pelo Modelo GAB e pela teoria de Zimm-Lundberg. De acordo com a segunda teoria...

Impregnação do corante natural antocianina em Matriz polimérica de quitosana e quitosana/ alginato E estudos de liberação

LEIDENS, Karen
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 55 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.67%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Curso de Química.; Novas fontes de corantes naturais tem sido motivo de intensas pesquisas realizadas com intuito de substituir os corantes sintéticos utilizados pela indústria de alimentos. Porém, a instabilidade dos corantes naturais frente a fatores como pH, oxigênio, luz e temperatura, torna necessário o desenvolvimento de técnicas para reduzir a instabilidade e prolongar o tempo de vida útil destes compostos. O aparecimento progressivo de restrições na utilização de corantes sintéticos, devido a problemas toxicológicos e/ou alérgicos, favorece o desenvolvimento de novas formas de proteção aos produtos naturais. Neste trabalho, foi investigada a eficiência dos biopolímeros quitosana e quitosana/ alginato no processo de microencapsulação do corante natural antocianina. Foram preparadas microesferas de quitosana e quitosana/ alginato pelo método de separação de fases via coacervação simples. O corante foi impregnado nas microesferas de quitosana e quitosana/ alginato a partir do método de impregnação através, da técnica de adsorção por contato. A quantidade de corante impregnado foi determinada por espectrometria eletrônica de UV-Vis. As diferentes amostras de microesferas foram caracterizadas por IV...

Desenvolvimento de filmes de quitosana com atividade antioxidante

Cunha, Ângela Maria Martins Vieira da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.7%
Os filmes obtidos a partir de polímeros naturais e renováveis têm criado grande interesse na indústria alimentar. A quitosana é um polímero, com propriedades funcionais importantes na área alimentar, tais como biocompatibilidade, atividade antimicrobiana e antioxidante, não-toxicidade, e a capacidade de formar filmes. No entanto, os filmes de quitosana apresentam alta solubilidade em soluções aquosas ácidas. O objetivo principal deste trabalho foi o desenvolvimento de filmes de quitosana com atividade antioxidante e insolúveis em meio ácido para posterior aplicação no processo de vinificação como conservante. Foram preparados filmes de quitosana por evaporação de solvente e reticulados com genipina para os tornar insolúveis em soluções hidroalcoólicas ácidas. No desenvolvimento dos filmes diferentes parâmetros foram otimizados: o tipo de quitosana (alta, média e baixa viscosidade), a concentração de genipina (0,05- 0,1%), o tempo de reação entre a quitosana e a genipina (2, 4, 6, 8, 12 e 24 h) e o tipo e concentração de plastificante (glicerol ou sorbitol, 0,75-2% (m/v)). Com o intuito de melhorar a atividade antioxidante do filme de quitosana com genipina foi testada a incorporação de um extrato de Aloe vera ou oligoquitosanas. Os filmes de quitosana-genipina apresentaram menor solubilidade em soluções ácidas quando comparados com os filmes de quitosana. Foi observado que os filmes com quitosana de média viscosidade apresentaram o menor valor de solubilidade (13 %). O aumento da concentração de genipina na gama estudada não diminuiu a solubilidade do filme em meio ácido. Enquanto que o aumento de tempo de reação de 2 para 24 h entre o agente reticulante e a quitosana diminui a solubilidades dos filmes em 38 %. Os filmes de quitosana-genipina em que foi incorporado um extrato de Aloe vera ou oligoquitosanas obtiveram uma atividade antioxidante superior à dos filmes preparados apenas com quitosana. No entanto...

Produção, Caracterização e Atuação Anticariogênica da Quitosana extraída de Cunninghamella elegans UCP 542

Christina Montenegro Stamford, Thayza; Maria de Campos Takaki, Galba (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.68%
A cárie dentária é uma doença infecto-contagiosa que acomete cerca de 95% da população mundial. A placa bacteriana dentária é constituída principalmente por microrganismos do gênero Streptococcus, considerado o principal agente etiológico da cárie. A eficiência de produtos sintéticos e naturais que interferem nas propriedades adesivas e na colonização da cavidade bucal por bactérias cariogênicas, visando prevenir a cárie vem sendo objeto de pesquisas recentes. A quitosana é um polissacarídeo natural, biocompatível e biodegradável, derivado da N-deacetilação da quitina. A quitina é encontrada na parede celular de fungos, exoesqueleto de crustáceos e cutículas de inseto. A quitosana foi estudada devido às suas propriedades de inibição do crescimento bacteriano e do processo de colonização da superfície dentária por bactérias cariogênicas. Com este objetivo, foi realizado um screening de meios de cultura para a produção de quitina e quitosana por Cunninghamella elegans (UCP 542). O meio selecionado a base de jacatupé (Pachyrhizus erosus L. Urban), apresentou maior produção de biomassa (20,4g/L), de quitina (409mg/g de biomassa) e de quitosana (39,1mg/g de biomassa). A quitosana microbiológica isolada apresentou grau de deacetilação em torno de 85% e massa molar média viscosimétrica (Mv) de 4...

Filmes e beads à base de quitosana: incorporação de compostos luminescentes e estudos de interações hospedeiro-hóspede

Santos Carvalho dos Anjos, Fernanda; Galembeck, André (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.66%
A quitosana é um polissacarídeo obtido, geralmente, a partir da hidrólise da quitina, em meio alcalino, por meio de reação de desacetilação em temperaturas elevadas sob condições heterogêneas. As propriedades da quitosana e, conseqüentemente, suas aplicações dependem do seu grau de desacetilação e da sua massa molar média. Assim a primeira parte deste trabalho consistiu na caracterização de três quitosanas utilizadas nesse trabalho, por espectroscopia no infravermelho, RMN 1H, RMN 13C e medidas viscosimétricas. O grau de desacetilação das quitosanas ficou entre 68% e 78% e a massa molar entre 2,75 x 105 e 3,34 x 105 g.mol-1. As análises de difração de raios-X mostraram que os índices de cristalinidade de todas as quitosanas purificadas foram maiores do que as quitosanas não purificadas devido à reorganização das cadeias durante o processo de aquecimento. Na segunda parte do trabalho, foram preparados filmes e beads de quitosana. Os filmes foram obtidos a partir de soluções de quitosana, que foram depositados em uma superfície plana de poliestireno para a evaporação do solvente. Após secagem os filmes formados foram removidos por destacamento. Os beads foram obtidos a partir do gotejamento de soluções de quitosana em solução de trifosfato de sódio. Estes são imediatamente formados...

Potencial do efeito antimicrobiano in vitro de quitosana extraída de Mucor circinelloides UCP 050: uma abordagem para uso em sistemas de conservação de alimentos

Elizabeth Cavalcante Fai, Ana; Lúcia Montenegro Stamford, Tânia (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Recentemente, a quitosana vem despertando bastante interesse em relação às suas aplicações em produtos alimentícios e farmacêuticos. Entre outras, a atividade antimicrobiana deste biopolímero tem sido apontada como uma das suas mais interessantes propriedades. O objetivo deste estudo foi extrair e caracterizar a quitosana da biomassa de Mucor circinelloides (UCP 050) e avaliar a efetividade desta na inibição do crescimento in vitro de cepas de bactérias patogênicas/deteriorantes de interesse em alimentos. Quitosana proveniente de caranguejo foi utilizada para comparação. A fim de determinar as concentrações mínimas bacteriostáticas e bactericidas das quitosanas foi realizado o teste de Heilman. Foi utilizada fermentação submersa para produção de quitosana por Mucor circinelloides (UCP 050) utilizando como substrato meio de cultura alternativo a partir de Jacatupé (Pachyrhizus erosus, (L) URBAN). Avaliou-se, ainda, o crescimento de M. circinelloiodes em diferentes tempos (24, 48, 72 e 96 horas), incubado a 28ºC e 150 rpm. Quitina e quitosana foram extraídas por tratamento álcali-ácido e a quitosana caracterizada por espectroscopia ao raio de Infravermelho, viscosidade, análise térmica e difração de raio X. M. circinelloides crescido em meio de cultura jacatupé apresentou rendimento de biomassa máximo (20.7 g.L-1) em 96 horas...

Utilização de quitosana no revestimento de filés de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) e na preparação de filmes incorporados com óleos essenciais

Santos, Fábio Marcel da Silva; Bezerra, Ranilson de Souza (Orientador); Cunha, Maria das Graças Carneiro da (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
37.69%
Tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus), uma das espécies de peixe mais cultivadas no mundo, é uma importante fonte de proteínas de alta qualidade para os seres humanos. No entanto, assim como o pescado de um modo geral, é altamente susceptível à deterioração microbiológica e química. Dentre os processos de conservação de alimentos desenvolvidos, a defumação é um dos mais antigos meios utilizados para conservação de pescado ou produtos de origem animal. A defumação líquida é um método que utiliza os componentes da fumaça sob a forma de extrato líquido concentrado; fornecendo vários benefícios, tais como a eliminação de compostos cancerígenos e controle uniforme da cor e sabor do produto. A quitosana é um polissacarídeo, capaz de formar filmes e revestimentos comestíveis, que é obtido a partir da hidrólise alcalina do grupo N-acetil da quitina, o componente principal das carapaças de crustáceos. Óleos essenciais de plantas (EOs) são agentes antimicrobianos naturais interessantes para serem incorporados em filmes comestíveis, devido a estes extratos vegetais apresentarem características adicionais, tais como efeitos antimicrobianos e antioxidantes. O objetivo geral deste estudo foi avaliar a eficácia do revestimento de quitosana e quitosana contendo glicerol sobre a qualidade de tilápia do Nilo e preparar filmes de quitosana incorporados com óleos essenciais. O primeiro estudo avaliou os filés de tilápia revestidos com quitosana e filés com revestimento de quitosana com glicerol. As amostras foram armazenadas a 4°C por 12 dias para avaliação físico-química e microbiológica. Estudos posteriores avaliaram também a qualidade dos filés de tilápia submetidos a defumação líquida e utilizando revestimento de quitosana com glicerol. A defumação do pescado foi realizado com a imersão dos filés em solução de 20% NaCl (p/v) e posteriormente em 20 % fumaça líquida (v/v). Em seguida...

Avaliação das propriedades da blenda de poli(3-hidroxibutirato) (PHB)/quitosana após processos de esterilização térmica ou radiolítica

Souza, Grasielly Karine Martins de; Vinhas, Glória Maria (Orientadora); Santos, Andrelina Maria Pinheiro (Co-orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
37.66%
A crescente utilização de produtos fabricados a partir de polímeros não-biodegradáveis, provenientes de rota petroquímica, como copos descartáveis, garrafas e sacolas plásticas, têm contribuído para o acúmulo de resíduos plásticos no planeta. Uma alternativa viável para solução deste problema é a utilização de polímeros biodegradáveis para produção destes produtos. Além disso, alguns polímeros biodegradáveis, como o poli(3-hidroxibutirato) (PHB) e a quitosana, têm aplicações médico-hospitalares e alimentícias, por apresentarem propriedades, como atoxicidade e biocompatibilidade. No entanto, nestes setores há a necessidade da esterilização dos seus produtos. Portanto, o presente trabalho teve como principal objetivo a avaliação das propriedades morfológicas, mecânicas e térmicas de blendas de PHB/quitosana após processos de esterilização térmica ou radiolítica. As blendas foram preparadas pelo método casting solution (0,7% m/m de quitosana) e suas propriedades foram avaliadas a partir de diversas técnicas, como espectroscopia do infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), ressonância magnética nuclear (RMN-1H), microscopia eletrônica de varredura (MEV), ensaio de tração, calorimetria exploratória diferencial (DSC) e análise termogravimétrica (TGA). Os filmes obtidos de PHB e PHB/quitosana apresentaram-se homogêneos e opacos...

Alquilação redutiva da quitosana a partir do glutaraldeído e 3-amino-1-pr; Reductive alkylation of chitosan by glutaraldehyde and 3-amino-1-propanol

Alves, Keila dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.69%
Chitosan derivatives were prepared by reductive alkylation using glutaraldehyde and 3-amino-1-propanol. The reducing agent used was the sodium borohydride. Tests of solubility, stability and viscosity were performed in order to evaluate these parameters effects in the reaction conditions (molar ratio of the reactants and presence of nitrogen in the reaction system). The molecular structure of commercial chitosan was determined by infrared (IR) and hydrogen nuclear magnetic resonance spectroscopy (1H NMR). The intrinsic viscosity and average molecular weight of the chitosan were determined by viscosimetry in 0.3 M acetic acid aqueous solution 0.2 M sodium acetate at 25 ºC. The derivatives of chitosan soluble in aqueous acidic medium were characterized by 1H NMR. The rheological behavior of the chitosan and of the derivative of chitosan (sample QV), which presented the largest viscosity, were studied as a function of polymer concentration, temperature and ionic strength of the medium. The results of characterization of the commercial chitosan (the degree of deacetylation obtained equal 78.45 %) used in this work confirmed a sample of low molar weight (Mv = 3.57 x 104 g/mol) and low viscosity (intrinsic viscosity = 213.56 mL/g). The chemical modification of the chitosan resulted in derivatives with thickening action. The spectra of 1H NMR of the soluble derivatives in acid aqueous medium suggested the presence of hydrophobic groups grafted into chitosan in function of the chemical modification. The solubility of the derivatives of chitosan in 0.25 M acetic acid aqueous solution decreased with increase of the molar ratio of the glutaraldehyde and 3-amino-1-propanol in relation to the chitosan. The presence of nitrogen and larger amount of reducing agent in reaction system contributed to the increase of the solubility...

Estudo do comportamento térmico e da luminescência de filmes de quitosana com os íons Eu3+ e Tb3+

Oliveira, Roseane Silva de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.69%
Films of chitosan with trivalent lanthanides ions Eu3+ and Tb3+ were respectively prepared in the ratio of 3:1 m/m (chitosan: lanthanide) and 6:1 m/m (chitosan: lanthanide). There were no formations of films in a ratio of 1:1 m/m (chitosan: lanthanides). The films of chitosan with the Tb3+ ion have the same transparent appearance than the pure chitosan films. The film of chitosan with Eu3+ ion has a muddy appearance. These films present good resistance to tear. The appearance of the compounds prepared in ratio 1:1m/m is a white powder. The films and compounds of chitosan were characterized by Elementary Analysis (CHN), Thermal Analysis (TG/DTG) and Spectroscopy of Luminescence. The CHN analysis was made only for compounds prepared in ratio 1:1m/m, suggesting that these compounds possess the formula QUILn.6H2O, where QUI = Chitosan and Ln = Lanthanide. The results of the curves TG/DTG indicated that there are strong interactions between Eu3+ or Tb3+ and chitosan, causing a lesser lost of mass in the films. The luminescence analysis showed that the films of chitosan with the ions Eu3+ and Tb3+ present emissions in the region of the visible one, with bands of the chitosan and of the Eu3+ ion. The luminescence analysis of the compounds of chitosan with the Eu3+ and Tb3+ ions suggest that the chitosan does not transfer into energy to the ions lanthanides...

Processo de revestimento a base de quitosana em papel kraft : propriedades mecanica de barreira e biodegradabilidade; Chitosan coating process in kraft paper : biodegradability, mechanical and barrier properties

Arlete Barbosa dos Reis
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.66%
O revestimento de folhas de papel Kraft foi estudado visando o desenvolvimento de um novo material com potencial para uso em embalagens. Este sistema de recobrimento utilizou apenas matérias-primas naturais de fontes renováveis: a quitosana, um polímero proveniente do descarte da indústria pesqueira e o ácido palmítico. Foram estudadas formulações de recobrimento contendo somente quitosana ou quitosana emulsionada com acido palmítico. Filmes de quitosana (4,0% m/m) e filmes emulsionado de quitosana com a incorporação do lipídio (4,0% de quitosana e 2,0% de ácido palmítico) foram preparados e caracterizados visando o estudo das propriedades de barreira à umidade. Em seguida, amostras com dimensões padronizadas de papel Kraft comercial foram recobertas utilizando dois tipos de extensores (80um e 40um) conferindo gramaturas que variaram entre 0,71g/m2 e 1,06g/m2. Este material foi denominado sistema de embalagem papel-filme de quitosana e sistema de embalagem papel-filme emulsionado de quitosana, os quais foram avaliados quanto à homogeneidade do revestimento, propriedades mecânicas, superfície, barreira a vapor d'água, capacidade de absorção de água e biodegradabilidade. Foi observado aumento da barreira ao vapor d'água na ordem 28% para o sistema de embalagem papel-filme de quitosana e 70% no sistema de embalagem papel-filme emulsionado de quitosana...

Estudo da remoção de alumínio de água para abastecimento utilizando quitosana

Folzke, Cristiane Tarouco
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 115 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.72%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-graduação em Engenharia Ambiental, Florianópolis, 2013; Este estudo teve como objetivo principal remover o íon metálico Al3+ presente em água de abastecimento utilizando o biopolímero quitosana como material adsorvente. A Portaria n0 2.914/2011 do Ministério da Saúde estabelece que a concentração máxima admitida deste íon na água potável é 0,2 mg/L. No entanto, na região carbonífera de Santa Catarina foram identificados diversos pontos onde a água subterrânea apresenta valores superiores ao estabelecido por esta Portaria referente ao parâmetro Al3+. Este fato torna-se preocupante à medida que estudos associam a ingestão de alumínio a males neurológicos, podendo ser um fator desencadeante da doença de Alzheimer. Visando remover Al3+ da água destinada ao consumo humano foram realizados estudos de adsorção com solução sintética e água natural de poço artesiano utilizando o biopolímero quitosana. A quitosana é um material abundante, atóxico e biodegradável, sendo amplamente utilizada em estudos de remoção de metais devido à sua propriedade adsorvente e capacidade para formar complexos com íons metálicos de transição devido à presença de grupos amino em sua estrutura. Para realização dos estudos utilizou-se água natural de poço artesiano coletada na cidade de Araranguá - SC...