Página 1 dos resultados de 236 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Avaliação da qualidade de pulverização em plantas de tomate utilizando diferentes pontas; Assessment of quality of spraying tomato plants using different nozzles

Zambianco, Edmar Casarin
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
A tecnologia da aplicação tem papel fundamental na agricultura, pois proporciona uma correta aplicação do produto biologicamente ativo no alvo, ocasionando um melhor aproveitamento dos agrotóxicos. O objetivo do trabalho foi avaliar a influência de diferentes pontas e pressões na qualidade da pulverização na cultura do tomate por meio da quantificação do depósito e da cobertura foliar. Foram estudadas as pontas GA 11002 (jato plano com indução de ar), TTJ 60-11002 (jato plano duplo) e TT 11002 (jato plano padrão), todas nas pressões de 200, 350 e 500 kPa. Para todos os tratamentos a taxa de aplicação foi de 180 L ha-1. O percentual de cobertura foliar foi quantificado por meio da análise de imagens que detectaram o traçador fluorescente LRM 100 com o auxílio de luz ultravioleta. As imagens foram capturadas por uma câmera digital e processadas pelo software QUANT. O depósito foi quantificado pela extração e quantificação do traçador azul brilhante FD&C N°1 por meio de espectrofotometria. Para ambos os parâmetros foram analisadas amostras do estrato superior e inferior da planta. Houve diferença estatística somente para a cobertura foliar, sendo que na parte superior da planta a ponta de jato plano duplo apresentou menor cobertura na menor pressão. Nas maiores pressões houve um aumento da cobertura foliar favorecido pela formação de gotas médias e finas pelas pontas avaliadas. No estrato inferior a eficiência na cobertura foliar da ponta de jato plano diminui com o aumento da pressão. O depósito de pulverização foi favorecido pelo aumento da cobertura foliar.; The application technology plays a key role in agriculture as it provides a correct application of the product biologically active in the target...

Produtividade e qualidade dos grãos de feijão em função da aplicação de nitrogênio em cobertura e via foliar

Soratto, Rogério Peres; Fernandes, Adalton Mazetti; Souza, Emerson de Freitas Cordova de; Souza-Schlick, Genivaldo David de
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2019-2028
POR
Relevância na Pesquisa
36.79%
A adequada disponibilidade de N durante do ciclo do feijoeiro é fundamental para garantir elevada produtividade e qualidade dos grãos produzidos. Esse nutriente pode ser absorvido pelas raízes e folhas da planta. Contudo, ainda existem dúvidas sobre a eficiência da aplicação via foliar de N no feijoeiro e sobre a influência dessa prática na qualidade dos grãos. Objetivou-se neste trabalho avaliar o efeito da adubação nitrogenada em cobertura e via foliar sobre a produtividade e qualidade dos grãos da cultura do feijão. O experimento foi conduzido durante a safra da seca, em um Latossolo Vermelho distroférrico, no município de Botucatu-SP. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com quatro repetições, num esquema fatorial 3 x 4, constituído por três doses de N (0, 45 e 90 kg ha-1) em cobertura e quatro épocas de aplicação de N via foliar (1 - sem aplicação de N via foliar, 2 - pulverização estádio R5 (pré-floração), 3 - pulverização no estádio R7 (início da formação das vagens) e 4 - pulverizações nos estádios R5 e R7). em cada aplicação de N via foliar foram utilizados 200 L ha-1 de uma solução com 10 % de ureia. Quando foi realizada a adubação nitrogenada de cobertura...

Efeitos do agrostemin em plantas de soja (Glicine max (L.) Merrill cv. IAC-8), através dos parâmetros fisiológicos: razão de área foliar, taxa assimilatória líquida e taxa de crescimento relativo

Fernandes, A.A. H.; Rodrigues, J.D.; Castro, P.R.C.; Pinho, S.Z. de
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 339-345
POR
Relevância na Pesquisa
37%
O presente estudo teve por finalidade avaliar o efeito de um estimulante vegetal, Agrostemin, no desenvolvimento de plantas de soja (Glycine max (L.) Merrill cv. IAC-8), através de alguns parâmetros que compõem a análise de crescimento. O experimento foi conduzido em casa de vegetação. Foram estudados seis tratamentos, correspondentes às seguintes dosagens, épocas e formas de aplicação: testemunha (T1); 0,125g de Agrostemin/100g sementes (T2); 0,125g de Agrostemin/l00g sementes e pulverização foliar à 333 ppm (T3); 0,125g de Agrostemin/100g sementes e pulverização foliar à 500 ppm (T4); pulverização foliar à 333 ppm (T5) e pulverização foliar à 500 ppm (T6). Realizaram-se três épocas de coleta, à intervalos de 14 dias. O experimento foi em delineamento inteiramente casualizado. Os parâmetros estudados foram: razão de área foliar (RAF), taxa assimilatória líquida (TAL) e taxa de crescimento relativo (TCR). Dentre os resultados obtidos, concluiu-se que à medida que aumentou-se a concentração, diminuiram-se os parâmetros estudados, no intervalo 71-85.; The objetive of this work was to evaluate the effect of Agrostemmin on the development of soybean (Glycine max (L.) Merrill cv. IAC-8) plants through physiological parameters related to plant growth. The experiment was carried out in a greenhouse.Six treatments corresponding to the following dosages...

Aplicação de nitrogênio no solo e pulverização foliar com ácido giberélico e uréia em Setaria anceps Stapf cv. Kazungula

FAVORETTO, V; Zanetti, PAD; Reis, R. A.; Vieira, P. D.
Fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 21-28
POR
Relevância na Pesquisa
46.63%
O objetivo do experimento foi verificar o efeito do nitrogénio no solo, parcelado de diferentes formas e aplicado durante o período de "verão", combinado com pulverização foliar de ureia e/ou ácido giberélico, sobre a produção e qualidade de Setaria anceps Stapf cv. Kazungula. O nitrogênio (60 kg/ha/ano) foi aplicado segundo quatro formas de parcelamento: Testemunha (sem nitrogênio), N20M40 (20 kg/ha de N em novembro + 40 kg/ha de N em março), N30M30 (30 kg/ha de N em novembro + 30 kg/ha de N em março), F20M40 (20 kg/ha de N em fevereiro + 40 kg/ha de N em março). No início do período de "inverno" foram aplicados os quatro tipos de pulverizações foliares: Testemunha (sem ácido giberélico ou uréia), uréia a 2%, ácido giberélico a 50 ppm e uréia a 2% + ácido giberélico a 50 ppm. Os resultados revelaram que o parcelamento do nitrogénio no solo não influiu no aumento da produção de matéria seca do capim setária no período de "verão", apesar de proporcionar um incremento da mesma no corte de "inverno". Observou-se, ainda, uma boa distribuição da produção de matéria seca entre "verão" e "inverno", apresentando essa última estação 34,52% da produção total anual, em média. Os diferentes tipos de pulverização não influíram significativamente sobre a produção de matéria seca e a composição química bromatológica da forrageira no período de "inverno".

Controle químico e deposição da calda de pulverização em dois estágios de desenvolvimento de plantas de Typha subulata Crespo & Peres-Moreau f

Silva, João Renato Vaz da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: vi, 74 f. : gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.82%
Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; Uma das opções de controle para Taboa (Typha subulata) é o controle químico, contudo, a arquitetura das plantas com folhas eretas, grande área foliar e distribuição bem balanceada da área foliar, tanto na vertical como na horizontal, e mudanças no ângulo da folha no decorrer de seu desenvolvimento, são fatores que podem favorecer um maior escorrimento de produtos químicos da superfície foliar para o ambiente aquático. O objetivo deste trabalho foi o de avaliar o controle químico, por alguns herbicidas, e a deposição da solução do corante azul brilhante FD&C-1, em dois estágios diferentes de crescimento de plantas de taboa, sendo o primeiro denominado vegetativo (0,70m) e o segundo pleno florescimento. Os herbicidas e as doses utilizadas foram: imazapyr a 250, 500 e 750 g ha-1 mais 0,5% do surfatante Aterbane; imazapyr a 250, 500 e 750 g ha-1 mais 0,01% de Silwet; glyphosate a 3360 e 4320 g e.a. ha-1 mais 0,5% de Aterbane; glyphosate a 3360 e 4320 g e.a. ha-1 mais 0,01% de Silwet, além de uma testemunha sem aplicação de herbicidas. As parcelas foram instaladas no delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições. Essas parcelas experimentais foram constituídas por caixas de água com dimensões de 0...

Efeito do silício aplicado no solo e em pulverização foliar na incidência da lagarta do cartucho na cultura do milho

Silva, Anne Caroline Arruda e
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: v, 67 f.: grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.8%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA; Atualmente diversos estudos têm sido desenvolvidos sobre a utilização dos silicatos na adubação de plantas e embora ainda não conclusivos, seu emprego tem sido intensificado em algumas regiões agrícolas do país. No entanto, como o silício não é considerado um nutriente essencial de plantas, uma das principais justificativas para seu emprego na agricultura tem sido o incremento da resistência a pragas e doenças. Dessa forma, foram instalados dois experimentos seguindo o delineamento experimental de blocos ao acaso para verificar o efeito do silício sobre a lagarta-do-cartucho do milho em condições de campo. O primeiro experimento foi composto por 10 tratamentos e 4 repetições, com parcelas de 10 linhas de 10 m e visou verificar o efeito de uma formulação comercial contendo 25% de óxido de silício (12% de Si solúvel) e 15% de óxido de potássio, desenvolvida para aplicação através da pulverização foliar. Os tratamentos no primeiro experimento consistiram da aplicação da formulação silicatada nas concentrações 2, 4 e 8 mL/L, em pulverização aos 15, aos 15 e 30 e aos 15...

Efeito da aplicação de fertilizante mineral via foliar sobre a produção e qualidade fisiológica de sementes de soja

Souza, Lílian Christian Domingues de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 51 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia - FEIS; A cultura da soja (Glycine max (L.) Merrill) tem grande importância no contexto agrícola de produção brasileiro e mundial, sendo responsável por cerca de 40% da produção nacional de grãos. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de cálcio (Ca) e boro (B), aplicados em pulverização foliar, em dois estádios fenológicos da cultura de soja (R1 e R3), sobre os componentes da produção, produtividade e na qualidade fisiológica das sementes. O trabalho foi conduzido em área experimental da Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira . UNESP, no município de Selvíria . MS. O solo é do tipo Latossolo Vermelho distrófico (LVd), sendo que a análise química apresentou: matéria orgânica: 27 g dm-3; pH (CaCl2): 5,3; P: 13 mg dm-3 ; K+: 2,4 mmolc dm-3; Ca2+: 19,0 mmolc dm-3; Mg2+: 13 mmolc dm-3; H++Al3+: 22,4 mmolc dm-3 e saturação por bases de 57 %. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados com 3 repetições, dispostos em um esquema fatorial 4X5X2, sendo 4 cultivares de soja (Conquista, BRS 245 RR, BRS MG 705S RR e BRS Favorita) sendo três cultivares transgênicas e uma tradicional...

USO DA ADUBAÇÃO FOLIAR NITROGENADA E POTÁSSICA NO ALGODOEIRO

CARVALHO,MARCO ANTONIO CAMILLO DE; PAULINO,HELDER BARBOSA; FURLANI-JÚNIOR,ENES; BUZETTI,SALATIÉR; SÁ,MARCO EUSTÁQUIO DE; ATHAYDE,MANOEL LUIZ FERREIRA DE
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2001 PT
Relevância na Pesquisa
46.75%
Desenvolveu-se o experimento na região de Selvíria (MS), no ano agrícola de 1998/99, a fim de avaliar a aplicação foliar de nitrogênio e/ou potássio em complemento à adubação de semeadura na cultura do algodão (cv IAC 22), em diferentes períodos. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso com 13 tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos constituíram-se de uma testemunha (sem aplicação foliar) e de uma aplicação foliar de N, K e NK, variando entre duas, quatro, seis e oito semanas após o início do florescimento. Utilizou-se a uréia como fonte de N e o cloreto de potássio como a de K. Em cada pulverização, aplicaram-se 250 L.ha-1 de solução, utilizando uréia na concentração de 10% e cloreto de potássio a 4%. Analisaram-se as características: altura de plantas, número médio de entrenós, número médio de ramos frutíferos, número médio de capulhos, massa média de 30 capulhos, produtividade e porcentagem de fibra. Observou-se que o aumento das doses de N com ou sem K, em pulverização foliar, propiciou aumento na produtividade de algodão em caroço e diminuição no rendimento de fibra. O uso de nitrogênio via foliar aplicado durante oito semanas após o início do florescimento proporcionou maior produtividade. Não houve resposta à aplicação de K ou NK.

Produtividade e qualidade dos grãos de feijão em função da aplicação de nitrogênio em cobertura e via foliar

Soratto,Rogério Peres; Fernandes,Adalton Mazetti; Souza,Emerson de Freitas Cordova de; Souza-Schlick,Genivaldo David de
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.79%
A adequada disponibilidade de N durante do ciclo do feijoeiro é fundamental para garantir elevada produtividade e qualidade dos grãos produzidos. Esse nutriente pode ser absorvido pelas raízes e folhas da planta. Contudo, ainda existem dúvidas sobre a eficiência da aplicação via foliar de N no feijoeiro e sobre a influência dessa prática na qualidade dos grãos. Objetivou-se neste trabalho avaliar o efeito da adubação nitrogenada em cobertura e via foliar sobre a produtividade e qualidade dos grãos da cultura do feijão. O experimento foi conduzido durante a safra "da seca", em um Latossolo Vermelho distroférrico, no município de Botucatu-SP. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com quatro repetições, num esquema fatorial 3 x 4, constituído por três doses de N (0, 45 e 90 kg ha-1) em cobertura e quatro épocas de aplicação de N via foliar (1 - sem aplicação de N via foliar, 2 - pulverização estádio R5 (pré-floração), 3 - pulverização no estádio R7 (início da formação das vagens) e 4 - pulverizações nos estádios R5 e R7). Em cada aplicação de N via foliar foram utilizados 200 L ha-1 de uma solução com 10 % de ureia. Quando foi realizada a adubação nitrogenada de cobertura...

Influência de formas de aplicação de boro na qualidade e no rendimento de maçãs (Malus domestica)

Sá,Alessandra Aparecida de; Ernani,Paulo Roberto; Nava,Gilberto; Amarante,Cassandro Vidal Talamini do; Pereira,Adilson José
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.85%
O boro (B) é aplicado na maioria dos pomares brasileiros de maçã, porém sem fundamentação experimental regional. Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de formas, doses e épocas de aplicação de B no rendimento e na qualidade de maçãs. O experimento foi instalado em São Joaquim-SC, em 2002, com as cultivares Imperial Gala e Fuji Suprema conduzidas em áreas diferentes, cujas avaliações foram realizadas nas safras de 2009/2010 e 2010/2011. Os tratamentos consistiram em um fatorial envolvendo doses de B aplicadas ao solo, a cada dois anos, e épocas de pulverização na planta, feitas anualmente. Utilizou-se de delineamento experimental de blocos ao acaso, com três repetições, cujos tratamentos foram arranjados em parcelas subdividas: na parcela principal, foram alocadas as épocas de aplicação foliar de ácido bórico (sem pulverização, 0,3% pulverizado na fase de botão rosado e 0,6% em pós-colheita) e nas subparcelas, as doses de bórax no solo (0; 2,5 e 5,0 kg ha-1 de B). A aplicação de B no solo foi mais eficiente do que a pulverização foliar para aumentar o teor de B na polpa, na folha e no solo; no entanto, não afetou nenhum dos atributos relacionados com a qualidade dos frutos, nas duas cultivares. A pulverização com B diminuiu o teor de amido e a acidez titulável...

Efeito do tratamento de semente com fungicidas associado à pulverização foliar no controle da ferrugem asiática da soja

Pimenta,Cláudia Barbosa; Juliatti,Fernando Cesar; Nunes Junior,José
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.73%
O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do tratamento de sementes associado à pulverização foliar no controle da ferrugem asiática da soja. O experimento foi conduzido na estação experimental da Emater-GO, no município de Senador Canedo, GO. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso no esquema fatorial 3x2x2 com 4 repetições. Dois fungicidas triazóis foram testados no tratamento de sementes: fluquinconazol e flutriafol, em duas cultivares de soja, BRS Valiosa RR e Emgopa 315 RR, e pulverização foliar com fungicida azoxistrobina associado com ciproconazol e nimbus. Para todas as variáveis analisadas, realizou-se análise de variância em esquema fatorial e as médias foram comparadas pelo teste Tukey a 5 % de probabilidade. O tratamento de sementes com fluquinconazol e flutriafol não afetou a emergência em nenhuma das cultivares analisadas. Aos 65 dias após a semeadura, observou-se que a cultivar Emgopa 315 RR obteve menor incidência da ferrugem. Os fungicidas fluquinconazol e flutriafol promoveram também uma menor incidência e menor severidade da doença. Para a variável desfolha, foi observado que a Emgopa 315 RR obteve menor desfolha do que a BRS Valiosa RR na data avaliada. Dentro da cultivar BRS Valiosa RR os tratamentos com fungicidas para tratamento de sementes promoveram menor desfolha do que sem tratamento de sementes. Já na Emgopa 315 RR esse fato não foi detectado. O tratamento de sementes com fungicidas pode ser uma ferramenta útil para o manejo da ferrugem asiática da soja...

Efeitos do agrostemin em plantas de soja (Glicine max (L.) Merrill cv. IAC-8), através dos parâmetros fisiológicos: razão de área foliar, taxa assimilatória líquida e taxa de crescimento relativo

Fernandes,A.A. H.; Rodrigues,J.D.; Castro,P.R.C.; Pinho,S.Z. de
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1995 PT
Relevância na Pesquisa
36.93%
O presente estudo teve por finalidade avaliar o efeito de um estimulante vegetal, Agrostemin, no desenvolvimento de plantas de soja (Glycine max (L.) Merrill cv. IAC-8), através de alguns parâmetros que compõem a análise de crescimento. O experimento foi conduzido em casa de vegetação. Foram estudados seis tratamentos, correspondentes às seguintes dosagens, épocas e formas de aplicação: testemunha (T1); 0,125g de Agrostemin/100g sementes (T2); 0,125g de Agrostemin/l00g sementes e pulverização foliar à 333 ppm (T3); 0,125g de Agrostemin/100g sementes e pulverização foliar à 500 ppm (T4); pulverização foliar à 333 ppm (T5) e pulverização foliar à 500 ppm (T6). Realizaram-se três épocas de coleta, à intervalos de 14 dias. O experimento foi em delineamento inteiramente casualizado. Os parâmetros estudados foram: razão de área foliar (RAF), taxa assimilatória líquida (TAL) e taxa de crescimento relativo (TCR). Dentre os resultados obtidos, concluiu-se que à medida que aumentou-se a concentração, diminuiram-se os parâmetros estudados, no intervalo 71-85.

Pulverização foliar e fertirrigação com silício nos atributos físico-químicos de qualidade e índices de coloração do morango

Figueiredo,Felipe Campos; Botrel,Priscila Pereira; Teixeira,César Pereira; Petrazzini,Lauro Luís; Locarno,Marco; Carvalho,Janice Guedes de
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.52%
Neste trabalho, objetivou-se avaliar o efeito da aplicação de silício via foliar e em fertirrigação, nos atributos físico-químicos de qualidade e índices de coloração do morango cultivado em casa de vegetação. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado em um fatorial 5x2, com cinco concentrações de silicato de potássio pulverizado via foliar (0; 0,25; 0,5; 0,75 e 1% de Sili-K®), semanalmente, na presença e ausência de Si na solução de fertirrigação (0 e 94 mg dm-3), com cinco repetições por tratamento. Os "frutos" analisados foram colhidos 110 dias após o plantio para determinação de ácido cítrico, pH de polpa, pectina total, pectina solúvel, solubilização da pectina, açúcares totais, glicose, sacarose e os índices de L e A de coloração externa e interna dos "frutos". A aplicação foliar de silicato de potássio associado ou não com Si em fertirrigação altera os teores de ácido cítrico e pH de polpa e eleva os teores totais de açúcares e glicose. A presença de Si em fertirrigação eleva os teores de sacarose dos "frutos". Associado ao Si em fertirrigação, o aumento das concentrações de silicato de potássio aplicado via foliar reduz a solubilização da pectina que são sempre menores nos tratamentos ausentes de Si em fertirrigação. As concentrações de silicato de potássio aplicado via foliar na presença ou ausência de Si em fertirrigação alteram a luminosidade e coloração interna e externa dos "frutos".

Efeito do tratamento de sementes na redução da incidência e severidade da ferrugem asiática da soja, associado à pulverização foliar e a duas cultivares; Effect of seed treatment in reducing incidence and severity of Soybean Asian Rust, associated with the foliar spray in two soybean cultivars

Pimenta, Cláudia Barbosa
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.97%
O tratamento de sementes com fungicidas sistêmicos tem a vantagem de promover eficiente proteção na fase inicial da cultura. O mesmo tem sido utilizado há vários anos, visando o controle de fungos biotróficos em cereais. É de conhecimento que algumas doenças foliares podem ser manejadas através do tratamento de sementes com fungicidas sistêmicos. A ferrugem asiática da soja é uma das principais doenças que ataca a cultura da soja. Altenativas de manejo vêm sendo estudadas para minimizar os prejuízos causados por esta doença. Baseado nisto, a presente dissertação teve como objetivo avaliar o efeito do tratamento de sementes associado à pulverização foliar, em duas cultivares de soja, na redução da incidência e severidade da ferrugem asiática da soja. O experimento foi conduzido na estação experimental da SEAGRO (Secretaria da Agricultura e Abastecimento do estado de Goiás), no município de Senador Canedo, GO. O delineamento do ensaio foi de blocos ao acaso no esquema fatorial 3x2x2 com 4 repetições. Foram testados dois fungicidas triazóis no tratamento de sementes: fluquinconazol e flutriafol, em duas cultivares de soja, BRS Valiosa RR e Emgopa 315 RR, e pulverização foliar com fungicida Azoxistrobin + ciproconazol e nimbus. Foram avaliados os seguintes parâmetros: emergência das plântulas...

Pulverização foliar e fertirrigação com silício nos atributos físico-químicos de qualidade e índices de coloração do morango

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
46.52%
Neste trabalho, objetivou-se avaliar o efeito da aplicação de silício via foliar e em fertirrigação, nos atributos físico-químicos de qualidade e índices de coloração do morango cultivado em casa de vegetação. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado em um fatorial 5x2, com cinco concentrações de silicato de potássio pulverizado via foliar (0; 0,25; 0,5; 0,75 e 1% de Sili-K®), semanalmente, na presença e ausência de Si na solução de fertirrigação (0 e 94 mg dm-3), com cinco repetições por tratamento. Os "frutos" analisados foram colhidos 110 dias após o plantio para determinação de ácido cítrico, pH de polpa, pectina total, pectina solúvel, solubilização da pectina, açúcares totais, glicose, sacarose e os índices de L e A de coloração externa e interna dos "frutos". A aplicação foliar de silicato de potássio associado ou não com Si em fertirrigação altera os teores de ácido cítrico e pH de polpa e eleva os teores totais de açúcares e glicose. A presença de Si em fertirrigação eleva os teores de sacarose dos "frutos". Associado ao Si em fertirrigação, o aumento das concentrações de silicato de potássio aplicado via foliar reduz a solubilização da pectina que são sempre menores nos tratamentos ausentes de Si em fertirrigação. As concentrações de silicato de potássio aplicado via foliar na presença ou ausência de Si em fertirrigação alteram a luminosidade e coloração interna e externa dos "frutos".

Influência do extrato pirolenhoso na calda de pulverização sobre o teor foliar de nutrientes em limoeiro 'Cravo'

Zanetti,Marcelo; Cazetta,Jairo Osvaldo; Mattos Júnior,Dirceu de; Carvalho,Sérgio Alves de
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.9%
Com o objetivo de avaliar o efeito da presença do extrato pirolenhoso (EP) na calda de pulverização sobre o teor foliar de nutrientes de limoeiro 'Cravo' (Citrus limonia Osbeck), foi desenvolvido um experimento com seis tratamentos e quatro repetições, em blocos ao acaso, em ambiente protegido. Os tratamentos constituíram da pulverização das soluções: T0 = água; T1 = solução de micronutrientes sem EP; T2 = solução de micronutrientes + EP (1cm³ dm-3); T3 = solução de micronutrientes + EP (2 cm³ dm-3); T4 = solução de micronutrientes + EP (5cm³ dm-3); T5 = solução de micronutrientes + EP (10 cm³ dm-3). A solução de micronutrientes foi preparada com sulfatos de Cu, Fe, Mn, Zn (250 mg dm-3 do elemento) e ácido bórico (42,5 mg dm-3 de B). As plantas foram cultivadas em tubetes cônicos de 0,280 dm³, com substrato sem a adição de micronutrientes na formulação. As soluções foram pulverizadas uma única vez, aos 140 dias após o plantio (DAP), momento em que as plantas apresentavam aproximadamente 20 cm de altura. Ao final do experimento (160 DAP), quantificaram-se a massa seca e os teores de macro e micronutrientes da parte aérea e sistema radicular. A presença do extrato pirolenhoso na solução de micronutrientes não interferiu na concentração foliar de B...

pH foliar e deposição de gotas de pulverização em plantas daninhas aquáticas: Brachiaria mutica, Brachiaria subquadripara e Panicum repens

Costa,N.V.; Martins,D.; Rodella,R.A; Costa,L.D.N.C.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.97%
A diversidade morfológica da superfície foliar existente entre as espécies de plantas e a presença de estruturas foliares, como tricomas, estômatos, cutícula e ceras, podem exercer grande influência na aderência e deposição das gotas de pulverização, assim como na absorção do herbicida. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho foi estudar, em plantas daninhas aquáticas emersas (Brachiaria mutica, Brachiaria subquadripara e Panicum repens), o pH foliar, bem como a área de molhamento de gotas de pulverização na superfície foliar adaxial e abaxial. O experimento foi conduzido no Núcleo de Pesquisas Avançadas em Matologia - NUPAM, pertencente à Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu/SP - UNESP. As plantas foram cultivadas em caixas d'água no campo, quando elas atingiram seu pleno desenvolvimento (antes do florescimento), foram feitas as avaliações de pH foliar e da área de molhamento de gotas de pulverização. As tensões superficiais das gotas depositadas (0,5 µL), apresentadas pelas soluções de glyphosate aplicado isoladamente (5,0% v v-1, Rodeo 480g L-1 e.a. - produto comercial), glyphosate + Aterbane BR (5,0% + 0,5% v v-1), glyphosate + Silwet L-77 (5,0% + 0,05% v v-1), além das soluções com os adjuvantes isolados...

Efeito do período do dia da pulverização foliar de várias doses de soluções NPKS no feijoeiro (Phaseolus vulgaris, L); Effect of day time on foliar spraying of several levels of nitrogen fertilizer, NPKS solutions and its components, on common bean leaves

Muraoka, T.; Neptune, A.M.L.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1977 ENG
Relevância na Pesquisa
46.82%
Um experimento foi levado a efeito, para determinar o efeito do período do dia na pulverização foliar de várias doses de fontes de nitrogênio, da solução de nutrientes de Hanway e seus componentes, nas folhas do feijoeiro. Os resultados, baseados em observações visuais, indicaram os níveis de cada fertilizante utilizado na pulverização que não causou injurias, sendo o período da manhã, entre 6 e 7 horas, o melhor.; An experiment was carried out in order to determine the effect of day time of foliar spraying of several levels of nitrogen fertilizers, N-P-K-S station, and its components on common bean leaves. Results, based on the visual observations, indicated the maximum levels of each fertilizer that did not cause injuries and showed that the foliar spraying early in the morning is the best day time.

Adubacão foliar de mudas de café (Coffea arabica, L., var. Mundo Nôvo) com três fontes de nitrogênio - 15N; Foliar fertilization of young coffee plants (Coffea arabica, L.) with three sources of nitrogen - 15N

Vasquez, A. R.; Neptune, A. M. L.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1977 POR
Relevância na Pesquisa
36.84%
O presente trabalho foi conduzido com a finalidade de se avaliar o efeito da aplicação foliar no nitrogênio em mudas de café (Coffea arabica L, var. Mundo Nôvo). Para isso, três fontes de fertilizantes nitrogenados - NaNO3, (NH4)2SO4 e (NH2)2CO - enriquecidos com 0,7, 0,6 e 0,4% de átomos de 15N em excesso, respectivamente, foram utilizados, aplicando-as de vários modos: 1) aplicação da dose total de cada fonte de nitrogênio ao solo; 2) aplicação da dose total de cada fonte exclusivamente foliar e 3) aplicação da metade desta dose total ao solo e da outra metade por via foliar, além das correspondentes testemunhas. O desenho experimental foi de blocos ao acaso, com 14 tratamentos e 3 repetições, com parte dos tratamentos em arranjo fatorial. As mudas de café, de 6 meses de idade foram cultivadas em casa de vegetação, durante um período de 7 meses. A seguir, as palantas foram separadas em frações raiz, caule e folha. Sobre estas frações, secas em estufa, pesadas e moídas, procedeu-se às análises químicas do nitrogênio e à determinação da relação isotópica 14N/15N. A produção de matéria seca, a quantidade de nitrogênio absorvido, aquela proveniente do solo e do fertilizante, por cada tratamento...

Efeitos do agrostemin em plantas de soja (Glicine max (L.) Merrill cv. IAC-8), através dos parâmetros fisiológicos: razão de área foliar, taxa assimilatória líquida e taxa de crescimento relativo; Effects of agrostemmin on soybean plants (Glicine max (L.) Merril cv. IAC -8) through physiological parameter: net assimilation, foliar area ratio and relative growth rate

Fernandes, A.A. H.; Rodrigues, J.D.; Castro, P.R.C.; Pinho, S.Z. de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1995 POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
O presente estudo teve por finalidade avaliar o efeito de um estimulante vegetal, Agrostemin, no desenvolvimento de plantas de soja (Glycine max (L.) Merrill cv. IAC-8), através de alguns parâmetros que compõem a análise de crescimento. O experimento foi conduzido em casa de vegetação. Foram estudados seis tratamentos, correspondentes às seguintes dosagens, épocas e formas de aplicação: testemunha (T1); 0,125g de Agrostemin/100g sementes (T2); 0,125g de Agrostemin/l00g sementes e pulverização foliar à 333 ppm (T3); 0,125g de Agrostemin/100g sementes e pulverização foliar à 500 ppm (T4); pulverização foliar à 333 ppm (T5) e pulverização foliar à 500 ppm (T6). Realizaram-se três épocas de coleta, à intervalos de 14 dias. O experimento foi em delineamento inteiramente casualizado. Os parâmetros estudados foram: razão de área foliar (RAF), taxa assimilatória líquida (TAL) e taxa de crescimento relativo (TCR). Dentre os resultados obtidos, concluiu-se que à medida que aumentou-se a concentração, diminuiram-se os parâmetros estudados, no intervalo 71-85.; The objetive of this work was to evaluate the effect of Agrostemmin on the development of soybean (Glycine max (L.) Merrill cv. IAC-8) plants through physiological parameters related to plant growth. The experiment was carried out in a greenhouse.Six treatments corresponding to the following dosages...