Página 1 dos resultados de 3850 itens digitais encontrados em 0.071 segundos

Influência do apoio social na qualidade de vida do cuidador familiar de pessoas com dependência; Influence of social support on the quality of life of family caregivers while caring for people with dependence; Influencia del apoyo social en la calidad de vida del cuidador familiar de personas con dependencia

AMENDOLA, Fernanda; OLIVEIRA, Maria Amélia de Campos; ALVARENGA, Márcia Regina Martins
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.77%
O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade de vida de cuidadores familiares de pessoas dependentes atendidas por equipes de Saúde da Família e a relação com o apoio social. Foram entrevistados 66 cuidadores, utilizando o WHOQOL-bref para avaliação da qualidade de vida, e Zarit Burden Interview para a sobrecarga. O domínio Relações Sociais do WHOQOL-bref obteve o segundo melhor escore. Na análise de regressão linear múltipla, cuidadores do sexo feminino com menores escores de sobrecarga e aqueles que recebiam ajuda de alguém para realizar o cuidado alcançaram os maiores escores. Da mesma forma, cuidadoras com companheiros apresentaram maior escore médio na avaliação global da qualidade de vida e saúde do que as sem companheiros. Os resultados fornecem indícios da influência da rede de apoio social na qualidade de vida e sobrecarga dos cuidadores familiares.; The objective of this study was to evaluate the Quality of Life (QOL) of family caregivers of handicapped people attended at home by Family Health Teams and the relationship with their social support. Sixty-six family caregivers were interviewed using the WHOQOL-bref for a QOL evaluation and Zarit Burden Interview for the burden. The Social Relations domain of the WHOQOL-bref received the second best score within the domains of the instrument. During multiple linear regressions analysis...

Estudo preliminar sobre a qualidade de vida de médicos e enfermeiros intensivistas pediátricos e neonatais; Preliminary study about qualify of life of physicians and nurses working in pediatric and neonatal intensive care units; Estudio preliminar sobre la calidad de vida de médicos y enfermeros intensivistas pediátricos y neonatales

FOGAÇA, Monalisa de Cássia; CARVALHO, Werther Brunow de; NOGUEIRA-MARTINS, Luiz Antonio
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.71%
Comparar a Qualidade de Vida (QV) de médicos e enfermeiros que trabalham em UTI Pediátrica (PED) e Neonatal (NEO) e, também, avaliar se há diferença entre a QV na mesma categoria profissional, mas diferindo de acordo com a unidade de trabalho. Estudo descritivo com 37 médicos e 20 enfermeiros. O WHOQOL-100 foi utilizado. Médicos da PED diferiram estatisticamente no domínio VI (p=0,003), quando comparados com médicos da NEO. Médicos e enfermeiros da PED apresentaram diferença estatística significante no domínio V (p < 0,01), e médicos e enfermeiros da NEO apresentaram diferença estatística significante no domínio VI (p=0,05). A avaliação da QV de médicos e enfermeiros intensivistas pediátricos e neonatais mostrou-se abaixo dos escores encontrados na literatura científica, quando comparados com estudos que avaliaram pacientes com dores crônicas e com prejuízos na saúde mental, evidenciando a ocorrência de estresse ocupacional.; Compare the Quality of Life (QL) of doctors and nurses who work in Pediatric (PED) and Neonatal (NEO) Intensive Care Units, and to evaluate whether there are differences between the QL in the same job category, but differing according to the work unit. This descriptive study was performed with 37 physicians and 20 nurses. The WHOQOL100 was used. Physicians from the PED differ statistically in the field VI (p=0.003) compared with physicians from the NEO. Physicians and nurses from the PED showed a statistically significant difference in field V (p<0.01)...

"Impacto da saúde bucal na qualidade de vida" ; Oral health impact on quality of life

Lacerda, Josimari Telino de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2005 PT
Relevância na Pesquisa
95.71%
Estudo transversal com objetivo de estabelecer a relação entre condição bucal e impacto na qualidade de vida em 504 adultos de Chapecó, SC. Impacto Oral no Desempenho Diário (IODD), condição de saúde bucal, hábitos e cuidados, percepção de saúde e aspectos sociodemográficos foram coletados em exames clínicos e entrevistas domiciliares. Utilizou-se modelo de regressão logística múltipla, não condicional, hierarquizada na análise. O impacto foi referido por um quinto da população e apresentou baixa severidade. Comer e limpar os dentes foram as atividades mais afetadas. Morar em domicílios de maior aglomeração e nas áreas de pior condição de vida, ser mulher, ter sofrido com dor orofacial nos últimos seis meses e avaliar sua saúde como razoável ou ruim no último mês apresentaram associação independente com o impacto ; The aim of this cross-sectional study was to establish a relationship between oral condition and its impact on quality of life in adults between 35 and 44 years-old (n=504) in Chapecó, State of Santa Catarina, Brazil. The Oral Impact on Daily Performances (OIDP), oral health condition, habits and care, self perception of health and socio-demographic aspects were collected during clinical examination and home interviews. Unconditional multiple logistic regression models were used in the analysis. Impact was found in a fifth of the population and was of low severity. Eating and cleaning teeth were the most affected performances. Households overcrowded...

Avaliação da efetividade de um protocolo de cuidados odontológicos no alívio da dor, sintomas bucais e melhora da qualidade de vida em pacientes com câncer de cabeça e pescoço em cuidados paliativos: ensaio clínico não-controlado; Assessment of the effectiveness of a dental care protocol in relieving pain and oral symptoms and improving the quality of life of head and neck cancer patients in palliative care: non-controlled clinical trial

Jales, Sumatra Melo da Costa Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.07%
INTRODUÇÃO: Doentes com câncer de cabeça e pescoço têm sérias restrições funcionais e grande comprometimento das funções bucais. Esses problemas tornam-se complexos quando o câncer é incurável, exigindo exclusivamente cuidados paliativos. Nesta condição, os sintomas habituais agravam-se necessitando de atenção e cuidados especiais. Foi realizado um ensaio clínico não-controlado, incluindo doentes com câncer avançado de cabeça e pescoço exclusivamente em cuidados paliativos, com o objetivo de caracterizar a sua condição clínica orofacial; avaliar a funcionalidade, a qualidade de vida relacionada à saúde e a efetividade de um protocolo de cuidados odontológicos (preventivos, curativos e paliativos) no controle da dor e das queixas orofaciais, na qualidade de vida, prognóstico e sobrevida desses doentes. MÉTODOS: Avaliação Odontológica através da Ficha Clínica da Equipe de Dor Orofacial/ATM - HCFMUSP, Prontuário médico, Escala Visual Analógica (EVA), Índice gengival, Avaliação quanto à presença de cálculo dentário, Avaliação da mobilidade dentária, Escala de Numérica de Dor (END), Classificação do odor das feridas, Avaliação do edema lingual, Índice CPO-D, Questionário de Qualidade de Vida da Universidade de Washington (UW-QOL)...

Adaptação transcultural e validação da versão em português de questionário de qualidade de vida para pacientes com câncer em cuidados paliativos no contexto cultural brasileiro; Cross-cultural adaptation and validation of the Brazilian Portuguese version of quality of life questionnaire for cancer patients in palliative care in cultural Brazilian context

Faria, Sheilla de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
86.03%
Introdução: Como o enfoque principal nos cuidados paliativos é a qualidade de vida, a avaliação deste item é de suma importância para verificar o cuidado proposto ao paciente. Existem poucos questionários específicos para avaliar a qualidade de vida do paciente em cuidado paliativo. Entre eles, o McGill Quality of Life Questionnaire (MQOL) é o que apresenta maior número de validações em outras línguas e as melhores pontuações pelas suas propriedades de medidas. No Brasil existem poucos questionários validados para avaliação da qualidade de vida, e apenas um é específico para pacientes em cuidados paliativos. Objetivos: Produzir uma versão do McGill Quality of Life Questionnaire (MQOL) em português, adaptada ao contexto cultural brasileiro, e verificar a validade e a confiabilidade da versão adaptada. Método: A versão original foi traduzida para o português de acordo com as recomendações da literatura, e então adaptada ao contexto brasileiro a partir de entrevistas iniciais com pacientes com câncer em cuidados paliativos do Instituto de Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), até que se obteve uma versão final (MQOL-Br). Esta versão foi retrotraduzida para o inglês e aprovada pela autora da escala original. Para verificar a validade do MQOL-Br...

Questões éticas reconhecidas por profissionais de uma equipe de Cuidados Paliativos; Ethical issues in Palliative Care

Abreu, Carolina Becker Bueno de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
85.98%
INTRODUÇÃO: A terminalidade da vida humana e a assistência ao paciente com doença que ameaça a vida envolvem questões éticas que devem ser enfrentadas por profissionais de saúde e outros envolvidos no cuidado. Conhecer os problemas éticos vivenciados na prática dos cuidados paliativos e discuti-los à luz de um referencial bioético favorece a deliberação para tomada de decisão e contribui à adequada assistência. OBJETIVOS: Identificar e analisar questões éticas reconhecidas por profissionais de uma equipe de Cuidados Paliativos, sob o referencial Bioético da Casuística; identificar quais os recursos e apoio para tomada de decisão. MÉTODOS: Pesquisa exploratória, qualitativa, com análise de conteúdo, em que profissionais atuantes em Cuidados Paliativos há pelo menos um ano responderam a entrevista semiestruturada. Realizada análise temática, adotando a Casuística como referencial teórico. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Foram entrevistados onze profissionais de nível superior. A média de idade foi 41,3 anos. A média de exercício profissional foi de 14,5 anos, sendo em média 5,6 anos em Cuidados Paliativos. As principais questões éticas identificadas foram: Relativas às indicações terapêuticas: erros na compreensão sobre Cuidados Paliativos...

Qualidade de vida e independência funcional de lesados medulares; Quality of life and independence of functional spinal cord injured

Santos, Janaina de Araujo Teixeira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
95.79%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, 2010.; A lesão medular agride fisicamente o corpo do indivíduo e traz consigo a problemática da deficiência. As sequelas desse trauma interferem na qualidade de vida e na capacidade funcional dessas pessoas, caracterizando em uma dependência de cuidados de terceiros e limitações que prosseguem por toda sua vida. O objetivo desta pesquisa foi verificar a correlação das variáveis qualidade de vida e independência funcional em homens com lesão medular traumática que realizam ou não atividade física em instituições do Distrito Federal. Para isto foram coletados dados de 30 homens com lesão medular de etiologia traumática, divididos em praticantes (N=16) e sedentários (N=14), na faixa etária de 20 a 60 anos. Para as coletas dos dados utilizou-se como instrumentos o SF-36 (medical Outcomes study 36-Item short-Form Health Survey), a Medida de Independência Funcional (MIF) e o questionário para diagnostico do nível de atividade física da população alvo (MATSUDO, 2000). No estudo a média de idade foi de 41-50 anos (36,6%) e média de tempo de lesão de 20-30 anos (36,6%); Como causa das lesões a prevalência são as armas de fogo (40%)...

Promover a qualidade de cuidados de enfermagem a idosos dependentes

Carvalhais, Maribel Domingues
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
86.04%
A investigação tem demonstrado que os enfermeiros tendem a interagir menos e a centrarem-se mais em cuidados físicos na prestação de cuidados a idosos dependentes, confusos e/ou desorientados. Contudo a literatura em enfermagem demonstra que a interacção social com pacientes dependentes é importante, pois permite melhoria da sua situação clínica e melhor reintegração. Este estudo exploratório procura contribuir para compreender melhor como se pode promover a qualidade dos cuidados de enfermagem a idosos dependentes em três contextos: hospital, cuidados continuados e em centro de saúde (domiciliares). Procura-se contribuir para a sensibilização e formação de enfermeiros na prestação de cuidados de qualidade a idosos dependentes e melhor definir cuidados relacionais a estas pessoas. Especificamente este estudo procura: i) identificar os cuidados de enfermagem a prestar aos pacientes idosos dependentes; ii) aprofundar o conhecimento sobre as dificuldades/obstáculos (emocionais, institucionais, relacionais, …) dos enfermeiros na promoção de uma relação de cuidados mais expressivos a idosos dependentes; iii) identificar factores que facilitam e dificultam a prestação de cuidados mais relacionais; iv) identificar modos de fomentar...

Satisfação dos utentes face à prestação de cuidados de saúde

Pontinha, Carlos Manuel Rodrigues
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
86.08%
Introdução – A prestação de cuidados de saúde de qualidade é uma questão actual e cada vez mais premente, sendo entendida como uma necessidade intrínseca aos próprios serviços, uma vez que estes existem para servir os utentes. Em consequência, é fundamental ir de encontro às suas necessidades, expectativas e conseguir um elevado grau de satisfação dos mesmos com os cuidados. Com a realização deste trabalho pretendemos: descrever as características sócio-demográficas e clínicas da amostra em estudo; determinar a satisfação dos utentes face à prestação de cuidados de saúde, no serviço de Ortopedia da ULSG; identificar as variáveis que mais influenciam a satisfação dos doentes com os cuidados recebidos; e contribuir para a reflexão sobre a problemática. Métodos – Conceptualizámos um estudo transversal, descritivo-correlacional, de natureza quantitativa. Recorremos a uma amostra não probabilística por conveniência, constituída por 52 indivíduos, na sua maioria mulheres, com idades compreendidas entre os 22 e os 89 anos (x=61,56; Dp=18,74). O instrumento de colheita de dados incorporou uma ficha de caracterização sóciodemográfia e clínica, o questionário EQ-5D para avaliação da qualidade de vida e o questionário INPATSAT32...

Qualidade e satisfação dos utentes da urgência pediátrica do CHT-V EPE

Paiva, Celine Gonçalves; Silva, Ernestina Maria Veríssimo Batoca, orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
86.04%
A qualidade total em saúde implica compatibilizar e equilibrar as exigências, por vezes antagónicas ou conflituosas, entre as três diferentes dimensões de qualidade: Qualidade para o cliente, Qualidade profissional e qualidade de gestão. As tendências vão no sentido de considerar a satisfação dos utentes como uma área de investigação importante na avaliação da Qualidade de Cuidados prestados pelos sistemas de saúde e uma medida de resultados de cuidados de saúde (Qualidade para o cliente). O conceito de satisfação, por assim dizer, é uma avaliação subjectiva de diferentes vertentes, tais como o bem-estar do utente. A satisfação pode contribuir decisivamente quer para a implementação quer para a efectivação dos cuidados, já que a prestação dos mesmos não é algo estatístico, mas implica um processo participativo tanto do prestador como do utente e face a isso pode ser entendido como um julgamento deste face à qualidade dos cuidados recebidos. Este estudo tem por objectivo avaliar a qualidade e satisfação dos utentes da Urgência Pediátrica do Centro Hospitalar Tondela-Viseu, EPE permitindo assim caracterizar a realidade de um serviço único no Distrito de Viseu. Os resultados deste estudo poderão contribuir para a criação de uma cultura de critérios que permitirão modificar uma realidade actual...

Responsabilidade profissional : recursos humanos e qualidade dos cuidados em enfermagem

Cordeiro, Ana Lúcia de Melo, 1974-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
86.01%
Tese de mestrado, Bioética, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2010.; Este estudo tem como finalidade identificar de que forma a dotação dos recursos humanos de enfermagem afecta a qualidade dos cuidados prestados e que implicações percebidas têm na responsabilidade profissional. Os objectivos visam identificar a dotação necessária dos recursos humanos em enfermagem para a prestação de cuidados e analisar o entendimento que os enfermeiros têm sobre a dotação de pessoal, a qualidade dos cuidados e as implicações na responsabilidade profissional. No enquadramento teórico, foram aprofundados aspectos relacionados com recursos humanos em enfermagem; condições para o exercício: dotações seguras; qualidade de cuidados e responsabilidade profissional. Para proceder ao estudo foi utilizada uma abordagem qualitativa e quantitativa do tipo descritivo, analítico e transversal. O instrumento de colheita de dados foi o questionário aplicado em dois serviços de medicina de dois hospitais da sub-região de saúde de Setúbal. A análise estatística foi realizada com o apoio do software Statistica release 8 e através da técnica de análise de conteúdo. Como principais conclusões destaca-se que no caso de dotações insuficientes...

Indicadores de qualidade nas unidades de cuidados intensivos para adultos

Matos, Ana Filipa Gomes Pimenta de
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.1%
Dissertação de Mestrado em Gestão de Serviços de Saúde; Na atual realidade das instituições e serviços de saúde, em particular das unidades de cuidados intensivos, a escassez de uma cultura de qualidade normalizada e mensurável, a par da falta de divulgação de experiências devidamente avaliadas, tornam-se motivo de preocupação crescente. Este contexto foi o fundamento para a realização de um estudo quantitativo, transversal do tipo exploratório e descritivo com vista à avaliação, garantia e melhoria da qualidade nas unidades de cuidados intensivos. Através de um grupo de peritos, utilizando a metodologia Q, foram identificados os domínios fundamentais que devem integrar um modelo de gestão da qualidade assistencial, bem como indicadores que permitam orientações e que possibilitem a monitorização da qualidade numa unidade de cuidados intensivos portuguesa, em particular o Serviço de Cuidados Intensivos, Cuidados Intermédios do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, EPE. Com a seleção dos domínios e indicadores pelo grupo de peritos, foi desenvolvida uma ferramenta que permitiu, em primeiro lugar, medir o seu nível de qualidade. Foram determinados vinte e cinco indicadores de qualidade pelo painel de peritos que...

Relação entre a qualidade de vida e a acessibilidade aos cuidados de saúde primários no concelho de Ribeira de Pena

Machado, Carla Alexandre Martins
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.05%
Dissertação de Mestrado em Enfermagem Comunitária; Introdução: A perceção da qualidade de vida é reconhecida como um preditor da mortalidade, da utilização dos serviços de saúde e do estado de saúde dos sujeitos (Vintém, 2008). A acessibilidade aos serviços de saúde consignada nas políticas de saúde nacionais (Lei nº 56/79), apresenta-se como uma importante dimensão do desempenho dos sistemas de saúde associado à oferta (Travassos & Martins, 2004; Mendes, 2009; Vieira, 2010). Com o presente estudo, objetivou-se: identificar o nível de qualidade de vida relacionada com a saúde dos utentes dos Cuidados de Saúde Primários; verificar se existe relação entre a qualidade de vida relacionada com a saúde e a acessibilidade aos Cuidados de Saúde Primários; identificar as variáveis que afetam a qualidade de vida relacionada com a saúde. Metodologia: Estudo transversal do tipo descritivo-correlacional, com uma abordagem quantitativa. A colheita de dados decorreu entre junho e outubro de 2012, tendo-se constituído uma amostra acidental de 420 utentes dos Cuidados de Saúde Primários do concelho de Ribeira de Pena. Na avaliação da qualidade de vida relacionada com a saúde empregou-se o questionário o Medical Outcomes Study...

A qualidade de vida e a satisfação dos utentes em unidades de internamento da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI)

Félix, Marisa Rita Ferreira
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.02%
RESUMO - Enquadramento: Com o aumento da Esperança Média de Vida, e o consequente envelhecimento generalizado da população portuguesa, envelhecer com boa saúde e com elevada qualidade de vida, onde as pessoas com mais de 65 anos tenham a possibilidade de expressar todas as suas potencialidades e manterem um papel ativo na sua vida e na sociedade, é vincadamente um dos maiores desafios da sociedade contemporânea. Desta forma, foi imposto à sociedade e aos sistemas de saúde, a criação de novas estratégias, que promovessem a reabilitação, a autonomia e a qualidade de vida dos idosos. Nesta linha, surgiu em Portugal a criação da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, combinando os cuidados de saúde com o apoio social adequado a esta população. Objetivos: Num primeiro objetivo, pretende-se avaliar os diferentes domínios da autoperceção de qualidade de vida de indivíduos com idade igual ou superior a 65 anos, que se encontrem em período de internamento nas diferentes tipologias de Unidades de internamento da RNCCI (Unidade de Convalescença, Unidade de Média Duração e Reabilitação e Unidade de Longa Duração e Manutenção), bem como o seu grau de (in) dependência, de risco de falha de auto-cuidado...

Percepção de estigma e qualidade de vida em crianças com neoplasia

Araújo, Priscilla Cristhina Bezerra de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.79%
The increase in survival time and cure requires more extensive care about the quality of life of cancer patients, which begins soon after diagnosis. Thus, it seems reasonable to the emphasis on development of studies covering the psychosocial variables, such as stigma, treatment of childhood cancer aiming thereby to the attention of the overall needs of the child. Thus, this research aims to investigate the perception of stigma and quality of life in children with cancer. This is a cross-sectional research and understanding of the descriptive type, the type specimen being adopted for convenience. This consisted of thirty children with cancer and thirty children without chronic disease. The instruments used were the Quality of Life Questionnaire, the Perceived Stigma Scale and Technical Drawing Story with a Theme. The results indicate that the chronic condition, no interfered significantly in satisfaction with the quality of life in children with cancer and identified that the quality of life is not related to the stigma. Comparison with children with no chronic disease with infants with cancer, no significant differences were observed. However, the group mean contrast was lower, suggesting a greater impairment in quality of life of children with cancer compared to those without chronic disease. It is worth noting that the psychosocial effects and the limitations imposed by disease and treatment are presented as important factors in the design mode of subjective manifestations of children with cancer. Therefore...

Qualidade de Vida do doente com Cirrose Hepática

Ferreira, César António de Abreu Cardoso e
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
95.77%
A cirrose hepática como doença crónica e irreversível, constitui um sério problema de saúde, por ser responsável por elevados índices de morbilidade e mortalidade, e internamentos repetitivos. O estudo da Qualidade de Vida nos doentes com cirrose hepática é essencial e merece profundos e importantes focos de atenção para a prática de enfermagem, no sentido de conhecer o doente, perceber as suas perspectivas e os seus desejos relacionados com a sua doença e o seu bem-estar aquando do seu internamento no Serviço de Gastroenterologia A. Assim qual o impacto da cirrose hepática originada por alcoolismo crónico na Qualidade de Vida do homem adulto internado em cuidados diferenciados hospitalares? Este estudo de caso foi elaborado com o intuito de pretender descrever o impacto que a cirrose hepática originada por alcoolismo crónico, tem na Qualidade de Vida do doente. Para este estudo de caso, a amostra foi constituída por um doente do sexo masculino, com hábitos etílicos (alcoolismo crónico), internado com o diagnóstico de cirrose hepática, tendo já mais de um internamento hospitalar, caucasiano, com 49 anos de idade. Foi incluído neste estudo de caso a cuidadora informal do doente. Na recolha de dados foi utilizada a entrevista semi-estruturada onde foi avaliado o exame mental ao doente...

Reflexões de idosos participantes de grupos de promoção de saúde acerca do envelhecimento e da qualidade de vida; Reflections of aged participating in the health promotion groups concerning the ageing and the quality of life

TAHAN, Jennifer; CARVALHO, Antonio Carlos Duarte de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.78%
O aumento no número de idosos nas últimas décadas tem motivado o interesse pelo estudo do envelhecimento e dos fatores associados à qualidade de vida desta população. No Brasil, importantes avanços no campo da saúde têm sido conquistados, sendo que a Estratégia Saúde da Família (ESF) surge com potencial para tornar concreta a participação da comunidade e a integralidade das ações. Neste sentido, objetivou-se analisar as percepções dos idosos em relação à sua qualidade de vida após a adesão a Grupos de Promoção de Saúde (GPS). A pesquisa foi feita na abordagem qualitativa, sendo os dados coletados por meio da entrevista semiestruturada e da observação participante. Nas análises, realizadas através da análise de conteúdo temático, foram identificados seis grandes temas: Sentimentos em relação a como é ser idoso no Brasil; Satisfação com a Saúde; Significados de qualidade de vida; Satisfação com a vida; Importância das atividades sociais e de lazer para qualidade de vida; Os GPS. Estes sugerem que os sujeitos da pesquisa valorizam a independência e autonomia na realização de suas atividades e atribuem uma vida saudável a comportamentos adequados em relação aos cuidados com a saúde, destacando as atividades de lazer...

Qualidade de vida de vítimas de trauma seis meses após a alta hospitalar; Quality of life in trauma victims six months after hospital discharge; Calidad de vida de víctimas de trauma seis meses después de alta hospitalaria

ALVES, Ana Laura A; SALIM, Francine M; MARTINEZ, Edson Zangiacomi; PASSOS, Afonso Dinis Costa; DE CARLO, Marysia Mara Rodrigues Prado; SCARPELINI, Sandro
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.77%
OBJETIVO: O trauma ocupa o terceiro lugar dentre as causas de morte no Brasil. Contudo, seu impacto na qualidade de vida dos sobreviventes tem sido pouco estudado no País. O objetivo do estudo foi avaliar a qualidade de vida de vítimas de trauma atendidas em unidade hospitalar de emergências, seis meses após a alta hospitalar. MÉTODOS: Foram incluídos 35 pacientes de unidade de emergência de hospital universitário de Ribeirão Preto (SP), entre 2005 e 2006. Os pacientes foram entrevistados em seus domicílios, seis meses após terem tido alta hospitalar. Foi aplicado o instrumento World Health Organization Quality of Life, versão breve, para avaliação dos domínios físico, psicológico, relações sociais e meio ambiente. As associações entre os escores dos domínios e as variáveis permanência hospitalar, idade, sexo e Injury Severity Score foram exploradas por modelos de regressão linear. RESULTADOS: Observou-se diminuição significativa na qualidade de vida do grupo estudado, quando comparado a amostras de pessoas normais em estudos nacionais e internacionais, em particular nos domínios físico, psicológico e de meio ambiente. O domínio relações sociais apresentou a maior média de escores, com 69,7 pontos...

Qualidade de vida relacionada à saúde e fadiga de pessoas com câncer de pulmão em cuidados paliativos; Quality of life related to realth and fatigue of people with lung cancer in palliative care

Cardoso, Renata Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
86%
O câncer de pulmão é uma doença maligna que acomete principalmente a população de adultos e idosos na faixa etária dos 40 aos 80 anos. Sua principal causa continua sendo o tabagismo, e sua sobrevida varia com o estadiamento da doença no momento do diagnóstico e sua alta taxa de mortalidade está associada ao diagnóstico tardio da doença, o que limita as opções de tratamento curativo. A Qualidade de Vida Relacionada à Saúde (QVRS) de sujeitos com câncer de pulmão é influenciada por múltiplos fatores, incluindo sintomas, capacidade funcional, estratégias de enfrentamento e rede social de suporte, dentre outros. Entretanto, ainda falta esclarecer o impacto da fadiga na QVRS de pessoas com câncer de pulmão avançado. O objetivo deste estudo é avaliar a QVRS e a fadiga de sujeitos com diagnóstico de câncer de pulmão em cuidados paliativos e identificar a relação entre a presença de fadiga e percepção da QVRS desta população. Trata-se de um estudo transversal e com abordagem quantitativa, correlacional, com uma casuística composta por 120 sujeitos, sendo 60 com câncer de pulmão em cuidados paliativos (grupo de estudo) e 60 sem diagnóstico oncológico (grupo controle). Durante a coleta de dados foram aplicadas as escalas: Karnofsky Performance Scale (KPS)...

Questionário de problemas familiares: desenvolvimento da versão portuguesa de um instrumento de avaliação de sobrecarga familiar

Xavier,Miguel; Pereira,Manuel Gonçalves; Corrêa,Bernardo Barahona; Almeida,José Miguel Caldas de
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
95.89%
Com a reformulação dos modelos de prestação de cuidados em psiquiatria e saúde mental, tem-se verificado um aumento do número de doentes com perturbações mentais graves a viver com a família, cujos membros passam a estar assim potencialmente sujeitos a uma sobrecarga psicológica significativa. Dado o papel central dos familiares na prestação de cuidados informais, é de extrema relevância avaliar de forma padronizada as suas dificuldades, nomeadamente quanto à necessidade de intervenções de tipo psicoeducacional. Nos últimos anos têm sido elaborados vários instrumentos especificamente para a avaliação da sobrecarga familiar: neste trabalho, os autores descrevem o desenvolvimento da versão portuguesa do "Family Problem Questionnaire-FPQ". Após tradução e retroversão, foi feita a administração do FPQ a uma amostra de conveniência de 160 familiares de indivíduos com diagnóstico de esquizofrenia: numa análise preliminar, os resultados demonstraram boa aceitação e propriedades psicométricas satisfatórias. Este instrumento parece, pois, conter boas potencialidades de aplicação em actividades de investigação e monitorização de qualidade de cuidados prestados nos serviços de saúde mental, nomeadamente em intervenções psicoeducacionais.