Página 1 dos resultados de 6 itens digitais encontrados em 0.040 segundos

As relações entre qualidade de vida e agricultura familiar orgânica

Azevedo, Elaine de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.14%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.; Os conceitos de qualidade de vida, agricultura orgânica e agricultura familiar têm sido recorrentemente estudados sem que exista, entre eles, uma articulação conceitual sistematizada. Este trabalho objetiva fazer o entrelaçamento entre qualidade de vida e Agricultura Familiar Orgânica, partindo da premissa de que os aspectos subjetivos e objetivos presentes nas discussões sobre qualidade de vida também aparecem nos estudos sobre a Agricultura Familiar Orgânica. A noção de qualidade de vida, ainda em construção, é extremamente complexa e rica em dimensões subjetivas, compreendidas dentro de uma percepção ampla e multicultural. Analisando o meio rural a partir da agricultura, percebe-se que o padrão produtivo determina mudanças significativas na saúde social e ambiental e na qualidade de vida dos agricultores. Este trabalho ressalta as diferentes repercussões sócio-ambientais, culturais e sobre a saúde humana do Padrão Técnico Moderno de produção de alimentos e da Agricultura Orgânica. Essa última, ao se apresentar como um sistema produtivo que objetiva a auto-sustentação da propriedade agrícola...

Sistema de plantio direto de hortaliças (SPDH): fundamentos e estratégias para um desenvolvimento rural sustentável

Silveira, Júlio Cesar da
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 50 f.| il.
Relevância na Pesquisa
45.97%
TCC (graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, 2007; O Sistema de Plantio Direto de Hortaliças (SPDH) desenvolvido pelo pesquisador da Estação Experimental da Epagri - ituporanga - SC, Jamil Abdalla Fayad, propõe construir um caminho para o desenvolvimento sustentável e é tema gerador que aglutina e articula pessoas e entidades envolvidas com a agricultura familiar, num processo de conversão do modelo atual de produção agrícola praticado por este segmento da agricultura, não só num novo sistema de produção de hortaliças para a região, mas num caminho para o desenvolvimento rural sustentável. Este processo de conversão se baseia em qualificar o nível de formação, informação e articulação do agricultor, respeitando a sua experiência, de forma que ele também seja protagonista do processo de desenvolvimento e mudança (EPAGRI, 2004). O SPDH sendo uma ferramenta para o desenvolvimento sustentável e tendo como eixo dessa transição o equilíbrio sócio-ecológico, tem como fundamento: a manutenção dos resíduos vegetais sobre o solo, incluindo culturas específicas para este fim; o manejo das plantas espontâneas em consórcio com as hortaliças; conservar e aumentar a fertilidade natural dos solos...

Extensão rural no sistema de plantio direto de hortaliças; Rural extension in the System of Direct Seeding of Vegetables (SPDH)

Lima, Nicolas Zaslavsky de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 36 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.97%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Agrárias. Curso de Agronomia.; Uma grande limitação na transição dos agroecossistemas para sistemas de manejo onde seja respeitado o equilíbrio de fatores econômicos e socioambientais, tendo como resultado a produção de alimentos mais saudáveis do ponto de vista da contaminação por agrotóxicos, é a disponibilidade de agentes de assistência técnica e extensão rural (ATER) capacitados para dar suporte aos agricultores que tem disposição para realizar esta mudança. A extensão rural tem um papel fundamental na transição, e pode contribuir para a melhoria da qualidade de vida e para a produção de alimentos limpos, mas para auxiliar na transição de um sistema convencional para outro mais sustentável, o extensionista deve deixar de lado o antigo modelo de extensão rural, chamado de difusionismo, no qual eram depositados nos agricultores os conhecimentos gerados nas pesquisas e as inovações tecnológicas e buscar uma metodologia mais participativa. Ao mesmo tempo facilitando o reconhecimento dos problemas pelos agricultores, fomentando a busca de soluções e troca de saberes, assim como retroalimentando a pesquisa com as demandas e experiências do campo. O objetivo deste estágio foi entender melhor como ocorre o processo de extensão rural neste contexto de transição agroecológica...

Uso potencial da análise do ciclo de vida (ACV) associada aos conceitos da produção orgânica aplicados à agricultura familiar.

CALDEIRA-PIRES, A.; RABELO, R. R.; XAVIER, J. H. V.
Fonte: Cadernos de Ciência & Tecnologia, Brasília, v. 19, n. 2, p. 149-178, maio/ago. 2002. Publicador: Cadernos de Ciência & Tecnologia, Brasília, v. 19, n. 2, p. 149-178, maio/ago. 2002.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.97%
Este trabalho discute ferramentas potenciais para avaliação do impacto ambiental como estratégia necessária para a inserção no mercado, bem como para a adoção da agricultura orgânica por agricultores familiares do Brasil. Esta proposta visa incrementar o desenvolvimento regional mediante promoção de sistemas locais de mercado que não apenas acomodem as diferenças existentes no uso dos recursos, na escala de produção e nas condições agroecológicas, mas também contemplem questões importantes como o decréscimo do número de propriedades, a redução da oferta de empregos, a pobreza rural e a insegurança na qualidade da produção e na distribuição do alimento. O principal objetivo deste trabalho está baseado no potencial que o mercado de produtos orgânicos pode representar para a viabilidade da agricultura familiar, associando os aspectos que o bem-estar social, a segurança e a qualidade precisam ser considerados no mercado de produtos orgânicos. Com o intuito de estudar a viabilidade da transição de sistemas de produção familiares para a agricultura orgânica, este trabalho é desenvolvido em duas etapas. Primeiramente, a metodologia da Análise do Ciclo de Vida será aplicada em um sistema típico de produção da agricultura familiar. Em segundo lugar...

Sistemas agrossilvipastoris: uma alternativa para criação de caprinos em comunidades tradicionais do sertão baiano do São Francisco.

CAMPANHA, M. M.; HOLANDA JÚNIOR, E. V.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, 7., 2007, Fortaleza. Agricultura familiar, políticas públicas e inclusão social: anais. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, 2007. 8 f. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, 7., 2007, Fortaleza. Agricultura familiar, políticas públicas e inclusão social: anais. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, 2007. 8 f. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.83%
O Nordeste brasileiro, ocupado em sua maioria pelo clima semi-árido e o bioma caatinga, concentra 58,44% do rebanho brasileiro de ovinos e 92,58% de caprinos. O processo de degradação pelo qual vem passando esta região, causado principalmente por práticas inadequadas de exploração de seus recursos físicos e biológicos, destacando-se os sistemas de cultivo espoliativos, o superpastejo da caatinga e o extrativismo predatório, vem exaurindo gradativamente este bioma e inviabilizando técnica e economicamente a propriedade familiar. A atividade agropecuária tem relevante papel dentro do contexto de formação e desenvolvimento de uma infra-estrutura econômica e social que promove a melhoria contínua das condições de vida da população do semi-árido. A caprinocultura e a ovinocultura, como atividades tradicionais do semi-árido, associadas a objetivos diversos ligados à satisfação das necessidades sócio-econômicas de curto prazo, segurança e sobrevivência, se apresentam como uma das alternativas mais apropriadas para gerar crescimento econômico e benefícios sociais. Formas tradicionais de criação de caprinos e ovinos são encontradas em comunidades denominadas Fundo de Pasto, no Estado da Bahia. Nestas comunidades...

Agricultura familiar: uma perspectiva da qualidade de vida do produtor rural orgânico da Paraíba

Pessoa, Yldry Souza Ramos Queiroz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.12%
Knowledge of quality of life is a very complex and rich in cultural and subjective dimensions, understood in a broad sense and multivariate theme. Considering the rural areas from agriculture, it is observed that the production standard defines significant changes in the environmental context and the quality of life of rural workers. To explain the relationship between quality of life and Family Organic Agriculture, we sought to analyze the quality of life of the organic family farmer, after change in agricultural management. The research, based on a procedure exploratory study supported the articulation theoretically constructed, showed their relevance and allowed to delimit with greater security, the central question of work. The WHOQOL - 100 treated the instrument of research on quality of life that directed the field study with organic farmers from the town of Lagoa Seca / PB. Farmers and family members are from rural regions Almeida, Alvinho, Lagoa de Barro, Lagoa Gravatá, Oiti and Pau Ferro. The average time is 39 years farming and organic family farm is 16 years. In the analysis work was found that the process of production of vegetables and fruits is divided into 08 steps and with respect to workloads observations showed the presence of: physical loads...