Página 1 dos resultados de 2707 itens digitais encontrados em 0.191 segundos

Qualidade da assistência hospitalar: avaliação da satisfação dos usuários durante seu período de internação; Quality of hospital care: evaluation of user satisfaction during hospitalization

Paiva, Sonia Maria Alves de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
125.81%
A meta da qualidade da assistência tem constituído preocupação de profissionais atuantes no campo da saúde que têm tomado por base os princípios do Sistema Único de Saúde de eqüidade, universalidade do acesso, da integralidade, regionalização e hierarquização, participação, resolutividade e controle social para orientar suas práticas. Além dessas diretrizes, o vínculo, o acolhimento e a humanização são dimensões que têm feito parte desse processo de reconstrução das políticas de saúde no sentido de assegurar a qualidade do atendimento. O estudo traz uma construção do problema de pesquisa, onde se realiza reflexão sobre a organização das políticas públicas de saúde, revisão teórica sobre as influências das teorias administrativas no âmbito da saúde, uma análise crítica sobre a implantação de programas assistências na saúde que têm como foco a Qualidade Total e a consideração teórica sobre a satisfação como indicador de avaliação da qualidade dos serviços de saúde. Com base no exposto a pesquisa foi desenvolvida com o objetivo de avaliar a satisfação dos usuários quanto ao atendimento de suas necessidades de saúde durante o período de internação, enquanto elemento para se avaliar a qualidade. A metodologia escolhida foi a pesquisa qualitativa e foi utilizada como técnica de coleta de dados a observação participante e o grupo focal. A análise das falas dos sujeitos foi realizada com base no modelo de Donabedian...

Avaliação da qualidade da assistência à saúde quanto às medidas de prevenção e controle de pneumonia associada à ventilação mecânica; Evaluation of quality of health care regarding the measures of prevention and control of ventilator-associated pneumonia

Silva, Leandra Terezinha Roncolato da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
165.78%
Os serviços de saúde vêm desenvolvendo programas e ações visando a qualificação de seus processos de trabalho com intuito de reduzir, eliminar e prevenir deficiências da qualidade e que também atendam às necessidades e expectativas dos usuários. Diferentes estratégias de avaliação das práticas em saúde têm sido adotadas, permitindo a identificação das condições em que as práticas assistenciais são executadas. As infecções hospitalares constituem risco significativo à saúde dos usuários e, dentre estas, a pneumonia (PNM) assume particular importância, dada a prevalência e mortalidade a ela associadas, especialmente quando acomete pacientes graves internados em unidades de terapia intensiva (UTI). Para avaliação dos processos de trabalho, a literatura recomenda a utilização de indicadores que avaliem não só a estrutura, como também o processo e o resultado. Assim, este estudo objetivou avaliar a qualidade da assistência à saúde prestada em uma UTI, quanto ao uso das medidas de prevenção e controle de PNM em pacientes de alto risco submetidos à ventilação mecânica. Trata-se de um estudo descritivo exploratório, com abordagem quantitativa, realizado na UTI adulto de um hospital público de ensino de grande porte e nível terciário. Os sujeitos da pesquisa foram os pacientes internados na unidade sob assistência ventilatória invasiva com rebaixamento de consciência e/ou nutrição por sondas digestivas. Os dados foram coletados diariamente nos três turnos de trabalho utilizando o Indicador de Avaliação da Adesão às Medidas de Prevenção e Controle de Pneumonia em Pacientes de Alto Risco (IRPR) que monitora a aplicação de medidas de controle e prevenção de pneumonia hospitalar...

Qualidade da assistência de enfermagem em medicina diagnóstica na percepção da equipe de enfermagem de uma instituição privada; Quality of the nursing care in diagnostic medicine according to the perception of the nursing team in a private institution

Garzin, Ana Cláudia Alcântara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
125.73%
Trata-se de um estudo quantitativo com delineamento exploratório-descritivo, cujos objetivos foram analisar a percepção dos trabalhadores de enfermagem de uma empresa de medicina diagnóstica acerca da qualidade da assistência de enfermagem prestada, considerando-se as dimensões de estrutura, processo e resultado e conhecer os fatores intervenientes na qualidade dessa assistência sob a ótica dos trabalhadores de enfermagem. A população foi constituída por 203 profissionais de enfermagem de uma empresa de medicina diagnóstica. A coleta de dados ocorreu entre os meses de maio e junho de 2010, por meio de um questionário, empregando-se a escala de Likert. Os dados foram analisados em função dos índices percentuais e testes estatísticos específicos. O instrumento de coleta de dados mostrou-se confiável, obtendo-se o Alpha de Cronbach igual a 0,90. Na caracterização dos sujeitos, foi verificado que 55% eram auxiliares de enfermagem, 36% técnicos de enfermagem e 9% enfermeiros; 83% pertenciam ao sexo feminino e 17% ao sexo masculino, com idade média de 34,1 anos e, em média, 10,8 anos de formação e 6,6 anos de atuação na instituição. Na dimensão de estrutura, os participantes demonstraram percepção favorável aos aspectos que envolveram os materiais...

Avaliação da atenção primária à saúde prestada a crianças e adolescentes na região oeste do município de São Paulo; Evaluation of primary health care provided to children and adolescents in western region of São Paulo

Ferrer, Ana Paula Scoleze
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
125.76%
Introdução: A Atenção Primária à Saúde (APS) é considerada pela Organização Mundial da Saúde como o componente essencial para a organização da assistência à saúde. Muitas evidências dos benefícios da APS são descritas, entretanto, verifica-se uma grande heterogeneidade na assistência oferecida, o que repercute nos resultados em saúde. Dessa forma, os estudos que avaliam a qualidade da APS têm sido considerados fundamentais para identificar como o cuidado tem sido oferecido, em que pontos estão ocorrendo falhas e quais são as prioridades para a atuação, buscando aumentar a efetividade e a eficiência da atenção prestada. O Brasil passa, atualmente, por um momento de reestruturação do sistema e de organização da APS. As avaliações realizadas em nosso meio, até o momento, têm verificado alguns impactos positivos, porém os resultados ainda são inconsistentes. Um desses resultados é a manutenção de taxas elevadas de Internações por Condições Sensíveis À Atenção Primária (ICSAP) além da constatação de aumento dessas condições no município de São Paulo. Esse estudo partiu da hipótese de que as altas porcentagens de ICSAP devem estar relacionadas a uma baixa orientação aos princípios norteadores (atributos) da APS dos serviços de atenção básica oferecidos à população infantil. Objetivo: Avaliar os atributos da atenção primária oferecida às crianças moradoras da região oeste do município de São Paulo e que foram internadas por condições sensíveis à atenção primária. Métodos: Estudo de corte transversal de abordagem quanti-qualitativa. A população alvo foram as crianças internadas na enfermaria pediátrica do Hospital Universitário da USP...

Percepção dos profissionais médicos e enfermeiros sobre a qualidade da atenção à saúde do adulto : comparação entre os serviços de atenção primária de Porto Alegre

Castro, Rodrigo Caprio Leite de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
135.7%
A atenção primária à saúde (APS) é definida através dos seus atributos essenciais (acesso de primeiro contato, longitudinalidade, integralidade e coordenação), sendo qualificada pela presença dos atributos derivados (orientação familiar, orientação comunitária e competência cultural). No Brasil, a estratégia adotada para a expansão da APS é a Estratégia Saúde da Família (ESF). A rede pública de APS de Porto Alegre, entretanto, inclui serviços anteriores à ESF: as Unidades Básicas de Saúde tradicionais (UBS), o Centro Saúde Escola Murialdo (CSEM) e o Serviço de Saúde Comunitária (SSC) do Grupo Hospitalar Conceição. Considerando que a APS é a porta de entrada obrigatória para o sistema, observa-se a enorme responsabilidade que esses serviços possuem em relação à atenção à saúde da população. Nesse contexto, também cresce a necessidade de avaliá-los. O objetivo deste estudo é comparar a percepção dos profissionais médicos e enfermeiros sobre a qualidade da atenção à saúde do adulto entre os serviços de APS de Porto Alegre. Este é um estudo transversal cuja população de pesquisa é constituída por todos os profissionais médicos e enfermeiros das unidades de saúde amostradas. Foram selecionadas aleatoriamente 50% das UBS e das unidades da ESF de cada Gerência Distrital do município. No CSEM e SSC...

Gerenciamento da qualidade da assistência hospitalar

Pimentel, Cauê Felipe
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
135.85%
O processo avaliativo da qualidade da assistência em saúde produz dados que influenciam tomadas de decisão, como forma de um gerenciamento de qualidade em serviços hospitalares. Na região Centro-Oeste do país, mais especificamente, na região sul do Estado de Mato Grosso, as instituições de saúde não estão submetidas ao processo de avaliação, enfatizando, o desenvolvido pelo Programa Nacional de Avaliação dos Serviços de Saúde – PNASS. Desta maneira, tem-se como proposta, neste estudo, realizar o diagnóstico da qualidade da assistência a saúde, de uma instituição hospitalar pública desta região, através de um estudo de natureza transversal, exploratória e descritiva com abordagem quantitativa. Utilizou-se para análise: os padrões de conformidade, a pesquisa de satisfação do usuário e as condições e relações de trabalho dos funcionários do PNASS. A pesquisa foi iniciada após a aprovação da Instituição de Saúde e do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Universitário Julio Muller – HUJM. Conclui-se que o objetivo proposto foi atingido, tornando possível a realização do diagnóstico da qualidade da assistência hospitalar na instituição pesquisada. O estudo demonstrou que a avaliação permite visualizar o ingresso de conceitos da qualidade na cultura organizacional da instituição e apontar a necessidade de programas permanentes para a execução...

Promoção da qualidade, controle de infecção e avaliação de indicadores de resultados no Hospital Central de Maputo em Moçambique = : Quality promotion, infection control and endpoint result evaluation in the Hospital Central de Maputo in Mozambique; Quality promotion, infection control and endpoint result evaluation in the Hospital Central de Maputo in Mozambique

Adriana de Cássia Paiva dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
125.77%
Introdução: As condições econômicas e sociais encontradas na maior parte da África sub-Saariana são refletidas na qualidade da assistência à saúde. A melhora das condições de assistência ambulatorial e médico-hospitalar, neste contexto, envolve a capacitação do capital humano, isto é, treinamento e formação de profissionais, e alocação de recursos para insumos e infraestrutura. Dadas às limitações econômicas e técnicas do continente, essas ações costumam ser viabilizadas por ações cooperativas entre governos e instituições locais e estrangeiras. No Hospital Central de Maputo (HCM), em cooperação com o Ministério da Saúde de Moçambique (MSM), a Unicamp desenvolveu um projeto de pesquisa visando à identificação de necessidades de infraestrutura hospitalar e capacitação profissional com vistas a melhorar as taxas de infecção hospitalar e a qualidade à assistência em geral. Objetivo: 1) avaliar as ações executadas desde 2008 pelo MSM, junto com outros organismos multinacionais, na Enfermaria de Cirurgia (EC) do HCM, com vistas à humanização e correção de deficiências primárias de infraestrutura e capacitação profissional; e 2) avaliar fatores relacionados às taxas de infecção hospitalar em pacientes internados na EC e elaborar um plano de controle de infecção hospitalar aplicável e exequível segundo as condições locais. Métodos: Na primeira parte do estudo (referente ao objetivo 1)...

Qualidade da assistência ao trabalho de parto pelo Sistema Único de Saúde, Rio de Janeiro (RJ), 1999-2001

Oliveira,Maria Inês Couto de; Dias,Marcos Augusto Bastos; Cunha,Cynthia B; Leal,Maria do Carmo
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
125.82%
OBJETIVO: A qualidade da assistência ao trabalho de parto tem sido reconhecida na prevenção de complicações obstétricas que podem levar à morbi-mortalidade materna, perinatal e neonatal. O objetivo do estudo foi analisar a qualidade da assistência ao trabalho de parto segundo o risco gestacional e tipo de prestador. MÉTODOS: Estudo transversal de observação da assistência ao trabalho de parto de 574 mulheres, selecionadas por amostra estratificada em 20 maternidades do Sistema Único de Saúde do Rio de Janeiro (RJ), entre 1999 e 2001. A qualidade da assistência foi analisada segundo o risco gestacional e o tipo de prestador. Utilizaram-se procedimentos estatísticos de análise de variância e de diferença de proporções. RESULTADOS: Do total da amostra, 29,6% das gestantes foram classificadas como de risco. Apesar da hipertensão ser a causa mais importante de morte materna no Brasil, a pressão arterial não foi aferida em 71,6% das gestantes durante a observação no pré-parto. Em média foram feitas cinco aferições por parturiente, sendo o menor número nos hospitais conveniados privados (média de 2,9). Quanto à humanização da assistência, observou-se que apenas 21,4% das parturientes tiveram a presença de acompanhante no pré-parto...

Sisprenatal como instrumento de avaliação da qualidade da assistência à gestante

Andreucci,Carla Betina; Cecatti,Jose Guilherme; Macchetti,Camila Elias; Sousa,Maria Helena
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
135.77%
OBJETIVO: Avaliar a cobertura do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento segundo o cumprimento dos seus requisitos mínimos e indicadores de processo, comparando as informações do cartão da gestante com os do Susprenatal. MÉTODOS: Estudo transversal com dados do pré-natal de 1.489 puérperas internadas para parto pelo Sistema Único de Saúde entre novembro de 2008 e outubro de 2009 no município de São Carlos, SP. Os dados foram coletados no cartão da gestante e depois no Sistema de Acompanhamento do Programa de Humanização no Pré-Natal e Nascimento (Sisprenatal). As informações das duas fontes foram comparadas utilizando o teste de Χ² de McNemar para amostras relacionadas. RESULTADOS: A cobertura de pré-natal em relação ao número de nascidos vivos foi de 97,1% de acordo com o cartão de pré-natal e de 92,8% segundo o Sisprenatal. Houve diferença significativa entre as fontes de informação para todos os requisitos mínimos do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento, e também na comparação dos indicadores de processo. Com exceção da primeira consulta de pré-natal, o cartão de pré-natal sempre apresentou registro de informações superior ao do Sisprenatal. A proporção de mulheres com seis ou mais consultas de pré-natal e com todos os exames básicos foi de 72...

Sífilis congênita: evento sentinela da qualidade da assistência pré-natal

Domingues,Rosa Maria Soares Madeira; Saracen,Valeria; Hartz,Zulmira Maria De Araújo; Leal,Maria Do Carmo
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
125.77%
OBJETIVO: Analisar a assistência pré-natal na prevenção da transmissão vertical da sífilis. MÉTODOS: Estudo transversal representativo para as gestantes de baixo risco atendidas em unidades de saúde do município do Rio de Janeiro, RJ, período de 2007 a 2008. A identificação de gestantes com diagnóstico de sífilis na gestação foi feita por meio de entrevistas, verificação do cartão de pré-natal e busca de casos notificados em sistemas públicos de informação em saúde. Os casos de sífilis congênita foram identificados por meio de busca nos sistemas de informação em saúde: Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) e Sistema de Informações Hospitalares (SIH) do SUS. RESULTADOS: Foram identificados 46 casos de sífilis na gestação e 16 casos de sífilis congênita com uma prevalência estimada de 1,9% (IC95% 1,3;2,6) de sífilis na gestação e de 6/1.000 (IC95% 3;12/1.000) de sífilis congênita. A taxa de transmissão vertical foi de 34,8% e três casos foram fatais, um abortamento, um óbito fetal e um óbito neonatal, com proporções elevadas de baixo peso e prematuridade. A trajetória assistencial das gestantes mostrou falhas na assistência...

Modelo assistencial e indicadores de qualidade da assistência: percepção dos profissionais da atenção primária à saúde

Silva,José Mendes da; Caldeira,Antônio Prates
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
125.76%
Objetivou-se verificar a adequação de equipes de saúde da família aos padrões de qualidade do Ministério da Saúde e sua correlação com ações de atenção à saúde, segundo os profissionais de saúde. Foi utilizado o instrumento de Avaliação para Melhoria da Qualidade da Estratégia Saúde da Família (AMQ) em entrevistas conjuntas com médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas. Foram definidos escores para cada uma das subdimensões avaliadas, segundo o número de conformidades aos padrões definidos no AMQ. Os escores mais baixos da dimensão de consolidação do modelo foram referentes à participação comunitária e controle social. Para a atenção à saúde, os escores mais baixos foram relativos à saúde do adolescente. As subdimensões "acolhimento e humanização" e "promoção da saúde" mostraram-se estatisticamente associados com a atenção à saúde da criança, do adulto e do idoso. A subdimensão "organização do trabalho" mostrou-se estatisticamente associada com a atenção à saúde da criança e do idoso. Existe, portanto, correlação positiva entre consolidação do modelo e melhoria da qualidade.

Avaliação da atenção à saúde de portadores de HIV no centro de referência para o tratamento da Aids em Natal/RN por profissionais e usuários do serviço

Silva, Richardson Augusto Rosendo da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
145.63%
Objective: The aim of this study was to evaluate the health care of HIV/AIDS Reference Center for treatment of AIDS in Natal/RN for professionals and service users. Methods: This is an evaluative study with a quantitative approach, performed in the outpatient Giselda Trigueiro Hospital, in Natal (RN). The target population consisted of 313 patients with HIV and 34 professionals of the center. Data collection occurred from august 2007 to july 2008, with a structured form of interview, validated through a pilot study. The data were analyzed by descriptive and inferential statistics. Results: The evaluation of the service was considered unsatisfactory by 85.6% users. However, 58.8% of professionals considered it satisfactory. There was difference in the evaluation of the following indicators: the relationship professional users, offering support, timeliness of professional guidelines on the treatment. There was similarity in the following indicators: physical structure, respect for privacy, opportunity to make complaints, hospitality, convenience of schedules, availability of ARVs and laboratory tests, and ease of access. Conclusion: The results point to dissatisfaction of the users and professional satisfaction with the health care of people with HIV / AIDS in the service searched. It was found that the indicators used in this study may be considered relevant to evaluate the service in question...

Avaliação da assistência à saúde dos portadores de úlceras venosas atendidos no programa saúde da família do município de Natal/RN; Evaluation of health assistance to patients with venous ulcers attended by the family health program of the Natal/RN municipality

Nunes, Jussara de Paiva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
145.73%
Descriptive research aimed at evaluating the assistance offered to patients with venous ulcers, on lower limbs, attended by the Family Health Program (FHP) team, from the municipality of Natal/RN. The target population was composed of 74 patients with venous ulcers (VU), attended by the FHP teams in the 31 FHUs. The study was approved by the Ethics Committee of the Federal University of Rio Grande do Norte (protocol n.55/05). The data collection was performed in patients homes and in the FHUs, through structured interviews and physical examinations of patients with VU and non-participant observation during the changing of wound dressings in these Units and in users homes. The data was organized into an Excel electronic table and transported into the SPSS 14.0 program, for descriptive analysis on 2x2 contingency tables and inferential (Qui-Square χ2, Spearman Correlation, Binomial Proportion Test and p-value <0.05). The prevalence of VU (0.36/1000) in the target population (over 20 years of age) was greater than in the population registered in FHP (0.25/1000). We detected a greater prevalence in the age area of over 60 years (2.22/1000), with 2.98/1000 for females and 1.3/1000 for males (p-value=0.008). The sociodemographical and health characteristics of patients with VU revealed predominance of females (74.5%)...

Qualidade da Atenção à Saúde da Criança na Estratégia Saúde da Família; Quality of child health care in the family Health strategy

Sales, Maria Lucélia Da Hora; Ponnet, Liz; Campos, Carlos Eduardo Aguilera; Demarzo, Marcelo Marcos Piva; Miranda, Cláudio Torres de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 23/08/2013 ENG; POR
Relevância na Pesquisa
145.71%
ResumoObjetivo: verificar a qualidade da atenção à saúde da criança pelas equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) em Capital do Nordeste do Brasil. Método: trata-se de um estudo transversal, descritivo, com abordagem quantitativa, realizado durante o ano de 2010, por meio de inquérito com os profissionais médicos e enfermeiros de 66 equipes da ESF de Maceió-AL, estratificadas por tempo de funcionamento em anos. Utilizou-se parte do instrumento de auto-avaliação denominado Avaliação para Melhoria da Qualidade da Estratégia Saúde da Família (AMQ) do Ministério da Saúde, especificamente as questões referentes às ações e atividades realizadas no campo de atenção à “saúde da criança”, dentro da dimensão “atenção à saúde”. Resultados: os padrões elementares de qualidade foram encontrados em 84,1% das ações realizadas. Os padrões considerados avançados apresentaram o menor percentual de conformidade entre todas as equipes (47,7%). Quanto ao tempo de implantação da ESF, as equipes com menos de quatro anos tenderam a relatar melhores padrões de qualidade. Conclusões: os achados sugerem que as ações de saúde da criança estão sendo realizadas em melhor conformidade nas equipes com menos tempo de implantação...

Qualidade da assistência ao trabalho de parto pelo Sistema Único de Saúde, Rio de Janeiro (RJ), 1999-2001; Calidad de asistencia en el trabajo de parto por el Sistema Único de Salud, Rio de Janeiro (RJ), 1999-2001; Quality assessment of labor care provided in the Unified Health System in Rio de Janeiro, Southeastern Brazil, 1999-2001

Oliveira, Maria Inês Couto de; Dias, Marcos Augusto Bastos; Cunha, Cynthia B; Leal, Maria do Carmo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2008 POR
Relevância na Pesquisa
125.82%
OBJETIVO: A qualidade da assistência ao trabalho de parto tem sido reconhecida na prevenção de complicações obstétricas que podem levar à morbi-mortalidade materna, perinatal e neonatal. O objetivo do estudo foi analisar a qualidade da assistência ao trabalho de parto segundo o risco gestacional e tipo de prestador. MÉTODOS: Estudo transversal de observação da assistência ao trabalho de parto de 574 mulheres, selecionadas por amostra estratificada em 20 maternidades do Sistema Único de Saúde do Rio de Janeiro (RJ), entre 1999 e 2001. A qualidade da assistência foi analisada segundo o risco gestacional e o tipo de prestador. Utilizaram-se procedimentos estatísticos de análise de variância e de diferença de proporções. RESULTADOS: Do total da amostra, 29,6% das gestantes foram classificadas como de risco. Apesar da hipertensão ser a causa mais importante de morte materna no Brasil, a pressão arterial não foi aferida em 71,6% das gestantes durante a observação no pré-parto. Em média foram feitas cinco aferições por parturiente, sendo o menor número nos hospitais conveniados privados (média de 2,9). Quanto à humanização da assistência, observou-se que apenas 21,4% das parturientes tiveram a presença de acompanhante no pré-parto...

Sisprenatal como instrumento de avaliação da qualidade da assistência à gestante; Sisprenatal como instrumento de evaluación de la calidad de la asistencia a la gestante; SISPRENATAL as a tool for evaluating quality of prenatal care

Andreucci, Carla Betina; Cecatti, Jose Guilherme; Macchetti, Camila Elias; Sousa, Maria Helena
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
135.76%
OBJETIVO: Avaliar a cobertura do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento segundo o cumprimento dos seus requisitos mínimos e indicadores de processo, comparando as informações do cartão da gestante com os do Susprenatal. MÉTODOS: Estudo transversal com dados do pré-natal de 1.489 puérperas internadas para parto pelo Sistema Único de Saúde entre novembro de 2008 e outubro de 2009 no município de São Carlos, SP. Os dados foram coletados no cartão da gestante e depois no Sistema de Acompanhamento do Programa de Humanização no Pré-Natal e Nascimento (Sisprenatal). As informações das duas fontes foram comparadas utilizando o teste de Χ² de McNemar para amostras relacionadas. RESULTADOS: A cobertura de pré-natal em relação ao número de nascidos vivos foi de 97,1% de acordo com o cartão de pré-natal e de 92,8% segundo o Sisprenatal. Houve diferença significativa entre as fontes de informação para todos os requisitos mínimos do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento, e também na comparação dos indicadores de processo. Com exceção da primeira consulta de pré-natal, o cartão de pré-natal sempre apresentou registro de informações superior ao do Sisprenatal. A proporção de mulheres com seis ou mais consultas de pré-natal e com todos os exames básicos foi de 72...

Sisprenatal como instrumento de avaliação da qualidade da assistência à gestante

Andreucci,Carla Betina; Cecatti,Jose Guilherme; Macchetti,Camila Elias; Sousa,Maria Helena
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
135.77%
OBJETIVO: Avaliar a cobertura do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento segundo o cumprimento dos seus requisitos mínimos e indicadores de processo, comparando as informações do cartão da gestante com os do Susprenatal. MÉTODOS: Estudo transversal com dados do pré-natal de 1.489 puérperas internadas para parto pelo Sistema Único de Saúde entre novembro de 2008 e outubro de 2009 no município de São Carlos, SP. Os dados foram coletados no cartão da gestante e depois no Sistema de Acompanhamento do Programa de Humanização no Pré-Natal e Nascimento (Sisprenatal). As informações das duas fontes foram comparadas utilizando o teste de Χ² de McNemar para amostras relacionadas. RESULTADOS: A cobertura de pré-natal em relação ao número de nascidos vivos foi de 97,1% de acordo com o cartão de pré-natal e de 92,8% segundo o Sisprenatal. Houve diferença significativa entre as fontes de informação para todos os requisitos mínimos do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento, e também na comparação dos indicadores de processo. Com exceção da primeira consulta de pré-natal, o cartão de pré-natal sempre apresentou registro de informações superior ao do Sisprenatal. A proporção de mulheres com seis ou mais consultas de pré-natal e com todos os exames básicos foi de 72...

Modelo assistencial e indicadores de qualidade da assistência: percepção dos profissionais da atenção primária à saúde

Silva,José Mendes da; Caldeira,Antônio Prates
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
125.76%
Objetivou-se verificar a adequação de equipes de saúde da família aos padrões de qualidade do Ministério da Saúde e sua correlação com ações de atenção à saúde, segundo os profissionais de saúde. Foi utilizado o instrumento de Avaliação para Melhoria da Qualidade da Estratégia Saúde da Família (AMQ) em entrevistas conjuntas com médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas. Foram definidos escores para cada uma das subdimensões avaliadas, segundo o número de conformidades aos padrões definidos no AMQ. Os escores mais baixos da dimensão de consolidação do modelo foram referentes à participação comunitária e controle social. Para a atenção à saúde, os escores mais baixos foram relativos à saúde do adolescente. As subdimensões "acolhimento e humanização" e "promoção da saúde" mostraram-se estatisticamente associados com a atenção à saúde da criança, do adulto e do idoso. A subdimensão "organização do trabalho" mostrou-se estatisticamente associada com a atenção à saúde da criança e do idoso. Existe, portanto, correlação positiva entre consolidação do modelo e melhoria da qualidade.

Qualidade da assistência ao trabalho de parto pelo Sistema Único de Saúde, Rio de Janeiro (RJ), 1999-2001

Oliveira,Maria Inês Couto de; Dias,Marcos Augusto Bastos; Cunha,Cynthia B; Leal,Maria do Carmo
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
125.82%
OBJETIVO: A qualidade da assistência ao trabalho de parto tem sido reconhecida na prevenção de complicações obstétricas que podem levar à morbi-mortalidade materna, perinatal e neonatal. O objetivo do estudo foi analisar a qualidade da assistência ao trabalho de parto segundo o risco gestacional e tipo de prestador. MÉTODOS: Estudo transversal de observação da assistência ao trabalho de parto de 574 mulheres, selecionadas por amostra estratificada em 20 maternidades do Sistema Único de Saúde do Rio de Janeiro (RJ), entre 1999 e 2001. A qualidade da assistência foi analisada segundo o risco gestacional e o tipo de prestador. Utilizaram-se procedimentos estatísticos de análise de variância e de diferença de proporções. RESULTADOS: Do total da amostra, 29,6% das gestantes foram classificadas como de risco. Apesar da hipertensão ser a causa mais importante de morte materna no Brasil, a pressão arterial não foi aferida em 71,6% das gestantes durante a observação no pré-parto. Em média foram feitas cinco aferições por parturiente, sendo o menor número nos hospitais conveniados privados (média de 2,9). Quanto à humanização da assistência, observou-se que apenas 21,4% das parturientes tiveram a presença de acompanhante no pré-parto...

Sífilis congênita: evento sentinela da qualidade da assistência pré-natal

Domingues,Rosa Maria Soares Madeira; Saracen,Valeria; Hartz,Zulmira Maria De Araújo; Leal,Maria Do Carmo
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
125.77%
OBJETIVO: Analisar a assistência pré-natal na prevenção da transmissão vertical da sífilis. MÉTODOS: Estudo transversal representativo para as gestantes de baixo risco atendidas em unidades de saúde do município do Rio de Janeiro, RJ, período de 2007 a 2008. A identificação de gestantes com diagnóstico de sífilis na gestação foi feita por meio de entrevistas, verificação do cartão de pré-natal e busca de casos notificados em sistemas públicos de informação em saúde. Os casos de sífilis congênita foram identificados por meio de busca nos sistemas de informação em saúde: Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) e Sistema de Informações Hospitalares (SIH) do SUS. RESULTADOS: Foram identificados 46 casos de sífilis na gestação e 16 casos de sífilis congênita com uma prevalência estimada de 1,9% (IC95% 1,3;2,6) de sífilis na gestação e de 6/1.000 (IC95% 3;12/1.000) de sífilis congênita. A taxa de transmissão vertical foi de 34,8% e três casos foram fatais, um abortamento, um óbito fetal e um óbito neonatal, com proporções elevadas de baixo peso e prematuridade. A trajetória assistencial das gestantes mostrou falhas na assistência...