Página 1 dos resultados de 2103 itens digitais encontrados em 0.038 segundos

Repetibilidade da mensuração de imagens das características de carcaça obtidas por ultrassonografia em fêmeas Nelore; Repeatability of ultrasound image measurements of carcass traits in Nellore cattle

MERCADANTE, Maria Eugênia Zerlotti; SILVA, Saulo da Luz e; BUENO, Mauro Sartori; TAROUCO, Jaime Urdapilleta; YOKOO, Marcos Jun Iti
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
75.79%
Avaliou-se a repetibilidade da mensuração de imagens de ultrassom da área do músculo longissimus dorsi (AOL) e das espessuras de gordura subcutânea do lombo (EGL) e da garupa (EGG). Imagens de ultrassom tomadas no lombo (entre a 12ª e a 13ª costela) e na garupa (entre os músculos gluteus medium e biceps femoris) de novilhas Nelore de 14 a 22 meses de idade foram classificadas em aceitáveis, marginais e rejeitáveis. As imagens aceitáveis e marginais foram mensuradas duas vezes por três técnicos em diferentes níveis de treinamento. Foram estimadas as repetibilidades entre e dentro de técnicos por classe de qualidade da imagem, para determinação do efeito da qualidade da imagem e do técnico no valor absoluto da diferença entre a primeira e a segunda mensuração dessas características. A repetibilidade para as imagens aceitáveis foi maior que para imagens marginais, tanto entre como dentro de técnicos. Na análise da diferença absoluta entre a primeira e a segunda interpretação, foram significativos os efeitos de técnico para AOL e EGL e de classe de qualidade da imagem para AOL. Em geral, o técnico com maior experiência apresentou maiores valores de repetibilidade. É recomendável que a mensuração de imagens de animais de mesmo grupo contemporâneo seja feita por um único técnico.; The repeatability of ultrasound image measurements of the longissimus dorsi muscle (AOL) and of the rumpfat (EGG) and backfat (EGL) subcutaneous thickness was evaluated. Ultrasound images taken from the back (between 12th and 13th ribs) and from the rump (between gluteus medium and biceps femoris muscles) of Nelore heifers at 14 and 22 months of age were classified as acceptable...

Qualidade da luz e ácido 4-(3-indolil) butírico na formação de raízes adventícias em estacas caulinares; Quality of the light and 4-(3-indolil) butyric acid in the formation of adventitious rooting stem cuttings

Rossal, Paulo Afonso Lins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
86.04%
A luz é provavelmente o mais complexo e variável fator do ambiente ao qual as plantas estão expostas. A habilidade na aplicação de reguladores de crescimento exógenos bloqueia ou aumenta a ação de várias bandas do espectro de luz, talvez provenha o uso do sistema no estudo dos processos sob a luz envolvendo fotorrecepção e resposta morfológica. Um ambiente controlado com luz artificial é um sistema satisfatório para produzir mudas de alta qualidade. O desenvolvimento de uma fonte de radiação mais efetiva para uso em instalações para crescimento de plantas, seria um benefício significante tanto para aplicação em pesquisa como para cultivos comerciais. Diante da importância do método para a produção de mudas, e na busca de conhecimento sobre os fatores internos e externos que influem no enraizamento, foi proposto o trabalho. Foram coletadas estacas caulinares de goiabeiras cv Paluma e de pessegueiro cv Okinawa, com 10 centímetros de comprimento contendo duas folhas cortadas na metade na extremidade superior. As estacas foram tratadas com IBA em formulação líquida, e colocadas em bandejas de isopor, com 128 células do tipo piramidal invertido, tendo o substrato vermiculita de grânulos médios. Os experimentos foram delineados na forma de fatorial (5x4x3)...

O afilhamento da aveia afetado pela qualidade da luz em plantas sob competição; Oat tillering affected by light quality, in plants under competition

Almeida, Milton Luiz de; Mundstock, Claudio Mario
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.95%
As plantas de aveia, quando cultivadas em comunidades, podem mudar sua morfologia nos primeiros estádios de desenvolvimento, devido à absorção diferencial da luz vermelha (V) e vermelha extrema (Ve). Objetivando identificar mudanças no desenvolvimento da aveia pela modificação na razão entre a luz V e Ve, foram conduzidos três experimentos com aveia (cv.UFRGS 15). A densidade variou de 300 a 350p"/m2, sob condições naturais de radiação, durante o inverno, no sul do Brasil. No primeiro experimento, foram colocados filtros azuis entre as linhas de plantas para diminuir a qualidade da luz, entre os estádios 1.1 e 3.1 da escala Haun. No segundo experimento, baixas densidades de fluxo de luz V (660nm) e Ve (730nm) foram suplementadas durante o dia, a diferentes distâncias. No terceiro experimento, baixos fluxos de V e Ve também foram suplementadas, mas em dois períodos distintos: da emergência ao estádio 2.1 e do estádio 2.1 a 4.1. O uso de filtro azul e a suplementação de luz Ve determinaram menor emissão de afilhos e afilhos de menor massa seca (MS). Isso não foi verificado no terceiro experimento, no qual as melhores condições químicas possivelmente diminuíram a magnitude do efeito da luz. Já a suplementação com luz vermelha determinou maior emissão e afilhos de maior MS...

A qualidade da luz afeta o afilhamento em plantas de trigo, quando cultivadas sob competição; Ligth quality affects tillering on wheat when grown under competition

Almeida, Milton Luiz de; Mundstock, Claudio Mario
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.1%
O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de verificar os efeitos da mudança na qualidade da luz sobre a emissão de afilhos e na sua acumulação de massa seca. A cultivar de trigo EMBRAPA 16 foi cultivada em comunidades de aproximadamente 400p"/m2, em condições naturais de radiação durante o inverno, no Sul do Brasil. No primeiro experimento (baixa qualidade de luz), utilizaram-se filtros verde e vermelho entre as linhas, entre os estádios Haun de 1.0 a 3.1. No segundo experimento (melhor qualidade de luz), as plantas foram suplementadas durante o dia com luz vermelha (V) (660nm), entre os estádios Haun 1.0 e 3.1. Já no terceiro experimento (baixa qualidade de luz), as plantas foram suplementadas durante o dia com luz vermelha extrema (Ve) (730nm), entre os estádios Haun 1.0 e 3.1. A qualidade da luz afetou a emissão de afilhos, sua massa seca e sua distribuição entre o colmo principal e os afilhos. A baixa qualidade da luz (filtros verde e vermelho e luz Ve) induziu as plantas a emitir menos afilhos com menos massa seca/afilho. A baixa qualidade da luz priorizou o colmo principal sob condições de comunidades, antes que tivesse sido estabelecida a competição pela quantidade total de luz recebida pelas plantas. A melhor qualidade de luz (luz V) teve efeito oposto. Os afilhos foram emitidos em maior número e a alocação de massa seca foi menos priorizada para o colmo principal do que nos tratamentos com baixa qualidade.; The selective absortion of red light by foliage changes the light quality in plant communities. This work was conducted to determinate if plants can detect those early modifications by changing tiller emission and dry mass accumulation. Embrapa 16 wheat cultivar was grown at approximatelly 400p"/m2 under natural radiation conditions during wintertime...

Interferência das plantas daninhas sobre o desenvolvimento inicial de plantas de soja e arroz através da qualidade da luz; Weed interference in the initial development of soybean and rice plants through light quality

Merotto Junior, Aldo; Vidal, Ribas Antonio; Fleck, Nilson Gilberto; Almeida, Milton Luiz de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.05%
Os efeitos da competição pela quantidade da luz são um dos principais prejuízos causados pela convivência das plantas daninhas com as culturas. No entanto, as plantas daninhas também podem alterar a qualidade da luz no ambiente e afetar o desenvolvimento das plantas cultivadas. O objetivo deste trabalho foi determinar os efeitos da qualidade da luz, originados artificialmente por lâmpadas ou naturalmente pela presença das plantas daninhas, sobre o desenvolvimento de plantas de soja e arroz. O primeiro experimento constou da variação da qualidade da luz através de fontes artificiais de luminosidade, da competição com plantas daninhas e da presença de palha sobre o solo. O segundo experimento constou da variação da presença de plantas daninhas no tempo, na entrelinha ou em área total da cultura, e de anteparos fixados paralelamente à linha das plantas cultivadas de forma a eliminar a competição por água e nutrientes. O incremento da radiação vermelha extrema aumentou a altura das plantas de soja aos 25 dias após a emergência (DAE). A presença de plantas daninhas até os 15 e 16 DAE diminuiu o crescimento de arroz e soja, respectivamente. Os efeitos isolados da qualidade de luz, originados pela presença de plantas daninhas na entrelinha e pelo uso de anteparos...

Fatores que afetam a germinação e a emergência de Xanthium strumarim L.: dormência, qualidade da luz e profundidade de semeadura

Toledo, Roberto E.B.; Kuvai, Marcos A.; Alves, Pedro L.C.A.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 15-20
POR
Relevância na Pesquisa
75.98%
Foram conduzidos três ensaios com o objetivo de estudar os efeitos de diferentes métodos de quebra de dormência das sementes, da qualidade da luz e da profundidade de semeadura na germinação e emergência do Xanthium strumarim L. (carrapichão). No primeiro ensaio, sob condições de câmara de crescimento, os tratamentos constaram de 5 métodos de quebra de dormência: mecânico (lixa), químico (H2SO4 conc. por 10 min.), pré-tratamento em água (imersão por 2 horas), físico (choque térmico: água à 80oC por 2 min.) e testemunha, que proporcionaram 100%, 93%, 93%, 87% e 80% de germinação, respectivamente, sem haver diferença estatística entre os mesmos. O pré-tratamento em água apresentou menor índice de velocidade de germinação (IVG) e os demais não diferiram significativamente entre si. No segundo ensaio, também sob condições de câmara de crescimento, os tratamentos de qualidade da luz constaram de 6 filtros de luz, que resultaram nas seguintes porcentagens de germinação: azul - com refletividade máxima a 450 nm (13%), verde-500 nm (33%), vermelho-700 nm (13%), vermelho/distante-760 nm (7%), ausência de luz (26%) e transparente - sem absortividade na região de 380 a 760 nm (testemunha, 73%), indicando sensibilidade das sementes à qualidade de luz. No terceiro ensaio...

Efeitos da irradiância e da composição espectral da luz sobre o estabelecimento e desenvolvimento de comunidades de macroalgas lóticas em substratos artificiais

Tonetto, Aurélio Fajar
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 55 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
75.93%
Pós-graduação em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) - IBRC; Os efeitos provocados pela variação quantitativa e qualitativa da luz incidente sobre a estrutura das comunidades de macroalgas lóticas em riachos da região Centro-Sul do estado do Paraná foram investigados a partir de experimentos utilizando-se amostradores com substratos artificiais que modulam a quantidade e qualidade da luz incidente. Os resultados reveleram que as respostas das divisões algais isoladamente foram mais claras do que àquelas observadas para as comunidades de macroalgas como um todo. As algas verdes mostraram-se melhores adaptadas as condições com maiores energias luminosas. A espécie de cianobactéria registrou clara preferência por comprimentos de onda mais longos (faixa do vermelho). As algas vermelhas apesar de apresentarem baixos valores de abundância, aparentemente, preferiram condições levemente sombreadas e, como as cianobactérias, apresentaram maiores valores de abundância quando submetidas a luz vermelha. Neste contexto, o aparato fotossintético característico de cada divisão algal parece ser determinante para os seus comportamentos ecológicos, uma vez que desempenham funções adaptativas diante das diferentes condições de luminosidade; The effects of light intensity and quality on the structure of lotic macroalgal communities in streams from the mid-southern region of Paraná State were investigated using artificial substrata that simulate different levels of light and specific wavelengths. The results showed that the abundance values of each algal divisions were clearer to that observed to global macroalgae communities. The green algae were better adaptated on higher light energies conditions. The cianobacteria species reported a clear preference to longer wavelengths (red light). Red algae...

Estudo comparativo da qualidade da imagem e do kerma, de entrada e de saída, em simulador de tórax utilizando sistemas analógico e digitalizado CR de aquisição de imagens

Luz,Renata Matos da; Hoff,Gabriela
Fonte: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem Publicador: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
75.81%
OBJETIVO: O processo de migração de sistemas analógicos para digitalizados, para aplicações diagnósticas, requer cuidados específicos, a fim de manter a qualidade das imagens e minimizar a dose no paciente. Este trabalho tem como objetivo analisar e comparar a qualidade da imagem e o kerma num simulador não antropomórfico de tórax gerados por sistemas analógicos e digitalizados CR. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram analisados a qualidade da imagem e o kerma, de entrada e saída, no simulador para dois equipamentos de raios X diferentes (Siemens e Emic), com diferentes sistemas de retificação de onda (12 pulsos e alta frequência). Ambos os sistemas (analógico e digitalizado) estavam sendo utilizados no mesmo local. Foram geradas imagens em filme e em image plates. RESULTADOS: Foi observado aumento na tensão e/ou na carga transportada pelo tubo de raios X quando houve a migração para o sistema CR, para manutenção das características diagnósticas da imagem. Isto resultou em aumento de kerma coletado. CONCLUSÃO: As maiores diferenças determinadas (aumento de dose e redução da qualidade da imagem) foram observadas no equipamento com retificação de onda de 12 pulsos e transdutor de imagem CR (image plates).

Fatores que afetam a germinação e a emergência de Xanthium strumarim L.: dormência, qualidade da luz e profundidade de semeadura

Toledo,Roberto E.B.; Kuvai,Marcos A.; Alves,Pedro L.C.A.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1993 PT
Relevância na Pesquisa
75.98%
Foram conduzidos três ensaios com o objetivo de estudar os efeitos de diferentes métodos de quebra de dormência das sementes, da qualidade da luz e da profundidade de semeadura na germinação e emergência do Xanthium strumarim L. (carrapichão). No primeiro ensaio, sob condições de câmara de crescimento, os tratamentos constaram de 5 métodos de quebra de dormência: mecânico (lixa), químico (H2SO4 conc. por 10 min.), pré-tratamento em água (imersão por 2 horas), físico (choque térmico: água à 80oC por 2 min.) e testemunha, que proporcionaram 100%, 93%, 93%, 87% e 80% de germinação, respectivamente, sem haver diferença estatística entre os mesmos. O pré-tratamento em água apresentou menor índice de velocidade de germinação (IVG) e os demais não diferiram significativamente entre si. No segundo ensaio, também sob condições de câmara de crescimento, os tratamentos de qualidade da luz constaram de 6 filtros de luz, que resultaram nas seguintes porcentagens de germinação: azul - com refletividade máxima a 450 nm (13%), verde-500 nm (33%), vermelho-700 nm (13%), vermelho/distante-760 nm (7%), ausência de luz (26%) e transparente - sem absortividade na região de 380 a 760 nm (testemunha, 73%), indicando sensibilidade das sementes à qualidade de luz. No terceiro ensaio...

Interferência das plantas daninhas sobre o desenvolvimento inicial de plantas de soja e arroz através da qualidade da luz

Merotto Jr.,A.; Vidal,R.A.; Fleck,N.G.; Almeida,M.L.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
76.05%
Os efeitos da competição pela quantidade da luz são um dos principais prejuízos causados pela convivência das plantas daninhas com as culturas. No entanto, as plantas daninhas também podem alterar a qualidade da luz no ambiente e afetar o desenvolvimento das plantas cultivadas. O objetivo deste trabalho foi determinar os efeitos da qualidade da luz, originados artificialmente por lâmpadas ou naturalmente pela presença das plantas daninhas, sobre o desenvolvimento de plantas de soja e arroz. O primeiro experimento constou da variação da qualidade da luz através de fontes artificiais de luminosidade, da competição com plantas daninhas e da presença de palha sobre o solo. O segundo experimento constou da variação da presença de plantas daninhas no tempo, na entrelinha ou em área total da cultura, e de anteparos fixados paralelamente à linha das plantas cultivadas de forma a eliminar a competição por água e nutrientes. O incremento da radiação vermelha extrema aumentou a altura das plantas de soja aos 25 dias após a emergência (DAE). A presença de plantas daninhas até os 15 e 16 DAE diminuiu o crescimento de arroz e soja, respectivamente. Os efeitos isolados da qualidade de luz, originados pela presença de plantas daninhas na entrelinha e pelo uso de anteparos...

Produção e qualidade da forragem do capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum.) cv. vruckwona submetido a diferentes épocas de diferimento e cortes

Barbosa,Celina Luz; Monks,Pedro Lima; Centeno,Gilberto Azamhuja
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1995 PT
Relevância na Pesquisa
75.81%
Este trabalho foi realizado em condições de campo no município de Capão do Leão, RS, para avaliar o efeito de três épocas de diferimento (22.01; 25.02 e 25.03.86) e quatro épocas de corte (22.04; 20.05; 17.06 e 15.07.86), sobre a produção e qualidade da forragem do capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum.) cv. Vruckwona. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso com parcelas divididas em quatro repetições, sendo parcelas épocas de diferimento e as subparcelas épocas de corte. As produções de matéria seca (MS) e proteína bruta (PB) mostraram diferenças significativas em função das épocas de diferimento e de cortes. O diferimento de janeiro apresentou maior quantidade de MS e PB, respectivamente, 8434 e 318kg/ha, como média das épocas de corte. Os diferimentos de fevereiro e março não apresentaram diferença significativa na quantidade de MS e PB. Os valores médios encontrados foram respectivamente, 2112 de MS e 147 de PB (kg/ha), como média das épocas de corte. O diferimento de janeiro apresentou valores médios de 3,8% e 44,1%, para PB e digestibilidade de MS (DMS). O diferimento de fevereiro apresentou valores médios de 6,3 e 46,7 para PB e DMS, respectivamente. O diferimento de março mostrou valores médios de 9...

O afilhamento da aveia afetado pela qualidade da luz em plantas sob competição

Almeida,Milton Luiz de; Mundstock,Claudio Mario
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
As plantas de aveia, quando cultivadas em comunidades, podem mudar sua morfologia nos primeiros estádios de desenvolvimento, devido à absorção diferencial da luz vermelha (V) e vermelha extrema (Ve). Objetivando identificar mudanças no desenvolvimento da aveia pela modificação na razão entre a luz V e Ve, foram conduzidos três experimentos com aveia (cv.UFRGS 15). A densidade variou de 300 a 350p/m², sob condições naturais de radiação, durante o inverno, no sul do Brasil. No primeiro experimento, foram colocados filtros azuis entre as linhas de plantas para diminuir a qualidade da luz, entre os estádios 1.1 e 3.1 da escala Haun. No segundo experimento, baixas densidades de fluxo de luz V (660nm) e Ve (730nm) foram suplementadas durante o dia, a diferentes distâncias. No terceiro experimento, baixos fluxos de V e Ve também foram suplementadas, mas em dois períodos distintos: da emergência ao estádio 2.1 e do estádio 2.1 a 4.1. O uso de filtro azul e a suplementação de luz Ve determinaram menor emissão de afilhos e afilhos de menor massa seca (MS). Isso não foi verificado no terceiro experimento, no qual as melhores condições químicas possivelmente diminuíram a magnitude do efeito da luz. Já a suplementação com luz vermelha determinou maior emissão e afilhos de maior MS...

A qualidade da luz afeta o afilhamento em plantas de trigo, quando cultivadas sob competição

Almeida,Milton Luiz de; Mundstock,Claudio Mario
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
76.09%
O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de verificar os efeitos da mudança na qualidade da luz sobre a emissão de afilhos e na sua acumulação de massa seca. A cultivar de trigo EMBRAPA 16 foi cultivada em comunidades de aproximadamente 400p- /m², em condições naturais de radiação durante o inverno, no Sul do Brasil. No primeiro experimento (baixa qualidade de luz), utilizaram-se filtros verde e vermelho entre as linhas, entre os estádios Haun de 1.0 a 3.1. No segundo experimento (melhor qualidade de luz), as plantas foram suplementadas durante o dia com luz vermelha (V) (660nm), entre os estádios Haun 1.0 e 3.1. Já no terceiro experimento (baixa qualidade de luz), as plantas foram suplementadas durante o dia com luz vermelha extrema (Ve) (730nm), entre os estádios Haun 1.0 e 3.1. A qualidade da luz afetou a emissão de afilhos, sua massa seca e sua distribuição entre o colmo principal e os afilhos. A baixa qualidade da luz (filtros verde e vermelho e luz Ve) induziu as plantas a emitir menos afilhos com menos massa seca/afilho. A baixa qualidade da luz priorizou o colmo principal sob condições de comunidades, antes que tivesse sido estabelecida a competição pela quantidade total de luz recebida pelas plantas. A melhor qualidade de luz (luz V) teve efeito oposto. Os afilhos foram emitidos em maior número e a alocação de massa seca foi menos priorizada para o colmo principal do que nos tratamentos com baixa qualidade.

Cultivares de trigo respondem diferentemente à qualidade da luz quanto à emissão de afilhos e acumulação de massa seca

Almeida,Milton Luiz de; Sangoi,Luís; Trentin,Paulo Sérgio; Gálio,Jonatan
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
Um experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar os efeitos da qualidade da luz, através da suplementação com luz vermelha (V) e luz vermelha extrema (Ve), na emissão de afilhos, na acumulação de massa seca (MS) e na relação do tamanho das primeiras folhas do colmo principal (CP) com a emissão de afilhos em cultivares de trigo. Ele foi conduzido em Lages, SC, em caixas de madeira preenchidas com solo mineral, em ambiente com radiação solar natural. A suplementação com luz V e luz Ve foi feita entre a emissão da terceira e da quarta folha do CP. O experimento foi colhido no final do afilhamento. A cultivar Embrapa 16 aumentou a emissão do afilho do nó da primeira folha (A1) e não modificou a emissão dos afilhos do nó da segunda (A2) e terceira folha (A3) quando foi suplementada com luz V. Na cultivar OR1, a suplementação com luz Ve diminuiu a emissão do A1 e A2, enquanto nas cultivares Fundacep 29 e Embrapa 40, a emissão do A1 não foi afetada pela suplementação luminosa. A acumulação de MS nos afilhos e a correlação entre emissão de afilhos e parâmetros de crescimento inicial também variaram com as cultivares utilizadas.

Pobreza, qualidade da escola e background familiar influenciando a educação no Brasil : uma análise à luz da teoria do capital humano

Honorato da Silva Júnior, Luiz; de Sá Barreto Sampaio, Yony (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.82%
A teoria do capital humano mostra que elevados níveis de pobreza e o ambiente sócioeconômico em que os indivíduos estão inseridos afetam as escolhas ótimas de escolarização. Este trabalho buscou evidências acerca desta hipótese no Brasil, a partir da verificação dos efeitos marginais que a pobreza, outras variáveis sócio-econômicas e variáveis relacionadas à qualidade da oferta escolar trazem aos resultados educacionais em seus municípios. Numa regressão de MQO, observou-se que a pobreza tem uma forte correlação negativa com os resultados escolares e este resultado é ainda mais forte para as mulheres. Outras variáveis como renda per capita, taxa de mortalidade infantil e taxa de fecundidade se mostraram importantes nos resultados. Observou-se ainda a relevância da razão aluno por professor, quantidade de professores com curso superior e taxa de urbanização nos resultados escolares, mostrando evidências de que além do ambiente sócio-econômico, fatores ligados à oferta educacional estariam deprimindo o acesso à escola no Brasil. Por outro lado, os salários médios dos professores não apresentaram impactos significativos sobre os resultados. Em seguida, buscouse verificar o efeito marginal da qualidade da escola...

Radiação, fotossíntese, rendimento e qualidade de frutos em macieiras 'Royal Gala' cobertas com telas antigranizo

Amarante,Cassandro Vidal Talamini do; Steffens,Cristiano André; Mota,Clenilso Sehnen; Santos,Henrique Pessoa dos
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2007 PT
Relevância na Pesquisa
75.92%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a intensidade e a qualidade da radiação solar disponibilizada às plantas e os seus impactos sobre a fotossíntese, rendimento e qualidade dos frutos, em macieiras 'Royal Gala', cobertas ou não com telas antigranizo nas cores branca e preta. A tela preta provocou redução maior na densidade de fluxo de fótons fotossinteticamente ativos acima do dossel das plantas (24,8%), em comparação à tela branca (21,2%). O interior do dossel das plantas sob tela preta recebeu menores valores de radiação ultravioleta, azul, verde, vermelho e vermelho distante, bem como da relação vermelho:vermelho distante, em relação às plantas descobertas. Estas alterações na quantidade e qualidade da luz sob tela preta aumentaram o teor de clorofila total e a área específica nas folhas, e reduziram a taxa fotossintética potencial, o peso de frutos por cm² de seção transversal de tronco e a coloração vermelha dos frutos. As telas antigranizo branca e preta reduziram a incidência de queimadura de sol, porém não tiveram efeito sobre a severidade de "russeting" e sobre o número de sementes por fruto.

Radiação, fotossíntese, rendimento e qualidade de frutos em macieiras 'Royal Gala' cobertas com telas antigranizo

AMARANTE, C.V.T. do; STEFFENS, C.A.; MOTA, C.S.; SANTOS, H.P. dos
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n.7, p. 925-931, jul. 2007 Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n.7, p. 925-931, jul. 2007
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.92%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a intensidade e a qualidade da radiação solar disponibilizada às plantas e os seus impactos sobre a fotossíntese, rendimento e qualidade dos frutos, em macieiras 'Royal Gala', cobertas ou não com telas antigranizo nas cores branca e preta. A tela preta provocou redução maior na densidade de fluxo de fótons fotossinteticamente ativos acima do dossel das plantas (24,8%), em comparação à tela branca (21,2%). O interior do dossel das plantas sob tela preta recebeu menores valores de radiação ultravioleta, azul, verde, vermelho e vermelho distante, bem como da relação vermelho:vermelho distante, em relação às plantas descobertas. Estas alterações na quantidade e qualidade da luz sob tela preta aumentaram o teor de clorofila total e a área específica nas folhas, e reduziram a taxa fotossintética potencial, o peso de frutos por cm2 de seção transversal de tronco e a coloração vermelha dos frutos. As telas antigranizo branca e preta reduziram a incidência de queimadura de sol, porém não tiveram efeito sobre a severidade de "russeting" e sobre o número de sementes por fruto.; 2007

Associação entre variáveis relacionadas à qualidade da fibra de algodoeiro irrigado submetido a diferentes doses de uréia.

LUZ, M. J. da S. e; SANTANA, J. C. de F.; SANTOS, J. W. dos; BEZERRA, J. R. C.; ANDRADE, J. E. O. de.
Fonte: Revista Brasileira de Oleaginosas e Fibrosas, v.11, n.3, p.185-193, set./dez. 2007. Publicador: Revista Brasileira de Oleaginosas e Fibrosas, v.11, n.3, p.185-193, set./dez. 2007.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.82%
O objetivo deste trabalho foi determinar o efeito de diferentes doses de uréia sobre as características da fibra da cultivar de algodoeiro BRS 201 em regime de irrigação e as correlações existentes entre elas. O trabalho foi conduzido no Campo Experimental da Embrapa, no município de Barbalha-CE, em 2006, cuja classificação climática é do tipo C S 'a', em um solo classificado como franco - argiloso e de fertilidade média. O delineamento 1 2 experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições e seis tratamentos ( 0, 60, -1 120, 180, 240 e300 kg de N.ha , naforma de uréia). Airrigação foi efetuada pormeio de sistema de irrigação por aspersão convencional em linha. A análise da fibra foi realizada na Coteminas de Campina Grande, PB. Os resultados obtidos foram submetidos à análise de correlação, considerando-se apenas as correlações com valores absolutos acima de 0,50. Não se observou efeito das doses de nitrogênio sobre a qualidade da fibra da cultivar de algodoeiro testada. Verificou-se correlação positiva entre o conteúdo de pó e a percentagem de material não fibroso, entre o conteúdo de pó e o conteúdo de impurezas, entre o conteúdo de impurezas e a percentagem de material não fibroso, entre o índice de fiabilidade e o comprimento e entre a maturidade eo índice micronaire. Correlação negativa foi detectada entre a maturidade e o alongamento...

Adubação fosfatada e qualidade de luz no crescimento e desenvolvimento do amendoinzeiro no Recôncavo Baiano.

Souza, Ubiratan Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Publicador: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Relevância na Pesquisa
75.96%
No Recôncavo da Bahia, o amendoinzeiro é cultivado no período das chuvas, alcançando uma produtividade inferior à média nacional. O fósforo é o nutriente que mais limita a sua produção. No entanto, processos fisiológicos podem ser otimizados, quando submetidos a diferentes qualidades de luz. Com o objetivo avaliar a interação entre o fósforo e a qualidade de luz no desenvolvimento do amendoim cultivado em um LATOSSOLO AMARELO, foi instalado um experimento no CCAAB - UFRB em Cruz das Almas - BA. O delineamento experimental utilizado foi em faixas em esquema fatorial 4 x 4, com três repetições, sendo que os tratamentos com P corresponderam a 0; 50; 100 e 200 kg ha-1 de P2O5 e quatro qualidades de luz: malha vermelha, malha azul, malha cinza e a pleno sol. Cada unidade experimental foi constituída por cinco linhas de semeadura, contendo 45 plantas úteis, espaçadas com 50 cm entre linhas e 20 cm entre plantas, utilizando a cultivar Vagem Lisa. Após 30 e 92 DAS, procederam-se as colheitas. As plantas foram fracionadas em raízes, hastes e folhas para secagem e obtenção da fitomassa seca. Determinaram-se as medidas biométricas lineares e não lineares, a produtividade, o teor de N, P e K nas plantas, assim como as concentrações de proteína e óleo nos grãos. Verificou-se que a interação entre as doses de fósforo e as qualidades de luz...

FACTORS THAT AFFECT THE IN VITRO MULTIPLICATION OF BLUEBERRY TREES; FATORES QUE AFETAM A MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MIRTILO

Erig, Alan Cristiano; Universidade Federal de Pelotas; Schurch, Márcia Wulff; Universidade Federal de Pelotas
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 24/01/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
75.88%
The objective of this work was to determine the cytokinin type, the light quality and the explant orientation in the culture medium that favor the in vitro multiplication of blueberry shoots cv. Delite. In the first experiment, the treatments applied were two cytokinins in the culture medium (2iP [25 M] and zeatin [18 µM]) and two light qualities (white and green). In the second experiment, thetreatments were constituted of two cytokinins used in the culture medium (2iP [25 µM] and zeatin [18 µM]) and two explants orientations in the culture medium (vertical and horizontal). In both experiments the completely randomized experimental design was used, in factorial outline 2 x 2. The basal culture medium, used in the two experiments, was constituted by the WPM salts and the MS vitamins, added of myo-inositol (100 mg.L-1), sucrose (30 g.L-1) and agar (6 g.L-1). To the 30 days in culture it were evaluated the mean number of shoots and buds for explant, the mean length of the shoots and the length of the shoot more developed (major). In the second experiment it was also determined the multiplication rate. It was observed that the in vitro multiplication of blueberry shoots cv. Delite is favored with the cultivation of the explants in culture medium with zeatin (18 µM) and under white light. The explants cultivated in the horizontal orientation in the culture medium had larger mean number of shoots.; O objetivo deste trabalho foi determinar a influência do tipo de citocinina...